Ombudsman denuncia Folha por matéria fake sobre terceirização

terceirização capa

 

O pior dos mundos para um país é quando a sua imprensa trata de embromar o povo para favorecer as classes mais abastadas. Trocando em miúdos a coluna da ombudsman da Folha de São Paulo deste domingo, foi isso que o jornal fez ao divulgar, no domingo anterior, manchete principal de primeira página que estarreceu as pessoas sérias e informadas.

E acordou um monte de coxinhas que leem o jornal…

terceirização 1

A matéria chocou muita gente esclarecida porque os efeitos nefastos da terceirização sobre o trabalhador são sobejamente conhecidos. Basta ir a alguma dessas agências que “vendem” mão-de-obra terceirizada e verificar que esses mercadores de escravos modernos vendem, basicamente, “redução de custos com mão-de-obra”.

terceirização 2

Eis que a Folha apresenta um estudo fake baseado na prospecção exclusiva de áreas em que o nível de terceirização já é alto, tais como limpeza, segurança patrimonial (ou vigilância) e telemarketing.

Assim mesmo, o estudo feito por pesquisadores da USP que militam a favor da terceirização apurou o contrário do que disse a manchete da Folha. A reportagem mostra que a terceirização causa, sim, piora do ganho salarial da mão de obra terceirizada.

Diante desse quadro, a ombudsman da Folha, Paula Cesarino da Costa, repercutiu, neste domingo, as queixas dos leitores sobre uma reportagem que diz o oposto do que a manchete espalhafatosa afirma, ou seja, que terceirização “não” causa queda do salário do terceirizado…

A ombudsman martela a questão de a manchete da Folha dizer que NÃO há perda salarial para funcionário que era terceirizado e passa a ser apesar de a reportagem e o estudo a que ela se refere dizerem o contrário, mas não aborda duas questões centrais.

Paula Cesarino da Costa, ombudsman da Folha, parece não ter se dado conta de dois fatores. Os pesquisadores da USP que produziram esse estudo malandro chamam-se Eduardo Zylberstejn e Helio Zylberstejn – seriam parentes do ex-genro de FHC, David Zylberstjn, cujas estripulias na ANP todos se lembram?

Pouco importa. Esses dois são militantes da terceirização e produziram um estudo malandro para ajudar a vender a tese de que terceirizar é bom.

O que acontece com a terceirização ampla, geral e irrestrita hoje no Brasil é que não mais se limitará a atividades secundárias das empresas. Agora, por exemplo, bancos poderão contratar funcionários como caixas, entre outros, como terceirizados.

É óbvio, basta usar um mínimo de bom senso para entender que a grande redução salarial que vem aí para os brasileiros será entre os novos terceirizados, aqueles funcionários ligados à atividade-fim das empresas.

Para que alguma empresa possa lucrar com essa nova mão-de-obra disponível para terceirização será necessário achatar salários para o intermediário extrair lucro.

Não parece ser tão difícil assim de entender, mas tem gente que finge que não entende, como os autores da matéria da Folha que desmente o que não tem como ser desmentido.

Nesse contexto, a nova lei sobre terceirização tem potencial para mudar a estrutura do mercado de trabalho no Brasil e deverá fazer com que os trabalhadores sob esse regime passem a ser maioria no Brasil, segundo o sociólogo do trabalho Ruy Braga declarou ao jornal Valor Econômico 

Isso porque os brasileiros hoje terceirizados têm duas características ainda predominantes no mercado de trabalho brasileiro – eles são pouco qualificados e recebem baixos salários.

Segundo a Rais, 73% dos terceirizados têm remuneração média de até três salários mínimos e 75,9%, escolaridade que chega, no máximo, ao ensino médio completo. Um em cada cinco concluíram, no máximo, o fundamental.

“A terceirização ampla pode promover uma inversão estrutural no mercado de trabalho. Em cinco, sete anos o total de terceirizados pode chegar a 75%”, diz professor do departamento de Sociologia da Universidade de São Paulo (USP).

O processo poderia começar dentro da própria universidade, ele afirma. Tirando os professores, cerca de 75% dos funcionários da USP são celetistas e apenas 25% estatutários, regime que prevê estabilidade no cargo. “Todos esses 75% são passíveis de serem terceirizados”, avalia.

A onda de terceirização que vem por aí no Brasil, portanto, promoverá forte redução de salários sobretudo na classe média, que percebe salários mais altos e, antes da lei autorizando terceirização discriminada, estava protegida dessa forma alternativa de os empresários aumentarem seus lucros diminuindo salários.

Com efeito, comparar uma realidade em que funcionários mais especializados trabalharão agora no regime que antes era destinado a pessoas sem qualificação e que exercem funções servis e ganham mal sempre, em todas as situações, chega a ser ridículo.

Foi por isso que a ombudsman da Folha veio a público, porque a classe média desinformada que apoiou o golpe contra Dilma, de repente se dá conta de que a precarização do mercado de trabalho vai bater essencialmente nas portas daquela turma que vestiu camisa da Seleção para derrubar o governo anterior.

A Folha deu todo esse destaque a um estudo fake e malandro porque está preparando o espírito daqueles que vão entrar em 2018 com péssimas notícias sobre seu ganha-pão, com a tal “livre-negociação” entre a garganta e a navalha e a terceirização indiscriminada.

Confira, abaixo, a crítica da ombudsman da Folha, que sugere tudo que está dito acima, mas com outras palavras

terceirização 3

Tags: , , , ,

89 Comentário

  1. Evidente que há redução do custo de mão de obra.
    Se você paga a um terceiro quem ganha?
    ……
    Mas porque existe terceirização?
    Porque a lei trabalhista é nefasta ao trabalhador.
    …..
    Mais estado menos salário.
    ….
    Quanto maior a liberdade de contratar mais agiu e a resposta ao emprego.
    ….
    O que acontece hoje é o empregado não estar satisfeito com o emprego, e para não perder os “direitos” causa transtornos a empresa.
    Na verdade não se sabe hoje qual é a mão de obra do trabalhador brasileiro.

    • “A lei trabalhista é nefasta ao trabalhador”.

      KKKKKKKK!!!! Claro! Do mesmo jeito que a SELIC alta é nefasta aos bancos, que o lucro é nefasto aos empresários, que a guerra é nefasta aos vendedores de armas e a ignorância é nefasta aos adeptos xiitas da desregulamentação e privatização.

      Só falta agora dizer que o empregador gostaria de pagar salários mais altos, mas o governo não deixa. KKKKK!!!

    • Quando a idiotice ultrapassa os limites do suportável, daí em diante, tem que ser tratada como BURRICE EXTREMA. Nota-se que você vive neste constante estado de espírito.

      • Não sou dono da verdade, mas especifique melhor onde esta o erro?

        • Graças aos Deuses do Olimpo que você não é o dono da verdade, porque se o fosse, inevitavelmente, estaríamos mergulhado na mais profunda das trevas.

    • A CLT precisaria de algumas correções como a justiça do trabalho também.
      As correções na justiça do trabalho deveriam começar por uma avaliação das queixas eliminando as que não forem cabíveis.
      Como por exemplo, um caso em que o funcionário mandou nudes e vídeos pornográficos a uma colega que estava assediando e fez isso usou o cel corporativo.
      Foi demitido por justa causa e entrou com um processo na justiça do trabalho querendo reverter a justa causa.
      O funcionário é sem vergonha, o advogado que patrocina a ação outro sem vergonha, mas a justiça acatou e a sentença foi que a justa causa estava mantida.
      Gastos inúteis, tempo perdido.
      Coisas assim precisam ser corrigidas a CLT tem pontos que poderiam ser corrigidos.

      Sua opinião é semelhante ao ato do marido que chega em casa e flagra a mulher lhe traindo no sofá da sala.
      Para resolver o problema, vende o sofá.

    • Oneide,

      Veja o que aconteceu com a terceirização na Espanha, com a reforma laboral de 2012, já estão revendo, precarizou todo o mercado de trabalho, aviltou os salários e não favoreceu produtividade.

      Veja porque depois de vinte anos de terceirização na Rússia, ela está proibida a partir de 2018.

  2. Caro Eduardo,

    Helio Zylberstein escrevia muito como colunista eventual da FSP, 30 anos atrás. Sempre se empenhou em desqualificar as demandas justas dos trabalhadores, seja por proteção contra a inflação, aumento do emprego, direito de greve, etc. Ele sempre tinha um estudo para dizer que deixar tudo ao gosto do patrão era a saída melhor para os trabalhadores. Cansei de ler estes artigos por ser economista e entender que não é possível exercer tal ciência lutando contra o mundo do trabalho.

    O que de mais estúpido tem este trabalho sobre a terceirização é comparar apenas salários entre as duas condições de trabalho. Qualquer análise honesta tem que levar o pacote de compensação total, com salário mas também benefícios de alimentação, saúde, transporte, participação nos lucros, maior estabilidade no emprego para acesso a crédito e direito de planejar. Isto para não falar na possibilidade de progredir na vida quando se é empregado direto da empresa e não terceiro, já que o maior sonho dos terceirizados é um dia ser internalizado e a partir daí poder fazer planos de progredir. Vivenciei muito esta realidade, fazendo estudos no meu trabalho para internalizar terceiros quando houve a desoneração da folha de pagamento por Dilma.

  3. Podia fazer assim, Edu pergunta para os coxinhas, ou melhor trouxinhas , se eles querem ser terceirizados.Aí terceiriza só quem for a favor, quem for contra não é terceirizado.Será que eles vão querer?

    Valeu pelo trabalho, Edu!

    • Grato Mauro

    • Eu sou terceirizado! Sou PJ.

      Trabalho para duas empresas, emito nota fiscal, pago impostos (entre 6 e 8%), escolho meu plano de saúde e pago, não tiro férias de 30 dias, costumo tirar duas férias de 10 dias por ano, emendo os feriados.
      Quanto mais eu trabalho mais $ eu ganho.

      Não tenho interesse em ser registrado por nenhuma das duas empresas, mesmo pq teria que abrir mão de trabalhar para a outra, ganharia menos e a empresa pagaria mais.

      • Cada caso é um caso. Tanto é que seu caso já é permitido por lei. Eu também sou PJ, só que não ganho mais se trabalhar mais. O resto é tudo parecido com o seu caso. Logicamente que eu gostaria de ser CTL ganhando o mesmo líquido que ganho como PJ. Eu só trabalho para uma empresa como se fosse um funcionário.

        Tudo depende. Profissionais liberais que tenham a chance de ter mais vantagens como PJ já existe. Vc é um caso destes, agora jogar para um trabalhador comum não especializado, é sacanagem, aí sim eles vão sofrer o pão que o diabo amassou.

        • Mas entende se que fosse CLT e fosse ganhar a mesma coisa iria custar MUITO mais para a empresa.

          Se a empresa quisesse manter os custo e contratar vc só que lhe pagando muito menos por conta dos encargos vc também não acharia bom, concorda?

          • Estamos falando de milhões e milhões de trabalhadores num país cheio de desigualdade. Eu tive microempresa durante 22 anos, é uma situação muito diferente. Terceirização generalizada, nas condições brasileiras, vai escravizar trabalhadores. Não está dando certo na Espanha. Não deu certo na Rússia.

      • Parabéns a você, amigo. Mas isso com certeza não serve para todos. E digo mais: para o empregador, você é CUSTO, e nada mais. Quanto mais gente terceirizada, mais baixo será seu salário. Você está na ponta fraca da corda, não se iluda.

        • Eu não sou custo, eu sou lucro!

          Quanto mais eu trabalho mais gero receita para as empresas e mais elas me pagam, já recebi proposta para trabalhar para uma empresa só e não quis, já recebi proposta para aceitar trabalhar para uma terceira empresa mas não aceitei, achei que não conseguiria atender a contento e teria que abrir mão do meu tempo livre.

          Só corre risco quem é dispensável, eu não estou na ponta fraca da corda, eu faço parte da corda as empresas precisam de mim e eu preciso delas, estamos no mesmo barco.

      • Com nível superior como parece ter é fácil.
        Aplique esse pensamento e essa forma da agir aos faxineiros da empresa que cuidava da limpeza do TRT de São Paulo que mesmo trabalhando para o tribunal do trabalho deram um golpe nos funcionários.
        Esse seu pensamento é o mal que afligia o Antigo Brasil e continuará afligindo essa nova republiqueta.
        Seu pensamento e sua forma de agir é: O que vale é meu umbigo, o resto que se dane!

        • Os EUA se tornaram a maior potência do planeta dessa maneira…

          • Vá lá ver a quantidade de miseráveis e de trabalhadores que moram em trailers.
            Depois, se tiver coragem, escreva outra bobagem como essa.

        • Eu estudava de noite e trabalhava de dia, eu paguei por meus estudos e trabalho desde os meus 14 anos, se com curso superior é fácil, fico feliz em ter conseguido sem depender de ninguém…

          Melhor que ficar reclamando e esperando que o governo ou o sindicato consigam as coisas para mim.

          • Indistintamente todas as instituições de ensino recebem incentivo fiscal do Estado, portanto, dinheiro do povo. Essa independência é muito relativa e tem que ser repensada.

    • Sim, claro!

      Quem não quiser ser terceirizado perde o emprego ou não consegue emprego!

      Não entendo a esquerda:

      Vcs não vivem falando em “distribuir” os ganhos? Em “distribuir a renda” de forma mais justa?

      O q vcs preferem?

      Um aumento de emprego com um salário médio menos

      Ou 16% de desempregados, como estamos hoje?

      Tenho certeza q a esquerda não vai se importar em reduzir seu salário individualmente para ver mais gente empregada…

      Viva a esquerda!

      PS: Não concordo q haja, como consequencia da tarceirização, uma redução salarial… volto ao tema no próximo post (se não for censurado, claro…)

  4. Ainda bem que essa reportagem causou indignação em seus leitores, sinal de que há esperança de dias melhores. A Folha, ao divulgar esse “estudo” de forma não comparativa, mostra que tem afinidade com ele.

  5. Muito trololó da ombusdman para reconhecer o que todo mundo sabe sobre os efeitos negativos da terceirização. E o sobrenome dos autores do estudo me lembrou dos tempos do governo neoliberal do FHC, tempos estes difíceis para o trabalhador que não trazem nenhuma saudade.Aliás, esses autores dessa fajutagem vivem dando entrevista nos jornais da globo palpitando na área econômica para dizer o quanto está melhorando a economia do (des)govêrno Temer, o quanto a inflação está baixa, o quanto vai aumentar o pib, etc. Não dá para confiar não.

  6. Prezado Eduardo:
    Vejo a coisa da seguinte maneira:
    1° – a pessoa passará a ser terceirizada
    2° – o terceirizado já deve ir devidamente preparado para o serviço a ser desempenhado, pois, duvido muito que o empregador vá investir em treinamento para essa pessoa; ou seja, o dinheiro gasto no treinamento vai sair do candidato e não do empregador.
    3°- o candidato perderá a proteção contra a dispensa arbitrária
    4° – perderá oportunidade para adquirir habilidades ( estágios, treinamentos, …)
    5° – garantia de renda estável e possibilidade de progresso na empresa.
    6° – perde voz nas reivindicações no mercado de trabalho( poderá se sindicalizar ? poderá fazer greve por melhores salários e condições de trabalho ? ).
    Creio que o passo seguinte do terceirizado a cair no Precariado, pois, em paises como França,Alemanha, Inglaterra, este foi o caminho seguido após a terceirização.
    “As pessoas que se encontram em empregos temporários estar perto de entrar no precariado porque tem relações de produção tênues, baixas renda comparadas com outros que fazem um trabalho similar e têm oportunidades mínimas em termos ocupacionais. “Ver O Precariado – A nova Classe Perigosa – Guy Standing, Autêntica Editora Ltda.
    Os coxinhas e trouxinhas que foram para as ruas pedir a queda do governo do PT, sem saber as consequências dos seus atos, ainda vão chorar de arrependimento, se é que já não estão chorando.
    Volto a lembrar a frase de Getúlio Vargas – ” quando a fome bater à vossa porta, sentireis no peito a energia para a luta por vós e por vossos filhos” . Um povo faz revolução ou por consciência política ou quando a miséria chega a nível muito alto. Os caminhos estão abertos , basta escolher qual o caminho a seguir. Uma coisa eu tenho certeza. Essa gang de golpistas não entregará o governo se não reagirmos com determinação a essa vilania.

  7. Sou síndico do meu prédio, o único funcionário do condomínio é o zelador. Os quatro porteiros e os três faxineiros são terceirizados.

    Esses serviços terceirizados funcionam melhor porque o prédio não fica na mão, se um funcionário falta a empresa repõe.

    Não preciso me preocupar com férias, a empresa coloca outro no lugar.

    Apesar de preocupação com rotatividade isso não acontece, no meu prédio 6 dos 7 terceirizados estão no condomínio a mais de três anos a empresa só troca os funcionários com o meu consentimento (aqui os funcionários recebem um pouco acima da média, comparando com outros edifícios da região).

    O condomínio fica livre do passivo trabalhista (em caso de algum funcionário entrar na justiça).

    Na ponta do lápis sai um pouco mais caro do que se fossem todos funcionários do condomínio, mas vale muito a pena.

    Eu sou um entuiasta da terceirização.

    • Como assim? O Terceirizado não entra na Justiça trabalhista contra o condomínio? E como vão viver os funcionários dessa excrescência chamada JUSTIÇA DO TRABALHO? Juízes, advogados e demais barnabés que só tem uma missão na vida! Ferrar com o coitado que deu emprego para os requerentes?

      • O empregado pode entrar na justiça contra a empresa e contra o condomínio (responsabilidade solidária) mas pelo contrato (empresa e condomínio) a responsabilidade financeira fica só com a empresa, por isso que o condomínio paga um pouco mais mas fica livre do passivo trabalhista.

        • Engano seu. O contrato entre o condomínio e a fornecedora de mão de obra não vale para o empregado.
          Se a fornecedora de mão de obra não pagar meu irmão o condomínio paga e que execute o contrato com a fornecedora. O funcionário não ficará sem seus direitos nas regras atuais. Se informe melhor.

          • O cara quer saber mais do meu contato do que eu!
            Já aconteceu, o empregado ganhou e a fornecedora pagou.

            Mas se vc sem nem sequer saber o nome do Condomínio ou da fornecedora, sem ter lido no contrato está falando, quem sou eu para contestar…

    • Legal. E pela ótica dos seus terceirizado? Quais são as perspectivas? Eles têm quais oportunidades em relação ao futuro? Trabalho não é uma mercadoria comparável a um saco de cimento. Lembre-se de que trabalho envolve vidas. Condomínio, por sua própria natureza, já não oferece muitas oportunidades sob nenhum regime. Assim, ampliando para outras atividades econômicas, a comparação pretendida é ruim.

      • Uma faxineira que fazia um bom trabalho, e como já conhecia todos os moradores, quando apareceu uma vaga foi promovida a porteira.

        Quanto a outras oportunidades, no edifício existe uma vaga de zelador (já ocupada) com o maior salário se a pessoa acha que pode se dar melhor como outra coisa que não seja porteiro ou faxineiro ou tenta a vaga de zelador quando ela estiver disponível ou tenta outra coisa em outro lugar. Não é assim com todo mundo?

        • Mais uma vez, estão discutindo situações particulares que não refletem o mercado de trabalho nesse país imenso e desigual. A área de serviços é terceirizada faz tempo, mas a realidade é mais ampla. Eu penso que a terceirização generalizada aqui vai ser um desastre.

    • Obviamente, o entusiasta da terceirização é o terceirizador, nunca o terceirizado…

      • Até porque todo o terceirizado um dia vai querer ser terceirizador… é isso que impulsiona a economia. O ser humanos tem uma tendência a se a “acomodar”, entrar numa “zona de conforto”… essa odeia que que numa sociedade esquerdista todos serão bons, altruístas, querendo o bem do semelhante, etc. á utopia de Jornada nas Estrelas, hippies, etc.

  8. Do que adianta a senhorita da Folha ter publicado essa crítica ao jornal que lhe paga o salário?
    Nada irá mudar na linha editorial, como não mudou desde que a Folha introduziu a figura do Ombudsman.
    Em todas as empresas que tem ombudsman, as sugestões são no mínimo acatadas para estudo. Na Folha nem isso.
    Para mim essa figura sempre foi hipócrita como hipócrita foram todos os jornalistas que aceitaram esse papel.

  9. O que as pessoas não entendem é que com a sinergia de transporte e informatização atual mundial o país com meus trabalhistas generosas está ficando para trás. Sim, teremos menos direitos porque países asiáticos assim o são. Paciência, os tempos são esses e não adianta ir contra a maré. Se os empregos da indústria forem para fora de que adianta os direitos? Aqui na minha cidade, 100 mil habitantes, conheço uma meia dúzia de pessoas da indústria de móveis que já viajaram para a China de olho na produção local em vez fabricar aquí para
    exportação.

    • Estava convesando com um amigo meu, alemao, completando phd em geo-politica em universidade do reino-unido. Estavamos na sala da casa dele, meu filho de 15 meses, correndo de um lado pro outro e nos divertindo com a diversão dele. Dai eu perguntei: e ai, voce nao pensa em ter um bebe logo? Ele me respondeu: nao, estou/sou pessimista quanto ao mundo.
      Este formato em que o capitalismo esta’ se metamorfando, pode ser inevitavel, mas tambem é auto-destrutivo. E eu gostaria muito que isso fosse apenas “papo de esquerda”.

    • Meu caro, só é uma maré porque todo mundo trata assim.

      Poucos países abrem seu mercado de forma tão sem contrapartidas quanto o Brasil, e nenhum do porte do nosso. SE você parar para pensar um pouco, vai ver que defende o seguinte: as “empresas” produzem fora. Quem consome? No final, nós e nossos filhos seremos quase todos catadores de café ou vendedores de banana – ou atividades mais nobres, como putinhas de turistas estrangeiros que venham ver a beleza do maior bananal do mundo. Essa “maré” tá boa para você?

      País sério tem política industrial, e aí também passa política de valorização da mão de obra e aumento dos salários, criando mercado consumidor nativo e permitindo que empresas industriais (que produzem algo, banco não produz nem um parafuso) ganhem o mundo. Leia o que vários países desenvolvidos fizeram do século XIX até hoje para entender o porquê de não terem agido como agimos – seguindo o discurso safado de Folha e assemelhados.

      • Não tem almoço grátis.
        Alguém vai ter que pagar.
        Quem vai pagar este aumento salarial sem que se tenha aumento de produtividade.
        Ninguém.

      • “Poucos países abrem seu mercado de forma tão sem contrapartidas quanto o Brasil, e nenhum do porte do nosso. ”

        Informe-se!

        O Brasil é um dos países mais fechados do mundo, no q se refere ao comércio exterior!

        Exportamos muito pouco e importamos menos ainda…

  10. O pig usa o conceito de FakeNews em voga atualmente no mundo para atacar voces da blogosfera, Edu. Só que em países democráticos a imprensa tem lado, mas tem limite, é séria. Jornais conservadores como Le Monde e El País não se prestam a esse papel. E por serem criteriosos se voltam contra os divulgadores de boatos pela internet.
    Aqui o pig acomoda fakenews em suas páginas com tranquilidade e diria que com sofreguidão. A diferença deles com os MBL da vida e seus robôs replicantes de mentiras é quase nenhuma

  11. Só mesmo um jornal “tupiniquim” para colocar como manchete uma insanidade dessa.
    E o pior é que os jornalistas responsáveis estão convencidos que a matéria está corretíssima.
    Vamos esperar por tempos melhores no nosso jornalismo.
    Otimismo sempre.

  12. A ombudsman faz reparo ao título e não ao conteudo da matéria. Esta tratou-se de um trabalho realizado por profs da FEA, GV, e Fipe, que estudou a comparação entre o trabaho formal e o terceirizado, e negou a grande discrepância entre as modalidades, pelo que se propala.
    Se for para criticar o trabalho em si, que o seja pela análise de seus objetivos, método empregado, resultados e conclusões alcançadas. Tentar desqualificá-lo pelos autores, que seriam parentes de ex-genro do FHC, ou pelas suas posições já conhecidas a favor da terceirização, não é válido. Tamvem é raso afirmar que eles só estudaram categorias que já são terceirizadas, pois um trabalho que se baseie em casuística só pode levar em conta o que existe, e não do que está para existir. Dizer que é “sobejamente conhecido” que a terceirização precarizará o trabalho e eliminará direitos, alem de ser exercício de futurologia, é desconhecer que o principal direito dos trabalhadores é trabalhar. Àqueles que leram o trabalho (acho que ninguem) que o analisem, e o cotejem com outros que lhe sejam contraditórios.

    • Boa tarde, meu querido! Veio hoje de Marte? A viagem foi boa?

      Vamos lá. Imagine que você pague X para seu empregado. A ideia básica de terceirizar é cortar custos. Assim, você quer pagar X-1. Aparece um cara e propõe que vc contrate a empresa de terceirização dele. Ora, esse cara vai ganhar algo para fazer isso: então, ele propõe que você pague X-1 a ele e ele pagará X-2 ao trabalhador, isso é ÓBVIO – ou ao menos deveria ser.

      • Vc não poderia estar mais errado nas suas premissas!

        A premissa da terceirização é sim reduzir custos mas transformando “custo fixo” em “custo variável”

        Outro objetivo (muito utilizado mas pouco reconhecido pelas empresas e pelos funcionários q se transformam em PJ’s) é a retirada do “custo governo”…

        Assim a empresa paga menos (em 100% dos casos) e o funcionário ganha MAIS (em 90% dos casos).

        “Ahhh… Mas uma PJ não tem férias e nem 13º!” – Isto está incluído na calculo da remuneração mensal…

        “Ahhh mas uma PJ não tem FGTS!” Isso na maioria esmagadora dos casos, está incluído no cálculo da remuneração mensal…

        Assim como o INSS.

        Bom, mas se a maioria dos custos está embutido na remuneração mensal, qual a vantagem para a empresa e para o empregado?

        Para o empregado, nestas condições, parece óbvio: MAIS dinheiro no bolso! Se o empregado vai ou não recolher o INSS, fazer uma reserva para as suas férias e para o fim do ano e ainda fazer uma poupança pra substituir o FGTS, é problema (e responsabilidade) dele!

        Para a empresa,é muito mais fácil (mas não necessariamente mais barato) a contratação e rescisão de contrato com uma PJ, prestadora de serviço… Mas,mesmo em relação a alguns custos, há ganhos! Por exemplo, não incide os 40% de multa sobre o FGTS…

    • Hahahah

      Então tá! Só o título da matéria estava errado. Deveria ser: “Terceirizar não derruba “muito” salário “de quem já é terceirizado”…

      E isso a se confiar em “estudo” que se pode imaginar não ser nada tendencioso!

      • Está aí o viés que eu mencionei. Explique por que o estudo é tendencioso. Leia, análise os objetivos, o método, a apresentação resultados, as conclusões. Aí você poderá argumentar de fato. acerca de sua validade.

  13. Ue ,tinha certeza que este site era terceirizado,

  14. Acho melhor você se informar melhor. A ideia da terceirização não é reduzir custos, pois , ao contrário da pejotização, ela reduz os custos . A ideia da terceirização é a racionalização do trabalho. Acho que você está com saudades da época em que os governos abriam concurso para ascensorista, motorista, auxiliares de limpeza , vigilantes, etc.

    • estou com saudade do tempo em que as pessoas tinham direitos trabalhistas

      • Eu como empresário queria ter também “direitos empresaristas”. Afinal pago os salários em dia, férias 13 o, fundo de garantia, etc. Pago todos os impostos em dia: ipi, icms, confins, etc. Se eu quebrar, o que recebo do governo e dos sindicatos? Uma banana.
        Você já deve ter passado por isso é sabe como é que é.
        Mas prefere ficar nesse papo de luta de classes jogando empregados contra patrões. Uma balela demagógica interminável que já deu no saco.

        • Talvez o blogueiro deveria também fazer um artigo relatando o custo de ser empresário, empreendedor, microempresário, etc. no nosso país: as taxas, as dificuldades de se iniciar uma empresa, a corrupção endêmica nos fiscais, na Receita Federal, nos sindicatos, etc.

          • Joel
            Capital x Trabalho não é ideologia.
            Negar a luta de classes no capitalismo, não dá.
            E isso não significa jogar “empregados contra patrões”.

  15. “A reportagem mostra que a terceirização causa, sim, piora do ganho salarial da mão de obra terceirizada.”

    Meu Deus, como pode?

    Será só ignorância ou tem má fé no meio?

    Um cara q se diz empresário, q já teve funcionários, q se acha bem informado… Mas não sabe interpretar uma pesquisa e suas conclusões!?

    A pesquisa fala em “reduzir o passivo trabalhista” e o cidadão “traduz” (?) como achatamento salarial!?

    A vantagem da terceirização é transformar custo fixo em custo variável!

    Se eu preciso de um tipo de mão de obra de forma sazonal, a terceirização é bem vinda!

    Se eu preciso de mais amarelos durante um período do ano, terceirizo esta contratação… É muito mais barato do q:

    1) contratar quando preciso e demitir quando não preciso
    2) contratar quando preciso e “carregar” no resto do tempo

    Isso é “redução de passivo trabalhista”

    Se eu tenho uma empresa de “qualquer coisa” e não quero me preocupar e nem montar uma estrutura para limpeza e segurança, eu posso sim, terceirizar este serviço!

    Mas não faz sentido (e nunca fará) um banco terceirizar seus caixas… O custo de treinamento, informações sensíveis e, principalmente, o fato de um banco precisar de caixas 100% das vezes (mas cada vez em menor número) torna a terceirização inviável!

    Qualquer pessoa com um mínimo de experiência corporativa, 2 neurônios funcionando e honestidade, sabe disso!

    Mas acho q não é o caso…

    • Só existe terceirização porque a lei trabalhista é excludente.(adicionando ao que você disse)
      ……
      Só os que alcançam uma produtividade alta podem ocupar os empregos, ainda que seja por determinado tempo.
      …..
      Quem não tem produção se vira no crime.

  16. Informe-se!

    O Brasil é um dos países mais fechados, em relação ao comercio internacional, do mundo!

  17. O trabalho tem valores acima dos interesses de lucro dos patrões. Os patrões têm obrigações sociais que não podem declinar porque é chato, trabalhoso e diminui o lucro. Pensem que quando uma empresa se instala numa cidade, num bairro, numa rua, água, esgoto, eletricidade, telefonia, transporte, pavimentação, limpeza pública e muitas outras coisas além destas, mais específicas para cada caso como fiscalização sanitária, vigilância em relação a agentes poluidores ou perigosos, enfim muitos outros fatores, têm exclusiva ou altíssima participação da comunidade que verdadeiramente banca com impostos todos estes custos. O município, estado e a federação investem dinheiro público numa proporção muito maior do que o retorno em impostos que a produção deste negócio em particular pode trazer, pois é a massa de impostos pagos por todos os moradores que banca as possibilidades mínimas de funcionamento de uma empresa, qualquer uma. Sem contar que os trabalhadores destas empresas são também pagantes de impostos e consumidores dos produtos fabricados por estas empresas… em relação aos quais também pagam impostos para consumir. A síndrome dos empresários é a choradeira. A mais característica identidade do empresariado é justamente a mentira edulcorada para apresenta-los como criaturas infelizes que se matam para contribuir com o país quando a realidade é exatamente outra: são eles os privilegiados. Experimentem sugerir a um empresário para encerrar os seus negócios ou ir embora do país, se está assim tão infeliz. Ele vai dizer que ninguém vai substituí-lo e que o país vai sentir sua falta. Mentira, nos negócios e na economia não existe vácuo. Sempre vai surgir alguns outros interessados que terão tudo para substituí-lo fazendo melhor.

    • Está certo: o empresário é sempre o ladrão, o malvado, o coisa ruim…

      • e sonegador

      • É isto também Resende? Eu disse apenas que o empresário é um chorão, simulador e mentiroso. Mas como vivemos num país de Pinochios e é no judiciário e seus anexos onde mais se mente e se simula e é justamente quem deveria ter a estatura moral para ser confiável, todos os patrões também se sentem no direito de mentir.

  18. Edu, não estou vendo preparativos para apoio ao Lula em Curitiba na quarta feira. Desta vez não haverá manifestações por lá?

    • haverá, sim

      • ♫ Segundo o UOL, serão levadas a Curitiba de ônibus 2.500 pessoas; a notícia é meio confusa e fala em 5 mil pessoas reunidas em uma praça do centro, sem no entanto indicar se as pessoas indicadas acima farão parte desse total ou serão cidadãos curitibanos.
        D’autre cotè, espera-se 500 apoiadores da Farsa a Jato e do juiz herói dos coxinhas. eu só quero ver que tipo de cobertura a mídia putrefata vais fazer…

  19. Caro Eduardo,

    Não há mais limite para nada; o Brasil perdeu o rumo e tornou-se definitivamente o País da mentira, da hipocrisia e da canalhice. A velha mídia daqui vem exercendo um poder descomunal sem precedentes, que dita normas, com o objetivo de influenciar os diversos segmentos da sociedade brasileira.

  20. Caro Eduardo Guimarães , quantas pessoas você emprega ?

  21. A grande questão é a seguinte: o empregador vai ter menores custos trabalhistas, assim o custo do produto será menor. O consumidor pagará menos pelo produto ou, como é comum, a diferença vai para o bolso do empresário?

  22. Resumindo a terceirização das atividades fins para os trabalhadores:
    1) segundo a OIT não aumenta o nº de empregos;
    2) menores salários (quem ganha salários mais altos vai ser dispensado para dar lugar àquele que aceitar ganhar 2, 3 vezes menos);
    3) menor renda com retirada de todas garantias trabalhistas. Sem a justiça do trabalho e sindicatos – horrores do patrão – quem garante pagamento de férias, 13º, FGTS, previdência, recebimentos no caso de falência das terceirizadas?;
    4) mais dificuldades de serviços para pessoas idosas, minorias e deficientes concorrerem com um mundo de pessoas desempregadas e jovens;
    5) Acabam-se oportunidades de crescimento profissional e especialização;
    6) Com mais horas trabalhadas e precarização do trabalho (como desobrigação de uso de equipamentos de proteção e sem cursos de especialização) há possibilidade de aumento do nº de acidentes e doenças do trabalho , sobrecarregando ainda mais os sistemas públicos.
    Para os empregadores de imediato representa diminuição de custos e encargos trabalhistas, contudo salários achatados e perda de renda fatalmente levam à depressão do mercado consumidor de bens, produtos e serviços que, por sua vez, diminui a economia, os empregos, os créditos, os financiamentos e a arrecadação fiscal num interminável ciclo vicioso de pouco crescimento e retrações. A Espanha é um exemplo disso.

  23. Uma pessoa que conheço trabalha para uma empresa terceirizada. O aumento do salário mínimo foi convertido em cesta básica. Com isso FGTS menor para o trabalhador, 1\3 de férias menor.. Qual a vantagem para o trabalhador?

  24. ♫ Estou achando notável o silêncio da mídia nos últimos dias, acerca do Michê Temer; as poucas notícias são todas negativas para o monstrengo. Haveria alguma coisa sendo tramada nos porões desta ditadura imposta por um golpe? Talvez. Mas acredito que isso se deva mais à iminência do depoimento do Lula e à correspondente expectativa.
    O que eu sei é que estou cansado de viver nesta chuvarada de notícias, verdadeiras e falsas. Há dias que nem me animo a ler o noticiário, preferindo assistir novamente aos DVDs da minha considerável coleção.
    É um fuga para o passado, eu sei; mas estou longe de ser feito de ferro.
    Aos 72, espero viver ainda mais uns dez anos. E continuo acreditando que o país está mais perto da virada do que o notíciário leva a crer. Continuo acreditando que os bons tempos voltarão e que a corja que tomou o poder caminha a passos largos para o lixão da História. Desesperar jamais!

  25. No Brasil é assim, só arrocham o salário dos pobres. Nos privilégios dos políticos e de esferas totalmente inócuas não fazem nada. Quem paga a conta somos todos nós para sustentar algo absolutamente insustentável.

  26. :
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta de sabujos sujos e sabujas sujas a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria, com dois c(h)ifrões, de $$ neonazista) dos e das canalhas direitistas…
    .

    PARA A ENÉSIMA PUTifARIA ( patifaria + putaria ) DA DIREITA:

    Foi com muito cálculo que se preparou mais essa para o PT (e/ou as esquerdas, o progressismo/trabalhismo). E, ao que parece, o partido não contava nem se preveniu para essa eventualidade. Aliás, é estranho o número de vezes que o PT (o progressimo/trabalhismo) é pego de calças curtas, desprevenido e perplexo. E, o que mais espanta, é que seus inimigos nem parecem ser tão espertos assim.
    .

    AS MORDOMIAS DOS MARAJÁS EM PÉ DE GUERRA:
    .
    Os 17 mil juízes receberam em média 46,1 mil por mês em 2015;
    .
    Os 1,2 mil promotores e procuradores de Justiça recebem salário máximo teórico de 33,7 mil mensais;
    .
    Magistrados e promotores têm auxílio-moradia de 4,3 mil mensais. Se morarem juntamente com um cônjuge que também tem direito a auxílio, ambos recebem da mesma forma;
    .
    Todos têm 60 dias de férias por ano e, em caso de trabalho fora do local, uma diária equivalente a 1/30 da remuneração mensal;
    .
    Pena máxima em caso de punição disciplinar: aposentadoria compulsória com salario integral (i$$o é punição mesmo ou é premiação ?…)
    ,

    E MAIS :

    Os tribunais de contas e o Judiciário são a maior fonte de corrupção

    O Judiciário do Brasil é o mais caro do mundo

    O juiz é um servidor público como o faxineiro, só que o Judiciário decide em causa própria

    Os juízes dizem “na minha vara” – a vara não é dele!

    A reforma de Previdência não vai atrás de juiz que recebe aposentadoria de R$ 100 mil: vai atrás dos pobres

    O Judiciário é uma ditadura de classe – e ditadura conservadora

    .

    Poesia contra a distopia (Distopia = Ideia ou descrição de um país ou de uma sociedade imaginários em que tudo está organizado de uma forma opressiva, assustadora ou totalitária, por oposição à utopia. “Distopia”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/distopia [consultado em 01-10-2016].)

    .:.

    Poema acróstico para o maior e melhor brasileiro de todos os tempos :

    L ouvemos quem bem merece o mais pleno louvor
    U m homem simples como as coisas boas da vida
    Í ntimo camarada, nosso irmão e amigo de valor
    Z elando sempre pelo bem da humanidade querida

    I nimigo dos maus, amigo dos bons, trabalhador
    N ascido do povo que muito o ama e admira
    Á rvore de bons frutos, os de melhor sabor
    C onsciência plena de tudo que no mundo gira
    I magem perfeita do homem de si senhor
    O humano defensor de humana lira

    L uz de nossa gente, lutador incansável
    U m verdadeiro herói do povo brasileiro
    L úcido e consciente do mais admirável
    A mor pelo ser humano e verdadeiro

    D igno e sincero, fraterno e muito humano
    A migo do povo, honesto e sempre lhano

    S eja o meu/nosso canto para te louvar
    I sso que a voz do povo já disse várias vezes
    L ula, o BraSil vive mais feliz só por te amar
    V itória da melhor sorte no número treze
    A fazer do brasileiro a humanidade a se ampliar.

    Autor: Cláudio Carvalho Fernandes ( poeta anarcoexistencialista )

    .:.

    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do BraSil inteiro.

    .:.

    L ula livrou 36 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes

    .:.

    L ivrando da miséria extrema 36 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia

    .:.

    .:.

    NÓS

    A tv me promete
    o leite da moça,
    o prazer em pó,
    líquido,
    instantâneo,
    integral…

    Que faremos de nossos olhos,
    de nossas mãos?

    ………………….……………………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    B……………………………A
    …I………………………I
    …….S………………C
    ………..T………N
    …………….Â
    tele……………………..visão

    tele……………………..vazão

    tele……………………..vazio

    ………………………………………………………. (Cláudio Carvalho Fernandes)

    .:.

    ReXistência

    Não deixe que aluguem o seu pensamento:
    Simplesmente mude de canal ou desligue a TV
    :
    Diga “NãO” à Rede Goebbels

    ……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    Globo

    PATRÃO
    PADRÃO
    LADRÃO

    ……………………………..………………. ( Cláudio Carvalho Fernandes )

    .:.

    Mídia cínica, mercenária, demagógica e corruta.
    .
    “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma”.
    .
    …………………..………………………………. ( Joseph Pulitzer )

    .:.

    Se você não for cuidadoso / cuidadosa
    .
    “Se você não for cuidadoso / cuidadosa, os jornais [a mídia] farão [fará] você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas e amar as [‘]pesso[nh]as[’] que estão oprimindo”.
    .
    …………………..………………………………. ( Malcolm X )

    .:.

    ( En la lucha de clases )
    .
    En la lucha de clases
    Todas las armas son buenas
    Piedras
    Noches
    Poemas
    .
    …………………………………………….( Paulo Leminski )

    .:.

    ( Não é a beleza )
    .
    Não é a beleza
    Mas sim a humanidade
    O objetivo da literatura
    .
    …………………………………………….( Salamah Mussa )

    .:.

    A existência precede a essência.
    .
    …………………………………………….( Jean-Paul Sartre )

    .:.

    * 1 * 2 * 13 * 4

    .:.

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lul(inh)a Paz e Amor (mas sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO no PSDBosta) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  27. Quem já trabalhou em multinacionais sabem muito bem de onde vem os prejuízos. O empresariado (não generalizando) gosta de criticar a gestão das empresas públicas, mas ignora os absurdos que ocorrem dentro de suas empresas. Péssima gestão, corporativismo, péssimas contratações e promoções, procedimentos internos burocráticos e idiotas e….muita corrupção.

    Como a corda estoura na ponto mais fraco, a culpa sempre cai sobre a folha de pagamento, pois é ali onde é mais fácil de fazer cortes e reclamar da legislação trabalhista. Economia forte se faz com um mercado consumidor forte e isso só se consegue com bons salários e garantias que permitem à população ter tranquilidade para gastar e investir.

  28. O único desinformado aqui é VOCÊ!!

    Essa ladainha de “um dos mercados mais fechados do mundo” valia até os anos 80, já FAZ TEMPO que entra quem quer, do jeito que quer, e faz o que quer. ACORDA!!

    Mesmo os “liberais” EUA exigem contrapartidas mil, meu caro. De mais a mais, se mercado fechado ou regulado fosse por premissa algo ruim, na China ainda estavam vivendo de comprar e vender arroz. É só você que leva uma passada de mão na bunda e acha bom.

  29. [AVISO: CONTÉM IRONIA]

    Não entendo essa grita toda por causa de terceirização, nem dos apoiadores, nem dos detratores.

    Vamos encarar a realidade? Delegados da PF, Agentes Promotores, Juízes e até técnicos do Judiciário e/ou Legislativo ganhar muito mais dinheiro que executivos C-Level de multinacionais com décadas de experiência e múltiplas qualificações.

    Ou seja, essa história de estudar Engenharia, Marketing, Administração, Economia, investir em pós graduação, é tudo perda de tempo: negócio é estudar Direito, comprar um monte de apostilas, ficar uns 2 anos trancados na casa dos pais estudando e se tornar mais um concurseiro meritocrático, com salário inicial de mais de 20 mil reais sem ter trabalhado um único dia na vida toda! E o melhor: vai ter autoridade pra dar pitaco, ordenar investigações e até prisões de pessoas, baseado apenas em suas convicções pessoais ou no apoio da mídia! E se fizer alguma merda não tem problema: aposentadoria compulsória com salário e benefícios integrais!

    Enquanto isso o povo lá embaixo, que não é “dotô otoridade”, fica discutindo sobre terceirização e carga tributária, como se o grosso dos impostos e encargos não fossem necessários para bancar o salário das “otoridade” que eles idolatram…

    E olha que nem falei de bancos… Tenho certeza que a TMA exigida por qualquer investidor anjo/ VC para novos empreendimentos tá variando entre 20 e 30% só por causa de encargo trabalhista, absolutamente nada a ver com o custo do capital e os juros impostos pelo nosso querido cartel bancário…

    Mas não tema, querido empreendedor! Basta usar a maquininha vermelhinha ou amarelinha, criar um app de eMarketplace de milho, tapioca, eletrônicos, pipoca, açaí, pastel ou qualquer outro produto vendido na rua e se tornar empreendedor! Sim, camelô é a PQP, vc vai ser EMPREENDEDOR!

    Mas isso é só para os “risk takers”, tentar virar dotô otoridade via concurso público é mais estável.

  30. Mais uma palhaçada em curso. Tá difícil.

  31. Primeiro, a USP sendo uma entidade pública deveria demitir esses dois “pesquisadores” por mera incapacidade funcional e cognitiva.
    Primeiro, não é necessário desperdiçar dinheiro público para fazer uma pesquisa dessas e tentar comprovar essa “brilhante tese”, pois se terceirização reprsentasse ganhos para os trabalhadores essa seria uma agenda deles e não dos empresários que há anos tentam emplacar, inclusive no serviço público, essa falcatrua.
    Segundo, a matéria é intelectualmente desonesta, pois o título diz uma coisa e o seu conteúdo diz outra. E o que pior, a conclusão também não bate com os argumentos aprsentados para comprovar a tal tese dos pesuisadores, pois os tais ganhos para os trabalhadores só se verificou numa das atividades (vigilância, smj), nas demais comprovou-se que haveria sim (se é que dá para acreditar nessa pesquisa) perdas para os trabalhadores.
    Terceiro, aqueles que vem aqui defender a terceirização (não tiram férias, …). Ótimo, continuem assim. Ninguém proíbe que terceirizem sua mão de obra, voluntariamente. Agora, não venham querer impor aos outros a sua babaquice, pois isso mostra exatamente o contrário do pensamento “liberal” que tanto defendem.
    Quarto, a título de contribuição, o Eduardo Zilberdzjan faz parte do conselho editorial do site “Ranking dos Políticos”, que tem entre entre os primeiros lugares, Tasso Jereisati, Ana Amelia Lemos e outros expoentes da mesma “catigoria”. Claro, que petista lá ocupa todas as últimas posições, atrás até mesmo de sumidades como Romero Jucá, Aécio Snow, e outras figurinhas carimbadas das paginas policiais. Vai esperar o que de um “cientista” desses?
    http://www.politicos.org.br/quem-somos

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.