Eletrobrás: 61% dos brasileiros são contra privatizações

privataria capa

Apesar de o ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso participar ativamente da política brasileira emitindo opinião sobre quase tudo, desde que deixou a Presidência da República ele nunca mais foi incluído em uma pesquisa de intenção de voto para o cargo que ocupou entre 1995 e 2002.

Não, não se trata de discriminação por parte da mídia. Muito pelo contrário…

FHC foi recentemente lembrado pelos meios de comunicação até para se tornar presidente de novo via eleição indireta, caso Michel Temer perdesse o cargo por conta das provas de corrupção que surgiram contra si. Mas o tucano jamais foi incluído em pesquisa de intenção de voto simplesmente porque a opinião dos brasileiros sobre ele seria desmoralizante.

De todos os problemas de governança que tornaram o ex-presidente tão impopular, o processo que ficou conhecido como “privataria tucana” ocupa destaque. Entre 1995 e 2002, FHC vendeu as ditas “joias da coroa” do patrimônio público brasileiro por preço considerado vil por grande parte dos analistas, mas não é por isso que o povo reprovou as privatizações.

Agora, Michel Temer dá asas à sua ilegitimidade e anuncia que pretende empreender um “mega processo de privatizações”, a começar pela Eletrobrás em um processo que, por certo, chegará à Petrobrás.

Antes de demonstrar que Temer, mais uma vez, age á revelia da vontade dos brasileiros, vale abordar, primeiro, uma pesquisa Ibope levada a cabo em 2007. Em seguida, outros dados bem mais recentes serão acrescentados

privataria 1

À época, a maioria do eleitorado brasileiro (62%) apareceu em pesquisa como sendo contra a privatização de serviços públicos feita por quaisquer governos, segundo apuração feita pelo jornal O Estado de São Paulo em parceria com o instituto Ipsos.

Apenas 25% dos brasileiros aprovava as privatizações. A percepção era a de que as privatizações pioraram os serviços prestados à população nos setores de telefonia, estradas, energia elétrica e água e esgoto.

Detalhe: as mais altas taxas de rejeição (73%) estavam no segmento de nível superior e nas classes A e B. Mas nem sempre foi assim.

Em dezembro de 1994, uma pesquisa Ibope sobre privatização de bancos estaduais mostrou que 57% eram a favor de privatizá-los total ou parcialmente e só 31% eram contrários. Em fins de março de 1995, outra pesquisa Ibope atestou que 43% dos brasileiros eram a favor das privatizações e 34% eram contrários.

Os mais criticados, segundo a pesquisa, eram os serviços prestados pelas concessionárias de energia elétrica (pioraram para 55% e melhoraram para 31%) e água e esgoto (54% e 29%, respectivamente) e as de telefonia (51% e 37%) e de estradas (47% e 36%).

Dali em diante, conforme as privatizações foram acontecendo, isso mudou muito. Em 2007, uma robusta maioria já achava que a qualidade dos serviços prestados por empresas privatizadas tinham piorado.

Aí os picaretas que apoiam Temer e o roubo de patrimônio público vão dizer que de 2007 muita coisa mudou, o Brasil deixou de ser “petralha” etc., etc. Mas não procede. Pesquisa recente revela que o percentual dos que reprovam privatizações permanece inalterado.

privataria 2

A maioria dos brasileiros continua contra a privatização de empresas estatais. A constatação é de uma pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas, feita com exclusividade para o site O Financista.

A pesquisa ouviu 2.020 pessoas maiores de 16 anos em 158 cidades de 24 Estados, mais o Distrito Federal em julho do ano passado. Do total, 60,6% dos entrevistados declararam-se contra privatizar as estatais; 33,5% são favoráveis; e outros 5,9% não souberam ou não opinaram.

A questão apresentada aos participantes foi: “Com o objetivo de melhorar a situação econômica do Brasil, o governo Michel Temer planeja vender, ou seja, privatizar algumas empresas e ativos estatais. O Sr(a) é a favor ou contra essa medida?”

A enquete também avaliou a posição dos entrevistados em relação à venda das principais estatais federais. Apesar de todo o desgaste na imagem da Petrobras, epicentro da Operação Lava Jato, os brasileiros apoiam sua permanência nas mãos do governo: 63,3% são contra sua privatização; 31,1%, a favor; e 5,6% não souberam ou não opinaram.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos também enfrentaria resistências, caso o governo a transferisse para o controle privado: 62,4% são contra sua venda; 32,3%, a favor; e 5,3% não souberam ou não opinaram.

A privatização dos bancos públicos é a que desperta maior rejeição. Quando indagados sobre uma eventual privatização do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica, 67,5% dos participantes declararam-se contrários; outros 26,8% são a favor; e 5,7% não souberam ou não opinaram.

Assim mesmo, a privataria 2.0 deve ser levada a cabo. Mesmo contra a vontade do povo. E não só pelo PMDB de Michel Temer; o PSDB, mais uma vez, está na contramão da vontade popular e certamente estará apoiando outra grande queima de patrimônio público.

Eis que surge a pergunta: por que políticos, que vivem da opinião do eleitorado sobre si, afrontam com tanta desenvoltura àqueles que podem aposentá-los?

Não é difícil entender por que. Certamente Temer, seu partido e os aliados tucanos esperam lucrar de outra forma que não através do voto popular. O que $erá que o$ privateiro$ irão ganhar de$ta vez? Deve $er um prêmio muito bom para fazê-lo$ mandar o eleitorado pa$tar, não é mesmo?

Tags: , , , , , , , , , ,

69 Comentário

  1. Afrontam porque contam com a mídia para aplica-se. Afrontam porque muitos que perderem os mandatos vão para cargos nas empresas privatizadas.

  2. Caro Eduardo,

    Mais uma vez digo aqui neste blog que esses golpistas não estão nenhum pouco preocupados com o que povo brasileiro pensa em relação ao que eles vem fazendo de ruim com Brasil. O que está ficando bem claro é que eles querem destruir tudo. É estarrecedor o comportamento conivente do Poder Judiciário com todas essas mazelas que vem assolando o povo brasileiro, bem como é estarrecedora a apatia da comunidade jurídica brasileira, constituída de notáveis jurisconsultos, que praticamente não faz nenhuma crítica incisiva contra a postura pusilânime do judiciário deste país.

  3. Antes da telefonia ser privatizada era necessário esperar anos para ter uma linha telefônica e custava o valor de um carro.

    Serviço público é tão melhor que o sonho de todo mundo é ter os filhos estudando em escolas públicas.

    Claro que o pessoal do PT quando tem algum problema de saúde vai no Sírio que é publico mas só fazem isso para deixarem os hospitais públicos, que são melhores, para o povão.

    Na Noruega a empresa que explora petróleo é pública a Statoil, só que lá quando a empresa fecha o ano com lucro o governo divide o dinheiro e deposita na conta de cada cidadão.

    Aqui a Petrobras é publica e no ano que da lucro esses lucros são divididos entre os acionistas mas se dá prejuízo é a população toda que paga mais para ter que tapar o buraco.

    Em tempo, nas eleições que disputou contra FHC Lula foi massacrado, nos moldes do que o Doria fez com o Haddad. Lula, por sua vez, nunca foi eleito em primeiro turno, o mesmo vale para a Dilma.

    • Cala a boca Guilherme santos, ou melhor o teclado. Sua alalises sao tao superficiais. Voce nao passa de casca do problema ou da questao. Deixa de ser simplista num forum substancial, rapaz. Para de passer vergonha.

    • Discordo. Por um lado, o monopólio estatal sobre determinadas áreas onde deveria valer a ampla concorrência, foi o principal fator de problemas para a área de Telecomunicações. Vide a política de compra de ações da operadora estatal (a peso de ouro), para que o consumidor tivesse o direito a uma linha.

      Num país pobre como o nosso, gerou uma verdadeira máfia de distribuição dos acessos fixos.

      Por outro lado, o monopólio permiteu à Telebras e Embratel por exemplo, estabelecerem um dos maiores Centros de Pesquisa e Desenvolvimento em telecom das Américas.

      Além de levarem à frente importantíssimos investimentos na interiorização da infra-estrutura de rede de cabos metálicos e da “última milha” (postes e armários às casas), que até o plano de expansão nacional na década de 80, não cobriam uma fração do território nacional. Mesmo em regiões com grande adensamento populacional, como o eixo Centro-Sul.

      A privatização, a meu ver, deveria ter levado em consideração a abertura de mercado às concorrentes, porém, sem ter deixado de manter o núcleo estratégico de desenvolvimento das empresas de Telecom.

      Em especial, ter remodelado a participação das mesmas no mercado, concentrando suas atribuições na manutenção e operação de infra-estrutura e, não no negócio com o produto final (distribuição e gestão da telefonia/telecom).
      Dessa forma, elas teriam fontes de auto-financiamento independentes do Estado, através do aluguel de compartilhamento da Infra, por exemplo.

      No caso da Statoil, a informação está no seu próprio texto. A Petrobras é uma empresa de capital misto, cujos ativos financeiros são negociados na Bolsa. Portanto, via de REGRA ( a CVM estipula isso), um percentual de seu lucro líquido deve ser distribuído entre acionistas (dividendos) e funcionários (PPR).

      Prejuízos em caixa e, consequentemente no Resultado financeiro do Balanço, vão sempre prejudicar a todos. Em qualquer lugar do mundo.

      Porém, mesmo nos piores momentos seus investimentos na cadeia produtiva através das contratações de materiais nacionais, bem como na criação de fábricas de fertilizantes, refinarias e etc. provocam efeitos multiplicadores pela economia como um todo, em especial na geração de empregos, com um impacto muito maior do que o efeito reverso da desvalorização de mercado.

    • Cruzes, que discurso esquizofrênico! Não tem ligação uma frase com outra e tampouco entre os argumentos de cada sentença. Continue assim como cego em tiroteio para que as pessoas possam formar ideia de como pensa um coxinha.

    • 1- Antes da telefonia ser privatizada não havia celular. A questão aí é puramente tecnológica. Voce poderia comparar também com antes da invenção do telefone. Era pior ainda, ninguém tinha telégrafo em casa. Mesmo assim, hoje tudo mundo tem celular, mas do tipo mãe de santo, só recebe. A tarifa mais cara do mundo é aqui.
      2-O sonho é ter escolas públicas de boa qualidade, o que tinha antigamente antes do golpe de 64. Só aqui no Rio, as melhores eram o Pedro II, o André Maurois e Aplicação da UFRJ e UERJ. Todas públicas.
      3-O SUS é (ou era) um modelo de saúde pública para um país dessas dimensões, apesar do Brasil não ser primeiro mundo. Com o dinheiro do pré-sal ia superar as deficiências atuais. Mas aí veio o golpe, né?
      4-A Noruega tem a população do tamanho da de Niterói, por aí. Tem mais bacalhau que gente. Serviços públicas em países como este, Finlândia, Bélgica e etc não servem para comparação com um país continental como o nosso. Tem que comparar com México, Rússia, Índia, EUA e etc.
      E em tempo, o FHC “ganhou de lavada”, Real a parte, governou e fez sua privataria. Lula perdeu duas vezes, ganhou duas no segundo turno, e não fêz privataria nenhuma, muito pelo contrário. Saiu com 80% de popularidade, é considerado o melhor da história e é favorito disparado para 2018. Já o FHC,,,,deixo para você completar, caro xará de sobrenome.

      • A questão da telefonia não tem nada haver.
        Antes do celular e das novas tecnologias, em outros países em que a telefonia era privatizada tinha telefone fácil. Nos EUa nos anos 1980 você pedia uma linha telefônica eles vinham e instalavam em menos de dois dias e você pagava uma taxinha de instalação e a conta mensal.
        Já no Brasil….
        Você tinha que pagar caro num plano de expansão e demorava 3, 4 5 anos para eles instalarem a linha…
        Se quisesse o telefone rápido tinha que pagar caríssimo (4 a 6 mil reais lá por 1996) para comprar uma linha. Que absurdo. Quem é “tiozinho” tem mais de 50 como eu lembra de tudo isso.

        • A mudança tecnológica não alcançou a sua cabeça, que pensa como um pobre udenista…ou repete a esmo o mantra mentiroso de que a privatização melhorou a telecomunicação.

    • “Antes da telefonia ser privatizada era necessário esperar anos para ter uma linha telefônica e custava o valor de um carro.”

      Isto não tem a ver com a privataria em si, isto tem a ver com a mudança tecnológica, que uma empresa estatal ou privada fariam de todo o modo. O que ocorreu foi que as tarifas das empresas privatariadas subiram estratosfericamente, ou seja, ficaram imensamente mais caras do que eram na época de serem estatais, e os serviços prestados pela operadoras aqui no Brasil são um lixo. Resumo, caros e ruins. As empresas privatariadas não se preocupam em investir para melhora dos serviços, mas sim em lucrar ao máximo com serviços ruins e sem investimentos. Fora a questão estratégica de termos uma comunicação nacional, em caso de guerra ou de outros interesses, os estrangeiros é que nos controlam.

      “Serviço público é tão melhor que o sonho de todo mundo é ter os filhos estudando em escolas públicas.”

      O sonho de todo mundo é ter filhos estudando em escolas públicas de qualidade, e não de pagar fortunas para as escolas privadas. Infelizmente, o ensino de qualidade público vem sendo sabotado com grande força agora. A parte que concerne à União, estava melhorando na época de Lula e de Dilma, mais escolas técnicas e mais universidades federais. Todo riquinho quer passar num vestibular, ou no Enem, para estudar numa universidade pública. Isto prova que até os riquinhos não querem pagar uma universidade privada caríssima. Agora com o desmonte das universidades e escolas técnicas, só riquinhos é que estudarão em universidades privadas. Na parte que concerne aos estados e aos municípios, se não fosse o golpe e o povo votasse no PT, a situação com o tempo melhoraria.

      “Claro que o pessoal do PT quando tem algum problema de saúde vai no Sírio que é publico mas só fazem isso para deixarem os hospitais públicos, que são melhores, para o povão.”

      Repito, saúde pública de qualidade dependem de governos que estejam comprometidos. Se não fosse o golpe e se não fosse a sabotagem, checaríamos a ter a sonhada saúde pública de qualidade. Nenhum ricaço se dá conta que quem salva mais vidas neste país é a saúde pública, inclusive a de muitos ricaços, que quando se acidentam, vão ser salvos em hospitais públicos para depois de tratados e passados pelos pior, são transferidos para os particulares.

      “Na Noruega a empresa que explora petróleo é pública a Statoil, só que lá quando a empresa fecha o ano com lucro o governo divide o dinheiro e deposita na conta de cada cidadão.”

      Quem sabe não poderia ser assim no futuro. No governo Dilma, estava se destinando os Royalties do petróleo para a saúde e a educação.

      “Aqui a Petrobras é publica e no ano que da lucro esses lucros são divididos entre os acionistas mas se dá prejuízo é a população toda que paga mais para ter que tapar o buraco.”

      Mentira, a Petrobrás quando lucrava na época de Lula e de Dilma, reinvestia aqui, a lei do conteúdo nacional estava fazendo o país crescem, empregos eram gerados aqui, mesmo após a baixa do barril de petróleo por interesses geopolíticos dos EUA. Quanto à questão de uma empresa dar prejuízo e a população ter que pagar, acontece o mesmo quando a empresa é privada, ainda mais a Petrobrás que é uma sociedade de economia mista.

      Em tempo, nas eleições que disputou contra FHC Lula foi massacrado, nos moldes do que o Doria fez com o Haddad. Lula, por sua vez, nunca foi eleito em primeiro turno, o mesmo vale para a Dilma.

      • Esqueci de comentar isto:

        “Em tempo, nas eleições que disputou contra FHC Lula foi massacrado, nos moldes do que o Doria fez com o Haddad. Lula, por sua vez, nunca foi eleito em primeiro turno, o mesmo vale para a Dilma.”

        Isto é ridículo. Na época em que FHC ganhou, o poder de persuasão do PIG era bem maior que hoje, tanto que a parcela não ideológica do eleitorado acreditava piamente no que o PIG dizia. Todo um aparato midiático em favor de FHC e contra Lula fizeram o povo acreditar no neoliberalismo como solução. Só o povo apanhando é que foi necessário para fazer o PT vencer todas as vezes depois que FHC saiu, mesmo com toda artilharia do PIG contra Lula e Dilma. Lula e Dilma só não venceram em primeiro turno por causa do PIG, se fizessem a mesma propaganda que fizeram para FHC, Lula e Dilma venceriam fácil no primeiro turno.

    • 15 anos (QUINZE ANOS!) foi o quanto demorou para termos uma linha telefônica em casa. Sim, o telefone era cotado em dólares. Vejo que aqui todo mundo é adolescente, pois não se lembram dessa época. Hoje qualquer trabalhador e/ou trabalhadora tem seu celularzinho, não né mesmo? Não têm a menor ideia de como era antes que a telefonia fosse privatizada. Se existem abusos, ai sim, cabe ao governo interferir. Questão de gestão mas aqui estão preocupados com os cargos que têm que dar aos apaniguados nas estatais e fazer reverter o dinheiro para o partido. Qualquer partido.

      • Nao culpe o modelo estatal, nem o PT em si. Culpe a desorganizaçao e falta de honestidade dos agentes das instituiçoes nacionais, operando-as por decadas. O PT nao tinha, especialmente agindo tao republicanamente, como Lula e Dilma procuraram agir, como limpar as instituiçoes completamente naquele tempo dado(até o golpe). Mas o processo começou e estava em andamento, vide o volume de inqueritos e investigaçoes que estao acontecendo, desde que o PT entrou no poder. A que desinchar as instituiçoes e as estatais sim, mas isso nao tem como acontecer a jato(sem trocadilho), ha’ muitas bocas sendo alimentadas, o corte tem que ser gradual e seguindo projetos de reduçao, que nao afetem a operaçao otima destas instituiçoes, ou afetem o minimo possivel.

    • Hoje, graças ao Príncipe dos Sociólogos, nossa telefonia é uma das mais caras do mundo, e também uma das piores do mundo.

    • Guilherme Santos, você repete como papagaio insano o mantra que o PSDB colocou na sua cabecinha fraca. Você é um representante típico da classe merdia, medíocre e burra.

      Está faltando evolução tecnológica na sua cabeça.

  4. Essa maioria dos Brasileiros nem sabe do que fala. Para eles a privatização é essa besteira propagada pelo PSOL, PCB e etc.
    Para eles é roubar do povo. Entregar a coisa do povo.. Uma piada!
    Mal sabem eles que essas “empresas” por si só roubam o povo, em muito maior escala, através da corrupção, da ineficiencia, de monopólios artificiais, ao pagar funcionários de carreira que e sua grande maioria são preguiçosos , que fazem grave a todo momento como instrumento de manobra politica.

    Privatizar tudo o quanto antes. É fundamental. A toque de caixa.

    Ainda mais com o fantasma de Lula (sabe como é, doença crônica sempre volta), resta fazer alguma coisa que preste o quanto antes.

    O exemplo-mor é o Correio. Uma empresa com monopolio de um serviço essencial como esse consegue as maiores façanhas em ser perdulária. Até os fundos de pensão destas porcarias são um monte de fracassos.

    Ah mas e a privataria? Essa e a maneira BRASILEIRA de fazer privatização… Tenho que concordar: uma coisa é privatização, outra é a privataria.

    Interessante ainda ver como agora a “opinião do povo”e índices de aprovação passaram a ser relevantes Eduardo. Quando era sobre a antiga terrorista e presidente Dilma não era bem assim.

    E o Parlamentarismo? Em tese, parlamentarismo com voto distrital PURO seria perfeito. Queria ver o Sergio Reis, Romário, Jean Wyllis ou o Tiririca ganharem uma eleição. Por outro lado, ainda que nos livrássemos de palhaços, e ex-BBB, dadas as opções que temos, continuariamos no lixo absoluto, só mudaria de nome.

    O Brasil é uma idéia (se é que aqueles portugueses tinham “idéias”) que deu errado. Talvez a sua divisão possa ser benéfica.

    • Nao é por que a empresa publica, hoje no Brasil, pode roubar o povo mais com a corrupçao, que o modelo de administraçao estatal dos requrços naturais e dos saneamentos basicos nao vao, sistematicamente, funcionar bem no Brasil. Ainda ha’ muita falta de compromentimento com a soberania do pais em todas as classes, mormente na elite economica do pais, para que um modelo privado de administrçao destes items ser uma opçao justa e segura para o povo. O pais ainda precisa evoluir muito como sociedade, para deixar estes items nas maos privadas. Eu aqcredito que tanto o PT quanto Lula aprenderam muitas liçoes, desde que ascenderam ao poder e deverao surprender muitos incredulous, se voltarem ao poder central.
      Bem, a despeito dos exemplos quaisquer citados, os bens naturais do Brasil, ainda tem que estar nas maos do Estado. Em 50 ou 70 anos, com mais maturidade coletiva, nos re-avaliaremos isso.

  5. Parabéns pelo blog Eduardo. Vc é o melhor jornalista desse país.

  6. Muito boa a reportagem, Eduardo. Contextualiza os fatos e o pensamento médio do brasileiro em 2007 e hoje, dez anos depois, demonstrando assim, permanecer inalterada a opinião da maioria do povo em relação à doação do patrimônio público construído com tanta dor e perseverança.
    E repito, é doação mesmo, pois entregar o patrimônio da Eletrobras por meros 20 bilhões de reais quando, em apenas um trimestre – o segundo de 2016 – a Companhia obteve um lucro bruto de 33 bilhões e lucro líquido de 12,7 bilhões de reais. É inaceitável. Ninguém faria isso com o próprio patrimônio, e não tem razão que queira fazer essa doação com o patrimônio público.

  7. Se o PT for contra, com certeza a opção é a melhor para o país.
    Se a esquerda for contra. com certeza a opção é a melhor para o país;
    Se globo for contra, com certeza a opção é a melhor para o país;
    ……..

    • Lógica idiota

      • Se “oneide” for contra, logicamente é que é o melhor para o povo.

      • Ate onde eu sei o objetivo do PT, da esquerda sempre foi escravizar o povo, eu posso estar errado, mas ate agora é assim que agem.
        Querem a hegemonia “gramsciana”, ou seja o uso da violência como arma politica, o uso da corrupção.
        ……
        Já viram a união de um fanático com um psicopata?
        …….
        Distúrbio mental grave em que o enfermo apresenta comportamentos antissociais (antifa) e amorais sem demonstração de arrependimento ou remorso, incapacidade para amar e se relacionar com outras pessoas com laços afetivos profundos, egocentrismo extremo e incapacidade de aprender com a experiência.
        Não parece um esquerdista?
        ……..
        O Eduardo possivelmente não é este tipo de pessoa , mas esta andando com que gente.

        • Dona Oneide, a senhora tá lelé da cuca. Perdoamos a senhora por isto. É a idade. Uma velhoca como a senhora sofre de demência aguda. Não se preocupe, seus dias no sanatório estão contados, logo logo a senhora parte. Que Deus tenha piedade de sua alma.

  8. Vender patrimônio a preço de banana para abater dívida é de uma burrice siderúrgica, diria João Saldanha. A dívida continuará e o patrimônio se foi. Patrimônio se usa como garantia para administrar a dívida. Isso vale para uma empresa pública, privada e uma família. Mas como no caso aqui, as propinas serão polpudas e a impunidade está garantida, como foram na privataria tucana, então o patrimônio que levou décadas para ser construído que se foda.

  9. Prezado Eduardo:
    1. Temos que parar essa insanidade que tomou contra de pessoas que ocupam altos cargos nas nossas instituições e que consequentemente são responsáveis pelas decisões que implicam em mudanças profundas no futuro do país.
    2. Não podemos aceitar passivamente a destruição do patrimônio nacional e a entrega dos pais ao capital estrangeiro parasita e especulador. Precisamos eliminar da vida pública esse bando de energúmenos e de traidores. Toda essa parte podre dos poderes da República devem ser enxotados sem pena e sem dó.
    3. Quem quebrou o país e está posando de galo deve(m) ter as asas e os esporões cortados para sempre da vida pública.
    4. A transferência da maior parte da renda nacional para as mãos de poucos é crime e como tal quem o praticou deve ser punido. Cabe a todos nós dizer não a essa infâmia que o senhor Michel Temer e seus acólitos vem fazendo contra todos nós que ajudamos a construir a riqueza nacional e que agora por puro ato de traição desses maus políticos e por entreguismo de boa parte da sociedade ( inclusive de pessoas que dão opiniões nesse blog) desejam mais uma vez ceder ao capital financeiro as nossas riqueza.

    5. Em fez de apoiar o capital industrial produtivo que gera empregos, eles beneficiam o capital financeiro especulativo que por ter muito mais liquidez que aquele, carrega no seu DNA a capacidade destrutiva de transformar ativos ilíquidos em ativos líquidos ( ações, empréstimos,derivativos…). Pelo fato de ter maior movimentação que o capital industrial, o capital financeiro está sabotando a nossa economia real e destruindo o Estado brasileiro.

  10. Caro Eduardo
    A única opinião que interessa aos golpistas, não é exatamente as das ruas, do povo, mas do capital., do rentismo.
    Tão pouco se lixando para o povo, também eles tem seus lacaios de estimação.
    Aqui há vários deles.
    Saudações

  11. Só por curiosidade, alguém sabe qual foi o governo que mais privatizou no Brasil?

  12. Até o Deus-Mercado prevê o desastre com essas privatizações do Temer.

    https://www.brasil247.com/pt/247/economia/313293/Mercado-prev%C3%AA-disparada-do-pre%C3%A7o-da-energia-com-privatiza%C3%A7%C3%A3o-da-Eletrobras.htm

    Mercado prevê disparada do preço da energia com privatização da Eletrobras

    A euforia do mercado diante da possível privatização da Eletrobras tem explicação: o preço da energia pode disparar no Brasil,

    “De acordo com especialistas, a tendência é que o preço da conta de luz suba para o consumidor. Isso vai acontecer porque, com a privatização, as 14 usinas geridas pela Eletrobras sairão do chamado regime de cotas, criado em 2012 na medida provisória (MP) 579 no governo da ex-presidente Dilma Rousseff. A medida forçou uma redução no valor da tarifa. De acordo com esse sistema, a Eletrobras é remunerada pela energia vendida a preços fixos, mas não absorve os riscos das faltas de chuvas. Por exemplo. Nesse modelo, o preço do megawatt/hora sai em torno de R$ 61.”

    Com a privatização, esse valor deve disparar. No mercado, há quem fale de um salto R$ 61de para R$ 170 pelo megawatt. Ou seja, uma alta de 178%.

    As informações são de reportagem publicada em O Globo.

    Em artigo publicado ontem, a presidente deposta Dilma Rousseff previu a disparada dos preços.

    • A Dilma é ótima mesmo… No governo de quem mesmo que a conta de luz disparou por conta das bandeiras vermelhas e amarelas?

      Quem presidia o conselho da Petrobras quando da compra da usina de Pasadena?

      Compare o valor de mercado da Petrobras antes e depois da atuação da Dilma na empresa, não é só culpa da corrupção (que sempre existiu) é má gestão mesmo.

      Qual foi o governo que mais privatizou no Brasil?

      Amigo, ninguém acredita na Dilma, nem a esquerda nem o PT, ou vc escuta “Dilma para presidenta em 2018″?
      Então pare de falar dela que está dando vergonha.

      • De passagem, eu fui “visitar” a Ruivinha (Pasadena, porque está toda enferrujadinha) apelido dado pelos próprios apaniguados da governantA. Uma loucura, uma pena aquele monte de ferro enferrujando. E agora vão tentar vender porque não têm como consertar. Ou vira sucata ou algum gestor com visão coloca aquilo nos eixos mas certamente não será o governo brasileiro.

      • O troll começa mentindo ao dizer que o preço das contas de luz disparou no governo Dilma. Os dados concretos provam que trata-se de uma mentira. Houve sim uma disparada de preços da energia elétria no governo FHC, justamente após as privatizações no setor elétrico, alta essa seguida do APAGÃO de 2001-2002, quando o País ficou sem energia devido ao sucatemento do setor promovido por FHC para “preparar” a privatização (i.e. justificar a venda na bacia das almas) e a falta de investimento por parte das empresas que se apoderaram (a preço de banana) das estatais prvatizadas. Lembrando que fomos obrigados a economizar à força (pagando multa quando a economia não era possível – quem já economizava não tinha desperdício a cortar e pagou multa por isso) e depois ainda tivemos que pagar um preço extra para “compensar” as empresas pelo que elas deixaram de ganhar com a nossa economia.

        Mas não se pode esperar nada desses trolls nojentos que infestam o blog além de mentiras e canalhices.

        Uma dessas canalhices é o fato do verme trollador após a mentira passar a citar a compra de Pasadena, um assunto completamente diferente. Esse expediente boçal pretende que ou se mude de assunto ou se deixe de responder à mentira escrita. Se eu responder a mentira sobre a compra de pasadena não haverá espaço para responder a mentira do preço da energia elétrica, se eu respondes esta, não haverá espaço para a questão recém colocada e se eu responder os dois farei um comentário muito extenso, quem alguns podem não ter tempo para ler.

        Mais uma vez, de canalhas só se pode esperar canalhices.

        “Qual foi o governo que mais privatizou no Brasil?”, o boçal pergunta, insinuando que seria o de Dilma, o que é uma rotunda mentira, mas a ação dessa corja é sempre essa, mentir sem parar.

        Para completar o monturo de estrume em forma de trollagem que ele cometeu coloca a seguinte asneira:

        “Amigo, ninguém acredita na Dilma, nem a esquerda nem o PT, ou vc escuta “Dilma para presidenta em 2018″?”

        A pessoa teria que ter o cérebro de ameba dos trolls para não perceber que se o Brasil inteiro está gritando “LULA 2018″, é claro que não está gritando “Dilma 2018″. É simplesmente uma questão de que mesmo Dilma sendo honesta, competente e bem intencionada, não tem a dimensão política colossal de Lula. E é lógico (coisa que a trollagem nem sabe o que significa) que o fato do Lula ser admirado, repeitado e amado pelo povo não significa que Dilma também não o seja. Lula está anos-luz à frente de qualquer personalidade pública brasileira, é um líder popular de importância mundial, Dilma por muito que seja, não supera nem consegue se igualar ao Lula.

        O mais ridículo é ver essa asneira ser dita por um elemento que votu no Aécio e entra neste blog para defender o Temer, duas das figuras políticas mais asquerosas e abjetas da História deste País, com mais de 97% de rejeição, ou seja, comaprovação abaixo da margem de erro das pesquisas.

        Por fim ele ainda tenta dizer o que eu posso ou não escrever no blog,atitude típica dos idiotas que pensam poder intimidar alguém com parvonices medíocres.

  13. Favor explicar a venda da Petrobras Argentina no governo Dilma e o pedido de asilo da procuradora da Venezuela

    • Gustavo Lima, para entender a fuga da procuradora venezuelana, tem que tirar uma média do que lê aqui e na Telesur, passando pelo C5N e outras fontes e tirar suas próprias conclusões. Em tudo que diz respeito à Venezuela, tem que ser assim.

  14. Essa pesquisa e nada é tudo a mesma MERDA

    Precisamos entender que a democracia brasileira é de brincadeira ..NUNCA existiu de fato e de direito

    Quem se elege não comanda ..e quando comanda NÃO presta contas ao povo

    A questão é MUITO séria ..veja agora com os GOLPISTAS no Poder

    Evidente que por nossa cultura sempre “toleramos” que, mesmo os eleitos, mandassem e desmandassem (até aonde o “establish” permitia) sem constrangimento

    ..promessas, muitas quando feitas, se não cumpridas, a população sempre fingiu que não viu (com raras exceções)

    Triste então vermos esta pesquisa conjugada com tantas outras, como as que dizem que 95% do povo ODEIA Temer e quer vê-lo fora da presidência, e mesmo assim NÃO encontrarmos meios (sequer OVO ou tomate) e Instituições que estejam a altura do chamamento popular pra colocar este sem vergonha pra fora

    nota – ontem falou-se em Eletrobras, hoje na FARRA em se liberar área de conservação que até pros militares era considerada coisa estratégica e cara ..pra amanhã já se fala nos Correios, e depois disso o BB, Caixa e Petrobrás

    e o povo ? O povo não ta nem aí ..pois lhe falta conhecimento pra entender o que de fato e de grave esta ocorrendo com o país

  15. Macaco Simão: O EI (estado islâmico) acaba de declarar sua autoria sobre o Gilmar Mendes no STF.

  16. Gozado ! A pesquisa foi feita na BOVESPA e resultado foi um pouco diferente

  17. E a Band dá asas ao governo Temer e diz que com a privatização da Eletrobrás, as tarifas de energia elétrica vão cair. É muita cara de pau!

  18. Não tenho dúvidas que se a Eletrobras for privatizada, em alguns anos estará quebrada e voltará para o poder público. Vão sugar tudo e deixar o bagaço.

    Olha a o que aconteceu com a Light. Era privada e foi comprada pela Cemig depois das explosões dos bueiros. A Cemig teve que gastar uma nota com manutenção.

    Esses setores onde não tem como ter concorrência, afinal não tem como trocar de linha de transmissão ou mesmo de fornecedor de energia, não podem ser privatizados.

    O que precisa ser feito é uma boa gestão com participação ativa da sociedade organizada.

  19. Estatismo? Monopólios?
    Funciona bem só na cabeça dos esquerdopatas que acreditam nessa utopia tosca e na cabeça daqueles que são enganados com sua conversa mole pra boi dormir.
    No mundo real, especialmente aqui em Banânia, cheia de políticos safados, o estatismo só leva à corrupção e ao empreguismo.
    Dudu, Acorda. A grande mamãe CCCP se despedaçou. a China é capitalista e o muro de Berlim foi pro saco. Tudo isso há muito tempo.
    Resta só as decrépitas Cuba, Coreia do Norte e Venezuela para consolar as viúvas do comunismo que ainda estão chorando em volta da múmia do Lênin e bradando “Yankees Golpistas”.

    • Engraçado, o “comunista” Emmanuel Macron anda reestatizando empresas privatizadas na França…

    • ♫ Não vejo a hora de ficarmos livres deste bolha.
      Se bem que ele mostra mais ou menos como funciona a mente da maioria dos microcéfalos metidos a fazer graça. Melhor que tal Hermes não sei das quantas que se tem na conta de sábio; ô cara mais chato…

    • “Os Correios não foram privatizados nem nos EUA por seu caráter estratégico e essencial” (Laura Carvalho).

      A Casa da Moeda americana, também não. “Os americanos, que não são bestas, têm, desde a Guerra Civil, o seu “The Engraving and Printing Bureau of the Treasury Department”, bem estatalzinho e controlado” (F. Brito).

      E para terminar, “Nosso curso de formação do “coxinha esclarecido”, do Azenha, onde ele explica que os EUA se assentam sobre um Megaestado, muito maior que o brasileiro.

      http://www.viomundo.com.br/opiniao-do-blog/nosso-curso-de-formacao-do-coxinha-esclarecido-fez-sucesso.html

      • Vocês têm que entender que estatais que funcionam plenamente não são as brasileiras, são as estrangeiras onde não servem de “alimento” para nomeações partidárias, roubos descarados, enriquecimentos ilícitos. Assim eu também sou a favor de estatais como Correios e Petrobrás. Mas aqui, onde se rouba de tudo e todos, estatal é dinheiro tirado do povo. E viva Sergio Moro. Queria outros SM para ver se isto endireitava de vez.

  20. Brasileiro em sua maioria mal interpreta um texto como vai entender o que é privatizar? Por mim vendia TD, Petrobrás, Eletrobrás, correios, BB, CEF, etc. Qto menos o estado tiver melhor. Não fosse isso ainda estávamos usando orelhão de ficha…

  21. Co mimimi sem mimimi, vai ser vendido e ponto.Acabou a farra de estatais, o PT e seus puxadinhos queriam e querem estatais pra colocar os cumpanheiros então podem até assumir o governo daqui uns trocentos anos,mas não terão tetas pra distribuir.

  22. “A reputação dos políticos e do Congresso chegou a um nível tão baixo, que também resta pouco, quase nada, a perder. Esta poderia ser uma preocupação, a de como recuperar a imagem, nem que seja pensando nas próximas eleições. Mas o rumo tomado foi outro. A oportunidade de saquear a nação a favor dos grupos que os sustentam e de sua própria locupletação foi tão atrativa diante de um presidente que sangra por todos os poros que para que se preocupar com o povo? Que se lixe o povo. A hora é agora.”
    Artigo completo aqui:
    https://brasil.elpais.com/brasil/2017/08/21/opinion/1503324298_467830.html

  23. Esse pessoal vive falando que antes da privatização da telefonia era um caos, que era difícil conseguir uma linha telefônica, mas não comentam que antes de executar as privatizações o governo FHC – PSDB aumentou a assinatura mensal que girava em torno de R$ 3 para praticamente R$ 14 , ou seja , alem de terem sido financiadas pelo BNDES( DINHEIRO DOS NOSSOS IMPOSTOS), os compradores ainda tinham todo dinheiro desse aumento para investir e receberam toda infraestrutura instalada( ASSIM FICOU FÁCIL), sem contar que para efetuar uma expansão de linhas levava muito tempo desde o projeto até o termino da construção de uma central telefônica,alem do lançamento de cabos,etc.e também do crescimento vertiginoso na grande são paulo a partir dos anos setenta, o que dificultou ainda mais essa expansão. A comparação entre tecnologias não tem nenhum sentido ,pois, são coisas totalmente diferentes. Antes da privatização a telefonia celular era uma tecnologia iniciante e os celulares pareciam um tijolo( eu tive um) e hoje para se fazer um expansão foi acrescentado apenas mais um digito nas linhas em um tempo muito menor do que anteriormente.

  24. Caro Edu,

    O POVO BRASILEIRO PRECISA PARAR DE SER OMISSO E SUBMISSO,DA MESMA FORMA QUE O NOSSO STF ESTA HOJE,COM RELAÇÃO AO QUE ESTA OCORRENDO NO BRASIL,NESTE MOMENTO DE VENDA DOS ATIVOS DE NOSSO PAIS , BANCADO PELO BANDO DE POLITICOS INESCRUPULOSOS ,CANALHAS E GOLPISTAS FDP’S , QUE ASSALTARAM A NOSSA REPUBLICA DEMOCRATICA .
    O POVO BRASILEIRO PRECISA TOMAR ATITUDES MAIS DRASTICAS , CONTRA ESTES DESMONTES OU SENÃO VAMOS FICAR COM A IMPRESSÃO E A CERTEZA DE QUE O POVO NÃO GOSTA DO BRASIL E QUE SERA MUITO DIFICIL E IMPOSSIVEL VIVER EM PLENA DEMOCRACIA.

  25. CARTA TESTAMENTO DE GETÚLIO VARGAS ..e de lá pra cá parece que o BRASIL não aprendeu nada

    Mais uma vez as forças e os interesses contra o povo coordenaram-se e se desencadeiam sobre mim. Não me acusam, insultam; não me combatem, caluniam; e não me dão o direito de defesa. Precisam sufocar a minha voz e impedir a minha ação, para que eu não continue a defender, como sempre defendi, o povo e principalmente os humildes.

    Sigo o destino que me é imposto. Depois de decênios de domínio e espoliação dos grupos econômicos e financeiros internacionais, fiz-me chefe de uma revolução e venci. Iniciei o trabalho de libertação e instaurei o regime de liberdade social. Tive de renunciar.

    Voltei ao governo nos braços do povo. A campanha subterrânea dos grupos internacionais aliou-se à dos grupos nacionais revoltados contra o regime de garantia do trabalho. A lei de lucros extraordinários foi detida no Congresso. Contra a Justiça da revisão do salário mínimo se desencadearam os ódios. Quis criar a liberdade nacional na potencialização das nossas riquezas através da Petrobras, mal começa esta a funcionar a onda de agitação se avoluma.

    A ELETROBRAS foi obstaculada até o desespero. Não querem que o povo seja independente. Assumi o governo dentro da espiral inflacionária que destruía os valores do trabalho. Os lucros das empresas estrangeiras alcançavam até 500% ao ano. Nas declarações de valores do que importávamos existiam fraudes constatadas de mais de 100 milhões de dólares por ano.

    Veio a crise do café, valorizou-se nosso principal produto. Tentamos defender seu preço e a resposta foi uma violenta pressão sobre a nossa economia a ponto de sermos obrigados a ceder. Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silêncio, tudo esquecendo e renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser o meu sangue.

    Se as aves de rapina querem o sangue de alguém, querem continuar sugando o povo brasileiro, eu ofereço em holocausto a minha vida. Escolho este meio de estar sempre convosco. Quando vos humilharem, sentireis minha alma sofrendo ao vosso lado. Quando a fome bater à vossa porta, sentireis em vosso peito a energia para a luta por vós e vossos filhos.

    Quando vos vilipendiarem, sentireis no meu pensamento a força para a reação. Meu sacrifício vos manterá unidos e meu nome será a vossa bandeira de luta. Cada gota de meu sangue será uma chama imortal na vossa consciência e manterá a vibração sagrada para a resistência. Ao ódio respondo com perdão. E aos que pensam que me derrotam respondo com a minha vitória.

    Era escravo do povo e hoje me liberto para a vida eterna. Mas esse povo, de quem fui escravo, não mais será escravo de ninguém. Meu sacrifício ficará para sempre em sua alma e meu sangue terá o preço do seu resgate. Lutei contra a espoliação do Brasil. Lutei contra a espoliação do povo. Tenho lutado de peito aberto.

    O ódio, as infâmias, a calúnia não abateram meu ânimo. Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na história.

  26. Basta lembrar que a telefonia brasileira é uma das mais caras do mundo, mais cara até do que a de países da Europa. E, além disso, é uma das piores do mundo.

  27. Tenho que vir aqui novamente pra registrar a minha indignação ao ler os comentários de brasileiros (se é que não são robôs) como Nigro e o tal menino Guilherme ..não entendem de nada e só falam MERDA

    Os investimentos da ELETROBRAS já foram amortizados (salvo uma minoria) ..as tarifas brasileiras (mesmo dando retorno aos acionistas) já poderiam estar mais baixas (aliás, uma das ações mal tentadas por Dilma e que provocou tanto alvoroço)

    Falar em privatizar a Eletrobrás significa “refinanciar” seu patrimônio (por uma fração do que deveria) em troca de abater uma outra divida mobiliaria AVILTANTE

    Os novos investidores (assim como foram aqueles que pagaram caro pelas estradas de São PAULO) ..vão querer o retorno pelo MONOPÓLIO conquistado ..e o POVO é que vai pagar NOVAMENTE a conta ..a conta por investimentos já feitos no passado

    A privataria FARA com que as tarifas continuem caras e AUMENTEM ..provavelmente condenara ANGRA 3 que já nos custou bilhões ..a economia brasileira perderá uma importante VANTAGEM COMPARATIVA frente a outras Nações do mundo (como China, Europa e EUA)

    NADA é de graça ..peço a estes ORDINÁRIOS que pensem um pouco antes de propagarem tanto veneno

    • Não sou robô, Romanelli…

      O que eu pago a mais nas estradas de SP eu economizo na manutenção do meu carro, só economicamente já valeria a pena sem levar em conta a segurança.

      A Dilma praticamente quebrou o setor energético, o certo seria privatizar a Eletrobrás e deixar que outras empresas participem do setor criando concorrência e barateando o custo.

      Imagine quebrar o monopólio dos Correios e podermos escolher DHL, UPS, Fedex…

      Empresa estatal só serve de cabide de emprego para partido político e teta para blog sujo ficar mamando.

      Mas se ainda assim vc é contra privatizações pare de reclamar do PSDB e comece a criticar o PT visto que o governo Dilma foi o que mais privatizou na história do Brasil.

      Consulte o Google.

  28. mais bobagem do robô de ego insuflado e carente

    Se vc viaja-se pelo BRASIL como eu, de carro, saberia que o “custo” não compensa o risco .l.e isso digo em linguagem C ou assembler ..quiça Cobol

    REPITO ..as estradas de SP, já pagas pelo Estado (pelo povo), depois de desbravadas, só incorrendo em custo de MANUTENÇÃO ..foram REVENDIDAS pelo tucanato pra fazer caixa de forma CRIMINOSA ..obrigando com que seus novos investidores (empreiteiras) pagassem o máximo por elas, e repassem o custo pro nosso “alface” do dia a dia
    .
    se vc acha que isso faz sentido ..vc é daqueles robôs que NÃO tem cérebro, só serve pra serviço braçal mesmo ..é um mero repetidor

    e mais R2D2 ..vou te contar mais uma historia verídica ..minha filha remeteu livros da Inglaterra pra SP, via DHL ..pagou pra entregar em minha casa ..chegando no BRASIL o DHL me avisou pra ir buscar em outro endereço Kms longe do destino ..qual seja, é DESONESTA pois cobrou do remetente e tentou não prestar o serviço

    prefiro sim COBRAR por um Correio eficiente a ceder a tentação de que só os outros nos STATES sabem fazer, e não a gente

  29. Temos que eleger Lula, tentar eleger um Congresso Nacional formado por pessoas sérias e honestas. Só assim os bandidos que “comprarem” (receptação) bens públicos poderão ir para a cadeia por receptação de produtos roubados. Isto vale para todo o processo de privataria ocorrida desde a época do bandido FHC. Estes criminosos que promoveram a destruição do patrimônio nacional e os criminosos que praticaram a receptação do patrimônio nacional sob o disfarce de investidor, todos eles deverão ser processados e condenados por crime de lesa-pátria.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.