É mentira que o desemprego caiu; mídia manipula dados

megafone capa.jpg

 

O mais doloroso na crise político-econômica que fustiga o Brasil elevando a pobreza, a miséria e a desigualdade, extinguindo ou “precarizando” postos de trabalho, reduzindo salários e eliminando direitos trabalhistas, é a manipulação da opinião pública pela mídia conservadora, elitista e, portanto, partidária da concentração de renda.

Antes de adentrar o assunto que intitula o post, a farsa sobre queda do desemprego, é necessário explicar por que a Globo, a exemplo de outros grandes grupos de mídia, tem batido duro no governo Michel Temer no campo político. Além disso, também há que explicar a crise econômica que não termina, só piora.

Temer e seu governo são um desastre. Estão afundando o país e a mídia sabe disso. Temer e sua quadrilha tentam promover as “reformas” que extinguem direitos trabalhistas e esvaziam programas sociais para agradar os barões midiáticos, mas não adianta porque eles sabem que um governo cheio de procurados pela polícia, a começar pelo titular, está e continuará causando uma queda livro dos indicadores econômicos por absoluta falta de credibilidade.

Dito isso, vamos à farsa que a mídia está vendendo para salvar a sua amada “reforma trabalhista”. Exaltada por 10 entre 10 “analistas” midiáticos, se fracassar o povo tenderá a eleger no ano que vem um governo que se proponha a desfazer tudo que Temer está fazendo – privatizações, retirada de direitos trabalhistas etc.

Além disso, essa mídia vendeu aos brasileiros que bastaria tirar Dilma do cargo para a economia voltar aos eixos, ainda que tenha piorado porque a Lava Jato acabou com o setor mais dinâmico da economia, o da construção pesada, e porque o Congresso passou a não aprovar nada que Dilma enviasse para lá a fim de aumentar os problemas na economia e causar desemprego para o povo apoiar o impeachment.

Sim, o Congresso Nacional, o Ministério Público, a Polícia Federal e setores da Justiça sabotaram a economia brasileira para tirar o PT do poder.

O caso da empreiteira Camargo Correa é emblemático. De acordo com o jornal Valor Econômico, o conglomerado China Communications Construction Company (CCCC) está para comprar a empresa. Outras empresas, entre elas francesas e espanholas, também estariam interessadas nas empreiteiras brasileiras, paralisadas pela Operação Lava Jato.

Ainda segundo o jornal, os donos da Camargo Corrêa querem vender por inteiro a unidade de engenharia e construção. Condenada por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa nas obras da refinaria Abreu e Lima, da Petrobras, a holding teve executivos presos e enfrenta dificuldades para fechar a transação por conta das incertezas sobre futuras investigações.

Ou seja, o setor mais dinâmico da economia brasileira, responsável por pelo menos 3% do PIB, foi literalmente destruído. A isso, soma-se o Congresso sob Eduardo Cunha, que impediu Dilma Rousseff de governar, de tomar medidas contra a crise.

O Congresso esperava Dilma cair para, então, dar a Temer tudo que não dava a Dilma. Então, com a ajuda da mídia foi criada a teoria de que tirando o PT do poder a economia melhoraria como por mágica.

Clique nas imagens para ler matérias que prometiam melhora da economia após a derrubada de Dilma.

desemprego 2

 

desemprego 3

 

desemprego 4

 

desemprego 6

 

Não há sinais reais e sólidos de que a economia tenha melhorado com a queda de Dilma. Muito pelo contrário. A situação está piorando, sobretudo no desemprego.

Aliás, os mesmos analistas que previram melhora da economia se tirassem o PT do poder são os que previram que a mera aprovação da reforma trabalhista melhoraria o ânimo dos empresários e esses começariam a contratar assim que fosse aprovada.

Isso não aconteceu, o que aconteceu foi o oposto. Com reforma trabalhista e tudo o desemprego aumentou. Então o que faz a mídia? Inventa melhora distorcendo e manipulando dados, como fez, por exemplo, manchete malandra do portal UOL.

desemprego

Trata-se de uma mentira grosseira. O desemprego não diminuiu, aumentou. O UOL e tantos outros veículos da mídia golpista manipulam informações dizendo que o desemprego caiu porque do trimestre passado para este o percentual e o contingente de desempregados diminuíram, mas esse é um critério errado.

Diz a matéria

desemprego 7

Não se mede desemprego comparando um trimestre com o outro. Há que comparar o trimestre deste ano com o mesmo trimestre do ano passado devido o fenômeno chamado “sazonalidade”.

Em cada período do ano há maior ou menor demanda por trabalhadores. Em um período as demissões aumentam, em outro as contratações aumentam, tudo dependendo daquele período, isso em setores sensíveis da economia à sazonalidade.

Não são todos os setores que são influenciados pelo período do ano no que diz respeito a contratações ou demissões, mas a conta total do número de empregados e desempregados é afetada pelos setores sensíveis à sazonalidade, que são setores que empregam muito, como o do comércio varejista ou da agricultur13a.

O fato é que o desemprego aumentou fortemente. Quando Temer assumiu o governo, em maio de 2016, o desemprego no país era de 11,6% e, agora, é de 13,6%, ou 1,5 milhões de desempregados a mais no país.

E a manchete do UOL diz, criminosamente, que o desemprego “caiu”. E faz isso porque a realidade desmonta a tese que “justificou” a reforma trabalhista – de que faria o desemprego cair – e a tese de que bastaria tirar Dilma do cargo que tudo se arranjaria como por mágica.

Essa mentira está enganando muita gente. Confira, abaixo, comentário de leitor embarcando como um pato (da Fiesp) na mentira midiática.

desemprego 8

O pior dos coxinhas não é o fascismo. Eles só são assim porque são desinformados. E não são lá muito inteligentes também. Cabe a você, leitor consciente, informado e politizado divulgar estas informações para impedir que mais seres humanos continuem sendo transformados em patos pela mídia, pela Fiesp, por partidos fascistas como o PSDB e o PMDB.

Tags: , , , , , ,

44 Comentário

  1. ..tudo que vc falou é verdade ..mas faltou

    faltou falar da contribuição de MAMA VANA nisso tudo ..DILMA recebeu uma herança maravilhosa e desperdiçou com sua incompetência

    DILMA travou o cambio, acelerou no consumo e endividamento das famílias, no superaquecimento de alguns setores ..FRAGILIZOU o Estado que veria, ainda em 2013/15 os buracos abrirem tanto nas contas internas quanto externas

    ..claro que teve azar e não soube administrar as agruras como a queda das commodities com quebra do EIKE, depois a LAVA JATO tb

    mas o que tem que ficar bem calro é que DILMA tb teve culpa por este quadro que hoje vivemos ..prova maior então foi ver logo depois da posse ela colocar como Ministro da FAZENDA um homem forte da banca ..Joaquim Levy

    evidente que diante de tanta exibição de fraqueza as HIENAS não iam deixr passar batido

    verdade é que com isso perdeu o BRASIL e os movimentos de esquerda ..mais ainda a herança do DR LUIZ INACIO L. da SILVA

    • Cara, mas tu é um verdadeiro papagaio, né? Em cada post repete a mesma coisa: já sabemos que Lula é seu “deus”, que é o melhor político que esse país já teve, que a Dilma bagunçou tudo… você já falou isso várias vezes…

      • Gasparzinho ..meu colega camarada

        Ajo como papagaio pra tentar deixar bem claro que NÓS, como país e corrente política, NÃO podemos deixar de fazer a nossa auto critica ..sob risco de cometermos os mesmos erros de sempre

        INFELIZMENTE ..de erro em erro ..uma coisa leva a outra ..veja, aqui em SP, HADDAD (que terminou descontentando 84% dos cidadãos com suas invencionices) também colaborou com o quadro de descontentamento da população no geral ..afinal, a identificação das administrações do PT é infinitamente mais direta do que a de qq outra facção, né não ?!

        Assim foi que DILMA deixou a turma p da vida ..que espumava com ela e ainda se somava as barbaridades do aprendiz de prefeito que retornava sua ira pra administradora (cof cof) de brasilia)

        FELIZMENTE quis o destino que a MALA aparecesse e o BRASIL pudesse conhecer melhor o Aócio Never e a sucia tucana ..já que a MARINA fadinha por si só já se provou uma PORCARIA, um engodo

        então ..ficamos assim

        ..2018 – se tivermos eleição – nada de poupar os erros de DILMA e de Haddad aqui em SP . .mas sim o de EXALTAR a obra, os recordes e as quebras de mitos e de PARADIGMAS insofismáveis trazidas pelo maior lider que por aqui já existiu

        o DOUTOR LUIZ INACIO LULA da SILVA

        ..e queira deus que as novas gerações de esquerdopatas observem e aprendam mais com ele ..aprendam por exemplo que NÃO da pra governar sozinho e nem querer realizar tudo o que vc acha que é certo, se esquecendo pois de escutar e atender minimamente as demandas dos outros

        https://www.youtube.com/watch?v=alJpU-sKMOQ

  2. Estranho… aqui na empresa onde trabalho a produção está aumentando desde p início do ano… ferragens para construção civil… e mesmo que a construção esteja em baixa as vendas aqui aumentam… fato! :-/

    • você não pode olhar a árvore, tem que olhar a floresta

    • Você trabalha em setor diretamente ligado à construção civil? Prepare-se para ficar desempregado.

    • Crise nunca é algo linear que ataca igualmente todas as empresas, por exemplo se numa região havia dois fabricantes de um dado produto, dividindo o mercado em 50% se a produção global cai em 20% e uma empresa entra em falência a outra vai aumentar a sua produção em quase 90%. É matemática meu caro!

  3. São verdadeiros criminosos da informação.
    É uma mentira deslavada o que passam para a população.
    Mas, não estão enganando mais a população.
    As filas por procura de emprego estão cada dia maiores.
    Como explicar isso?

  4. No Brasil não é só o desemprego que é enorme, o número de pessoas que não estão trabalhando é muito maior do que esse.

    Entretanto a tentativa de tirar a culpa do governo Dilma dessa crise é risível. O que não quer dizer que o Temer seja bom.

    A situação que o governo Dilma deixou as contas públicas, mesmo antes de 2015 já era terrível, antes de Eduardo Cunha, Lava-Jato etc.

    Em tempo a economia não está boa mas acho que cresce mais do que no ano passado, O ibovespa está bem o que reflete aumento de confiança, o dólar mesmo com a crise política está estável em patamares melhores do que nos tempos da Dilma.

    Mas o congresso sabotou… Culpa da falta de habilidade política da Presidenta.
    Mas a Lava Jato paralisou o país… Era melhor deixar os caras saqueando o país?

    Muito mimimi para justificar incompetência, e olha que a comparação é com o govreno Temer que é um lixo.

    • Você deveria ler de vez em quando os posts que comenta

      • É a história do copo cheio e do copo vazio.

        Vc puxa o número que é ruim para o Brasil (e bom para o PT) comparando com o ano passado.
        A reportagem puxa para o governo e compara com o último trimestre.

        Qual petista vai admitir que até uma porcaria de governo como essa é melhor que o da Dilma?

        “O que está melhorando agora é porque é o fundo do poço e não tinha como piorar (o que não é a verdade vide Venezuela).”

        “O que estava ruim com a Dilma era por conta da sabotagem (e demais mimimis petistas),”

        Só que nem vocês, hipócritas, acreditam nisso. Por que não pedem Dilma 2018, se ela é tão eficiente assim?

    • “Entretanto a tentativa de tirar a culpa do governo Dilma dessa crise é risível. O que não quer dizer que o Temer seja bom.”

      Dilma não tem culpa do que aconteceu. Dilma foi sabotada desde meados de 2013. Dilma inclusive estava indo muito bem até esta época. Ela tem perfil de gerente, e não de política. Lógico que se fosse Lula no lugar de Dilma, ele teria conseguido contornar a sabotagem, como ele contornou quando era presidente (farsa do mensalão e a crise de 2008, onde tentaram usar isto para ferrar o governo, mas não conseguiram.)

      “A situação que o governo Dilma deixou as contas públicas, mesmo antes de 2015 já era terrível, antes de Eduardo Cunha, Lava-Jato etc.”

      As contas públicas tinham um déficit reversível, de aproximadamente 20bi, que só existiu por causa da sabotagem de 2013, que foi mais light do que a de agora. Se não fosse a sabotagem de 2014 em diante, os ajustes que Dilma fez com Levy dariam para corrigir isto. A situação macroeconômica da época era bastante sólida, esta situação foi totalmente destruída por sua turma.

      “Em tempo a economia não está boa mas acho que cresce mais do que no ano passado, O ibovespa está bem o que reflete aumento de confiança, o dólar mesmo com a crise política está estável em patamares melhores do que nos tempos da Dilma.”

      A economia está no fundo do poço, a porcaria que cresce agora é ínfima e existe em cima da destruição de direitos e do empobrecimento do trabalhador, não chega nem a ser voo de galinha, tá mais para último suspiro. Quanto ao ibovespa, isto não quer dizer porra nenhuma, os rentistas querem lucrar em cima da desgraça dos trabalhadores e da previdência, um bando de especuladores que adoram desmonte de estados sociais para lucrarem bastante no curto prazo, somente isto. Indicador real é renda da população, dívida bruta e líquida com percentual bom em relação ao PIB, reservas internacionais, PIB crescendo com renda per capita também, inflação controlada sem recessão e depressão (entre 4,5 e 6,5% tá bom, porque é inflação de demanda). O que ocorre agora é rombo de 159 bi e privataria, congresso altamente fisiológico, bandidos tomando conta do país.

      “Mas o congresso sabotou… Culpa da falta de habilidade política da Presidenta.
      Mas a Lava Jato paralisou o país… Era melhor deixar os caras saqueando o país?”

      Vcs são muito burros, dava para combater a corrupção sem afundar o país, era só a Lava Jato do juizeco não ser política. Aliás, a Lava jato do juizeco aumentou a corrupção no país, mostrou que os tucanos podem ficar roubando a vontade que nada acontece a eles na primeira instância. O juizeco também tem interesses em destruir a construção nacional, só para satisfazer sua turminha dos EUA, que ele tanto ajuda. No Banestado, o juizeco não foi arbitrário com nenhum tucano, pelo contrário, prevaricou e salvou a pele de todos eles.

      As empreiteiras sempre saquearam o Brasil, mas o que a Lava Jato do juizeco fez foi pior do que se as deixassem com seus diretores continuando roubando, o que aconteceu sempre, mas nunca foram atrás e nem iriam se o governo fosse tucano.

      Vai te catar cara, é querer ser burro por conta do ódio ao PT. Vcs aceitam qualquer coisa que o grande capital quer que vcs pensem.

      Muito mimimi para justificar incompetência, e olha que a comparação é com o govreno Temer que é um lixo.

      • Tá certo, o PT é perfeito nunca tem culpa, quando acerta é porque é demais (Joaquim Levy, Delcídio, desonerações de Dilma, Mantega, Palocci… deixa pra lá).

        Quando erra não tem culpa, foi sabotado!

        Acorda Alice!

      • Não adianta, no mundo digital ninguem consegue mais enganar. Veja abaixo o que escrevia na época Kennedy Alencar, que até acessor do Lula foi e portanto insuspeito. Artigo de 2015 que descreve o desastre que vinha sendo gestão Dilma. Voce fala em sabotagem, pois o Kennedy relata que foi exatamente ela quem sabotou, justamente seu próprio ministro Levy, cujas medidas ela não deixou prosperar, bem diferente do que voce fala.
        http://www.blogdokennedy.com.br/tombo-do-pib-simboliza-fracasso-economico-de-dilma/

        E se esse é pouco para voce, leia mais um, ainda anterior, que relata a previsão negra para o 2o mandato, a despeito de uma base no legislativo mais favorável que do Lula, isso para desfazer o mito da “sabotagem”, o novo nome que se quer dar à incompetência e à corrupção
        http://www.blogdokennedy.com.br/pib-de-2014-retrata-fracasso-economico-de-dilma-1/

    • Cara, a única coisa aproveitável que você falou foi: “o dólar mesmo com a crise política está estável”.
      Não vou explicar para você porque ele está estável, mas aproveitando a sua dica, estou comprando dólares, bem eu já estava.

      Há rumores que a única saída para o Temer é ele virar o Color.

      Sempre fui nacionalista, mas já vi este filme, enquanto os de cima ganharam fortunas, nós ficamos chupando o dedo, com o dinheiro do almoço preso no banco.

    • Das das três uma, ou as três juntas e misturadas, ou esse sujeito é desinformado, ou é preguiçoso intelectual, ou é um cretino.

    • Cala a boca seu coxinha burro!!!! Todos os 3 fatores que você citou contribuiu para a crise chegar: 1º: Erro na política econômica da Dilma? Sim! Ela teve parte da culpa! Isso ninguém daqui nega seu burro, nem mesmo o mais fervoroso dos petistas nega que ela cometeu erros na política econômica!!! 2º: Sabotagem do Eduardo Cunha e do Congresso? Com certeza, fizeram isso para aprovar o impeachment e isso ajudou a piorar ainda mais a economia!!! 3º: Lava Jato: Também influenciou sim! Porque não só puniram dirigentes corruptores mas causaram destruição dos setores da construção civil e industria naval!!!! Todos esses fatores destruiram sim a economia e a Dilma não foi a unica culpada! Se esta crise tivesse apenas a contribuição da ex-presidenta, o país teria uma recessão em 2015 de no máximo 2% e em 2016 em diante já teria retomado o crescimento sua anta!!! Se a oposição tivesse sido mais inteligente teria mantido ela no poder que em 2018 o PT com certeza iria perder as eleições, por isso o desespero atual de impedir a candidatura do Lula pois os golpistas destruiram a economia a ponto da população mais pobre já estar implorando pela volta do PT ao poder! A classe média ainda não chegou a este ponto porque não a afetou mas a hora em que afetar! Segura meu caro!!!

      • A maior culpada da crise é a Dilma, se esse governo Temer fosse melhor conseguiria tirar antes o país do buraco.

        Se a Dilma continuasse, o Brasil afundaria mais ainda na crise e hoje estaríamos caminhando para virar uma Venezuela.

  5. Sei que é difícil resistir dar um tapa moral na nuca dos coxinhas midiótas, mas acho melhor deixa-los em paz. Estão relativamente quietos. Se forem agir de alguma maneira vai ser pior porque eles só fazem merda. Eles estão desempregados e embalados pelo efeito cannabis da globonews no sofá, cochilando e babando na camiseta do São Paulo f.c. Deixa quieto que um dia eles passam.

  6. Eduardo, essa mentira não se sustenta. As pessoas sabem quando as coisas estão piorando. Isso não vai colar, se colar, é por tempo limitado. E para os mesmos de sempre: coxinhas que só lêem a Veja e coisas assim.

    Agora vamos combinar, o nível de falta de informação da população brasileira é absurdamente baixo. Tente perguntar por aí, tentar fazer uma mesma e singela pergunta a 20 pessoas diferentes, de ambientes diferentes: “por que você acha que a presidente Dilma caiu?”. É tanto disparate que dá até vontade de rir.

  7. Dilma foi afastada por crime de responsabilidade.

    Reportagem falar besteira é normal. Mais ainda na Banânia. Ninguem pode ser culpado por errar previsoes ou fazer apostas erradas.

    Que o diga a imprensa esquerdopata anti-Trump.

    Uma ressalva: por mais corrupto que seja, ninguem imaginaria que Temer seria pego naquela gravacao.

    Mercados e investidores gostam de estabilidade. Dinheiro externo então… pouco se importam se é ditadura ou corrupta a nação, se há mortalidade infantil ou crime. Querem previsibilidade.

  8. Sabe quando que vai ter uma redução de desemprego quando se reduzir a criminalidade.
    Caso contrário é falso.

  9. E tem mais, Eduardo. Não é só a questão de aumentar o emprego. Que tipo de emprego? Com o mesmo salário? Emprego informal? Com que direitos trabalhistas? O que proporciona a manutenção do nivel de vida do trabalhador? Com direito ao mesmos dias de férias? À aposentadoria? O que nos defende da maldita terceirização?
    Sem a resposta a essas perguntas falar em número de empregados ou desempregados não passa de uma sórdida mentira desses enganadores neoliberais que pensam sermos todos imbecis.
    A esquerda que não caia nessa ingenua armadilha

    • Minha filha trabalhou dez anos no IPT, mas era AM, pagava os impostos,não tinha fundo de garantia, era uma empresa em si. Quando saiu foi com uma mão na frente e outra atrás. A empresa que ela prestava serviço, era de funcionários da própria USP. Não tinha férias e nem 13o.salário. Pagava a refeição do restaurante. Hoje é registrada e sente uma diferença muito grande pois tem mais garantias do que no IPT. Agora o governo já aprovou que o FGTS, quando da dispensa, não tem mais os 40% de multa. Acabou. Na empresa existe a rádio peão que dissemina terrorismo, pela minha experiência, ditada pelos patrões e causa insegurança muito grande para todos os trabalhadores. Mas, vai ser muito pior, pois na ditadura de 64 (são tantas) havia a lista negra de empregados mantida pela FIESP. Ela ainda não chegou, mas vai chegar.

  10. NASSIF SOBRE A GLOBO: UM TEXTO IMPECÁVEL, DE LEITURA OBRIGATÓRIA

    Peça 3 – o ponto de não retorno

    Não se sabe o que ocorreu de lá para cá. Os Marinho passaram a se afastar cada vez mais da condução editorial e comercial do grupo. E o comando foi entregue a um grupo de jornalistas que decidiu viver intensamente o presente, sem nenhuma preocupação com a perpetuação da organização.

    A Globo se tornou uma máquina de destruição das instituições, em um processo permanente de exibição de músculos, de construção midiática da realidade, atropelando leis, abrindo espaço para a desmoralização dos Três Poderes, estimulando o uso selvagem do direito penal do inimigo.

    Culminou com a iniciativa inédita de convocar a população para passeatas pró-impeachment e de montar a dobradinha com a Lava Jato para instrumentalizar politicamente as delações e os indícios da operação.

    O aniversário do golpe é, portanto, ocasião adequada para se analisar o papel das Organizações Globo na destruição da ordem institucional.

    Com exceção da mídia venezuelana, não se tem notícia de um grupo de mídia que tenha abusado tão imprudentemente de seu poder sobre a opinião pública.

    Deve-se à Globo, mais do que a qualquer outro personagem, a entronização de uma quadrilha no poder e, com ela, as negociatas que campeiam a torto e a direito no Congresso, as ameaças sobre a Amazônia, o desastre final das contas públicas em função de uma política econômica irresponsável, da qual a Globo é a principal avalista.

    Nem a reação posterior à quadrilha a absolverá do crime de uma desestabilização política tão grande que gerou até ameaças tipo Bolsonaro. Isso porque, no plano psicossocial, a Globo teve papel central na disseminação no ódio, que se refletiu diretamente no comportamento da Polícia Militar e no aumento expressivos dos autos de resistência, na consolidação do direito penal do inimigo, na caça aos resistentes, na desmoralização final da justiça, na destruição das principais políticas sociais, e, agora, na queima irresponsável de ativos nacionais.

    Roberto Marinho não era um empresário esperto. Quem o conheceu de perto o considerava um comerciante pouco informado, mas que conhecia razoavelmente seu negócio. E teve a sagacidade de entregar a TV a mãos profissionais e montar a estratégia de negócios com conselheiros de primeiro time, os velhos lobistas e economistas cariocas, seus contemporâneos.

    Mais que isso, contou em postos chave com chefias jornalísticas fieis ao projeto de perpetuidade do grupo.

    Aproveitou mais do que qualquer outro grupo da proximidade com o regime militar, e foi dos últimos a entrar na campanha das diretas. Quando percebeu a mudança de cenário, seus principais comandantes, como o jornalista Evandro Carlos de Andrade, trabalharam incessantemente para tentar reverter a imagem de aliada da ditadura que marcou a Rede Globo. E tinham um cuidado especial em minimizar o papel da Globo no golpe, na eleição de Collor.

    Sobre o futuro da política, há apenas uma certeza: seja quem assumir o poder, a Globo terá que ser tratada como um problema nacional. O preço de se ter um país moderno, plural, respeitador da lei e das instituições será o de enquadramento definitivo da Globo, uma distribuição de seu poder de mercado, acabando não apenas com a propriedade cruzada dos meios de comunicação, mas regulando o conceito de rede nacional. Mesmo sem ter a propriedade das associadas, a Globo controla o conteúdo, a grade e os grandes pacotes de comercialização. É esse domínio que caracteriza o controle, não a propriedade em si.

    O país moderno só se imporá sobre o atraso no dia em que houver limites a esse poder midiático.

    Matéria Completa: http://jornalggn.com.br/noticia/no-aniversario-do-golpe-e-hora-de-avaliar-a-globo-por-luis-nassif

    • É isso mesmo.
      Não haverá democracia enquanto a Globo tiver o poder de disseminar conteúdo por todo o Brasil.

  11. Essa manipulação a favor de Temer mostra que não há consenso, na elite, sobre os rumos que o golpe deve tomar. Uma parte da elite acha que Temer tem que ser descartado já, pois ele não teria a capacidade de entregar o que a elite precisa: recessão, desemprego, miséria e destruição de patrimônio nacional. Outra parte da elite acha que é perigoso descartar Temer agora. Como disse FHC, “é o que temos”.
    Essa falta de acordo entre a elite golpista é boa para o movimento popular. Isso abre uma brecha para aprofundar a luta contra o golpe.
    ________________________________
    PS.: esse desacordo entre setores do capital financeiro, do capital industrial e do latifúndio não é exclusiva do Brasil. Veja-se os EUA: parte da elite de lá quer “impichar” o Trump, pois acha que ele não é belicista o suficiente. A poderosa indústria de armas, por exemplo, imagina que o cenário seria totalmente diferente se a Killary tivesse vencido: os EUA já teriam invadido a Coreia do Norte, a Rússia, a Venezuela, a Crimeia e, quem sabe, o Uzbequistão e a Eritreia… Mas, outra parte da elite olha para os movimentos populares dos EUA e pensa: “quanto mais mexe, mais fede. Melhor deixar como está, por enquanto”.

  12. Desemprego, bandalheira e imprensa servil.
    Está ótimo para quem dizia que nos tempos de FHC era melhor!

  13. A conclusão que chegou o pensador alemão Joseph Pulitzer, no século 19,nunca foi tão atual e verdadeiro no Brasil: ” Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma”.
    A mídia conseguiu transformar a imensa maioria dos brasileiros em indivíduos sem cidadania, absolutamente sem nenhuma consciência de direitos e nacionalidade.

  14. É a coisa ta feia. O desemprego e a recessão continuam em alta…
    Só que a coisa começou tudo no governo Dilma, não é mesmo? O “golpista” Temer herdou a massa falida…
    Foi a política econômica Dilma/Mantega que nos levou a esse desastre.
    Sinceramente, se não tivesse tido o impeachment e a Dilma tivesse ai no lugar do Temer, vocês acham que a coisa estaria melhor?
    O que ela estaria fazendo pra salvar o país desse desastre?
    Me digam ai os economistas petistas qual a solução mágica para sair desse buraco que estamos?

  15. Bom dia Edu!

    Lógico que isso é mentira, o que cresceu foi o número de empregos sem carteira assinada! Tem que ser muito trouxa para acreditar nisso!

    Um abraço!!!

  16. Por emprego informal leia-se “todo aquele que não dá direito algum ao trabalhador, a não ser o de correr atrás do prejuízo e não reclamar, nem para o Papa, que este é comunista”.
    O emprego precário, aquele das empresas terceirizadas, vai crescer sim e muito. E desde já os lojistas se preparem para dar adeus ao alívio do Natal, quando o pessoal compra umas coisinhas com o décimo terceiro. Simplesmente por que em breve não haverá décimo terceiro.
    O consumo de fim de ano cairá drasticamente o que desempregará no comércio e nas indústrias que ficarão com seus estoques encalhados.
    Desde já eu desejo um feliz natal para os coxinhas.

  17. No Blog do Nassif

    Estelionato golpista, por Manoel Dias

    SEX, 01/09/2017 – 08:13

    Estelionato golpista

    por Manoel Dias

    Um dos maiores argumentos que as forças retrógradas que aplicaram o golpe no Brasil usam é que arrumariam a economia do país, e que uma nova era de desenvolvimento chegaria aos lares brasileiros.

    Acusavam o governo constitucional e legítimo de Dilma Rousseff de promover a falência do Estado e as ruínas das finanças. Chamaram então um dos papas do mercado para resolver tamanho desafio, Henrique Meirelles.

    O resultado desta equação revelou-se um dos maiores estelionatos contra a sociedade brasileira. Programas sociais de vital importância foram abandonados, créditos foram suprimidos, impostos foram aumentados, e o discurso de austeridade se desvenda como um grande embuste.

    A receita neoliberal e rentista em conjunto com o desmonte do estado brasileiro são o resultado deste governo ilegítimo e corrupto que temos.

    Vergonhosamente o Brasil volta a figurar no mapa da fome, o desemprego é um dos maiores de nossa história, e pasmem, querem até diminuir o salário mínimo.

    Onde está o controle de nossas finanças?

    Cadê o desenvolvimento?

    Cadê os empregos?

    Perguntas que até hoje não obtivemos respostas por aqueles que estão ilegitimamente no poder.

    Aliados ao que há de pior no Brasil, este governo é sustentado por meio de um Congresso Nacional patronal, e desprovido de autoridade moral para defender os verdadeiros interesses de nosso povo.

    Aristocratas são por essência. Não compreendem que o Brasil é uma nação soberana. Insistem em colocar nosso povo de joelhos, frente ao mais espúrio interesse internacional; são reféns do sistema financeiro que vive dos imorais juros financiados por uma política econômica entreguista, anti-povo, anti-nação.

    Corruptos são a representação mais fiel do nosso atraso oligárquico, de uma estratificação social, que nos remete a séculos passados.

    O desmonte das garantias trabalhistas, a agressão ao sistema previdenciário, as políticas de arrocho e de perda de qualidade de vida, são as conseqüências de um Brasil que retrocede a cada ação deste governo.

    Precisamos retomar a política de desenvolvimento nacional.

    Necessitamos reafirmar nossa soberania e resgatar nossos direitos.

    Este governo não representa, a nós, pedetistas, que tivemos líderes como Getúlio Vargas, João Goulart e Leonel Brizola, Darcy Ribeiro a frente de governos, que sim, representavam as causas mais caras ao nosso povo brasileiro.

    Manoel Dias – Ex-Ministro do Trabalho e Emprego; Presidente da Fundação Leonel Brizola –Alberto Pasqualini

  18. Edu, mudando de assunto, o que significa esse vídeo da polícia federal ameaçando ir para a porta do congresso e proteger as mobilizações sociais? Não aparece com quem o policial federal está falando. Recebi por in box

    https://www.youtube.com/watch?v=tFx4XdLG_Sk&sns=fb

  19. Eles conseguiram inventar crescimento com queda da arrecadação … ou seja, contam com o ovo na cloaca da galinha ..

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.