A vingançazinha da Lava Jato contra Reinaldo Azevedo

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

republica de curitiba

Na última terça-feira, meu nome foi lembrado por muita gente na internet por conta da vingança sórdida da Lava Jato contra o jornalista Reinaldo Azevedo. Antes de comentar mais esse episódio triste e danoso à democracia, porém, há que rever o meu caso pela perspectiva de mais esse jornalista pisoteado pelo arbítrio estatal vigente no país.

Vamos rever o que Azevedo escreveu sobre a investida da Lava Jato contra este blogueiro em 21 de março último.

reinaldo 2

Reinaldo não me conhece. Se conhecesse, saberia que, aqui nesta página, defendi até Fernando Henrique Cardoso e Gilberto Kassab (quando era cupincha do José Serra) por terem sido alvo de baixarias da esquerda.

O mais engraçado é que sempre que eu relatava que mantive contato com Reinaldo Azevedo durante bastante tempo, travando com ele debates sobre o que ele publicava na revista do Luiz Carlos Mendonça de Barros, a Primeira Leitura, muitos duvidavam, achavam que era invenção.

Sim, minha relação com Reinaldo era cortês. E até divertida. Certa feita, trocamos acho que uma dezena de e-mails até ele se dar por vencido no debate que travamos sobre a falta de isenção da grande imprensa e, assim, oferecer-me espaço em sua revista para eu manifestar minha posição.

Obviamente que declinei do convite, dizendo a ele que não tinha nada a dizer ao tipo de gente que lia a Primeira Leitura.

Mas o jornalista se enganou quando se queixou das críticas que venho lhe fazendo desde meados da década passada, quando a Veja o contratou.

Azevedo diz que eu o insultava. Não eram insultos, era inconformismo com a desgraça que ele estava ajudando a implantar no Brasil e que terminou por vitimá-lo. Esses cretinos que hoje ele chama de “direita xucra” foram criados por ele.

O termo “petralha”, essa tese odienta que envenenou gente de mente curta e língua comprida, ajudou a criar o caldo de cultura que exalta um bando de esbirros de uma ditadura policialesca que congrega setores do judiciário, do Ministério Público e da Polícia Federal, sem falar nos grupos de mídia e em partidos que, tal qual Azevedo, já começam a entender que o arbítrio nunca se basta, sempre quer mais.

Pobre Reinaldo Azevedo. Não sabia o que estava fazendo. Tão erudito, não estudou a história mais recente do país no capítulo dedicado a Carlos Lacerda, quem, como o agora ex-colunista da Veja e ex-apresentador da Jovem Pan, achou que poderia se dar bem com o arbítrio até descobrir o mesmo que seu herdeiro político-ideológico.

Lacerda, para quem não sabe, foi um jornalista e político de direita que pediu e ajudou a implantar a ditadura militar no Brasil de 1964.

Em novembro de 1966, porém, descobriu que ditaduras só são boas para os ditadores e lançou a Frente Ampla, movimento de resistência ao regime militar (1964-1985), que seria liderada por ele com seus antigos opositores João Goulart e Juscelino Kubitschek.

Lacerda foi cassado em dezembro de 1968 e levado preso para um Regimento de Cavalaria da Polícia Militar. Morreu vítima de infarto no miocárdio.

Reinaldo, como Lacerda, vibrou com o golpe, vibrou com a Lava Jato até que esta começasse a chegar perto do grupo político que ele integra, ou seja, a eterna aliança demo-tucana.

Reinaldo também é muito ligado a Gilmar Mendes e José Serra, além de Aécio Neves.

A Lava Jato havia grampeado a irmã de Aécio e flagrou uma conversa dela com Reinaldo. Uma conversa sem maior importância, mas na qual ele criticou a Revista Veja por ter publicado capa atacando o tucano.

Reinaldo fez na ligação o que vem fazendo publicamente. Nada havia contra ele. Foi uma vergonha o que a Lava Jato fez. Divulgou a gravação para o jornalista perder o emprego.

A Lei 9.296/1996 regula o uso de interceptações telefônicas em processos e determina que a gravação que não interessa à produção de provas em processo deve ser destruída. É o caso da gravação que a Lava Jato divulgou para prejudicar Azevedo.

Reinaldo diz que me defendeu mesmo sem eu merecer e que defendeu Lula do arbítrio porque é o que manda o Estado de Direito.

Perdoe-me, Reinaldo, não quero tripudiar, mas você precisa refletir que ninguém é bobo. Todo mundo sabe que você me defendeu, defendeu Lula e começou a criticar a Lava Jato porque sabia que a batata do seu grupo político estava assando.

Espero que não haja nada de mais grave envolvendo Reinaldo. E até acho que não vai haver.

Minha percepção é a de que a divulgação dessa gravação foi uma vingançazinha da Lava Jato por Reinaldo criticar a operação policialesca que está fazendo mais mal do que bem ao Brasil, pois, apesar de pegar alguns corruptos, está acabando com a economia e criando uma perigosa horda fascista que não se sabe aonde vai parar.

Reinaldo, espero que você tire uma lição de tudo isso. E espero que em seus novos empreendimentos use sua inteligência prodigiosa, seu português castiço, prazeroso de ler, para ajudar a desfazer o mal que você mesmo fez ao criar esses zumbis fascistas que acabaram se voltando contra o seu criador.

Boa sorte, Reinaldo. De coração.

Tags: , , , , ,

117 Comentário

  1. O tempo fechou em Brasília: exército nas ruas!

  2. Edu, eu estou achando que isso é uma tremenda de uma armação! A conversa de Reinaldo com a irmã do Aécio não tem nada de comprometedor, a não ser a revelação, que muitos já sabiam, de que a imprensa o apoia. Eu vejo isso como uma forma de tentar anular todo o processo! Isso é FOGO AMIGO muito bem planejado. Você acha mesmo que a Veja e a Jovem Pan manteriam o Reinaldo Azevedo como General de Brigada se ele não pensasse da mesma forma dos seus patrões? Isso é uma jogada de mestre!

  3. Meu caro.
    Poucos tem a coragem que vc teve e tem.
    Diga firme e conte com nosso apoio seus ouvintes.
    Democracia de merda.
    Respeito zero
    Vá e vença reinaldo.

  4. Defender um ponto de vista, uma ideologia, o livre pensar são atributos de uma democracia.
    Nós nunca a tivemos e muito menos desde a posse do Lula no seu primeiro mandato.
    As coisa pioraram quando a sanha dos fascistas, estimulada pela grande mídia, tomaram de assalto também as redes sociais e culminou com o golpe.
    Verdade seja dita. Enquanto era só o PT, Lula e Dilma os alvos da fúria hidrofóbicas dos pitbulls amestrados, estava tudo normal. Como disse certa vez aquele abominável nazista de Santa Catarina, Jorge Bornhausen: precisamos acabar com essa raça.
    O problema para os jornalistas chapa branca direitóides como Azevedo, era achar que aquela sua linha de ideias e raciocínios iriam se perpetuar no tempo. Eles nadavam de braçadas e quando a coisa começou a entornar para os seus amigos tucanos, ele mudou o discurso. Mas já era tarde.
    Foi muito engraçado ele defender Lula. Sei que foi um sofrimento atroz para o Pitbull. Mas o que fazer?
    Era o preço a pagar por tamanha insensatez. Viralizou na internet e sofreu muito “bulying”, aliás com muita justiça.
    Ele foi demitido ou se demitiu da Veja e Joven Pan, pouco importa. Ele mereceu, e espero que entenda o recado. Deixou seu comparsa Marco Antônio Villa órfão naquela pocilga.
    Civilizado ele nunca foi, e não tem porque agora ficar se passando de vítima.
    Se ele fosse tão culto como apregoam e ele próprio faz questão de se auto intitular culto, para mim não passa de um burro raivosa que se deixou contaminar pela hidrofobia.
    Não dá para comparar Lacerda com esse aprendiz de jornalista, e o astuto corvo foi engolido por aqueles que ajudou a criar.
    Na vida as coisa são assim.
    Ela se repete de tempos em tempos, mas os burro teimam em não entende-la.

    • Os jornalistas não deveriam ser isentos? É sempre a mesma desculpa, assumem um lado e não aceitam quando são questionados. Os dois jornalistas se deram mal, não é culpa da lava jato e sim da falta de isenção dos dois.
      Sobre ter falado a fonte, infelizmente o erro foi seu, talvez a pressão e talvez tenha sido ingênuo (pois já aconteceu comigo) e o delegado aproveitou (o que é no mínimo imoral), já que você poderia ter ficado calado e só falar com advogado.
      A lava é maior patrimônio do Brasil atualmente, está mostrando que os dois lados estão errados, que o Brasil precisa rever o sistema político partidário.

  5. Para o Eduardo responder: Romeu Castro JÁ ESTA NA HORA DO PT E FORÇAS SINDICAIS USAR A CABEÇA ..AS MANIFESTAÇÕES COM BANDEIRAS DE FORÇA SINDICAIS OU PARTIDOS OU VC UNIFORMIZADO ESPANTA A POPULAÇÃO A SAIR NAS RUAS.. O POVO AINDA ESTA DESCONFIADO TEM QUE SAÍREM VESTIDO NORMALMENTE SEM BANDEIRAS RACIOCINE ! É PRATO CHEIO PRA GLOBO E OPOSIÇÃO INFILTRAREM VÂNDALOS SE CONTINUAREM ASSIM ! COMPARTILHEM ESSA MSG QUEM CONCORDA !

  6. Algumas observações : Reinaldo Azevedo é um canalha! Seu português não é “castiço” e nem seus textos são prazerosos de ler. Quanto à forma, são curtos, o que por si só não é defeito, mas de uma objetividade seca e sem brilho(em nada semelhante aos textos curtos e geniais de uma Machado de Assis), semelhante à visão de mundo estreita, conservadora e mesquinha de reacionários como ele. Quanto ao conteúdo, são de um atavismo imbecil , além de propagarem preconceitos e falsidades sem o menor senso de responsabilidade quanto ao que é dito. Onde esse pilantra conseguiu informações e provas para afirmar que os blogs de esquerda são financiados por dinheiro público!!!!!!!!!!?????? Por que ele não diz que a revistazinha nojenta onde ele trabalhava, a Veja, recebe milhões em dinheiro público, não só do Governo Federal, mas de Governos estaduais do PSDB, como o de São Paulo, que tem a cara de pau de disfarçar essa doação à Veja como compra de “assinaturas” desse lixo para escolas!!!!!!!!! O pior de todos os males da irresponsabilidade e preconceito desse pilantra foi a criação do termo nojento “petralhas” que, numa demonstração de discriminação e violência típicas do fascismo, ajudou muito na implantação desse clima de terror que este país vive e agora vitima um dos responsáveis pela existência dele, obviamente que, ao criar esse termo, Azevedo agia em cumprimento às ordens do seus patrões, a classe dominante e o PSDB, os mesmos patrões que determinaram a Azevedo que passasse a criticar a lava(golpe)a jato quando os fascistas da operação(QUE JAMAIS PENSOU EM COMBATER CORRUPÇÃO OU PEGAR CORRUPTOS, MAS EM DESTRUIR UM PROJETO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO E PRENDER LULA. ESSA É A ÚNICA CORREÇÃO QUE FAÇO AO SEU TEXTO)começaram a querer ainda mais poder do que foi-lhes entregues pelo chefe, como é comum quando criminosos passam a repartir o butim do roubo(no caso, um mandato presidencial)e passaram a afrontar uma parte dos senhores de outrora, seja da classe dominante ou do PSDB. Por isso a súbita “percepção” de Azevedo quando aos abusos da lava(golpe)a jato que ele outrora admirava, do mesmo modo que fez quando defendeu você, não por apreço a princípios(ele não sabe o que é isso), mas por perceber que a lava(golpe)a jato poderia atingí-lo e também aos seus amos da Veja. De qualquer forma, não apoio a arbitrariedade feita contra esse pilantra, já que devemos defender a Lei para todos e não apenas para aqueles que gostamos, postura que sempre tive neste espaço, ao contrário desse verme, que tornou-se “legalista” quando interessou aos donos.

    • Certo, Carlos,

      acontece que o Edu é uma boa alma…

      Eu, no entanto, estou cônscio do karma que carrego, e pondero que o caso justifica o acréscimo de algum peso, então acerca do assunto, repito um brinde: Chupa que a cana é doce, Naldim!

  7. Olá Edu!
    Parabéns pelo seu apoio ao Reinaldo.
    Pessoas civilizadas respeitam as divergências de opiniões.
    Apesar de não concordar com a essência de suas opiniões e ser fã do Reinado, reitero meu parabéns pelo debate democrático e tenho certeza que no final vocês dois querem o melhor para o Brasil, só que por caminhos diferentes.
    Um grande abraço
    Alexandre Andrade

  8. Pelo menos uma coisa estamos recuperando no Brasil que havia sido perdida ao longo dos últimos tempos.
    A solidariedade no câncer!

  9. Os petralhas-terroristas agora querem tocar fogo -literalmente- e assassinar as pessoas dentro dosnorédios.

    Realmente democracia não tem como dar certo. Um país onde existem esses lixos.

    • Pois é, Nigro,

      Derrubam os prédios por cima dos garis, aí falta gente para limpar o lixo, né?

      Deves ser de Sampa, ainda não te recolheram…

  10. Fora de Pauta

    O FRACASSADO GOLPE DE UM GENERAL QUE FOI CHAMADO PARA DEFENDER UMA QUADRILHA DE BANDIDOS E ACEITOU

    EXÉRCITO ABANDONA TEMER, QUE JÁ COGITA RECUAR E ANULAR DECRETO

    Depois da péssima repercussão do decreto em que convocou as Forças Armadas, no que seria mais um crime de responsabilidade de Michel Temer, o chefe das Forças Armadas, general Eduardo da Costa Villas Bôas, lavou as mãos e disse que a polícia do Distrito Federal tem condições de garantir a lei e a ordem; “Acredito que a polícia deva ter ainda a capacidade de preservar a ordem. Ficamos em uma situação de expectativa caso algo fuja ao controle”, declarou; abandonado, Temer já cogita revogar o decreto se as manifestações contra suas reformas em Brasília estiverem mais calmas até o fim da noite; o governo do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, também peitou Temer e diz que ele agiu fora
    da lei.

    http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/297589/Ex%C3%A9rcito-abandona-Temer-que-j%C3%A1-cogita-recuar-e-anular-decreto.htm

    Veja também:

    GOLPE DA GLOBO, DOS CANALHAS E DO GAL. ETCHEGOYEN
    Até que os Golpistas possam ir em cana

    No Conversa Afiada:
     https://www.youtube.com/watch?v=PX8CA8IQAGk

    DESOBEDIÊNCIA CIVIL!: ESSE É O GRITO DE ORDEM

  11. CONCORDO PLENAMENTE !!!!

    Leandro Fortes, Memorial do rola bosta.

    Eu invejo a maneira como muita gente, sobretudo na esquerda, entra em modo republicano assim que uma figura abjeta como Reinaldo Azevedo cai em desgraça.Invejo, juro, essa pureza d’alma, essa compaixão cristã, essa energia namastê.

    Porque, impuro que sou, depois de ouvir os diálogos de Reinaldo com Andrea Neves, aquela conversa de comadres ornamentada com troca de poemas decorados de almanaques de farmácia, não vi nenhuma relação repórter/fonte.Vi, sim, um bajulador compulsivo com uma bandida revelada numa prosa imoral, como bem cabe a ambos.

    Vi o irresponsável de extrema direita de sempre, o rato que estimulou o ódio de classe e a indigência jornalística para se projetar no esgoto a céu aberto da mídia e, com isso, ganhar o dinheiro e a fama que jamais atingiria pelos méritos profissionais, repórter medíocre e irrelevante que sempre foi.
    Agora, querem transformá-lo num mártir da liberdade de imprensa.

    Então, apenas para registro, deixo aqui minha opinião definitiva sobre esse episódio: eu quero mais é que Reinaldo Azevedo e sua turba de dementes se afoguem na merda, para sempre.

    • Concordo com você!

      • QUERO MUDAR MEU COMENTÁRIO!!!

        Acredito nas pessoas. Reinaldo Azevedo está tendo oportunidade de rever suas posições, e eu acredito que vá aproveitar esta oportunidade.

        Quero mais que todos os coxinhas que se fizeram de massa de manobra, voltem atrás e passem a defender o que é bom, justo e honesto!

        Um abraço a todos!

  12. Eduardo!

    Parabéns pela nota. É bacana quando adversários políticos, sabem meter o dedo na ferida do outro com classe, e reconhecer quando o adversário tem razão. É dificil as vezes não reagirmos com exagero a certas canalhices dos golpistas fascistas, mas temos que nos controlar. Parabéns!

  13. Eduardo, parabéns pelo seu equilíbrio! Grande abraço, Fábio Faiad

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.