Blogueiro Eduardo Guimarães também é alvo de lawfare

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

edu hideo

 

No contexto político brasileiro recente, o termo lawfare tem sido empregado principalmente no sentido de uso de instrumentos jurídicos para fins de perseguição política, destruição da imagem pública e inabilitação de um adversário político.

Nesse sentido, uma característica fundamental dessa estratégia seria o uso de acusações sem materialidade. Confira as principais táticas do Lawfare tupiniquim:

1 – Manipulação do sistema legal, com aparência de legalidade, para fins políticos;

2 – Instauração de processos judiciais sem qualquer mérito;

3 – Abuso de direito, com o intuito de prejudicar a reputação de um adversário;

4 – Promoção de ações judiciais para desacreditar o oponente;

5 – Tentativa de influenciar opinião pública com utilização da lei para obter publicidade negativa;

6 – Judicialização da política: a lei como instrumento para conectar meios e fins políticos;

7 – Promoção de desmoralização popular;

8 – Crítica àqueles que usam o direito internacional e os processos judiciais para fazer reivindicações contra o Estado;

9 – Utilização do direito como forma de constranger o adversário;

10 – Bloqueio e retaliação das tentativas dos adversários de fazer uso de procedimentos e normas legais disponíveis para defender seus direitos;

11 – Acusação das ações dos inimigos como imorais e ilegais, com o fim de frustrar objetivos contrários.

O ex-presidente Lula tem sido a principal vítima desse tipo de estratégia, segundo seus advogados.

Na última segunda-feira, este blogueiro e seu advogado, doutor Fernando Hideo, tivemos certeza de que já há duas vítimas dessa estratégia no país.

Dirão que quero me comparar ao personagem histórico Luiz Inácio Lula da Silva. Isso é tão falso quanto dizer que estarei me comparando a ele se também vier a ter um câncer na garganta.

É evidente que, enquanto Lula é um personagem histórico dos mais importantes no mundo, Eduardo Guimarães é apenas um cidadão comum que, por uma sequência de casualidades, foi alçado a um patamar de exposição incrivelmente desproporcional à sua estatura como pessoa pública.

Houvesse a fonte que me informou sobre a quebra de sigilo do ex-presidente escolhido outro blogueiro, nada disso estaria acontecendo comigo. Porém, quis o destino que a pessoa que me passou as informações me escolhesse.

Para começar a ilustrar esse fato, reproduzo, abaixo, matéria da Revista Fórum publicada na última segunda-feira, logo após meu depoimento na Polícia Federal no âmbito do processo que o juiz Sergio Moro move contra mim por “ameaça”.

 

forum 1Como se vê, as leis estão sendo atropeladas pelas autoridades de modo a me condenar a qualquer preço, pelo menos nas instâncias inferiores da Justiça.

Mas não é só. Ao mesmo tempo em que as leis e o Estado são usados para me perseguir, com sucessivos processos, uma rede de difamação “jornalística” é criada para desmoralização.

Na semana passada, o juiz Sergio Moro suspendeu os efeitos da quebra de meu sigilo telefônico em um despacho no qual faz alusões desairosas à minha competência como jornalista.

É espantoso. À luz do dia, ele envereda pela esfera pessoal e mantém a prerrogativa de me julgar.

Na revista Veja, o colunista Augusto Nunes me insulta pesadamente, chamando-me de criminoso etc., etc. Ao mesmo tempo, o site Antagonista simplesmente parte para a divulgação de mentiras sobre o que eu disse ou deixei de dizer. E publica distorções de meus depoimentos sigilosos, mas que deixam ver que teve acesso a alguma coisa e a esculpiu como lhe pareceu melhor para me difamar.

Estou sendo perseguido sem trégua. Acabo de receber informação de que entrevista que dei à EBC na porta da Sede da Polícia Federal em São Paulo foi censurada. Por exemplo, foi suprimida a analogia que fiz sobre “matar de rir”. Coisa que nem a Globo censurou.

Aliás, diga-se de passagem, parte da grande imprensa, acredite quem quiser, tem sido justa comigo.

Após a Folha de São Paulo me oferecer grande espaço em sua seção opinativa mais nobre, a Seção Tendências / Debates, a Globo News fez uma matéria absolutamente correta comigo. Assista, a baixo.

 

 

Contudo, é certo que virei inimigo do Estado brasileiro. Um poder esmagador está sendo empregado para destruir minha imagem, meu ganha-pão e minha liberdade. Para esmagar um simples cidadão por conta de suas opiniões e palavras.

Para completar esta exposição de motivos para me declarar a segunda vítima de lawfare no país, reproduzo, a baixo, a íntegra da entrevista coletiva que dei na segunda-feira ao sair de meu depoimento à Polícia Federal, da qual a Globo News publicou um trecho.

PS 1: durante a oitiva na PF, interrogador me perguntou por que criei o Blog da Cidadania. Respondi: porque é meu direito

PS 2: Justiça negou busca e apreensão e condução coercitiva também por “ameaça” a Moro

Tags: , , , ,

126 Comentário

  1. ♫ Antes de mais nada, você tem toda minha solidariedade, Edu. Há muito que esse vampiro de Curitiba despirocou de vez e, infelizmente, não há uma autoridade no Judiciário que tenha a coragem e o caráter suficientes para colocá-lo no devido lugar. Vivemos tempos muito sombrios.
    Agora a análise. O uso do pronome “você” em detrimento do “tu” (e das formas verbais correspondentes) dá mesmo margem a imbecilidades como a do juiz. Como já disse antes, eu teria escrito “… vão custar seu emprego, sua vida, leitor”, não deixando assim nenhuma dúvida quanto a quem estou me dirigindo.
    Mas é pedir muito que em um tweet, onde a linguagem é quase coloquial, a gente se expresse como faria na linguagem escrita. De mais a mais, quem pensaria que um juiz delirante aproveitasse uma frase pinçada fora do contexto para assacar uma vilania como a que você está sofrendo; temos, além disso, a tendência a imaginar que todo mundo tenha a decência e o discernimento que temos. E decência é coisa que o verme curitibano e seus (deles) asseclas desconhece.
    Coragem, Edu. Estamos todos com você; aliás, a exceção da lombriga Augusto Nunes, acho que o mundo inteiro está. Entrementes, voto ao energúmeno provinciano uma furunculose das bravas na bunda e hemorróidas supuradas…

  2. “O termo lawfare tem sido empregado principalmente no sentido de uso de instrumentos jurídicos para fins de perseguição política, destruição da imagem pública e inabilitação de um adversário político.”
    E a Sinara Polycarpo ?

  3. Minha solidariedade a você Eduardo Guimarães, e meu absoluto desprezo aquele ser ignóbil chamado sergio moro (em minúscula mesmo). Estou certo que sua corajosa defesa da democracia não vai passar em branco. E também estou certo que o pulha do moro, juntamente com todo o resto da corja golpista, vai sair da história pelo cano de esgoto!

  4. Força Edu. E muita coragem para enfrentar este psicopata. Parabéns pela escolha do Dr. Hideo, que por tudo que tem demonstrado é um excelente advogado.
    Grande araço

  5. Este país não é digno do seu esforço e nem do sofrimento de sua família, como nunca foi digno do sacrifício pessoal que tantos jovens fizeram nos anos 60 e 70, inclusive da nossa Presidenta Legítima, que sofreu tortura. Acompanho o blog há muito tempo e acho que você, com apoio da família, fez muita coisa importante. Você teve meu voto na última eleição. Tem todo direito de recuar um pouco.Eu não vou entrar na discussão dos motivos pelos quais o povo sudestino é burro, mas o fato é que o grosso do povo sudestino não passa de uma manada que os peões dos barões da mídia, com seus berrantes, tocam feito gado na direção que quiserem. Vivo numa região light da periferia paulistana, onde muita gente melhorou um pouco de vida graças à era Lula/Dilma, mas poderia fazer minhas as palavras de Mano Brown: “Eu vi a população virar as costas para a Dilma. E eu vi o que é o poder da televisão em um país de terceiro mundo, o que é um país de terceiro mundo se informar. Onde a televisão elege e derruba quem eles querem. Aí eu falei: já que o povo escolheu isso, que assim seja. Daqui para frente, fechou um ciclo na minha carreira e na minha vida. Se o povo decidiu derrubar um governo, que assim seja. Daqui para frente, é cada um cada um. Não siga o Mano Brown que você pode tombar do precipício. Papo reto”

  6. Inacreditável como o “juiz” consegue simplesmente cagar e andar, é esse o termo, para o que é legal ou não. É impressionante a incapacidade do sujeito em obedecer a lei, em praticamente tudo o que faz. Um “juiz”! Segundo o Wadih, um juiz fora da lei.
    Nessa egotrip ele pode chegar ao nível de um Calígula que ao achar que tudo podia acabou nomeando um cavalo senador de Roma.

  7. Caro Eduardo,

    Você tem todo o nosso apoio, nossa solidariedade.
    Dentro do “script” reservado às figuras-chaves do atual momento político brasileiro, o sr. Sérgio Moro “errou a mão”, seja lá qual seja a intenção de tal(is) mão(s); ele vem se atrapalhando todo ao tentar ser protagonista. Alguém forjado a atuar nas sombras jamais se dará bem nas luzes. Sua atuação vem fazendo o papel de um verdadeiro farol e isso está incomodando. O custo está caindo, primeiro, em suas costas mas diz respeito a todos nós. Quando você comprou o megafone; quando, em frente à Folha de S. Paulo, assinamos a fundação do MSM sabíamos que o que temos hoje poderia acontecer. Seu blog está fazendo o seu papel: exercer o direito ao fluxo livre da informação; defender o Estado Democrático de Direito; resistir a golpes; reagir e continuar na vigília!
    Parabéns!!! Você é um lutador e inspira nossa reação.

    Grande abraço.

  8. Caro companheiro Edu, tem toda minha solidariedade e minha inteira confiança, siga em frente não deixe esses canalhas te abaterem, a luta é árdua mas tenho certeza que você vai vencer essa batalha porque é a batalha dos justos.

  9. Prezado Eduardo:

    Receba minha solidariedade irrestrita e incondicional. Precisamos todos levantar a voz contra as ilegalidades cometidas por sérgio moro (assim mesmo, minúsculas, por ser um sujeito menor), notório atiçador de milícias fascistas.

  10. “durante a oitiva na PF, interrogador me perguntou por que criei o Blog da Cidadania. Respondi: porque é meu direito”
    PERFEITO. Não haveria resposta melhor, Edu. Tem que dizer na cara dos golpistas que eles não são melhores do que ninguém, muito pelo contrário.

  11. Como Vc. bem disse Edu……Triste, muito triste o que está acontecendo com o País !!!!!……Mas o que fazer numa República Bananeira ???……A Luta continua !!!

  12. Edu, você tem toda a minha solidariedade.

  13. É Dudu, na delação “lawfare” o Santanão entregou as cabeças do Apedeuta e do Poste na delação.
    A casa que ja tinha caído afundou ainda mais.
    http://www.oantagonista.com/posts/dez-anos-de-propinas-para-lula-e-dilma

    Continua esperneando ainda mais pra ver se o Moro ou outro juiz manda fazer mais alguma coisa pra você ter outros 10 minutos de fama na mídia .

    • Se nem os poderes de Estado conseguem me calar não será um bandidinho anônimo como você que terá mais sucesso

      • E alguém está preocupado em calá-lo ? Ao contrário Eduardo, queremos mais que você continue a falar , a escrever , para que não percamos nosso divertimento diário com suas patetices. Até os blogueiros de esquerda sabem o quanto carente de atenção é . Miguel do Rosário disse que você é um sujeito ingênuo, quase um bobalhão . Não pare Edu, não pare de escrever e de nos divertir !

  14. Querido Edu, estamos com você. E se necessitar de lançar uma campanha de arrecadação de fundos conte comigo. Dentro das minhas parcas possibilidades contribuirei. No mais, somos animais políticos e, por isso, solidários. Um ataque injusto a qualquer ser humano atinge a todos os demais. Conte conosco, irmão. Um caloroso e forte abraço.

  15. Nada do que esse juiz faz tem sentido. Pelo que entendo, sentido jurídico não tem. Puro abuso de poder. Meu total apoio a você, Eduardo.

  16. É de pasmar!

    Você, Edu, tratado como inimigo do estado, enquanto pulhas a serviço da CIA, que deveriam responder por traição, entregam a pátria na “xêpa” por migalhas!

    Espero que desta feita, e não há de rolar vinte anos, quando conseguirmos sair deste regime de exceção, não aconteça uma anistia “ampla geral e irrestrita”, para torturados e torturadores. Desta vez, não podemos nos contentar só com a soltura dos presos políticos. Traidores e torturadores tem que ir pro “paredón”!

  17. Você está sendo intimidado, perseguido e criminalizado por seu posicionamento político- ideológico. Reza que a Constituição Federal Brasileira estabelece a liberdade de expressão como uma garantia individual de qualquer cidadão brasileiro. Incomodados com as suas criticas bem fundamentadas, estão tentando encaixar a marteladas algum delito que fuja ao que diz a Constituição. Acontece que o Eduguim representa um universo de companheiros dispostos a defende-lo incondicionalmente.

  18. Estamos acompanhando tua.luta e .nos.solidarizamos com esse combate ao fascismo do.juiz Moro

  19. Eduardo, manifesto todo meu apoio a você. O que setores da PF estão tentando fazer é intimidação pura e simples à revelia da Lei.
    Você é imprescindível, e lutarei ao seu lado pela justiça e pela democracia.
    Não vão nos calar.
    E assustar nossos paerentes é parte da covardia desses canalhas concursados.

  20. Caro Edu,
    Minha total solidariedade!
    Entendo que você foi escolhido pelo staff do Estado de exceção para servir de exemplo: eles não podem perseguir jornalistas diplomados sob pena de serem vistos como censores pelo mundo do jornalismo internacional.

    O que incomodou Moro não foi a “ameaça” que diz ter recebido mas o fato de tê-lo qualificado como psicopata, o que realmente é. Passar por cima das leis, para eles, hoje, não faz diferença assim como não fez na Idade Média.

    Lá fora somos vistos como um país sem Lei, onde cidadãos não podem se defender das garras de uma parcela da justiça comprometida com o golpe. STF inteiro incluído.

    Resista! Se calar, terá feito o jogo dos golpistas. Sua resistência é a força que move parte crescente da sociedade no sentido de começar a virada. Não vamos concordar com arbitrariedades nem com a força desproporcional que Moro e seus concursados pretendem impor.

  21. Total apoio ao Eduardo Guimarães. Força irmão. Muitos estão ao seu lado, você não está sozinho nessa!

  22. Força irmão! Todo apoio ao Eduardo Guimarães.

    As pessoas de bom coração e justão estão ao seu lado. Sei que terá apoio do povo no que precisar!

  23. Força Edu!

  24. Eu imagino quanto dói ser perseguido assim, Edu!
    Receba o meu abraço solidário, eu o apoio na sua luta pela justiça!

  25. Nossa solidariedade neste momento Eduardo. Voltamos aos tempos obscuros da ditadura. Agora a ditadura judicial.

  26. Edu, eu imagino o que vc está passando, por conta de tanto arbítrio e injustiça.
    Receba a minha solidariedade e um grande abraço!

  27. É desanimador….Tantos quilos de cocaína num helicóptero E NINGUÉM ESTÁ PRESO! E um cidadão trabalhador e honesto como você sofrendo essa perseguição. Não atacam suas idéias (não têm capacidade para isso) e atacam a pessoa. Mas eles não sabem que pessoas como você possuem uma fibra que te dá força para seguir lutando contra todas as injustiças que assolam este país.

    O pessoal da república de Curitiba não entende isso. Não possuem cérebro para tanto, parecem títeres seguindo script escrito por outros.

    Força Edu! Estamos com você!

  28. Caro Eduardo, tem toda minha solidariedade e respeito. O Brasil precisa, mais do que nunca nesse triste momento da história, de gente como você. Um grande abraço.

  29. Prezado Eduardo, você tem meu total apoio e admiração. A gente sabe que o reinado desse psicopata um dia acaba. Ele está aproveitando os 15 minutos de glória que recebeu de presente. Já já vai para o lixo.

  30. Até quando suportaremos esse estado de exceção?

  31. Olá, Edu!
    Grande injustiça essa perseguição que você está sofrendo… A República de Curitiba quer se impor sobre os direitos básicos assegurados pela Constituição.
    Continuaremos lendo seus textos, acompanhando suas reflexões e sobretudo, apoiando sua caminhada.
    Estamos juntos, Edu!
    Abraço.

  32. Edu, não esmoreça. Nem a justiça e seus atores merecem credibilidade atualmente neste país. Estamos numa batalha desigual- eles tem o poder e o nosso lado a Inteligência. E por aí que temos de seguir. Sinto orgulho de ver a Dilma resistindo, de país em país desmentindo a farsa do golpe. Uma guerreira aos 60. Lula aos 70. Estamos juntos. O nosso lado é de gente seria, solidária e honesta. Eles são via. Não deixe isso te abalar. E à luta sempre!

  33. Sinto vergonha alheia por você, Eduardo Gimarães!

  34. Edu, quero que saibas que tens toda minha solidariedade nessa luta contra esse projeto de Hitler travestido de juiz. Tirano que usa a estrutura do estado para perseguir adversários políticos. Não passará.

  35. Tenha toda minha solidariedade, Eduardo!
    Ainda vai demorar um pouco para os brasileiros entender o “cavalo de Tróia” que essa lava jato esconde. São740 mil desempregados. Um prejuízo social sem tamanho.

  36. Eduardo, total apoio a você.

  37. juntos sempre!!!

    a luta é até a vitória!

  38. Força Eduardo Guimarães.
    Sinta-se apoiado pela parcela consciente da nação brasileira, esta que vem sendo castigada pelas injustiças desse fascista de toga, o tal do Moro psicopata.

  39. Meu caro companheiro Eduardo Guimarães, conte com meu total apoio. Para mim, este elemento que se diz juiz, na realidade é um doente. Ele deveria ser internado em um hospital psiquiátrico.

  40. Grande Eduardo, você tem uma coragem que eu invejo. Tem toda a minha admiração e respeito. Um grande abraço.

  41. Todo apoio ao Eduardo Guimarães contra o lawfare e a perseguição judiciária-política do juiz fascista Sérgio Moro, da PF e outras forças ligadas à lava jato; apoio também aos demais perseguidos. Pela liberdade de imprensa de quem questiona e critica moro. Se até Deus pode ser questionado e criticado porque o Moro não pode?

  42. Parabéns por sua coragem e garra, Edu. Receba meu apoio e solidariedade.
    Torço por sua vitoria.

  43. Lembre-se de que as árvores frutíferas são as que mais levam pedradas e quanto mais carregadas de frutos, mais pedras são arremessadas. Muitas vezes os apedrejadores visam machucar as árvores, quebrar seus galhos, derrubar até os frutos verdes para impossibilitar que outros se beneficiem deles. Você tem meu respeito e minha admiração. Força, Eduardo!

  44. Querido Eduardo Guimarães, lhe conheci pessoalmente na manifestação que fez em frente da Folha de São Paulo, já acompanhava pelo blogue, e fiquei impressionada com sua dedicação e preocupação com os rumos que o Brasil poderia tomar com a imprensa cada dia mais parcial. Bom chegamos infelizmente onde temíamos e você continua na LUTA e agora muito mais pesada pois além da imprensa uma luta com um juiz parcial. Parece um pesadelo mais é a realidade, sua grandeza, dignidade, caráter, cidadao conseguiu incomodar os que “se julgam e julgam”.
    Estou confiante que sairá vencedor está bem assessorado juridicamente e tem a nós que estamos prontos para lhe apoiar.
    Até sempre!

  45. Que vergonha, Brasil, um juiz como o Sérgio Moro em pleno século XXI! Só um Estado fraco, covarde, falacioso faz uso de táticas de Lawfare para eliminar o adversário político. Mas resistiremos e lutaremos para salvar o Estado Democrático de Direito.
    Estamos com você, Eduardo!

  46. Eduardo, siga com seu blog , se o Sergio Moro não tem competência ou discernimento para entender o português, o problema é apenas dele !!
    Força !! você tem amigos, e Sergio Moro tem apenas um cordão de puxa-sacos !!!

  47. Força Edú. É muito difícil fazer jornalismo em ,um país que vive sob o regime de excessão.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.