Tijolaço: turma dos 20 centavos não deu mais as caras

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

tijolaço

 

A turma dos “20 centavos” não deu as caras no aumento dos ônibus

Por Fernando Brito, no Tijolaço

Das 27 capitais brasileiras, 14 já fizeram reajustes no preço das passagens dos ônibus urbanos.

Todas elas, acima da inflação medida nos últimos 12 meses, 6,29%.

O levantamento, feito pelo site Poder360, mostra aumentos que vão de 6,5% (em João Pessoa) a 25%, no Distrito Federal, só leva em conta os aumentos do transporte rodoviário, exceto em São Paulo, onde é registrado o aumento de 14,8% no bilhete de integração.

O reajuste de mais de 13% na tarifa dos trens do Rio de Janeiro não está na lista.

Também ainda não está o aumento que passou a vigorar hoje em Curitiba, de 15%, com o aumento de R$ 3,70 para R$ 4,25 na tarifa.

Não se registraram os protestos dos “jornadeiros” de 2013, que simbolizaram o início da crise política com seu “não são apenas 20 centavos”.

Realmente, não eram apenas 20 centavos.

Tags: , , , , , ,

18 Comentário

  1. O que desencadeou a guerra contra a Dilma e destampou o inferno foi o tiro com bala de borracha que a polícia deu numa jornalista da Folha de São Paulo, de rostinho angelical, numa esquina da Consolação. Por sorte ela não ficou cega.

    A partir dali, a imprensa, que já travava uma guerra contra Dilma desde que Lula a lançou como candidata, conseguiu um aliado que jamais havia saído às ruas antes: o “cidadão de bem”, conservador e tucano.

    Esse pessoal curtiu ficar nas ruas e foi crescendo na internet. O MPL foi achando que estava recebendo o carinho e o apoio do cidadão de bem.

    Foi quando os nazistas começaram a se infiltrar para espancar militantes de esquerda, que agora já estavam sentindo um cheiro estranho, pressentiam que o alvo era a Dilma. Interessante é que ninguém pegava black blocks: a polícia do SANTO chegava tarde, os nazistas não entravam em conflito com os mascarados fascistas. Apenas os militantes de esquerda apanhavam.

    Capas de revistas elogiando mascarados surgiram em veículos de esquerda e de direita É neste exato momento que o PSDB e o DEM enxergam uma oportunidade de investir, literalmente, em jovens que tinham o ímpeto revolucionário de lutar contra a Dilma. Os movimentos meio fragmentados, em fase embrionária nas redes sociais, crescem e se organizam a partir daí.

    A direita toma, sozinha, as ruas em 2014 e esmaga o PT de vez em 2015. Tucanos, demos, Força Sindical, militaristas, seguidores do Lobão, leitores do PIG… A direita era uma massa uniforme, com pouca diferença entre os grupos. MBL, Revoltados Online, Vem Pra Rua triunfam. Celebridades ultraconservadoras fazem vlogs e escrevem livros.

    O MPL já havia saído de mansinho no fim de 2013.

    Não acredito na tese de esquerdistas muito antigos de que o MPL era patrocinado pela CIA. Não fosse o tiro que a repórter da Folha tomou, a polícia teria aniquilado o MPL naquele dia mesmo (se não me engano no terceiro ou quarto protesto). Alguns jornalistas mais perspicazes perguntaram aos dois líderes do grupo, um rapaz que é professor de história formado ela USP e uma garçonete, se eles não perceberam que a direita os usou para alcançar o objetivo de derrubar a Dilma.

    Eu me lembro que o Eduardo era um dos poucos que perceberam o embuste logo no começo.

    • Tendo a concordar com a “tese de esquerdistas muito antigos”…
      Se o MPL não fazia o jogo da direita de forma consciente, foi levado por ela a jogar da forma como queriam, no velho e conhecido esquema do “inocente/idiota útil”.
      E fica a pergunta: onde estão eles agora, com esses aumentos tarifários?
      No mínimo estranho.

      • No mínimo

      • Ops, esquerdistas mais velhos, eu quis dizer, a velha guarda que viveu a ditadura militar, e que tende a falar da CIA com frequência rsrs.

        A CIA não ia investir num movimento infantil, mas o Moro vai receber treinamento um ano depois para começar a Lava Jato, também um efeito das marchas fascistas.

        O PSDB, o DEM e a Fundação Lemann sim, agiram rapidamente, investindo na molecada playboy que aparecia na Veja de máscaras.

        No DCM uma das líderes fascistas da época, que depois foi jogada para escanteio, agora explica como é a distribuição de dinheiro para esses caras e como eles foram rapidamente cooptados pelos partidos, virando políticos profissionais, colunistas e vlogueiros.

        Quem não se lembra do Fernando Holiday, que o Eduardo mostrou aqui com um vídeo produzido por cineastas e hoje é vereador pelo DEM?

        O MPL sumiu de vergonha. Eu conheci alguns incautos desse movimento, que estudaram comigo no começo dos anos 2000, no ABC paulista, e que participaram das marchas fascistas achando que aquilo era uma revolução.

        Eu disse para os caras uma vez num grupo de e-mail: vocês são tão burros, que estão acabando com a democracia. Eles respondia que a Dilma era fascista e que não havia democracia. Muitos deles depois saíram às ruas em 2015 e 16 em atos da CUT.

        Nenhum deles vai admitir que ajudou a fortalecer o fascismo.

        Garanto que aqueles dois jovens que apareceram no Roda Viva como ídolos (da direita) não estejam ricos nem mexendo com política mais. É preciso procurar, daria uma pesquisa ou matéria interessante.

        Sobre a CIA, o Julian Assange do Wikileaks disse que o Temer e o Serra foram consultados sim sobre o pre sal, e isso foi agora, já depois do golpe.

        • Vc esquece um pequeno detalhe, a escalada da violência começou da parte dos manifestantes na 1a passeata. Lembra do PM gordinho que tomou umas porradas na cabeça e ficou todo ensanguentado? Foi a deixa para a PM paulista, que não prima pela observância dos valores democráticos partisse para a retaliação na 2a manifestação. Na mesma época estava havendo agitação na Turquia e na Ucrânia, insuflada pela CIA nos 2 países. A verdade é que aquele bando de playboys calhordas foram manipulados sim, e até hoje não vi nenhum deles fazer uma mea culpa.

          • A primeira manifestação foi na frente da prefeitura com 50 estudantes, sem muito destaque. Eles se amarraram por lá, e houve truculência da guarda municipal. Eles fizeram mais uma com poucos estudantes, e a PM entrou no meio. O movimento foi aumentando com MPL de outros lugares.

            O policial que tomou essa cacetada, se não me engano, tomou no mesmo dia do balaço que a jornalista da Folha ou depois.

            Na verdade os coxinhas começam a sair às ruas contra a PM por causa da menina da Folha. Sem essa imagem, não teria acontecido nada do que aconteceu.

            A CIA sempre sondou a Dilma, por causa do pré sal. Mas nem ela, a CIA, poderia saber que um grupinho mequetrefe de garotos poderia causar o que causou. Se eles estavam de olho, deveriam estar conversando com gente grande, como o PSDB, o judiciário que temos, preparando a próxima campanha. A popularidade da Dilma era altíssima e havia pleno emprego. Se fossem investir num golpe, teriam que repetir o esquema de 64, com os militares.

            Como tem dito as moças que participaram do movimento, mas que todos já sabiam, era que havia uma grana alta rolando nos grupos. Mas isso bem depois. Aí sim entrava dinheiro de fora.

            O MPL morreu foi de vergonha. Dizer que a CIA os comprou é dar muita importância para esses bostinhas.

            Aquele moleque que deu entrevista no Roda Viva provavelmente deve ter se matado. Agora, se estiver nos EUA vou começar a acreditar na velha guarda da esquerda kkkkk

          • Olha aí notícia sobre eles.

            Aquele moleque, o tal de Lucas Monteiro (vulgo: LEGUME), era um ser asqueroso, nojento. Acho que nem com relação a alguém da direita eu tive tanto nojo quanto daquele cara. Era um completo alienado, apesar de ser muito articulado.

            Dei um Google: hoje ele é professor numa escola privada no bairro do Paraíso em São Paulo, na época era professor do Estado.

            Foi completamente esquecido e não dá mais entrevistas.

            A menina falou nessa matéria. E a Sininho, do Rio de Janeiro, responde a vários processos na justiça.

            Eram seres repugnantes.

            https://www.vice.com/pt_br/article/o-mpl-acabou

          • Este site fez um estudo interessante ao dividir o movimento duas partes: do primeiro ao quarto ato, a molecada do MPL
            https://www.vice.com/pt_br/article/os-protestos-de-sp-em-7-atos-parte-1

            A partir do quinto ato, a turma da direita, que viria a ser o MBL, que roubou o movimento e a sigla, fazendo o trocadilho com MPL e criando o MBL muito usado pelas forças deram o golpe de estado: era a serpente do fascismo botando seu ovo na praça, hoje ta ai Moras ministro do STF, rapido ne

            https://www.vice.com/pt_br/article/os-protestos-de-sp-em-7-atos-parte2

          • Não esqueçam que a Sininho é miltante de esquerda.

      • todos os atos do MPL..
        Mas o divisor de aguas foi o quinto ato….foi quando a turma que viria a ser o MBL e assemelhados deu as caras devidamente autorizados e incentivsdos pela midia e aparelho policial do Estado mirando Dilma e o campo progressista devidamente expulsos das ruas….hoje ja percebem as perdas de direitos mas tem medo de voltar as ruas….estao debaixo da saia de mami e papi….sabem que podem amargar anos de cadeia ja que fizeram o que tinham que fazer ou seja serem patos da Fiesp quando achavam que estavam arrasando sob holofotes fa globo

        https://www.vice.com/pt_br/search?all=true&model=articles&q=%20ato%20mpl

    • Concordo contigo cara, eu mesmo demorei para perceber que as jornadas de junho era golpista, porém, eu ainda acho que teve mão da CIA nestes protestos, porque eles começaram exatamente 1 mês depois da visita de Joe Biden (vice presidente dos EUA) ao Brasil, supostamente para renegociar a partilha do pré-sal, porém, a Dilma bateu firme e disse não, e antes de Biden, os EUA já tinham mandado vários emissários para conversar com a Dilma para renegociar a partilha do pré-sal e ela bateu firme e disse não para todos e ela mal sabia que o encontro com o Joe Biden foi o ultimato e deu no que deu!

  2. Tempos atras assisti a um video do site Vice. Era sobre o quinto ato do MPL. Aparece o Datena na duvida: damos ou nao damos apoio, perguntava Datena. Na verdade midia e oposicao a Dilma, apos crticas iniciais como a do Arnaldo Jabor, ja havia percebido que aquilo era uma oportunidade de ouro para derrubar Dilma. Entao foi no quinto ato que a direita saiu da tumba para tomar as ruas apoiada pela midia…
    policia etc. Foi ali o ultimo ato conjunto entre MPL e a truma que tomou ate o nome MPL para transforma lo em MBL

    Dias atras eu dentro de um onibus fiquei observado uma jovem que nas jornadas de 2013 era muito corajosa ate mesmo pq podia pintar e bordar autorizados pela midia e policia tucana…pois a vi reclamando das perdas de direitos com o golpe…mas a vi muito desanimada e nem um pouco disposta a enfrentar uma “policia nao autorizada” que na naquela epoca dava lhes protecao para os atos black block

    Achei pelo menos ate o setimo ato do Mpl quando ja estavam isolados da direita. O do 5 ato nao achei. Me ajudem a licaliza lo

    https://www.vice.com/pt_br/search?q=%20ato%20mpl

  3. Achei o video do quinto ato. Veja a duvida do Datena se apoia ou nao o ato…a Globo ja havia resolvido apoiar depois da ira inicial de Arnaldo Jabor…salvem este video…ele mostra a serpente do fascismo botando seu ovo na praça

    https://www.vice.com/pt_br/article/os-protestos-de-sp-em-7-atos-parte2

    • Eu até fiquei empolgado para ver os vídeos, mas só de lembrar o que eu sofri na época, eu desisto.

      Se algum coxinha tivesse sido assassinado numa confusão (uma loira dos Jardins, por exemplo), ou se a Dilma em pessoa tivesse sido agredida quando invadiram o Planalto e tivessem colocado fogo lá (já com a direita totalmente organizada, só ela, nas ruas junto com os black blocks) os militares iam tomar o poder.

      A situação estava saindo ao controle, porque logo depois do tiro contra a moça da Folha, a PM percebeu que o eleitor do Alckmin estava nas ruas e o negócio era liberar geral. Já estavam acontecendo saques em lojas perto dos protestos e arrastões em outros cantos. O clima quase chegou a virar Espírito Santo.

      Esse eleitor do Alckmin não chegava a se incomodar com a quebradeira, porque claramente o foco era a Dilma. Notaram que se as ruas estivessem cheias, a insatisfação era contra o PT.

      Só no Brasil um povo sai às ruas em plena democracia. Como a direita nunca se mexeu e nunca sentiu o poder das ruas, naquele gancho (que para mim foi a bala na reporter e não o apoio ao MBL), eles curtiram e ficaram.

      Uma outra coisa: os black blocks sim eram infiltrados. Poucos foram os imbecis sem eira nem beira que entraram nessa e foram presos. Se alguém conspirou ali (CIA, militares, partidos de direita), com certeza foi para colocar aqueles caras na linha de frente. O MPL já estava na casa dos avós, cagando e comendo sucrilhos e os mascarados invadindo agências de carros de luxo nos jardins na frente da polícia…

      • Em Goiânia,último ato dos “revolucionários autorizados pelo sistema” ocorreu quando Dilma ainda não havia sido deposta. De forma veloz um pequeno grupo de jovens, uns 30, quebraram e depredaram vários terminais no Eixo Anhanguera, o mais movimentado de Goiânia. Pude ver pessoalmente os caixas e guaritas aos pedaços, no chão. A PM fez de conta que não viu. Como o mote era “A Culpa é da Dilma”, foi assim que a população viu,. Agora quando há aumentos de passagens de ônibus eles não aparecem nem que a vaca tussa: estão todos debaixo da saia da mami…não são bobos para irem a um ato não autorizado pela policia e pela imprensa.

        Não sei o que deveria sentir, mas prá ser sincero, sinto muita piedade quando vejo os outrora corajosos “revolucionários” reclamando das perdas dos direitos sociais. Parece-me que no Egito também aconteceu isso…e nos demais paises que foram palco das tais “primavera” do deus-mercado…sim, o tempo mostrará que as tais forças ocultas sabem mexer com no tabuleiro: o dono da Ambev acabou de levar Moro para palestrar nos EUA…o Moraes pode virar ministro sinistro do STF….repito: devo ter que sentimento por esses “revolucionários autorizados” heim…

  4. Dançando Fora Dilma – OFICIAL

    https://www.youtube.com/watch?v=hXbxvx1NNvw

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.