Lula quer que o Brasil “volte a sonhar”

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

lula-capa

Após uma semana terrível para o ex-presidente Lula, alvo de um ataque político dissimulado do MPF, pensei que ele adiaria reunião que havíamos agendado na semana passada. Foi uma surpresa, portanto, ter sido recebido por ele na sexta-feira (16).

Cheguei ao Instituto Lula precisamente às 16 horas, como havíamos agendado. Porém, o presidente ainda não havia chegado. Atrasou-se uns 20 minutos. Nesse meio tempo, fiquei conversando com o Frei Chico, irmão mais velho de Lula, e com o petista histórico Paulo Frateschi

 

lula-frei-chico

Frei Chico estava preocupado com a demora do irmão porque, se ele demorasse muito, iria “perder o ônibus”… Frei Chico é uma pessoa tão simples, meu Deus. Lula jamais usou seu cargo para enriquecer a família. Vejo essas coisas e me revolto com o que estão fazendo com o ex-presidente.

Enfim, por volta das 16:20 hs. chega Lula, leva-me à sua sala, mas a conversa demora um pouco a começar porque recebe ligação do prefeito Fernando Haddad.

Após dois minutos, começamos a conversar sobre a conjuntura. Não posso cometer indiscrições, já que não pedi autorização para divulgar o teor da conversa, mas posso revelar que ele se sente tranquilo – e aparenta tranquilidade.

Pergunto se não tem medo das arbitrariedades da Lava Jato, da sanha persecutória dos fanáticos de Curitiba, mas ele me responde perguntando se eu tive medo de representar contra Sergio Moro por abuso de poder. Respondo que não porque tenho vida limpa e o presidente responde que não está preocupado pela mesma razão que eu não me preocupei em fazer o que achei que deveria.

Lula me pergunta por que saí candidato a vereador pelo PC do B – intuo que quis saber por que não me candidatei pelo PT – e respondo que foi por que esse partido me convidou. Ele parece se satisfazer com a resposta.

Toca o telefone. É Rui falcão, presidente do PT. Enquanto o presidente conversa com o correligionário, aproveito para filmar seu escritório no Instituto que leva seu nome.

Claudia, a secretária de Lula, está preocupada com o bem estar dele:

— Ele não comeu nada o dia inteiro, ficou em uma gravação aqui perto…

Oferece café, lanche, mas Lula não aceita nada. Parece estar com vontade de conversar. Lula gosta de conversar. Ele se entrega às conversas. Usa sempre um tom confessional que estabelece forte empatia com o interlocutor.

Confesso que, apesar de ter estado tantas vezes com Lula, ainda não me acostumei a conversar com uma lenda viva. Mas ele parece não se dar conta da própria importância. Parece não entender o efeito que causa nas pessoas.

Não houve político que desafiou tanto os poderes constituídos, que foi tão odiado pelos ricos e amado pelos pobres e que, debaixo da maior campanha de destruição já movida contra um homem público, mantém-se tão sereno, tão confiante.

Ele pede à secretária que nos fotografe. Pede várias fotos, não fica satisfeito com nenhuma.

lula-eu-1

lula-eu-1

lula-eu-3Faz várias confissões sobre suas opiniões políticas. Parece saber que eu as guardaria para mim, apesar não sermos exatamente íntimos. Fico imaginando que ele olha para o sujeito e sabe se pode ou não confiar nele…

Diante de sua serenidade, apesr dos riscos que corre, arrisco pedir que me ajude a ter esperança em que as coisas podem melhorar. Ele não pensa para responder; diz que o brasileiro precisa voltar a sonhar. Pergunto com que, ele diz que com qualquer coisa. O brasileiro precisa saber o que deseja.

Concordamos que as pessoas estão iradas, indispostas com a vida, zangadas. E a receita dele é a de que precisam voltar a sonhar, almejar, ter esperança.

Com que, insisto.

Lula acha que as pessoas precisam acreditar que podem dar novo salto, como ocorreu durante o seu governo. Hoje, venderam ao povo brasileiro que ele não pode melhorar de vida, que o Brasil está mal porque Lula piorou a vida do povo.

A receita me parece tão simples. Bingo!

Mas as pessoas não estão dispostas a acreditar. Chega a parecer que estão gostando de acreditar na lorota da mídia de que a vida só piorou de dois anos para cá porque melhorou durante onze anos ininterruptos…

É uma loucura ou não é?

Lula não pode ser destruído. Destruir Lula é destruir o povo brasileiro, é destruir a esperança, é destruir a fé, é destruir o sonhar. Voltarei a ouvir Lula, a beber dessa fonte de coragem, de sabedoria popular, de fé, de esperança.

Precisamos ouvir mais Lula e menos Globos, Folhas, Vejas e Estadões. Se fizermos isso, driblar as vicissitudes da vida, as barreiras que os ricos nos impõem parecerá quase uma brincadeira de criança, muito fácil.

Lula gostou de saber que sou candidato a vereador de São Paulo. Ele acha que as pessoas devem entrar na política para fazer em vez de só ficarem criticando. Por conta disso, não hesitou em gravar vídeo pedindo que as pessoas votem em mim.

Espero voltar a estar com Lula bem rápido, antes que se dissipe a energia que ele me inoculou.

Tags: , ,

124 Comentário

  1. Lula é extraordinário!!!!!!!!!!!! Mas talvez as pessoas precisem aprender que o que os barões da mídia dizem não é a acepção da Verdade. Aliás, precisam começar compreendendo que quem fala pela mídia É PATRÃO, não são seus parceiros e aliados. São seus adversários, que desejam um projeto de país no qual o povo perderá, será explorado, oprimido e colocado na miséria. E com toda a admiração que tenho por Lula, mesmo sabendo que só ele pode reverter o avanço conservador, preciso dizer que faltou a ele, e também a Dilma, democratizar a mídia para que outras vozes pudessem dizer essa verdade ao povo, quebrando o monopólio das comunicações.

  2. DIREITO, CIDADANIA, DEMOCRACIA

    ABERTURA

    Anita Novinsky, professora internacionalmente conhecida por suas pesquisas sobre a Inquisição nos séculos XVI a XIX, escreve: “entender o sentido profundo de um processo, o que é verdade e o que é forjado, se a confissão é falsa ou verdadeira, se o réu cometeu o crime ou se foi queimado inocentemente, é muito difícil, em consequência da estrutura inquisitorial corrupta e repressiva” (Inquisição: Prisioneiros do Brasil, Perspectiva, 2009).
    A Operação Lava Jato, cinco séculos depois, em muito se iguala e repete a Inquisição. Primeiro pela origem e instrumentação estrangeira, depois pelo medo que infunde, outrora pelas cerimônias públicas e festivas dos autos-de-fé, hoje pelos prêmios e aparições na mídia, e ainda, nas palavras da professora Novinsky, lá “responsável pelo bloqueio do desenvolvimento da uma burguesia portuguesa. O comércio nacional passou a ser exercido por estrangeiros”. Aqui, coloque-se a engenharia nacional, a pesquisa nuclear e a produção de petróleo, sempre com empresas e tecnologia brasileira, e temos a Lava Jato impondo as empresas estrangeiras.
    Pode surpreender a ausência de freios tanto aos desmandos do século XVI quanto aos do século XXI. Antes era a toda poderosa Igreja, agora o Departamento de Estado da nação mais rica e fortemente armada do planeta.

    REFLEXÕES

    Os pronunciamentos da recém empossada Ministra Presidenta do Supremo Tribunal Federal (STF) e de seu colega no STF, capa de uma revista semanal de escândalos, sobre a função da justiça – “batendo palma para doido dançar”, colocam para todos nós as questões relevantes do papel dos operadores do direito e da cidadania. Esta última especialmente destacada na alocução da Ministra Cármen Lúcia.
    Começo tentando dar mais precisão ao que entenderemos por direito e como identificar um cidadão num contexto democrático.
    O direito é uma ratio ou uma volutas, isto é, decorre de um equilíbrio social ou de um arbítrio, uma vontade, ainda que coletiva? Será este equilíbrio erigido de casos particulares, individualizados ou acumulados? Como poderá acolher modificação condizente com a dinâmica da sociedade? E como adotar estas normas resguardando a soberania da sociedade e sua convivência democrática?
    Estas questões estão na compreensão do próprio direito e delas derivarão o modo de operá-lo. Embora num contexto jurídico bem diverso do brasileiro, Lawrence Friedman, em trabalhos das últimas três décadas, nos traz relevantes reflexões que passarei a comentar.
    Inicialmente, desde 1980 o mundo passa a ser rápida e amplamente dominado pelo sistema financeiro internacional, a banca. Nos Estados Unidos da América (EUA), para onde Friedman dedica sua atenção, todos governos após Ronald Reagan se submetem aos interesses da banca. É uma realidade que também nos atinge e que modifica referenciais e metodologias de análise até então adotadas. A literatura pós 1990 nos afigura, assim, bem mais adequada à análise das questões atuais.
    A desconfiança do Estado, em face dos interesses individuais, havia conduzido os EUA à descentralização normativa que, ainda hoje, embora bem menor, existe naquele país, diferentemente do Brasil. Podemos chamar do princípio federativo que não vingou aqui. Vários sociólogos, historiadores e pensadores contemporâneos atribuem a esta “norma particular” uma das razões do grande desenvolvimento norteamericano desde o século XIX até meados do século XX. E imputam ao questionamento, quando não à própria derrocada, da lei estadual pela Suprema Corte uma razão da crise dos EUA. Efetivamente, foi nos anos 1960, que aquela corte, presidida por Earl Warren, passou a adotar um rígido controle sobre as leis estaduais (judicial review). Hoje, sob a doutrina globalizante, do interesse da banca, esta interferência se verifica ampla e crescente. O recente plebiscito que aprovou a saída do Reino Unido da União Europeia pode ser examinado sob esta mesma ótica.
    Estabeleceremos, como preliminar, que é característica da volutas sua delimitação ao ambiente social mais homogêneo. No limite, no caso brasileiro, teríamos o empoderamento da constituição municipal, tratando de todas as questões que afetam diretamente os munícipes, não só no âmbito civil como no penal e outras áreas do direito público.
    Ainda neste contexto, é bastante significativo que o jurista português António Manuel Hespanha (O Caleidoscópio do Direito, Almedina, 2ª edição, 2014) coloque a questão do custo-benefício na aplicação da norma, o que faria escapar da ação coercitiva do Estado situações de “meras desvantagens”, pelo aparato necessário à efetiva presença da justiça.
    Mas tais reflexões eu não pude perceber nem na crítica do Ministro nem na peroração de amor ao processo da Presidenta.
    Não estou advogando qualquer modelo, mas diante da crise institucional que vive o Brasil e da enorme fraude que corre as nações contra um pretexto terrorismo, creio que nossas maiores autoridades judiciárias fariam bem em desembarcar do debate político partidário para se concentrarem nas questões de fundo jurídico institucional.
    Vejamos a verdadeiramente importantíssima construção da cidadania. Não havendo cidadãos fica impossível termos normas e instituições efetivamente democráticas, no sentido da escolhidas por pessoas livres e conscientes.
    Para as reflexões sobre a construção da cidadania, me valho das recentes e notáveis contribuições dos filósofos Nancy Fraser, norteamericana, Axel Honneth, alemão, e Charles Taylor, canadense.
    O primeiro e basilar princípio é a independência econômica para sobrevivência. Há, sob diversas modalidades e designações, esta renda mínima que permite a qualquer pessoa viver independente de outra. Aqui no Brasil, esta condição tomou o nome de Bolsa Família que tem sido criticada, apresentada com deformações, pelos interessados na manutenção da escravidão neocolonial. Esta condição se completa com a assistência à saúde que o Sistema Único de Saúde (SUS) tem perfeita condição de atender. É preciso deixar claro que apenas o Estado é capaz de manter estes programas. O mercado, pela simples exigência do lucro, inviabilizaria qualquer tentativa, principalmente numa economia dependente, como a brasileira.
    A segunda condição para cidadania é do reconhecimento. Basilar nesta construção é o sistema educacional. Mais uma vez, apenas o Estado pode oferecer um ensino laico e independente de ganho financeiro, ocupando-se em proporcionar universal e integral educação. Junto a esta educação está o reconhecimento das diversidades de toda sorte: sexuais, étnicas, culturais, ideológicas, como as religiosas, etc. As diversas Secretarias e Ministérios que o golpista governo atual extinguiu bem mostra sua oposição à construção da cidadania no Brasil.
    O terceiro elemento é político. Significa dar voz a todas as comunidades, a toda diversidade e ideias surgidas ou desenvolvidas no País. A empresa pública de comunicação tem este objetivo, daí ser sua virtual extinção um dos projetos dos atuais dirigentes. Deixar a comunicação social em mãos unicamente privadas significa a propaganda permanente de um único interesse, de uma única ideologia. Cass Sunstein (Republic.com, Princeton University Press, 2001) adverte para o perigo da comunicação privada ao relatar os problemas do Committe on the Public Interest Obligations of Digital Television Broadcasters: “objeto de um contínuo lobbying, intenso, violento e bem preparado para, invocando a Primeira Emenda, considerar inconstitucional toda e qualquer obrigação de interesse público”.
    No País constituído de cidadãos, com as facilidades atuais dos sistemas de informação digital, bastaria sua permanente convocação para aprovar ou rever as normas, os procedimentos e as instituições que as aplicariam. Pode não ser suficiente, mas afastaria um problema desta “democracia” meramente legitimadora dos interesses dos poderosos, nacionais e estrangeiros, que chama o povo para escolher o que nem bem entende, sob pesada campanha publicitária.

    CONCLUSÃO

    Haverá espaço para um progresso democrático ou, como ocorreu com a burguesia francesa do século XVIII, enfrentaremos uma insurreição, talvez um terror. Quanto mais portas se fecharem, quanto mais repressão for aplicada tanto mais violenta pode ser a resposta. Concluo com Norberto Elias (O Processo Civilizador, vol. 1, Zahar, 1993) “Houve certo número de grupos claramente identificáveis de classe média que resistiram até o fim a qualquer tentativa de reforma e cuja existência, na verdade, estava ligada à preservação do ancien règime na sua forma original. Esses grupos incluíam a maioria dos altos administradores, a noblesse de robe, cujos cargos eram propriedade de família, no mesmo sentido em que uma fábrica ou empresa é hoje propriedade hereditária. Incluíam também as guildas de ofícios e, em bom número, os financistas. E se a reforma fracassou na França, se as disparidades da sociedade finalmente romperam de forma violenta o tecido da estrutura institucional do ancien règime, grande parte da responsabilidade coube à oposição desses grupos de classe média”.

    Pedro Augusto Pinho, avô, administrador aposentado

  3. Parabéns Edu,

    Conseguiu passar sua aura para todos !
    Lula é isso!!! Amplifica nossa energia,nos trás luz,claridade e
    vontade de viver e de lutar !!
    Vá em frente !!!
    Torcendo por você.
    Abs.
    Marta Balieiro.

  4. Eduardo, fala para o Lula pedir asilo político enquanto dá tempo, pois os golpistas vão prender o Lula nas vésperas das eleições para acabar de enterra o PT.

    • Colega, se você leu (acredito que sim) o artigo, sabe que o Lula não vai fugir. Esse espetacular e admirável pau-de-arara dá a cara para bater desde a década de 70, não é agora que vai fugir da raia!

    • ♫ Nada disso. Lula não fez nada de que possa se envergonhar. Se o prenderem, vira herói. Se o matarem, vira mártir; e se não fizerem nem uma coisa nem outra vira presidente em 2018.

      Entrementes, fiquemos atentos para botar o país de pernas para o ar, se for confirmada uma das primeiras possibilidades.

      • Eu só estou alertando, pois na melhor das hipóteses o Lula vai ser preso nas vésperas do dia 02/10. O Lula corre o risco de ser morto. Então, é melhor que ele consiga ir para outro pa´si com sua família.

  5. POR FAVOR, ASSINE A PETIÇÃO.

    Supremo Tribunal Federal: Suspenda o Ministro Gilmar Mendes
    por proceder de modo incompatível com a honra, dignidade&

    https://secure.avaaz.org/po/petition/SENADO_FEDERAL_DO_BRASIL_Processar_o_
    Ministro_Gilmar_Mendes_por_quebra_de_decorogm/?pv=41

    SE ELE CAIR OS DEMAIS PENSARÃO DUAS VEZES ANTES DE AGIR ERRADO.

  6. Este pobre homem injustiçado e cassado pelos próprios colegas agora é exposto a execração pública por coxinhas golpistas:

    https://www.youtube.com/watch?v=MRXiKDdUDsU

  7. O Lula e o Edu nós já conhecemos pelo que eles são; Não existe melhor recomendação para votar no Eduardo.

  8. Fico imaginando se ainda dá tempo para lançar um adesivo universal do tipo: “Dê seu voto contra o golpe. Vote em … Não é de partido golpista.” Espalhando isso por todo o país para candidatos a vereadores e prefeitos.

  9. À noite, antes de dormir, acenda no Turíbulo um incenso de resina de aroma suave. Deixe essa fumaça que sobe aos céus, EMBEBER SUA PLAQUINHA DE Fora Temer, balançando o Turíbulo em direção às letras de Fora Temer. Incense bem a plaquinha ou o cartazinho.

    Toda noite faça isso. Sempre durma com sua plaquinha do lado da cama (se possível, por favor, pode dormir abraçado a nossa amada plaquinha). Ao sair, ao ir a uma passeata, ao ir ao cinema, ao viajar de ônibus, ao ir comprar carne, LEVANTE bem sua plaquinha para que todos a enxerguem. Faça todo mundo vê-la.

    Mostre vossa sabedoria, inteligência, e que se trata de alguém gênia, pois afinal você está portando a plaquinha “Fora Temer”. Não se esqueça, são os incensos dos turíbulos que nos ajudarão — nós gênios!

  10. :::
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos canalhas direitistas…
    .:.
    * 1 * 2 * 13 * 4
    *************
    .:.
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula (sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  11. ::
    :
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos canalhas direitistas…
    .:.
    * 1 * 2 * 13 * 4
    *************
    .:.
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula (sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  12. Pois é até o RA esta revoltado com as “burradas” feitas pelos procuradores, e dessa forma não vão conseguir mandar o Lula pra cadeia….

    http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/querem-mandar-lula-para-a-cadeia-como-acho-que-ele-merece-entao-trabalhem-direito-e-parem-de-fazer-bobagem/

    • O problema não é se há ou não uma “burrada”. É se há ou não provas!

      Todo ser humano, Procurador ou não, está sujeito mesmo em análises criminais, à sua visão política de mundo.

      Só que essas convicções se tornam abuso, quando usadas para suplantar ou substituir a prova fática, o material que comprove a suspeita e concatene os elos investigativos.

      Não tem que pressupor que Lula (ou qualquer outra figura) não irá para a cadeia, se não se tem a certeza Jurídica do cometimento de crime.

      Isso é torcida. Wishful Thinking, de quem acha que política é guerra entre torcidas organizadas, cada qual querendo materializar seus desejos.

  13. Edu, torço muito por você nessa disputa. Aqui no Rio fico com sua colega de partido: Jandira. Ando muito triste com toda a maldade que fizeram com Dilma e com a implacável e suja perseguição à Lula!

  14. Há meses não faço mais comentários no Cidadania e no Viomundo, únicos blogs onde expus minha raras opiniões. Mas como estamos a poucos dias das eleições municipais e apesar do voto ser secreto, quero dizer que eu e minha esposa Terezinha votaremos em você. Espero que nossos votos se somem a muitos outros e que você nos represente na Câmara Municipal de São Paulo. Boa sorte ao vereador Eduardo Guimarães.

  15. “Eu nunca me coloquei como alguém de esquerda”. Palavras de Marta Suplicy, uma das maiores traidoras do PT…
    Xiiii pessoal, quer dizer então que os petistas foram enganados por mais de 30 anos por essa mulher? hehehe!

    Segue ai toda a entrevista:
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/eleicoes-2016/2016/09/1814981-nunca-me-coloquei-como-alguem-que-e-de-esquerda-diz-marta-suplicy.shtml

  16. Edu, um pouco fora de pauta, mas assim mesmo, muito importante num post deste.
    Afinal de contas a Dilma vai ou não vai questionar o STF, se existiu crime de responsabilidade no processo contra ela?
    Pelo que sei apenas tentaram anular a sessão de impeachment no senado.

    abraço e boa campanha!!

    • Infelizmente, vai dar em nada essa petição,. Será outra que o sr. Renan Calheiros vai arquivar, como ele já mandou arquivar o pedido assinado pelos juristas Fábio Konder Comparato e Celso Bandeira de Mello e outro pedido assinado por Cláudio Fonteles com apoio de outros juristas. Estamos fudidos com esse Gilmar Mendes no stf. Agora é esperar 10 anos para nos livrarmos dele ou então 15 anos, quando ele terá 75 anos e terá que se aposentar obrigatoriamente do stf.

  17. Caro Eduardo,

    Conforme disse aqui no post anterior, O juiz Sérgio Moro aceitou a denúncia inepta contra Lula, e era mais do que evidente de que isso aconteceria. Lula, portanto, torna-se réu e com certeza será condenado por esse juiz. No momento oportuno, os advogados do ex-presidente recorrerão ao Tribunal Regional
    Federal da Quarta Região, que não revogará a decisão do magistrado paranaense, assim como tem feito em todas outras decisões oriundas daquele juiz. As consequências serão danosas para Lula, que terá mantida sua condenação em segunda Instância, ou seja, no TRF4, impedindo-o de candidatar-se a qualquer cargo eletivo, e ainda correndo o risco de ser preso. Não existe mais justiça neste país.

  18. Acabei de ler no site http://www.sul21.com.br que “moro aceita denúncia contra Lula, Maria e mais seis acusados”. Alguém tinha alguma dúvida de que juiz moro iria aceitar essa denúncia? Esse juiz que se considera Deus está desafiando o bom senso de todo mundo.

    http://www.sul21.com.br/jornal/moro-aceita-denuncia-contra-lula-marisa-e-mais-seis-acusados/

  19. Para o Brasil voltar a sonhar é mais que necessário combater e destruir a Rede Golpe de Televisão, pois é essa organização criminosa que vem emperrando o desenvolvimento do Brasil. Também é necessário criticar a volta do famigerado financiamento privado de campanhas eleitorais por parte de pessoas jurídicas, pois se isto ocorrer vai ficar mais difícil eleger pessoas honestas para o Legislativo. Considero necessário também criticar e mostrar as relações de promiscuidades e perniciosidades entre as igrejas evangélicas (sem exceção) que fazem a lavagem cerebral de seus seguidores para votar em deputados “cristãos” como Bolsonazi, Cunha, Feliciano e outros bandidos que representam os diversos grupos de igrejas evangélicas e mercenárias (também é necessário desmascarar as seitas da Igreja Católica que dominam as “redes vidas” e outros canais de comunicação).

  20. Bom dia Edu!

    Se o Moro for sensato no que irá fazer, ele irá pegar o Lula e o deixar inelegível para não concorrer em 2018 e depois irá soltar, porém, se ele for sem noção de prender o Lula, o país virará uma gigantesca Síria em poucos meses, se é que os golpistas realmente queiram: uma guerra civil para destruir o Brasil e fragmentar em vários países independentes!

    Um abraço!!!

  21. Eduardo Guimarães! Vc é um ser iluminado e sortudo! Realmente ficar ao lado de uma lenda viva é algo extraordinário ainda mais discutir política com ele! Nossa!!! é o meu sonho!

    Sua descrição do momento foi tão perfeita que deu pra sentir junto com você esse momento ímpar!
    Sua campanha está sendo um sucesso e com a ajuda de LULA vc se sairá vitorioso! Não esqueça de marcar o churrasco com a galera pra comorar a sua vitória nas urnas.

    Beijo grande, muita força e a LUTA CONTINUA! LULA 2018. EDUARDO GUIMARÃES PARA VEREADOR! Só é uma pena que vc não veio pro PT. :-)

  22. :
    : * * * * 13:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: A grande mídia (mérdia) é composta por sabujos sujos a serviço dos ianque$ e do $ionismo de capital especulativo internacional e outras máfias (como a ma$$onaria) dos canalhas direitistas…
    .:.
    * 1 * 2 * 13 * 4
    *************
    .:.
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *

    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) !!!! Lula (sem vaselina) 2018 neles (que já tomaram DE QUATRO) !!!!

    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  23. Eu nao sei por que os advogados de Lula ainda não descobriram como defende-lo e ainda não entraram com processo penal contra os Procuradores de Curitiba.Se a denuncia contra Lula eh de corrupção, o que os procuradores fizeram no power-point foi um monte de CALUNIA,DIFAMACAO E INJURIA contra Lula.Isto eh crime previsto no Código Penal (arts 138,139 e 140). No caso da denuncia, o crime de corrupção atribuído a Lula eh facilmente defensável. Nao ha corrupção quando o acusado não eh mais funcionário publico.Os fatos de que acusam Lula,serviços no Triplex que alem de não ser dele,ocorreram depois que Lula havia deixado a Presidência, inclusive guarda da tralha. O capitulo I do Titulo XI do Código Penal tem o seguinte Preambulo “Dos crimes praticados por funcionário publico contra a Administração Publica” Logo, pressupõe-se que os crimes elencados naquele Capitulo sejam cometidos por funcionário publico e não por ex-funcionário publico,partindo-se do pressuposto de que Presidente da Republica seja funcionário publico. A redação do art.317 fala em vantagem indevida recebida por funcionário publico, “ainda que fora da função ou antes de assumi-la”,mas sempre na condição de funcionário publico e nao no caso de ex-funcionário publico. Nao ha como considerar um ex-presidente da republica como ainda funcionário publico. No caso da Da.Marisa, ela nunca foi funcionaria publica, mesmo como primeira-dama. Como poderia ela ser acusada de corrupcao ? Portanto se nao ha previsao legal de crime de corrupcao por ex-funcionario publico, nao ha crime na hipotese.(“nullum crimen sine lege”)

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.