Protestos antipetistas foram inflados por crime de agentes públicos

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

golpista

Escrevo na décima hora da manhã de domingo, 13 de março de 2016, data em que grupos inconformados com o resultado das eleições presidenciais de 2014 voltam às ruas pedindo desde a volta da ditadura militar até a deposição legal, porém ainda golpista, da presidente Dilma.

Esses atos antidemocráticos ocorrerão por todo país, ainda que todos os olhos estejam voltados para São Paulo; o tamanho da manifestação por aqui definirá o sucesso ou o fracasso do movimento de forma geral.

Nesse aspecto, ao menos em São Paulo o esperado era um grande movimento, pois, aqui, o poder público foi usado desavergonhadamente para inflar as manifestações.

Executivo, Judiciário e Ministério Público paulistas aliaram-se à Justiça Federal, ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal para levarem fanáticos de ultradireita às ruas neste 13 de março, mesmo dia e mês do histórico comício antigolpista da Central do Brasil, há 52 anos.

O esforço das forças golpistas neste mês de março não remete aos idos de 1964 só por conta do mês do golpe que nos legou duas décadas inteirinhas de regime de exceção; não faltam abusos contra o Estado de Direito a nos remeter ao início do período mais sombrio da história brasileira.

O que emula os idos de 1964 é o uso do poder de Estado para oprimir adversários políticos dos golpistas, assim como foi há meio século. Mais uma vez, quem está no poder não governa e quem está na oposição oprime amparado pelos mesmos grupos de mídia daquela época.

Na verdade, a ousadia dos golpistas contemporâneos é muito maior do que há 52 anos. O Judiciário, o Ministério Público e a Polícia Federal substituíram os militares. O golpe não usa mais tanques ou fardas verde-oliva e coturnos; usa toga de juízes de primeira instância, ternos bem cortados dos procuradores e a roupa preta dos policiais federais.

No fim, dá no mesmo. Morre menos gente, mas o efeito sobre a democracia é idêntico.

O que define o golpe é a já reconhecido parcialidade do Judiciário reconhecida, agora, até pela mídia golpista, já que a direita está tão por cima que pode se dar até ao luxo de reconhecer seus excessos.

Nesse aspecto dos excessos, eles foram ocorrendo em escalada no período pré-manifestações.

Excessos ainda mais estarrecedores começaram com a condução coercitiva desnecessária, midiática e abusiva de um ex-presidente da República, para que ele fosse depor. E com o episódio hollywoodiano que chegou às páginas do maior jornal do país pela pena do colunista Janio de Freitas.

Basicamente, surgiu a versão de que agentes da polícia da Aeronáutica, legalistas, insurgiram-se contra a tentativa da Lava Jato de sequestrar Lula sem mandado judicial e levá-lo preso a Curitiba.

Muitos leitores vêm perguntando se sei alguma coisa sobre o caso. Parece-me que a coluna de Janio de Freitas passou meio batida, apesar de seu caráter explosivo. Desse modo, vale reproduzi-la antes de prosseguir.

FOLHA DE SÃO PAULO

Janio de Freitas

Colunista e membro do Conselho Editorial da Folha, é um dos mais importantes jornalistas brasileiros. Analisa as questões políticas e econômicas. Escreve aos domingos e quintas-feiras.

O plano obscuro

10/03/2016 02h00

Em condições normais, ou em país que já se livrou do autoritarismo, haveria uma investigação para esclarecer o que o juiz Sergio Moro e os procuradores da Lava Jato intentavam de fato, quando mandaram recolher o ex-presidente Lula e o levaram para o Aeroporto de Congonhas.

E apurar o que de fato se passou aí, entre a Aeronáutica, que zela por aquela área de segurança, e o contingente de policiais superarmados que pretenderam assenhorear-se de parte das instalações.

Mas quem poderia fazer uma investigação isenta? A Polícia Federal investigando a Polícia Federal, a Procuradoria Geral da República investigando procuradores da Lava Jato por ela designados?

É certo que não esteve distante uma reação da Aeronáutica, se os legionários da Lava Jato não contivessem seu ímpeto. Que ordens de Moro levavam?

Um cameramen teve a boa ideia, depois do que viu e de algo que ouviu, de fotografar um jato estacionado, porta aberta, com um carro da PF ao lado, ambos bem próximos da sala de embarque VIP transformada em seção de interrogatório.

É compreensível, portanto, a proliferação das versões de que o Plano Moro era levar Lula preso para Curitiba. O que foi evitado, ou pela Aeronáutica, à falta de um mandado de prisão e contrária ao uso de dependências suas para tal operação; ou foi sustado por uma ordem curitibana de recuo, à vista dos tumultos de protesto logo iniciados em Congonhas mesmo, em São Bernardo, em São Paulo, no Rio, em Salvador.

As versões variam, mas a convicção e os indícios do propósito frustrado não se alteram.

O grau de confiabilidade das informações prestadas a respeito da Operação Bandeirantes, perdão, operação 24 da Lava Jato, pôde ser constatado já no decorrer das ações. Nesse mesmo tempo, uma entrevista coletiva reunia, alegadamente para explicar os fatos, o procurador Carlos Eduardo dos Santos Lima e o delegado Igor de Paula, além de outros. (Operação Bandeirantes, ora veja, de onde me veio esta lembrança extemporânea da ditadura?)

Uma pergunta era inevitável. Quando os policiais chegaram à casa de Lula às 6h, repórteres já os esperavam. Quando chegaram com Lula ao aeroporto, repórteres os antecederam. “Houve vazamento?”

O procurador, sempre prestativo para dizer qualquer coisa, fez uma confirmação enfática: “Vamos investigar esse vazamento agora!”.

Acreditamos, sim. E até colaboramos: só a cúpula da Lava Jato sabia dos dois destinos, logo, como sabe também o procurador, foi dali que saiu a informação –pela qual os jornalistas agradecem. Saiu dali como todas as outras, para exibição posterior do show de humilhações. E por isso, como os outros, mais esse vazamento não será apurado, porque é feito com origem conhecida e finalidade desejada pela Lava Jato.

A informação de que Lula dava um depoimento, naquela mesma hora, foi intercalada por uma contribuição, veloz e não pedida, do delegado Igor Romário de Paula: “Espontâneo!”. Não era verdade e o delegado sabia. Mas não resistiu.

Figura inabalável, este expoente policial da Lava Jato. Difundiu insultos a Lula e a Dilma pelas redes de internet, durante a campanha eleitoral.

Nada aconteceu. Dedicou-se a exaltar Aécio, também pela rede. Nada lhe aconteceu. Foi um dos envolvidos quando Alberto Youssef, já prisioneiro da Lava Jato, descobriu um gravador clandestino em sua cela na

Superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Nada aconteceu, embora todos os policiais ali lotados devessem ser afastados de lá. E os envolvidos, afastados da própria PF.

Se descobrir por que a inoportuna lembrança do nome Operação Bandeirantes, e for útil, digo mais tarde.

U-au! Daqui a 50 anos essa história estará sendo contada na íntegra, espantando as futuras gerações com o arcaísmo do Brasil destes tempos.

Aliás, vale lembrar que, no âmbito desse ataque à democracia obrado pela Lava Jato, sobrou até para este blogueiro, que segue ameaçado de ser “preso e processado”, nessa ordem…

Mas vamos em frente.

Houve nova mudança de patamar na ofensiva golpista com um pedido de prisão de Lula tão criminoso, tão malfeito, tão medíocre que, como disse o jornal Folha de São Paulo em editorial, conseguiu a proeza de fazer até os inimigos figadais de Lula repudiarem essa iniciativa dos já chamados de “três patetas do ministério público”.

Na última sexta-feira, a horas das manifestações deste domingo, a terceira mudança de patamar na ofensiva golpista: um destacamento inteiro da Polícia Militar baixou em uma reunião do Partido dos Trabalhadores em Diadema (SP) para intimidar militantes, parlamentares e sindicalistas.

A ameaça à democracia foi de tal monta que ninguém mais, ninguém menos do que o ouvidor da Polícia Militar de São Paulo, Júlio Cesar Neves, classificou como um “risco à democracia” essa ação de policiais armados durante plenária petista.

Sim, é isso mesmo que você leu: alguém, na PM, teve coragem e decência para criticar a ordem do governador Geraldo Alckmin para que seus gorilas intimidassem os adversários políticos.

A escalada de desconstrução da democracia, em que pese sua gravidade, cede espaço, neste texto, ao crime que talvez algum dia venha a ser punido: o de agentes públicos do Judiciário, do Ministério Público e das Polícias Militar e Federal usarem suas prerrogativas funcionais com propósitos políticos tão claros.

Os órgãos de controle e as polícias foram transformados em apêndices do PSDB. Não de qualquer outro partido, mas do PSDB. E usados para guerra política. Em qualquer lugar do planeta em que a democracia esteja vigente atos como esses levariam seus altores para trás das grades.

Mas estamos no Brasil…

Não se sabe, no momento em que escrevo, como serão os protestos golpistas de 13 de março de 2016. Serão iguais aos de um ano? Maiores? Menores?

Tanto faz. Serão ilegítimos, pois decorrem de crimes cometidos por agentes públicos para estimular pessoas de pouco cérebro a irem à rua apoiar pleitos como os supracitados, que envolvem até golpe militar formal e tradicional.

Isso sem falar da quantidade de políticos corruptos – muitos, indiciados – que, neste domingo, estará pelas ruas do país aproveitando esse crime dos agentes públicos em questão para debochar da sociedade ao protestarem “contra o corrupção”.

Tags: , , , , , ,

122 Comentário

  1. NEGROS, MULHERES, POBRES: MAIORIAS MINORITÁRIAS

    O IBGE apontava em sua pesquisa de 2010 que a população brasileira era composta em 51% por afrodescendentes e neste mesmo percentual por mulheres. Mostrava também que, dada a tendência da taxa de fecundidade, a percentagem de negros e mestiços deveria aumentar.
    Mas o mais grave está na pesquisa de 2014, sobre renda e contribuição tributária, que se vê no quadro abaixo:

    CLASSE DE RENDA % DA POPULAÇÃO % DA CONTRIBUIÇÃO TRIBUTÁRIA
    até 3 SM 79,02 53,79
    de 3 a 5 SM 10,14 12,65
    de 5 a 10 SM 7,60 16,63
    de 10 a 20 SM 2,40 9,63
    acima de 20 SM 0,84 7,30
    SM = salário mínimo

    Esta sociedade, apesar dos programas de inserção social executados nos últimos 20 anos, com maior ênfase nos últimos 12 anos, ainda permanece injusta e excludente. Os grupos sociais quantitativamente mais representativos estão alijados ou minimamente representados nas esferas do Poder.

    A ”emancipação dos atuais escravos e seus filhos é apenas a tarefa imediata do abolicionismo. Além desta, há outra maior, a do futuro: a de apagar todos os efeitos de um regime que, há três séculos, é uma escola de desmoralização e inércia, de servilismo e irresponsabilidade para a casta dos senhores”. (Joaquim Nabuco, O Abolicionismo, 1883)

    São passados 133 anos e a elite de hoje, filha dos escravagistas e patrimonialistas das Capitanias Hereditárias, levanta-se em novas marchas com a Família e com seu Deus muito particular, distinto daquele do Papa Francisco, para, a pretexto da corrupção que foi ela quem mais praticou, impedir o avanço da maioria da população que esta deixando o “quarto dos fundos” para se sentar à sala.
    Só os ingênuos, desinformados pela imprensa oligopolista, ou aqueles que estão vendo enraivecidos seus filhos concorrerem com os que até pouco tempo os serviam, além dos sempre presentes interesses estrangeiros em nossa história, revoltam-se com o ingresso do Brasil na sociedade democrática e solidária, onde todos tem efetivamente os mesmos direitos e deveres.
    É quase certo que a aristocracia francesa não percebeu a migração que se dava na França da segunda metade do século XVIII em direção a Paris. Estas pessoas, destituídas, desprezadas, famintas formaram a multidão que derrubou a Bastilha. As elites brasileiras e seus capitães do mato no Congresso e Assembleias também não percebem o novo País se formando.
    Antes das cotas raciais tornarem-se efetivas, menos de 15% dos negros brasileiros ingressavam em cursos de nível superior. A última pesquisa já apontava serem 40% dos alunos.
    As periferias das grandes cidades desenvolvem uma cultura e valores próprios, sendo os equipamentos de informação virtual seu principal, senão único, instrumento de comunicação. Esta cultura se mostra na música, na literatura, nos esportes e modos e valores relacionais.
    Recente levantamento sobre o e-commerce (Censo do Micro e Pequeno Empreendedor Virtual pela plataforma Loja Integrada) mostrou que as lojas virtuais, fora dos grandes players que concentram 70% das compras, são propriedades de mulheres das classes C e D. Quase todas com instrução de 2º grau e 46% delas mantendo, ainda, um emprego.
    É este avanço brasileiro que vem despertando nas elites locais e no capital financeiro internacional a reação cada vez mais feroz e agressiva, sendo o caso Lava Jato um exemplo palmar. A inesperada reação de grande parte da população brasileira, inclusive de alguns membros da elite, a uma inexplicável coercitiva inquirição, em que nenhum dado novo foi perquirido, levanta a campanha de um perigo de guerra civil, incentivando mais uma vez a presença das Forças Armadas na política brasileira.
    Em vídeo apócrifo misturando cenas de Cuba ao tempo de Che Guevara, referências à Venezuela, contraditório na maior parte das vezes, usando citações de Brecht, em palestra, como incentivo à luta armada, esta minoria golpista procura atemorizar novamente a desinformada classe média, com algo oposto ao que lhe melhoraria a vida: exclusão social, estagnação econômica, maiores ganhos para o capital em detrimento do trabalho e desrespeito à soberania popular. E no mês de março, quando este mesmo discurso já foi usado para rasgar a Constituição e escancarar as portas do Brasil ao capital estrangeiro. Mas a aquele golpe seguiu-se um outro golpe, ainda que mantida a repressão, com o sentido mais nacionalista, possibilitando construir uma indústria nacional, destruída pelos governos neoliberais e pela midiática Lava Jato. Desta vez, no entanto, o sistema financeiro internacional, que domina quase todos países no mundo ocidental, não permitirá novamente um movimento em prol da soberania nacional.
    Neste domingo, 13 de março, ocorreram passeatas em diversas cidades. As redes de televisão e sociais deram maior divulgação as do Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte e São Paulo. Observei em todas elas que a população majoritária do Brasil estava praticamente ausente. Aqui e ali um afrodescendente, e se o contava com os dedos da mão. Também as mulheres estavam em quantidade inferior a dos homens. Mas, olhando suas roupas, vendo-os chegar de táxi e pelos evidentes cuidados corporais, aquelas pessoas estavam possivelmente nas faixas de renda de menor contribuição tributária. Em resumo: a população brasileira, pelos seus segmentos mais numerosos, esteve ausente destas manifestações, mas, sem dúvida, estas tiveram custos expressivos.
    Pedro Augusto Pinho, avô, administrador aposentado

  2. ♫ Encerrado o expediente, com a habitual falsificação dos números pelo PIG, vamos nos preparar para os dias 18 e 31. Vamos botar o bloco de verdade na rua. Não haverá imprensa mentirosa capaz de tapar o sol. Vamos massacrar essa pseudoburguesia lúmpen de São Paulo. Vamos fazer o Aébrio Never e o Gerry Aidimim se esconderem embaixo da cama. A propósito: onde se enfiou ontem o Zé Chirico? E o Putrefato Nauseabundo de Higyenópolis? E os outros golpistas: onde se esconderam até verem no que vai dar?

  3. :
    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo A(s) Voz(es) do Bra♥♥S♥♥il e postando: Viva Lula ! ! ! ! Viva o BraSil ! ! ! !
    .:.
    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do BraSil inteiro.
    .:.
    L ula livrou 40 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes.
    .:.
    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia.
    … .
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *
    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  4. * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo A(s) Voz(es) do Bra♥♥S♥♥il e postando: Viva Lula ! ! ! ! Viva o BraSil ! ! ! !

    .:.

    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do BraSil inteiro.
    .:.
    L ula livrou 40 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes.
    .:.
    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia.
    … .
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *
    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  5. :

    : * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo A(s) Voz(es) do Bra♥♥S♥♥il e postando: Viva Lula ! ! ! ! Viva o BraSil ! ! ! !

    .:.

    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do BraSil inteiro.
    .:.
    L ula livrou 40 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes.
    .:.
    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia.
    … .
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
    * * * * * * * * * * * * *
    * * * *
    Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
    * * * *
    * * * * * * * * * * * * *
    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  6. Mais uma vez os petistas da Folha vem na primeira manchete da primeira pagina desmerecer os protestos
    Além de terem dito ontem que foram só 450 mil pessoas no protesto (foi mais de 1 milhão – Eu vi pois eu estava lá e a avenida Paulista e imediações estavam totalmente tomadas de manifestantes) agora falam que os que estavam lá são da elite da alta renda:

    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1749640-protesto-cresce-mas-manifestante-mantem-perfil-de-alta-renda.shtml

    • Falam? Isso é uma pesquisa Datafolha. Era sô ir lá pra ver que sô tinha burguês. Moro a duas quadras da Paulista. Sei quem é essa gente

      • Isso ocorreu por que não foi oferecido pão com mortadela nem copos de tubaína pelos organizadores . Se eles tivessem feito como o PT, as manifestações estariam cheias de pobres !

      • Conheço vários que estavam lá. Gente bem de vida, classe média, alguns até vivem de renda, outros herdaram riquezas.
        * Vocês conseguem entender por que políticos corruptos eleitos por outros estados vieram aparecer na manifestação da Av. Paulista em São Paulo?
        * Será que é por que em SÃO PAULO a corrupção dos tucanos nunca foi combatida e continua de modo tão livre que até MERENDA ESCOLAR ELES ROUBAM E NADA ACONTECE AOS LADRÕES?
        – AÉCIO NEVES, corrupto CARIOCA eleito em MINAS GERAIS, foi escorraçado da manifestação por manifestantes que cocnhece sua vida devassa e corrupta. (a maioria desconhece e ainda apoia esse corrupto)
        – AGRIPINO, corrupto do RIO GRANDE DO NORTE, se infiltrou na manifestação, mas como a maioria não sabe quem ele é, não foi reconhecido e passou despercebido tentando se mostrar contra a corrupção dos outros.

        O POVO ESCORRAÇOU O AÉCIO NEVES DA MANIFESTAÇÃO, MAS O DOUTOR MORO AINDA ESTÁ DANDO SUA PROTEÇÃO FEDERAL A ESSE CORRUPTO CARIOCA DE MINAS GERAIS. ATÉ QUANDO DOUTOR MORO?

      • Edu, gostaria de ser o primeiro da lista, se este blog entrasse com uma ação de improbidade administrativa contra o governador Akmin pela liberação das catracas do metrô e pela convocação dos funcionário para prestação de hora extras, usando recursos públicos para fins políticos eleitorais, como foi divulgado em alguns blogs. Fineza confirmar a veracidade ou não desse tema, se confirmado, conte comigo serei o primeiro a encabeçar esta lista.

    • Seba, você era um dos únicos pobres de direita de lá, seu babaca.
      Diga pra gente: quando terminou a palhaçada você não foi chamado pra lavar o carro, ou limpar a piscina, passear com o cachorro ou engraxar os sapatos de ninguém?
      Teus chefes foram compreensivos e te deixaram voltar pra casa pra comer macarronada com a patroa e os dois pimpolhos barrigudinhos? Gente legal eles, hein?

      Que Marx me perdoe, mas chamar isso aí de lúmpen é muito chic: “pobre de direita” é o termo mais indicado.

  7. Concordo no geral. Mas insisto que a direita da grana alta só insufla esse pessoal burro que marcha.

    Esse pessoal da marcha é comerciante, técnico bom mas burro, acadêmico de bom salario mas sem leitura variada, dono de estacionamentos, donos de pequenas franquias em falência, puxa sacos diversos. Apadrinhados e herdeiros, também.

    Pelo que sai de suas bocas são gente muito grossa, com referências erradas, glutões, egoístas. Tem certo salario
    ou capital. Não tiveram boa educação familiar ou são nova classe media alta.

    Muitos são raivosos porque perderam ganhos e querem dólar barato? Sim, sim, e sim.

    É verdade que os muito ricos, fora o fato de comprar amizades internacionais já não tem educação. Ver Alvarinhos.

  8. Eduardo, algo gravíssimo está para ocorrer e pode ser deflagração de um golpe branco, caso ocorra, o que tenho certeza de que só não será efetivado se agirmos. Falo da “consulta” que será feita ao STF, acredito que pelos partidos conservadores, sobre a possibilidades de aprovar-se uma “emenda” constitucional destinada a implantar o Parlamentarismo no Brasil. E o pior, para este Governo e, o que consegue ser ainda pior, abolindo-se a obrigatoriedade da consulta prévia à população, via referendo ou plebiscito prevista na Constituição. Ou seja, um estupro à Carta magna e aos seus objetivos, já que atenta contra a soberania popular ao abolir-se a obrigatoriedade da consulta prévia(a soberania popular é um dos objetivos da Constituição de 88, pode-se dizer que é seu objetivo maior ao lado do bem estar social); sem constar a canalhice jurídica ao implantar-se uma mudança ENQUANTO O JOGO ESTÁ ACONTECENDO, OU SEJA, QUE ATINJA A PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF, A QUAL FOI ELEITA SOB OUTRAS REGRAS. Mais golpe paraguaio do que isso, só se William Bonner apresentar o JN em espanhol!!!!!!!!!! Precisamos nos mobilizar contra esse absurdo, vi um texto em Nassif que preocupou-me muito, o blogueiro parecia conformado com a implantação do Parlamentarismo(quem fez a denúncia da consulta ao Supremo foi Fernando Brito, no Tijolaço). Sugiro que o Cidadania se mobilize, junto com outras entidades da Sociedade Civil e da mídia alternativa. Para começar, entreviste novamente Dalmo Dallari, e outros juristas como Fábio Konder Comparatto. Quero ver o que Dallari, que acredita no “amor à Constituição” dos membros do STF(pausa para rir), tem a dizer sobre esse absurdo. É claro que as entrevistas só servirão para dar a marca da ilegalidade nesse golpe, mas evitá-lo só será possível se formos às ruas. O próprio Nassif já denuncia outro golpe, pressionam o Ministro Barroso, do STF(o que desmoralizou a farsa de Facchin) a rever seu voto, provavelmente analisando recurso da oposição. Nassif revela que Barroso, após ameaças feitas contra sua esposa na INTERNET, estaria encolhido. Acho que há mais motivos nisso aí. Seja como for, mais uma vez prova-se a exatidão da minha tese de que o que interessa É A LUTA NAS RUAS, JÁ QUE O “CONVENCIMENTO” DE BARROSO E SEUS COLEGUINHAS, DO MESMO JEITO QUE NO FINAL DO ANO PASSADO, SEGUIRÁ AQUELES QUE PRESSIONAREM COM MAIS FORÇA . E NÓS PODEMOS FAZER ISSO. Para começar, coloque um post sobre o golpe paraguaio do parlamentarismo.

  9. Tres milhões nas ruas. O jeito é f torcer por seis milhões no dia 18. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.

  10. o drone da insuspeita fotogarafou tudo e viu os buracos no meio da multidão e desmente a globo …Sergio Camba adicionou 2 novas fotos.
    7 h ·
    O milagre da multiplicação dos coxinhas:
    Os coxinhas alardearam mais de um milhão de pessoas na paulista, data foda-se chegou a falar em 1.8 milhões.
    A Av. Paulista tem 117 mil m2, para chegar a quantia de 1.8 milhão de manifestantes precisaria de uma aglomeração de mais de 16 pessoas por m2, o que é humanamente impossível, a menos que um coxinha subisse no ombro do outro até formar uma piramide de 3 andares.
    A imagem aérea captada por drone da época dá conta da baixa densidade de pessoas na paulista, em torno de uma pessoa por m2, donde se conclui que tinham em torno de umas cem mil pessoas,talvez um pouco mais.

    https://www.facebook.com/sergio.camb/posts/1013133258759749

    • Você esqueceu das ruas paralelas e das tranversais as quais estavam tomadas. Sugiro refazer o teu cálculo.

  11. Não tínhamos dúvidas que os três promotores são demotucanos. A serviço do “picolé de chuchu”

  12. Postado no Blog do Nassif pelo internauta Henrique O
    Eu, Mário, sou nordestino e confirmo: tudo isto que está descrito aqui é verdadeiro. Não me refiro a um ou outro caso específico. Mas no geral, é exatamente isto que está acontecendo.

    seg, 14/03/2016 – 00:19
    Padre Djacy Brasileiro
    No facebook
    14 h ·

    ANTES DE MIM CRITICAR LEIA ESTE MEU ARTIGO:
    MEU NOVO ARTIGO: APLAUDO LULA E DILMA. POR QUÊ?

    Sem demagogia, hipocrisia, emocionalismo e paixão político-partidária, irei expor, de forma objetiva, clara, os reais motivos que me levam a aplaudir Lula e Dilma. Falarei com conhecimento de causa, com toda honestidade, seriedade de padre que convive dia e noite com os sertanejos.

    Colocarei na minha boca as palavras ouvidas dos próprios sertanejos e sertanejas. São expressões verdadeiras, brotadas do coração de um povo que vivera, por muitos e muitos anos, o drama do abandono, da injustiça social, da marginalização, e sempre tratado pelas elites, oligarquias, como massa de manobra ou boiada, e que hoje sente o gosto da libertação sócio-politico-econômico e cultural.

    O que vou expor é o que ouvi e ouço do povo do sertão sobre as mudanças que aconteceram e vem acontecendo na sua vida. São relatos recheados de honestidade, sinceridade e verdades, repito:

    -Padre Djacy, tenho 70 anos, e pode dizer que as coisas mudaram muito, e para melhor, graças a Deus.
    -No passado sertanejo não era considerado gente, hoje ele é tratado com mais dignidade, com mais respeito.
    -Naquele tempo, o pobre do sertão não sabia de nada da vida, era um pobre matuto, hoje a realidade é outra, o pobre é mais valorizado, é tratado com gente mesmo.
    -Cidadania a gente não sabia o que era, hoje a gente tem noção do que seja. Hoje os sertanejos sabem quais são seus direitos.

    -No meu tempo, as palavras mais conhecidas eram: fome, miséria, seca, sede, injustiça, hoje, seu padre, as palavras são: cidadania, dignidade, respeito e justiça para todos. Graças a Deus.
    Graças a Deus, hoje a gente não leva mais nome de cassaco, de flagelado, mas de cidadão.

    -hoje quando adoece alguém da família ou não, a gente liga pro Samu. A gente não se humilha mais a ninguém.

    -O Samu foi a melhor coisa que o governo federal criou para o povo.

    -Melhorou muito. Agora tem o mais médico. Vieram uns médicos de Cuba. Eles são bons. Na minha comunidade tem uma médica. É uma beleza.

    -Hoje a vida está melhor no que diz respeito à saúde. Hoje temos o PFS, ou seja, uma equipe da saúde que visita as famílias.

    -A gente não precisa mais se humilhar a prefeito nem a vereador. Adoeceu, a gente tem o Samu, tem médicos cubanos, tem PSF e outras coisas boas. Mudou muito.

    -Padre, o programa mais médico foi a melhor coisa que o governo federal criou para atender os pobres. Muito bom mesmo.

    -Graças a Deus, hoje tem a farmácia popular para socorrer quem é pobre.

    -Nunca mais andei de ônibus, porque só ando de avião.
    -Antigamente pobre só via avião no céu, hoje, pobre anda de avião. Graças a Deus.

    -Padre, eu soube que uma doutora de S. Paulo disse que o aeroporto está com cara de rodoviária. Sabe por que ela disse isso: porque não quer ver pobre andar de avião. Mais a gente agora anda mesmo é de avião.
    -Meus filhos antes só iam e viam de São Paulo de ônibus, agora eles só viajam de avião. Que maravilha!
    -Passagens de avião agora são de graças, basta procurar as promoções. Um tempo desses, meu primo veio de São Paulo de avião por 39 reais. Acabou o tempo em que só rico andava de avião.
    -Se eu disser para o senhor, o senhor não vai acreditar. Eu já fui pra São Paulo três vezes de avião. Pense numa viagem boa! É bom demais andar de avião.

    -Uma coisa eu digo para o senhor: se aeroporto está com cara de rodoviária, é porque pobre agora também anda de avião, tem mais condições, tem mais dignidade. Esses ricos só pensam em si, são egoístas demais. Agora somos todos iguais.

    -É tanto programa do governo federal. É bolsa família, bolsa isso, aquilo. É tanta bolsa. Só cego não ver essas coisas boas do governo federal.

    -O bolsa família, seu padre, é a nossa sorte. Se não fosse esse dinheiro, a gente já estaria era morto.

    -Vou lhe dizer uma verdade, Padre, se não fosse o bolsa família, o povo já teria saqueado mercados, escolas, creches, feiras e tudo mais. Graças a Deus, com esse dinheiro do bolsa família, não foi preciso.

    -Quando não tinha bolsa família, em tempo de seca, morria muito gente de fome. Neste ano de 2012, não morreu ninguém por conta do bolsa família. Este ano foi diferente dos outros anos.

    -Seu padre, graças a Deus, no nosso sertão, onde a gente mora, não tem mais aquela fome como antigamente. Naquele tempo, muitas pessoas morriam de fome, hoje,não.

    -No tempo de hoje, as crianças sabem o que é mação, uva, iogurte e outras frutas. No nosso tempo, a gente nem conhecia essas frutas.

    -Toda semana eu faço minha feira de verduras e frutas. Como as coisas mudaram.

    -Houve a seca de 2012, mas a gente não foi humilhada com antigamente. Os sertanejos foram tratados com mais respeito. Ninguém foi humilhado. O povo tem que reconhecer isso.

    -No passado, em tempo de seca, os sertanejos eram vistos como cassacos, flagelados, na seca de 2012, os trabalhadores da roça foram tratados como gente, como pessoa humana, como cidadãos. Ninguém foi humilhado como nas secas do passado. Hoje o governo olha pra nós de forma diferente.

    -De 2002 pra cá, as coisas mudaram pra melhor. É como se a gente estive no escuro e saísse pra o claro. Ninguém pode negar essa mudança boa pra o pobre. As coisas melhoram muito. Digo e seguro o que estou dizendo.

    -No sertão, seu padre, pobre não estuda se não quiser. Agora todo pobre tem oportunidades para se formar. Como as coisas mudaram. Antes, só filhos de ricos se formavam, hoje é todo mundo, pobre e rico. Graças a Deus.

    -Hoje, o ônibus escolar pega nossos filhos na porta de casa. Tudo é fácil. A merenda na escola é muito boa. É suco, é salada, é iogurte, é comida de qualidade. Estudante pobre não passa mais fome na escola.
    -Acabou o tempo em que só se formavam os filhos de ricos. Agora pobre também se forma.
    -Graças ao Prouni, conheço muitos filhos de famílias pobres que estão fazendo curso superior. Eu conheço, Padre, alguns rapazes e moças, de famílias pobres, que estão fazendo medicina, Direito, Odontologia e mais cursos por causa do Prouni.

    -Com esse Prouni,é tanta gente pobre se formando. Eu fico até pensando: eu estou sonhando dormindo? Estou admirado com tantos filhos de pobres se formando por causa desse Prouni. Nunca vi isso na minha vida. Eu fico mesmo é admirado.
    -Um rapaz falou-me: padre Djacy, vou fazer um curso superior graças ao Fies.
    -Aqui onde eu moro, padre, agora filho de pobre se torna doutor. O governo federal está ajudando muito. Filho de pobre agora se torna doutor.

    -Olha, Padre Djacy, como o senhor mesmo sabe, eu sou de família pobre, e hoje estou fazendo doutorado e o meu irmão está concluindo seu curso superior. Eu só tenho que parabenizar o atual governo federal que olhou para os estudantes de condições humildes.
    Bom, Padre Djacy, no tempo dos meus pais, realmente tudo era difícil. Hoje, de 2003 pra cá, há o PROUNI, O PRONATEC ( Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego) ,O SISU, o Programa Federal de Bolsas de Estudo no Exterior.

    -Hoje o aluno recebe farda e livros do governo. Tudo é melhor para pobre formar seus filhos.
    -Padre, tenho duas filhas estudando graças aos FIES. O governo federal está facilitando a vida dos estudantes pobres com o Fies e o Prouni.
    -Meu filho estava na Europa fazendo mestrado e depois doutorado. Antes isso era coisa de família rica, que tinha muito dinheiro.
    -Na minha cidade, tem jovens pobres fazendo doutorado. Minha vizinha fez doutorado e hoje é professora de uma universidade. Conheço os pais dela são todos pobres.

    -Eu me lembro que na cidade onde moro, só um ou dois estudavam pra se formar, hoje, nessa mesma cidade, há mais de quarenta universitários. Está todo mundo se formando.

    -Amigo, quem diria filhos de agricultor, de lavadeira, de gari, de coveiro, se formar? Conheço um filho de um coveiro que está terminando o curso superior.

    -Aqui no Vale do Piancó, o senhor conhece muito bem, o governo trouxe para nossos filhos um Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. Vai melhorar muito para a nossa região tão sofrida. Muitos rapazes e moças vão poder fazer um curso técnico profissionalizante. A gente deve muito agradecer a esse governo federal.

    -A vida tá mudada mesmo. Antigamente, pobre não tinha nada dentro de casa. Só tinha uma cama, uma mesa e os tamboretes. A casa do pobre era verdadeira casa de pobre, nada tinha.

    -Na casa de qualquer família pobre, seu padre, tem televisão com antena parabólica, geladeira, liquidificador, fogão a gás, moto, e muitos têm até computador com internet.

    -Aqui no sertão todo pobre tem celular. Na minha casa, só de celular são cinco. Antes isso era coisa de rico, da elite.
    -Olha padre, se o senhor observar, nesta cidade pequena, pobre, quase todo mundo tem computador e internet. É coisa boa. Mudo demais.

    -Hoje é a maior facilidade para pobre. Você vai a uma loja e compra qualquer objeto de valor para pagar em até 12 vezes. O governo facilitou a nossa vida. Qualquer pessoa pode comprar um celular, um computador para pagar em diversas vezes.

    -Antes, o transporte de pobre era o jumento ou cavalo, hoje, graças a Deus, é moto. Lá onde a gente mora as pessoas não andam mais a pés ou de jumento, mas de moto. É moto que não acaba mais. Acabou o nosso sofrimento.

    -Padre, eu sou pobre, mas na minha casa tem geladeira, fogão de gás, TV bem moderna (TV Plasma, possivelmente),ferro de engomar e meu marido e meus filhos têm moto. Não é uma maravilha?

    -Se o senhor observar, hoje o pobre pode comprar roupa, antigamente não. Só rico era quem podia se vestir bem. Se o senhor for a uma festa, vai observar que os pobres estão usando roupa boa. Lá na festa, ninguém sabe quem é rico e quem é pobre. Graças a Deus que as coisas mudaram pra vida do pobre.

    -No meu tempo as mulheres botavam água na cabeça, hoje, em quase todas as casas dos sítios, têm água encanada.

    -Eita tempo difícil era o nosso. Me lembro que quando a gente queria ir botar as “coisas pra fora”(defecar) ou mijar, a gente corria pro mato, hoje, a gente tem banheiro com chuveiro e vaso sanitário. E muitos banheiros têm cerâmica. Mudo mesmo.

    -Como as coisas mudaram. Agora temos o programa minha casa, minha vida, do governo federal. Pobre agora pode ganhar uma casinha pra morar.

    -Antigamente, era a coisa mais difícil um pobre ganhar uma casa do governo. Eu ganhei uma e estou muito feliz. Esta casa, seu padre, é minha maior felicidade. Estou muito feliz depois que ganhei a casa do minha casa, minha vida.

    -Antigamente, casa de pobre era de taipa, toda esburacada. Era vida triste. Hoje, o governo inventou esse programa minha casa, minha vida, e todo pobre que não tem casa pode ganhar uma. Eu mesmo ganhei uma.

    Os anos passaram e a realidade também. Hoje, os sertanejos, com semblante de alívio, entusiasmados e admirados com o presente, contam uma nova história de vida marcada por cidadania, justiça e dignidade.
    A verdade tem que ser dita: a situação dos nordestinos melhorou. Só os maus intencionados, politicamente falando, não querem dar fé.

    Com isso não estou dizendo que está um céu, mil maravilhas, tem que melhorar, e muito. Para isso, o povo não pode parar de lutar em defesa dos seus direitos mais elementares, e o governo federal tem que continuar, com firmeza e determinação politica, com sua benéfica e eficaz politica socioeconômica e cultural de inclusão.

    Afirmo, peremptoriamente, que é a política de inclusão cidadã deste governo federal que está melhorando a vida do povo nordestino. E Essa trajetória libertadora e de resgate de cidadania não pode ser interrompida.
    Padre Djacy Brasileiro, em 12 de março de 2016.
    E-mail: padredjacy@hotmail.com
    Twitter: @Padredjacy

    E MINHA PERGUNTA É: E VOCÊS VÃO PERDER TUDO ISSO SEM LUTAR?

  13. Olá bom dia.

    Assim que você tiver, saco e paciência, faça uma postagem prá nós sobre o burburinho de que um Coronel ou Capitão da Aeronáutica em Congonhas, impediu o embarque de Lula à Curitiba, deixando o Moro e os seus capachos sem ação.
    ====================
    Aécio Neves e Alkmin vaiados na manifestação de ontem, você não acha que pode ter o dedinho do MotoSERRA-Vamp?

    Belo trabalho o seu.

    Abs.

  14. Bom dia, Eduardo.
    Espero que este comentário o encontre, e aos seus, com saúde e disposição.

    Depois do espetáculo de ontem, convocado pela mídia, inflado pela mídia, editado e distorcido pela mídia, chego à seguinte conclusão:
    Se os trabalhadores conseguirem ir às ruas, no dia 18 em maior número, a matemática deste golpe vai mudar.
    Ajude a convocá-los, Eduardo.
    Um forte abraço,
    Celso

  15. Apesar da justa indignação com amigos ou parentes que apoiam o golpe a maioria manipulados pela Globo e alguns por ideologia contraria à diminuição da desigualdade de renda das familias (por exemplo aceitar a competição desigual devido o acesso não iqualitario à educação) eles contribuem para fomentar o golpe.

    Entretanto há o aspecto que nos diferencia de 1964 – Militares substituídos por judiciario partidarizados e a internet para nos informar.

    A internet como jornalismo torna a historia atemporal. Aqui do Cidadania outro dia deparei-me com o post de 29/03/2011 – “Os sem diploma” escrito pelo Edu por ocasião do falecimento do vice Jose de Alencar – “Não, não teria a insanidade de me comparar com Lula ou com Alencar para além da coincidência óbvia sobre diploma. Comparo a eles, sim, todos os brasileiros que não têm diploma, mas que provam que um pedaço de papel não muda o que a pessoa é”

    Sobre Eduardo Cunha o Edu já “profetizava” em 01/02/2015 o que aconteceria no “Vitoria de Eduardo Cunha enche a direita de poder no Brasil”.

    Quero enfatizar o que nos distingue dos que apóiam o golpe de boa ou má fé. Pela internet em14/11/2015 pelo Nassif tomei conhecimento do artigo de 2004 do juiz Sergio Moro sobre a operação “Mãos Limpas” na Italia. Nele é textual que os processos deveriam vazar como “peneiras” para a midia ajudar a justiça. Que seja porem a mídia brasileira sendo contra as esquerdas favorece a oposição e daí Moro se torna suspeito de usar a justiça como partido político.

    E agora sobre institutos de ex-presidentes de FHC e de Lula me informo conclusivo de que Rodrigo Janot até agora apesar de pressionado pelas evidencias; também age seletivamente a favor da oposição. Reflitam sobre o post “Foi uma noite de gala” também lá no Nassif agora no dia 12/03/2016 de onde destaco “O isento escrevinhador e o pseudo-jurista, sentencia que “Embora a convocação de empresários para doar dinheiro a uma ONG pessoal possa levantar dúvidas do ponto de vista ético, a iniciativa do presidente não caracteriza uma infração legal.” Para dar mais consistência jurídica à argumentação recorre ao socorro de um procurador da República, que crava: “Fernando Henrique está tratando de seu futuro, e não de seu presente. O problema seria se o presidente tivesse chamado empresários ao Palácio da Alvorada para pedir doações em troca de favores e benefícios concedidos pelo atual governo.” A afirmação já soaria estranha, primeiro porque benefícios e favores não viriam descritos no convite, segundo, por sair boca de um procurador federal, mas, sobretudo, quando o jornalista declina o seu nome: Rodrigo Janot”
    Então fica difícil tentar convencer aqueles que participam de protestos contra o governo Dilma e a destruição da imagem de Lula pois, o nível de informações deles é manipulado pela Globo.

    Outro dia PHA diagnosticava um erro da esquerda que tem sido negligenciar a formação política do povo informando os dois lados em disputa para que o povo optasse conscientemente. É um trabalho gigantesco. Chaves fez isso na Venezuela instruindo paulatinamente o povo nas favelas e cassando o canal de TV que apoiou o frustrado golpe.

    O que fazer? Respondo: Participar das manifestações do dia 18 e 31 e continuar apoiando a blogosfera progressista com simpatia e se possível financeiramente.

  16. Como dá alento ler esse comentário do padre. Maravilhoso!

  17. Querido Eduardo, os depoimentos relatados pelo padre Djacy Brasileiro, de uma realidade ímpar, é EMOCIONANTE e nos fortalece em mantermos unidos em pró dos Governos Lula e Dilma. Nosso País corre um sério risco em sua democracia. As instituições PRECISAM funcionar com lisura e imparcialidade. Sou alagoano do interior, aposentado, tenho 64 anos e sou testemunha de parentes que tanto SOFRERAM nos idos do século passado com as administrações desastrosas de nossos governantes. O povo necessita de um Governo Altivo e Forte para respaldarmos nas ruas e defender suas ações. NÃO AO GOLPE. “As coisas não andam bem”.
    Abraços cordiais e fieis

  18. Gostaria imensamente de saber quem pagou pelos ônibus fretados que estavam às centenas em Copacabana ontem.
    Coisa deprimente de ver, uma mulher e 3 homossexuais (um deles de origem asiática) fazendo protesto usando camisetas enaltecendo Bolsanaro. O que me consola é que estas tristes figuras eram observadas pelas outras pessoas que estavam no ponto aguardando o ônibus, com olhares de desprezo.

    • Pois é: eu sempre me pergunto isso quando vejo os ônibus que levam os do MST para suas ocupações, manifestações, etc. Como podem isso se o MST não é pessoa jurídica? Em nome de quem é tirado a NFS dos ônibus???

  19. Caro Edú,
    Precisamos unir forças para ultrapassarmos esse inferno astral.
    Tenha força meu amigo.
    Teremos novas batalhas pela frente, mas a guerra não está perdida.
    Confio no povo nas ruas.
    Vamos em frente.
    Estamos contigo
    Forte abraço companheiro
    Ricardo Grillo

  20. ”A palavra “indício”, por exemplo, deixou de “indicar” algo e passou a valer como gigantesca evidência, como o enxofre, da inconfundível presença do demônio. O óbvio planejamento de intervenções espetaculares de acordo com a temperatura política, e o crescente atrevimento com a descabida e prepotente condução coercitiva do ex-presidente Lula da Silva, resultam da complacência das autoridades superiores, no Executivo, Legislativo e Judiciário. Trata-se de comportamento inquisitorial pré-concebido, insultando frontalmente as crenças cívicas da maioria dos pobres brasileiros e contaminando negativamente as expectativas da população, em geral.

    Comparar o absurdo acúmulo pessoal de riqueza por empresários, políticos e altos burocratas a um sítio supostamente presenteado a Lula, é sandice, péssima utilização do mandato investigativo que a sociedade paga àqueles procuradores e juízes. Onde estão as contas no exterior, coleções de obras de arte, veículos, propriedades rurais e urbanas para exploração econômica, viagens regulares por conta própria e passadio de primeira em Paris, Londres, Nova Iorque? Onde se esconde o acervo de joias de d.Mariza? E seu guarda-roupa de grife? Sítio em Atibaia e tríplex em Guarujá que nem do casal são? Ora, trata-se de outra manifestação de preconceito, presumindo que Lula, de origem pobre, tisnaria sua dignidade e a da função que ocupou interferindo nas ações públicas por preço tão vil. Claro, corrupção mesmo, a sério, só para eles, bem nascidos e mal acostumados.

    Com a coação física e moral do ex-presidente Lula os responsáveis pela Lava-Jato talvez venham a se revelar indignos dos privilégios que desfrutam. O ex-presidente é um dos mais importantes recursos políticos dos miseráveis deste País, líder de governos capazes de provocar justamente esse ódio amparado em toga. Destrui-lo, seria uma derrota imensurável para os pobres e humilhados; destruí-lo injustamente, aproveitando os privilégios de classe e corporação, é inaceitável. Se for comprovada a precipitação e o infundado da coação ao ex-presidente, o insulto não poderá passar em branco. Juízes e procuradores deverão pagar pela ameaça em que se constituíram aos pobres do Brasil. Pedidos de desculpa serão insuficientes. Hora de preparação para o que estão pedindo. No grito, não mais.”

    Trechos de ”Preparar a hora do basta” do Wanderley Guilherme Dos Santos
    http://insightnet.com.br/segundaopiniao/?p=264

  21. Caro Eduardo,

    Como você mora aí em São Paulo, gostaria que escrevesse sobre os acontecimentos de ontem, 13/03/2016. Alguns blogs que li, dizem que as coisas não foram como os organizadores imaginavam, ou seja, bem abaixo das expectativas.

  22. É essa marcha golpista não dá 3% de votos em uma eleição presidencial e acham que com isso podem derrubar um presidente eleito? Quer dizer que o voto da maioria dado nas urnas democraticamente, vale menos do que esses 3% que foram as ruas querendo impeachment, ditadura militar?
    A verdade é essa, querem dar um golpe fazendo o voto cassando os votos da maioria que elegeu a presidente Dilma e o PT. Não vamos aceitar. O voto dos golpistas das classes média alta não valem mais do que o voto do cidadão pobre da maioria. Esses golpistas ficaram marcados pelo golpismo , essa classe média alta burguesa que ocupa o aparelho do estado, que consegue passar em concursos públicos para PF, MP, MPF, Tribunais do judiciário e que acham que são os donos do mundo, que fazem da mídia e do judiciário propriedade privada, e vivem uma vida de rei com tantos privilégios as custas do dinheiro público, não tem idoneidade ética e moral para apontar a corrupção contra alguém, quando eles vivem como Marajás, e transformar o judiciário em conluio com a plutocracia doa baroes mafiosos da midia, no poder mais corrupto e intocável que existe. Esses cedo ou tarde serão cobrados pelo mal uso que fazem do cargo que ocupam, o chicote um dia vai mudar de lado. O Brasil não precisa de Salvador da pátria.
    Enquanto houver pobres e excluídos no Brasil a esquerda vai existir, a luta vai existir para terror da direita egoísta que não governa para o povo.

  23. Pobre Brasil! A escória fascista aparelhou os órgãos de Estado, para cometer seus desatinos!

  24. Gente, passou do ponto termos qualquer expectativa de honestidade ou justiça da Mídia, Judiciário, Ministério Público ou Polícia Federal.

    Acabou. Isso não existe mais.

    A qualquer momento, hoje, todo cidadão – não somente Lula – pode ser arrancado de sua casa, como aconteceu com o capoteiro, e ficar indefinidamente preso nas masmorras sob constrangimento psicológico e físico.

    A verdadeira proteção da Democracia e de Governos legitimamente eleitos está na capacidade de ocupação das ruas. Somente isso comoverá a sanha dos extremistas de Direita.

    Assim, temos que fazer todo o possível para irmos às ruas no dia 18 e, mais do que isso, convencer os necessitados de Estado a fazerem o mesmo. Estes são carentes de informação e não sabem o risco que correm de serem jogados novamente na miséria e na fome extirpadas pelos Governos Lula e Dilma.

    Até o dia 18/03/16, não aqui, mas nas ruas.

    Eu e minha família iremos pacificamente.

    • Os coxinhas vão as ruas no dia de folga, porque necessitam trabalhar… quem vive de propina tem o direito de ir nos dias úteis…. obviamente porque não trabalham ou porque estão desempregados!!! VIVA A DILMA – VIVA O LULA!!!!

  25. Espanta a tranquilidade com que Dilma vem assistindo a escalada fascista no país. Ou ela prepara um xeque-mate de última hora ou está totalmente alheia em relação a realidade do Brasil.

    Será que usará a Lei de Defesa da Democracia, substituta da Lei de Segurança Nacional da Ditadura, para colocar com justiça na cadeia os conspiradores? A pronta reação do Exército rechaçando as novas “vivandeiras de quartel” como Merval Pereira e Ricardo Noblat e a dura reação da Aeronáutica, que impediu que o sequestrado ex-Presidente fosse levado para o cativeiro em Curitiba deram mostras que as Forças Armadas não aceitarão um “golpe de mão” contra o legítimo mandato presidencial de Dilma.

    No mais, vímos ontem a extrema-direita tomar conta da Avenida Paulista. Aécio e Geraldo foram escorraçados e Marta, a traíra, quase foi linchada. Deve estar se remoendo de arrependimento por seu oportunismo raso ao se aliar ao Golpe.

    O Brasil é um país do teatro do absurdo na vida, e que surpreenderia o própria Eugeny Ionesco. O Eduardo Cunha impedir a Dilma seria o equivalente ao gangater Al Capone impedir o Elliot Ness. O que se seguiria? Uma versão neoliberal, fascista e neopentecostal do Estado Islâmico, com o democratas, ativistas pelos direitos da mulheres, negros e gays sendo jogados do alto dos edifícios. Uma “junta” de Bolsonaro, Cunha e Malafaia no controle do Estado brasileiro.

    Ou resistimos enquanto há tempo (todos aos atos do próximo dia 18) ou mergulharemos na barbárie.

  26. Edú como se explica esse silêncio cúmplice do STF? Será que eles tem noção do perigo que estamos correndo? A ditadura do judiciário já está instalada, só falta sair no Diário Oficial. Muto sangue pode correr, graças a omissão daqueles que deveriam zelar pela Constituição. Estamos vivendo momentos sombrios e nos sentimos impotentes diante da covardia daqueles que são regiamente pagos para nos defender. Eu me sinto roubada.

  27. É UM TREMENDO DUM ERRO afastar e aterrorizar a m´dia ..há que sempre buscarmos novos canais de comunicação com a sociedade, se sermos noticia

    ..comentário meu postado no BLOG do Kennedy Alencar
    .
    Não foi desta vez NÃO !
    .
    Mais de 70% querem NOVAS eleições (o que não casa com a tese do impeach e sim com TSE)
    .
    A maioria que saiu aos protestos era formada dos mesmos, a elite do eixo Sul/SE
    .
    A oposição não CAPITALIZOU nada, NADA ..Aécio, Alckimin e Martha foram vaiados em SP, hostilizados
    .
    Cerca de 10%, APENAS, dizem aceitar TEMER como substituto
    .
    A MAIORIA também não responsabiliza só o PT pelo quadro degradante da política brasileira, pelo nível elevado de escândalos e de desvios

  28. Franz Kafka escreveu o livro “O PROCESSO”, que depois virou filme, talvez dirigido por Costas Gravas. O assunto é: “Sem motivo, Josef K é capturado e interrogado em seu aniversário de 30 anos. As circunstâncias são grotescas, ninguém conhece a lei e a corte permanece anônima. A “culpa”. desconhece Josef K, tornar–se-lhe inerente, sem que ele possa fazer algo contra isso. Obstinadamente, mas sem sucesso, ele tenta lutar contra o crescente absurdo e envolvimento, ignora todo aviso de resistência e é, por fim, executado, um ano depois, nos portões da cidade.” Quando assisti a este filme saí estarrecida, horrorizada, agradecendo por ser só um filme. Me digam se o que está acontecendo com o LULA não é uma estória, mas sim uma história verdadeira? Pergunto mais, e quando acontecer com os mais simples, se hoje eles fazem com pessoas com certo poder?

  29. “O povo de quem fui escravo. Não será mais escravo de ninguém”. Getúlio Vargas.
    1% da população tem mais dinheiro do que os 99%, mas não são donos do Brasil. Acorda povo!!! Elles têm mais dinheiro,mas são poucos. Só depende de nós. Avante Brasil Para Todos. Escravidão já acabou,e nem que elles queiram,voltará.
    https://www.youtube.com/watch?v=zXRO38e6W7A

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.