Conheça a Polícia Política Antipetista (PPA)

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

ppa

 

No âmbito da narrativa sobre ditadura que se abateu sobre o Brasil (um regime paralelo ao poder oficial que é, de fato, o que controla o país), há que reservar um capítulo para o órgão que executa a repressão.

Todos os regimes ditatoriais requerem uma polícia política destinada a perseguir e “anular” os que possam incomodar os ditadores. De acordo com o nível de truculência de cada ditadura, sua polícia política promove essa anulação através da violência física.

A violência física é uma característica das ditaduras e é usada em diversos graus de contundência.

Algumas ditaduras não têm alternativa à violência física escancarada, com torturas e até assassinatos. Essas ditaduras são aquelas que se instalam à revelia de governos populares.

No Brasil já tivemos vários regimes dessa natureza, mas é a primeira vez que experimentamos um novo tipo de ditadura, a ditadura extra-oficial que governa sem estar no poder através do controle dos órgãos de Estado.

O fato é que todos os governos petistas desde 2003 foram fracos desde o primeiro momento. O primeiro governo Lula assumiu sob concessão da direita. Sem a “carta aos brasileiros”, muitos acreditam que a direita nem deixaria esse governo tomar posse.

Desde o primeiro dia os governos petistas estiveram sob lupa e sob avaliação constante. Tiveram que fazer profissões de fé no respeito à propriedade privada e aos ganhos do rentismo, ou não assumiriam.

Lula ou Dilma não teriam força para montar um aparelhamento dos órgãos de controle e do STF como fizeram seus antecessores. Seria imaginável a direita aceitar que Lula colocasse um “engavetador” na Procuradoria Geral da República.

Apesar da altíssima popularidade dos governos do PT entre 2003 e 2013, esses governos não tinham força para fazer e acontecer como um governo Fernando Henrique Cardoso, por exemplo, que dispunha de apoio da mídia até nos momentos das suas grandes barbeiragem, como na maxidesvalorização do real, em 1999.

Blindado contra investigações de corrupção, apoiado pela mídia, agraciado por maioria em um Congresso ameaçado por essa mesma mídia de ser demonizado caso não se rendesse ao governo federal, FHC conseguiu a proeza de quebrar e saquear o país sem jamais ter sido investigado por nada.

Com o PT, a fórmula para explorar sua fragilidade foi usar os órgãos de controle, que passaram a ter liberdade total sob o petismo, para formação de uma política política cujo único propósito é investigar e prender petistas por crimes verdadeiros ou forjados pelo governo paralelo.

Este Blog divulgará nos próximos dias informações sobre as entranhas desse monstro que passo a chamar de PPA (Polícia Política Antipetista). O que você lerá a seguir não é especulação, é fato. Foi revelado a este Blog como funciona a PPA.

Essa polícia política é formada, basicamente, por setores do Ministério Público que hoje o controlam, por setores da Polícia Federal que hoje a controlam, por setores do Judiciário que hoje o controlam, por partidos de oposição assumidos ou enrustidos e, por último e mais importante, por um grupelho de impérios de mídia.

A Operação Lava Jato é o coração e os pulmões da PPA, a polícia política da ditadura informal que hoje governa informalmente o país no lugar de Dilma Rousseff, manietada pelo Legislativo, pelo Judiciário etc.

Funciona assim: toda semana a Lava Jato envia aos principais impérios de mídia do país informações sobre seus próximos passos. Os “releases” de Sergio Moro e companhia sobre seus próximos alvos chegam às redações com uma semana de antecedência, na pior das hipóteses.

Muitas vezes, porém, os relatórios da Lava Jato para a mídia são passados em reuniões periódicas que apontam quais alvos do “petismo” e do governo federal serão fustigados ao longo de períodos maiores.

Moro ou seus prepostos mantêm reuniões frequentes com os grandes grupos de mídia e juntos planejam campanhas de difamação contra petistas e contra o governo federal. E, claro, estratégias para enfraquecer Lula.

Não estou supondo, não estou especulando, estou apenas comunicando ao país que existe uma Polícia Política Antipetistas controlada pela Lava Jato e que, como diz o nome, só existe por que o PT está no poder.

A PPA – ou a Lava Jato – não visa combater a corrupção coisa nenhuma; visa combater a corrupção que possa existir no PT ou em governos do PT de qualquer nível (Federal, Estadual ou municipal). E, caso não se ache nada desabonador, a PPA inventa.

Nos próximos dias, o Blog apresentará uma prova do que está afirmando. Aguardem.

Tags: , , , , , , ,

109 Comentário

  1. Muito obrigado por essa notícia Edu. Percebe-se que tem algo de podre nesse Brasil conspirando pra que continuem com seus privilégios. Não querem que seu povo se liberte, seja uma sociedade justa e feliz.

  2. Olha ai gente, CUT E PETROLEIROS organizam manifestacao contra projeto no Senado. O pre sal e nosso ! Todos na rua para derrubar esse projeto no congresso ou exigir que Dilma use a caneta e vete esse VERGONHA ! Dilma prometeu proteger o investimento na educacao e saude. Se ela nao vetar nao podera governar ! Serra e Renan sao bandidos, devem ser presos ! Dilma por favor VETE e depois renuncie e declare novas eleicoes. Era o que deverias fazer para o bem do Brasil se vc nao pode protege-lo. Tem que vetar, custe o que custar ! Coragem Dilma coracao valente !

  3. É preciso desenvolver este entendimento. Estão paralisando o Brasil.

  4. E vc nao mencionou em nenhum momento a conivência de Dilma com todo este processo. Ainda acredita em Dilma mesmo após a votaçao da emenda de José Serra? Eduardo, acredito que como eu, outros tenham a mesma percepção: por que você continua defendendo este governo? A opção seria pior? Argumento fraco. Devemos estar do lado da verdade, sempre. Seu blog merece uma revitalizacao. Uma revitalizacao de crenças partidárias-ideológicas. Esta crença juvenil no PT já se esgotou. Dilma já nos mostrou, em diversas oportunidades, de que lado está. Defendê-la agora é, no mínimo, um esforço de tergiversação muito forte. Ou será que eata palavra, assim como ufanista, não cane no contexto. Salve seu blog, Eduardo. E, por favor, não me chame de ex-petista. Meus ideais continuam os mesmos. Não fui eu quem mudou ou traiu alguma causa.

    • Ricardo Lima, eu fiquei p com o governo quando vi a perplexidade do Lindbergh e do Requião quando Jucá apresentou o projeto Serra amaciado pelo governo. Achei a atitude do governo bem esquisita.

      MAS, ESPERA.

      Dilma não pertence a essa turma de que o Eduardo está falando. Com todas as suas limitações, ela fez o possível pelos programas sociais e essa turma não quer saber absolutamente nada disso.

      Está na hora de fazermos o que eles fazem – seguir o dinheiro.

      Porque neste momento o Gerdau na Zelotes, que desviou menos que outras empresas? Gerdau é ligado aos Koch. E os irmãos Koch, entre outros negócios – como financiar junto com o Gerdau o MBL, Kim K., etc. – exploram petróleo, gás e outra porrada de coisas. A gente não foi ensinado a ver as coisas da ótica da geopolítica, mas este momento escancara essa ótica.

      Tudo de que se trata aqui é: Petrobras e Lula, da luta das petrolíferas estrangeiras e seus braços locais para ver quem vai dominar o pré-sal e assim a soberania nacional. Esqueça até onde isso for possível as questões ideológicas ligadas ao PT. O fato é que os governos petistas aprovaram no congresso leis que manietam o lobby das petrolíferas e interesses de gente como Serra e seu grupo. É sempre disto que se trata – Petrobras e Lula, as duas faces da mesma moeda.

      Não é hora de abandonar o barco, muito pelo contrário. Eles estão fazendo um trabalho muito bem feito para que nós – a força progressista da sociedade, a única força que resta – abandonemos o barco. Dilma é isolada e obrigada a capitular em determinadas coisas e negociar, nos deixando bravos com ela. Tiram nossa força moral plantando suspeitas sobre suspeitas em relação ao Lula.

      Temos que lutar por aquilo que está acima da Dilma, do PT: liberdade, democracia, soberania. O que significa lutar pela Petrobras e pelo Lula. Fazer exatamente o que eles estão fazendo. Eles estão atacando ferozmente a Petrobras e o Lula. Nós temos que defender ferozmente a Petrobras e o Lula.

      Nem prestem atenção ao que alardeiam de indícios de irregularidades do ex-presidente, não é disso, mas não é disso mesmo, de que se trata agora. Eles utilizam nosso moralismo e indignação para nos enfraquecer – afinal, quem é doido de defender corrupto? Usam nosso medo de sermos julgados moralmente pela sociedade. Meus amigos no fb fazem isso comigo: quem defende governo corrupto, corrupto é. Armadilha fácil. Sopa no mel para os interesses de que estamos falando.

      Ponham essas coisas de lado pelo momento pois realmente não é disso que se trata, assim como também não é o combate à corrupção de que trata a Lava a Jato. Moro como herói, prisão de grandes empreiteiros, tudo isso é show e fachada para submeter econômica e moralmente o país. Que a gente saia dessa lógica.

      A defesa do Lula e da Petrobras tem que ser feroz. Tão feroz quanto a força para destruí-los. Deixar prender o Lula é entregar o pré-sal. Entregar o pré-sal é prender o Lula. São nossos símbolos de soberania ligados a questões muito reais e concretas, tão reais e concretas quanto bilhões de barris de petróleo. Bilhões de barris a um custo baixíssimo de extração por causa de uma tecnologia única. A qualquer momento o preço do barril pode se elevar. Eles apostam no futuro, nós temos que fazer o mesmo com toda a força.

  5. Que nojo!
    …A Operação Lava Jato é o coração e os pulmões da PPA, a polícia política da ditadura informal que hoje governa informalmente o país no lugar de Dilma Rousseff, manietada pelo Legislativo, pelo Judiciário etc.

    Funciona assim: toda semana a Lava Jato envia aos principais impérios de mídia do país informações sobre seus próximos passos. Os “releases” de Sergio Moro e companhia sobre seus próximos alvos chegam às redações com uma semana de antecedência, na pior das hipóteses…

  6. Eduardo, isso é muito grave. Fico no aguardo, ansioso. Abraço.

    • Tão grave, quanto evidente. Embora seja impossível comprovar porque tais operações desses tais agentes da PPA são pensadas e coordenadas em ambientes sombrios de lojas maçônicas das quais a maioria dessa burocracia carcomida do Estado participa. Acredito que faltou só mencionar que, por trás da VAza a Jato, dos procuradores, PF e seus comparsas da mídia, sobre todos eles pairam soberanos os verdadeiros donos do Brasil. os agiotas Banqueiros, evidentemente, porque são os únicos que ganham com caos ou sem caos e se encheram de aturar a participação popular interferindo nas decisões de governo. Querem o BC independente, o controle (mais ainda) dos setores produtivos da economia (sem estatais), e o salário no nível que o Armínio Fraga já sinalizou quando fazia o seu programa de governo em 2014. Nos faltam instrumentos de inteligência para identificar esses movimentos e denunciá-los, com fundamentação. Por enquanto, quem falar sobre essa realidade assustadora e evidente, será triturado pela grande imprensa e taxado de lunático seguidor da TEORIA DAS CONSPIRAÇÕES.

  7. Edu, aguardo com muito ansiedade, mas sou tentado a perguntar, me fingindo de esperto: precisa mais provas? Não está claro como a neve?

  8. “Lula ou Dilma não teriam força para montar um aparelhamento dos órgãos de controle e do STF como fizeram seus antecessores. Seria imaginável a direita aceitar que Lula colocasse um “engavetador” na Procuradoria Geral da República.”

    Edu o erro foi ser republicano com essa direita corrupta e secular que nesses 500 anos tornou o Brasil o país da corrupção, da desigualdade social , extrema concentração de renda , um país sem educação dilapidado como colônia extrativista , um país tão rico que se tornou um país de pobres.

    Lula e Dilma vacilaram, tiverem chances de indicar gente de esquerda no judiciário que sempre foi elitizado, conservador e de direita, para equilibrar a balança ideológica no judiciário. Por descuido, má assessoria e ingenuidade, falta de estratégia cometeram erros de não plantar uma semente ali e se fortalecer juridicamente bem como ter uma proteção no judiciario aos projetos sociais e políticos implementados pelo governo que fizeram. Sem isso todas as conquistas sociais estão ameaçadas, inclusive a própria esquerda e o PT.
    Temos muito o que lutar e essa lição precisa ser aprendida e nunca esquecida pela esqueresquer da e pelo PT. Não é esquecer como esquecem da ditadura, mas ao mesmo tempo não fazer nada. Fazer é dever obrigação, e a esquerda o PT ou qualquer partido que venha do povo, é missão obrigatória que faça política e se fortaleça sim no poder judiciário. Esse poder desequilibrado é perigo!

    • Esqueci de dizer algo que acho importante.
      Toda dia essa mídia canalha e os hipócritas corruptos do PSDB e da oposição vem com aquela ladainha de que o PT precisa fazer uma auto crítica e reconhecer seus erros. Lógico que esse discurso que esses canalhas adoram acusar os outros de não fazer eles mesmos não fazem. Você já viu o PSDB reconhecendo seus erros e fazendo auto crítica? Nunca! Por isso mesmo que é uma armadilha esse discurso hipócrita da oposição e tem muita gente na esquerda caindo que nem marreco nesse discurso inclusive o Lula, o PT!
      A única auto crítica que o PT precisa fazer para si e reconhecer que errou foi não fazer nada para colocar a esquerda dentro do judiciário para equilibrar a balança ideológica, e diminuir a influência conservadora, elitizada de direita. Faltou democratizar o poder judiciário e aí sim fazer a regulação democrática das comunicações e ter todo respaldo de dentro do judiciário para essas reformas tão urgentes e necessárias para a democracia no Brasil.

      • Concordo inteiramente. Fazer autocrítica, só se fosse noutra sociedade, noutra circunstancia ideal. Apertar a tecla “Fo..- se” é a ação correta. Fazer auto critica pra quem? Pra direita imunda? Tecla neles.

    • BULL SHIT!! É impressionante a facilidade com que certas pessoas, confortavelmente recostadas em seus home offices atribuem vacilação a quem está e esteve sempre nos fronts selvagens da batalha política que hoje se revela até aos olhos mais incautos. Quer dizer que o cidadão imagina que o mandatário eleito estaria livre no exercício do seu mandato sem nenhum poderoso esquema de vigilância permanente sobre seus atos e nomeações? Tal e qual num país de maravilhas onde não houvesse o aparato policial repressivo a serviço permanente do Poder Permanente? Em qualquer momento o mandatário poderia ter nomeado o Wadir Danous ou Dalmo Dallari sem ser incomodado pelo tutor vigilante em plantão permanente? Os novos Ministros do BEM, então, em maioria, mandariam investigar e prender o Gilmar Dantas e seus comparsas e todos viveriam felizes para sempre?
      O mundo não é simples assim, caros incautos e insolentes operadores de

  9. Perdeu a noção? Tomou sol demais?
    Mas vou te ajudar:
    Está afirmando que Moro se reune com jornalista e passa a este informação sigilosa?
    Basta provar e ir buscar o prêmio de jornalista do ano.

    Ps de vez em quando suas teorias conspiratórias são engraçadas, mas desta vez …
    Mas continue, vou sentar e esperar o desfecho.

  10. Edu, minha resposta não tem nada a ver com o post acima. Aliás, eu confesso que nem o li, pois não estou com cabeça para isso. E lhe peço que não aprove este meu comentário, eu vim aqui apenas para desabafar.
    Me desculpe, sei que você não tem tempo para esse tipo de coisa e não é psicólogo ou o que o valha.
    Mas desde ontem carrego um pesar enorme no meu peito. Há tempos sinto uma angústia muito grande pelo que vem acontecendo no Brasil – os ataques incessantes, a total parcialidade, as mentiras, as manipulações. Que inferno estamos vivendo neste país! – e ontem foi a gota d’água.
    Ontem a Dilma jogou a pá de cal no restinho de esperança que eu tinha nela. Eduardo, como, depois de ontem, eu poderei voltar a acreditar (ou me enganar) que Dilma está do nosso lado? Que jogo é esse que ela está fazendo? Onde ela anda com a cabeça? Por que ela só nos decepciona? Eu militei nas campanhas, sofri igual uma condenada nesta última. Tinha em mente que o projeto social teria continuidade, que o pré-sal estaria seguro. Poxa, vida!! Eu me sinto como se estivesse de luto. Eu não me conformo com o fato dela, mais uma vez, ter feito o jogo deles. A troco de quê?
    Passei o dia de hoje me perguntando o que Dilma irá fazer da vida após sair da presidência. Que legado deixará? Nenhum, Eduardo! Do ‘combate à corrupção’? Que PIADA!! Que combate é esse que só atinge um partido? Que persegue o Lula, que está acabando com a economia do nosso Brasil?
    Eu me sinto arrasada, sabe… acho que a partir de agora não terei mais ânimo para acompanhar a política. A esperança que eu tinha de um país melhor e mais igual se foi ontem com a entrega do pré-sal. Era o nosso passaporte. Já era.
    Me perdoe.Eu não sei por que vim falar essas coisas pra você.

    • Deixa de ser chata.

      • Que chata? Ela foi sincera! Isso é um defeito? Então deixe de ser desumano!

        Edu: no aguardo de mais informações. Abraço!

    • Eu acredito que não são poucas as pessoas que estão se sentindo em situação muito parecida com a sua. Haja coração!!!

    • CUIDADO minha gente… Falo com os progressistas, com aqueles que tem compromisso com a verdade e com o nosso País.
      A rede está sendo invadida por gente que se diz petista e/ou que lutou pelo Governo Dilma, mas está decepcionado.

      MENTIRA !!

      Essa tal de Cínhtia é FAKE, assim como muitos que estão dizendo o mesmo que ela (ela? quem garante que a personalidade é de uma mulher?)
      O objetivo dessa retórica é fazer prosélitos anti-Dilma e estão, aos poucos conseguindo, Altair e Bonobo estão caindo como patos.

      Abração a todos os amigos.

      • Tambem acho que tem gente contratada para jogar uma conversa mole e fazer a cabeca de muita gente. Em todo caso, devemos responder e tentar desconstruir porque muita gente boa se deixa levar. O Severino respondeu muito bem: e “bull shit” a maior parte do tempo mas o depoimento ai pedindo para o Edu nem publicar pode ser tambem sincero, necessidade de ser esclarecida, etc. Bem, digo a essa pessoa que ela pode ficar tranquila pois a Dilma esta lutando e se fez o que fez e porque estava com a faca no pescoco. Como Severino diz, a vida esta muito longe do “branco no preto” da Rede Esgoto. Vai ajudar a Dilma em vez de chorar as pitangas !

  11. O observador político já identificou esse movimento desde 2013, quando o plano atual estava nos primeiros passos.

    Houve outros ataques, antes desse período, de natureza variada e sem uma coordenação, tudo isso vem desde a entrevista do Roberto Jefferson à jornalista Renata Lo Prete, publicada na Folha.

    Em 2013 se estabeleceu uma coordenação geral, e PF, MPF e Justiça Federal passaram a atuar no campo institucional da polícia política. As oposições fizeram seu papel no Congresso, e o PIG (Folha, Estadão, Veja e Globo) deram a sua cota na comunicação.

    Tudo isso ocorreu porque foi possível perceber que o governo Dilma – ainda no seu primeiro mandato, em seus dois anos iniciais – demonstrou que não tinha capacidade de articulação politica para enfrentar desafios mais complexos, além de ser identificável que a sustentação politica dos dois mandatos do governo Lula, aos quais Dilma deveria dar seguimento, estava na retomada do desenvolvimento e, por conseguinte, na ampliação de um mercado interno vigoroso, o que aumentava receitas do governo e assim lhe garantia o financiamento dos programas sociais.

    Logo, o plano do PPA (esse monstro abordado agora pelo Eduardo Guimarães), teria que atacar a sustentação dos governos petistas, sem o que não se atingiria nenhum objetivo. Basta recordar que todas as tentativas anteriores de derrubada do governo naufragaram no estupendo percentual de aprovação do governo e do presidente Lula.

    E foi o que se iniciou em 2013, os ataques sistemáticos, regulares, intensos, precisos, estratégicos contra tudo o que garantia o sucesso do governo. As campanhas afirmando que a economia iria parar, antes mesmo de qualquer sinal de queda, desafiavam a lógica política e os fatos (índices econômico-financeiros), junto com os adendos de desestímulo ao consumo, outra inversão da lógica capitalista. Depois veio a manifestação popular, aquela de julho de 2013 que levou o povo à rua por conta de um reajuste de vinte centavos na passagem de ônibus urbano.

    Tudo falso e premeditado, mas inflado ao máximo pela mídia operadora do PIG. Claro que outros processos foram se somando ao reajuste da passagem de ônibus. E quando a turba inflada – até então estimulada pelo PIG – começou a atacar lojas e outras propriedades, surge a nova versão daquele ex-cineasta e comentarista de tudo para colocar um freio no quebra-quebra. Quem não se lembra da aprovação do parvo, num primeiro momento, e depois de seu novo discurso reformatado?

    E veio o discurso de que a inflação iria disparar. De novo a pergunta, quem não se lembra dos discursos de que a inflação havia disparado quando ainda estava na casa dos seis por cento. O menino do Leblon cansou de afirmar essa ladainha. No Congresso, que não enxerga o futuro (o do país, porque se mantém atento ao futuro próprio de cada membro), permitiu-se um orçamento inflado, que apontava para a continuidade do crescimento do emprego e da renda e da manutenção dos níveis da economia. Com o início da queda da atividade econômica em 2013 as contas do Tesouro começaram a apertar.

    Ainda naquele ano se preparou o orçamento de 2014, repetindo-se projeções irreais, e no segundo ano de redução da atividade econômica a receita do governo reduziu-se enormemente, e veio as pedaladas compensatórias para fechar o ano. Como foi ano de reeleição de Dilma, que venceu com resultado apertado no segundo turno, inclusive como consequência dos ataques que produziam rombos na sustentação politica do governo desde 2013, a virada para o segundo mandato já estava comprometida. Tanto é verdade que Dilma, antes mesmo de tomar posse no segundo mandato, despachou medidas antipopulares e contrárias ao seu discurso de campanha nos dois últimos meses do primeiro mandato.

    Se as oposições mais afoitas imaginaram tomar o governo ainda em 2014, e pensaram mesmo, os estrategistas adversários enxergaram o óbvio, era hora de ampliar os ataques e desmontar sua sustentação para o objetivo maior, vencer as eleições em 2018. No meio do caminho esses estrategistas mais espertos deixaram os afoitos brincarem de impeachment e outras torpezas, tudo dentro do script, porque qualquer desgaste ajuda na macro conspiração, as próximas eleições presidenciais. É por conta desse objetivo maior a razão dos virulentos e incessantes ataques a Lula, o adversário a ser batido, de preferência todo esfarrapado em face de tantas agressões.

    Enquanto isso Dilma patina na ausência de percepção da realidade política. Dilma ainda se lastreia num governo sério, republicano, trabalhador, bem intencionado, como ferramenta para reverter a situação. Tolice pura. Porque é a política a razão de todas as batalhas que enfrenta. Os adversários querem lhe tomar o poder e para tanto vale qualquer constrangimento que estão lhe imputando desde sempre. A tal luta contra a corrupção é atividade antiga da velha política brasileira, o udenismo que nunca morreu. Dilma não enxerga isso. Sequer é capaz de capitalizar seus esforços para apurar todos os malfeitos que (ainda) não estão debitados na conta pessoal dela.

    O ano de 2015 passou sem nada ser revertido, e pior, Dilma ficou refém do efeito Eduardo Cunha, que sozinho conseguiu paralisar o Parlamento e o país. O ano só não foi perdido para a PPA, que avançou de tal forma que a paralisação do Judiciário, em sua mais alta Corte, é um vexame histórico, porque assiste a todas as agressões à Constituição Federal, ao Estado Democrático de Direito, sem fazer nada. E mais, finge-se de morto.

    Até os panelaços assustam a Dilma e seus assessores que recomendam que ela se cale. E a campanha para derrubar o governo continua diariamente nos telejornais, na imprensa, no rádio, em todo lugar. A conspiração é livre, leve e solta. Dilma não acordou ainda de seu sono esplêndido de uma mulher republicana, achando que nada a atingirá. Ledo engano. Já atingiu e ela está ferida de morte. Sem enfrentamento político, direto e firme, contra todos seus adversários, diariamente, dialogando com o povo ao vivo uma vez por semana, não reverterá a situação de crise que ela enfrenta e o país e seu povo são vítimas sem defesa.

    Dilma não percebe nem que a responsabilidade primeira dela, como presidenta da República, é defender seu povo e seu país, e para tanto, há que enfrentar adversário poderosos, não só os internos, mas os externos que também a atacam em várias frentes. A disparada do dólar e a queda do preço do barril de petróleo são apenas dois ataques externos, mas há outros. Necessário registrar também que a condição de refém do sistema bancário nacional e das taxas de juros é outro problema que libera uma âncora pesadíssima impedindo o barco de Dilma de retomar seu curso anterior. O ataque especulativo contra a bolsa de valores e as tais agências de risco (?) são outras armas bem montadas que estão ferindo de morte nossa economia.

    O Eduardo Guimarães nos prometeu revelações importantes para os próximos dias. Vamos aguardar. Uma parte dos fatos a gente entende bem. O que a gente não entende, em hipótese alguma, é o governo não tentar alguma empreitada para salvar o país, oferecer uma alternativa ao seu povo. Se o fizesse, talvez salvasse o próprio mandato, mas enquanto não tem coragem de enfrentar um simples panelaço, o que esperar dos enfrentamentos muito maiores que ela tem pela frente.

    A tristeza e a amargura estão nos comendo as entranhas, e a votação no Senado sobre o pré-sal revelou que o governo está mais fraco do que parece, aumentando nossa agonia.

    • Plenamente de acordo com tudo, Sergio Vianna. Só tentando complementar, voltando um pouco atrás de 2013 e as “manadas de junho”, eu creio que o sinal de alerta para a comunidade rentista internacional que domina o planeta soou em 2010, com a vitória do poste, a confirmação do Pré-Sal e a ousadia dos irredutíveis gauleses de querer tentar assegurar a sua riqueza para o povo brasileiro por meio do sistema de PARTILHA. Do sinal de alerta, surgiu a decisão de espionar Petrobras e tudo mais, interferir no mercado internacional do Petróleo, mesmo experimentando perdas para seus próprios acionistas e, o exemplo mais evidente de que a guerra estava declarada, a corrupção de toda a que fora em algum momento distante do passado a Alta Corte de justiça desse país. O STF. O espetáculo político partidário midiático encenado por suas excrescências não deixa dúvidas sobre o engajamento daquela composição da corte com o sistema PPA citado pelo Edu. Tem alguns incautos que enxergam “vacilação” nas ações dos governantes nesse período que precedeu o recrudescimento dos ataques das hordas dos patrões porque não conseguem compreender que Lula caminhou na trilha estreita das ousadias possíveis que foram toleradas até que excederam todo os limites aceitáveis pela banca internacional em 2010.

  12. Por favor Gente boa, tenho certeza que Dilma fez o que pode. Ela conseguiu alterar uma parte do projeto do Serra que da ao Brasil a soberania da Petrobras. Ela fez isso qdo percebeu que o projeto ia ser aprovado de todo jeito, salvou uma parte. Nao acredito que Dilma mudou seus ideais politicos, ela simplesmente nao tem forca para governar pelas razoes que todos conhecemos. Vivemos uma guerra cotidiana que destroi o governo, o PT e o Lula. E admiravel o que eles tem sofrido, um verdadeiro horror. O problema e que agora e o pre sal e para protege-lo precisamos que alguem faca algo. Dilma valente VETE essa vergonha ! Todos unidos nessa causa. VAMOS SIM DEFENDER LULA E O PRE SAL. Dilma esta cercada, paralizada, virou marionete do mundo financeiro como tantos outros governos no mundo. Ela tem historia e grandeza pessoal para perceber que ela tem que ser radical nesse momento. POVO NA RUA, SAIA JUSTA NA DILMA !!

    • Lenita, salvou nada. Sejamos honestos. Leia o Lindbergh no Conversa Afiada. A luta agora é contra a nefasta Camara
      E nas ruas. O que aprovaram é podre. Trocaram o papel na hora de entregar a Dilma. Ela na pressa, risos.

      Sabotadores dentro de todas as instituições e criminosos trocando a Petrobras pelo seu pescoço. Há pescoços no TCU também. Ao menos não votamos nos mandrakes.

      Piores são os legislativos votados. Nossa tarefa de conscientização é grande. Mas a intuição bovina já está mostrando alguma coisa de errado em tudo isso. O povo está percebendo alguns exageros.

      E os ditadores dos tribunais já temem pelos seus salários. A operacão deles ja causou queda de 6% na arrecadacao. Impossivel nao atingi-los.Alguns já demonstram dúvidas sobre seu futuro. Isso é muito bom.

      Agora é lutar contra a Câmara, destituir Serra e Renan com processos. Ou vacarezzar eles.

  13. Cinhtia,

    Requião ficou doente. Todos estamos.

    Esse golpe vai deixar uma ferida. Espero que o organismo reaja. Que purgue o resto para recomeçar.

    Se o povo entender que vota mal, e que políticos maus não nascem na jabuticabeira, mas são eleitos e entram pela porta da frente , já está bom. Um dia quando tivermos massa criítica a virada será muito melhor e mais completa. Processo político leva décadas.

  14. O PT demonstrou completa incompetência no quesito: administrar o Poder.

    A dura realidade é que muitos petistas ficaram deslumbrados com os gabinetes acarpetados e com ar condicionado, se satisfazendo com o soldo recebido no final de cada mes. Talvez acreditando que essa mamata iria perdurar ad eternum, e que bastasse um pouco de esforço na epoca das eleições e tudo bem.

    Pra quem assistiu o programa eleitoral do PT nesta semana tem uma noção exata da total falta de sintonia da realidade vivida pelo partido. Tem gente no PT acha que está vivendo num planeta imaginário, onde nada de ruim acontece e que suas conquistas serão sua defesa contra o golpismo….ora, isso é uma idiotice sem tamanho.

    A cupula do PT não escuta os reclamos de suas bases, de seus militantes. Muita gente está se cansando e abandonando a luta.

    Há quanto tempo que a blogosfera progressista vem denunciando esse Estado Paralelo que domina o pais?
    Há quanto tempo que estamos pedindo a destituição do ministro da Justiça?
    Há quanto tempo as forças progressistas vem pedindo mudanças na politica economica?
    Há quanto tempo estamos pedindo para o governo enfrente a midia?

    O governo foi derrotado no senado e o pais vai perder com a partilha do pré sal. Não houve nenhum esforço de articulação politica do Planalto para evitar tal tragedia.

    Pergunto: até quando vamos continuar defendendo esse governo?

  15. Caro Eduardo,

    Esta é uma triste realidade, agora constatada por este blog, que vem assolando o país todos os dias. Eu por diversas vezes disse aqui neste espaço, que há um conjunto de forças que se uniram para destruir o PT e o governo que este representa. O governo federal só agora parece ter acordado para este fato.

  16. Edu, irreparável o seu texto e na minha visão, só acrescento uma coisa: De como nossa elíte é RUIM, é MÁ, pois querer manter e impor a pobreza extrema a um povo não tem nome.
    Um abraço!

  17. Eu continuo defendendo o mandato. Até o fim. Igual Ciro.
    Mas sou a favor de processar Serra e Renan imediatamente.

  18. Mais uma vez os jornalistas golpistas do bunker petista da Folha/UOL vem a público enlamear o nosso querido governador Alckmin. Vejam a primeira manchete em destaque da primeira página agora:

    http://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2016/02/26/n1-de-alckmin-comprou-imovel-de-empreiteiro-por-30-do-valor.htm

    • Seba, desculpe, mas você deve ser muito seboso pra defender um governo que manda porrada em menor de idade, menospreza a educação, desrespeita ordem judicial pra não invadir escolas, manda milícias paramilitares assustar estudantes, põe em sigilo de 1/4 de século os dados da violência policial e está cheio de denúncias não investigadas a contento, pois tem o ministério público e a assembleia legislativa nas mãos.
      Tua cabeça foi invadida, Seba.

      • e depois nós é que somos ingênuos? Um milhão de vezes Dilma do que Aébrio, Serra, Picolé de Chuchu, Cunha…

  19. Edu,

    Suas informações acerca da atuação do juiz Sérgio Moro são graves, gravíssimas, e merecem outra representação junto ao CNJ; e, quiçá, ao STF. Penso, inclusive, que esse juiz deve perder o cargo, pois de há muito perdeu a compostura e isenção imprescindíveis ao exercício da magistratura. Pensemos, pois, numa série de ações voltadas à cidadania com esse fim.

    Stella

  20. Dilma ou qualquer outro petista e até mesmo Jesus Cristo se petista fosse, estariam vivendo a mesmíssima situação. O PT simplesmente tirou o doce da boca da direita e isso eles não perdoam. Dilma não tem absolutamente culpa de nada. Senta na cadeira dela 5 minutos e depois me conta.

  21. Edu, deveria colocar todos eles na cadeia por crime lesa pátria. Não é somente petistas que estão prejudicando, e sim todo povo brasileiro, isso é crime. Os mafiosos não tem o mínimo de escrúpulo para atingir o objetivo que é voltar ao poder.

    • Num outro país, não entregue a direita e aos EUA, num país com a soberania nacional intacta, Serra e Renan sairiam do Congresso algemados. Que tal essa proposta na Arábia Saudita? O sujeito seria fuzilado ali mesmo.

      • Olhe! se eu não fosse espiritualista, até que seria uma ideia, mas, a certeza que tenho da vida após morte, sei que eles pagarão caro, pois, foram confiados, prometeram cumprir missão para que tivessem oportunidade, mas, não estão cumprindo e isso aumentará ainda mais a dívida.

  22. Corroborando o que vc diz, Edu, relato o seguinte fato: o atual prefeito de João Pessoa/PB foi eleito pelo PT em 2012. Massacrado por denúncias de corrupção em obras públicas, deu um golpe de mestre: saiu do PT e se filiou ao PSD. Resultado: sumiram as denúncias e a maré ficou mansa pra ele; deverá se reeleger sem maiores contratempos.

  23. Patrocínio da Prefeitura de Guarulhos? Qual será o esquema que essa Prefeitura está metido? Logo logo aparece e esse blog vai ficar “sem patrocínio”, he he!

    • Como eu queria que você tivesse coragem de mostrar a cara pra fazer essa acusação. Não tem patrocínio nenhum de prefeitura nenhuma.

      • Edu, não pode ligar para esse tipo de gente, eles mentem na maior cara de pau, criam factoides, mentiras, são mestres nisso, pois, eles não tem o mínimo de escrúpulo, o exemplo disso é o que vemos, condenando inocentes sem o menor pudor. Essa gente não tem caráter, mentem com naturalidade como se fosse verdade, os conheço bem. Para eles o dinheiro é o Deus, são hipócritas e todos que conheço que tem esse perfil comete corrupção, sonega imposto, paga propina para levar vantagens, não gostam de trabalhar, mas adora dinheiro.

  24. Há uma obviedade que a gente deve manter na mente: é o petróleo e a luta pela hegemonia da energia que está movendo tudo que está acontecendo no mundo, Síria, guerras, porque seria diferente aqui?

  25. Muito bem Eduardo, vamos detonar essa máfia golpista. Os movimentos sociais organizados e o povão precisam tomar as ruas pra respaldar o governo para tomar as providências contra esse complô golpista

  26. Acredito que o PT foi ingenuo na sua passagem, porem se deparou com juízes mal intencionados , uma midia podre, e uma sociedade elitizada que só eles tem direito, e vivemos escudos em um partido(psdb)que nunca fez nada pelos professores, estudantes, negros, trabalhadores, encoberto por uma midia de abutres e uma oposição querendo status.

  27. Oi, já viu isso? O nome e dados das pessoas que ganham o Bolsa Família em todo o País.

    http://bolsa-familia.com/pessoas/sao-paulo/adamantina

    Abraços.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.