Folha inventa que Lula é chefe de quadrilha e acusado pela Procuradoria

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

folha capa

 

Não é pouco. O jornalão paulista coloca o ex-presidente – contra quem não existe nem mesmo pedido à Justiça de abertura de processo – como o suspeito número 1 da Operação Lava Jato e acusado pelo procurador-geral da República.

Na página A5 da edição da Folha de São Paulo de quarta-feira, 13 de janeiro de 2016, a matéria “Quem é Quem na Lava Jato” coloca o ex-presidente Lula como o suspeito número 1 da investigação e o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, como o número 3, logo após José Dirceu, que se encontra condenado e preso pela Justiça.

A matéria propõe ao leitor que “Tente descobrir o dono de cada apelido usado, segundo investigadores, para despistar entrega de propina no esquema da Petrobrás”.

folha 1

Só há um “pequeno” problema nessa matéria que mistura pessoas contra as quais nada pesa na Justiça com outras que estão sendo processadas e/ou que até estão presas, como se todas integrassem uma única “quadrilha”: a menção a Lula captada na Lava Jato não o acusa de “receber propina”.

Em junho do ano passado, matéria do Estadão dava conta de que escutas da Polícia Federal descobriram que empreiteiros envolvidos na Lava Jato chamavam Lula de “Brahma”, em alusão a supostos hábitos etílicos do ex-presidente, quem jamais foi flagrado dirigindo bêbado pelas ruas do Rio de Janeiro ou de qualquer parte do país como aconteceu com um certo senador tucano por Minas Gerais.

folha 3

Como se vê, a matéria deixa bem claro que foi uma menção de empreiteiros a Lula que não o acusou de nada, apenas fez referência a ele.

Abaixo, a citação a Lula em relatório da PF

folha 2

Como se vê, o uso do termo “Brahma” para se referir a Lula não passa de uma curiosidade sem qualquer implicação para a honorabilidade do ex-presidente, já que não há nada de extraordinário em grandes empresários fazerem comentários sobre figura tão importante da vida nacional.

Porém, isso bastou para a Folha colocar Lula como o investigado número 1 da Lava, ao lado de pessas que estão sendo processadas e, algumas, até presas. A matéria induz o leitor menos atento a crer que tem diante de si o raio-x de uma quadrilha.

Mas não é só. Uma página antes, o jornalão antipetista faz uma trapaça ainda mais vulgar e espertalhona ao transformar em acusação mera referência do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, a Lula.

Segundo a matéria (canto esquerdo da imagem no alto da página), diz a Folha que o PGR acusou Lula de “lotear entre Collor e PT” uma distribuidora de combustível.

Uau! É uma declaração e tanto. O PGR acusar Lula de “lotear” patrimônio público é grave. Afinal, segundo o bom e velho dicionário Houaiss, lotear significa “dividir (terra, imóvel etc.) em lote, geralmente para venda; fazer loteamento”.

Janot, então, teria acusado Lula de vender ou dividir patrimônio público com entes privados (Collor e o PT). Há relato de que o PGR acusou Lula de alguma ilegalidade, certo?

Errado, porque Janot jamais usou o verbo “lotear”, que a Folha escolheu para falsificar uma acusação do procurador-geral da República a um ex-presidente da República. Exatamente em matéria contígua a outra que acusa o mesmo ex-presidente de liderar uma quadrilha sob investigação da Operação lava Jato e punição pela Justiça.

Eis o que disse o procurador-geral sobre Lula e a distribuidora em questão.

folha 4

A verdade, pois, é bem outra. Ao relatar o caso de Collor, o PGR simplesmente comentou que ele recebeu de Lula “ascendência” sobre a Petrobrás Distribuidora S/A em um acordo político entre o PTB e o governo Lula igual a tantos outros acordos que TODOS os presidentes da República, governadores e prefeitos de todo o país sempre fizeram, fazem e farão para obter opoio político no Legislativo.

O jornal até reproduziu, sem destaque, o que realmente disse o PGR, mas a manchete “garrafal” faz o leitor menos atento nem sequer prestar atenção na imagem obscurecida e diminuta da declaração real de Janot e ficar com a acusação de “loteamento”, termo que ele não usou, além de não ter pretendido sugerir ilicitude na negociação do governo com o PTB.

A manipulação de fatos pela Folha, nas duas matérias supracitadas, teve o intuito claro de difamar e caluniar o ex-presidente Lula e pode gerar um belo processo ao jornal devido, justamente, à deturpação ou pura e simples invenção de fatos que jamais ocorreram.

Qualquer leitor menos atento ou esclarecido extrairá dessas matérias a impressão de que o ex-presidente é um bandido acossado pela Justiça. A bem da elevação do nível do debate político, espera-se que Lula não deixe esse crime contra sua honra por isso mesmo.

Tags: , , , , , ,

99 Comentário

  1. Esta reação imediata da maldita mídia já era mais do que esperada. Cada vez que sai uma bomba contra o PSDB o foco tem que se voltar para o PT para abafar ocaso..E a farsa tem que ser proporcional ao escândalo deles como é o caso da propina de um milhão de dólares para o Príncipe da Privataria.

  2. Esta mesma manchete da Fel-ha, foi chamada de matéria do jornal do sbt. Todo o PIG deu destaque a esta matéria. Não podemos admitir que porcos façam o que estão fazendo com o Lula. É muita crueldade, embora, isso não seja absurdo, pois, este mesmo jornalão, apoiou a ditadura e depois a chamou de ditabranda.
    Mas o que me deixa mais chateado é o fato de que muito destes ataques ao Lula vem do próprio governo. O zé da justiça respondeu a reclamação de Lula sobre a intimação de seu filho ter sido feita às 23:00, como sendo um fato normal e que não visava constranger o Lula no dia do seu aniversário. A Dilma escreve neste jornalão e ainda financia este grupos que querem a degola do Lula e do PT.
    Eduardo, já convivi muito na esquerda hoje não muito, mas uma coisa que observei muito, é que não há lealdade na esquerda, muito diferente da direita que acolhe e defende os seus.
    Todos sabemos que as condenações do mensalão foram políticas e não havia provas, no entanto, não vi ninguém da esquerda solidário com José Dirceu, José Genuíno, Gushkhein, João Paulo Cunha entre outros.
    Isso é decepcionante. Veja o Caso da Dilma, os movimentos sociais e trabalhadores saíram às ruas em defesa do seu mandato e qual foi a resposta da Dilma? Mais cortes de direitos trabalhistas e dos aposentados. Estão dizendo em até desvincular o salário mínimo do mínimo da previdência, oficializar a quarteirização do trabalho entre outros.
    Como defender um governo que é eleito com um programa e agora adota o programa da oposição?
    Volto a dizer que a Dilma não seria eleita nem para síndico. Ela chegou a presidência por causa do Lula e o PT e parece que não guardou nenhum agradecimento. Veja o caso do governador da Bahia eleito com a ajuda de Jacques Wagner, logo saiu em defesa dele sobre as denúncias de delação e a Dilma o que fez em relação a todas essas crueldades que a direita estão fazendo com Lula? nada e ainda os sustentam.
    qualquer país do mundo que prezam pelos seus, jamais faria o que fazem com Lula, nem a oposição, mas aqui nem seus aliados o defendem.
    Fico perguntando se vale a pena ficarmos gastando o nosso tempo se nem aqueles que cresceram por causa do Lula o defendem.
    Isso tira toda a nossa esperança vontade de lutar.

  3. Caro jornalista. Não atribua tanta importância ao que diz esse jornal quase falido, a FSP. Só sabemos de suas cretinices por meios dos blogs de esquerda. Nenhum ser sensato torra seu dinheiro comprando esse pasquim e seus co-irmãos O Globo e Estadão. E se estiverem disponíveis em consultórios dentários, ninguém perde tempo ou suja as mãos com eles, tendo a internet disponível no celular. O remédio contra toda essa cretinice é mobilização, ação e combate. Não devemos nos acovardar. Devemos defender nossos partidos e políticos em quem acreditamos. Muitos midiotas já estão tomando consciência que Grupo Globo, Veja e similares são centrais de mentiras e enganações. Balcões de negócios. As traquinagens dos políticos da oposição estão vindo à tona e o PIG não tem mais como escondê-las, apesar de não dar-lhes destaque, o que é natural em se tratando de PIG. Uma ação que se faz urgente e pressionar o seu Janot para que bata em Chico e em Francisco com a mesma intensidade, pois a sua ação contra o pessoal da oposição é fraca e ele se sente pressionado pelo PIG a bater somente no pessoal do governo.

  4. Amigo Edu, já está mais que na hora do Lula dar um basta nessa palhaçada de acusações diárias, do linchamento que enfraquece sua reputação.
    Nós não podemos fazer nada, mas ele pode.
    Tem que enfrentar esses órgãos de imprensa comprados, mentirosos.
    Se ele nada fizer, mais à vontade para acusá-lo eles se sentirão.
    Sou petista desde sua fundação, mas não gosto de ver o partido sem combatividade, virando manchete nesses folhetins de quinta categoria.
    O Lula parece estar sem reação, acuado. Esse não é o líder que conhecemos.

  5. Caro Eduguim creio Eu que a velha mídia hoje esta lutando para segurar os poucos/vários coxinhas que ainda estão viciados em tucanoina creio Eu que a velha mídia esta arriscando suas ultimas balas… Creio que a cada dia esta ficando feio pra oposição e o povo não é bobo sabemos que Lula não é Pedro alvares Cabral…
    Estou hj aqui em BH e circula um jornal de 0,25$ acho que o PT poderia mandar confeccionar um jornal e distribuir a rodo apontando desde do helicoca lista de furnas 200moedas reeleição a parcialidade da velha mídia leia-se globo GAFE PIG em fim acho que fora não ter mais financiamento privado como o P$DB vai sustentar a velha mídia que jaja vai ter que pular do barco tucano porque estão falindo …

    Meu caro fico grato por vc ainda resistir e vamos juntos porque a luta continua…

    ps: Ta invertido no lugar da cura gay hoje temos a cura dos coxinhas… kkkkkkkkkkkk
    Força e luz Irmão,

  6. Quando vão por fogo na sede de jornal de bandidos?

  7. Edu, não li a Folha, não a leio desde 1986. Não me acrescentava nada !!!! Imagino que como nunca encontraram nada,pois vigiam o Lula com lupa, Inventam mentiras desde que intuíram que ele seria uma liderança importante. Já inventaram que ele tinha mansão no Morumbi, que era dono da fazenda da ESALQ (Escola Superior de Agronomia Luiz de Queirós), e que hoje mora num triplex… Não se pode chamar isso de Imprensa.
    Vários órgãos de comunicação internacional já disseram que nossa imprensa (mídia) é medíocre e, está a serviço dos seus proprietários e, não da informação. É um aparelho do fuxico da Candinha !!!! Não suje sua mente com isto !!!
    Daqui alguns anos vão pedir desculpas,como fizeram recentemente por apoiarem a Ditadura Militar. Eles sempre fizeram isso!!!!
    Com relação a PF, acontece o mesmo. São filhotes da Ditadura.Caluniam e vão procurar provas para seus devaneios!!!!! O embate final será a Justiça !!!!! Continuam os mesmos, ou melhoraram um pouquinho????
    Acredito que as pessoas de Bem,que lutaram pela Democracia se levantem mais uma vez em defesa do nosso Pais.Hoje tudo está mais fácil, seu blog é um dos bons exemplos… Não precisamos mais de um mimeógrafo ou uma pequena impressora, pra produzir um texto às escondidas, numa casa alugada em nome de terceiros,e depois sair pra rua e distribuir a informação. Serão derrotados novamente e, agora mais rápido . Um beijo

  8. Caro Eduardo…penso que vc acaba sendo meio parecido com DILMA….ao ATURAR….um bunda mole….como este tal de “bananelli”…..o cara …é um babaca !!!
    Não faça como a Dilma….e dê asas as cobras….basta de dar corda em safados !!!

  9. O Janot também pode processar a FSP por publicar uma afirmativa que não houve.

  10. Jura que vcs ainda leem a folha? Eu nem oerco meu tempo mais! Lixo danado! Serve nem oara limoar as cacas do meu cachorro!

  11. Eu, o verdadeiro Sávio Valença, comento (agora é assim, apareceu outro com meu nome):

    A lei do direito de resposta já está em vigor? Se estiver, já não seria o caso de Lula e seus advogados utilizá-la?

  12. Considerei interessante e quis dividir com vocês.
    -Onde está a inteligência no Brasil? – Jornal do Brasil
    -País virou refém de esquemas montados em torno do capital estrangeiro
    -Os últimos acontecimentos levam ao questionamento sobre a atuação da inteligência no Brasil. Aqui, ressalta-se, não se fala da inteligência do povo, mas justamente daquela dos que têm por obrigação resguardar o país e garantir a ordem e o desenvolvimento. Parece haver uma articulação internacional contra os interesses do país e a favor do capital estrangeiro, e a segurança do país não percebe isso.
    -Vários episódios no cenário político, econômico e social brasileiro evidenciam o processo crescente de desestabilização institucional. Senão, vejamos:
    1) Em sua primeira edição de 2016, a revista semanal britânica The Economist escolheu a crise brasileira como sua matéria de capa. Nela são feitas inúmeras críticas à administração da presidente Dilma Rousseff, com foco na perda dos graus de investimento do país por duas agências de classificação de risco, na previsão de baixo crescimento econômico para o ano, e na demissão de Joaquim Levy do Ministério da Fazenda. A revista chega a afirmar que a queda de Dilma seria necessária para o Brasil retomar seu rumo. Fica a pergunta: por que a The Economist optou por centrar suas críticas desta forma, pregando até a derrubada do governo? Por que uma revista que fala da economia mundial escolhe o Brasil para a capa, se há tantos países no mundo em situação pior? Como se não bastasse, a reportagem da Economist mais parece cópia das reportagens de segmentos da mídia nacional que se dedicam a atacar o governo.
    Escritórios de assessorias econômicas internacionais, que contrariam os interesses nacionais, já torcem publicamente pela venda do país. Isso é claro. Declarações e análises, orientadas juridicamente, defendem abertamente o capital estrangeiro em nossa política econômica.
    2) Apesar de estar em sigilo judicial há muito tempo, justamente em seguida da publicação da reportagem de capa do The Economist foi divulgado o conteúdo da delação do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró. Claramente o objetivo foi desestabilizar ou tentar desestabilizar, através de acusações de recebimento de propina, um graduado funcionário do governo, hoje interlocutor da classe política.
    3) Suspeita também foi a nomeação relâmpago de um importante ex-integrante do Palácio do Planalto por um órgão que centraliza a economia mundial. Foi uma clara afronta ao país, principalmente quando se leva em consideração que, durante sua passagem pelo governo, este ex-integrante travou confrontos com a Câmara dos Deputados, que é a própria casa do povo e da democracia, apontado-a como o principal responsável pela crise política e econômica que o país atravessa. Vindo de alguém que sempre serviu a órgãos estrangeiros, não surpreende.
    4) Israel praticamente impôs ao Brasil, no final do ano passado, a nomeação de Dani Dayan como embaixador do país em Brasília. O que se viu não foi uma solicitação, uma indicação, com base em relações diplomáticas cordiais, mas sim uma afronta à autoridade política brasileira. Dayan, longe de ser um diplomata qualquer, foi um influente líder do movimento de assentamentos judaicos, condenados pela política externa brasileira, que defende a criação de um Estado palestino. A aceitação de seu nome seria a aceitação de uma grosseira afronta aos direitos humanos.
    A vice-ministra de Relações Exteriores de Israel, Tzipi Hotovely, chegou a adotar um tom de ameaça ao comentar o problema: “O Estado de Israel deixará o nível de relacionamento diplomático com o Brasil a um nível secundário se o apontamento de Dani Dayan não for confirmado”, afirmou. Deveria o país, por acaso, se curvar novamente?
    5) Na manifestação contra o aumento das tarifas de ônibus que ocorreu na última sexta-feira (8), em São Paulo, houve confrontos entre mascarados black blocs e a Polícia Militar, que, incompreensivelmente, optou por prender os cidadãos comuns e não os verdadeiros vândalos que enfrentava, talvez por serem mais difíceis de serem identificados. Os responsáveis pelo caos estarão livres para atentar contra a segurança pública no próximo protesto.
    6) Como se não bastasse, o país assiste também à premeditada tentativa de desmonte da maior empresa estatal brasileira, responsável por 60% da economia nacional, que custou ao seu criador, Getúlio Vargas, a própria vida.
    A política e a economia brasileiras se tornaram reféns de esquemas estrangeiros que corroem a democracia e o funcionamento adequado das instituições. Se a inteligência não percebe o que está sendo feito com o país, o povo tem mesmo é que esperar pelo carnaval!

  13. Prezado Eduardo Guimarães,

    Preciso tecer alguns comentários sobre essas pilantragens desses bandidos da máfia da grande mídia. Nós brasileiros comemos o pão que o diabo amassou no governo FHC. Em Pernambuco a coisa foi pior com o tratamento irresponsável daquele mal caráter com o saudoso Miguel Arraes, depois veio o seu aliado Jarbas Vasconcelos, outro germe reacionário e ferrou todos os funcionários públicos do estado de PE e os movimentos sociais, que ele fazia questão de NÃO receber e era acobertado pela imprensa mercenária do nosso estado, a Rede esgoto à frente. A grande mídia canalha, corrupta, trabalha diuturnamente para desconstruir o melhor presidente da história do país, LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA. A minha vida e de milhões de brasileiros melhorou muito depois do LULA e esses canalhas não sossegam enquanto não aniquilarem o LULA. A Assessoria Jurídica de LULA não pode deixar esses canalhas fazerem o que estão fazendo. Com base na nova lei do direito de resposta o ex-presidente LULA tem de entupir esse judiciário conservador de ações por danos morais, pois é lamentável, desonesto e insano, pois eles quererem inventar ligação de tudo ao LULA. Fulano que tá preso é amigo do LULA. Banqueiro que financiou e votou em Aécio, na grande mídia passa a ser amigo do LULA. Isso é crime, não pode ficar assim, caro Eduardo Guimarães. A Assessoria de LULA tem de entrar com várias ações com base na LEI DE DIREITO DE RESPOSTA, contra esses canalhas. Cadê o Ministro da Justiça, Zé Cardoso que nada faz e parece ninguém respeitar. Até o ex-ministro Tarso Genro já analisou e denunciou a sacanagem do consórcio oposicionista: PF, MPF, PIG e PSDB,DEM, PPS e SD, nas ilegalidades e distorções nos vazamentos das delações. Acredito que se forem reveladas na íntegra, sem distorção a delação de Nestor Cerveró e houver as delações de Pedro Corrêa(principal) e Delcídio do Amaral, a direita política brasileira será atingida em cheio. Vamos fazer um movimento para termos acesso as delações na íntegra e pela delação do ex-deputado Pedro Correia, esse sabe muito. Te segura FHC, PSDB. Temos de continuar nossa luta pra não deixar essa peste do PSDB/DEM/PPS/SD, voltar ao comando do país. Precisamos dar um basta. Eles, a oposição golpista, querem continuar com essa agenda de vazamentos distorcidos e seletivos para tentarem retornar ao poder.

  14. Tanto é verdade que o ex-presidente é NÂO é um bandido acossado pela Justiça que ele está contratando um dos maiores criminalista do país: Nilo Batista.

  15. A pessoa que hoje dá crédito ao jornaleco Folha de São Paulo está comprovando que é um ignorante político incurável! Não é possível que alguém, leitor de um jornal, não consiga perceber o quão este mesmo periódico é criminoso, mentiroso, tendencioso, parcial e imoral! Lula é vítima de editores e leitores sem escrúpulos, sem respeito, sem ética, sem moral!

  16. Ainda tem trabalhador que compra esse lixo com o seu suado dinheiro.

  17. .

    DUAS CRISES
    .
    O mundo passa por uma crise
    Mas o Brasil passa por duas
    Uma é a que a todos atinge
    E a outra teve origem nas urnas
    Porque o resultado da eleição
    Fez surgir uma oposição
    Conspiradora e destrutiva
    Que investe no caos social
    Para vender a salvação nacional
    Com propostas entreguistas.
    .
    FHC oferece parte dos 100 milhões
    Que recebeu de propina
    E a justiça promete ignorar aviões
    E helicópteros cheios de cocaína
    Alckmin e Richa se comprometem
    A mandar baixar o cacete
    Em professores e estudantes
    E Serra por ser generoso e gentil
    Jura privatizar todo o Brasil
    Como já tentou fazer antes.
    .
    Aécio não promete nada
    Porque odeia compromissos
    Prefere uma vida desregrada
    Embora jure não ter vícios
    Apenas garante que manterá
    A política que soube implantar
    Em Minas em seu governo ignóbil
    E que investirá na doação
    Da maior riqueza da Nação
    Conhecida como nióbio.
    .
    As empresas de comunicação
    Prometem voltar a fazer
    A camuflagem da corrupção
    Como faziam quando o PSDB
    Governava o nosso País
    Mas todos esses sujos ardis
    Serão rechaçados pelo povo
    Que grita bem alto na Paulista:
    ‘Abaixo todos os golpistas
    Porque o povo não é bobo’.
    .
    Eduardo de Paula Barreto

  18. Cara, usa o teu próprio nome. Deixa desta molecagem… Dilma não tem que mandar fazer coisa alguma, como outro que tinha um parente na diretoria da PF fazia.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.