Só 11 presidentes que o país elegeu terminaram o mandato

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

presidentes

 

Em tempos de arreganhos golpistas, vale lembrar que o golpismo é uma praga nacional que fez este país vagar errático pelo século XX, perdendo o bonde da história várias vezes em função da interrupção de projetos nacionais que, mesmo não sendo os melhores, dão rumo a uma nação.

Ruptura institucional custa caro e o Brasil só não se tornou uma das maiores potências econômicas e sociais do mundo porque uma elite étnica e econômica diminuta comandou todas essas rupturas e nos fez pagar alto preço ao impedir a consolidação de nossa democracia.

Nos dias que correm, assistimos a mais um capítulo da velha novela antidemocrática brasileira que exibiu a derrubada de quase metade dos presidentes que o país elegeu pelo voto direto.

Desde 1889, quando foi instaurada a República, até 2015, o Brasil foi comandado por 42 presidentes. Porém, apenas 18 foram eleitos pelo povo e só 11 terminaram seus mandatos.

A lista abaixo só inclui os presidentes que chegaram ao poder através de eleições diretas e exclui os que chegaram ao poder por ser vice-presidentes, após saída do cargo pelos titulares.

1 – Prudente de Morais (1894 – 1898) foi o terceiro presidente a governar o país no regime republicano e o primeiro eleito pelo voto direto. Ele concluiu o mandato.

2 – Campos Sales (1898-1902) foi o quarto e também concluiu o mandato.

3 – Rodrigues Alves (1902 – 1906), o quinto, também concluiu o mandato

4 – Afonso Pena (1906 – 1909), o sexto, morreu antes de concluir o mandato, sendo sucedido por Nilo Peçanha, que terminou o ano de mandato que falou a Pena.

5 – Hermes da Fonseca (1910 – 1914), o sétimo, concluiu o mandato.

6 – Venceslau Brás (1914 – 1918), o oitavo, concluiu o mandato

7 – Rodrigues Alves (1919), o nono, elegeu-se novamente em 1918, mas faleceu antes de tomar posse.

8 – Arthur Bernardes (1922 – 1926), o décimo, elegeu-se em 1922 após os interinos Delfim Moreira e Epitácio Pessoa terem preenchido a vaga deixada por Rodrigues Alves. Concluiu o mandato.

9 – Washington Luís (1926 – 1930), o décimo-primeiro, concluiu o mandato.

10 – Júlio Prestes (1930), o décimo-segundo, elegeu-se em 1930 mas não tomou posse por conta de um golpe de Estado (revolução de 1930).

11 – Eurico Gaspar Dutra (1946 – 1951) foi o décimo-terceiro presidente a se eleger pelo voto popular após uma década e meia, durante a qual Getúlio Vargas preponderou. Concluiu o mandato.

12 – Getúlio Vargas (1951 0 1954), o décimo-quarto, matou-se no terceiro dos quatro anos de mandato após uma campanha difamatória que lembra em muito a que se vê contra Dilma Rousseff e que foi tentada contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

13 – Juscelino Kubitschek (1956 – 1961), o décimo-quinto, concluiu o mandato.

14 – Jânio Quadros (1961), o décimo-sexto, renunciou pouco após assumir.

15 – Jango Goulart (1961 – 1964), o décimo-sétimo, foi deposto por golpe de Estado

16 – Fernando Collor (1990 – 1992), o décimo-oitavo, foi deposto pelo Congresso

17 – Fernando Henrique Cardoso (1995 – 2002), o décimo-nono, concluiu o mandato

18 – Luiz Inácio Lula da Silva (2003 – 2010), o vigésimo, concluiu o mandato.

Dilma Rousseff não está relacionada porque não concluiu o segundo mandato e está sob ameaça de impeachment, o que a faria integrar a lista de presidentes eleitos legitimamente e que não concluíram seus mandatos por golpe ou fatalidade.

A lista acima, porém, revela como a democracia brasileira é fraca. Em 126 anos de vida republicana, apenas 11 presidentes conseguiram concluir mandatos outorgados pelo povo. 40% dos eleitos não concluíram seus mandatos, e um-quinto deles deixaram o cargo por razões políticas.

O número mais impressionante, é o seguinte: o povo brasileiro escolheu apenas um-quarto dos presidentes que já o governaram. 75% dos presidentes que o país teve governaram sem mandato popular, por uma razão ou por outra.

O estudo acima revela que poucas vezes o poder de Estado emanou do povo, no Brasil. Por conta disso, tirar do poder mais um presidente legitimado pelo tão raro voto popular significaria um golpe mortal em nossa rala democracia.

Tags: , , , ,

70 Comentário

  1. Realmente, a nossa democracia é inconsequente mesmo

    ..fosse séria e alguns destes que “tombaram” (ou zombaram da nossa boa fé ?) teriam prestado contas das suas aventuras (Jânio e Collor por exemplo ..Jango nem conto, este herdou, caiu no colo, é uma forçação da estória ..elegeu-se como VICE e tomou posse em esmagadora MINORIA prum país que NEM sabia o que ele escondia)

    Agora, imagine vc se aqui tivéssemos o Parlamentarismo ?! ..com este nível de políticos, de partidos, de permissividade e fisiologismo, de casuísmo, de patrimonialismo e clientelismo que temos ..vixi, pior que a GRÉCIA ..era um por mês

    ah sim, sobre DILMA ..se ficar provado que TEMOS leis que a tipifiquem, leis que ela por ventura feriu (no caso dos crimes de responsabilidade pro TCU e eleitorais pro TSE ..já que os éticos só as URNAS darão conta em 2018 ..UAI uai, nada mais justo, como prova de maturidade que as façamos cumprir, e que ela caia breve e com estilo

    No resto é aquilo, pena de nós desgraçados que não temos partidos SÉRIOS, confiáveis, eles que sem idéias nem projetos, só pensam em seguir a lógica do MKT, em se fazer na vida, eles que logo tentam nos empurrar o 1o idiota que fica bem nas pesquisas

    ..pena de nós que temos que ter nossas vidas constantemente tumultuadas por estas verdadeiras BESTAS DE terno (ou de saia bege), nós que ainda teríamos que engolir substitutos que se arvoram como salvadores da pátria, iluminados que sonham em nos governar (tipos como Aécio, Temer, Caiado, até Serra ..ôh lôco meu ..tá difícil)

    • a propósito, e sobre o pacote ?

      Da minha parte, pro CP eu GOSTEI ..acho que ainda tem gordura pra emergência, como com um possível aumento da CIDE (sem exagero)

      Triste mesmo foi vermos gente que disse que “não entendeu” pq estas medidas não vieram antes da reclassificação da nota de crédito ..como se antes tivesse clima ?! ..como se antes o governo já não tinha deixado bem claro que agia daquela forma – enviando um orçamento no vermelho – pra ver se o CONGRESSO tinha idéias a propor..

      ..como se todos não soubessem que o rebaixamento foi uma CHANTAGEM dos credores aflitos que FINGEM não saber que a divida SOBERANA do país é de modestos US$ 60 bi, portanto, NÃO oferecendo nenhum risco a investidores estrangeiros que não a NÓS mesmos, nós brasileiros, nós que temos que pagar estes juros extravagantes, nós que somos dilapidados por um Estado INCHADO, corrupto, ineficiente, que não sabe quando se conter, ou quando parar e retroceder

      em tempo ..pior que no meio do fogo tem gente que anda pedindo reforma verdadeira, como se agora fosse hora

      ..e por se falar nisso, indo a favor do que penso, de que além de aumentar a idade pra aposentadoria, que HOMEM e MULHER deveriam auferi-la com mesma idade, visto que o homem vive MUITO menos e de forma mais precária, isso enquanto a mulher se beneficia cada vez mais como aposentada

      ..veja o quadro abaixo e reflita quantos países já reconheceram a igualdade de direitos (Alemanha, EUA, Espanha, Austrália e México, no quadro) ..e convenhamos, isso aqui iria desafogar uma barbaridade a previdência precoce, não ??!!

      http://img.estadao.com.br/thumbs/899/resources/jpg/3/2/1442095853023.jpg

      Agora, o que ninguém fala ..que o nosso povo é ingrato ?!

      Claro que DILAM errou, que foi omissa, incompetente, imprevidente, conivente, mentirosa e aética ..mas essa não é toda a história

      ..verdade é que com o país surfando a onda anticíclica e das commodities, pegando a onda do crédito farto e da renda crescente, verdade é que MUITA desoneração ocorreu ..problema mesmo é que muitos benefícios foram criados ..e o POVO deixou de ser avisado que se algo desse errado – ou se a fonte secasse – que o governo se sentiria no DEVER de retroceder aonde fosse necessário

      povo ingrato + verba carimbada + governo populista dá nisso ..despesa sempre crescente e benefício que jamais pode ser revisto ..triste ..uma bipolaridade que tão cedo parece que não terá fim

        • O que ele chama de populismo, são os programas sociais.

          • Populismo, difícil definir, mas há pistas, presumo ..e não que seja tudo dele desprezível, claro que não ..mas, convenhamos, tudo o que é demais faz mal, né ?

            Populismo seria por exemplo quando um governo deixa de fazer o que tem que ser feito, arriscando o futuro afim de manter a sua popularidade em dia no CP ..

            ..talvez, dizendo-se em nome, e verdadeiro representante do povo, arbitra e barbariza quando escolhe amigos e defenestra os que julga serem inimigos, ou DIFERENTES (de olhos azuis, paulistas quem sabe ?)..

            ..talvez seja aquele do nós contra eles, daquele que diz ser um igual mas que se exige tratamento anormal, quase imperial ..do que DESONERA mas não se certifica se haverá fundos suficientes ..ou aquele que diz assistir, mas quem no fundo encabresta

            Não, não vou generalizar a tudo não ..mas reconheço que desde os primórdios preferia ter visto dos governos progressistas planos mais de LP a outros tantos imediatistas ..preferia ter visto por exemplo a construção de MORADIA verdadeiramente POPULAR (de qualidade e dignidade), contra as favelinhas da DILMA, ou frente a farra tocada com eletro-eletrônico da China, com cambio, tarifas e preços artificialmente mantidos, ou mesmo frente a venda de carro subsidiado pra tornar empresa internacional lucrativa bancada com imposto retirado da CLASSE MÉDIA ..estratégias que todos sabemos que endividaram e DRENARAM renda de tudo quanto família ..e que hoje ajudam a colocar o país novamente de joelhos

            Preferia a prioridade dada à poupança e investimento (CÉLERE e dentro do prazo e metas, NÃO como os da Petrobrás ou os dos PACs por exemplo, absurdamente inconsequentes) do que a gastança e consumismo irrefreado – até com turismo internacional – alias, desde quando consumir toda a renda se valendo de divida bancada a crediário recheado de juros de agiota – no cheque ou no cartão – significou desenvolvimento ? ..ou isso não seria uma tipica política populista pra você ?

            Vc se lembra quando LULA falou que o SUS estava quase bom ? ..e 2 anos depois foi se tratar no Sírio Libanês ? Lembra quando falaram que nunca antes tinham feito tanto pelo ensino (acredito) mas que ano após ano – até hoje – vimos nossos índices ribanceira abaixo até culminar com a FALTA DE engenheiros e médicos ? (grandes planejadores, não ?) ..e as CRECHES e o PRONATEC de DILMA ? ..diz, qual governo não poderia ser chamado de populista que não aquele que diz ao povo o que ele quer ouvir e depois de empossado dá uma BANANA pro que foi prometido nos palanques ?!

            Difícil definir ou generalizar um populista de carteirinha, tem razão ..mas há pistas, evidências ..resultados da OBRA ..talvez seja aquele que opte por tocar o agradável a ter que implementar o tecnicamente responsável, porém “amargo”, mas necessário a qq Nação

            Convenhamos colega ..tomemos o BOLSA por exemplo – que não é de todo ruim não – mas já houve quem prometeu 20 mm de famílias assistidas ..agora falam em 14 mm no real (esta no portal transparência ..) ..50% da população do N/Ne, 50% ..25% da população do país ..quem dá o benefício são as prefeituras notadamente comandadas por oligarquia regionais ..e aí ? é confiável ? ..já há elementos pra nos certificarmos de que tal plano redimiu, ou escravizou, encabrestou, viciou ? e quem tira ? ..se o desenvolvimento auferido tivesse tido BASE, já não teria dado tempo destes números refluírem ?

            e pra bancar tanta “bolsa”, com mais da metade aposentado, estudando, de fraudas ou informal, como fica ?

            ..o NE por exemplo nunca tinha recebido tanto investimento, dizem (verdade que a maioria NUNCA foi concluído como a transposição e as refinarias), nunca teve tanto emprego e crescimento, mas a violência e trafico crescem como NUNCA, mais que a média de outros estados, como isso se explica ?

            …será mesmo que o BOLSA purga, ou simplesmente dá a falsa sensação de eXpiar a nossa INCOMPETÊNCIA, os nossos eternos pecados, passivos e remendos (como quando os líderes dos movimentos ditos sociais JOGAM famílias inteiras em barracos fétidos, sem água, luz ou esgoto, ou confrontando as polícias e o DIREITO e acham que fizeram o que tinha que ser feito enquanto vão tentar faturar com a liderança e fama auferidas ..nojento, não acha ?)

            enfim ..enquanto nossos governantes ficarem fazendo guerrinha de SEXO ou de etnia, penso que estaremos sujeitos a estes ciclos cada vez mais frequentes, quando não violentos e corriqueiros ..fazendo-nos em pouco tempo perdermos o que a duras penas conquistamos em longos anos ..tudo pq governos populistas resolveram NUNCA fazer o que tinha que ser feito, ou pq dá trabalho, ou pq não é muito simpático, né mesmo?

            em tempo – sugiro que vc re veja com atenção o quadro sobre as aposentadorias que postei ..quem sabe observando países como os EUA, Canada, Austrália, Espanha, México, Alemanha, Itália e Inglaterra ..quem sabe vc conclua como eu que, parece, parece que não estamos indo no caminho certo não quando o assunto é aposentadoria e igualde entre homens e mulheres

            http://img.estadao.com.br/thumbs/899/resources/jpg/3/2/1442095853023.jpg

      • ♫ Zzzzzzzz…

      • Zzzzzzzzzzzz

      • Zzzzzz……..RRRRR……Zzzzzz….

      • Zzzzzzzzzz

    • ZZZZzzzzz….

  2. Eduardo, somos uma Democracia??? Seu levantamento mostra que não. Somente aqueles Presidentes oriundos das Oligarquias concluíram seus mandatos. Como bem mostra seu excelente texto, os que ousaram defender o povo, mesmo quando oriundos desse clubinho (caso de Getúlio), foram depostos.

    Na verdade, somos um país onde tudo acaba em Pizza ou em Samba, caso contrário os golpistas de 64, civis e militares, teriam sido julgados e condenados. Isso aconteceu??? Lógico que não, como bem disse a Presidente Dilma estão todos soltos, desfilando pela Paulista e pregando novos golpes.

    Eduardo, entendo que a Democracia não caiu do céu em nenhum lugar do mundo, ela foi conquistada com coragem, muita luta e sangue derramado pelo Povo!! Preço que nosso “pacífico” povo, que tolerou a escravidão por mais de três séculos, não se dispõe a pagar. Então vamos entregar o poder ao PIG e continuarmos chorando eternamente.
    .

  3. Historicamente, os golpes que se transformaram numa tradição tupiniquim começam pouco antes, com a vinda de Dom João VI ao Brasil – acompanhado por 15 mil indivíduos considerados da Corte Portuguesa – fugindo das invasões napoleônicas, numa viagem entre Europa e América do Sul sob a proteção da Esquadra inglesa.
    A história oficial registra esse episódio sob um enfoque diferente, numa clara preferência da Corte Imperial que veio a criar nossa elite dominante golpista e colonialista. Tal história foi contada pelo viés do “progresso” que veio junto com a família imperial, como a criação do Banco do Brasil, a abertura dos portos (exigência inglesa), e implementação de outros organismos de Estado, embora não o fôssemos exatamente um Estado, ainda que alguns anos depois tenhamos ganho o nome de Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves.
    Já no século XIX iríamos experimentar (depois da independência) vários golpes, e que se não mudaram o Imperador emprestado mudou-se muitas estruturas internas do Brasil por meio de conspirações, golpes e contra-golpes. Tudo sem a participação popular, arranjos da elite dominante e seus joguinhos de poder.
    Depois da Republica instalada o Eduardo narra bem os episódios nesta postagem.
    Juntando os dois períodos somos – de fato – um país de golpistas, conspiradores, lacaios de interesses estrangeiros, corruptos e corruptíveis, vira-latas em abundância e uma enorme gama de lideranças políticas ávidas pelas conveniências dos arranjos palacianos.
    Pobre povo brasileiro, vítima de sórdidas empreitadas que lhe arrancam a alma desde sempre.

    • Por isso temos que defender o mandato de Dilma. Não se trata dela, de Lula ou do PT, mas da democracia. Acho difícil que o PT vença em 2018, mas ela tem que governar até o último dia. Só um mitómano compulsivo pode dizer que existe o menor requício de prova contra ela. Derrubá-la, agora, seria interromper a trajetória democrática no país, iniciada com a eleição de FHC.

      • Defender o mandato de Dilma, mesmo se ela está fazendo um governo bom ou ruim, é obrigação de todos que são a favor da democracia! Em nenhuma democracia antiga um governante é deposto como trocar de roupa! Uma ruptura democrática irá piorar a crise econômica existente: perderemos totalmente a credibilidade para investimentos estrangeiros e a hiperinflação com certeza irá voltar!

    • Você chegou no X da questão. Como ter uma democracia genuína em um país de golpistas e malandros, aonde quem quer ser honesto é chamado de otário?

  4. Historicamente a nossa democracia é boderline.

    • O transtorno de personalidade Borderline ocorre mais frequentemente em mulheres (aproximadamente 75% dos casos). Ele é caracterizado pela instabilidade emocional, impulsividade, manifestações inadequadas de raiva, baixa autoestima, comportamento autodestrutivo, tendência ao suicídio, insegurança, hipersensibilidade às críticas, incapacidade em aceitar as regras e a rotina, expectativa de conseguir recompensas desproporcionais, intolerância à frustração e solidão, e medo de abandono – na maioria das vezes, irreal.

  5. No caso da Presidente Dilma e do Ex-Presidente Lula, trata-se, além do cargo, que ambos exerceram e exerce, de respeito, por serem seres privilegiados, foram eleitos. Além desse fato muito importante, eles são seres humanos, nossos irmãos, seres como nós, além de tudo, beneficiaram o pais com seus esforços, fizeram o bem para os brasileiros. Merecem nossa profunda gratidão.
    Se cometeram erros, quem não os comete? Quem de nós se esforçou para construir tantos benefícios para o pais. Eles não são obrigados a fazê-lo. Isso é uma missão e das grandes.
    Pessoas que desconhecem o que seja “respeito” precisam de cultura, desenvolver “empatia”, desenvolver sentimentos, no caso das insanas.
    Todos os dias, no momento de meditação, oro por eles e todos que honestamente beneficiam o pais.
    Tudo está melhorando e “venceremos” apesar das várias quadrilhas, máfias, que estão nos atacando.
    A vitoria é nossa. Viva a Dilma, Viva o LULA.
    E que Deus nos abençõe!

  6. Só faltou falar que o golpe de 1930 teve o suicidado em 1954 como um dos mentores e um dos ídolos da presidente atual…

    • Sua mente estreita não entende que o estudo não fez juízo de valor sobre cada período. Tampouco falei que o governo FHC cometeu estelionato eleitoral ao dizer que se Lula fosse eleito em 1998 desvalorizaria o real e prometeu que se eleito não o faria. E o texto registra, sim, o período vargas. Mas você nem leu. Foi comentando com as patas em vez do cérebro

    • Você finge que é burro? Como consegue?

    • FabioSP, eu já falei mais de uma vez para você parar de usar drogas antes de comentar. E deveria se lembrar que é graças ao “malvado comunista” Getúlio que você têm algum direito trabalhista como férias e décimo terceiro.

  7. Quer dizer que vcs consideram o impeachment do Collor como sendo golpe??? Se arrependeram de terem tirado o homem??! E olha que Collor não fez nada!!

      • Se o impeachment da Dilma “a faria integrar a lista de presidentes eleitos legitimamente e que não concluíram seus mandatos por golpe ou fatalidade” e em nenhum momento fala da possibilidade da presidente ser deposta legalmente (caso encontrem delitos que justifiquem o impedimento) dá a entender que a deposição do Collor foi por “Golpe ou fatalidade”.

        Não acredito que o impeachment aconteça, isso só está sendo usado para justificar a guinada cada vez mais à direita desse governo. Mas é possível que, se não obtiver apoio nenhum do congresso mesmo com todas essas medidas que dão cada vez mais refresco para os muito ricos (cadê taxação de grandes fortunas, cadê imposto sobre lucros e dividendos, cobrança de imposto em cima de herança?), e se isso resultar em situação econômica pior do que já está, é possível que a presidenta renuncie, da mesma forma que acontece em muitas democracias parlamentaristas na Europa (e ninguém acha que é menos democrática por conta disso).

        Nossa democracia vai melhorar quando tivermos menos salvadores da pátria, seja à esquerda ou direita, e nos conscientizarmos da importância do voto em nossos congressistas.

    • Bruno,
      Você está certo. O Collor realmente não fez nada. Da sua candidatura a sua queda a Rede Globo fez tudo sozinha. Tudo de acordo com sua conveniência. Tivesse a presidenta Dilma sido eleita por ela, já teria deixado o cargo. Infelizmente para a infame empresa televisiva, quem a elegeu foi o povo.
      Maria Antônia

  8. Caro Edu,
    Brilhante texto !
    O que sinto também é uma certa “preguiça” da esquerda, que nos primeiros momentos de dificuldade, já desanimam e acham que não tem mais jeito.
    Falta garra, coragem e determinação, principalmente nos formadores de opinião.
    A luta nem mesmo começou e já tem gente cansada, sempre com o mesmo discurso, que o Brasil é assim mesmo, não tem jeito, etc.
    Muitos jovens, que nem sequer se sustentam, vivem ás custas dos papais e mamães, saem por aí, dando lição de vida, conservadores que são, fazendo-se passar por “revoltados”
    Enfim, a velha síndrome do viralata.
    Vamos á luta, que quem fica parado é poste !
    abração
    Ricardo Grillo

  9. Fora da pauta…
    A PEC Anti-Lula
    Proposta proíbe a ‘reeleição por períodos descontinuados para cargos do Executivo’, desde prefeitos até presidente da República
    Rio/O Dia – Filha do delator do mensalão, o ex-apenado Roberto Jefferson — que manda no PTB, agora na oposição — a deputada federal Cristiane Brasil acaba de protocolar a PEC 125, que pode ser o fim da carreira de Luiz Inácio Lula da Silva, se aprovada. O texto proíbe a ‘reeleição por períodos descontinuados para cargos do Executivo’, desde prefeitos até presidente da República. A proposta tem a simpatia de todos os partidos da oposição. Presidente da Câmara, Eduardo Cunha diz não saber de nada.
    A PEC 125 foi apresentada com a assinatura de 181 deputados,
    dentre os quais os petistas Reginaldo Lopes (MG), Rubens Otoni (GO), Vicente Candido (SP) e Zé Geraldo (PA).
    Ela deveria apresentar também um projeto que impeça beneficiário de roubo de dinheiro publico, como o que praticou o pai dela e que ficou com o dinheiro da corrupção, ser investigado, para ver quantos e quais patrimônios surgiram para eles desde a constatação do roubo.
    Quanto aos petistas deveriam ser avaliados e se possível expulsos…

  10. O povo brasileiro tem tendência de esquerda até mesmo pq sabe que a direita nada lhe traz de bom. Por outro lado, a direita não aguenta ficar muito tempo fora do poder: de repente perde a paciencia e derruba o presidente. Elite burra, egoista e ignorante essa nossa. deve ser a mais atrasada do mundo…nem a do Congo…

  11. Me perdoem, mas não seria o caso de afirmar que o décimo-oitavo presidente também não sofreu golpe? Afinal, houve indícios de corrupção, houve um delator do esquema, houve um tesoureiro condenado (o então presidente foi absolvido pelo STF), a inflação estava galopante (a maior da história), desgoverno e a oposição da época não se cansava de diuturnamente ir para as ruas pedir a cabeça do então presidente, como foi várias vezes pedir a cabeça do presidente eleito seguinte (aquele “mentor” do plano real). Não estou defendendo ou acusando quem quer que seja, mas queria entender qual a diferença. Quando o atual partido no governo faz oposição e pede a saída de um presidente ELEITO, com faixas e cartazes de “Fora Fulano”, é democracia; mas quando este partido é alvo de manobras semelhantes é golpe? O simples fato de o julgamento da perda de mandato de um chefe do executivo (que as pessoas insistem em chamar de impeachment) ser conduzido por um poder político (o legislativo) que o faz como função atípica, já que a função jurisdicional é tipicamente do poder judiciário, já demonstra que o julgamento é político e não jurídico. E este processo tem previsão constitucional. Será a Constituição golpista?

    • Você está mal informado. O processo não dispensa provas. Se for feito desse jeito o Supremo barra

      • Estão indo na mesma linha do golpe que depôs Jango, querem dispensar provas! Como postei outro dia, do Acervo do Estadão: “o chefe da Nação não se encontra à altura do cargo, independente até da cogitação de crime de responsabilidade (…). O caso é de impeachment, julgamento político através do qual o Parlamento deverá concluir que o presidente não pode continuar na chefia do governo”

      • Acho que quem está mal informado é você, meu caro. Qualquer da população pode ingressar na Câmara dos Deputados com um pedido de impedimento de um presidente. O presidente da Câmara decide acerca da conveniência ou não de colocar o pedido para apreciação da casa e a partir daí, o julgamento é político, na base do toma-lá-dá-cá. Agora é óbvio que nenhum ser humano com um mínimo de bom senso vai protocolar um pedido de “impeachment” sem fundamentar seu pedido (por isso a presidência é quem decide acerca da conveniência, se o fundamento é válido). Você estar confundindo o processo com a jurisdição civil ou penal, apesar de ser assegurado ao mandatário o direito ao contraditório. Mas minha pergunta não foi respondida. O PT pedir o impeachment de FHC 17 vezes durante seu mandato não é golpe, mas a oposição pedir 34 vezes a cabeça de Lula ou agora mesmo a cabeça de Dilma é choro de perdedor? Lamento que o Brasil seja repleto de defensores dos indefensáveis, estejam estes últimos no PT ou na oposição. Mas obrigado pelo espaço. Um abraço e torçamos para o Brasil!!!

  12. Edu,
    Peço vênias para divulgar o link a seguir: https://www.youtube.com/watch?v=WWrvniWej74

  13. A ESQUERDA DIANTE DE SI MESMA: O FIM DO SONHO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO!

    Leiam meu mais novo post: O GOLPE! Democracia destruída, soberania aniquilada. Brasil, quem te conduz? Onde estão seus líderes?

    https://rebeldesilente.wordpress.com/2015/09/13/o-golpe-democracia-destruida-soberania-aniquilada-brasil-quem-te-conduz-onde-estao-seus-lideres/

  14. “O governo não aprova a CPMF, quem aprova é o Congresso.”

    Mais lisa que enguia em pote de maionese…
    A maldade é só o Congresso quem faz, a bondade só eu que faço…

  15. É por isso, pelo fortalecimento das instituições, que Dilma não vai nem renunciar e nem deixar de lutar para impedir o golpe de estado branco que a oposição corrupta e entreguista está planejando. Enganam-se os midiotas que acham que ela esteja batlalhando por puro interesse pessoal. Infelizmente uma parcela da população que será terrivelmente prejudicada se o plano dos bandidos oposicionistas der certo se deixou levar pela mídia golpista e não a está defendendo como deveria. Se esta gente imprestável da oposição tivesse apenas 1% da dignidade da nossa Presidenta o Brasil estaria bem melhor.

  16. Caro Eduardo,

    E agora tramita na Câmara dos Deputados uma tal PEC-125, proposta por uma Deputada do Estado do Rio de Janeiro, que tem o objetivo de impedir uma provável candidatura do ex-presidente Lula em 2018, e como não poderia ser diferente, foi bem recebida pela oposição. Essa gente não tem limites.

  17. Correção Edu.
    Washington Luís (1926 – 1930. Ainda que por poucos dias, foi deposto pelo golpe de outubro/novembro de 1930.
    Abç

  18. Caro Edu, permita-me fazer duas correções em seu ótimo texto:
    1) Washington Luís não concluiu seu mandato, foi derrubado pela Revolução de 1930 aproximadamente três semanas antes de terminá-lo;
    2) Collor de Melo renunciou, antes de ser declarado impedido pelo Senado.

  19. Quando a gente vê alguns países da África nos quais golpe de estado é a coisa mais normal do mundo, a cada semana um novo governo que sucede outro e assim por diante dizemos que eles são loucos, povo inferior, republiquetas de bananas etc.

    E o Brasil o que é?

    • Se Dilma cair, o Brasil vai continuar sendo considerado uma republiqueta de bananas, por isso a necessidade de defender a Dilma até o fim do mandato previsto, mesmo fazendo um governo ruim! Eu acredito que dificilmente o PT continuará no poder em 2018 e se eu fosse o Rui Falcão (Presidente nacional do PT) não lançaria ninguém para a presidência e apostaria em apoiar a candidatura de Ciro Gomes pelo PDT! Assim, os coxinhas terão um agrado vendo o PT fora do páreo!

  20. Prezado Eduardo:

    Você disse:

    “Dilma Rousseff não está relacionada porque não concluiu o segundo mandato e está sob ameaça de impeachment, o que a faria integrar a lista de presidentes eleitos legitimamente e que não concluíram seus mandatos por golpe ou fatalidade.”

    Vejamos o que disse Jânio de Freitas(Folha de São Paulo)- publicado do blog Tijolaço,dia 15.09.2015
    “Todos os governadores – tucanos e peemedebistas à frente – precisam de receita extra, mais ainda porque, sem escândalo na mídia, seus orçamentos, ao contrário do federal, não “esperaram” 2015 para tornarem-se negativos. O “competentíssimo” Geraldo Alckmin, por exemplo, entra no seu quinto ano de déficit orçamentário, sem que qualquer jornal tenha feito alarde sobre isso.

    O Orçamento paulista só “fecha” graças a operações de crédito, internas e externas, que passaram de R$ 1,2 bilhão em 2011 para R$ 10,5 bilhões em 2015.”

    Governo tucano tudo pode, quebrar estados onde governam( lá no RS uma tucana quebrou o Estado, no Paraná um tucano quebrou o estado, na Paraiba um tucano chegou a ser cassado e hoje pousa de honesto, em MG um tucano quebrou o Estado, perdeu a eleição para presidente e hoje prega abertamente o golpe, um presidente tucano que tivemos quebrou o Brasil três vezes( crise russa, crise mexicana e crise asiática-Malásia) e deixou a bagaceira para que fosse demorada a ser consertada.
    Vamos nos lembrar o que fez o entreguista FHC no seu primeiro governo, conforme diz os professores J.W. Bautista Vidal e Gilberto Felisberto Vasconcelos no livro PETROBR´S – Um Clarão na História.

    a) Abriu para estrangeiros nosso subsolo, igualando empresas estrangeiras e nacionais. Sem possibilidade de obter recursos, as empresas brasileiras não têm chance de competir.

    b) Abriu a navegação de cabotagem, permitindo a entrada de embarcações estrangeiras no interior do país para escoar suas riquezas( nos EUA, a cabotagem tem obrigatoriamente tripulação e embarcações americanas)

    c) Quebrou o monopólio do gás canalizado que passa a ser desnacionalizado e promove a vinda do gás da Bolívia, Peru e Argentina, todos propriedades do cartel internacional. Perdemos a auto suficiência energética, passando para a dependência do fornecimento multicacional e só visa lucro e usa combustível que, além de poluente, seria a quinta opção econômica para gerar energia elétrica.

    d) Quebrou o monopólio estatal das telecomunicações, o que permitiu fazer uma verdadeira doação da Embratel e do sistema Telebrás a empresas estrangeiras, entregando o controle da informação, o que é crime.

    e) Quebrou o monopólio da União sobre o petróleo e elaborou a Lei 9478/97, que permite a desnacionalização desse estratégico setor.

    Que tal fazermos uma leitura na revista CAROS AMIGOS, ano XIX, n° 221/2015 que está nas bancas de jornais. Está lá uma boa matéria sobre petróleo(pag. 28) que cito alguns trechos abaixo.

    Agora temos um senador tucano e entreguista – José Serra – e quer entregar o pré-sal à Chevron e outras multinacionais ( Texaco, Gulf, Exxon Mobil,Shell/British Gas, Total/Fina?Elf, BP/Amoco e Repsol/Sinopec- todas elas pertencentes a duas famílias, Rockefeller e Rotchschild) que nada significam de desenvolvimento de tecnologia nem de progresso social para o povo brasileiro.Segundo Fernando Siqueira , vice-presidente da Associação dos Engenheiros da Petrobrás( Aepet ): “o projeto de Serra vai na contramão do da Noruega – o texto coloca a Petrobrás subalterna frente ao cartel internacional, ao retirar desta a obrigatoriedade de ser a operadora do pré-sal. Só de royalties , Siqueira calcula um prejuízo na casa de US$ 1,8 trilhão” É isso mesmo, um trilhão e oitocentos bilhões de dólares.

    Já o pro. Gonzaga Belluzo ( prof. Da Unicamp ) diz “ A Noruega fez tudo direitinho. Destinaram recursos para a ciência e tecnologia, para pesquisa e desenvolvimento. Isso fez com que mantivessem a qualidade.
    O engenheiro Siqueira chama a atenção para um fato que pouca gente se dá conta, mas enche o peito e diz “ lá é primeiro mundo”. O que nos diz o engenheiro Siqueira: “ A Noruega criou uma estatal – a Statoil – que administrou bem seu petróleo e os recursos gerados e se tornou o pais mais desenvolvido do mundo. Há cinco anos que a Noruega é considerado o país mais desenvolvido do mundo.”O engenheiro cita ainda o seguinte. Paises como Gabão, Líbia,Angola Afeganistão, Iraque e Nigéria e segundo o prof Belluzo “ todos estão na miséria, porque entregaram seu petróleo ao cartel internacional “ Diz ainda o prof. Belluzo: esse é o projeto de Serra. Ele tira o Brasil da condição de ser uma Noruega para jogá-lo na condição de um Gabão ou de uma Nigéria. O Brasil vai perder a maior oportunidade de ser o país mais desenvolvido do planeta , para ser um país em condições extremamente precárias

    Por que será que o DNA do PSDB é de ser um partido político incompetente quando se trata de administrar nosso pais e entreguista das nossas riquezas ?

    Como eu vejo o PSDB:
    1. Incompetente quando se trata de administrar: um governo deve administrar visando o maior bem estar possível para a população do seu país, mas o PSDB só visa uma minoria, a camada mais alta da sociedade, os endinheirados, principalmente aqueles que vivem do capital financeiro, pois eles não dão atenção para a economia real e sim para os agiotas , aqueles que vivem de carry trade ( aquela operação financeira em que o dinheiro é tomado de empréstimo em um país em que as taxas de juros são baixas( moeda financiadora) para financiar um investimento em outro pais, cuja moeda é chamada de moeda alvo, onde se esperam altas taxas de retorno( ou seja – pura especulação ) . Afinal de conta a economia real é o povo coisa que o PSDB tem nojo. Eles gostam é da “massa cheirosa”
    2. Entreguistas das nossas riquezas: já demonstrei acima e acrescento. Eles são partidários do neoliberalismo que nada mais é do que do que a busca desenfreada de transferência de renda para as classes mais altas.
    O POVO QUE SE DANE e os coxinhas batendo palmas sem saber que estão perdendo tambem a sua soberania e comprometendo o seu futuro.

    Será que é por causa das pedaladas que querem cassar Dilma ou será que é para acelerar o processo de desnacionalização da nossa economia e fazer com que o povo nunca saia de onde sempre deveria estar?

    Cuidado deputados e senadores – o povo está de olho em vocês.

    • Concordo. Nada impede que sejamos evoluídos e independentes como a Noruega; pra isso nossa democracia tem que evoluir à parte da tradicional elite que atua só a seu favor; já passou da hora de tirar o poder dela.

  21. Dilma será a 12ª.

  22. Prezado Eduardo,

    De Prudente de Moraes a Júlio Prestes, não há como falar em eleição pelo “povo brasileiro”. Aquilo ali nunca, jamais foi o povo brasileiro votando. Voto aberto (dominado pelos coronéis), apenas de maiores de 21 anos, proibido aos analfabetos (maioria na época, cerca de 65% da população), proibido às mulheres – não se pode chamar isso de eleição pelo povo brasileiro. É preciso forçar muito a barra, como fazem os grandes jornais de São Paulo, para chamar essa República de democrática. Tratava-se, na verdade, de um condomínio oligárquico.

    Somente a elite paulista, derrotada na Guerra de Secessão de 1932 que ela insiste em chamar de “Revolução Constitucionalista”, considera aquele período uma república democrática. Do ponto de vista majoritário da população brasileira, nenhum daqueles presidentes anteriores a 1930 pode ser considerado legítimo em termos democráticos. Foram legalmente eleitos, mas não pelo povo brasileiro.

    Só podemos considerar como presidentes legítima e democraticamente eleitos, em toda a história da República: Dutra, Getúlio Vargas (2o governo), Juscelino Kubitschek, Jânio Quadros e Jõao Goulart (eleitos conjuntamente), Fernando Collor, FHC (duas vezes), Lula e Dilma, duas vezes cada um. Total de 11 eleições realmente democráticas. Dessas onze eleições, somente em sete casos houve a conclusão do mandato pelo eleito. Contei Dilma apenas uma vez, pois o atual mandato ainda não foi concluído. Com esses sete mandatos, temos apenas 30 anos de mandatos presidenciais integrais, legítima e democraticamente eleitos pelo povo, em 126 anos de história de República. É muito pouco, muito pouco.

  23. Eu aponto o dedo para a mídia golpista brasileira. Fosse ela imparcial partidos como o DEM, PP e PSDB já não existiriam. Financiamento privado campanha não existiria. A nossa democracia seria plena.

  24. Maria José ,inclua o judiciário que por está recheado de tucanos trabalha dia e noite pra derrubar a presidenta.

  25. Edu, uma pequena ressalva se faz necessária.
    Collor não foi deposto como consta em seu artigo, mas sim renunciou antes que isso se lhe fosse imposto.
    Um grande abraço!

  26. Eduardo,
    Washington Luiz foi deposto, mesmo que no finalzinho do governo, após a eleição de Julio Mesquita, mas foi deposto, houve um golpe.

  27. Desculpe-me, o Edu Marcondes, já havia feito a observação, quando voltei a dar uma passada nos comentários!

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.