Se Brasil não quiser mesmo fim de Grécia e Espanha, fuja do PSDB

tucanos

 

Não, este não é um post sobre economia. É sobre política, que é o que orienta a economia. Ninguém gosta de ler sobre economia. Nem sobre a brasileira. E muito menos sobre a internacional. Mas todo mundo deveria ler sobre economia, pois o que nela ocorre é resultado de escolhas políticas.

Seja como for, este é um post sobre política. Sobre o risco que o Brasil corre de cair no mesmo buraco em que Grécia e Espanha pularam.

A saber.

A crise grega começou logo após a quebra do banco dos irmão Lehmann, em 2008. A Grécia era governada pelo partido socialista Pasok, que pilotava uma política econômica de centro-esquerda que, diante da crise internacional, adotou política econômica de austeridade imposta pela chamada “troika” (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).

O governo do Pasok obteve 110 bilhões de euros em 2010 aceitando um certo “ajuste fiscal” inegavelmente necessário diante do surgimento de déficit nas contas públicas.

A tentativa de ajuste obviamente que não foi indolor. Dela decorreu desemprego, queda de produtividade e tudo mais que um ajuste provoca. Aí começaram as manifestações. Assim como no Brasil, a Grécia ganhou seus “black blocs”. Coquetéis Molotov, massas humanas nas ruas.

A piora da situação de um país que chegou a ter o 20º IDH do mundo fomentou protestos de esquerda que terminaram com a demissão do premier socialista George Papandreou, do Pasok, a legenda dominante no pós-Segunda Guerra Mundial.

Papandreou deixou o cargo em novembro de 2011 e assumiu o governo ultraconservador do ex-primeiro-ministro Antonis Samaras, da Nova Democracia. Ou seja, a radicalização à esquerda levou a direita ao poder.

Os conservadores, claro, adotaram reformas ainda mais draconianas para manter a Grécia na Zona do Euro. De repente, os gregos descobriram que eram felizes com o governo de centro-esquerda e não sabiam.

O novo premiê, Samaras, apostou em um programa de austeridade muito mais profundo.

Após anos de mergulho nas taras neoliberais de Samaras, Alexis Tsipras, líder da legenda de ultraesquerda Syriza, venceu as eleições e chegou ao poder neste ano. A prioridade do premier Tsipras era renegociar a dívida com os credores internacionais e pôr um fim à política de austeridade.

O Syriza esteve entre os entusiastas dos protestos que levaram os conservadores ao poder no fim de 2011 e que aplicaram o receituário neoliberal em sua inteireza até o ano passado. Agora, no poder, tem que dar respostas que não tem. Até porque, pegou um país economicamente arrasado pelas taras neoliberais.

Na Grécia, protestos da ultraesquerda contra a centro-esquerda levaram a centro-direita ao poder e ela quebrou o país de vez.

Na Espanha aconteceu algo parecido. No poder desde 2004, o “presidente do governo” (equivalente a primeiro-ministro) José Luis Zapatero, do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), colheu os frutos do movimento de protestos que mais se identificou com o que ocorreu no Brasil.

Os protestos de 2011 na Espanha, chamados por alguns meios espanhóis de Movimiento 15-M, Indignados e Spanish revolution, foram organizados pelas redes sociais Começaram em 15 de maio de 2011 com uma convocação em cinquenta e oito cidades espanholas e usaram os mesmos métodos que no Brasil e na Grécia.

O resultado foi igual ao grego. O PSOE de Zapatero perdeu as eleições para o PP, de Mariano Rajoy, ultraconservador. Mais uma vez, protestos de esquerda levaram a direita ao poder. A partir dali, os espanhóis descobriram que eram felizes com Zapatero e não sabiam.

Rajoy passou a implementar o mesmo receituário ultraliberal que se abateu sobre a Grécia e seu partido está politicamente arrasado pelo efeito desse receituário. E, como na Grécia, em dezembro deste ano é possível que o Podemos, que era um movimento jovem e em 2014 constitui-se como partido político, chegue ao poder assim como o Syriza.

Mais uma vez, um partido de ultraesquerda que promoveu protestos contra governo de centro-esquerda pode chegar ao poder. Lá chegando, encontrará o mesmo que o premiê grego, Alexis Tsipra: terra arrasada, e sem margem de manobra.

Tsipras convocou um plebiscito para saber se o povo grego aceita ou não as medidas de austeridade impostas pela “Troika”. Mas isso não mudará o fato de que decidam os gregos o que decidirem – e devem decidir contra a austeridade -, vão pagar um preço altíssimo.

Não honrando os compromissos externos, o país ficará sem crédito internacional e o baque sobre a atividade econômica será imenso. Exportações e importações serão reduzidas drasticamente, o nível de emprego irá despencar. A inflação deve disparar, pois com possível escassez de produtos que não podem ser importados ou produzidos internamente, o mercado irá cobrar preços cada vez mais caros pelo que falta.

E a alternativa de a Grécia adotar o receituário da União Europeia não é muito melhor. Em vez de passarem aperto por necessidade, os gregos passarão aperto por opção.

Tudo isso decorreu, nesses países, de uma situação que nos ameaça, aos brasileiros. Um ajuste leve e que pode ser ultrapassado é combatido ferozmente pela ultraesquerda e considerado “insuficiente” pela direita moderada. E muito mais pela direita radical.

O ex-futuro ministro da Fazenda que o Brasil teria caso Aécio Neves vencesse a eleição presidencial, Armínio Fraga, declarou, recentemente, que se o tucano tivesse vencido o ajuste fiscal seria muito mais duro.

A esquerda brasileira, assim como a grega ou a espanhola, não entende isso. Alguns esquerdistas de butique chegam a dizer que “tanto faz” o PT ou o PSDB no poder. Ledo e Ivo engano.

Afortunadamente, o Brasil escapou de repetir Grécia e Espanha. Por pouco. Tivemos sorte de Dilma ter vencido, mesmo que tenha sido para ter que aplicar um ajuste fiscal que não está sendo feito por maldade, mas porque não temos como conviver com receitas públicas menores do que a despesa.

Claro que se fizéssemos o que faria o PSDB os mercados passariam a “confiar” em nós, ao menos retoricamente, enquanto que mantêm reservas quanto a Dilma porque seu ajuste não é suficientemente impiedoso. Mas o que Grécia e Espanha ganharam com a “confiança” do mercado?

O que Mariazinha ganhou atrás da horta.

Seja como for, a opinião deste Blog é a de que se Dilma conseguir aplicar o ajuste fiscal chegaremos a 2018 com a economia em ordem e talvez até crescendo. Porém, a continuidade desse processo irá depender de quem a substituirá, caso não seja derrubada em pleno ajuste.

O que se espera é que o Brasil não caia na desgraça de Dilma ser derrubada e substituída por um tucano antes de completar o ajuste e a economia começar a andar de novo. Se isso ocorrer, assistiremos, nos trópicos, a uma reprise dos filmes grego e espanhol. Só que com final ainda mais triste.

Tags: , , , , , , ,

115 Comentário

  1. Excelente artigo, meu caro amigo Edu, assino embaixo e ainda digo mais para complementar, do que jeito como a direita radical, juntamente com a midia corporativa estão agindo contra o país, fazendo brasileiros odiarem brasileiros até com o intuito de ELIMINAR quem não pensa igual a eles, se a Presidenta Dilma for derrubada antes de completar o seu governo, tenho certeza que ao entrar um governo golpista, fará parecer o Nazismo da alemanha um jardim de infância, infelizmente.

  2. Com certeza, se esses heróis do PIG retomarem o poder, jogarão o Brasil num buraco sem fundo e responsabilizarão o PT pelo feito.
    Dirão que tudo é consequência do que o PT plantou.
    Aécio aliás, é perito em acusar o PT por tudo de ruim que os próprios tucanos fazem.
    Creio que, mesmo com todo ódio que se espalha pelo País contra o PT, vindo de várias fontes unidas pela Imprensa golpista, não nos permitiremos retornar aos anos de FHC.
    Jamais ajoelharemos novamente aos pés do Tio Sam e dos achacadores do FMI.
    Hoje, estamos com nossas informações muito mais ágeis após o evento Blogosgera.
    Certamente é de onde virá o alerta máximo.
    Creio que DILMA e sua equipe ainda colocarão o Brasil de volta dos trilhos do desenvolvimento, apesar de todo banditismo que está sendo colocado em prática para impedi-la.
    Penso que existem pelo menos dois Ministérios que deveriam ter mudanças.
    O principal deles, o da Justiça, que até hoje está desocupado.
    DILMA precisa dessa proteção, pois a PF pinta e borda, passa por cima das leis a faz politicagem.
    Colocar essa parte da casa em ordem, seria fundamental para a continuidade serena do Governo.
    Para um País que já venceu a desgraça promovidas por FHC, creio que poderemos vencer mais essa.
    Quem viver, verá.

  3. concordo plenamente, pois vivi o governo FHC, quebrou o Brasil três vezes, nos eramos o que a Grécia e a Espanha são hoje

  4. Com o post anterior e este, você fechou o recado.
    De agora em diante serei como Marieta.

  5. Pensei que o filme pior fosse da Argentina( sem crédito) e Venezuela (quebrada), Grécia e Espanha pagam o preço do inchaço do estado e do suposto “aumento de direitos” Morei na Espanha, e lá o povo e os partidos NUNCA aceitaram diminuir direitos, o estado lá é altamente paternalista( semelhante ao Brasil), Já a Alemanha você não tem a metade dos direitos sociais que há na Espanha Brasil e Grécia, o problema é que dar direitos é fácil , o difícil é arrumar dinheiro pra pagar, já experimentou em perguntar por que os USA não tem SUS??????Com certeza terá a resposta que lá ha responsabilidade social, lá também não há 13, férias garantidas por lei, FGTS, lá é só o salário e férias é 2 semanas após 2 ou 3 anos de empresa ou conforme acordo sindical ou patronal, então é fato que o Brasil está indo no mesmo caminho dos dois, e se Deus quiser vai piorar muito mais, dai eu vou sentar e dar risada da cara de quem acreditou no PT.

    • Fico imaginando que tipo de ser humano pede a “Deus” para o país piorar e ainda promete “dar risada” se isso ocorrer. Acho até que esse comentário maluco vale um post. O ideal seria identificar alguém tão demente, com direito a foto. Saber que idade tem, no que trabalha, onde vive, se tem família etc. Mas como todo maludo nazista se esconde, duvido que mostre sua cara imunda.

      • Não farei juízo de valor de sua pessoa Eduardo, mas poderia dizer que Deus sabe direitinho pra quem dá a cruz mais pesada, então pense muito bem no que defende , não ache que Deus está a favor das idéias do PT, sua presidente com certeza cairá, quanto ao desejo de ver o país numa pior …..PENSO que eu desde o dia que o PT assumiu o poder , disse que eles iam detonar este país, e de fato aconteceu, a SELIC vai subir muito, o desemprego vai aumentar e muito, aqui na minha cidade só uma fábrica 300 ontem, sendo que no inicio do mês uma grande obra federal tocada pela Odebrecht meteu na rua 765 pessoas e segundo meu primo que trabalha lá como engenheiro, a obra vai parar e não tem grana prevista, e esperem vir a tona as outras delações ,,,,,, Sabia que conforme o CAGED só em maio foram mais de 115 mil desempregados. em Junho a previsão é de 300 mil e agora o que fará o PT quando se Deus quiser em agosto chegarem a 1 milhão??????

        • “Se Deus quiser”… Acho que é o Diabo que está soprandk no seu ouvido. Cada maluco de hospício que aparece…

        • Meus pêsames. Você conseguiu superar os mais rematados idiotas que já apareceram por essas bandas.

        • Marlise vieira
          30/06/2015 • 22:41

          Não creio q vc PENSE, como disse.
          Se pensas com a cabeça, convem fazer análise porque estás com problemas.
          Será que vc só lê o “pig”? Vc não lê outras “coisas?.
          Perdão pela colocação mas vc não leu o texto do Eduardo.
          Creio que vc deve ter se endeusado com a “bela imagem” do alto da página.
          Vade retro!

        • Marlise vieira
          30/06/2015 • 22:41
          Voltei para dizer que eu acho de vc, confirmado nessa sua segunda inserção.
          Você deve ser uma das “paneleiras” socialite. Não creio que esse apelido usado
          seja seu nome verdadeiro. Coxinhas não tem coragem de mostrar a cara.
          Minha indignação com vc é crer não tenhas lido o blog> se leu não entendeu.
          Aí é que precisas de análise. Desculpe meu “destempero”.

      • Marlise é uma jumenta que relincha e pensa que está a falar e a dar risada. Será a primeira vítima da direita, a primeira a ser sacrificada, vai para o olho da rua, chorar a própria desgraça e muito.

        Quem vai dar risada são os juízes com a PEC que os fará ganhar mensalmente 100 mil reais e com vitaliciedade.

        Para de relinchar, Marise.

        • Mais uma analfabeta política ou muito pior: Ela ou seus “amigos” estão sendo prejudicados de alguma forma… HSBC? Zelotes? Aí tem…

      • Esquecemos que ate 2002 o Brasil era a Grécia de hoje? Durante décadas seguidos governos aplicavam o receituário imposto pelo FMI e o povo ficava com a conta, o suposto empréstimo nem entrava na conta e sumia, voltávamos a precisar de outro.Para quem não tem memória curta, sabe que os tempos eram negros por aqui, por mais de 3 décadas seguidos governos construíram um país com cerca de 52 milhões de miseráveis, construíram um país refém do FMI e do desemprego, um dos mais desiguais do mundo.

    • Se vc lesse o Paul Krugman, Joseph Stiglitz e Thomas Piketty, em vez de ouvir os conselhos dos comentaristas de banco da GLOBO, entenderia que bem estar social não custa no orçamento e, ao contrário, garante a segurança do crescimento da economia. Se vc quiser rir-se, ria da sua própria ignorância. Não pergunte por quem os sinos dobram. Eu choro por vc.

    • Misericórdia! Que Deus é esse que desgraça as pessoas????? Acho que essa daí cheirou cola não é possível tanta cretinice em tão poucas linhas… se essa aí realmente acredita em um deus deve procurá-lo imediatamente antes que piore ou uma internação… ta doidona…

      • Engraçado, recebi há 3 dias email que contradiz a Marlise que clama pela crueldade divina. No email a pessoa contou que foi morar em Londres em 2011, onde chegou sem emprego. O governo pagou 500 reais por semana para ela procurar emprego e 400 por mês para a filha estudar enquanto isso. Alugava um quartinho e quando conseguiu um emprego temporário já podia alugar casa (renda mensal comprovada) mas não dava para pagar o aluguel – que o governo pagou até que a situação melhorasse. A pessoa até comentou que esse apoio não existe aqui.

        • Eu tentei me colocar no lugar de ‘marlises’ e inverter a situação, lembrando como reagimos quando fhc quebrou o país, loteou as empresas e parte da Petrobras, fez os engenheiros virarem suco, agricultores falirem, pais do nordeste saquearem supermercado para dar de comer aos filhos e as ruas ficarem ainda com mais mendigos. Criticávamos, questionávamos o neoliberalismo, o Consenso de Washignton, a submissão ao FMI, mas não lembro de ninguém desejando ainda mais mal para o país; pelo contrário. Acho que distinguíamos melhor Pais e Governo.

          Não odiávamos quem havia votado no fhc, a gente se contrapunha, discutia mas acho que também distinguíamos melhor Eleitor e Governante, porque mesmo sendo o eleitor responsável por ter colocado o governante no posto, não é totalmente responsável por aquilo que esse governante faz porque isso depende de uma série de coisas.

    • Sua jumenta eu sou espanhol, e no brasil nunca teve ou tem os mesmo sistema de bem estar social europeu, aqui cada vez que se tenta vide o bolsa familia , vocês ja falam que é coisa de vagabundos, o meu pais esta em crise nao pelos “execivos direitos” se nao por uma bolha imobiliaria que levou ao pais basear quase a metade do pib na construçao civil e no resto no turismo, desindustrailizando o pais que nao consegue nem fazer nem uma caneta bic, nao como aqui que se faz carros , eletronicos etc, voce nao tem nehum direito a criticar como funciona meu pais tendo essa mentalidade clasista como imagino que deve ter, felizmente a direita europeia e os conservadores de ueropeus inclusive do meu pasi , jamais faria em tirar o sistema de bem estar social, mesmo reduzir pela crise sistema publico e gratuito de saude, ajudas sociais a quem precisa, se voce este lá duvido que maioria falase que as “bolsas” ajudas sociais apara um espanhol sao coisa de vagabundo que nao quer trabalhar, e a diferença de um pais desenvolvido com a mentalidade de um pais cuja populaçao que inclue você lè vejas (provavelmente) acha noraml ter quarto de empregada, ter entrada separada de moradores a os de “serviço” e odia pobres!

      • Tem palavras erradas porque digitei no celular e não porque eu seja analfabeto como deve estar pensando!

      • Estiva na espanha por 30 dias agora em junho/2015 e o que observei é que metade da Espanha está à venda. Ruas com a sua maioria de lojas fechadas, em todas as cidades, construções abandonadas inacabadas.
        Mendigos contrastam com o El Corte Inglês. Liquidações em todas as lojas só vi prosperidade nas lojas de alimentação e no futebol do AM e Barcelona.
        Agora os ricos espanhóis estão mais ricos, pois os carrões refletem o acumulo de riqueza de alguns em todas as cidades que visitei.

    • De onde você é? Você não conhece nada do Brasil e nem do mundo. Não existe 13º salário nos países que pagam por semana, pois, o mês não tem 4 semanas. Tem 4 semanas e mais um pouquinho. Some este pouquinho durante o ano todo e você verá que chega a exatamente 29 dias e em anos bissextos a 30 dias. Logo, o 13º salário é o pagamento destes pouquinhos somados durante o ano.
      Você falou do SUS brasileiro? Deveria ler sobre a saúde da Inglaterra, do Canada, da Finlândia, da Suécia e muitos outros países. Nos países nórdicos não existe hospital privado, pois, segundo eles, não se pode ganhar dinheiro em cima da saúde de outro ser humano. Mas isso não interessa a você.
      Você não falou em inclusão social, não falou no aumento do PIB pelo governo do PT, não falou do aumento das reservas cambiais promovido pelo PT, ou seja, tudo que o PT fez e faz de bom você não comenta.
      Me poupe, continue lendo sua Veja e sua Folha de São Paulo e deixe de falar sandices

    • O problema do Brasil atualmente é que a imbecilidade passou a ser bem vista, emitir opinião chucra, idiota e torpe virou o esporte nacional de alguns apalermados.

    • Você está no blog errado, querida. Vá ser ave de rapina e viralata la pelos mervais e urubologas, aqui é gente que faz, que acredita, nao gente cretina como vc! Vai bater panela!

  6. Para ficar no Brasil, o que a esquerda entende de economia? Quando a coisa aperta, chama quem? O Meirelles? O Levy?
    A esquerda não tem política econômica a não ser gastar sem pudor durante um tempo e depois chamar um banqueiro, com plumagem tucana, para consertar a bobagem.
    O ajuste fiscal é culpa de Dilma I e ponto.

    Ps por que não nomearam o Mercadante para a Fazenda? Seria lindo de ver.

    Ps 2 o ajuste fiscal não vai a lugar nenhum, pois lhe falta credibilidade. Qual vai ser mesmo o superávit primário deste ano?

    • Levy já trabalhou no governo Lula, tonto. E se a direita fosse tão boa gestora da economia não teria entregue o país como entregou em 2002. Dê uma olhadinha nos indicadores da época

      • Maldade mandar um coxinha olhar os indicadores. Corre os risco de com tanto números não entender nada. O tico e teco dele no máximo sabe somar 2 mais 2 e olhe lá. isto se não tiver usando os dois neurônios no banheiro.

        O coxinha precisa somente ver o vídeo que seguem em que fhc CONFESSA o crime de ter quebrado o Brasil e leva uma bronca monumental de Bill Clinton:

        https://www.youtube.com/watch?v=MeAOen8vyiQ

      • Em 2002 a ecônomia estava ruim por medo de o PT ser PT. Quando se manteve o tripé, criado por Fraga, as coisas se ajustaram. Quanto a Levy, em quem acha que ele votou para presidente?

        Ps o Levy é o ministro porque um banqueiro não aceitou, mas mandou seu funcionário.
        Ps se não quer o Mercadante, arruma outro, como a Conceição. Ela você topa?

        • Ou seja, tudo é culpa do PT, quando está no governo e quando está na oposição. Fala sério. Pior é que não conhece nem a história recente do país. O que ocorreu em 2002 começou em 1999. Mas certamente você não se lembra

          • Eduardo pode reparar os tucanos não lembram nada disso. Nem sabe quem foi o Ricardo Sergio de Oliveira, nem o Daniel Dantas. A maioria dos anti-petistas ou tucanos que entram no seu blog, não conhece a história política do Brasil.

          • Analfabetos políticos como todo fascista

          • Falou e disse….o PT antes do governo não fazia o que se pode chamar de oposição. Tinha como objetivo sabotar o governo de plantão, quem quer que fosse…votar contra Constituição de 1988, Plano real, Responsabilidade Fiscal…

            Sim, a sociedade tinha medo. E a Carta ao Povo brasileiro Iludiu a Classe Média, que caiu nessa tragédia que nos aflige há 13 anos….

            E o PT no governo? Dispensa comentários….

          • Tão ruim que venceu vocês quatro vezes seguidas

        • Valterlei, esclareça, qual a política econômica do PSDB? É a da livre concorrência, interferência mínima do estado, privatização, banco central autônomo, rentismo, meritocracia…? Se sim, descreva-nos, por favor, os benefícios para a realidade da população brasileira (para os 99%, não para o 1%). Se não é, conte-nos qual é.

        • Já li um post econômico que mostrava a real razão de o Brasil estar com a economia em frangalhos em 2002. Este post falou coisas obvias, como a segurada do cambio, desidratação das reservas internacionais, falta de investimento estatal, segundo plano dos bancos estatais, falta de fomento pelo BNDES, austeridade demasiada, e por aí vai. O medo do PT foi o de menos, não seria isto que faria a economia desmoronar, até porque o PT já declarava fazer uma política desenvolvimentista com cunho social, sem calotes, que acaba sendo boa para o setor produtivo e empresarial.

          Queira ou não queira, o Estado é o maior agente indutor e controlador. Um Estado mínimo seria um caos.

          • Lembrando que no 1o turno de 2002 o Lula tinha 30% de rejeição, não dava ainda pra meter medo, ele deu a virada com apoio de mkt político no 2o turno. E logo de cara fez a ‘carta ao povo brasileiro’ mostrando que não seria um governo de mudanças estruturais e certos enfrentamentos, mas de conciliação dos interesses nacionais.

    • Quem é esquerda, OH Cara pálida? Vc tá falando do Governo ou do PSOL e do PSTU? Vai lá na cozinha, toma um copo d’água e depois volta pra gente conversar.

    • Os blogs da veja estão fora do ar pra tanta gente desagradável vir dar pitacos aqui?

      • O ódio é fiel.

        • Pelo que li adiante do Severino, ele é crítico ao Armínio, ao Aécio, à desestabilização atual da democracia, só não concorda que haja esquerda de verdade no Brasil (acho que é isso, vejam lá), é que do jeito que se expressou pareceu ser um dos odientos, rs.

  7. Esse seu texto é bastante esclarecedor ou ao menos revela algo que não conhecia em sua plenitude. É claro que sempre soube que os protestos da “esquerda”, a qual, de fato não considero de esquerda, pois ser de esquerda é saber analisar a conjuntura; colocaram a direita no poder nesses países da Europa que você cita. Conhecia bem o caso da Espanha e já ouvira algo sobre a Grécia, embora não tenha parado para interpretar a situação. A novidade é que sempre li, nos espaços de esquerda, que os Governos de esquerda do PSOE e do Pasok, teriam “igualado-se” à direita, aplicando um receitário neoliberal. Contudo, se analisarmos sem grande esforço, veremos que é exatamente essa “crítica” absurda e mentirosa, que a nossa “extrema-esquerda” diz do PT, e qualquer um com meio neurônio sabe que, a despeito de se discordar de alguns pontos do ajuste de Dilam(principalmente da forma política como foi implantado)o ajuste dela é incomparavelmente mais leve que a loucura neoliberal que Aécio Neves e Armínio Fraga empreenderiam. Para saber-se disso, basta lembrarmos o que Fraga fez no desgoverno FHC ou o que Aécio, e os outros tucanos que governam estados, fizeram em suas administrações. Sem contar que podemos rever as sandices que Aécio e Fraga relinchavam no horário eleitoral. E OLHA QUE ESSAS ERAM AS QUE PODIAM SER DITAS, IMAGINEM-SE AS QUE NATURALMENTE VELAVAM POR MEDO DO CONFRONTO PROGRAMÁTICO COM DILMA. Portanto, faz sentido, conhecendo-se a linha de centro-esquerda do Pasok e principalmente do PSOE(partido que conheço mais profundamente)o que está relatado em seu texto, tanto no que concerne às administrações desses partidos, como na burrice da oposição de esquerda. Torço pelo Syriza e pelo Podemos, pois representam reações ao neoliberalismo, além de parecerem sérios(ao contrário de alguns supostos esquerdista por aí, que têm cheiro de CIA)mas infelizmente eles têm sim que responder pela burrice de outrora, às suas populações e à História. Quanto ao Brasil; onde tenho certeza granítica que a política econômica de Dilma(progressista, dentro dos limites conjunturais e às vezes da falta de ousadia do PT), é muito melhor que o neoliberalismo de Aécio é o caminho possível para passos mais progressistas no futuro; é necessário que a esquerda de nosso país acorde. Mais precisamente, é necessário que ao menos as pessoas sérias da extrema-esquerda, nomes como Jean Willys e Ivan Valente, entendam o momento que vivemos e o golpe conservador em marcha. Menos pelos votos que têm no Congresso, mas pelo que podem mobilizar, esses nomes, juntamente com a extrema-esquerda que comanda movimentos sociais, são essenciais na reação que precisa vir agora contra o golpe de estado.

  8. Apenas um reparo ao seu post: o Syriza não é “ultraesquerda”. Este foi um rótulo colado ao partido pela imprensa corporativa para estigmatizar qualquer força política opositora ao neoliberalismo na Europa. Ele é um partido social-democrata clássico, na linha do PT brasileiro e dos partidos sociais-democratas escandinavos. A chamada “extrema-esquerda” é representada pelo Partido Comunista (KKK) e por partidos menores, trotskistas.

  9. Eu digo não ao PSDB.

  10. O Arminio Naufraga disse mais que prever a catastrófica “austeridade” (para o povo, bem entendido) que adotaria. Ele teve o desplante de afirmar em debates em plena campanha em 2014, que a crise de 2008 tinha sido superada em 2012! Se ele acreditava ou não nisso, a gravidade é a mesma, porque cínico, ignorante ou irresponsável, evidentemente não estava a altura de assumir o controle de politicas de governo sob a liderança do Aébrio que entende de praia do Leblon mas nunca aprendeu nem a limpar a própria bunda. Até para escovar os dentes dependia da irmã Andrea. Com a dimensão do cerco que se arma contra a democracia no Brasil, as advertências do Eduardo fazem sentido em tudo. Especialmente no tangente ao comportamento esquizofrênico das chamadas “esquerdas” (que no Brasil não existem, na minha opinião, se houvesse eu votaria nela) que, aparentemente, juntam-se aos fascistas no jogo do quanto pior melhor.

    • Severino, você falou sobre a não existência da esquerda. Hoje um amigo me escreveu dizendo que o mundo mudou e as percepções precisam mudar e se ainda pensarmos em termos de direita e esquerda seremos conservadores porque esse ponto de vista já não dá a perspectiva correta das coisas. Ele diz que a gente ainda acredita que há uma espécie de lógica no mundo, mas que não há mais lógica, só um grande assalto: os poderosos (com comitês em todos os congressos importantes do mundo) e seus lacaios, e os sem poder algum, sem ideia do que fazer, sem capacidade de fazer nada. “Só que esses bandidos têm tanto horror de povo unido quanto os vampiros de alho. O esquema deles só funciona onde conseguem manter o povo dividido e brigando entre si. E, claro, usam sua mídia e seus lacaios pra isso” (apesar de falar em direita e esquerda o post do Edu também não comporta essa perspectiva, ao mostrar como foi prejudicial o divisionismo do povo?). Ele disse que alguns enxergam, se afinam com as massas e tentam enfrentar isso (Chaves, Evo, Correa, Cristina, até certo ponto Lula) e por isso ficam na mira dos poderosos. (pensei no quanto o Correa tenta manter a união: conversa com o povo durante 4 horas, todo sábado, pelo seu canal de tv – quando aproveita para desmentir as falácias da mídia reacionária – e viaja constantemente pelo país fazendo os Encuentros Ciudadanos).

  11. O curioso é que o modus operandi foi o mesmo em todos esses países e no final quem sai ganhando é o mercado financeiro global.
    Coincidência?

  12. Quer dizer que o ajuste feita pela nossa presidente é sem maldade, tudo por causa das receitas públicas menores, e por que as receitas públicas estão menores?, (não vale dizer que é a crise internacional), estão menores porque TODA A ECONOMIA ESTÁ NO CHÃO A receita é menor por que a inflação corrói o salário do trabalhador e por consequência o comercio e os serviços desabam ; é menor por que a indústria vive um dos piores momento da sua história, e por consequência paga menos impostos; é menor porque Lula/Dilma deixou que os anos corresse e não fizeram as privatizações necessárias, o que seria muito importante para diminuir o custo – muito grande -Brasil; e vai continuar menor porque a nossa maior empresa contingenciou 90 BILHOES DE REAIS, o que acarretará uma produção menor de petróleo: é menor por que o governo desviará este anos mais de 400 BILHÕES DE REAIS PARA PAGAMENTO DE JUROS etc etc etc
    Tudo que está escrito acima foi feito pelo nosso”maior presidente e pela nossa ” maior gestora” , anos atrás conhecida pela alcunha de MÃE DO PAC.

    • Deixa de ser burra – ou burro, sabe lá -, negar a maior crise internacional capitalista de todos os tempos é pura má intenção. Veja que muito das oscilações dos investidores de ações vêm da crise. Lógido que houve algo além da crise, mas o que houve foi a sabotagem cridada pela extrema esquerda, desta passeatas que desestabilizaram a nossa economia, forçando a gente a fazer mais políticas anticíclicas para minimizar os efeitos deste movimento sabotador.

      Os governos do PT foram espertos neste momento, enquanto o mundo entrava no olho da crise, com queda de PIB, o Brasil fazia política anticíclica, o Brasil tinha reserva internacional, bancos fortalecidos, tanto é que o Brasil chegou a crescer 7,5%. Agora, apesar de toda sabotagem, quando o mundo se recupera, é que se tenta fazer uma política de austeridade com doses fracas, só para corrigir o problema de receitas versus despesas, só isso. Este ajuste fiscal leve promovido não irá arrochar a economia e não irá punir a classe trabalhista, ele é feito de forma a todos participarem, inclusive o andar de cima. Agora é que é o momento certo.

      • Quando vc acha que ja leu de tudo vc encontra esta pérola

        Este ajuste fiscal leve promovido não irá arrochar a economia e não irá punir a classe trabalhista, ele é feito de forma a todos participarem, inclusive o andar de cima. Agora é que é o momento certo.

  13. Que dentes feios os do Armínio. Ganha tanta grana e não cuida deles?

  14. O grande sonho da esquerda deste país era fazer tudo que foi feito lá na Venezuela pelos companheiros Chaves e Maduro…
    Lá sim eles estão muito bem com o tão sonhado Socialismo Bolivariano, não é mesmo? Não estão quebrados como a Grécia e a Espanha que seguiram a cartinha neoliberal do FMI…

    • Realmente, os blogs da “veja” estão fora do ar… aí vem o distinto acima e regurgita aqui o que deveria ter regurgitado lá… paciência…

      • ó céus, como devem arder as orelhas da venezuela de tanto que falam mal dela, não a deixam em paz para seguir seu rumo, que gente prepotente…

        • Mas Renata, se o distinto acima copia e cola o que vê no Facebook (imagino os contatos dele lá… argh!), não podemos exigir muito dele, né?

  15. Não é à toa que já li alguns analistas comentarem que o Brasil poderá vir a ser a Ucrânia amanhã.

  16. Edu

    Eu não entendo bulhufas de Economia, mas considerando as manobras que estão sendo articuladas e sendo colocadas em prática por esse Parlamento ultra-conservador, acredito que a situação tende a piorar cada vez mais, independente dos resultados dos ajustes do governo.

    Vejamostambém a questão do pré sal e a Petrobras. Todos os investimentos nas áreas de Energia e de Infra-estrutura estão comprometidos em razão dos ataques da oposição; de setores do Judiciário e do MPF; da midia golpista e dos beócios da ultra-direita.

    O pais pode amargurar uma crise brava se o cenário politico não mudar.

    A direita, muito espertamente, ataca os pontos fracos do governo, que não reage e ainda faz cara de paisagem. A ordem é sangrar Dilma sem trégua e aplicar o golpe paraguaio.

    Está na hora da presidenta trocar alguns ministros e enfrentar os golpistas com rigor e determinação.

  17. Fico dividido quando vejo este momento da política econômica e social de nosso país. Porém, nunca tive dúvida que a Presidente Dilma está fazendo o melhor que pode nestas circunstâncias. E. fico aliviado quando penso nestes senhores d psdb no poder. Seria o caos. Seria a crise aguçada por um governo completamente comprometido com os setores mais conservadores e sem compromisso social deste país.
    Sei é um momento difícil mas continuo acreditando na Presidente Dilma. E, tenho profundas esperanças de que a deixem governar e restaurar nossa economia.
    Continuo acreditando neste governo. Façam quantos lava-jato com evidentes endereços de desestabilização, acredito que podemos provar a honestidade deste governo em dar um remédio amargo mas não um remédio perverso.

  18. Rio de Janeiro, 1 de junho de 2015

    PROJETO: AS MARAVILHAS TROPICAIS

    Caros amigos (as) temos que receber muito bem os nossos turistas, por isso, gostaria de sugerir um projeto para algum bom empresário brasileiro: AS MARAVILHAS TROPICAIS, onde uma franquia de sorvetes seria colocada nos principais pontos turísticos como o Cristo, Pão de Açúcar e venderia sorvetes especias como de graviola, açaí, etc. sabores da nossa natureza exótica, para os nossos visitantes. A mão de obra dessa franquia, poderia ser jovens carentes, que seriam treinados para fazer o serviço. Com isso nós geraríamos empregos, para quem precisa de ajuda.

    Atenciosamente:
    Cláudio José, um amigo do povo e da paz.

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk! Adoro essa sessão de humor do “Mr. Verniz”…

      • Edu não publica o meu comentário anterior, não, mas esse cara está me tirando do sério, fica me perseguindo, mas não sou homofóbico, não!

        • Então está reagindo dessa forma por que já manjaram seu “modus operandi”, Mr. Verniz? Os seus devaneios não colam mais… vira o disco!

        • Então está reagindo dessa forma por que já manjaram seu “modus operandi”, Mr. Verniz? Os seus devaneios não colam mais… vira o disco!

      • Oi El Cid.

        Você já tentou imaginar a projetolândia? Não é difícil, bastar juntar todos os projetos que Claudio José já propôs e aprovar todos.

        Não dá uma sociedade nem um País, mas dá a Terra da Projetolândia presidida por Mister Verniz.

    • Que delícia Cláudio José. Amo o sorvete de graviola desde mocinha. Adoro o de pistache também. Sei que você tem ótimas ideias, mas a maioria dos empresários não está preocupada com isso. Parabéns.

  19. Os dois da foto que encima este seu post, Edu, são dois políticos dissimulados, que só pensam em si mesmos e nas classes dominantes de que são originários. Desconhecem completamente a alma do povo, os seus anseios e privações por que passam e consideram a imensa senzala brasileira como um número a ser explorado e perpetuado em sua escravidão. O barbichinha avermelhado é um Soros boy, alguém que renunciou ao nosso maior simbolo, a nossa bandeira para, segundo dizem, adquirir cidadania americana, jurando fidelidade à bandeira deles. Os dois perderam no voto e querem tomar o poder mediante um golpe. E contam com a gente da classe média manipulada pela Rede Globo de tele traição à pátria.

  20. Caro Eduardo,

    Entre outras coisas, o que se lamenta, é o papel deplorável e desenfreado, que a mídia vem exercendo neste país, levando grande parte da população brasileira a acreditar que o Brasil passa por um momento de caos.
    Agora mesmo, acaba de ser divulgada uma nova pesquisa CNI/IBOPE, que mostra uma situação ruim do governo Dilma.

  21. Perfeito Edu!

    Os coxinhas, que tanto querem o PT fora do poder (argumentando que o partido é corrupto e vai transformar o Brasil em um país comunista), com certeza irão quebrar a cara com a volta dos tucanos no poder! Você não concorda?

    Um abraço!

  22. Realmente, a situação da Grécia, Espanha, Itália, Portugal, França e até da Inglaterra é gravíssima. O povo europeu está olhando para a Grécia com olhos curiosos para saber se existe alguma saída sem ser a “austeridade” do FMI e do Banco Central Europeu.

    Se o Aecioporto tivesse ganho as eleições, caminharíamos rapidamente para a mesma situação. E com um agravante: a Europa e os EUA partem de um patamar alto de salários. O Brasil, apesar de o tucano Armínio (nau)Fraga ter dito que os salários aqui estão muito altos, tem um nível salarial ainda muito aquém do justo, mesmo com os ganhos reais dos últimos 12 anos. Recessão, por aqui, produziria uma miséria MUITO maior do que a que os povos europeus estão vivendo.

    Dada a situação da Grécia, agora o melhor é o povo grego rejeitar o pacote de maldades. Se é para passar dificuldade, pelo menos que exista um objetivo, uma saída, ainda que a médio / longo prazo. Os países que aplicaram a receita venenosa do FMI simplesmente pioram dia a dia, inclusive os EUA. Por exemplo, Nova Iorque passou a fazer parte do mapa da fome da ONU.

    O que é um problema para o povo é solução para os muito ricos. Os bilionários europeus tiveram aumento sem precedentes em suas fortunas nos últimos 5 anos. O FMI finge que a austeridade é temporária mas, se depender de banqueiros, rentistas e especuladores, será permanente.

    • As pessoas não sabem que há fome e pobreza nos EUA. Tenho uma amiga há 40 anos, somos amigas desde meninas, ela foi constantemente aos EUA a trabalho ao longo da vida. Há uns 3 anos foi com um grupo de trabalho para conhecer ongs e associações de assistência – voltou chocada porque passou por lugares com muita pobreza e problema social. A viagem, por vários estados, foi de ônibus, o que também colaborou para ter outra visão.

      • Verdade, Renata, nossa gloriosa classe média, em sua maioria, está hipnotizada por uma lavagem / enxaguagem cerebral que não a deixa ver a realidade dos EUA e da Europa.

        Há alguns anos, vi uma reportagem sobre Nova Iorque. Um menino pobre dizia: “minha escola fica a poucos quarteirões de casa, mas tenho medo de caminhar até lá, pois todo dia tem tiroteio entre guanges”.

        Amigo meu foi a Nova Iorque. Andando de metrô às 22 h, sozinho no vagão, olhava as pichações feitas nos bancos e paredes, observava as seringas de injeção jogadas num canto. Então um policial entrou e disse: “meu senhor, o senhor não pode viajar de metrô a essa hora! O senhor está correndo sério risco de ser assaltado e até morto”.

        Essa é Nova Iorque de verdade…

        • Mentiram para você. Os vagões de metrô podem ter grafitis, pixação não. Quem vai se injetar num local em movimento ?

  23. Grande Eduardo !!!!

    Esse seu texto foi na mosca !!!!

    Parabéns, como sempre. Belo texto.

  24. Edu, este é o filme que está passando no mundo, bem comentado no seu artigo, mas como filme de tragédia, cada platéia o vê de forma diferente.
    Penso que os brasileiros não gostam dele, mas o perigo, como sempre, está no PIG, que tentará, de seu perene palanque, impor aos brasileiros resultados maravilhosos que ganharemos com ele!
    Tomara que os brasileiros te ouçam!

  25. Arminio Fraga nao eh o que esta sendo processado nos states por seu fundo de pensao?

  26. claro que não ..claro que não . .santo DEUS ???!!! ;;pior mesmo se continuarmos como em LULA 2o e DILMA 1a

    A crise na Grécia é muito anterior a 2008 ..ela começou quando governos PERDULÁRIOS, comandados por políticos IRRESPONSÁVEIS, acompanhados por um bando de funcionários públicos CORRUPTOS e de uma sociedade que NÃO soube poupar antes mesmo de querer ter, só queriam saber de receber, sem poder.

    ..era aposentadoria integral sem fundos dum lado ..salários nababescos e benefícios imerecidos ou irreais, doutro ..gastos que não se sustentavam, um ESTADO que não era chegado a se ser produtivo, muito menos eficiente (tinha cabide de emprego a dar no cacete)

    ..a farra e a fuzarca, o hedonismo e o consumismo fizeram daquele país um SACO SEM FUNDO, ele que sequer recursos fora o turismo galgado na sua mitologia consegue oferecer ao mundo.

    A Grécia hoje deve 177% do seu PIB

    ..um país que mesmo pagando juros muito menores que o de LULA e Dilma (R$ 400, R$ 400 BILHÕES ano), não consegue em hipótese nenhuma abater ou diminuir a sua divida pública, grana, bom lembrar tomada de outros que souberam poupar, tomada de demais sociedades que neles confiaram a esperança por uma parceria RESPONSÁVEL (embora mal e porcamente desenhada – refiro-me À implantação do Euro com países tão heterogêneos) ..um país cuja sociedade NÃO consegue viver com o que consegue produzir, que só quer saber de direito, e muito pouco de dever (tipo umazinha que eu conheço na América do Sul)

    • Bananélli vai morar na projetolândia.

      Claudio José vai fazer um projeto só pra você, Bananélli.

      Aguarde e confie no Mr Verniz.

  27. Que medo desses sorrisos da foto heheh. Quando eles sorriem, o Brasil chora.

  28. Mas se a oposição está pensando que vai faturar com essas denuncias da Lava Jato, que só fala mal do PT, está redondamente enganada. Saiu no site da redebrasilatual.com.br um post com o título “Crise alimentada pela oposição pode se voltar também contra ela”, onde diz que “parte do tucanato liderada pelo presidente do PSDB, senador Aécio Neves, sonha liderar o enfrentamento contra o governo, mas seus integrantes reclamam que quando são reconhecidos em ambientes populares acabam sendo recebidos com gritos de “ladrões” e outros palavrões. Apesar dos esforços da imprensa direcionar o noticiário contra o PT, a maioria da população que recebe a mensagem antipolítica do noticiário não faz distinção partidária, enxergando quase todos os políticos como se fossem responsáveis, de uma forma ou de outra, pelas mazelas noticiadas”. Interessante ler o restante do post pois dá uma idéia de que todos os políticos vão ser atingidos pela Lava Jato, e não só o PT.

  29. Excelente artigo. Eu mesmo não gosto muito de ler sobre economia, porque me confundo com os numeros e dificilmente consigo argumentos para uma simples conversa sobre o tema….rs
    Mesmo assim as vezes leio, até para rebater as bobagens que eu ouço de manhã na CBN indo para o trabalho e por coincidencia ontem a eles falaram da grécia…( e apesar do aviso achei impossivel a fuga do tema, já que no título tem Espanha e Grécia e eu já associo á Economia/EURO/Zona do Euro/fora da zona do Euro).
    quando li a parte “…Ou seja, a radicalização à esquerda levou a direita ao poder.” já tava achando uma conclusão precipitada(ainda que verdadeira) pelos dados do texto mas no paragrafo seguinte vc foi genial com “os gregos descobriram que eram felizes com o governo de centro-esquerda e não sabiam.” Perfeito. E é só um perquyeno exemplo mas acontece muito nos seus textos. E para quem NÃO GOSTA, ou tem dificuldade, ou até um pouco de preguiça quando o assunto é economia, esse seu didatismo faz a diferença. Além de facilitar a discusso desse tema, acho que até que aguça a curiosidade de quem não gosta tanto , como eu. Não é o argumento, a retórica ou a ideologia; vejo como didatismo mesmo. Simplesmente abaixar o nível e tornar raso o nível do debate para vender o peixe é fácil; transformar tudo em fla x flu ou fazer analogia com o futebol tb é fácil. Vc vai além.

  30. Graças à Deus,o Aéssim não venceu. Após por toda vida ver taxada em paredes aquela famosa frase FORA O FMI, como já comentei há dias, tenho orgulho do dia em que Palocci anunciou que o Brasil não devia mais ao FMI. Não esqueço desse dia. Não podemos voltar às trevas. Só quem não conhece os governos passados, podem elogiar essa direita golpista.

  31. Edu,

    Não fosse Lula estariamos no mesmo barco. Os malufistas arrependidos, digo psdbiscas, não enxergam um palmo a frente do nariz, e querem que nossa economia siga o mesmo caminho da seleção patrocinada pela Grobu e que apanha até do Paraguai..

  32. O que resta à militância governista é realmente rezar para as coisas melhorarem até 2018.
    Mas 2016 terá eleições municipais, o que mostra que o caminho é ainda muito tortuoso para o PT.
    Aécio e o PSDB estão, certamente, aliviados por não pegarem a bomba que Dilma deixou.
    Por essas e outras vemos que estava certa, nas eleições, a máxima “Vote em Dilma. Quem pariu Mateus, que o embale!!”

  33. Prezado Eduardo:

    Este artigo é mais um alerta para o povo brasileiro que vive aturdido pelas falsas informações da grande imprensa sobre a realidade da economia brasileira. Como você bem disse e todo mundo sabe: há uma crise na economia mundial que não nos acertou em cheio devido às providências adotadas pelo governo LULA quando ele falou naquela época que ela representaria para nós uma “ marolinha” e foi o que de fato aconteceu. Com o agravamento da crise econômica a nível mundial alguns mercados deixaram de comprar nossos produtos o que afetou a nossa balança de exportação, mas, pior do que isso o agravamento da nossa indústria deveu-se e deve-se aos urubus/ carcarás que vivem buscando e pregando desgraças de modo a afetar as expectativas e esperanças quando ao futuro do pais, levando o cidadão comum a falar de crise com a boca cheia e com tanta certeza como se fosse PHD em desgraças. Ou seja, esse cidadão contaminou-se pelo noticiário daqueles que lavam a burra para produzir e espalhar esse sentimento de desvalido na sociedade como um todo. Quer um exemplo: Veja a pergunta que uma jornalista da GLOBO fez ao presidente Obama.

    Todo e qualquer cidadão consciente sabe que se uma pessoa gasta mais do que o que pode em determinado momento, é necessário cortar algumas despesas em outros momentos de modo a equilibrar as contas para que passe a ter o mesmo padrão de vida em um futuro próximo. Esse ajuste fiscal que a presidenta DILMA está fazendo é exatamente isso. Precisamos economizar agora para voltarmos a crescer com mais vigor e firmeza muito em breve, mas os urubus e carcarás ( grande mídia, políticos oposicionistas, coxinhas e milhares de imbecis e oportunistas e palpiteiros) aproveitam o momento do ajuste interno da economia brasileira e não conseguem ou não querem enxergar que no mundo globalizado e interdependente, problemas em determinado pais atinge outro(s), dependendo a que ponto chega essa interdependência. Ex. A China não cresceu tanto quando era esperado e o seu baixo crescimento afetou as nossa exportações de mercadorias ( commodities )para aquele pais.

    Você disse:

    “A crise grega começou logo após a quebra do banco dos irmão Lehmann, em 2008. A Grécia era governada pelo partido socialista Pasok, que pilotava uma política econômica de centro-esquerda que, diante da crise internacional, adotou política econômica de austeridade imposta pela chamada “troika” (Banco Central Europeu, Comissão Europeia e Fundo Monetário Internacional).”

    “Em outubro de 2009 quando o senhor George Papaconstantinou assumiu o Ministério das Finanças da Grécia, que o déficit orçamentário fosse da ordem de 3,7%. Duas semanas depois esse cifra foi revisada para 12,5% e acabou atingindo 14%. Anualmente conseguia-se manter fora da contabilidade do governo uma dívida de um bilhão de , embora este a custeasse.

    Basicamente os únicos trabalhadores gregos que pagavam impostos eram os das empresas, que eram descontados na fonte. Os trabalhadores considerados autônomos, em sua maioria eram sonegadores( desde médicos até jornaleiros), um dos motivos da Grécia possuir a maior percentagem de trabalhadores autônomos entre os países europeus. Estima-se que entre os médicos 2/3 declaravam que faturavam menos de 12 euros/ano, pois rendas abaixo desse valor estavam isentos de impostos.

    Uma razão porque ninguém jamais é processado é que os tribunais gregos levam até 15 anos para decidir processos fiscais.

    Cerca de 30% a 40% da atividade econômica grega que estaria sujeira ao imposto de renda não são oficialmente declarados.

    O Estado grego não era apenas corrupto, era tambem corruptor.

    A epidemia de mentira, sonegação e furtos impossibilita qualquer tipo de vida cívica.”

    Obs: qualquer semelhança com empresários e autônomos no Brasil fica por conta de cada um que está lendo está página.Será que há semelhança ?
    Pergunto: quem foi preso no escândalo do Banestado, da Castelo Operação Castelo de Areia, da operação Sathiagaha ? Quem eram os responsáveis pelo Ministério da Fazenda e Banco Central naquela época.

    Acordem coxinhas. Vocês podem estar velhos mas seus filhos e netos não merecem voltar aos tempos de aflições e desesperanças de quando o PSDB era poder.

    Eduardo citou o banco dos irmão Lehmann, em 2008.

    Veja o que diz o autor do livro de onde cito os dados sobre a Grécia. O banco Goldman Sachs, em 2001 concedeu um empréstimo à Grécia de 1 bilhão de dólares e arrecadou 300 milhões de dólares em comissões. Espero quem esteja lendo esta página, lembre-se do empréstimo que os banqueiros de Wall Street fizeram ao Brasil quando FHC eras presidente. Entre julho de 1998 a janeiro de 1999, 50 bilhões de dólares das nossas reservas em moeda estrangeira foram parar em mãos de banqueiros privados( segundo o livro O Brasil de Cardoso, A desapropriação do pais, Ed. Vozes, James Petras e Henry Veltmeyer, pag. 41.

    Obs: O livro de onde tirei as informações sobre a Grécia : Bumerangue – Uma Viagem pela Economia do Novo Terceiro Mundo, Michael Lewis, Ed. Sextante.

    Um orador Grego – Isócratres – 380 A.C. disse:
    “A democracia destrói a si mesma porque abusa do direito da liberdade e da igualdade. Porque ensina os cidadãos a considerarem a audácia um direito, o desrespeito à lei uma liberdade, o discurso ofensivo igualdade, e a anarquia, progresso.”

    A grande mídia e alguns políticos de oposição não respeitam a Presidenta da República. Apresentadores ( medíocres) de TV’s atacam virulentamente os políticos do PT, seus simpatizantes e seus eleitores; estimulam os Black blocks a provocarem quebra quebra .

    Eduardo Guimarães, disse:

    “Claro que se fizéssemos o que faria o PSDB os mercados passariam a “confiar” em nós, ao menos retoricamente, enquanto que mantêm reservas quanto a Dilma porque seu ajuste não é suficientemente impiedoso. Mas o que Grécia e Espanha ganharam com a “confiança” do mercado?”

    Concordo com você, companheiro. Vou dizer qual é o projeto do PSDB: entregar nossas riquezas ao capital financeiro internacional – Petrobrás, minérios, base lançamento de foguetes, nossos segredos militares e subordinar nossas forças armadas aos Estados Unidos, como é a Europa hoje. Entregou toda a sua defesa ao tio SAM e está estimulando uma nova guerra na Europa para a venda de armas e empregar seus milhares de ex-militares desempregados.

    • Valdir, só faria uma ressalva e um adendo ao texto, embora é mais como alerta porque alguém da direita que acompanha o que se passa na Espanha pode apontar isso futuramente. A crise espanhola começou com o Zapatero e o PSOE corrupto, entreguista, privatista que não passa de um PSDB espanhol, tanto que toda a cúpula do PSOE é próxima ao PSDB.

      Toda a máfia espanhola privada veio ao Brasil via PSDB comprar empresas no país, e o PSOE foi cúmplice disso, o PSOE do Felipe González o mesmo que foi à Venezuela fazer média com golpistas e ontem no El País (versão espanhola) soltou mais um panfleto escroto dele sobre o Podemos e a Venezuela, o sujeito é odiado na Espanha principalmente pela esquerda, é visto como um traidor, por isso fico preocupado quando o Lula e o PT vão dialogar com gente desse tipo ignorando o contexto do outro país.

      O PP do Rajoy só aprofundou a crise, mas quem lançou a crise foi o PSOE do Zapatero, o partido do Felipe Gonzalez, o miguxo de FHC, Serra e cia. Capacho da OTAN e dos EUA.

      Há até uma sigla por lá (Espanha) pra definir o que é a dupla PP e PSOE (PP é o partido de direita herdeiro do franquismo, e o PSOE é o tucano, Espanha não tem partido de esquerda, só comodista, o Podemos é algo próximo do que o PT fora no passado, mas não irá ganhar eleição pra primeiro ministro) que a sigla PPSOE.

      O movimento dos indignados 15M fez uma cagada monumental ao pregar o voto nulo nas eleições gerais de 2011 (eu acho) dando a vitória esmagadora ao PP do Rajoy (atual primeiro ministro), mas o PSOE tá muito longe do que o PT representa pro Brasil, mas longe mesmo, eu consigo entender o ódio e aversão do povo lá ao PSOE, eu mesmo tenho sem nem ser espanhol, só de ler o amontoado de patifaria que aquele partido quinta-colubna do Gonzalez prega (eles pregam um ódio visceral à Venezuela, Argentina e cia, só não brigam com o Brasil pq sabem que o tranco seria violento).

      A crise no Brasil foi tramada pela direita, a extrema-esquerda sem votos foi na onda, mas o PT tem muita, mas muita culpa no que está se passando, é um partido de esquerda que nunca se preocupou com questões culturais, de mídia etc, coisa que qualquer partido de esquerda sério faz. Fora a presença de alas religiosas no partido que o leva prum lado conservador que afasta a turma jovem dos centros urbanos do PT, há um choque cultural entre os dois grupos e um não tolera o outro. Gente como o Frei Betto, moralista e udenista (agora chama o Lula de populista) que sacou do anonimato o inquisidor Joaquim Barbosa e nunca fez mea culpa me causa aversão, ele, a Heloisa Helensa e toda essa ala carola que traiu a esquerda (Helio Bicudo idem). Que eles vão pra Igrejinha deles rezar e deixem a política como atividade “mundana”.

      A Espanha é um país difícil de se pegar pra comparação pois acreditem se quiser, a elite espanhola é tão ou mais podre que a brasileira e é um país culturalmente afetado por um catolicismo arcaico que gera um povo preconceituoso e elitista até o talo. Há espanhóis que são humildes e receptivos, mas a elite daquele país é pedante, prepotente, racista e de difícil trato. Pena o governo federal não dar atenção à mídia pois eu adoraria ver esse El País (PIG espanhol) expulso do Brasil (a versão golpista deles em português). Ontem a matéria deles sobre uma bailarina negra nos EUA contou com o título “primeira da raça” ou algo assim, bizarro um jornal usar esse termo pruma matéria, além do erro científico, é surreal a mentalidade dos caras.

      Que o Brasil esqueça aquela Europa do Sul, Itália, Portugal, Grécia e Espanha são poços de atraso que adquiriram desenvolvimento com financiamento alemão (menos a Itália que já tinha algum desenvolvimento mas o Sul da Itália é literalmente ferrado), e cultualmente pararam no tempo, apesar de se acharem a última bolacha do pacote. Como eu leio os jornais de alguns desses países (principalmente Portugal e Espanha) a gente vai criando uma certa aversão aos países com o que vai lendo de lá e os comentários. Portugal virou poço de xenofobismo anti-brasileiro.

  34. Então está reagindo dessa forma por que já manjaram seu “modus operandi”, Mr. Verniz? Os seus devaneios não colam mais… vira o disco!

  35. A medicina diz que o Mal de Alzheimer atinge a memória recente. Seria o caso de pensar se todos os leitores de jornais e revistas, todos os ouvintes de rádio e telespectadores não sofrem do mesmo mal. E eu teria de me incluir. Porque não consigo “arquivar” tudo o que leio, ouço e vejo. As notícias, em sua maioria são esquecidas. E o seu artigo, Eduardo, é justamente uma reflexão sobre a memória (história) recente. E aí, feito um remédio para o dito mal, seu texto como que reacende a lembrança de algo que aconteceu há pouco tempo. Você põe lado a lado dois países europeus (Grécia e Espanha) que iam caminhando bem com a centro-esquerda e de uma hora para outra se depararam com o tsunami causado pelo Lehman Brothers. E aí a direita tomou o poder graças à extrema-esquerda, fez um governo equivocado que levou a extrema-esquerda ao poder. Aquele tsunami econômico que atingira EUA e Europa, em 2008, como previu Lula, não atingiria o Brasil. Aqui teríamos, quando muito uma marolinha. E Lula acertou. Lula terminou o mandato, Dilma foi eleita e no meio do caminho, mais por consequência da economia mundial e menos por incompetência de Dilma, a marolinha se avolumou e o tsunami, por fim, chegou até nós. Com isso, a mídia e a oposição que já se armavam contra Dilma passaram usar artilharia pesada. Essa artilharia seguiria até as eleições do 2º mandato, quando nos últimos meses de 2014 a mídia e a oposição recorreram a míssil de longo alcance, arma química e até arma de destruição em massa lançadas das redações da Folha/Veja/Globo. E mesmo assim Dilma é reeleita com 51,64% dos votos contra 48,36 dos adversários. E neste seu último artigo, com os exemplos de Grécia e Espanha você alerta que com as esquerdas dividas como estão, podem levar a direita ao poder, tal e qual aconteceu naqueles dois países. Estou de acordo com sua análise, Eduardo. E peço desculpas para dizer o seguinte: Eu me vejo fanático por Dilma, como um torcedor de futebol. Então, termino dizendo: Dilma vai pôr a casa em ordem até 2018 e vai eleger seu sucessor ao qual espero que seja Lula outra vez.

  36. Eduardo, vizinho de bairro,primeiramente meu respeito e admiração. O que não te falta é coragem. Eu, particularmente creio que o problema do país é outro, muito mais profundo e importante. Enquanto não forem implementadas políticas que educação que possibilitem aos nossos cidadãos pensarem por conta própria, enquanto não tivermos uma verdadeira democracia nos meios de comunicação de massa e enquanto for permitida a cultura da imbecilizaçao e violência direcionada às nossas crianças e jovens, partidos como o PT que teve meu voto desde sempre, e continuará tendo, não conseguirão levar a cabo completamente seu projeto. Um forte abraço.

  37. :

    .:.

    Poemas engajados, participativos, de Cláudio Carvalho Fernandes :

    * 1 * 2 * 13 * 4

    *************

    Um poema (acróstico) para Dilma Rousseff, a depenadora de tucanus :

    .:.

    D ilma, de uma nação vitoriosa
    I lustre brasileira lutadora
    L uz de dedicação esplendorosa
    M otivando a pátria gloriosa
    A uma luta digna, vencedora.

    ::

    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do Brasil inteiro.

    .:.

    D ilma, os conscientes te agradecem
    I nfinitamente por tua digna história
    L utando por todos que reconhecem
    M ais a vida no bem comum de fazer na glória
    A grande pátria-nação que os brasileiros merecem

    .:.

    D ilma, coração valente,
    I sso que a gente sente
    L ibertar o ser plenamente
    M antendo sempre presente
    A humanidade inteligente

    .:.

    D ilma deu mais uma surra na ó-posição
    I gual ao que Lula também já fez
    L ivrando o povo brasileiro da infelicitação
    M ostrando que o Brasil tem voz e vez
    A o mundo todo dignificando sua população

    .:.

    L ula livrou 40 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes

    .:.

    D ilmais deu mais uma surra na ó-posição
    I nstalada na grande mídia venal
    L ula teve a sua participação
    M andando o pig & Cia ao
    A bismo na quarta eleição

    .:.

    D oar-se a seu povo é exemplo dignificante
    I luminando a vida de outros seres lhanos
    L ouve-se quem bem merece que se cante
    M aravilhas de se acreditar nos humanos
    A promover em cada ser o mais do ser em ser interessante

    .:.

    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia

    .:.

    : ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 ! ! ! !

  38. Verdadeiramente o Brasil virou um país da direita.Temos a governanta mais rejeitada de nossa história batendo os governos Sarney e Collor. Se vocês não ainda não estao preocupados eu, a muito, perdi a esperança.

  39. :: 19:13
    .:.
    Ouvindo A Voz do Bra♥S♥il e postando:
    * 1 * 2 * 13 * 4 *************
    Um poema (acróstico) para Dilma Rousseff, a depenadora de tucanus :
    .:.
    D ilma, de uma nação vitoriosa
    I lustre brasileira lutadora
    L uz de dedicação esplendorosa
    M otivando a pátria gloriosa
    A uma luta digna, vencedora.
    ::
    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do Brasil inteiro.
    .:.
    D ilma, os conscientes te agradecem
    I nfinitamente por tua digna história
    L utando por todos que reconhecem
    M ais a vida no bem comum de fazer na glória
    A grande pátria-nação que os brasileiros merecem
    .:.
    D ilma, coração valente,
    I sso que a gente sente
    L ibertar o ser plenamente
    M antendo sempre presente
    A humanidade inteligente
    .:.
    D ilma deu mais uma surra na ó-posição
    I gual ao que Lula também já fez
    L ivrando o povo brasileiro da infelicitação
    M ostrando que o Brasil tem voz e vez
    A o mundo todo dignificando sua população
    .:.
    L ula livrou 40 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes
    .:.
    D ilmais deu mais uma surra na ó-posição
    I nstalada na grande mídia venal
    L ula teve a sua participação
    M andando o pig & Cia ao
    A bismo na quarta eleição
    .:.
    D oar-se a seu povo é exemplo dignificante
    I luminando a vida de outros seres lhanos
    L ouve-se quem bem merece que se cante
    M aravilhas de se acreditar nos humanos
    A promover em cada ser o mais do ser em ser interessante
    .:.
    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia

    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 ! ! 1 1

  40. Infelizmente a américa latina é o último local da face da terra que ainda apoia os governos populistas/socialistas/comunistas e Brasil está incluso com o PT. Mas esse cenário está começando a mudar, e a direita vai vencer para fazer esse país progredir novamente!

  41. :

    Cláudio

    01/07/2015 • 19:13

    :: 19:13
    .:.

    Ouvindo A Voz do Bra♥S♥il e postando:

    * 1 * 2 * 13 * 4

    *************

    Uns poemas (acrósticos) de autoria de Cláudio Carvalho Fernandes (poeta anarcoexistencialista) para Dilma Rousseff, a depenadora de tucanus, e Lula, o comedor de tucanus :

    .:.

    D uas vezes contra o espectro atro
    I nscreveu já seu nome na história
    L utando contra mídia venal & Cia e seu teatro
    M ulher forte de mais uma vitória
    A deixar tucanus na ó-posição de quatro ! ! ! ! de quatro ! ! ! ! de quatro ! ! ! ! DE QUATRO ! ! ! !

    .:.

    D ilma, coração valente,
    I magem de todo o bem em que se sente
    L ivre o amor maior pela brasileira gente
    M uito humana e inteligente
    A PresidentA do nosso Lula 2018 de novo Presidente

    .:.

    D ignidade
    I ntegridade
    L iberdade
    M aturidade
    A mabilidade

    .:.

    D ilma, de uma nação vitoriosa
    I lustre brasileira lutadora
    L uz de dedicação esplendorosa
    M otivando a pátria gloriosa
    A uma luta digna, vencedora.

    ::

    L uz do povo brasileiro
    U m digno e fiel lutador
    L astreando com real valor
    A honra do Brasil inteiro.

    .:.

    D ilma, os conscientes te agradecem
    I nfinitamente por tua digna história
    L utando por todos que reconhecem
    M ais a vida no bem comum de fazer na glória
    A grande pátria-nação que os brasileiros merecem

    .:.

    D ilma, coração valente,
    I sso que a gente sente
    L ibertar o ser plenamente
    M antendo sempre presente
    A humanidade inteligente

    .:.

    D ilma deu mais uma surra na ó-posição
    I gual ao que Lula também já fez
    L ivrando o povo brasileiro da infelicitação
    M ostrando que o Brasil tem voz e vez
    A o mundo todo dignificando sua população

    .:.

    L ula livrou 40 milhões da pobreza
    U m feito memorável sem precedentes
    L utando contra a mídia venal, teve a certeza
    A bsoluta de estar ao lado dos brasileiros conscientes

    .:.

    D ilmais deu mais uma surra na ó-posição
    I nstalada na grande mídia venal
    L ula teve a sua participação
    M andando o pig & Cia ao
    A bismo na quarta eleição

    .:.

    D oar-se a seu povo é exemplo dignificante
    I luminando a vida de outros seres lhanos
    L ouve-se quem bem merece que se cante
    M aravilhas de se acreditar nos humanos
    A promover em cada ser o mais do ser em ser interessante

    .:.

    L ivrando da pobreza absoluta 40 milhões de brasileiros
    U m feito sem igual que por si só já bastaria
    L ula segue sendo no mundo um dos primeiros
    A fazer de seu povo a eterna rima rica de sua poesia

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

    Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 ! ! ! !

    ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

  42. PSDB é lixo, como PT, sim.

    Ajustes são necessários. Ora, quem nao se lembra das famosas “medidas impopulares” tão faladas na cmpanha eleitoral? Ao menos foi falada a verdade. Foi burrice do Aecio Neves colocar o Arminio Fraga de vidraça logo de cara.

    Dilma não o fez, mentiu e ganhou. Agora vem com essa de ” a crise de 2008 enfim nos atingiu. Balela.

    Quem nao se lembra daquela baboseira toda, do cristo “Taking Off” da montanha, da propaganda do Gigante do Johnnie Walker? Ridículo. e tem gente preocupada se Neymar tá bem psicologicamente… Que lixo de país….

  43. Bom dia Edú e demais leitores.
    Concordo com o que vc. escreveu e digo mais: Assim como ocorreu no 1º ano da adm. Lula, este duro ajuste fiscal, pelo qual passamos, é não somente necessário, para evitar que mais à frente, a bomba exploda.
    Pior seria, se não estivéssemos enxergando uma tênue(porém existente) lúz, no fim do túnel.
    Garanto-lhes, que assim como a equipe do Palloci conseguiu atravessar aquela crise de 2003, a atual equipe economica, também tirará o país desta fase difícil, e fará crescer com sustentação, e sem riscos de chegarmos ao estágio, em que países europeus como Grécia, Espanha e Portugal, hoje vivem, às vésperas de uma explosão social, e de uma quebra generalizada, de suas instituições financeiras,

  44. Agora sim concordo com você Eduardo, pois o pior que poderia acontecer para o nosso país seria a retirada da Dilma do poder nesse momento. O PMDB provavelmente assumiria, colocaria a culpa na ‘herança maldita” e o país iria de vez para o buraco. Na próxima eleição, tanto o PSDB ou qualquer outro partido pegaria a situação tão ruim que seria impossível fazer algo. A Dilma tem que continuar seu reajuste e arrastar seu governo ao máximo pelos próximos dois ou três anos sem maiores turbulências. Depois, que novas eleições façam um novo presidente, seja ele quem for.

    Porém os resjustes estão sendo feitos na população e é isso que revolta. Porque a Dilma não dá um menor exemplo? Porque o gasto com a máquina pública chegou nesse ponto? Porque sua bancada não aprova e nunca aprovou medidas de economia no legislativo? Porque tantos ministérios e tantos cargos comissionados? Porque ela não veio fazendo o reajuste paulatinamente desde 2009 quando propoz sua nova matriz econômica?

    Isso pode até não parecer prioridade, mas a situação chegou ao que está por ingerência e falta de planejamento do governo Dilma. Poderíamos ter enfrentado a crise com a máquina mais enxuta e hoje ela estaria de cabeça erguida governando e não sendo escarneada.

    Porque em uma década de bonança e de crédito fácil e abundante, esse crédito foi direcionado quase que exclusivamente para o consumo e para financiar o aumento de riqueza de uma dúzia de empresários e agronegociadores? Porque o crédito não foi direcionado quase que exclusivamente para fomentar a ciência, tecnologia e quem quer que quisesse agregar algum valor as nossas preguissosas commodities? Poderíamos exportar aço e não minério, poderíamos exportar óleo e não soja, poderíamos exportar café solúvel e não em grãos, poderíamos exportar tecidos e não a pluma do algodão, poderíamos exportar cortes nobres e não, como agora querem, exportar o boi inteiro (para os EUA). Enfim, se os esforços e principalmente o crédito tivesse sido bem direcionado, estaríamos a passos largos na construção de forte e ampla infraestrutura.

    O governo do Lula e da Dilma foram no máximo nota 6. Mas sim, certamente é melhor que a Dilma se reequilibre e complete seu mandato sem maiores turbulências. Depois, já não sei dizer o que pode ser pior: o PT permanecer enfraquecido, porém talvez mais independente; ou o PSDB, se aliando a tudo e a todos do poder “com toda sede ao pote”. De ambas as maneiras, os grandes poderosos que mandam no país continuarão mandando. O presidente a partir de agora será sempre um fantoche.

    O sistema apodreceu de vez, e a isso também teve papel fundamental o Lula. O mensalão foi a prova mais clara disso. Lula demonstrou e convenceu a nação inteira que é impossível combater a corrupção. Foi o estimulo mais poderoso que alguém pudera dar para a política ser tão baixa e pequena como hoje está.

    Estamos em maus lençóis, infelizmente.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.