Dono de restaurante em que Mantega foi vaiado e FHC aplaudido é ligado a tucanos

aguzzo capa

 

Na última segunda-feira (25/5), a Folha de São Paulo noticiou que o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega fora “hostilizado” em “um restaurante italiano da capital paulista”. Na matéria, o jornal lembrou que, na semana anterior, o ex-ministro da Saúde e atual secretário de Fernando Haddad Alexandre Padilha também fora agredido em um restaurante.

Após a agressão a Mantega, que já não era a primeira e que se somou à agressão a Padilha, este Blog opinou que ou os petistas reagem a esse tipo de agressão ou param de ir a redutos de rico casca-grossa. Porém, investigação recente feita por esta página revela que ao menos a agressão a Mantega pode não ter sido espontânea.

A matéria da Folha que noticiou a agressão recente a Mantega tratou de não dar detalhes sobre o estabelecimento em que ele foi agredido, o que pareceu estranho. Porém, a coluna da jornalista Monica Bergamo da última quinta-feira entregou o nome do estabelecimento ao relatar que “O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso foi ovacionado no mesmo lugar” e que “Clientes aplaudiram de pé o tucano e chegaram a formar fila para ‘selfies’ com ele“.

Segundo a colunista, o estabelecimento em questão se chama “Aguzzo” e fica incrustado no bairro paulistano de Pinheiros, na rua Simão Alvares 325. O Blog ligou para lá (telefone 3083-7363), conversou com a funcionária Patrícia e obteve a informação de que um jantar com vinho e sobremesa escolhido no menu “econômico” sai por volta de 200 reais por pessoa. Porém, se a escolha for do menu “normal”, a conta fica ao redor de 300 reais por pessoa.

Aguzzo 1

Como já se disse nesta página, nada contra alguém frequentar um bom restaurante, se tiver recursos para tanto. A casa oferece iguarias sofisticadas e que despertam os instintos dos endinheirados gourmets paulistanos.

Há pratos como “Panna cotta di vaniglia con salsa di lampone” (creme de leite fresco cozido com favas de baunilha e calda de framboesa) ou “Gamberi in salsa di prosecco e risotto di asparagi” (Camarões ao molho de “prosecco” e risoto de aspargos).

aguzzo 2

As instalações também ajudam a oferecer uma noite agradabilíssima a essa elite desmemoriada, mal-educada e mesquinha que infesta o país e que se reproduziu em São Paulo como em nenhuma outra parte do país.

aguzzo 3

Porém, dentre todos os restaurantes que Mantega poderia escolher, foi cair em um reduto tucano. Como se sabe, essa gente se frequenta, se apoia mutuamente e o dono do Aguzzo, um ex-maitre do ultrachique restaurante Fasano, tem ligações políticas muito claras. Ligações que parecem estar por trás do seu sucesso empresarial.

Osmânio Luiz Resende também é sócio de um restaurante de alto luxo em Sorocaba, cidade governada pelo tucano Antonio Carlos Pannunzio. Trata-se do restaurante La Doc.

aguzzo 4

A foto no alto da página mostra o momento em que Pannunzio e sua mulher entregam a Resende, em seu restaurante sorocabano, um prêmio concedido por quem mesmo? Pela revista “Veja São Paulo”, claro, que faz intensa publicidade dos restaurantes Aguzzo e La Doc.

O entusiasmo do tucano Pannunzio com Resende parece abrir muitas portas ao empresário. Uma revista editada pela unidade do Centro das Indústrias de SP em Sorocaba também homenageou o dono dos restaurantes para ricaços.

aguzzo 5

Ano retrasado, aliás, treze “primeiras-damas” (mulheres de prefeitos tucanos) se reuniram em Sorocaba para apresentar os projetos desenvolvidos pelos respectivos Fundos Sociais das cidades da região metropolitana da cidade. A recepção foi feita por Maria Inês Moron Pannunzio.

O encontro aconteceu na Biblioteca Municipal de Sorocaba e reuniu representantes de Alumínio, Boituva, Capela do Alto, Iperó, Itu, Jumirim, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto de Pirapora, São Roque, Tietê e Votorantim. Também estiveram presentes a deputada Maria Lúcia e Patrícia Aragão, que representou a presidente do Fundo Social do Estado, Lu Alckmin.

aguzzo 6

Após o encontro, as “primeiras-damas” foram almoçar no restaurante La Doc, de Osmânio Luiz Rezende, dono do Aguzzo. Ele fez as “honras da casa”. Antonio Carlos Pannnunzio e Edith Maria Garboggini Di Giorgi (prefeito e vice-prefeita de Sorocaba) também compareceram. Cada convidado recebeu um guardanapo com o nome bordado. O menu de cinco tempos (couvert, entrada, primeiro e segundo pratos e sobremesa) também foi especialmente elaborado para a reunião.

O tucano Pannunzio foi vice-lider do governo Fernando Henrique Cardoso na Câmara dos deputados e hoje governa Sorocaba. Está em seu terceiro mandato como prefeito daquela cidade.

Em 2008, quando era deputado federal, Pannunzio foi condenado, entre outras penalidades, à suspensão dos direitos políticos por três anos e multa de R$ 100 mil. Ele foi acusado de ter contratado 811 funcionários para a Prefeitura de Sorocaba durante período eleitoral, quando prefeito, em 1994.

A condenação na segunda instância foi decidida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. Consultado na noite de 30 de janeiro de 2008, o tucano afirmou que a condenação não o assustava e que já recorrera. Como todo tucano, Pannunzio tem muitas razões para confiar na Justiça paulista.

Tags: , , , , ,

170 Comentário

  1. existe noticia dos dias de governo de FHC em que se formou longas filas de profissionais, como médico, engenheiros, técnicos, vários profissionais, a disputar umas vagas de Gari no Rio de Janeiro, o emprego estava escasso, estava muito difícil arrumar emprego naqueles dias, Edu voce tem condição de coocar essas noticias velhas de vez em quando, recordar é muito bom para lembrar os coxinhas como era o governo que eles quer trazer de volta

    • Ah sim, claro. Um ou outro profissional com nível superior estava na fila para gari, lembro disso, e você já generaliza dizendo que havia “filas de médicos e engenheiros”. Mostre as suas fontes com essas filas quilométricas….

  2. Gostaria de ver o FHC indo comer no restaurante da CUT!!! e depois o Mantega!!!

    • Você entregou o jogo. Mas tem razão: a ralé endinheirada é a “CUT” de FHC. Mas a CUT real é igual ao povo e os do restaurante de 300 paus por cabeça não representam ninguém

      • Eu não tenho 300 paus para pagar em restaurante! Mas o Mantega, como bom SOCIALISTA, tem…

        • Mantega nasceu em família rica e tem cabeça de povo. Você é um pé-rapado e tem cabeça de rico. Cretino. Joga contra si mesmo e achs o máximo

          • kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…Edu, você é demais…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…boa resposta…

          • Não perca tempo respondendo para um insano, que deveria pedir licença para participar dos comentários.

          • Então, eu estarei na primeira lista de fuzilados pela REVOLUÇÃO e o Mantega na segunda, pois tem a cabeça no POVO! Vc acha que o GERDAU tem a cabeça no POVO?

          • Fico perplexo. Você só sabe dizer frases feitas. Se realmente é alguém que não tem 200 paus pra pagar numa refeição, saiba que está do lado errado

          • Essa foi boa. Zanchetta mereceu.

            Uma vez acusaram o ex-dirigente politico de esquerda, fisico, filho da alta burguesia alemã, Oskar Lafontaine, de ser amante do luxo (o jornal conservador Bud criou-lhe o apelativo ”Luxus-Linker Lafontaine”), mostrando fotos da sua casa e da mansão onde ele passou férias, acrescentando que Oskar ”O Vermelho” tinha utilizado até jatinho particular.

            Lafontaine ficou puto dentro das calças e não deixou por menos; replicou duramente; declarou que o avião foi o jornal que ofereceu para traze-lo e viabilizar a entrevista que insistiram em fazer. «Não é preciso viver na miséria pra fazer politica de esquerda. Um politico de esquerda não deve ser necessariamente pobre. Deve ser necessariamente contra a pobreza» — declarou — «As propostas para alçar as taxas das rendas mais altas dizem respeito a mim também» E interveio no Congresso: «Estou aqui no meu terno de luxo, meu sapato de luxo e cheguei de avião de luxo depois de passar férias numa casa de luxo. A diferença entre nós e eles (os conservadores) é que eles querem taxas para todos menos pra eles.

          • Bela resposta, Edu, curta e grossa, como o “elemento” merece.

            Infelizmente estive muito ocupado durante o dia e só agora pude enviar este comentário.

            Mas esse tal de Zanchetta, pelo visto, não aprende…

        • Esse é o clássico POBRE DE DIREITA. Um mané geralmente assalariado ou pequeno comerciante (que em tudo depende do salário dos outros), imaginado que um dia será recebido na festa da burguesia. Só que no clube dos ricos não tem bilheteria, tem lista de convidados, da qual o nome do POBRE DE DIREITA jamais constará.

          • Almir,
            Não estão preocupados com o convite! Saiba que todos eles se contentarão com as sobras.

          • Ele é lunpemburguesia, tanto quanto o dono de restaurante que vive dos agrados da burguesia.

        • Prezado, ninguém é proibido de ser rico, ou ter o dinheiro suficiente, para comer em qualquer restaurante caro, e o Mantega tem condições de frequentar qualquer restaurante caro do país, pois sua fortuna, foi ganha honestamente. O que está em discussão, é a rapidêz” com que este amigo dos políticos PSDBistas, enriqueceu, e sua ira contra os petistas, a ponto de insuflar a militãncia partidária, a cometerem atos de viol~encia, contra os nomes citados.

        • Você sabe o que é esquerda? Sabe não, né?
          Seguinte: num país de profundas desigualdades sociais como o nosso, boa parte da população explorada (esquerda) não concorda com a espoliação, e organizam-se na luta por uma distribuição mais justa da renda da nação. Acontece que a classe dominante (o famigerado 1%) se nega a repartir o bolo e reage (direita reacionária) às demandas da esquerda, até mesmo de forma violente (repressão). Até acho natural que a burguesia (1%) queira ficar com tudo, e não repartir nada, afinal o homem é o lobo do homem, já dizia o filósofo. Agora, existe um certo tipo de pessoa, o POBRE DE DIREITA, que além de concordar em ser espoliado, ainda censura aqueles que lutam por justiça social É o fim da picada. Finalmente uma pergunta: entendeu agora por que é que não existe esquerda na Suécia, nem na Dinamarca, nem no Canadá, nem na Islândia?

      • Mas é inevitavel o pensamento..
        Tanto para a direita como para a esquerda..
        È como você ver o penalti ocorrido na sua area
        e dizer que não foi, para beneficiar seu time..
        È certo…mas imoral…
        Enquanto isto….na marginal o povão levando balaço
        e comendo marmitex…e sendo xingado pela direita
        dizendo que o marmitex é pago pelo PT..e CUT.
        UMA COISA é UMA COISA…mas impedir de pensar
        dai não…
        Não é Democratico…e nós sabemos bem definir, que é
        muito bom comer num restaurante destes, e que se eu fosse
        lá vestido de gari e fosse branco, não seria tratado bem…
        A descrição acima é real para grande maioria do POVÃO.
        O SENHOR PADILHA deveria sim ter processado este elemento
        em nome de todos os que estão nas ruas lutando agora…
        Era isto o que ele deveria fazer..
        Nós levamos cusparada nas ruas amigo…que se mistura a nossa
        “mistura…”
        È só isto que pedimos, para nós sentirmos iguais aqueles que podem
        trafegar por todos os cantos do brasil sem ser menos prezado..
        Um abraço e saem violencia..

    • Poderia dormir sem essa…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Alguém quis fazer graça e tomou na zanqueta!!!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. Sr. Eduardo, se foi por isso é um péssimo dono de rastaurante, e está mais do que provado que ter dinheiro não é sinonimo de boa educação, essa elite daqui só sabe sonegar e gastar o dinheiro comprando porcarias no exterior por centenas de milhões de reais, de um ridiculo descomunal, parece certos “roqueiros” barrigudos que quando chega a idade ficam perdidinhos, desculpe mas minha paciencia com a coxinhada tambem está se esgotando.

  4. existe noticia dos dias de governo de FHC em que se formou longas filas de profissionais, como médico, engenheiros, técnicos, vários profissionais, a disputar umas vagas de Gari no Rio de Janeiro, o emprego estava escasso, estava muito difícil arrumar emprego naqueles dias, Edu voce tem condição de colocar essas noticias velhas de vez em quando, recordar é muito bom para lembrar os coxinhas como era o governo que eles quer trazer de volta

  5. “É amigos… assim caminha a esquerda brasileira… Wilsonleaks Alves provocativo e desaglutinador”. Rodrigo Agostini, Parabéns !!! Fiquei um tempo afastado do Cidadania e não reconheço o Wilso. Alguem saberia explicar o que aconteceu ? Pior que os elogios do Wilso ao FHC, só ver as asneiras do tal de Antonio (30 – 00:26 ) serem aplaudidas em pleno Cidadania !!!! Sr Antonio, Frei Betto afirma que o Brasil vive uma decadência ética, mas culpa a quem por essa decadência ? O sr compara Dirceu a Pallocci, mas conseguiria explicar porque o primeiro incomoda a elite a ponto de ter sido condenado (e preso) sem provas, enquanto o segundo agrada a elite e está solto ? O Sr acredita entender os bastidores de nossa política, mas sua ingenuidade (ou má fé) e desinformação causam-me pena. Rodrigo Agostini, mais uma vez, parabéns !

    • Victor, o fenômeno do Wilson é mais comum do que se oensa. Está cheio de gente virando a casaca por pressão de família, amigos, patrões. A onda fascista é perigosa porque provoca esse apodrecimento de caráter. É doloroso.

      • Conheço um . Ele se decepcionou com o PT, no caso mensalão. Chegou a pedir desculpas por ter defendido o partido um dia. A partir daí foi só ferro no PT e nada contra outros partidos.
        Detalhe : é jornalista, e ganha a vida como jornalista.

        • Hoje houve Assembleia de condomínio e não lembro o comentário que fiz acerca de algo que foi discutido na assembleia que uma moradora que estava ouvindo o papo, perguntou – você é de esquerda, do PT? (cansaço… já viram, né?). Respondi com calma – ‘sempre fui de esquerda e sempre serei, no momento do PT’. Ela foi embora no ato. Aproveitei e conversei com o resto do grupo, onde estava a subsíndica (o síndico vota no PT mas ninguém sabe, ele esconde o fato, rs). Falei dessa escalada do fascismo, do pneu do meu carro que esvaziaram aqui no prédio no dia da eleição da Dilma, e que não toleraria nenhuma perseguição. A subsíndica disse que “odeia” o Lula porque uma vez ele declarou que ‘um país que tem juros altos é um país rico’. As coisas estão nesse patamar de dar dó e de doer. Acho que muitos não aguentam e acabam cedendo, mudando de lado, rompendo com a sua consciência, como aconteceu com o Wilson e outros. É uma espécie de Síndrome de Estocolmo, creio eu.

  6. “Por fora uma bela viola, por dentro, um pão bolorento”. Isso sim, se ajusta à educação dos frequentadores da fake finesse. Nada como ser um mal-educado poliglota. É ralé humana em qualquer lugar.

  7. Eduardo, ao longo do tempo tenho visto e comentado sobre as manipulações, injustiças praticadas pelo Judiciário da Casa Grande, as safadezas de um Congresso que tem como dono o dinheiro de algumas empresas, a mídia corrupta porta voz da escravidão, o entreguismo sórdido de um grupo que quer acabar com a Petrobras e os bancos de fomento, etc, etc.
    Sabemos que a dita elite tem outro rótulo, o de Casa Grande, um sistema com mentalidade tacanha e escravagista dos séculos 19 e inicio do 20, que se perpetua no Brasil e não se moderniza em termos de pensamento e visão. Para perpetuar privilégios completamente descabidos, a Casa Grande quer um país imenso como colonia do imperialismo mundial, com uma população de no máximo a que habita o estado de São Paulo. Eles são minoria. Mas o que me chama a atenção é a indigência do pensamento e a falta de determinação daqueles que se dizem opositores desta nefasta Casa Grande. Vejo, a.toda hora, as queixas pelas derrotas que os ditos corruptos da Casa Grande minoritária impõem ao pensamento que se diz progressista. A maioria que esta Casa Grande tanto teme é mal conduzida,.mal orientada, desconhece o seu próprio poder e, por incompetência dos chamados lideres das grandes massas, segue como tonta, bombardeada dia e noite pelos arautos dos poderosos e ricos, rede Globo e demais satélites. O.resultado está ás vistas, perigo de perdas irreparáveis do ponto de vista social, patrimonial e trabalhista.
    Também chama atenção que somente vi até hoje um kamikaze ( dos poucos e perseguidos blogueiros) reagir com ações contra as arbitrariedades deste sistema. Não vejo solidariedade dos que se dizem defensores das multidões oprimidas. Prenderam erradamente a cunhada de um petista, nada acontece. Jogaram um homem.como Jose Genoíno na masmorra e nenhum dos corruptos da Casa Grande é enjaulado, sequer investigado. Vive-se de queixumes da sorte ingrata.
    Desta forma não há como uns poucos idealistas darem jeito. Denúncias às centenas contra os aliados da Casa Grande já surgiram e ninguém apura nada. Um só ministro do STF segura por um ano o parecer sobre financiamento privado de campanha e ninguém tem coragem de peitá-lo. Um presidente da Câmara atreve-se a destruir as conquistas dos trabalhadores em décadas e ninguém o enfrenta.
    É como se os intérpretes do pensamento da maioria, ao invés de fazerem valer a sua força, se conformassem em tão somente lamentar o mal que uma minuscula facção de poderosos faz de forma ditatorial à toda gente de 200 milhões de brasileiros.

  8. Vamos assinar Carta Capital, portá-las em público e andar de camisa vermelha daqui por diante. Nada de medo destes coxinhas bunda-moles. CAMPANHA: VOCÊ É DE ESQUERDA, ENTÃO ASSUME!!!!!!!!!!!

    • Cvilela,
      Sou assinante da Carta Capital e da Caros Amigos, esta última, fundamentalmente de esquerda. Não tem uma fila que eu não enfrente lendo, geralmente essas revistas. No dia em que encontrar alguém suficientemente imbecil ao ponto de me criticar por estar com uma dessas revistas — imediatamente perguntarei — você está com inveja por que não sabe lê? Ou está com inveja porque não entende o conteúdo da revista? E aí piora a situação, porque a criatura entra na estatística do analfabeto funcional.

  9. pesos e medidas diferentes
    casos ocorridos em minas gerais.
    mulher do governador petista x helicoca dos perrelas.
    caso perrela: resumo do processo.
    O senador José Perrella de Oliveira Costa, o juiz federal Marcus Vinícius Figueiredo de Oliveira Costa e o procurador da República Júlio de Castilhos Oliveira Costa têm em comum não apenas o sobrenome.
    O juiz e o procurador atuam no processo número 0012299-92.2013.4.02.5001, sobre tráfico internacional de drogas, em que o Oliveira Costa senador, mais conhecido como Zezé, é o sujeito oculto
    Uma das poucas vezes em que José Perrella aparece é na transcrição de uma troca de mensagens entre o piloto da família Perrella, Rogério Almeida Antunes, e o primo dele, chamado Éder, que mora em Minas Gerais.
    “Man, eu quase derrubei a máquina do Zezé”, escreveu ele em seu Iphone, usando o aplicativo Whatsapp.Rogério conta que estava transportando cocaína, num peso superior à capacidade do helicóptero. “Eu nunca passei um apuro daquele”, digita. “Nossa!”, responde o primo.
    Portanto, os 445 quilos trazidos de Pedro Juan Caballero, a preço estimado de R$ 6 milhões, seriam transformados em quase duas toneladas de cocaína própria para o consumo. A preço de varejo na Europa, renderiam pelo menos R$ 50 milhões.
    Outra dúvida: Gustavo Perrella, deputado estadual e filho do senador Zezé Perrella, autorizou o voo até domingo à tarde, mas quando houve a prisão já era quase noite, e não há registro telefônico de que o piloto, empregado dele, tenha sido procurado.
    Como o piloto faria desaparecer do helicóptero o forte cheiro da pasta base de cocaína, que ficou impregnado, é outro mistério. O que Rogério diria ao patrão, caso ele não soubesse do transporte de cocaína, a respeito do odor?
    No caso do Espírito Santo, os advogados nem tiveram muito trabalho para chegar ao ápice. O principal motivo para a libertação dos presos foi uma denúncia do Ministério Público Federal, que tramitava em sigilo. O Ministério Público está, a rigor, no lado oposto da defesa.
    Mas, neste caso, facilitou o trabalho dos advogados. Ou será que foi a Polícia Federal que meteu os pés pelas mãos? O fato é que o procurador da República Fernando Amorim Lavieri acusou a Polícia Federal de efetuar a prisão dos traficantes mediante uma prova ilícita.
    Segundo ele, foi uma interceptação telefônica ilegal realizada em São Paulo que levou à descoberta de que a droga seria descarregada em Afonso Cláudio. Na denúncia do procurador, não é citado o telefone grampeado. A acusação, vaga e genérica, serviu, no entanto, como justificativa para o juiz colocar os traficantes em liberdade.
    Ao decidir libertar os presos, o juiz Marcus Vinícius argumentou que já tinha se esgotado o prazo legal para a prisão sem julgamento. Na verdade, ainda faltavam alguns dias, mas esse prazo, a rigor, é elástico. Vale a interpretação do juiz.
    “Eu entendo que a regra é a liberdade, prisão é exceção”, explicou Marcus Vinícius. “Não sou nenhum Torquemada. Julgo com base na lei”.
    obs minha: interpretação da mesma lei qua o juiz moro invoca para sua diabrices.
    caso da mulher do pimentel;
    Carolina de Oliveira Pereira, mulher do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, cujo apartamento em Brasília foi alvo de busca e apreensão realizada nesta 6ª feira (29.mai.2015) pela Polícia Federal, já dividiu uma viagem de jato particular com o empresário Benedito Rodrigues de Oliveira Neto, conhecido como Bené, preso nesta 6ª feira sob suspeita de crime de associação criminosa.
    Carolina estava num voo de Punta Del Este, no Uruguai, a Belo Horizonte em 29.mar.2014,
    em um jatinho Embraer Phenom 300, prefixo PR-ERE. Também estavam no avião Pimentel, o deputado federal Gabriel Guimarães (PT-MG), Benê e uma segunda mulher, Bruna Cristina da Silva Oliveira Fonseca de Andrade.
    A viagem já havia sido divulgada pela “Folha” em 10.out.2014, durante a campanha eleitoral do ano passado, sem a informação de que Carolina estava no voo. Abaixo, reprodução do documento que lista os nomes dos passageiros e detalhes da viagem:
    obs minha: vejam bem, o crime da mulher do pimentel é muito mais grave que os 450 kgs de pasta de coca do helicoptero dos perrelas.continuando. vamos ver como iniciou as investigações contra esse tal de bené.Em outubro de 2014, Bené estava em um avião apreendido pela PF no aeroporto de Brasília que transportava R$ 11os filhos de Bené.obs minha: essa apreensão deu-se devido a um telefonema anônimo.lembrem-se, o inquerido sobre o helicoca foi encerrado devido à uma interceptação telefonica ilegal.mas continuando. caso bruno covas:
    A Polícia Federal (PF) de São Paulo apreendeu R$ 100 mil em espécie e 16 cheques com o servidor público estadual licenciado Mário Welber, apoiador da campanha de Bruno Covas no interior paulista. A apreensão ocorreu em 27 de setembro, no aeroporto de Congonhas. Segundo a PF, Welber tem até sexta-feira (10) para se manifestar sobre a origem do dinheiro.
    A PF diz que os valores seguem retidos. Na ocasião da apreensão, o servidor foi ouvido e liberado. O G1 tenta ouvir Welber, mas não obteve retorno dos telefonemas.
    Bruno Covas, eleito deputado federal pelo PSDB neste domingo (5), divulgou nota na qual aponta que o dinheiro pertence ao apoiador e que os cheques da campanha foram cancelados (veja íntegra abaixo).
    Em 2012, ao declarar seu patrimônio quando se candidatou como vereador, Welber informou que tinha um Fiat Punto no valor de R$24 mil e o total de patrimônio era de R$ 92.580,78.
    Welber atualmente é assessor técnico da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), tendo sido admitido em 2013. Ele pediu licença sem remuneração de suas funções entre os dias 31 de julho e 10 de outubro deste ano.
    obs minha: o piloto do helicoca trabalhava como assessor do perrela na AL mineira. alguem sabe alguma coisa sobre esse dinheiro do bruno covas? o fantástico remunera bem. kkk
    conclusão minha: se não for preto, pobre, puta e PETISTA és ininputável.
    apnhei muito para fazer esse recorta e cola. falta de experiencia. alguem traquejado/a poderia dar prosseguimento.

  10. Fui dirigente sindical por mais de um década. Bancário, empregado da CAIXA, atuava – e acho que ainda o faço – na formação sindical e quetais. Ontem – hoje mais – o preconceito de classe sentíamos ao chegar em qualquer lugar: “Vai ter greve? Virgem Maria, chegou o povo(?) da CUT e do PT! Estes duas frases até que soam elogiosas para quem lê, mas para quem as ouve e nas circunstâncias que ouve… Hummm! É de mandar para aquele canto quem o diz. Por outro lado, quer queiramos, ou não, quando o boquirroto Collor de Mello, associado à Rede Globo de Televisão massacrou os funcionários do Banco do Brasil taxando-os de MARAJÁS, Ave Maria, apresentar-se como tal corria o risco de morte. Dentro do movimento CUTista, os petroleiros; os bancários; os metalúrgicos os químicos, mais ou menos nesta ordem, são os trabalhadores (perdoem-me se esqueci algum) mais “abastados”. Disto isto e mais aquilo, relato: Otávio Ivson, do Banco do Brasil, diretor de comunicação do Sind Banc Campina Grande e Região, parou o carro, entregou a chave do mesmo à esposa, despedindo-se para em seguida ouvir: “Otávio Ivson, diretor do Sindicato dos Bancários, de Ecosport (é assim que se escreve?)… hum… (em tom de desdém e deboche) que de pronto retrucou: “Moço, sou diretor do sindicato dos bancários e não do sindicato dos pedintes (reconheço, RESPOSTA preconceituosa, mas à altura do preconceito RECEBIDO). Ou seja, a origem de cada um de nós, na sua grande maioria não dá a dinâmica disso ou daquilo. Conheço abastados com ideais de São Francisco de Assis, assim como pobres à La “Caco Antibes”. É isto.

  11. A verdade é quem tem coragem aplaude FHC tem – 10 (dez negativo) de neurônios, ter dinheiro não significa ter decência e moral !!!

  12. A prisao de eduardo cunha e a nomeacao de Jose Dirceu para o Ministerio da Defesa dariam outro rumo a Nacao.
    A economia Desenvolvimentista e a atuacao de um especialista nos metodos de interfetencia ilegitima na AS da cia como Dirceu nos trara a garantia da Soberania Nacional

  13. O Blog ResenhadoPipo esta sem novos textos por motivos tecnicos porem os rascunhos estao guardados e serao publicados em seguidas

  14. Muito bom Eduardo. Aqui eu encontro textos coerentes lucidos e com discernimento, so tenho que aprender e agradecer pelo trabalho. O que eu mais gosto e da linguagem sem preconceitos e educada. É muito bom apresentar estas contradições, estes paradoxos. Eu conheço muitos empresarios honestos que são de esquerda, possuem fazendas, comercio e industria e nem por isso falam mal do PT ou se referem a politica como algo ruim.

    Tambem conheço lideres de moradia que possuem casa, lideres do MST que possuem pequenas propriedades de terra e sindicalistas que possuem empresas. E por isso mesmo são líderes porque dificilmente alguem poderia organizar um movimento, um sindicato sem ter endereço e casa pra morar estas pessoas simplesmente entendem que o sistema precisa mudar são pessoa que colocam o “humano” a frente do “economico”.

    UM amigo tem uma que cabe aqui: “…eu sou socialista quero todo mundo andando de Mercedes do ano….”.

    É preciso acabar com o preconceito e com a ideia errada de que quem tem dinheiro é corrupto ou desonesto e não pode lutar por uma sociedade mais igualitaria e justa.

  15. A Capitania Hereditária Tucana de São Paulo, tenta preservar sua hostilidade contra os trabalhadores.
    Ou, contra aqueles que os defendem.
    Ali se concentra a elite mais podre deste País.
    Não sei se posso me dirigir dessa forma, caro Eduardo, mas vou fazê-lo.
    Cabe a você a devida moderação.
    A elite paulista quando vai ao banheiro e senta no vaso, pensa que está em um Trono, e ali defeca flores e urina perfume.
    Essa elite não admite que, nessa hora, é igual a qualquer outro ser menos abastado.
    Portanto, não fiquemos admirados quando agridem alguém que lhes faz oposição, como o Mantega.
    Eles são os mais originais vira-latas, e pensam viver em Miami.
    Nunca se sentiram tão ameaçados em seu território como ultimamente.
    O Prefeito da Capitania é Petista.
    E se bobearem um dia ainda perderão o Governo do Estado.
    Daí, quem sabe, mudarão para Miami e nos deixarão em paz.

  16. Não consegue segurar o ranço.

    Primeiro diz que não tem nada contra o sujeito gastar, se puder no restaurante. Depois nos comentáriis não aguenta e tenta tirar onda com quer quer gastar (torrar?) a grana e fica de gracinha, parece até inveja.

    Ora. Se é caro, ótimo. Os fornecedores de comida vinho, os garçons, o chefe contratado, isso sem falar na nota fiscal, agradecem.

    “mantega tem cabeça de povo”? Piada né? Ora se ele nasceu em familia rica, que tal o taxarmos, como prega o tal Piketty?

    Garanto que a bufunfa dele e dos demais está bem salvaguardada, longe do alcance do “governo”.

  17. Só para tirar uma dúvida: eventuais locais (restaurantes, teatros, clínicas, que seja) possuídos e administrados por pessoas ligadas à esquerda impediriam sonoras vaias a tucanos – que aliás também são esquerda – ou outras figuras públicas de oposição?

  18. Aí vc lê td isso em um tempo que Guido foi acusado e que foi descoberto um rombo absurdo no governo federal que eram dae fica pensando como deve estar a opinião dessas pessoas q comentaram

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.