Lula em ato pró Petrobrás: “A gente quer paz, mas sabemos brigar”


lula capa

 

Diante da Associação Brasileira de Imprensa, no Rio, militantes do PT e da Central Única dos Trabalhadores (CUT) enfrentaram aproximadamente 15 pessoas que, munidas de panelas, foram lá gritar palavras de ordem como “fora PT” e pedir impeachment de Dilma Rousseff. Os dois grupos entraram em choque várias vezes, trocando socos e pontapés.

ato br 2

 

Pouco depois das 18 horas chegou a polícia, mas as brigas não pararam. O grupo provocador, protegido pela polícia – que alegou que o protegia porque estava em menor número -, recusava-se a deixar o local e novos choques ocorreram sem que os policiais conseguissem impedir.

Depois dos dois confrontos físicos entre o grupo contrário ao PT e os petistas, os que defendem o impeachment de Dilma se dispersaram. Representes dos sindicatos que organizam o ato pediam aos seus militantes que não respondessem às provocações. No entanto, por duas vezes pessoas que passaram pela calçada e gritaram insultos e receberam revide.

No auditório em que aconteceu o ato, o tom dos discursos foi subindo até chegar ao do presidente da CUT, Wagner Freitas, que repetiu, diversas vezes, que chegou a hora de os trabalhadores irem à rua em defesa não só da Petrobrás, mas do “projeto vencedor das eleições”, ou seja, do governo Dilma.

Presente ao ato, vale registrar, também esteve representante de um movimento que, a exemplo da CUT, também tem forte capacidade de mobilização popular: João Pedro Stédile, do MST.

Tratou-se de um divisor de águas. A disposição dos trabalhadores e movimentos sociais de irem a rua ocorre em um momento em que grupos contrários e violentos convocam manifestações como a que foi fustigar o ato em defesa da Petrobrás.

A disposição manifestada por expoentes do PSDB, por setores da mídia e por grupos de militantes de origem obscura de também irem à rua pedir o impeachment da presidente da República fatalmente se encontrará outras vezes com sindicalistas e militantes do PT e de movimentos sociais que decidiram não ficar mais assistindo quem pensa como eles ser agredido por usar uma camiseta vermelha.

Se me perguntarem se isso é bom para o Brasil, direi que não. A violência, o enfrentamento, não produzirá nada além de possíveis tragédias que podem decorrer de situações como essa, em que um dos lados se dispõe a provocar.

Todavia, o que a direita está fazendo é inaceitável. No dia anterior ao ato da Petrobrás, o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi hostilizado por ricaços no elegante hospital Albert Einstein. Nas ruas, qualquer um que vista vermelho pode ser hostilizado e até agredido fisicamente.

Nesse contexto, fico com a frase com a qual Lula encerrou o evento em defesa da Petrobrás:

“A gente quer paz e democracia, mas, se eles não querem, nós sabemos brigar também”

Este Blog assina embaixo.

Tags: , , , , ,

144 Comentário

  1. Chegou a hora de parar de apanhar feito um bando de cordeirinhos indefesos dessa direita e oposição lesa-pátria e entreguista e de seus porta-vozes na mídia golpista.

    Se querem diálogo, vamos dialogar, mas se querem partir para a desqualificação rasa e destruição do projeto e conquistas do povo brasileiro nos governos Lula/Dilma dos últimos 12 anos, vamos enfrenta-los no mesmo nível.

    Se querem adotar outros procedimentos, como inviabilizar o novo mandato da Presidenta Dilma, vamos apoiar os movimentos sociais nas ruas de todo o Brasil e mostrar para eles ” com quantos paus se faz uma canoa “, como diz ditado popular.

    A direita sempre foi covarde, só agride se tem maioria ou segurança que hão haverá reação de igual proporção.

    É isso aí, acho que não precisa falar mais nada sobre a situação atual do país.

  2. Canalhas lesa-pátria!

    Nenhum invasor, nenhum conquistador, nenhuma multinacional tem sucesso sem a colaboração de traidores que organizam arruaceiros, provocadores e alienam instituições militares. Condivido a opinião da escritora Adriana Tanese Nogueira: ”O Brasil está ainda tomado pela mentalidade promovida e fortalecida pela ditadura. Nela, os valores estão todos invertidos. Os que assumiram a resistência a um regime opressor são ‘terroristas’, os que massacraram corpos, amputaram braços e torturaram jovens e adultos, mulheres e homens são anistiados. E a impunidade reina soberana.” Os grupos de poder exigem que o lesa-patria, o traidor, o corrupto, o fascista, o violador de direitos humanos, o recalcado e complexado, o covarde, sejam os condutores das investigações, dos processos, da midia e pressionem o governo.

    O esquema é manjado: o capital transnacional, enceguecido pela ânsia de lucro, pelo controle dos recursos e do dinheiro dos povos da Terra, fustiga o governo dos EUA que passa a distribuir ordens e diretivas aos canalhas espalhados pelo mundo. E’ nesse ponto que reside a aversão à democracia, em não querer negociar coisa alguma, mas impor os termos de uma rendição permanente. Sobre isso escreveu o economista e analista Peter Koenig: ” […] é esforço organizado pela elite do poder, para (i) manter paralisadas as populações; e justificar aplicação de dura repressão para sufocar levantes contra uma nova onda de assalto/roubo organizado pela predatória elite do poder; e para ajudar a (ii) reduzir a população mundial – alvo que a elite ocidental busca alcançar desde o final da 2ª Guerra Mundial – e também um dos objetivos chaves do Grupo Bilderberg, como já se ouviu anunciado por várias figuras do poder como Bill Gates e, várias vezes, também por Henry Kissinger, muito provavelmente o pior criminoso de guerra ainda vivo no mundo.”

    Finian Cunningham, do Strategic Culture escreveu: ”Em 2015 a batalha por verdade, justiça e paz será terrível mas já é batalha que se pode vencer. O desafio está exposto, visível, em nível global de consciência e clareza. A causa-raiz das guerras e conflitos afinal emergiu, clara, ao longo do ano passado: o inimigo da paz é o capitalismo ocidental ‘conduzido’ pelos EUA.” ——– Estou com o Blog da Cidadania, com os militantes do PT e com todos aqueles dispostos a defender a nossa soberania. Muitos já denunciaram e continuam denunciando: grupos alienos associados a grupos de subversivos querem fomentar uma crise de confiança no país para atingir o governo Dilma (não vão conseguir e vão perder a paciência e que ninguém se surpreenda se aparecer na TV algum pastor canalha vivendo o seu ”momento Pat Robertson” (pregador de religião, que pediu na TV que os EUA assassinassem Hugo Chávez). Querem desqualificar a Petrobrás; querem permitir ao capital transnacional de servir-se do pré-sal.

    A obstinação dos nossos técnicos somada à politica progressista conduzida por Dilma e Lula, deu-nos hoje a capacidade das extrações nas profundezas oceânicas. Somos protagonistas nesse campo. ——– Advertência aos párias: “Apagar no coração dos homens a chama do entusiasmo e a força do ideal que anima o poeta e levanta os trabalhadores, é ação catastrófica.” (Jean Jaurés).

  3. Além de marcar terreno e mostrar que estamos vivos com Lula, o mais importante da fala do ex-presidente foi divergir de Dilma com relação a ação como mandatária do país.
    Percebi que tudo que falamos aqui nos blogs também esta na mente dele. A Dilma tem que mudar a atitude e se mostrar mais ao país. O confronto não é o ideal neste momento, mas a população tem que perceber que temos uma presidente com orgulho de ter vencido a eleição e que quer levar em frente o projeto popular de poder, melhoria de condições de vida e distribuição de renda. Vamos la Dilma, somos voce, estamos com voce.

    • Manoel, o problema da Dilma, e isso eu senti quando a vi de perto no comício de Recife na eleição, é que ela é sim meio turrona, é um traço da personalidade dela. Mas ela estava a vontade no comício, diferente do que se vê agora.

      Mas vai mais além disso, a turma que a cerca em Brasília é a pior possível, por fontes até do PT, os insufladores da crise política dela, por a aconselharem erroneamente e ela se agarrar a ferro e fogo aos conselhos desses indivíduos, chamam-se Mercadante, Pepe Vargas (PT-RS) e José Cardozo (Min. da Justiça e da tal “Mensagem ao Partido”, corrente liderada por Tarso Genro, Raul Pont e Olívio Dutra, todos do PT do RS). São os indivíduos mais ignóbeis no poder.

      Eu acho que ela se aproximou do PT gaúcho por residir no RS há bastante tempo, mas foi um equívoco dela, é um dos PTs mais sectários do país e que tomou uma sova redonda de um candidato que mais parecia o Bozo nesta última eleição. Perderam porque continuam tratando política como briga de grêmio estudantil, com um radicalismo estilo Luciana Genro que não leva a canto algum, com uma ideia udenista e moralista de país.

      O Mercadante é o que chamo de carreirista, um sujeito que só tá pensando no cargo e no status com boa retórica. Ou ela se livra desse núcleo burro (não vou nem chamar de burro), ou tá perdida. O próprio PT já detectou o problema, a questão é conseguir que ela se convença do erro (aí é onde reside o nó da coisa).

  4. A fala do Lula pode ter sido boa, mas foi num ambiente fechado. Se fosse nas ruas, em campo aberto, duvido que o evento seria o sucesso que propalam. Infelizmente, as ruas estão com a oposição, e não com o governo. O Comandante Maduro mostrou o caminho das pedras. É preciso dispersar manifestações desestabilizadoras. E é preciso prender os golpistas do impeachment e fazer uma devassa nos partidos de oposição.

  5. Isto sim! Este é o PT que defendo e luto junto. Com este PT estarei onde for preciso para lutar contra o golpismo da elite brasileira, de Aecioporto Never, da mídia golpistas e seus cupinchas. Apenas peço para que a Dilma reaja também, que mostre sua cara e reaviva sua força da época da ditadura, para que possamos derrubar estes crápulas que insistem em entregar as riquezas do país para bancas internacionais.
    Agora estamos na luta!
    Pelo fim da dessa escória entreguista do país!!!

  6. Acho que PT, movimentos populares e sindicatos de trabalhadores devem se manifestar em frente dos promotores desse ódio que já está disseminado por toda parte : mídia em primeiro lugar. Que tal manifestações monstro em frente à Globo, Folha, Veja, Estadão e rádios? Também em frente ao Congresso, como já fizeram os paranaenses. Tenho certeza de que lá no Paraná o Richa não tem mais coragem de se apresentar em público. E por que não manifestar desagrado também em frente à embaixada americana, que ao que tudo indica está por trás de tudo isso, no mundo inteiro? Se eu tivesse voz e vez como vocês, blogueiros honestos e nacionalistas, era isso que eu sugeriria ao Lula.

    • Miguel, eu ia sugerir ou comentar isso, mas fiquei com medo pois algum pulha pode usar o comentário pra atacar o blog, mas a responsabilidade pelo comentário é minha totalmente. Eu iria sugerir pra não só fazer isso como entrarem na Globo e tirar essa emissora do ar por umas horas. Garanto que essa emissora jamais seria a mesma depois de um ato desses. Mas obviamente que se eu sugerir isso virá muita gente com o “ei, vamos com calma” pra pôr panos quentes na coisa. Além do mais, isso deveria ser algo espontâneo como tem sido as manifestações no Paraná por parte dos servidores público, não funciona como algo a ser feito de “caso pensado”.

  7. A gente quer paz, mas sabemos brigar. Palavras do Sr. Luiz Inácio. Esta incitando ao distúrbio, deveria estar preso.

    • Seu Saul, quer dizer que o playboy “democrático” empreiteiro de aeroporto familiar que até hoje não recoheceu o resultado das eleições, pediu até recontagem de votos e a anulação da diplomação da Dilma e do Temer é quem é o bom da boca!!!! ora!! tenha paciência vá chorar suas mágoas numa página de VEJA.

      • Sim, certamente o Aécio representa 100% da população descontente e por ele ser um canalha o PT tem o direito de roubar tudo o que quiser, da maneira que quiser, etc. E quemno apóia deveria ser excluído da sociedade brasileira, indo morar todos no lixão.

        Viva o Lula!

      • Sou Lula e não abro

  8. Prego o fortalecimento da TV NBR, do governo federal. É inadmissível que ela não tenha seu sinal 100 % aberto! Imagina se Nassif, Paulo Henrique Amorim, Azenha, Rodrigo Vianna, entre outros, tivessem programas nessa TV? A TV NBR deve ter uma penetração nacional forte, que alcance os diversos cantos do país.

  9. A fala de LULA refletiu o que nos sentimos e muitas vezes expressamos aqui. Se DILMA não ouvir os que querem colaborar não sei não…

  10. Gostaria de saber por que há um silêncio sepulcral da mídia em relação aos protestos que estão ocorrendo no Paraná.

  11. “Todavia, o que a direita está fazendo é inaceitável. No dia anterior ao ato da Petrobrás, o ex-ministro da Fazenda, Guido Mantega, foi hostilizado por ricaços no elegante hospital Albert Einstein.”

    Neste mesmo elegante hospital, trataram o ex-presidente Lula e seu companheiro José Alencar.

    • Então manteiga também é “ricaço”?

      • Nenhuma palavrinha sobre o que é realmente importante no ocorrido, o ódio manifesto contra quem é tido como “inimigo” e “merecedor” da pena de ter que recorrer ao SUS, pq a saúde privada é privilégio de quem é rico e não “trai” a classe.

        Tipicamente troll…

  12. Eu e minha família queremos sair em defesa da Petrobrás e Dilma. Por favor divulguem onde será o encontro no dia 13.de março, aqui em São Paulo.
    Eles estão usando o Whatsapp para chamar para o ato contra a Dilma. Vamos fazer o mesmo, usar a mesma mídia para divulgar o encontro do dia 13.
    Hoje divulguei uma mensagem, via whatsapp, pedindo a canonização dos Santos FHC e Aécio. Já avisei que eles tem alguns pecadinhos que deverão ser esquecidos. Amanhã começarei a divulga-los, será a conta gotas, dois ou três escândalos por dia serão enviados a todos os meus amigos, aos que amam o PT e aos que os detestam, como eles fazem conosco.

  13. Os dois lados tem suas versões de quem agrediu quem. O que menos importa é quem começou ou quem apanhou e quem bateu, o que importa de verdade é que ficou provado que isso não é POLÍTICA isso é BANDALHEIRA e VANDALISMO. Onde falta consciência sobra ignorância !

  14. O que Dilma está esperando para ir às ruas ? Salve Lula

  15. Numa das minhas três sinopses diárias, ao ler a matéria e comentários, lembrei do episódio da blogueira cubana Yoani Sanchez, quando esteve no Brasil convidada a participar de alguns eventos. Sinto uma certa vergonha alheia quando me deparo com situações assim.

    Acho que o Lula teve um momento de desinteligência quando acendeu o estopim. O recrudescimento não favorece o governo. A situação econômica é totalmente adversa. A hora é de botar água na fervura. A rua está contrária ao PT. A sacada é aceitar humilde e democraticamente a manifestação e tocar a vida pra frente. O governo só está começando, dá tempo de acertar. Se Dilma terminar o governo, com certeza entrega pro Lula. Se esticar a corda, quem pula na boleia é o PMDB.

    O PT representa 13% só do Congresso. Não dá pra impor agenda com um núcleo tão pequeno. Penso que se deve entrar em briga quando está forte. Quando ocorre o contrário, o correto é buscar o clinch e levar até soar o gongo. Eh o que penso, aqui nas minhas três sinapses, mas isso não significa que eu pense pelo PT, que fique claro. Sou só um observador (distante) da cena.

  16. Olha ai!!! o cara comenta nesse perfil do facebook que convoca para manifestação em 15/03 diz quo o filho do Lula trabalhava num zoológico e ficou rico.Enquanto faz ofensas aos nordestinos no mesmo comentário e conclama a rebelião de caminhoneiros.
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1555901284661007&set=a.1386825714901899.1073741826.100007234514145&type=1&theater

  17. As pessoas de bem deste país, precisam dar várias bananas para o PIG. Esta notinha de rodapé;

    “Vale teve prejuízo de R$ 4,7 bi no último trimestre de 2014
    Queda no preço do minério afetou resultado da empresa, que acumulou lucro de R$ 954 milhões no ano passado” – O Globo de hoje. Mereceria por parte dos blogues uma análise profunda do que o PIG está fazendo com a Petrobrás em termos financeiros. A Vele teve um prejuízo em 2 anos em torno de 3,9 BILHÕES.

  18. :

    A estratégia da direita fascista é exatamente esta: Estabelecer sempre, SEMPRE e sempre o contraponto no campo contrário e nunca, jamais permiti-lo (pelo menos, não significativamente) no próprio campo. E ficam os blogueiros progressistas ainda dando trela para essa ‘gente’ (que de gente só tem a cara), permitindo que, sob a alegação de democracia, postem suas insídias e provocações nos próprios blogs de espectro progressista. Acho isso o cúmulo: os próprios blogueiros progressistas não veem que esses tais comentaristas de direita usam da democracia para atacá-la.

    **** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
    **** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****
    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****

    ************* Abaixo o PIG brasileiro — Partido da Imprensa Golpista no Brasil, na feliz definição do deputado Fernando Ferro; pig que é a míRdia que se acredita dona de mandato divino para governar.

    Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

    “O propósito da mídia não é de informar o que acontece, mas sim de moldar a opinião pública de acordo com a vontade do poder corporativo dominante.”. Noam Chomsky.

    Poemas engajados de Cláudio Carvalho Fernandes (anarcoexistencialismo) :

    **** Poema “Desalienando a ma$$ificaçã0 Coisificante” /

    É melhor /
    ser um, mesmo que zero, à esquerda /
    do que, títere-palhaço, a penas só faz-ser número$ à direita

    **** Poema “Bistância” /

    Tele Visão /
    Tele Vazão /
    Tele Vazio

    **** Poema “Cem Rimas” /
    (para o PT e o PSTU) /

    A vida passa de graça /
    E fica ainda mais rica /
    Nos olhos de esperança /
    Que às mãos multiplicam

    **** Poema “Clic” /

    A luz /
    Assombra /
    As sombras

    **** “Poema Z” /

    Penso /
    Logo(S) /
    Re(x)isto

    ****

    • VAMOS CANTAR EM 13 DE MARÇO DE 2015
      É
      Gonzaguinha
      É!
      A gente quer valer o nosso amor
      A gente quer valer nosso suor
      A gente quer valer o nosso humor
      A gente quer do bom e do melhor…

      A gente quer carinho e atenção
      A gente quer calor no coração
      A gente quer suar, mas de prazer
      A gente quer é ter muita saúde
      A gente quer viver a liberdade
      A gente quer viver felicidade…

      É!
      A gente não tem cara de panaca
      A gente não tem jeito de babaca
      A gente não está
      Com a bunda exposta na janela
      Prá passar a mão nela…

      É!
      A gente quer viver pleno direito
      A gente quer viver todo respeito
      A gente quer viver uma nação
      A gente quer é ser um cidadão
      A gente quer viver uma nação…

      É! É! É! É! É! É! É!…

      É!
      A gente quer valer o nosso amor
      A gente quer valer nosso suor
      A gente quer valer o nosso humor
      A gente quer do bom e do melhor…

      A gente quer carinho e atenção
      A gente quer calor no coração
      A gente quer suar, mas de prazer
      A gente quer é ter muita saúde
      A gente quer viver a liberdade
      A gente quer viver felicidade…

      É!
      A gente não tem cara de panaca
      A gente não tem jeito de babaca
      A gente não está
      Com a bunda exposta na janela
      Prá passar a mão nela…

      É!
      A gente quer viver pleno direito
      A gente quer viver todo respeito
      A gente quer viver uma nação
      A gente quer é ser um cidadão
      A gente quer viver uma nação
      A gente quer é ser um cidadão
      A gente quer viver uma nação
      A gente quer é ser um cidadão
      A gente quer viver uma nação…

  19. É fácil ver que a direita quer o caos. Um dos motivos disso é a corrupção da segunda lei de Newton que vigora na sociedade desde sempre: a toda ação corresponde uma reação desproporcional e contrária.

    Sempre que aumenta a criminalidade, o medo faz o povo exigir mais repressão – mesmo diante de todas as evidências de que isso não resolve absolutamente nada.

    Da mesma forma, quando se instala o caos social, o povo entrega de bandeja sua liberdade e seu poder para as “autoridades constituídas” – ou seja, à classe dominante que fomenta a violência e depois aparece com a “solução” pra ela: mais violência pra impor a “ordem” – ou seja, o respeito ao status quo – de cima pra baixo.

    A direita nunca quis uma sociedade unida. Ela gosta é de divisões. Faz parte de seu DNA, de sua forma de pensar e ver o mundo. Há os “de cima” e os “de baixo”, os “aliados” e os “inimigos”, os “merecedores” e os “vagabundos, os “vencedores” e os “perdedores”.

    Cada divisão com seus privilégios, seus bens e seus deveres, e cada um devendo saber “o seu devido lugar” na sociedade.

    E faz parte de sua estratégia de controle social. Dividir a sociedade em grupos que podem ser colocados uns contra os outros, em vez de vê-los fatalmente se unirem contra a classe dominante.

    Além disso, a divisão desumaniza. Quantos, afinal, defenderiam a pena de morte, por exemplo, se não a vissem como uma punição para os “bandidos”, e não para eles? Quantos se diriam de direita se percebessem que a consequência do que defendem é a fome de seus filhos?

    A direita tem alergia à empatia. E temos menos empatia por quem não percebemos como nossos iguais. Alguém só pode “merecer” a morte e a fome se não for nosso semelhante, se não pertencer a “nossa tribo”.

    (Daí o absurdo de um médico mandar alguém que ela vê como “defensor” de um grupo que ele identifica como “inimigo” – ou seja, os pobres – ir “procurar o SUS”. Pq, afinal, a saúde privada é privilégio da tribo “dela”, o dos “ricos e cultos”, e quem se atreve a defender os “inimigos” deve ser condenado a usar o que é próprio deles, como a saúde pública, além de “não poder” ter apartamento no Guarujá, mas “merece” morar em favelas, e outros falarem em provocar holocaustos no nordeste, ou sugerirem o homicídio por afogamento dos “inimigos” responsáveis por sua “derrota”.)

    Essa divisão, porém, funciona contra a própria direita. As diversas “seitas” que a compõem se veem como “inimigas” e viviam se digladiando, de forma muito parecida com a qual as diversas esquerdas o fazem.

    O que mudou e as uniu é o ódio ao PT. É a única coisa que elas tem em comum, e que foi alimentado por uma década pela imprensa marrom.

    E uma outra lição que essa década deixou é a de que o fanático ideológico ama a mentira e a fantasia, e odeia quem as estraga com a verdade e a realidade. Quer dizer: combater o ódio com a razão apenas alimenta o ódio. Basta ver como os trolls daqui se comportam, radicalizando mais e mais a cada vez que confrontados com um argumento que não podem contestar.

    Então, como desatar o nó? Não dá pra combater o ódio, o conflito e a violência só aprofundam a divisão da sociedade e só interessam a direita e é tarde demais – pra não dizer provavelmente ineficiente mesmo se não fosse – pra cortar as asas da imprensa.

    Não tenho nenhuma resposta certa. Penso que temos uma chance de desagregar a direita, aplicando a mesma tática que ela usa – dividir pra conquistar -, lembrando-a daquilo que a desune em vez de lembrá-la do ódio que as une e, assim, evitar o confronto inútil.

    E, sim, isso envolverá concessões a partes da direita.

    Fora disso, só resta o conflito cujo resultado ninguém pode prever com exatidão, mas que CERTAMENTE beneficiará, como sempre beneficiou, a direita.

Trackbacks

  1. Lula em ato pró Petrobrás: “A gente quer paz, mas sabemos brigar” | Blog da Cidadania | O LADO ESCURO DA LUA
  2. Lula em ato pró Petrobrás: “A gente quer paz, mas sabemos brigar” | Blog da Cidadania | psiu...

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.