“Choro” de Venina no Fantástico é igual a suas “denúncias”

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

venina

 

A entrevista que a ex-gerente da Petrobrás Venina Veloso da Fonseca concedeu ao programa Fantástico, da Globo, no último domingo, não acrescentou nada ao que disse anteriormente. A entrevista apenas tratou de dar cor e forma aos ataques que a nova “heroína” da mídia vem fazendo aos superiores na empresa e que, agora, estendeu, sem provas, ao ex-presidente Lula.

A entrevista inócua e politizada dessa senhora ocupou ¼ de um programa de cerca de duas horas de duração, mas, de novo mesmo, tal entrevista só “revelou” que o ex-diretor Paulo Roberto Costa teria lhe feito uma declaração que implicaria o ex-presidente Lula em irregularidades na Petrobrás.

Ao dizer que que Costa apontou o retrato de Lula ao insinuar que ele seria “derrubado” caso as “denúncias” da subordinada fossem investigadas, a ex-gerente implicou um ex-presidente da República com base em nada. A Globo, com essa entrevista, fez a mesma coisa que a revista Veja na véspera da eleição presidencial em segundo turno, há menos de dois meses.

Como tudo o que Venina diz não tem sustentação em nada mais do que sua palavra, na mesma linha do que faz poder-se-ia dizer que a investigação interna da Petrobrás a que está sendo submetida está por trás de suas denúncias tardias, que demoraram anos para ser feitas publicamente.

A “explicação” dessa senhora para a autorização que deu à Petrobrás em 2004 e em 2006 para que firmasse contratos de quase oito milhões de reais com a empresa do homem com quem se casaria em seguida, é risível. Dizer que tudo está esclarecido porque só se casou com ele um ano depois de lhe autorizar o segundo contrato, não dissolve suspeita alguma.

A Petrobrás, em resposta às denúncias de Venina, alega que mandou investigar tudo que ela fez chegar à direção da empresa. Porém, a empresa informa também que, paralelamente, a denunciante é alvo de suspeitas e investigações.

Esse fato foi minimizado pelo Fantástico.

A extensa entrevista dessa senhora ao programa global, portanto, parece ter tido o único objetivo de, em determinado ponto, envolver Lula da mesma forma covarde com que ele sempre foi envolvido em acusações de seus adversários políticos, ou seja, sem prova alguma e sem possibilidade de defesa eficiente, porque fica a palavra de um contra o outro.

Lá pelo fim da entrevista, como seria de esperar de quem faz o papel de heroína, coube a Venina apresentar a Pièce de résistance do que soa como farsa:  o choro.

A voz embargada e a longa pausa, apesar de sugerirem fortemente que a nova heroína midiática chorava, não se fizeram acompanhar de um elemento que falta ao pranto assim como as provas faltam às acusações: Venina chorou sem derramar uma mísera lágrima, sem seus olhos marejarem.

Dizer que o choro de Venina resumiu-se à modulação da voz é tão válido quanto ela fazer as acusações que fez. Nem este que escreve nem aquela que acusa têm provas de que, respectivamente, o choro foi simulado ou os fatos relatados pela ex-gerente são verídicos.

Diante da denúncia sem provas da tal Venina, portanto, é que decorre presunção igualmente sem provas de que o choro dela foi forjado. A tese é tão boa quanto a do Fantástico ao levar essa mulher ao ar para enlamear a imagem de Lula, quem a mídia partidarizada e os políticos que essa mesma mídia apoia temem que se candidate à sucessão de Dilma em 2018.

***

Confira, abaixo, a íntegra da entrevista e o choro “seco” de Venina

Tags: , , , ,

153 Comentário

  1. Você se engana em um ponto : nem a palhaçada que ela usou para tentar envolver Lula nessa farsa sem provas é nova : o episódio relatado na “denúncia” dessa pilantra já fora relatado pela Globo, num Jornal Fascistal há mais ou menos uma semana atrás, o qual citou pela primeira vez a tal Venina. Só que ao contrário de agora, a Globo divulgou o depoimento de Venina ao Ministério Público, que teria vazado de nosso MP “isento” para a ainda mais “isenta” Globo. Dessa vez os Marinho e seus lacaios quiseram dar uma maior dramaturgia às “denúncias” de Venina e, usando a mesma “tecnologia” de telenovela que usaram para destacar a verborragia de alguns Ministros do STF no episódio do inexistente “mensalão” (que confundiram julgamento com púlpito parlamentar)decidiram dar um rosto às declarações dessa mau caráter e colocaram a própria Venina no ar, “entrevistada” pelo reacionaríssima Glória Maria por mais de meia hora, com direito a choro sem lágrimas e declarações sem provas(para agora repetirem trechos da entrevista no JN e darem voz à Graça Foster de forma desigual, com uma “entrevista” curta e fortemente editada pelos Marinho para colocar a Presidenta da Petrobrás na defensiva e valorizar a farsa de Venina, que ainda teve direito à tréplica narrada ao final pela âncora do JN). TEMOS QUE DIVULGAR NA MÍDIA ALTERNATIVA, COMO JÁ VEM FAZENDO PAULO HENRIQUE AMORIM, QUE VENINA JAMAIS FEZ QUALQUER DENÚNCIA A GRAÇA FOSTER(VERDADEIRO ALVO DOS ATAQUES MIDIÁTICOS, QUE VISAM DERRUBÁ-LA PARA CHEGAR A DILMA E PRINCIPALMENTE AO REGIME DE PARTILHA, CUJA MODIFICAÇÃO É SONHADA PELA DIREITA BRASILEIRA PARA ASSIM ENTREGAR O PETRÓLEO DO PRÉ-SAL ÀS PETROLEIRAS DOS EUA), OS EMAIL’S QUE ENVIOU À PRESIDENTA DA PETROBRÁS VERSAVAM SOBRE ADVERTÊNCIAS GENÉRICAS, REFERENTES A PROBLEMAS E ERROS, QUE MUITO BEM PODERIAM SER INTERPRETADOS COMO ADMINISTRATIVOS E PRINCIPALMENTE QUE NÃO CITAVAM NENHUM FATO ESPECÍFICO. OS PROBLEMAS APONTADOS POR VENINA ANTERIORMENTE, AINDA EM 2009, SALVO ENGANO; FORAM INVESTIGADOS EM TRÊS COMISSÕES INTERNAS DA EMPRESA, COM OS RESULTADOS SENDO ENVIADOS ÀS AUTORIDADES COMPETENTES(CGU, PF, MP)E AINDA COM A PRÓPRIA VENINA SENDO RESPONSABILIZADA EM UMA DESSAS SINDICÂNCIAS. LEMBRANDO QUE ALÉM DESSA, COMO JÁ CITADO NO BLOG, VENINA É INVESTIGADA POR TER AUTORIZADO A EMPRESA A CELEBRAR UM CONTRATO DE OITO MILHÕES DE REAIS COM A EMPRESA DO EX-MARIDO DELA, FATO QUE FOI MINIMIZADO PELA GLOBO ATRAVÉS DA PATÉTICA DESCULPA DE VENINA, QUE ALEGOU QUE OS DOIS SÓ SE CASARAM NO ANO SEGUINTE. HÁ AINDA O FATO CITADO PELA PETROBRÁS DE QUE VENINA, AO SER AFASTADA DA GERÊNCIA DA UNIDADE DE CINGAPURA(A TAL QUE ELA DIZ TER SIDO LHE DADA COMO “PUNIÇÃO”)MOSTROU-SE TÃO APEGADA À “PUNIÇÃO”, QUE SAIU DO CARGO COM UMA CRISE DE RAIVA, AMEAÇANDO A COMPANHIA EM QUE TRABALHA PARA QUE A MANTIVESSE NO CARGO OU SERIA PUNIDA POR “DENÚNCIAS” QUE SUPOSTAMENTE TINHA GUARDADAS. Ou seja, trata-se de uma bandida sem caráter(esse relato sobre as ameaças de Venina foi colocado em nota da Petrobrás, publicada no Blog de Paulo Henrique Amorim, portanto trata-se de informação oficial da empresa), que vem sendo usada pela Globo e pela direita brasileira no seus eternos objetivos, desgastar a Petrobrás e entregar a exploração das maiores reservas de petróleo já descobertas no planeta às multinacionais dos EUA(temos uma riqueza de trilhões de dólares em petróleo explorada exclusivamente pela Petrobrás, com participação apenas societária e minoritária, de petroleiras chinesas e de uma europeia, sem que nenhum empresa ianque participe. SÓ UM IDIOTA ACHARIA QUE OS IANQUES, QUE MATAM MILHÕES NO ORIENTE MÉDIO POR CAUSA DO PETRÓLEO, IRIAM DEIXAR ISSO BARATO!!!!!!!!!); como também atingir o Governo Dilma, e Lula, tanto para enfraquecê-lo visando impedir a participação decisiva que terá no sucesso do Governo Dilma, como para inviabilizá-lo eleitoralmente para concorrer em 2018. São essas informações que a mídia alternativa precisa fazer chegar aos brasileiros, tanto através da web, como indo às ruas. O Governo Dilma, a Petrobrás e o futuro do Brasil(que está no Pré-Sal e no modelo usado para explorá-lo)estão sofrendo um cerco sem tamanho da direita e dos EUA(apoiados pela mídia), precisamos romper esse cerco e partir para a ofensiva e não se faz isso na frente do computador. Está mais do que na hora de manifestações de apoio a Dilma invadirem o Brasil, defendendo também a Petrobrás e a exploração do petróleo nas mãos dos brasileiros. Podemos dar início a essa ofensiva no dia da posse da Presidenta. não precisamos estar em Brasília, devemos realizar atos em várias partes do Brasil, usando a mídia alternativa e as redes sociais para organizá-los. Estarei presente nos que porventura acontecerem em minha cidade, Recife, só espero que nos organizemos para enfrentar a direita que já está organizada há muito tempo. Corramos porque a CIA e a Globo estão fortemente engajadas para impedir o desenvolvimento autônomo do Brasil.

    • Cara, perfeito teu comentário. Tem corrupção no Brasil, desde a colônia e tem em outras estatais, mas a carga é na Petrobrás. Tá na cara que é para desgastar, desvalorizar, rever o monopólio da exploração do pré-sal. Assino embaixo. Parabéns.

    • Prezado Senhor.
      Com respeito, aos seus comentários e argumentos, a melhor forma de apurar “fatos graves” quanto esses que estão sendo estampados em TODOS os meios de comunicações do “planeta”, é por meio de investigações equilibradas, justas, imparciais, honestas e com oportunidades do contraditório e ampla defesa.
      No entanto, como iniciei, não há como duvidar do maior “ESCÂNDALO DE CURRUPCAO DA HISTORIA”. A esse respeito, não devemos destacar este ou aquele partido político, no entanto, responsabilizar “OS AUTORES”. Se assim for, não ficaremos preocupados com “suposições, emissoras de televisão ou aproveitamento político”.
      O que estamos em falta no Brasil, SÃO PESSOAS HONESTAS, COM FORMAÇÃO MORAL, EDUCADAS E, PRINCIPALMENTE, POLICITCOS QUE EXERCEM SEUS MANDATOS COMO HOMENS DE BEM…
      Obrigado e sucesso.

  2. EDU: Assisti no JN, neste momento, um resumo da entrevista da Venina. Não se mencionou o nome de Lula. Ao que tudo indica, cortaram essa parte, Tentei assistir o vídeo desta página, mas o mesmo não está no ar por ser Direito da Globo. Por que será que cortaram a parte que mencionava o Lula? O falso choro sem lágrimas apareceu!!!!!!

  3. Esta senhora tem um visível descontrole emocional. Só a incompetênciado jornalismo global deixaria ir ao araacusação de uma pessoa instável que por lhe faltar afeto da mãe (Graça) se vinga com birra. Chamem Freud.

  4. E qual é o real motivo de toda essa campanha contra a Petrobrás? Será o firme propósito patriótico de preserva-la? Que nada. O motivo é o pre-sal, estúpido! Aquela jazida vale trilhões. E renderá alguns espelhinhos a quem entrega-la às petroleiras tansnacionais.

    • Não é à toa que o megainvestidor George Soros adquiriu milhares de ações da Petrobrás, indo na contra mão do conselho de alguns analistas que pregam cautela em adquirir tais ações. Quem sabe não será ele que está por trás de toda essa propaganda negativa contra a Petrobrás?

  5. “Choro” de Venina no Fantástico é igual a suas “denúncias”; ou seja, é FALSO.
    O objetivo de envolver Lula é obvio. A Casa Grande não tem um opositor à altura do Lula. Já tentaram de tudo, do Cerra ao Alckmin, do Aécio à CIAmarina ou Necarina. São fragorosamente derrotados apesar da formidável máquina de moer reputações chamada PIGLOBO,, monstro abjeto especializado em caluniar adversários e em, por outro lado, canonizar bandidos como os do trensalão,, cratera do Metrô paulistano, Rouboanel paulista e daquele que talvez tenha sido o maior crime de lesa pátria de todos os tempos, A PRIVATARIA TUCANA.
    Lula é o adversário a ser batido, o candidato que eles terão que enfrentar em 2018. Até lá este líder deverá ser talvez o mais caluniado, injuriado, insultado da historia deste Brasil cujo ponto mais fraco é a sua elite caolha e dotada de um incurável complexo de vira latas. 100% OFF, pois sim!!!!

  6. Eduardo Guimarães, vou fugir do tema e gostaria de saber se é verdade a matéria que li no Brasil 247, de que a Presidente Dilma vai abrir a Caixa Econômica para negociar ações da mesma na Bolsa de Valores? Procede? Se for verídico, será um grande golpe que estará cometendo contra o povo brasileiro, principalmente, nos que a apoiaram. Estou arrasada!! Se o PT permitir isto, perderá toda a credibilidade que depositei nele, neste 12 anos. Que puta traição, viu!!! A conferir.

    • Melina, também li a matéria na mesma fonte que você. Não sou contra a abertura do capital da CEF mas o governo terá que separar, talvez em outra empresa ou autarquia, tudo que se referir aos negócios sociais e trabalhistas. Podemos citar o controle do FGTS, PIS, Seguro Desemprego, Programas Minha Casa Minha Vida, Bolsa Família e etc.. Abrir o capital da CEF como um banco qualquer e não permitir a venda de suas ações no exterior. Outra boa sugestão seria fazer constar na lei a obrigatoriedade, para as pessoas jurídicas que adquirissem suas ações, de permanecerem integrando o capital por 10 anos antes de ter o direito à venda das ações, ou seja, gravar com cláusula de inalienabilidade. Outra, o governo terá que ficar com 50% + 1 (uma) ação para não perder o controle acionário.

    • Pareceu que o choro de Venina começou quando a reporter lhe perguntou sobre a sua ida à Sigapura. Somente uma acariação feita entre a Graça Foste e a Venina, se saberia qual das duas está falando a verdade. Porém, a acariação seria desnecessária, se a Venina apresentar documentos que comprove que sua remoção para Sigapura fora coagida pelos seus superiores, especialmente porque ela sabia demais.

  7. Prezado Eduardo .
    Desejo a você e a vossa família, um feliz natal e um venturoso 2015.
    Um abraço.
    Saul Athayde.

  8. Já não dá mais para suportar o descalabro do governo destinar bilhões de reais nos últimos anos a uma mídia tão canalha como essa. Vamos aos fatos como eles realmente são: este dinheiro é de impostos que nós, cidadãos brasileiros pagamos. A mídia velha mente, desinforma e acusa gravemente sem provas qualquer pessoa que convém aos seus propósitos golpistas. A mídia velha não cumpre o seu dever constitucional de informar e de ser equilibrada em relação à verdade factual. O governo sabe disso e existem quantas provas se desejar apresentar para confirmar todas as afirmações acima e tantas outras. Ora, é necessário apertar o cerco do governo para ele parar de destinar verbas públicas aos bilhões para esta imprensa cometer banditismo sob pena de ser considerado malversação de dinheiro público, crime gravíssimo cometido por funcionários públicos (e a Dilma é a funcionário pública nº 1). Requião, no Paraná, já passou boa parte de um seu mandato sem destinar uma tusta à imprensa e não aconteceu nada para o governo ou prejuízo qualquer para as empresas públicas. Nós, cidadãos comuns, temos pouquíssimas possiblidades de iniciar uma campanha de criminalização do governo por estes atos irregulares (não venham desqualificar minha opinião com os argumentos marotos do tipo: porque você mesmo não faz). Os blogs sujos já têm, como este, várias iniciativas assim. Tem custos? Sempre estivemos dispostos a financiar os blogs nestas iniciativas. Vamos continuar reclamando o leite derramado e ficar só por isso mesmo?

  9. Venina Veneno derruba audiência do Fantástico, tá no Conversa Afiada:

    Apesar de entrevista exclusiva, Fantástico tem pior ibope no mês

    “RESUMO: Apesar da entrevista exclusiva com Venina Velosa da Fonseca, ex-gerente da Petrobras, que disse ter relatado irregularidades na estatal à presidente da empresa, o Fantástico deste domingo (21) marcou 19,5 pontos na Grande SP, a menor audiência nas últimas quatro semanas. À tarde, Eliana venceu Rodrigo Faro no confronto direto, com média de 7,1 pontos contra 6,2″

  10. Fora de Pauta? Talvez.

    No Tijolaço: http://tijolaco.com.br/blog/?p=23941

    MP faz “sigilo total” para a Presidente e “bundalelê” com a mídia?
    22 de dezembro de 2014 | 23:13 Autor: Fernando Brito

    (para quem não sabe, bundalelê é o ato de mostrar as nádigas)

    polichinelo

    A presidente Dilma Rousseff, em café da manhã com os jornalistas da imprensa oposicionista, disse que, ao escolher ministros consultará a Procuradoria Geral da República para saber se contra aqueles que pensa indicar pesa alguma acusação.

    Uma atitude, portanto, de evidente respeito pela autoridade do Ministério Público e de zelo pela insuspeição com que deve ser administrada a República.

    Dilma não disse que ia perguntar o que pesa sobre quem, em que circunstâncias. Apenas – e com humilde respeito à instituição – se há algum óbice, mesmo que seja uma simples denúncia.

    Mas Josias de Souza, do UOL, já antecipa o que teria sido a manifestação do procurador Janot: que “a lei proíbe os membros do Ministério Público de prestarem consultoria” e que Rodrigo Janot “não compartilhará informações contidas em processos que correm sob segredo judicial”.

    Esperemos que se trate apenas de uma das muitas intrigas que se procura fazer entre Dilma e Janot.

    Porque estaríamos vivendo o “non-sense” de uma instituição da República, o MP, reagindo desta forma a uma manifestação de apreço de outra – a Presidência da República.

    E agindo com absoluta leniência com os vazamentos a granel de seus integrantes das mesmas “informações contidas em processos que correm sob segredo de justiça”.

    Semana passada, o Estadão publicou uma “lista” de acusados que estaria em poder de Janot.

    Se a lista, montada pelos procuradores da República, é verdadeira, lógico é que foi um ou mais deles quem forneceu à imprensa as “informações contidas em processos que correm sob segredo de justiça”.

    Se é falsa e não partiu, mesmo que sob a forma de vazamento, da PGR, é a monstruosidade de serem acusadas, diante de todo o país, gente que não foi mencionada com um mínimo de indício.

    Não houve indignação, sindicância, apuração, desmentido, seja por uma outra razão.

    Mas quando a Presidenta da República, eleita pela população e em vias de inciar um mandato, com uma nova equipe, diz que se quer prevenir com um “não, não é mencionado” do chefe do Ministério Público isso vira “manifestação de autonomia e independência” do MP.

    Não há violação de sigilo algum se, num telefonema, a Presidente indagar sobre alguém a Janot e este dizer que não tem conhecimento de qualquer denúncia a respeito desta pessoa ou, ao contrário, dizer “não, Presidenta, eu não lhe posso dar tranquilidade sobre esta indicação, embora não esteja acusando fulano”.

    Até porque nomes estão sendo lançados ao linchamento, culpados ou não, sem que haja nenhum “chilique” da Procuradoria.

    Se há segredo de Justiça, hoje, é um segredo de Polichinelo.

    O país tem uma oportunidade ímpar de avançar em matéria de combate à corrupção, com o julgamento de funcionários, executivos de empreiteiras e políticos associados à propinagem.

    Mas é uma evidente distorção tratar tudo o que surge neste caso como protegido por sigilo de Justiça – claro, quando interessa – pois a simples leitura da Lei 12.850, que trata da delação premiada, cuida do sigilo como forma de preservar o delator, tanto quanto as disposições de sigilo do artigo 7º, VIII, da Lei 9.807/99.

    Não, é claro, dos delatados.

    Porque isso ou protege criminosos ou, ao contrário, difama inocentes, porque o “sigilo” é só para a administração pública que está sendo lesada, ou para os acusados, que não podem se defender.

    A população tem o direito de saber quem está sendo acusado e de quê e, como ela, a mais alta mandatária do país.

    Ainda mais quando o Ministério Público toma a estranha e infeliz decisão de “deixar para o fim do recesso” o dever de tomar a peito a denúncia de quem merece responder, já, pelo que fez.

    O país, roubado por malfeitores, funcionários, empreiteiros ou políticos, não pode esperar as férias de suas Excelências.

    Porque senão, além de roubado, fica também sequestrado pela suspeita que paralisa o funcionamento das instituições que, em tese, as ações policiais e judiciais querem proteger.

  11. PARA TODOS AQUELES CAPAZES DE AMAR

    Para tucanos, petistas, gregos, troianos, democratas, republicanos, coreanos, judeus, palestinos, etc. Recomendo o texto do link abaixo. Feliz Natal a todos!

    http://reino-de-clio.com.br/Blog.html

  12. QUE TRISTEZA!

    É triste, mas Graça Foster deu entrevista exclusiva à Globo.

    Por que não uma entrevista coletiva?

    Isto é falta de respeito para com todos nós que a defendemos.

    PHA está puto com ela. E com razão. Veja o que ele diz no final desta matéria:

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/12/22/graca-nao-da-coletiva-defende-se-na-globo/

  13. Edu será que o Lula faria isso?

    GOVERNO QUER LEVANTAR ATÉ R$ 20 BI COM VENDA DE FATIA DA CAIXA
    :
    Estudos do governo apontam possibilidade de levantar algo entre R$ 15 bilhões e R$ 20 bilhões até 2016 com a abertura de capital do banco público; venda de fatia da instituição pelo governo federal seria entre 20% e 25%
    23 DE DEZEMBRO DE 2014 ÀS 08:09

    247 – O governo pretende levantar de R$ 15 bilhões a R$ 20 bilhões até 2016 com a abertura de capital da Caixa Econômica Federal, apontam estudos. Os números foram divulgados nesta terça-feira 23 em reportagem do Valor Econômico.

    O valor seria captado com uma venda de uma fatia entre 20% e 25% do banco federal, segundo fontes. A ideia da abertura de capital da Caixa é da época em que Antônio Palocci era ministro da Fazenda, ficou em banho maria e ganhou força nos últimos meses.

    Ontem, durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto, a presidente Dilma Rousseff confirmou que pretende colocar o plano em prática, mas admitiu que o processo é “demorado” (leia mais). Ainda não há data para o projeto.

    “Em tese, caso seja dado prioridade para o projeto, seria possível oferecer as ações ao mercado ainda em fins de 2015. Mas o Tesouro avalia a conveniência de fazer uma operação dessas proporções num momento em que o mercado acionário está deprimido. O natural, diante de um eventual cenário adverso, seria adiar a operação para 2016″, diz a reportagem do V

  14. Não passa de uma cúmplice,da máfia que se instalou na Petrobrás,acabou a mamata,e agora quer se vingar,basta ver no olhar,a cara de raposa,não inspira nenhuma sinceridade,mais uma que quer se vingar de um governo que trabalha para uma maioria,é o PT,acabando com as máfias,que vem desde a DITADURA.

  15. Venina tornou-se celebridade nacional após ser entrevistada durante grande parte do programa Fantástico. Mostrou que se havia um esquema fraudulento na Petrobrás ela fazia parte dele, embora diga que foi assediada e ameaçada. Venina denunciou o esquema? Respondo com convicção que não. Ela fez “denuncinhas”, foi à sala de uns e outros chorar suas mágoas, mandou e-mails confusos, mas, o que deveria ter feito não fez: representar a seus superiores, como dispõe o Regime Jurídico dos Servidores Públicos, “Lei nº 8.112, de 11/12/90 – Art. 116. São deveres do servidor: (…) VI – levar ao conhecimento da autoridade superior as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo; XII – representar contra ilegalidade, omissão ou abuso de poder. Parágrafo único. A representação de que trata o inciso XII será encaminhada pela via hierárquica e apreciada pela autoridade superior àquela contra a qual é formulada, assegurando-se ao representando ampla defesa.” Venina não representou e, portanto, foi conivente. Se tivesse representado poderia perder as mordomias de que desfrutou, como o curso altamente remunerado que foi fazer em Singapura, país de primeiríssimo mundo. Se a heroína não se sentisse culpada apresentar-se-ia no Fantástico com ar triunfal e não deprimida como se mostrou.

  16. Caro Eduardo, espero que este 2015 seja ano de paz e prosperidade. Com relação a Petrobras, já não sei o que pensar…por um lado me custa acreditar que o alto escalão não soubesse de nada. Por outro lado, respeito a presunção de inocência, (ninguém é culpado até apresentação de provas e transito em julgado). Confesso que fico bastante irritado, com estas admoestações partidárias, parece que nossos políticos querem matar-se entre si.
    A todos os leitores do Blog, meu desejo de um feliz natal e próspero ano novo. Que possamos todos, testemunhar um continuo aumento do bem estar social.

  17. **** *************

    **** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
    **** ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥
    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****
    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥ ****

    ************* Abaixo o PIG brasileiro — Partido da Imprensa Golpista no Brasil, na feliz definição do deputado Fernando Ferro; pig que é a míRdia que se acredita dona de mandato divino para governar.

    Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  18. Olá Glória Maria, afinal, como vais indo?, crêio, que tão bem, pois, já a celebrizaram, e, até mesmo, já conseguistes inverter a equação elementar de que o Jornalista não pode e nunca deverá ser Notícia, mas o contrário ocorreu com voçê, que, do Bairro de Fátima, no Riachuelo, das mãos imaculadas dos sentimentos mais sinceros do extraordinário Amaury Monteiro, popular e engajado naquela luta contra os Gorilas, nosso chefe de reportagem, sobre o carpete verde envelhecido a forrar o chão daquela monástica e paupérrima redação da Von Martius, que, compensava esta precariedade com equipe de porte intelectual, cuja sofisticação a tornava capaz de por muitas vêzes, à la Garrincha, driblar, aquela censura feroz de Médici e Geisel. Constato, hoje, que deixastes embalar-se, pelo canto da Sereia, e, note, nem o Império Serrano nem o Roberto Ribeiro, em nada estimularam esta patética situação, a denotar a clássica corrida desenfreada rumo ao Bezerro de Ouro. Desde que íamos àquelas rodas de Samba, tu com o Hanz, o Norueguês Viking e a amiga pontual e contumaz, a Antonieta, também Jornalista e deveras atenciosa, gentil e amorosa. Como foram excelentes as Noites, cujo final tinham sempre o inevitável desenlace na aconchegante casa de vila da Antonieta. Já não vejo mais estas armações ilimitadas e dirigidas sem pudor, por personagens como Ali Kamel e seus intérpretes, leitores de Teleprompters, acomodados em sinecura, que de jornalismo nada tem, como Bonner e Chico Pinheiro, além daquela Mariana Gross que entrevistando o Garotinho, dissera peremptória, que a GLOBO já pagara o devido imposto à propósito do imbróglio gerado pela compra dos Direitos de Transmissão da copa de 2002. No entanto, até este DCM, demonstrou, que para além de corromper a funcionária da receita, ainda não apresentou o DARF. Agora, esta Messalina, ” Venina Veneno “, nada, também a ver com o Hit dos 80, Ritchie, cuja credibilidade é equivalente à um nota de Três Reais, e, já se sabe que em Cingapura ganhava Cr$ 170.000,00, mensais. Por óbvio, agora em Janeiro, com o salário mínimo aportando em Cr$ 790,00, convirás de que Venina, muito pouco provável, tenha passado por dificuldades em Cingapura, e, para tu, com tanto tempo de estrada, o sabor amargo de dar voz à personagens claramente plantados e estrategicamente postos ali, em ardilosa movimentação executada pelo Partido dos Saqueadores do Brasil, fica a certeza de que aderistes, como o Fausto, se rendendo as benesses dos Metralhas Marinhos. A mim, o consolo daquele tempo de entrega, em luta assaz cruenta, porém na trincheira da resistência, como que nas Rodas de Samba de todas as segundas – feiras, pois, ninguém é de ferro, nem tampouco de Aço… Saudações Cordiais, do Planta de Deserto, a quem, basta, tão somente, o orvalho do alvorecer…

  19. Caso Venina, é de deixar muitos homens no bolso, é muito mulher, pois passar o que passou, ser transferida para outro pais, ficar sem poder ver suas filhas, não e para qualquer um não. Admiro a sua coragem,e rogo a Deus, que lhe dê forças, para continuar no caminho certo, e que nada e nem ninguém, possa prejudicá-la.

  20. Parabéns Sr Eduardo,

    Nada melhor que o tempo para mostrar que estava CORRETISSIMO:
    ver matéria no YAHOO 04/02/2015:

    A geóloga Venina Fonseca foi dispensada como testemunha da Operação Lava Jato pelo Ministério Público Federal (MPF). O órgão alegou que ela não possui informações relevantes após seu primeiro depoimento, prestado na última terça-feira (3). Ela ainda seria ouvida nos processos envolvendo a OAS (no dia 5), Camargo Corrêa (6), Galvão Engenharia (10) e Mendes Junior (12).

    “VENINA foi ouvida no MPF no dia 17 de dezembro de 2014 e ouvida em juízo nesta data de 3/02/2015 (…) pouco esclarecendo sobre os fatos apurados. Assim, o MPF entende conveniente desistir da oitiva de VENINA”, afirmam os procuradores do caso no informe à Justiça Federal.

    No final das contas, o depoimento de Venina foi considerado extremamente técnico e burocrático. Ela foi bastante genérica ao comentar as tomadas de decisões na estatal e, por isso, acabou dispensada. A geóloga, porém, deverá voltar a ser ouvida em novas denúncias da operação.

Trackbacks

  1. O “choro” de Venina no Fantástico | Paróquia de Santo Afonso

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.