Contas de campanha de Dilma e Aécio recebem tratamento diferente no TSE

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

TSE CAPA

 

 

Quem não acredita que exista alguma coisa esquisita rolando no Tribunal Superior Eleitoral, acaba de ganhar uma boa razão para se juntar aos desconfiados.

No início da noite da última terça-feira (25), o jornalista Fernando Rodrigues divulgou em seu blog que “O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal e também do Tribunal Superior Eleitoral, determinou (…) que sejam digitalizados todos os recibos e comprovantes das prestações de contas de campanha do PT e de Dilma Rousseff na disputa presidencial”.

As prestações de contas de todos os candidatos já figuram no site do TSE. Pelo sistema eletrônico, pode-se acessar cada doação ou despesa dos candidatos a presidente ordenando a busca pelo CPF ou CNPJ do doador ou de quem recebeu pagamentos daquela campanha. Abaixo, imagem das páginas de prestação de contas de Dilma e de Aécio no site do TSE

Aécio

http://inter01.tse.jus.br/spceweb.consulta.receitasdespesas2014/abrirTelaReceitasCandidato.action

tse aécio

 

 

Dilma

http://inter01.tse.jus.br/spceweb.consulta.receitasdespesas2014/abrirTelaReceitasCandidato.action

tse dilma

 

A prestação de contas das campanhas de Dilma e Aécio foi divulgada na segunda-feira (25) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ao todo, os dois candidatos gastaram R$ 570.050.970,85.

A campanha de Dilma gastou R$ 350.575.063,64 e recebeu doações de R$ 350.836.301,70. Os valores informados ao TSE mostram saldo positivo de R$ 261.238,06. O candidato do PSDB, por sua vez, gastou R$ 223.475.907,21 e arrecadou R$ 222.925.853,17. Um saldo negativo de R$ 550.054,04.

Os dois candidatos receberam doações dos bancos Bradesco e Itaú, da empresa Odebrecht Óleo e Gás S.A e das construtoras OAS e Andrade Gutierrez, dentre outros grupos econômicos.

As contas da campanha da presidenta Dilma estão sob a relatoria do ministro do STF Gilmar Mendes e as de Aécio sob a relatoria da ministra do TSE Maria Thereza de Assis Moura. Dilma deveria ter relatoria do TSE, mas uma manobra do presidente Dias Toffoli fez as contas dela irem para a mão de seu inimigo político Gilmar Mendes.

Mas há outras diferenças entre o tratamento do TSE aos dois candidatos.

1 – Gilmar Mendes determinou não a divulgação dos valores e CNPJs ou CPFs dos doadores e recebedores da campanha de Dilma, que já são públicos. Determinou digitalização dos comprovantes físicos de doações e despesas da candidata, o que inclui discriminação dessas despesas.

2 – Na semana passada, Gilmar Mendes já havia tomado uma outra decisão importante e que aumenta a diferença de tratamento do TSE às duas candidaturas: solicitou a ajuda de técnicos da Receita Federal, do Banco Central e do Tribunal de Contas da União para analisar as contas da presidente da República.

Nada disso foi feito em relação às contas de Aécio. Nem divulgação de comprovantes físicos de doações e despesas, nem pedido de fiscalização dessas contas aos órgãos de controle do sistema financeiro e das contas do governo federal.

Aliás, pedir a auditoria do órgão que controla o governo federal sugere que o inimigo político da presidente no Supremo a acusa de ter roubado o Erário para aplicar o produto do roubo na própria campanha eleitoral. Nada mais, nada menos. É como se a ministra relatora das contas de Aécio pedisse ao Senado que enviasse técnicos para analisar as contas de campanha dele.

As ações espetaculosas de Gilmar Mendes reforçam a teoria conspiratória de que está sendo preparada por ele rejeição parcial ou total das contas de campanha de Dilma, o que obrigará ao plenário do STF a julgar a presidente da República por suspeita de crime eleitoral.

Na melhor das hipóteses, o inimigo político de Dilma lhe causará um constrangimento. Contudo, se as denúncias que este blog apurou recentemente se confirmarem, na pior das hipóteses pode ocorrer um golpe “paraguaio” no órgão que arbitra as eleições no Brasil, pois com as contas reprovadas nem Dilma nem Michel Temer assumem.

No limite, haveria o risco de o segundo colocado na eleição presidencial assumir o governo do país no ano que vem, o que seria, talvez, um caso único na história da República. E, em termos práticos, um legítimo golpe de Estado disfarçado, pois as medidas acusatórias antes de qualquer apuração mostram essa predisposição golpista.

Tags: , , , ,

116 Comentário

    • Estou com TUDO pronto!

      • Também já venho me preparando há algum tempo para o momento que se avizinha. Se querem guerra civil, guerra civil terão. Não tenho nenhum problema com a morte. Ainda mais se for para levar um monte de fdp junto comigo para o inferno.

  1. Andei lendo que pedir par o TCU e outros orgãos a análise das contas no TSE é normal e feito par todas campanhas…

  2. ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ****

    *************.

    * . . . . **** . . . . Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  3. Já não tenho nada a perder, vou para as ruas como meu pai e tio foram, e não vou com pedras!.

  4. Ouvindo A Voz do Brasil e postando:

    ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ****

    *************.

    * . . . . **** . . . . Lei de Mídias Já!!!! **** … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. **** … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …

  5. GILMAR DANTAS ARMA O CIRCO

    Contas da campanha de Dilma e Aécio podem ser impugnadas até sexta
    QUA, 26/11/2014 – 17:41
    ATUALIZADO EM 26/11/2014 – 17:41
    Patricia Faermann
    Gilmar Mendes decidiu digitalizar recibos de Dilma, mobilizando toda a equipe da Asepa em uma sala inteira do TSE

    Jornal GGN – As contas de campanha de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) podem ser impugnadas dentro de três dias. O prazo é contado a partir de hoje (26), data da publicação do edital de apresentação de contas finais.

    Qualquer partido político, candidato ou coligação, assim como o Ministério Público, podem entrar com processo de impugnação. A ação deve ser formulada em petição enviada ao ministro relator da prestação de contas no TSE. No caso de Dilma, a Gilmar Mendes, e sobre Aécio, à ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura.

    Ao receber a petição fundamentada, o relator intima os referidos candidatos a se manifestarem dentro de mais três dias.

    O julgamento final das contas deve ser feito até o dia 10 de dezembro, seguindo o calendário eleitoral. As informações sobre receitas e despesas de todas as campanhas eleitorais foram publicadas no site do TSE na madrugada desta quarta-feira. Esses dados podem ser conferidos no Repositório de Dados Eleitorais e na Consulta de Prestação de Contas Eleitorais. É por meio desses arquivos que os partidos políticos fundamentam-se para, eventualmente, entrar com impugnação.

    Entretanto, faltando duas semanas para o fim do julgamento das contas, quando Gilmar Mendes deverá dar seu posicionamento ao Tribunal Superior Eleitoral, o ministro acatou a um pedido que buscava facilitar a análise dos gastos da campanha de Dilma Rousseff.

    Todos os recibos e documentação referentes à campanha da presidente estão sendo digitalizados. Para a tarefa, o Tribunal dedicou uma sala inteira do 8° andar do edifício exclusivamente ao feito. A decisão de Gilmar também custou a mobilização de toda a equipe da Assessoria de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias (Asepa), unidade responsável pela análise das contas.

    E não só. Todos os autos, que incluem 1 volume e 126 anexos, foram movidos da Secretaria de Gerenciamento de Dados Partidários para a Seção de Documentos Eletrônicos e Expedição, uma ala da Secretaria de Gestão da Informação, até às 9:27 da manhã de hoje. A assessoria de imprensa do TSE não soube informar se a digitalização já foi concluida.

    A decisão de tornarem públicas essas cópias não encontra fundamentação na legislação eleitoral. Por isso, compete ao relator do processo decidir e a medida não é padrão para as contas de todos os candidatos.

    Leia mais: Técnicos do TSE pediram digitalização de contas de Dilma, que Gilmar decide tornar públicas

    Até esta sexta-feira (28), o Ministério Público Eleitoral deverá emitir parecer. O órgão tem o prazo de 48 horas a partir da vista dos autos da prestação de contas.

    Só então, a Justiça Eleitoral, por meio dos ministros relatores, deverão decidir pela aprovação das contas; aprovação com ressalvas, quando verificadas falhas que não comprometem a regularidade; ou pela desaprovação, quando as falhas comprometem a regularidade das contas.

  6. Isso está cheirando mal, vamos ficar atentos. Se houver golpe paraguaio vai ter quebradeira, isso não vai ficar barato para esse ministro.

  7. Ninguém menciona que a decisão do Dias Toffoli, que redistribuiu o processo das contas de campanha de Dilma Roussef para Gilmar Mendes foi feita em flagrante desrespeito ao ordenamento jurídico, e é objeto de recurso judicial que aponta o fundamento suficiente para a nulidade da maquiavélica e irregular redistribuição. E ninguém menciona que o fato de uma empresa envolvida em irregularidades realizar dações para uma campanha eleitoral, por si só, não pode resultar em nenhuma perda de mandato. É um completo teatro do absurdo. Barbaridade…

    NULIDADADE DOS ATOS

    É princípio elementar que todo ato decorrente de outro ato nulo, é igualmente nulo.

    Portanto, é equívoco acreditar que o fato de haver despacho do relator em processo redistribuído de forma irregular possa tornar irreversível a decisão que determinou a redistribuição do feito ao arrepio da Lei.

    Basta que o recurso já ajuizado pelo Ministério Público Eleitoral seja provido para que seja tornada nula a redistribuição ilegal e todos os atos praticados depois dela.

    E o fundamento do referido recurso é extremamente firme, pois demonstra que a redistribuição em tela viola a expressa determinação do artigo 16, parágrafo 8º, do Regimento Interno do TSE. O referido dispositivo legal determina expressamente que enquanto permanecer aberta vaga de ministro titular, os processos do julgador afastado devem ser distribuídos para um ministro substituto de mesma classe.

    Ao contrário do que determina o Regimento do Tribunal, o processo referente às contas de campanha da Presidente Dilma foi redistribuído, mediante sorteio, para um outro Ministro Titular, pertencente inclusive a outra classe.

    Resulta então evidente que a redistribuição viola flagrantemente expressa determinação legal, posto que o Regimento Interno dos Tribunais têm força de lei. E é desnecessário dizer que as decisões do Presidente do tribunal devem respeitar seu Regimento.

    O que está em jogo é o interesse coletivo, consistente na garantia dos direitos constitucionais, pois, quando a lei pode ser violada pela própria Justiça, ninguém está seguro. E o resgate da vigência do dispositivo legal violado pela redistribuição agravada é importante também para sinalizar a necessária isenção do TSE.

    Portanto, deve ser provido o recurso movido contra a decisão que determinou a redistribuição do processo, com a consequente nulidade de todos os atos processuais praticados após a decisão agravada.

    Nesta medida, deve ser irrelevante o fato de ter havido despacho do novo relator sorteado, pois não se tratará então de mero retorno para o novo titular nomeado, mas sim de anulação da redistribuição contrária ao Regimento Interno. E a conseqüência deve ser a nova distribuição para ministro substituto da mesma classe, observada a antiguidade, nos termos dispostos no artigo 16, § 8º do RI TSE.

    Deste modo, ao invés de ficar a especular sobre os desdobramentos golpistas que podem resultar da ilegal redistribuição do processo das contas de campanha, é muito mais adequado divulgar a ilegalidade da manobra judicial. E conclamar a todos os que querem evitar o risco de um golpe paraguaio a fazerem o mesmo.

    Do mesmo modo, todos os que querem realmente apoiar a efetiva vigência do Estado Democrático de Direito têm o dever de entender e sustentar que a eventual rejeição das contas de campanha pelo TSE, pelos motivos que têm sido aventados, não implica em perda de mandato. Pode quando muito causar inelegibilidade futura, por período de até oito anos. Mas nem isto deve ocorrer, pois para tanto teria que haver comprovação de responsabilidade direta da candidata, o que não existe.

    A tese que a direita golpista insiste em alardear é falsa e absurda. Os arautos do regime change pretendem fazer crer que poderia haver perda de mandato na hipótese de uma empresa X, envolvida em superfaturamento, fazer uma doação para a campanha da candidata Y, sem que haja nenhuma prova de conluio entre as partes.

    Isto certamente não é real. Se fosse seria muito fácil sabotar a candidatura de qualquer adversário. Bastaria providenciar doações ilegais para a campanha do oponente e depois, se necessário, denunciá-las para impedir o exercício do mandato.

    Que raio de democracia frágil seria esta onde a vontade do povo, expressa nas urnas, pudesse ser anulada por meras manobras pseudo jurídicas.

    Na verdade, não é assim que a banda toca. Mesmo que viessem a ser comprovadas irregularidades do tipo que têm sido alardeadas pelo PIG e seus asseclas, e fossem rejeitadas as contas de campanha da Presidente Dilma, o máximo que poderia resultar daí, em bases efetivamente legais, seria a inelegibilidade por certo período.

    E mesmo esta possível inelegibilidade só seria decretada se houvesse comprovação material de efetiva responsabilidade da candidata no procedimento considerado como financiamento ilegal de campanha. O que é improbabilíssimo.

    De tudo quanto já exposto, salta à vista a evidência de que todo este estardalhaço em torno do alardeado golpe paraguaio constitui factóide sofisticado. Mas nem por isso menos sintomático da gravidade da conjuntura política.

    Os aspectos mais relevantes do momento atual indicam a necessidade de divulgar ao máximo a evidência de patente ilegalidade da redistribuição do processo, para sustentar a resistência política à abjeta tentativa de golpe paraguaio que se evidencia em marcha no Brasil. Com a ressalva de que esta grave ameaça às instituições democráticas deve ser combatida, acima de tudo, pelos meios jurídicos, posto que, na realidade, até aqui não estão demonstrados fundamentos capazes de embasar nenhuma perda de mandato da Presidente Dilma em bases estritamente legais.

    Ademais, cabe mostrar que a coletividade está atenta para as tentativas de engodo promovidas pela direita golpista, e está disposta a reagir, inclusive através da manifestação formal de instituições representativas de profissionais e estudiosos da área jurídica. A atitude de minar a estabilidade democrática deve ser repudiada, e a melhor forma de anular os efeitos do terrorismo midiático é denunciar suas falácias e factóides.

    É importante também que os defensores da democracia primem por evitar discursos exaltados, bem como toda e qualquer bravata ou agouro relativo a violência política ou guerra civil, pois não se apaga incêndio com gasolina. O caminho adequado agora é a resistência pacífica pelos meios legais.

    A abjeta campanha midiática de desestabilização subliminar, empreendida pela indústria da desinformação, segue roteiros internacionais, e mostra que o fascismo ronda. Por isso mesmo, o momento histórico exige prudência, vigilância e organização.

    Portanto, é recomendável demonstrar claramente que a sociedade brasileira possui segmentos atuantes capazes de entender as variáveis reais, dispostos perceber que a defesa da efetividade democrática constitui uma questão supra partidária.

    Ademais, prevalece a certeza de que o país saberá resistir às tentativas de golpe contra a nossa democracia, e de que a vigência da lei sustenta a legitimidade do mandato de Dilma.

    Vamos seguir atentos e atuantes, com equilíbrio e perseverança.

  8. COMO O DIABO GOSTA. VOCÊ JÁ VIU ALGO SEMELHANTE EM ELEIÇÕES ANTERIORES

    Contas da campanha de Dilma e Aécio podem ser impugnadas até sexta
    Atualizado em 26/11/2014 – 17:41
    Patricia Faermann
    Gilmar Mendes decidiu digitalizar recibos de Dilma, mobilizando toda a equipe da Asepa em uma sala inteira do TSE

    Jornal GGN – As contas de campanha de Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) podem ser impugnadas dentro de três dias. O prazo é contado a partir de hoje (26), data da publicação do edital de apresentação de contas finais.

    Qualquer partido político, candidato ou coligação, assim como o Ministério Público, podem entrar com processo de impugnação. A ação deve ser formulada em petição enviada ao ministro relator da prestação de contas no TSE. No caso de Dilma, a Gilmar Mendes, e sobre Aécio, à ministra Maria Thereza Rocha de Assis Moura.

  9. As dez empresas que mais doaram dinheiro elegeram 70% dos futuros deputados. Vejam um artigo para reflexão de autoria do cidadão Genaldo Melo: “Os deputados federais têm donos.”
    http://www.geraldojose.com.br/index.php?sessao=noticia&cod_noticia=57586

  10. Edu, acredito piamente que esteja em curso o golpe e, se ele vier, será consolidado sem qualquer reação das ruas. Afirmo isto categoricamente porque, como sindicalista que fui, na hora da onça beber água, o respaldo do povão falha e ficamos com a brocha na mão. É bom lembrar que o tempo todo lutamos contra tudo e contra todos, a imprensa, o judiciário, a igreja (tanto católica quanto a protestante e outras mais), etc., e que eles continuam em seus postos de combate sem baixar a guarda, pelo contrário. Portanto, se tivermos que ir para as ruas, não contaremos com nada e ninguém, a não ser nós mesmos. E ai eu pergunto, teremos pernas?
    Tenho sessenta e quatro anos e estou disposto para o que der e vier, mas, tenho as minhas ressalvas com relação a participação popular, tomara que esteja redondamente errado.
    Outra coisa sou petista de carteirinha e de longas datas, mas, confesso estar decepcionado com o brio ou a falta deste, com a reação ou a falta desta, do meu partido. Aliás, tenho manifestado esse meu desalento desde a AP 470

  11. Com o apoio incondicional de Toffoli e Gilmar a direita pretende concluir o golpe . É imoral a justiça participar dessa manobra . É bom lembrar que os eleitores de Dilma estão atentos as movimentações desses senhores . O Povo está cansado desse tratamento diferenciado. Enquanto isso os crimes praticados pelo PSDB vão sendo jogados para debaixo do tapete .

  12. Espero mesmo que vocês esteja com TUDO pronto, como afirmou na resposta a uma comentarista, pois o golpe de Gilmar Mendes e de Toffoli é evidente e já tem até o roteiro bastante conhecido. Mendes vai aproveitar a “Operação” lava jato, aquela que “vaza” somente para atingir o PT, para alegar que os recursos doados legalmente pelas empreiteiras que são rés naquela operação originaram-se da lavagem de dinheiro de propinas. Ou seja, que aqueles recursos doados não constituiriam doações espontâneas dos empresários, mas uma forma deles tornarem legal os pagamentos feitos ao PT para conseguirem contratos com a Petrobrás. Provas disso? Danem-se as provas, a Globo faz as provas, como fez na farsa do “mensalão”, um absurdo que afrontou não apenas princípios jurídicos elementares, mas a própria lógica. SÓ HÁ UMA FORMA DE IMPEDIRMOS QUE ESSA FARSA CONTINUE, A MESMA FORMA QUE IMPEDIU O ENVOLVIMENTO DE LULA NO “MENSALÃO” EM 2005, A PRESSÃO POLÍTICA. E POR PRESSÃO POLÍTICA FALO A CERTEZA DOS CONSERVADORES DE QUE SE TENTAREM TIRAR DILMA DO PODER, VAI TER. OU SEJA, IREMOS ENCHER AS RUAS DO BRASIL CHAMANDO-OS PELO QUE SÃO GOLPISTAS E EXIGINDO RESPEITO À VONTADE POPULAR. Para começar nossa reação, sugiro que diversas organizaões da Sociedade Civil brasileira; não pode ser este ou aquele blog ou sindicato, mas inúmeros reunidos; denunciem o golpe paraguaio em curso. Estranhezas suficientes para embasarem essa denúncia, não faltam. Além do comportamento de Mendes, a forma como Toffoli conseguiu que os dois processos referentes à prestação de contas de Dilma; o da candidata e o do partido; chegassem às mão de Mendes já é por si só um indício fortíssimo do golpe. Esperar somente oito horas pela nomeação de um substituto do Ministro Henrique Neves, cujo mandato expirara, quando a Presidenta tem trinta dias para escolher outro Ministro é escandaloso e ainda por cima entregar esses processos a um “sorteio” eletrônico; quando o Regimento Interno do Tribunal determinava que fossem repassados a um Ministro da mesma classe(origem) de Neves, ou seja um advogado, jamais alguém como Mendes, oriundo do STF, com origem diferente; sorteio eletrônico que conseguiu a proeza de conferir a Mendes a relatoria dos dois processos, algo que, segundo cálculos de Luís Nassif, tinha apenas 2% de chances de ocorrer. ASSIM NO MUNDO SÓ NÃO ENXERGARÁ O GOLPE QUEM NÃO QUISER, O QUE JÁ COLOCARÁ A DIREITA BRASILEIRA EXPOSTA ÀS ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS DE DIREITOS HUMANOS POR SEU CARÁTER GOLPISTA QUE, SE NÃO BASTASSE O PASSADO RECENTE, FICARÁ ESCANCARADO COM ESSA SUCESSÃO DE FATOS “ESTRANHOS”. Temos que reagir agora, dependendo de nossa reação, pode-se até conseguir retirar Mendes da relatoria. Há um Agravo Regimental, ajuizado pelo Vice-Procurador Eleitoral, Eugênio Aragão; que tenta entregar a Relatoria a um Ministro que preencha as exigências regimentais já citadas. O PT e a Sociedade Civil precisam ficar atentos, temos que destruir a criação no Brasil do novo golpe que as direitas latino-americanas vêm usando, respaldado por chincanas jurídicas; o qual conta com o devido apoio da classe dominante e da CIA(que estão por trás de tudo isso); destruindo um projeto popular que vem modificando este país. Temos que esvaziar esse golpe antes do fim do ano, tanto para garantir a posse de Dilma, como para impedir que seja empossada de maneira enfraquecida, administrando um Governo chantageado por invencionices jurídicas que têm entre seus “criadores” as forças mais atrasadas deste país. É hora de mostrarmos nossa força.

    • Carlos, em que pese os indícios serem graves, eu tou com um pé atrás ainda com essa questão Nassif versus Toffoli, não que eu não ache que o Toffoli seja capaz de um gesto desses, eu já comentei que considero a indicação dele e do Barbosa pro STF uma sucessão de equívocos do Lula, e não são equívocos leves, são juízes que podem ferrar a ordem constitucional do país, mas como dizia, meu pé atrás é porque o fato é grave demais pra estar sendo “ignorado” até pelo PIG e afins (governo).

      A informação de que o governo vacilou com a recondução do juiz que iria analisar as contas procede, ou seja, graças mais uma vez ao banana Cardozo e deslize do Planalto se criou essa situação, em que pese que isso não anularia o ato do Toffoli.

      Mas recebi uma defesa veemente de gente que conhece o Toffoli, ou diz conhecer, e se trata de uma pessoa séria, não iria inventar coisas, apesar de que pelo fato da pessoa estar levando a coisa pro lado pessoal colocando o Toffoli num pedestal eu não quis comentar que a possibilidade dele fazer um gesto desses, existe. Uma coisa é a figura que pessoa A conheceu em determinado momento, outra é o cara quando tem o poder na mão, os de caráter mais fraco costumam sucumbir fácil.

      Mas me espanta a forma como o Nassif está tratando isso. Ele tem ideia da gravidade da acusação? Pois não é uma acusação qualquer, isso levaria a um conflito ou uma a uma desmoralização das denúncias dele como denuncismo.

      Se não houver golpe ele acabará saindo desacreditado com a acusação feita, mas se houver tentativa de golpe de branco não é o tipo de coisa que passa batido do povo, partidos, rua etc. As coisas não seriam como antes, nem politicamente pro crápula do Gilmar Mendes (se ele acha que faria uma presepada dessas e sairia cantando de galo depois).

      Hoje ou ontem o PIG andou soltando que as campanhas de Dilma e Aébrio receberam doações das empreiteiras envolvidas na Lava Jato. Até aí, mais do mesmo, denuncismo ordinário da mídia pois até que provem que dono de empreiteira tal é culpado (condenado), não há crime nas doações, mas o PIG faz da associação uma espécie de “conexão” com as empreiteiras sujas” (propaganda pra demonizar).

      Então peço cautela a todos até haver confirmação de algo estranho. Por que digo isso? Porque estamos de mãos atadas, não vai adiantar partir na histeria pra confrontar uma tentativa de golpe (se se aprofundar) de forma tresloucada, é algo que envolve o país inteiro e forças populares de Norte a Sul.

      Façamos vigilância acompanhando o caso e o desenrolar do mesmo, mas sem precipitações. Em caso de ação irregular do Mendes visando algo maior (golpe branco), aí o caldo entorna e só as forças populares na rua contornaria isso.

    • Aqui não é Paraguai, há forças políticas de esquerda, progressistas, legalistas ainda com força, em que pese a votação pesada da reaçada pro congresso, mas as forças democráticas não estão mortas, vide o abafa que fez nas manifestações pró-ditadura dos coxinhas a ponto deles quererem se dissociar daquilo porque “pegou mal”.

      O Lugo caiu porque não tinha base popular forte e apoio algum no congresso (partidos fortes). Não é o caso brasileiro e lutaremos pra que não venha a ser.

      Risco de desestabilização do país via gplpe branco e afins no Brasil sempre há ou haverá enquando esta elite podre do país se comportar como golpistas de República de Bananas, porque herdamos infelizmente aquela mentalidade maldita que não respeita o Estado Democrático de Direito daquela Península Ibérica (veja que é um comportamento cultural das elites descendentes luso-espanholas, do México ao Chile) e lutamos até hoje contra isto. Você não vê o povo britânico preocupado com golpes de estado ou tentativas da mídia ou outro setores da elite darem golpes de estado por lá passando por cima da democacia estabelicida, isso é uma característica de países com cultura portuguesa e espanhola.

      Eu sempre faço ênfase a essa questão cultural pois tudo tem origem nisso, o resto é consequência. Pra se entender a mentalidade de um povo ou de sua elite há de se levar em conta a formação cultural do mesmo, até porque lutamos pra modificar esta cultura ou herança maldita vinda de Portugal e um dia iremos conseguir nos livrar desta mentalidade golpista das elites.

  13. É uma vergonha para a nossa justiça dos últimos tempos… Desconfiar que o STF/TSE era um balaio de gato não havia dúvida. O pior é que a desmoralização e o cinismo estão escancarados na era dos ministros Gilmar Mendes, ex- Joaquim Barbosa, Toffoli, Fux e ex- Ayres Brito. Afinal aonde vamos chegar? Não haveria que dar um novo caminho e cara para essa Justiça Brasileira? Acho que o presidente Lewandovski, homem sério e reserva moral do STF, juntamente com o CNJ seriam o nosso porto seguro.

    • Em agosto,estava-se votando no STF,a mudança que regulamentava à origem das doações em Campanhas Eleitorais.Estava 6 x 1 proibindo doações de Empresas.Chegou a vez do Min.Gilmar (Dantas) Mendes votar,aí ELLE sentou no Processo,CAGOU e depois deu uma ROSCA de KU,possibilitando até agora essa CATINGA que vai continuar fedendo por longo tempo.É o grande responsável por tudo que está ocorrendo.

  14. Os poderes são para lá de conservador, tudo fica o dito pelo não dito. A unica coisa diferente que se tem nesse país são as redes sociais e essa foi a arma que o PT usou para da uma nova cara ao Brasil e vencer as eleições.

  15. Os Ministros honestos do STF vão se deixar desmoralizar (agora que estavam se reerguendo, pós-Barbosa) por estes que estão querendo aplicar este golpe paraguaio? OU É TUDO FARINHA DO MESMO SACO?

  16. Noto que você tem compulsão em acirrar ânimos quando deveria ser o contrário. E só ler sua caixa de comentários para perceber que seus posts não levam a ponderação mas sim a uma convicção de raiva.
    Isso é pessimo.

  17. Cadê a JUSTIÇA desse Pais??? Cadê o governo Federal? Cadê o PT ? Cadê as esquerdas? Que Pais é esse que um Ministro do Supremo está acima da lei?? Pode tudo!!!
    “A força do direito deve superar a direito da força”. Rui Barbosa.
    “Queremos homens governando leis, ou leis governando homens? João Vicente, filho de João Goulart.

  18. Se haver golpe vamos parar o Brasil e ninguém vai governar. Eles que sabem se querem brincar com a democracia e com milhões de votos. Não vamos aceitar golpe do STF ou TSE calados. Vamos pra rua parar o país. Se ele pensa que vai colocar o Aécio pode esquecer.

  19. Poxa, e a manifestação do vice-procurador eleitoral, Eugênio Aragão, contra a distribuição do processo para Gilmar, não valeu de nada?!?!
    Estou muito preocupada, pois a tentativa de golpe está se dando em várias frentes, inclusive na Câmara, com a oposição querendo derrubar a nova meta fiscal para Dilma ser pega por improbidade. Estão cercando de todas as maneiras. Agora, se Gilmar achar um “pelo no ovo” da prestação de contas, vai vir com tudo. Deve estar analisando o processo com LUPA!! Sendo uma decisão colegiada, temos “alguma” esperança de que os demais não se deixem levar pela retórica desonesta do nefasto, mas não podemos contar com isso.
    Bem que o ministro Lewandowski podia ter uma conversinha particular com seu ex-aluno Toffoli…

  20. Se querem guerra civil, guerra civil terão. Não tenho nenhum problema com a morte. Ainda mais se for para levar um monte de fdp junto comigo para o inferno.

  21. Instituições poderosas e seus comandados querendo tirar o Poder do povo de novo e na marra! Na visão deles, pobre só deve produzir riquezas, mas não para ele e sim para “eles”!

  22. Combate à corrupção que terminou com prisão de empresários e executivos vem sendo planejado há 12 anos pelo Governo Federal http://www.meionorte.com/blogs/efremribeiro/combate-a-corrupcao-que-terminou-

    EDUARDO,DESCULPE DE FUJIR DO ASSUNTO , POREM ,FOI O ÚNICO MEIO QUE ENCONTREI DE LEVAR ESSE ASSUNTO ATÉ VOCÊ , GOSTARIA DE SABER SE O QUE O BLOG DO EFREM RIBEIRO DIZ PROCEDE , SE VOCÊ JÁ VIU , SE FOR VERDADE É INTERESSANTE , TEM COMO VOCÊ CONFIRMAR , FAZENDO UM FAVOR ,PRA QUE NÃO SEJAMOS ENGANADOS , ESTA NO LINK ACIMA.

Trackbacks

  1. Contas de campanha de Dilma e Aécio recebem tratamento diferente no TSE | Aline Alux

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.