Teoria conspiratória: falso atentado impediria vitória de Dilma no 1º turno

 

Após o estrondo político causado pela pesquisa Datafolha da última sexta-feira, na qual Dilma disparou no primeiro e no segundo turnos, Marina caiu e Aécio permaneceu estagnado abaixo de 20 pontos percentuais, durante o fim de semana começaram a vazar trackings das campanhas dos três principais candidatos a presidente.

Como o bem informado leitor já deve saber, no primeiro dia útil desta semana pesquisa CNT/MDA mostrou forte vantagem de Dilma sobre Marina e Aécio no primeiro e no segundo turnos. No primeiro, a presidente subiu a 40,4%, Marina caiu para 25,2% e Aécio cresceu apenas dentro da margem de erro (de 17,6% para 19,8%).

E o mais importante: no segundo turno, a vantagem de Dilma sobre Marina já soma 9 pontos percentuais (47,7% a 38,7%).

Nesta segunda-feira (29), por volta das onze horas, o Ibovespa registrava queda de mais de 4%, o dólar disparou e as ações da Petrobrás caíram cerca de 9%. A pesquisa CNT/MDA explica parte da volatilidade do mercado, mas não toda.

Mais uma vez, boatos sobre pesquisas ainda mais recentes dando conta de vitória de Dilma no primeiro turno espalharam-se por sites, blogs e redes sociais, gerando esses solavancos no mercado financeiro.

Paralelamente aos fenômenos supracitados, a boataria vem se somando a teorias conspiratórias das mais diversas, com o costumeiro protagonismo da CIA ou de Cuba em versões sobre golpes de última hora que estariam sendo preparados por candidatos contra candidatos – Marina contra Aécio, Dilma contra Marina, Aécio contra Dilma etc. – para impedir ou garantir que a eleição vá para 2º turno.

Algumas dessas teorias, aliás, são muito bem elaboradas. Contêm fotos, reproduções de documentos, nomes e mais nomes estrangeiros (de pessoas e organizações) envolvidos em planos para interferir no resultado da eleição presidencial brasileira.

Em uma eleição tão polarizada e repleta de ocorrências dramáticas, como no caso da morte surpreendente de Eduardo Campos em um acidente aéreo cujas explicações ainda não convencem a muitos, teorias conspiratórias não soam tão absurdas como soariam em pleitos anteriores, nos quais os golpes se restringiram às conhecidas denúncias de corrupção de última hora contra o PT.

Nesse mar de teorias conspiratórias, uma certeza: dificilmente a mídia partidarizada (Globo, Folha de São Paulo, Veja e Estadão) deixará de lançar uma “bomba” para impedir que Dilma se reeleja daqui a seis míseros dias.

A Veja bem que tentou, no último fim de semana; acusou Dilma de envolvimento em corrupção. Não é pouco. Ainda mais sem uma mísera prova, o que reforça toda sorte de teoria conspiratória. Se a revista foi capaz de tal ousadia, o que mais pode chegar a fazer?

Ao mesmo tempo, ao longo dos últimos dez dias notícias importantíssimas – e acima de suspeitas de manipulação – contribuíram para que a maioria do eleitorado tenha se inclinado por Dilma nas pesquisas de opinião.

A ONU, por exemplo, elogiou fartamente o Brasil por seus programas de combate à fome e de redução da pobreza. E, além de o país ter saído do mapa da fome no mundo, notícia sobre suas políticas sociais favoreceu a presidente: segundo estudo do Ministério do Desenvolvimento Social, houve aumento da altura média das crianças atendidas pelo Bolsa Família. Entre 2008 e 2012, as meninas de 5 anos ficaram 0,7 centímetro mais altas e os meninos, 0,8 centímetro.

Se no social as notícias foram boas para o governo, na economia tampouco foram más. Apesar da cantilena sobre baixo crescimento e inflação, esta vem caindo. E o que realmente importa ao povo em economia não é crescimento, mas o binômio emprego-salário.

Segundo o IBGE, ambos vão muito bem, obrigado. Em agosto, o desemprego de cerca de 5% foi o menor da série histórica de 12 anos mensurada mês a mês pela instituição. Além disso, a renda média do trabalhador brasileiro do setor privado subiu 2,5% acima da inflação. E a do setor público, 7%.

Inflação controlada, salários subindo, desemprego e pobreza caindo, tudo isso vem fazendo o eleitor pensar se tem mesmo tanto sentido a cantilena midiática sobre baixo crescimento. Apesar de a mídia dizer que desemprego e inflação vão aumentar e os salários vão cair, o que se vê é o contrário.

Ora, é aí, então, que vemos a oposição midiático-banqueira numa sinuca de bico. Denúncias de corrupção vêm falhando miseravelmente contra o petista da vez, eleição presidencial após eleição presidencial; o terrorismo econômico, iniciado exageradamente antes das eleições, perdeu a força.

E agora?

É nesse momento que as teorias conspiratórias vêm à mente. O conclave político-midiático-financeiro vai aceitar que Dilma vença a eleição em primeiro turno após todo o trabalho que teve? Sério que alguém acredita nisso?

Dentre as muitas teorias conspiratórias que vêm pingando tanto “in box” nas redes sociais quanto na caixa de correio eletrônico ou nos telefones do blogueiro, uma lhe é particularmente cara: se denúncias de “corrupção petista” e terrorismo econômico não estão funcionando, e se a vitimização de Marina não deu frutos, que tal algo mais parecido com a queda do avião de Eduardo Campos, a fim de gerar novo clima de comoção?

Uau! Não é pouco. Seria arriscado e, talvez, inútil. Mas…

Pense comigo, leitor: é óbvio que a simulação de um atentado violento contra Marina ou Aécio seria um “fato gerador” de comoção. E a culpa recairia sobre Dilma, claro. Ou sobre algum “aloprado” que simbolizaria como é “bandida” essa “gente do PT”.

Mas tal construção padece de um problema incontornável: por que Dilma ou algum aliado “aloprado” cometeria uma sandice dessas se a presidente disparou nas pesquisas tanto em primeiro quanto em segundo turnos, com possibilidade de vencer no primeiro?

Ora, ainda se fosse no segundo turno poderiam tentar vender que a violência contra um adversário decorreria de uma última cartada do PT por “desespero” diante do tudo ou nada. Mas não é o que está acontecendo. Se Dilma não vencer no primeiro turno, tudo indica que vencerá no segundo.

Contudo, a lógica não tem valido muito, ultimamente. Vejam, por exemplo, que as últimas pesquisas de opinião têm mostrado que, apesar de o desemprego continuar caindo de forma pronunciada no país, quase metade dos brasileiros acredita que irá aumentar. Qual é a lógica desse contingente tão expressivo de pessoas?

Não há lógica. Essas pessoas se guiam pela mentirada que os adversários assumidos e enrustidos de Dilma, sobretudo na mídia, têm espalhado. Desse modo, confiar em sensatez total do eleitorado pode ser uma aposta furada. Nesse aspecto, um “fato gerador” de comoção talvez seja a última esperança de essa gente tirar o PT do poder.

Teoria conspiratória? Claro que sim. Eu acho…

Tags: , , , , , ,

90 Comentário

  1. É aquela história; OS CÃES LADRAM E A CARAVANA PASSA..O minguado segundo turno será mais tempo para a presidenta DILMA mostrar o que fez e fará para tornar o nosso país cada vez MAIS LINDO e MARAVILHOSO..A COPA mostrou isto para os pessimistas e para o MUNDO!!

  2. Não vai adiantar nada essas investidas seja do PIG da CIA ou da PQP , o povão só esta se manifestando agora para mostrar que apesar de tudo ninguém quer uma louca no poder (estou falando da Neca e não de Marina , Marina é apenas o fantoche que a turma puxa as cordinhas) e muito menos um entreguista playboi comprovadamente vagabundo e aventureiro como FHC , que alem de vender parte do BRASIL ainda conseguiu quebrar o BRASIL 3 vezes e sem crise nenhuma mundial.
    Marina e Aécio dizem que vão continuar o trabalho de Dilma na área social , ora se for assim vamos continuar com Dilma.

  3. Eu não descarto também uma sabotagem no sistema elétrico provocando um apagão.
    Segue um vídeo interessante, apesar de não ser novidade!
    https://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=2kYOxZkZhpg#t=0

  4. Prezado blogueiro, imagino que nossa Presidenta – com exceção do M. A. Garcia os outros acho que não tem capacidade para tanto – já deve estar tomando suas precauções. Tipo: manter de sobreaviso um esquema para convocar uma cadeia de rádio e televisão e divulgar uma posição clara, firme e de tranquilidade, na hipótese do tal atentado ocorrer. Rapidez é fundamental: é assim que a esquerda (possível) da Espanha derrotou a direita quando fizeram a tentativa de vincular um atentado no metrô (11 de março) a grupos anti-governo, que exigiria “mano dura”, ou seja, a continuação da direita. Reposta rápida e mensagem de tranquilidade. Além de denunciar a manobra…
    É o que basta (além de um esquema militar que não seja aquele do Gen. Assis Brasil…).
    Saravá!

  5. Isso de teoria conspiratória é uma arapuca para calar a boca de quem consegue enxergar por trás da máquina de propaganda. Basta ver o resultado das pesquisas sobre a farsa do 11 de setembro , p.ex. “september 11 –
    The New Pearl Harbour” (no you tube).
    Para se ter uma ideia sobre o projeto de Brasil dessa quinta coluna, ler http://www.wsws.org/en/articles/2014/09/30/wate-s30.html

  6. que nosso Deus possa abençoa, que Dilma venha a levar no primeiro turno, mas espero que depois de ganhar a eleição possa aprovar a lei de Mídias, já no começo do mandato

  7. Eduardo, bom lembrete e excelente vacina contra as armações da direita apoiada pela mídia golpista.

    Não tinha pensado nisso, mas faz sentido, afinal é difícil para as elites financeiras/econômicas, seus representantes políticos de direita e seus pitbuls da mídia aceitaram a 4a. derrota consecutiva para o PT, o partido da maioria do povo brasileiro.

    Isso tem que ser divulgado, afinal a direita nunca brincou em serviço e se Dilma vencer esta eleição as conquistas sociais e econômicas do povo e do país iniciadas com Lula não tem volta, o PT ficará mais de 20 anos consecutivos no poder federal, o modelo político se consolidará, isso não tem paralelo na história do Brasil do século XX e desde novo XXI.

    Como diz ditado popular espanhol: não creio em bruxas, mas que elas existem, existem ou então o popular brasileiro:

    – caldo de galinha e cuidado não fazem mal a ninguém.

    E vamos a vitória da Dilma e do povão logo no primeiro turno, com a derrota do atraso neoliberal representado por Marina e Aécio.

    À luta companheiros.

  8. Eduardo, pois eu acho que temos que preocupar é com o 2º turno. Mesmo com a Marina caindo pelas tabelas, creio que não vai dar tempo do Aécio ultrapassá-la e ela deverá ir para o 2º turno com a Dilma. Se o grupo que assassinou o Eduardo Campos (aquilo para mim não foi acidente coisa nenhuma), ver que a “magrinha” não vai ter chance mesmo de ganhar o 2º turno, poderão tentar fazer a mesma coisa com ela em plena campanha do segundo turno eleitoral. E aí, o que aconteceria? Ficaria um vácuo político e legal. A Dilma seria eleita contra quem? Teria que ter novas eleições? O caos imperaria? O PIG com certeza imputaria ao PT a culpa sobre a nova tragédia. E pior, do jeito que esse grupo costuma fazer com ex-presidentes do seu próprio Pais de origem, não duvido muito que para criar uma comoção nacional se não tentariam coisa semelhante com a Marina. Seria interessante a presidente determinar ao serviço de espionagem do Exército uma proteção redobrada à Marina Silva. Isso seria trabalho para a PF, mas infelizmente essa instituição vem perdendo credibilidade junto à sociedade devido os últimos acontecimentos de partidarização dessa força policial. Por incrível que pareça, neste caso, confio mais nas Forças Armadas. Tem gente muito capacitada para isso lá dentro. Tomara que não passe apenas de “Teoria da Conspiração”, mas seguro morreu de velho…

    • Essa gente é capaz de qualquer coisa, então tem mesmo que tomar todas as cautelas, a direita nunca brincou em serviço na defesa de seus interesses espúrios contra o país e a maioria do povo, a última armação deles resultou numa ditadura de 21 anos.

      E tem mais, pois juridicamente se a Marina sofresse uma tragédia no segundo turno, o candidato que está imediatamente atrás dela na votação, no caso o tucano Aécio tomaria o lugar da Marina e disputaria o segundo turno contra a Presidenta Dilma e se aproveitariam com certeza ( toda a mídia em peso acusando o PT dia e noite) do clima emocional e de comoção nacional para atribuir a tragédia a Dilma e ao PT para tentar eleger o neoliberal tucano.

      A hipótese do 3º colocado disputar o segundo turno contra o primeiro colocado é da lei eleitoral vigente.

      • Então neste caso, talvez seja até melhor pegar o tucaninho Aéreo Neves no segundo turno. Vou torcer então para ele ultrapassar a Marina. A CIA não iria descartar esse quadro sem mais sem menos, uma vez que ele poderia ser útil mais a frente.

  9. Não entendo porque não incluem a Rede Bandeirantes de Rádio e Televisão no grupo de mídia partidarizada, pois fazem campanha aberta contra o PT, nos telejornais que copiam a globo e em todos os programas da tarde, assisti um pouco o Pânico nos últimos domingos e fiquei pasmado, aquilo é propaganda contra o PT e muita…muita injúria, sempre lembrando que a penetração nos lares à tarde é grande e o pânico entre os jovens, que são bovinamente levados a odiar o PT.

  10. Só tenho certeza de 3 coisas;

    1- De agora em diante é fundamental “ficar com um olho no gato e outro no peixe”.
    2 – Vai ter racionamento de água em São Paulo.
    3 – Vamos vencer no 1º turno.

  11. O Paulo Roberto está para sair da prisão. É bom o pt se resguardar e assegurar sua integridade. De repente o atentado pode ser verdadeiro.

    • Edú, este comentário não é para ser publicado, é uma visão muito particular que eu tenho sobre o tema e que eu gostaria de compartilhar só com você. É uma visão isolada mesmo, mas tenho os meus motivos. Há também a opinião de 2 estrangeiros que você já deve ter visto na rede – a de um jornalista russo e de um estadunidense – em que ambos expõe de uma forma desconcertante certos acontecimentos ocorridos nessa eleição aqui no Brasil. A história do Brasil é rica em golpes, quem não sabe disso? Quem não conhece o Brasil que o compre!
      Pois e.. Sei que você pensa diferente, mas aí vai..
      Paulo Roberto sairá da prisão poucos dias antes do 1° turno da eleição.
      Dependendo das suas atitudes daqui para frente, o que saberemos em pouquíssimo tempo, poderá terminar como Campos – descartado estrategicamente para cumprir agenda de interesses inconfessáveis. “Estratégia é estratégia” ou “O grande pulo do gato”.
      Nem sempre o “descarte” significa ” sair de cena” literalmente. As vezes continuamos o teatro por outro meios – com nova identidade, nova nacionalidade, desfrutando das benesses em outras terras e deixando para trás um passado de “certos tormentos” ou “conchavos” que acarretariam responsabilização futura , a exemplo de “delações” e incômodos com a “justiça” por meio de “processos” que nem sempre tem na sua verdadeira identidade a busca da “verdade real”. Dentro desse contexto esses “pesadelos” pode ser desnecessários levando-se em conta a importância do que se está em jogo e que vem sendo “negociado” em detalhes. E não é pouco, você sabe.
      A Petrobrás é que é a verdadeira “candidata” nessa eleição. A sua “derrota eleitoral” será um sucesso internacional com reflexo em várias frentes[apropriação do petróleo, desmonte do mercosul, Brics, unasul, acesso fácil ao uranio¹ e ao Nióbio², desmonte de uma economia emergente a custa de um BC independente etc,,etc..].
      Qualquer fato “desastroso” com o Paulo Roberto pesará, sim, na eleição da [Dilma]representante nacionalista da verdadeira candidata[a Petrobrás]e cujo maior pecado traduz-se na adoção do regime de partilha do pré-sal e não o da concessão, exatamente porque a Petrobras está no centro do sistema industrial brasileiro, no centro da estratégia de um país autônomo tanto do ponto de vista econômico como militar.
      Paulo Roberto é um homem que “ainda” pode servir no front da oposição [nacional e aos interesses internacionais] “antes” e “depois” da eleição, como não? E ele sabe disso. Conhece a Petrobrás como ninguém e o seu “destino” na véspera da eleição pode ter uma repercussão de peso como nada mais. O “sumiço” de Paulo Roberto teria efeito duplo – primeiro, interessaria a muita gente -´políticos, empresários brasileiros e estrangeiros, afinal, a farra dele na Petrobrás envolveu poder e muito dinheiro, e, segundo – serviria para colocar o PT sob a suspeita de impedir que a apuração dos fatos avançasse.
      É, sim, uma hipótese a ser considerada, se é que ainda já não tenha sido e faz tempo.

      Marina sofrendo algum tipo de “atentado estratégico” é, para mim, uma hipótese mais remota porque não tem o “peso da história” do Paulo Roberto dentro do contexto da verdadeira candidata [ alvo do escândalo atual] que é a Petrobrás ou a desejada Petrobrax e, de quebra, com os reflexos que eu mencionei acima.

      Em relação a Dilma, candidata que está na frente das pesquisas, brincar com o seu “destino” hoje seria como deixar “impressões digitais” na cena do crime, por assim dizer. Já depois das eleições, não sei. Tancredo também não sabia. Aliás, eu soube da conspiração envolvendo a vida do Tancredo 20 dias antes da sua morte. A fonte era um alto oficial do exército, já na reserva, e professor de filosofia – foi confidenciado por ele,em particular, a tres amigos [meu irmão era um deles].

      Legitimar um golpe por meio da nossa urna não deve tarefa difícil. Denúncias é que não faltam sobre as urnas eletrônicas serem suscetíveis a violação do código de segurança e outras coisas mais.” Urnas não são seguras e TSE “não se interessa em mudar isso”, diz professor da Unicamp, publicado em 19/09/2014
      http://www.infomoney.com.br/mercados/eleicoes/noticia/3529278/urnas-nao-sao-seguras-tse-nao-interessa-mudar-isso-diz
      Isso sem falar na “suspeitíssima falta de energia elétrica” durante a apuraão que pode, por que não, alterar o rumo da eleição, o que aliás, aconteceu em Osasco com um candidato a prefeitura pelo PT[ acho que em 2008] que estava na frente – aí acabou energia por 30 minutos – e quando voltou o candidato da oposição já estava eleito. Fraude escancarada.

      Auditoria de votos na eleição brasileira com essa urna eletrônica ultrapassada? Que falta faz o “papelzinho”, diria Brizola..

      Até domingo vamos assistir a um festival de “golpes” por dia. Acho o Brasil um país suspeito, suspeitíssimo.
      —————————————————————————————————————————————
      1 – noticias.r7.com/brasil/…/rico-em-uranio-brasil-investe-para-produzir-co…
      17/04/2011 – De acordo com estimativas, é possível que o Brasil tenha, na verdade, a segunda maior reserva de urânio do planeta, atrás apenas da …

      2 – g1.globo.com/…/monopolio-brasileiro-do-niobio-gera-cobica-mundial-c…
      economia.estadao.com.br/…/negocios,niobio-a-maior-riqueza-dos-moreira-… No Brasil, onde estão 98% das reservas conhecidas do metal, …

      .

      • A questão das urnas é preocupante, principalmente agora que conhecemos a abrangência da espionagem promovida pela NSA. Não tanto na possibilidade de violação do sistema interno de uma grande quantidade de urnas, o que daria um enorme trabalho. Mas existe a possibilidade de interceptação e alteração, via rede, dos quantitativos transmitidos dos TREs para o TSE.

  12. Ótimo texto, com observações relevantes e bem fundamentadas. E a conclusão principal que resulta das ponderações apresentadas é a de que o terrorismo político da direita golpista não será capaz de alterar a preferência popular pela reeleição.

    Todavia, vale a advertência para estarmos alerta e prontos a denunciar, desmascarar e repudiar com vigor o terrorismo político da direita golpista.

    Ademais, cumpre recordar que as tentativas de influenciar os resultados das eleições através da produção sistemática de factóides se mostra evidente também na evidente manipulação do noticiário acerca do pseudo seqüestro em Brasília, bem como na promoção de greve bancária a poucos dias do pleito.

    Aliás, merece veemente repúdio a atitude deplorável dos bancários, que deflagraram uma greve por tempo indeterminado a poucos dias da eleição presidencial.

    Tal atitude não denota apenas egoísmo e arrivismo, pois demonstra uma total ausência de civismo e de ética, dado que uma greve às vésperas da eleição deste final de semana assume características de lockout, por favorecer de modo desleal os interesses eleitorais dos banqueiros. Será que toda a categoria dos bancários está a serviço da direita golpista, ou simplesmente a maioria não é capaz de perceber que está servindo de massa de manobra numa abjeta sabotagem contra a democracia.

    É hora da militância coerente cobrar dos bancários uma postura mais ética e menos desleal, com vistas a preservar o funcionamento normal das instituições democráticas, e impedir que o resultado das eleições seja influenciado por um movimento paredista que pode e deve ser realizado num momento mais adequado, inclusive para preservar a simpatia e o apoio da população em geral.

  13. Quem tem tweeter deve aproveitar. Facebook. Chats com pessoas de outros estados.

    Vale tudo contra a máfia que quer nos levar à senzala de novo.

  14. Lá vem a Bolinha de PAPEL…..

  15. Não creio que eles chegariam a tanto, eles são capazes de muitas baixarias, torpezas, maquinações, mais colocar suas vidas em risco, acho demais, e se algo dê errado…

  16. Ontem aqui em Brasília um louco invadiu um hotel e fez refém um vigia que trabalha no hotel, o mesmo foi secretário do PSDB.

  17. Não vão conseguir. O número de pessoas beneficiadas, somado ao número de pessoas esclarecidas (que não se informam pela Veja (ou seria “óia”?) é bem maior do que “mostram” as “pesquisas”… PS: haja aspas. rsrs.

  18. é bom divulgar estas coisas. Isso ajuda a desmascarar qualquer tentativa de tapetão por parte dos derrotados.

  19. Acho que tem muito petista e simpatizante com complexo de vira-latas. A Dilma praticamente já tá com a reeleição garantida em primeiro turno, mas tem gente que só fala em segundo turno, manipulado também pelas pesquisas golpistas.

  20. Vamos divulgar isso, temos que nos prevenir. A nossa presidenta deverá estar em alerta; E que Deus nos guarde e nos dê muita luz, e que o nosso divino mestre Jesus esteja nos protegendo.

  21. AVANTE MARINA A VITÓRIA É NOSSA COM BASTANTE CERTEZA VAMOS VENCER, ESSES PRECONCEITO
    VAMOS JUNTOS DIA 05.10.2014.

Trackbacks

  1. Bancários confirmam início de greve nacional a partir desta terça-feira | MANHAS & MANHÃS
  2. Teoria conspiratória: falso atentado impediria vitória de Dilma no 1º turno | Imagem Política

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.