Proximidade da eleição estreita “margem de erro” das pesquisas

 

Por volta das 13 horas de 22 de setembro de 2014, o índice Bovespa caía quase 2 por cento. Segundo o site “Infomoney”, que se notabilizou nos últimos meses por provocar grandes movimentos de compra e venda de ações conforme Dilma Rousseff sobe ou cai nas pesquisas, a causa seria “rumor” sobre novas pesquisas eleitorais.

 

O que o infomoney diz não é bem assim. Aécio estaria tirando pontos de Marina e Dilma estaria “estável”. A informação que o Blog obteve, porém, foi outra. Sondagens internas dos partidos estariam apontando crescimento de 5 pontos de Dilma sobre Marina no segundo turno, apesar de Aécio ter se aproximado um pouco mais da segunda colocada nas pesquisas.

As pesquisas dos próximos dias tendem a apresentar situações cada vez mais confortáveis para Dilma. Simplesmente porque a margem de manobra para usar a nossa velha conhecida “margem de erro”, está se estreitando.

A opinião deste Blog, vale explicar, é a de que tem havido manipulações de pesquisas em favor de Marina Silva e Aécio Neves e contra Dilma. E o que é pior: fora da margem de erro.

As recentes melhoras de Dilma nas pesquisas se devem a que as manipulações voltaram à margem de erro – até então, eram maiores. Assim, como a proximidade da eleição torna muito mais arriscado “mexer” nos números, aquela manipulação se restringirá a margem que permita a quem a usa dizer que errou dentro do “aceitável”.

Nas pesquisas desta semana, ainda pode haver uso da margem de erro, mas será mais para tentar levar a Aécio ao segundo turno do que para deprimir as intenções de voto de Dilma. A partir da semana que vem, contudo, os institutos de pesquisa terão muito menos condições de ajudar ou prejudicar candidatos.

Manipulação mais forte contra Dilma, agora, só se a perspectiva de vitória no primeiro turno aumentar mais. Aí, as pesquisas irão para o tudo ou nada. Se der errado e o “pior” acontecer, Ibopes e Datafolhas atribuirão tudo a “guinada de última hora do eleitor”. Ninguém acreditará, mas já não importará mais.

Tags: , , , ,

94 Comentário

  1. .:.Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

Trackbacks

  1. Dilma no Bom Dia Brasil: interrupções e discordâncias de dados | MANHAS & MANHÃS
  2. » Proximidade da eleição estreita “margem de erro” das pesquisasEntre Fatos
  3. Proximidade da eleição estreita “margem de erro” das pesquisas | MANHAS & MANHÃS

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.