Quantos votos têm os banqueiros?

Santander, antes de ser banco, é um município espanhol da província de Cantábria. A cidade tem 35 km² e população de 181 mil habitantes (números de 2007). Seu filho mais eminente é Emilio Botín, banqueiro, presidente mundial do Grupo Santander, um dos maiores grupos financeiros do mundo. A fortuna do magnata chega a 1 bilhão de euros.

Botín, que apoia Aécio Neves, não chega a ser tão rico quanto a família mais rica do Brasil, que, segundo a revista Forbes, é a família Marinho, dona da Globo – juntos, Roberto Irineu Marinho, João Roberto Marinho e José Roberto Marinho têm uma fortuna de 28,9 bilhões de dólares. Mas o dono do banco Santander certamente é muito rico e não faz parte do seu grupo social, caro leitor.

O mesmo Botín, porém, é tão rico quanto a família Setubal, dona do Banco Itaú, 12ª colocada no ranking da Forbes. A família banqueira apoia Marina Silva e, por extensão, Eduardo Campos. Bilionários, os Setubal têm uma fortuna estimada em 3,3 bilhões de euros.

Essas famílias bilionárias não estão sozinhas em suas preferências políticas oposicionistas. O mercado financeiro, os mega empresários estrangeiros e nacionais e potências como os Estados Unidos querem Dilma Rousseff fora.

Se faltava alguma oficialização do oposicionismo do capital nacional e estrangeiro, ela se deu através de manchete de capa da Folha de São Paulo deste sábado (26). Segundo o jornal, as “consultorias” de economia – ou seja, os gurus de banqueiros e grandes grupos econômicos em geral – apostam na eleição de Aécio Neves.

Na última sexta-feira, explodiu como uma bomba a notícia de que o banco Santander estava enviando aos seus clientes “premium” – detentores de gordas contas bancárias – uma mensagem no estrato mensal praticamente pregando voto na oposição a Dilma, dizendo que a economia irá piorar caso ela seja reeleita.

O efeito desse apoio desmesurado a Aécio Neves ou, na falta dele, a Eduardo Campos – quem, recentemente, declarou não ter “preconceito” contra o capital e as privatizações –, é uma incógnita. Conforme vem sendo lembrado reiteradamente, a ojeriza dos muito ricos ao PT é histórica.

Uma longa fila de “colunistas” vem lembrando de episódios como o do ex-presidente da Fiesp, Mario Amato, quem, em 1989, previu que, se Lula vencesse a eleição presidencial daquele ano contra Fernando Collor de Mello, “800 mil empresários deixariam o Brasil”. Ou o episódio da eleição de 2002, quando o mercado chegou a criar o “lulômetro”, um indicador que mensurava o mau-humor do capital contra a possibilidade de Lula derrotar José Serra – conforme Lula se firmava como o potencial presidente eleito, o dólar subia e a bolsa caía.

Em 2002, a campanha de Lula pareceu acreditar na influência política do capital e divulgou uma “carta aos brasileiros”, na qual garantia aos banqueiros e mega empresários que, se eleito, Lula não romperia contratos ou daria “calote” nas dívidas públicas interna e externa. Talvez por entender que foi a oposição do capital que derrotou Lula em 1989, quando Mario Amato previu uma diáspora empresarial, caso o petista fosse eleito.

Particularmente, nunca acreditei que, ao menos em 2002, a opinião política do mercado pudesse impedir a eleição de Lula. O Brasil estava farto do PSDB e, mais do que isso, farto de votar sempre no anti Lula e se dar mal.

Elegemos Collor e ele afundou o país em uma das piores recessões da história. Elegemos FHC duas vezes e seu mandato terminou com o país arrasado, desemprego nas alturas, dezenas de milhares de falências por ano…

O mercado financeiro e os mega empresários parecem sofrer de amnésia. Não lembram mais do quanto penaram durante os governos que ajudaram a eleger contra Lula…

Não se sabe se, hoje, a campanha de Dilma pensa como a de Lula em 2002 e acha que o capital pode derrotá-la. É possível que acredite nisso. Na última sexta-feira, o Blog recebeu e-mail da campanha de Dilma Rousseff informando que entrou com representação contra a coligação tucana e uma certa “consultoria” por estar por trás de uma farsa.

Segundo a campanha de Dilma reclama ao TSE, “A pretexto de oferecer análise do mercado de ações, a [consultoria] Empiricus tem veiculado, indevidamente, propagandas eleitorais pagas na internet, em site de pessoa jurídica, que tratam da eleição presidencial em curso, veiculando conteúdo negativo a Dilma e positivo a Aécio Neves”.

Nas últimas semanas, o Blog vem recebendo seguidas denúncias contra a tal consultoria “Empíricus”, que vem espalhando uma “análise” em que prevê que caso Dilma seja eleita será “O fim do Brasil”. O texto diz, a rigor, o mesmo que o Santander, ainda que pintando o quadro “tétrico” com “cores mais fortes”, por assim dizer.

Durante o desastre econômico em que o PSDB jogou o país durante os anos 1990, o mesmo Mario Amato que previra o êxodo empresarial caso Lula fosse eleito em 1989, arrependeu-se. Chegou a manifestar à Folha de São Paulo seu arrependimento: “Fui maldoso e não fui leal com o Lula”, disse. Agora, porém, os neo Mario Amatos cometem a mesma injustiça.

O lucro de banqueiros e empresários durante os anos Lula e Dilma foi alguma coisa de quase sobrenatural. Algumas dessas empresas multiplicaram seu lucro por dez, por vinte, por trinta. E, ainda assim, querem de volta o grupo político que os afundou na última década do século XX.

Enfim, vá entender esses bilionários e multimilionários…

Seja como for, porém, o fato é que banqueiro, capitão da indústria, enfim, os muito ricos em geral não têm lá toda essa influência política. Os brasileiros votaram contra eles em 2002. Com todo o terrorismo que fizeram – que a “carta aos brasileiros” não impediu –, o povo lhes deu uma banana e elegeu Lula.

Apesar das pesquisas falsificadas – como ocorre a cada eleição desde 2006 –, as novas pesquisas já começam a mostrar que Dilma não está tão mal quanto dizem. Muito pelo contrário, pode vencer em primeiro turno. E, no segundo turno, apesar das versões dos Datafolhas da vida, ela ainda vence qualquer adversário.

Em termos de terrorismo econômico, a mídia e a oposição já fizeram tudo que podiam. Não dá para piorar a vida do povo. Não dá para gerar desemprego ou deprimir salários – hoje, respectivamente, várias vezes mais baixo e mais altos que quando o PSDB governava.

Quantos votos têm os banqueiros? Será que vale a pena a campanha de Dilma se esforçar muito para reconquistá-los? Particularmente, acho que a presidente e seu estafe devem se concentrar no povão, na parcela dos brasileiros que é capaz de mensurar quanto o Brasil melhorou desde 2003.

Os banqueiros são um caso perdido. Não são racionais. A mentalidade que leva o capital a fazer oposição aberta à reeleição de Dilma e a requerer um tucano no Poder é produto da mesma loucura que jogou o planeta na maior crise econômica da história.

Aliás, é bem provável que esse apoio desmesurado e desavergonhado do capital a Aécio Neves gere efeito oposto ao pretendido. E parte da mídia tucana, prevendo o fenômeno, já trata de avisar os banqueiros. Coluna de Fernando Rodrigues na Folha deste sábado mostra que já há preocupação em Aécio ficar carimbado como candidato dos banqueiros.

Não creia no manifesto bom-mocismo de Fernando Rodrigues. Ele sabe muito bem o risco que é Aécio ficar carimbado como candidato dos banqueiros. Na opinião deste Blog, muita gente que ficou sabendo da campanha eleitoral para o tucano nos estratos bancários do Santander já se pergunta se o interesse dos banqueiros na gestão da economia é igual ao seu.

Tags: , , , , ,

158 Comentário

  1. Só pra constar ..e muitos pararem de SONHAR ..acorda alienado !!

    então ..pra quem leu na outra pauta

    ..lembra daquele Hospital Ortopédico que fica no Ipiranga e atende ao SUS ? ..um que dizem que é muito bom e que EU citei, mas lembrando que era uma exceção ?

    é não ..tá na regra

    pois é ..fui lá ..atende de segunda a sexta em horário comercial pela manhã, e na maioria dos outros casos por encaminhamento ..de SEGUNDA A SEXTA ..é PARTICULAR, mas atende exclusivamente o SUS, exclusivamente ..no resto fecha pra dor, pro desespero dos outros

    É limpo (eu vi), espartano, dizem que o atendimento e tratamento são dignos, mas ainda não sei, pois um parente meu teve o ATREVIMENTO de ser machucado por um ônibus neste fim de semana ..logo ..melhor esperar a segunda feira pois o “estabelecimento” fica fechado ..e até lá, aguenta vendo o ESQUENTA enquanto a perna empreteja e incha

    Dizem que é eficiente (pra sobreviver com os repasses do SUS) mas ..mas ..mas como tudo aqui ..subutilizado como eu testemunhei

    ..um atentado ao cidadão que é tributado DIA SIM e outro dia TAMBÉM, este que, invariavelmente, quando precisa dos serviços das redes públicas não os obtém, ora por estarem em greve (normal), ou por fecharem os fins de semana, de noite, feriados (tipo delegacias, drogarias, hospitais, postos e até pronto socorro, etc ) e junto com este fechamentos, BILHÕES e BILHÕES parados em equipamentos que poderiam estar sendo acionados pra mitigar as filas do 1o dia “útil” que raiar

    http://www.youtube.com/watch?v=61b3PA3pCqo

    nota importante – ontem falei que o Hospital SP era ligado ao governo de SP, enganei-me, ele e sua fila que avança pela rua, é do Governo de Dilma

    Aliás, alias foi lá que um tio meu foi operar da coluna, e morreu ..saiu da cirurgia ABOBADO (foi assim que o vi – olhando pro teto e sem reconhecer ninguém) ..o paciente ao lado disse que tudo se complicou por ele ter CAÍDO da maca e batido com a cabeça no chão ..não sei, faz um tempo . .ficamos sabendo disso depois ..dias após ele faleceu ..e caaaaaaalma, foi no governo de THC ..num tempo em que já havia FILA de rua e de espera para se obter qq tipo de tratamento.

    • É por isso que tenho um plano de saúde que me ‘da’ o Sirio e o Einstein. E o Oswaldo Cruz.
      E viu o preço dos remédios em geral? Ontem comprei um vidrinho que me custou 165,00 reais.
      Meu caro Romanelli, o pobre (e o nem tão pobre) morre mesmo pois depende de SUS e salário de aposentado, quando tem. Isso não é de hoje e ninguém consertou. Só piorou.

  2. empiricus……..proprietário: naji nahas……….
    reinaldo carletti

    • e Naji Nahas é um grande exemplo de homem empreendedor…de crimes, falências fraudulentas, sonegações e outras cositas.

      Esse mesmo Naji Nahas deve ser muito próximo do Picolé de Chuchu, pois pediu e conseguiu um favorzinho no Pinheirinho (São José dos c

  3. Dilma está excelente, meu caro amigo! Tem atualmente maior percentual de votos do que tinham no mesmo período Lula e FHC quando se reelegeram. Além do que, falamos de uma candidata que não fez campanha nenhuma, contra adversários que fazem campanha há quase dois anos(e não saem do lugar em termos de voto), começará sua campanha dentro de duas semanas, amparada pela DESMORALIZAÇÃO DAS PREVISÕES NEGATIVAS DA MÍDIA SOBRE A COPA. E AINDA FARÁ ESSA CAMPANHA CHEIA DE FEITOS PARA MOSTRAR E COM O APOIO DO MAIS LUXUOSO CABO ELEITORAL DO BRASIL, LULA, O QUAL NADA MAIS DO QUE 57% DOS ELEITORES DIZEM QUE VOTARIAM NUM CANDIDATO INDICADO POR ELE, ÍNDICE OBTIDO NAS PESQUISAS DA PRÓPRIA DIREITA, O QUE NOS DÁ A CERTEZA DE QUE SE NÃO FOR ESSE, É MUITO MAIOR. Por isso o desespero deles, do mesmo jeito que em 2002, 2006 e 2010(faltou você falar que nessas duas outras eleições, também as éguas do “Mercado” relincharam sua aversão idiota ao PT). Aversão essa que tem uma “lógica” bastante clara, que você parece não enxergar, o problema deles não é somente “ganhar” dinheiro, mas é PODER DITAR OS RUMOS DA SOCIEDADE, A MANEIRA COMO O BRASIL SERÁ(PARA ELES UMA PORTA ABERTA À EXPLORAÇÃO DO RENTISMO ESTRANGEIRO, ÀS CUSTAS DA MISÉRIA DA POPULAÇÃO). SABEM MUITO BEM QUE, POR MAIS QUE GANHEM DINHEIRO COM OS GOVERNOS DO PT, ESSE DINHEIRO SERÁ GANHO COM A PRODUÇÃO. JÁ COM A DIREITA GANHARÃO ESPECULANDO COM O CAPITAL FINANCEIRO INTERNACIONAL E VENDENDO AS RIQUEZAS DO BRASIL. OU SEJA, COM AS FORÇAS POPULARES GANHARÃO DINHEIRO COM UM MODELO BASEADO NO TRABALHO E NO DESENVOLVIMENTO DO BRASIL, QUE BENEFICIA A TODOS NÓS, E COM AÉCIO GANHARÃO DINHEIRO COM A ESPECULAÇÃO FINANCEIRA E A VENDA DAS RIQUEZAS DO BRASIL. É isso o que refletem as “preferências” desse monte de merda, o conflito entre dois projetos, um projeto de desenvolvimento autônomo, que está trazendo soberania, independência e justiça social para o Brasil; e um projeto de subordinação do nosso país aos interesses do capital financeiro estrangeiro, dos quais os banqueiros nacionais e estrangeiros são os representantes(obviamente os “nacionais” na “honrosa” posição de lacaios, de coadjuvantes dos grandes bancos gringos. Posição “brilhante” que nossa classe dominante sempre adotou), que foi adotado no Brasil desde a formação do nosso país(antes era às grandes multinacionais, hoje são elas, mas principalmente a Banca financeira)e gerou essa sociedade horrenda que temos, uma das mais desiguais do planeta Terra, desigualdade que atingiu seus níveis mais extremos durante o desgoverno neoliberal de FHC, exatamente onde a subordinação aos interesses estrangeiros também teve seu pique, e começou a ser modificada após a ascensão do PT no poder, primeiro com Lula e agora com Dilma, o que permitiu a implantação progressiva de um projeto de desenvolvimento nacional independente, focado na distribuição de renda e construção de um modelo de desenvolvimento soberano que retire o Brasil de sua posição subalterna na Economia internacional, retirando-nos do papel de exportador de commodities e colocando-nos como um protagonista também na produção da tecnologia de ponta, ou seja, de produtos com alto valor agregado que garantem uma situação superavitária nas relações de troca internacionais e permita à Nação que a controla ter um Balanço de Pagamentos favorável, não ser refém dos recursos externos que vêm da Banca Financeira Internacional e assim determinar os rumos de seu desenvolvimento e sua soberania. É ISSO O QUE OS SETÚBAL, SANTANDER E TODA ESSA CORJA NÃO QUEREM, DEVIDAMENTE APOIADOS PELA MÍDIA. E É A CERTEZA DE QUE SEU SUCESSO ESCORRE PELAS MÃOS QUE LEVA-OS A ATITUDES EXTREMAS COMO A DE DETERMINAR A SEUS CLIENTES QUE NÃO VOTEM EM DILMA(COMO SE OS CLIENTES DE BANCOS TIVESSEM OS MESMOS INTERESSES QUE ELES. QUEM TEM CONTA EM BANCO, E VÊ O QUE FAZEM COM NOSSO DINHEIRO, SABE O QUANTO OS CLIENTES MORREM DE AMORES POR BANCOS QUE SUGAM SEUS RECURSOS COM TAXAS EXORBITANTES E SERVIÇOS DE PÉSSIMA QUALIDADE). Dilma está certa em representar contra o tal “site” e Aécio Neves; não importa se gera voto ou não. É irregularidade e deve ser combatida por ser ilegal e porque a falta de punição estimulará coisa piores. Todavia, o Governo sabe cultivar quem de fato o elege, o povo, o horário eleitoral vem aí para mostrar a esse povo o quanto Dilma fez por ele, aprofundando a obra de Lula, algo que as pessoas já sabem, mas serão ainda melhor embasadas pelos dados concretos que a propaganda mostrará. Enquanto ela não chega, fiquemos com a vitória de Dilma, que até as “pesquisas” falsificadas da direita mostraram em primeiro turno,e com a espera pelo Vox Populi, que acredito mostrará Dilma perto dos 45% de votos.

  4. Edu sua lucida analise foi completada com outros tantos comentários permitem uma compreensão da visão entre a riqueza banqueiros = direita e povo pobre = esquerda semelhante a Ariano Suassuna em

    http://jornalggn.com.br/noticia/a-esquerda-e-a-direita-de-acordo-com-ariano-suassuna como destaque

    “Quem, na sua visão do social, coloca a ênfase na justiça, é de esquerda. Quem a coloca na eficácia e no lucro, é de direita”.

  5. Independente de viés político só pelo fato de o banco santander ganhar dinheiro no Brasil e enviá-lo para sua matriz na espanha deveria fazer com que todo o brasileiro que ama seu país não tenha conta nessa instituição.

  6. Essa história dos banqueiros e suas consultorias seria como as raposas aconselharem o galinheiro a mudar a sua estrutura.
    Na verdade esse povo deveria sair das suas salas com ar-condicionado, descer dos seus helicópteros e virem ao mundo real dos viventes normais para verem com a vida mudou, vá ao nordeste, ao vale do Jequitinhonha, senhores banqueiros e empresários retrógrados…

  7. UMA OBSERVAÇÃOZINHA

    O nome do dono do Santander chama-se Emílio Botín.

    Botin SEM ACENTO E NA LÍNGUA PORTUGUESA significa PILHAGEM.

  8. Eduardo, passei lá na página do “Empiricus”. Não li o texto todo porque não tenho tempo a perder com tamanha bobagem. Eu sou economista e te digo que a “análise” do sujeito é patética. Repare, por exemplo, quando ele comenta sobre as contas públicas: o próprio gráfico apresentado desmente a argumentação que ele usa durante o texto: que as coisas pioraram no governo Dilma quanto comparado aos anos FHC e Lula (primeiro mandato). Um gênio!

    Tamanho disparate só é comparado com a vontade dele ganhar dinheiro com alguns otários desavisados, certamente da classe média e eleitores do Aécio.

    abs

  9. Edu, ha que se vigiar se esse esquema de “alocar os recursos” não é mandar $ p/ paraísos fiscais, via santander. Podemos estar deixando passar mais crimes financeiros contra o país, alem desse crime eleitoral.
    Como é importante para o Brasil e para o mundo todo a vitória da Dilma!

  10. ‘.****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  11. Rio de Janeiro, 27 de julho de 2014

    PROJETO: O PEDIDO DO CRISTO PELA PAZ

    Caros amigos (as) é muito triste o que está ocorrendo no Oriente Médio com a guerra entre Israel e a Palestina. Pesando nisso, gostaria de sugerir um projeto: O PEDIDO DO CRISTO PELA PAZ, onde o Cristo Redentor no RJ, seria iluminado com a cor da esperança o verde, todo o mundo deve unir forças, para que essa guerra acabe logo e que o mundo viva em paz. Graças a Deus no Brasil o povo israelense e palestino vivem na maior harmonia, um bom exemplo para todo o mundo.

    Atenciosamente:
    Cláudio José, um amigo do povo e da paz.

    • So sera resolvido esse caso com o fim de israel ou envia-los todos para terra além Antárdida e la se destruírem todos sozinho e não perturbarem mais ninguem.

      São genocidas e estão revivendo o nazismo.

  12. Os proprietários do Santander, além de terem recebido um presente dos Tucano, que foi a privatização do antigo Banespa, dado praticamente de graça, ainda se acham no direito de interferir na eleição presidencial, de um país, fora grupo da opus dei, fora canalha, encerrem suas contas neste “banco” que lucra aqui no Brasil e manda o dinheiro para a Espanha.

  13. Qual a surpresa?
    O problema é ódio de classe
    Como imaginar a população mais pobre , empregada, gozando de níveis decentes de renda, consumo, saúde educação , lazer , etc…?
    Esta elite econômica, não se emenda nem se conforma

  14. ‘.’****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

  15. Ora, se alguem deveria estar nervosinho deveria ser a carteira de clientes. Se as previsoes são ou nao confiáveis, é problema deles.
    Esses esquerdistas só acreditam em democracia e liberdade de expressão quando lhes convém.

    O mesmo vale para a ” Empiricus”. Nao gosta? Nao acredite neles. Propaganda eleitoral paga? Como assim? Essa achsação parece aquela dos banners da prefeitura de Guarulhos.

  16. Tá mais que na hora do GRANDE AVESTRUZ , o Tribunal Superior Eleitoral, tirar a cabeça do buraco e começar a enxergar e punir os grandes conglomerados financeiros e o famoso mercado, que usando de má fé, especulam , ganham rios de dinheiro através do terror eleitoral e das pesquisas manipuladas.

  17. Os petistas que têm conta naquele banco deveriam fechá-las…
    É necessário este partido criar uma agência de risco. Por exemplo, cada canal de TV, rádio, cada banco ou outra instituição que agir de maneira criminosa e parcial, tentando induzir votos aos lesa-pátria, deveriam sofrer represálias financeiras dos petistas!

  18. Ao acompanhar uma amiga que vive em comunidade ao Juizado de Pequenas Causas para uma ação contra o Santander em função de um empréstimo consignado de quase três mil reais que haviam feito na sua aposentadoria de um salário mínimo (sem ela ser cliente sequer do Santander), ficamos sabendo pela advogada que assumiu o caso que o banco é campeão em ações desse tipo. Conivência ou autoria dos próprios funcionários do banco ou da própria instituição? E o advogadozino cheio de lábia, com a complacencia da linda juiza leiga, ao ver o endereço da minha amiga, sugeriu uma indenização mínima. Por sorte, a advogada do Juizado jogou para oito mil e o juiz lhe concedeu cinco mil por danos morais. Já eu tive um cheque clonado nesse banco, de 60 reais ( que paguei a uma loja efoi compensado) para dois mil reais, que não foram pagos porque o meu banco constatou a duplicidade do numero da folha de cheque. E esses “honestíssimos” gringos vêm fazer terrorismo econômico contra a Dilma?
    Aliás, ao acessar uma simples página de receitas de curau de milho verde na Internet, vi um aviso para que os internautas acessassem o site Empiricus para saber como proteger seu patrimonio no caso da reelição da Dilma. Acessei e li, mas quando quis fenviar um comentário ao final da absurda matéria, misteriosamente tudo saiu do ar e o Google avisou que a página “não podia ser encontrada”. Alguém ainda duvida da censura na Internet?

  19. Estou muito indignado com a petulância deste banquinho de 5ª categoria. O mínimo que se deve fazer é proibi-lo de operar em nosso país onde fatura milhões e milhões às custas de incautos brasileiros. Fora com ele!

  20. QUE TAL AÉCIO NEVES SER PRESIDENTE DO SANTANDER?

    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2014/07/ta-explicado-lucro-do-santander-caiu-15.html

    Tá explicado: Lucro do Santander caiu 15% no 1o. trimestre. Do Bradesco subiu 18%. Santander é campeão de queixas.

    Está explicado porque o Santander anda acendendo vela para o Aécio ganhar as eleições e fazer do Planalto a república dos banqueiros, como era na época do FHC.

    Parece que o banco espanhol enfrenta dificuldades para manter sua lucratividade nos últimos tempos. Também anda liderando o ranking de reclamações.

    http://glo.bo/1hr19pv e http://glo.bo/1hO6EPl
    http://economia.estadao.com.br/noticias/negocios,santander-lidera-ranking-de-reclamacoes-do-bc-pelo-setimo-mes,164796e

    Enquanto o Bradesco vai bem e teve um lucro 18% maior no primeiro semestre de 2014 em relação ao mesmo período de 2013, o Santander viu seu lucro encolher 14,9%. O lucro anual do Santander em 2013 já havia caído em relação a 2012.

    Parece que, entre os bancos privados, o Bradesco se adaptou melhor ao mercado brasileiro com a ascensão da nova classe média, com a clientela de novos empreendedores que está sabendo aproveitar as oportunidades para ganhar dinheiro no Brasil, e sabendo se adaptar aos spreads de juros mais baixos devido à concorrência dos bancos públicos.

    Já outros bancos privados parecem acomodados ao saudosismo de mamar nas generosas tetas do Banco Central da era FHC, quando Armínio Fraga chegou a elevar a taxa Selic chegou a 49%. E parece que estão ficando com a clientela pessimista que empaca seus negócios, não sabendo aproveitar as oportunidades que se abrem em tempos de mudança de cenários econômicos e de um novo quadro de melhor distribuição de renda no Brasil.

    http://br.reuters.com/article/idBRSPE93O00I20130425
    Mesmo com lucro em decadência, o Santander ainda teve lucro significativo no primeiro semestre. Além de ser campeão de reclamações, esta é outra desvantagem para o cidadão brasileiro manter conta no banco espanhol, porque os lucros são remetidos para a Espanha. Melhor ter conta e aplicar nos bancos brasileiros. Os lucros ficando no Brasil inclusive melhora a conta corrente de dólares que o Santander critica em sua carta especulativa.

    Quem for contra mudar a conta e aplicações para um banco público, como o Banco do Brasil, a CEF ou o BNB, pelo menos mude a conta para um banco privado nacional, como o Bradesco. Parece mais sólido, mais bem administrado e não tem sabotado a economia especulando com pessimismo forjado e com eleições.

    Leia também:
    – Uma pergunta ao Santander: O banco periga quebrar se Dilma se reeleger?

    • e tem mais, Santander foi um dos poucos países que obteve lucro, na Espanha está de mal a pior. Emílio Butín está respondendo processo por lavagem de dinheiro junto com Opus Dei, ele é um dos supernumerário.

  21. E não é só com esses Bancos gringos que temos que tomar cuidado não. Estamos sendo invadidos por ONGs internacionais que chegam aqui cheias de boas intenções mas que na verdade querem solapar nosso patrimônio. Há mais ONGs estrangeiras indigenas e ambientalistas na Amazônia do que em todo continente africano, que sofre com a fome, a sede, as guerras civis, as epidemias de AIDS e Ebola, os massacres. Segundo li no site recantodasletras.com.br, de Antonio Mesquita Galvão, “na Amazônia temos ouro, nióbio, petróleo, madeira, as maiores jazidas de manganês e ferro do mundo, diamante, esmeraldas, rubis, cobre, zinco, prata, a maior biodversidade do planeta (o que pode gerar grandes lucros aos laboratórios estrangeiros) e outras riquezas que somam 14 trilhões de dólares. Há outros questionamentos na internet sobre a atuação dessas ONGs Internacionais. Um outro site que acessei questiona: “Não é estranho que quase todos os índios de Roraima tenham sido deslocados e ajuntados pelas ONGs internacionais justamente sobre as maiores jazidas de nióbio, urânio e ouro existentes na Raposa-Serra do Sol? Não é estranho que os 4 povos indígenas que historicamente nunca conviveram bem, foram juntados compulsoriamente em Surumu, local de uma enorme jazida de estanho (cassiterita) metal estratégico para a Inglaterra? Mais estranho é que nessa área está a ONG inglesa Surviving do Príncipe Phillip, o marido da Rainha Elisabet II. Eles dizem cinicamente que querem salvar a floresta. O mais estranho é que as ONGs estrangeiras dali, estão enviando índios brasileiros para cursarem universidades na França, Suiça e Inglaterra, em cursos de Administração Pública, Direito e Relações Internacionais, apresentando-os regularmente em programas de tevê europeus, nos quais difamam o Brasil e seu povo”. Portanto, olho vivo em cima da atuação dessas ONGs internacionais pois só na região do Amazonas temos 350 atuando lá. E a nossa mídia defende a atuação delas. Por quê? Não é estranho?

  22. Luciano,
    É possível que traição seja a palavra mais adequada para qualificar as ações do senhor FHC e sua turma na entrega do patrimônio público brasileiro, incluindo a exploração de seus potenciais industriais e econômicos! A propósito — ontem li uma matéria em que ele, o senhor Cardoso, dizia que o Lula é hegemônico, porque tem o hábito de trazer tudo para si, ou seja, o Lula quer ter controle de tudo! Meu amigo, não é que ele tem razão! O hábito do Lula de manter o que é do Brasil no Brasil é realmente bem diferente de dar, vender, doar tudo e levar tudo para os outros, e/ou passar o controle de tudo para ou outros! O ex-presidente Lula é realmente hegemônico. Ele é o contrário! E o contrário de hegemônico, acredite, é quele que: tem o hábito de acatar, submeter-se, sujeitar-se, ser dependente, subordinado, inferior, e por último subalterno. Tudo o que o senhor FHC sempre foi e continua a ser com toda a sua choldra!
    Tenha uma ótima semana!
    Abraço
    Maria Antônia

  23. Eduardo, o PT está agindo para que o assunto mal resolvido dos aeroportos continue na mídia. O núcleo jurídico da campanha também agirá contra a Empirius, pela propaganda irregular. Então queria saber se você também compartilha da impressão de que a campanha este ano será mais incisiva e pró-ativa, diferentemente do que ocorreu em 2010. Lembro claramente que ficávamos aqui discutindo o que deveria ser dito, enquanto a campanha deixava tranquilamente que a eleição fosse levada ao segundo turno. Este ano parece diferente. Concordas?

  24. Opa!!! Cadê PGR JANOT….o BANESPA foi privatizado com dinheiro do cofre publico através do PROER 50 bilhoes de dolares INJETADO antes da venda para o SANTANDER por 7 bilhoes ??? O Veloso e o Gilmar Mendes participaram desta roubaria, junto com FHC, SERRA, seu cunhado e toda a turminha do mal do PSDB??? E AGORA JANOT, vai investigar isto…..que custou milhares de empregos de brasileiros e desvio de dinheiro publico!!!!

  25. Caramba! Você eliminou o que já tinha publicado, George Orwell?

    • Eu havia questionado o fato da Sensus também dar empate no segundo turno. Sensus que era tratada como um instituto independente e confiável em 2010. E vc. Respondeu que agora não é mais, pois trabalha para Aécio. Daí retruquei que, por essa lógica, o Ibope que trabalha para o governo também não é confiável.
      Você apagou esses comentários? Sério que fez isso? Até agora pensava estar em um ambiente democrático. De discussões de idéias. Mas vejo que o autoritarismo impera. Ou a manipulação. É assim que isso funciona? Estamos perdidos…

  26. Essa campanha sórdida de consultorias econômicas, bancos, junto com a grande imprensa, o PIG, e a oposição, contra a reeleição de Dilma Rouseff, nos dará mais munição para que, em caso de derrota do PT nas urnas, entremos com representação junto aos órgãos competentes, sejam eles nacionais como o STF, ou até a Corte Internacional, para que essas eleições sejam anuladas, pois a vitória da oposição não terá sido legítima.

    • Então pode preparar a representação amigo. E se não der certo no STF, OEA, Tribunal de Haia, Corte Internacional, Tribunal Bolivariano, ou o que o valha, restará ainda ao governo do PT recorrer ao exército brasileiro!!!

  27. SATÃDER TENTA
    LOBOTOMIZAR O BRASIL
    Trata-se do banco do Opus Dei

    O Conversa Afiada reproduz irretocável artigo do Saul Leblon, na Carta Maior:

    O SANTANDER E A LOBOTOMIA DE UMA NAÇÃO

    Os bancos são os grandes provedores de conteúdo da rede Brasil aos cacos. Eles dão a corda, o jornalismo econômico dá o nó, o país entra com o pescoço.

    O banco Santander, informa a ‘Folha’, anexou aos extratos enviados a sua clientela de elite, o segmento ‘Select’, uma avaliação de natureza político eleitoral.

    Caso Dilma se consolide na dianteira das intenções de voto, adverte o maior banco estrangeiro em operação no país, ações devem cair, os juros vão subir , o chão se esfarelar…

    Em linguagem cifrada, ‘não deixe que isso aconteça: vote Aécio’.

    Transformar extratos bancários em palanque da guerra das expectativas deve ser inclusive ilegal. O Ministério Público Eleitoral poderá dizê-lo.

    O descabido, porém, não constitui anomalia no cenário brasileiro.

    Os bancos são os grandes provedores de conteúdo da rede ’Brasil aos cacos’.

    Eles dão a corda, o jornalismo econômico dá o nó, o país entra com o pescoço.

    Gente treinada e bem remunerada, quadros de elite –não raro egressos do Banco Central no governo do PSDB, encontram-se disponíveis para somar forças com o bravo jornalismo de economia na missão de esgoelar o Brasil.

    Um bunker tucano, como o Itaú, hoje uma espécie de Banco Central paralelo, figura como um dos grandes provedores de conteúdo do noticiário econômico.
    O recado é sempre o mesmo: não há futuro para o Brasil se a urna sancionar um segundo ciclo do ‘intervencionismo’.

    Quando as estatísticas teimam –como agora que a inflação desaba, o apagão se esvai, os juros futuros recuam e o pleno emprego resiste— recorre-se ao talento do jornalismo adversativo.

    O varejo, por exemplo, quando cai é uma ‘tendência preocupante’; se sobe, ‘recuperou, mas é pontual’ .

    Resultado bom ‘surpreende o mercado’. O inverso ‘veio em linha com as expectativas de deterioração do quadro econômico’.

    É infernal.

    A experiência brasileira sugere que não há ingrediente mais precioso na luta pelo desenvolvimento do que abrir espaço ao discernimento crítico da sociedade contra o monólogo da desinformação.

    Sem isso, prevalecem interesses que se beneficiam do incentivo à amnésia histórica.

    Um exemplo?

    A origem da tão propalada crise de confiança atribuída ao ‘intervencionismo estatal’.

    Aqui e em todo o planeta sua principal fonte, na verdade, foi a intermitente eclosão de colapsos financeiros, a partir dos anos 70, quando a mobilidade dos capitais ficou livre do controle estatal que a banca ainda acha excessivo no Brasil.

    Uma a uma, foram desativadas as comportas erguidas a partir de 1929 para disciplinar a natureza intrinsecamente autofágica e desestabilizadora do capitalismo financeiro.

    Bill Clinton, em 1999, consumou o arrombamento iniciado por Tatcher e Reagan nos anos 80.

    Ao revogar a lei Glass Steagall, o democrata eliminou a distinção entre bancos comerciais e de investimento –estes últimos só podiam arriscar com capital próprio lastreado em reservas.

    Isso acabou.

    Rompida a barreira, as águas se misturaram –e o risco se diluiu.

    O dinheiro fácil, barato, mas de curto prazo, jorrou no vertedouro da especulação engordando-a , ao mesmo tempo em que encurtava seus ciclos.

    Como num cassino, o fastígio das primeiras rodadas parecia eterno.

    Dessa crença brotaram os créditos ‘ninja’, concedidos a tomadores sem renda, sem emprego e sem garantias.

    O chute no escuro empurrou todos os jogadores ao buraco negro das subprimes, em 2008.

    O Santander foi, na Espanha, um dos titãs da ciranda que legou ao país o maior encalhe de imóveis do mundo e um desemprego só inferior ao grego.

    Em 2011, atolado em hipotecas micadas, jogou a toalha: anunciou uma moratória de três anos sobre o principal, em troca de receber pelo menos o juro dos mutuários espanhóis empobrecidos.

    Em 2012, quando a corda apertava seu pescoço na Europa, o presidente do banco, Emilio Botín, aterrissou no Brasil.

    Disse que o país era a sua ‘maior prioridade no mundo’: daqui saíam 30% do lucro global do grupo.

    Em setembro de 2013, estava de volta.

    Depois de reunir-se com a Presidenta Dilma Rousseff, anunciou: ‘Queremos participar ativamente do milionário Plano de Aceleração do Crescimento e financiar uns US$ 10 bilhões em projetos de infraestrutura . O Brasil tem se consolidado como uma grande potencia regional e global, com instituições sólidas e um sistema financeiro muito consolidado’ (EL País; 13/09/2013).

    Dez meses depois resolveu lançar extratos bancários consorciados a panfletos eleitorais contra o ‘risco Dilma’.

    A memória curta do Santander em relação ao país está em linha com a memória curta da mídia conservadora em relação à origem ‘da crise de confiança’ cujo fato gerador não apenas persiste , como ensaia um novo pico explosivo.

    Fatos.

    Dos mais de US$ 25 trilhões despejados no sistema financeiro dos EUA desde 2009, para mitigar o caixa rentista, apenas 1% ou 2%, no máximo, chegaram aos lares assalariados, na forma de crédito e financiamento.

    O que avulta, ao contrário, é uma explosão irracional dos preços da papelaria financeira sem lastro na riqueza real –a mesma doença pré-2008:

    Na zona do euro, onde o Santander é a maior instituição bancária, a desproporção entre a valorização dos ativos (títulos, ações etc) e a curva do emprego e do consumo, replica a dança na boca do vulcão.

    Estima-se que nos EUA grandes corporações tenham uns US$ 7 trilhões queimando em caixa. Liquidez ociosa à procura de fatias da riqueza real para uma transfusão de lastro.

    Com a economia internacional flertando com a estagnação há seis anos, novas bolhas especulativas engordam no caldeirão.

    A Facebook, por exemplo, acaba de pagar US$ 19 bilhões (8% de seu próprio valor) por uma startup, a WhatsApp.

    Para que o negócio justifique o preço terá que duplicar sua base de usuários para 1 bilhão.

    Com o dinheiro barato irrigado pelo Fed, grandes corporações norte-americanas tomam recursos a juro negativo para recomprar as próprias ações.

    O artifício permite bombar balanços sem incrementar a produção.

    Estima-se que mais de US$ 750 bilhões de dólares foram utilizados nessas operações em 2013.

    Outra evidência da fuga para frente do capital fictício é a súbita procura por bônus de economias reconhecidamente cambaleantes.

    Casos da Grécia, Espanha e Portugal, por exemplo.

    Os lanterninhas do euro lançaram emissões no mercado financeiro este ano e conseguiram captar bilhões a juros baixíssimos.

    Rincões cada vez mais improváveis faíscam aos olhos da sofreguidão especulativa.

    A última ‘descoberta’, a África, vê pousar fundos primos dos abutres que acossam a Argentina. Tão aventureiros quanto, compram emissões de Estados acuados por guerras e conflitos étnicos.

    A ideia é receber pelo menos uma parte da remuneração indexada a juros cinco a seis vezes acima do custo de captação nos EUA; depois cair fora.
    É nesse ambiente camarada que o Santander resolveu reforçar a lobotomia em curso no imaginário brasileiro.

    Fomentar a crise de confiança é a pedra basilar de um mutirão eleitoral para escancarar as comportas que permitam ao capital ocioso avançar por aqui, como se o país fosse um banco de sangue complacente à transfusão requerida pela especulação global.

    Estamos falando de um alvo de cobiça com população equivalente a dos EUA nos anos 70. E uma renda pouco superior a 1/3 daquela dos norte-americanos nos anos 30.

    Com uma distinção não negligenciável: a distribuição no caso brasileiro é melhor que a dos EUA então, atropelado por uma taxa de desemprego que chegou a 27% em 1937.

    O Brasil vive perto do pleno emprego; tem população predominante em idade produtiva; um potencial de demanda ainda não atendida e recursos estratégicos abundantes, a exemplo do pré-sal.

    Nada sugere que estamos diante dos ingredientes de um fracasso, como aquele vaticinado dia e noite pela rede ‘Brasil aos cacos’.

    A curetagem conservadora, porém, pode anular a alma de uma nação — se conseguir convencê-la a rastejar por debaixo de suas possibilidades históricas.

  28. Por isso que o povão prefere os bancos públicos e os ricos preferem os bancos privados: O povão não tem nada a esconder.

  29. É por causa dessa lei que o Santander está passando apertado !!!
    O funcionamento de Bancos estrangeiros no país depende de decreto da Presidencia da República !!!

    ————————————————————————————————————————————————–
    http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l4595.htm

    LEI Nº 4595 DE 31 DE DEZEMBRO DE 1964

    […]

    Art. 18. As instituições financeiras somente poderão funcionar no País mediante prévia autorização do Banco Central da República do Brasil ou decreto do Poder Executivo, quando forem estrangeiras.
    ————————————————————————————————————————————————–

    Por isso o Santander está com o rabinho entre as pernas….kkk

  30. Você tem razão, Eduardo, quando se preocupa com a Dilma ainda tentar agradar os rentistas, parece que não aprende, caiu na armadilha do maior instrumento de concentração de renda inventado, a taxa SELIC. Transfere renda e ainda prejudica a economia, fazendo o jogo da Direita rentista.

  31. ♫ Como eu era freguês do Unibanco, virei freguês do Itaúúú a contragosto, “manu militare”. O atendimento é uma bosta, aqui em Guarujá, e só não fecho minha conta por causa dos meus investimentos; não haveria jeito de escapar do IOF. Isso sem falar do meu prazer em “tirar um dinheirinho” das mãos do Itaúúú, que patrocina camarote para riquinhos que vaiam a Dilma e se vendem para continuarem “famosos”. Famosos para quem? Só se for para os babacas que lêm Caras e Vesga e vivem pendurados nos cartões de crédito que aceitaram, crentes que são “os tais”. Tenho ódio dessa gente que abre uma carteira abarrotada de cartões quando vai pagar um sanduíche, para mostrar que são importantes. E são mesmo; são importantes para os agiotas que exploram a burrice dessa gente escrota (com perdão da palavra chula)…

  32. Já há uma campanha no twitter contra o Satãder:

    #ForaSantander

  33. Edu, não são só os banqueiros que são “um caso perdido”; o tal do Ramanelli é um que poderia se enquadrar na mesma situação. E o pior é que o cara insiste em sobrevoar por aqui e postar seus comentários. O tal do Nigro é outro! Não sei o que eles pretendem, porém vejo algo bom nisso, se figuras desse naipe vem despejar bílis por aqui, é porque este Blog incomoda demais os “reaça”! Parabéns Edu, e vamos em frente! Abraços.

  34. os minerádas

    As tralhas e os avioes abarrotados
    que da agraria terra gran tucana
    em baphómetrus nunca dantes assuprados
    passárao muyto allem da força humanna…
    que em abrigose e airoportus asphaltados
    muyto máes que prometia a escassa granna
    entre tam remotas gentes faturárão
    novo reyno que tanto esculhambárao””

  35. ♫ A segunda foto retrata o encontro entre a Maga Patalógica e a Madame Mim…

  36. Caro presidente Lula, passei a votar no PT desde quando começou, ficava triste porque não havia um candidato a governador no estado pelo PT, mudei-me de estado, com o meu voto e de milhares de outras pessoas, elegemos e reelegemos um prefeito do PT, e mais tarde, o elegemos e reelegemos governador, admirava esse politico do PT, quando ele era deputado federal, acompanhava seu trabalho pelo programa “A VOZ DO BRASIL”, porem caro presidente Lula e Dilma, estou um pouco decepcionado com vocês dois, que os trabalhadores tiveram ganhos significativos, principalmente os que ganham o salario mínimo, porem, os aposentados que ganham acima do salario mínimo, ano a ano, veem os valores da sua “PARCA” aposentadoria “MINGUAR”, a cada ano, mais de 200 mil aposentados que ganhavam acima do salario mínimo, passam a ganhar apenas um salario mínimo, e a tendência é a previdência social (INSS), pagar apenas 01 salario mínimo aos aposentados, quando trabalhava, cheguei a contribuir com 20 salários mínimos, depois de alguns anos reduziram o teto para 10 salários mínimos, e no “DESGOVERNO DO FHC” reduziu mais ainda, para pouco mais de 05 salários mínimos, e o “SACO DE MALDADE” – fator previdenciário, alteração no calculo do beneficio de 36 ultimas contribuições para a 80 maiores, idade mínima, completou o “CIRCO DE HORRORES” para com os trabalhadores do “REGIME CELETISTA”, quando se aposentasse, esse SACO DE BONDADE” não existe para os funcionários públicos do “REGIME ESTATUTARIO”, estes não tem “PERDAS ALGUMA QUANDO SE APOSENTAM, GAMHAM O SALARIO INTEGRAL, ALGUNS ATÉ AUMENTA O VALOR DO BENEFICIO”, o presidente Lula, afirmou que iria “ACABAR” com o famigerado “FATOR PREVIDENCIARIO” que “REDUZ O BENEFICIO DO APOSENTADO EM 40%”, e já se passaram 11 anos e 6 meses, e nem o Lula, e nem a presidenta Dilma, “EXTINGIU” o fator previdenciário, o que me deixa mais triste, é o “ENORME PRIVILEGIO” que estará dando aos “CLUBES”, um “PERDÃO DE QUASE 4 BILHÕES DE REAIS”, fruto de “SONEGAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA, FGTS E CONTRIBUIÇÃO DA PREVIDENCIA SOCIAL – INSS”, e nós aposentados do INSS, como sempre” PAGAMOS O PATO”, ou seja, “A CONTA”, quando da “REFORMA DA PREVIDENCIA DOS FUNCIONARIOS PUBLICOS FEDERAIS”, nenhuma da lei aprovada atingiu os funcionários que já estavam no sistema, e só atingiria os que ingressassem no serviço publico, após a assinatura da lei, “NÃO FOI ISSO QUE ACONTCEU NA REFORMA DA PREVIDENCIA SOCIAL (INSS) DOS TRABALHADORES DO REGIME CELETISTA, A LEI ATINGIU OS QUE JÁ ESTAVAM NO SISTEMA”, o que é totalmente “INCONSTITUCIONAL”, um próprio advogado da previdência social (INSS), afirmou isso em uma audiência publica no senado federal, quando se discutia um projeto do senador Paulo Paim, sobre a “EXTINÇÃO DO FATOR PREVIDENCIARIO”, e cadê o Poder Judiciario, que não “CORRIGE ESSA INJUSTIÇA”, a esperança enfim acabou, nem Lula e nem Dilma, infelizmente fará coisa alguma pelos “INJUSTIÇADOS APOSENTADOS DO INSS QUE GANHA PARCO BENEFICIO ACIMA DE 01 SALARIO MINIMO”.

  37. O falecido escritor gaúcho MOACYR SCLIAR tinha uma coleção de nomes que condicionam o destino da pessoa. Por exemplo: Gen. Guerra; Dr. Pinto, o urologista; e assim por diante. No caso, o sobrenome do dito cujo já indica seu proceder: BOTIN. Em português “botim” é o produto do saque feito pelos vencedores numa guerra ou assalto… ou seja, o sujeito se dedica a saquear, arrasar países ou mercados…

  38. Mais um que entra na campanha dos tucanos para tocar o terror . Alô correntistas do Santãnder ,transfiram suas contas para um banco público . Pela proximidade com minha residência mantive minha conta nesse banco,que será fechada na próxima semana.

Trackbacks

  1. Quantos votos têm os banqueiros? | Santa Luzia Empresas | Guia comercial da Cidade
  2. Quantos votos têm os banqueiros? | Altamiro Borges

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.