Abertura da Copa encanta o mundo, apesar das críticas no Brasil

No dia 13 de junho último, o jornal Agora, do grupo Folha, estampou manchete sobre a abertura da Copa de 2014, em São Paulo, na Arena Corinthians, ocorrida no dia anterior: “Abertura da Copa do Mundo tem festa Mixuruca”. Confira, abaixo, a matéria.

Como sempre, a grande imprensa brasileira é monocórdica – todos os veículos e “analistas” acabam disparando sempre as mesmas opiniões. A cobertura dessa imprensa sobre a festa de abertura da Copa de 2014 seguiu essa premissa.

Pouco ou nada se viu em nossa imprensa, porém, sobre o que disseram no exterior sobre o assunto. Todavia, Gabriela Guimarães, a filha do blogueiro que reside em Sydney, Austrália, há quase seis anos, onde estuda e trabalha, pode nos ajudar nessa questão.

Gabi enviou vídeo de um programa da tevê australiana sobre a abertura da Copa. Infelizmente, porém, o áudio do vídeo ficou prejudicado e o Blog não teve como transcrever a locução.

O relato de Gabriela revela que, à diferença dos brasileiros, na Austrália e na Europa as reações à abertura da Copa de 2014 foram diferentes. Abaixo, o vídeo gravado por Gabriela.

 

 

Segundo a “correspondente” honorária do Blog, os australianos e veículos da imprensa europeia entenderam de forma diametralmente diferente a abertura da Copa. Esperavam estereótipos sobre o Brasil, com mulatas seminuas e tom carnavalesco, mas o que viram os encantou.

A imprensa estrangeira apreciou a simplicidade e a originalidade da festa, considerando-a diferente de tudo que se viu em Copas anteriores. Em muitos veículos da imprensa estrangeira o tom da cobertura foi o de que, muitas vezes, menos é mais…

A simplicidade e a modéstia são demonstrações de elegância. O Brasil mostrou ao mundo que não depende de estereótipos para organizar uma bela comemoração. Menos para nossa elite brega, para a qual o exagero e a opulência são sinônimos de “bom gosto”.

*

PS: um novo vídeo, agora com áudio e transcrição em português, ainda será apresentado aos leitores.

Tags: , , , ,

113 Comentário

  1. O maior elogio foi feito ao tempo do show… acabou logo.

  2. Caro Eduardo,

    Sinto discordar da sua apreciação, mas o que se viu na imprensa estrangeira foi a opinião quase unânime de que a abertura foi confusa, sem graça e sem originalidade.

    Se você gostou, ótimo! Mas que necessidade é essa de buscar aprovação de fora? A imprensa estrangeira é melhor que a nacional? É mais ideologicamente correta ou imparcial?

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.