Vox Populi x Ibope: 2014 pode ter nova guerra entre pesquisas

Há quatro anos, nesta mesma época do ano os institutos de pesquisa Datafolha, Ibope, Sensus e Vox Populi dividiram-se em dois grupos distintos, um composto pelos dois primeiros institutos citados e o outro, pelos dois últimos. Esses grupos travaram uma guerra estatística.

Vejamos como estava a corrida pela sucessão presidencial em cada instituto no período de abril a maio de 2010.

O Vox Populi divulgou pesquisa do período de 30 a 31 de março. Nessa pesquisa, Dilma e Serra estavam tecnicamente empatados – ela aparecia com 31%, o tucano com 34% e Marina com 8%. Como a margem de erro da pesquisa era de 2 pontos, Dilma poderia ter 33% e Serra, 31%

O instituto Sensus divulgou pesquisa do período de 5 a 9 de abril de 2010. Dilma apareceu com 34% das intenções de voto, José Serra com 36,8% e Marina Silva com 10,6%. Estavam tecnicamente empatados.

O Ibope divulgou pesquisa do período de 13 a 18 de abril. Dilma tinha 32%, Serra 40% e Marina       9%.

O Datafolha divulgou pesquisa do período de 15 a 16 de abril. Dilma tinha 29%, Serra 40% e Marina 11%.  Nesse instituto, Serra tinha incríveis 11 pontos de vantagem sobre a principal adversária em um momento em que, depois se soube, ela o estava ultrapassando.

Em 14 de maio de 2010, o jornal Folha de São Paulo atacou a pesquisa Sensus dizendo que ela detectara Serra e Dilma praticamente empatados porque apresentara questionário que “esquentava” o entrevistado, ou seja, que fazia perguntas antes de perguntar em quem o entrevistado iria votar que induziam a sua resposta.

Abaixo, reportagem da Folha que atacava o instituto concorrente do seu.

Entre abril e maio de 2010, os institutos de pesquisa dividiram-se entre os que diziam que Dilma e Serra estavam empatados e os que diziam que o tucano mantinha a dianteira. Essa polêmica só chegou ao fim após a ONG Movimento dos Sem Mídia, no dia 12 de maio, ter conseguido que a Polícia Federal abrisse inquérito para investigar os quatro institutos de pesquisa.

Abaixo, reportagem do portal IG sobre o caso.

Após a abertura do inquérito, a pesquisa seguinte do Datafolha finalmente convergiu para os números dos institutos Vox Populi e Sensus, que mostravam Dilma empatada ou tecnicamente empatada com Serra.

Em pesquisa no período de 10 a 14 de maio de 2010, o Sensus mostrou Dilma com 37%, Serra com 37,8% e Marina com 8%.

Em pesquisa no período de 20 a 21 de maio, agora com investigação sobre pesquisas correndo na Polícia Federal, o Datafolha detectou Dilma com 36%, Serra com 36% e Marina com  10%.

Em 31 de maio, o Ibope também convergiu para o Sensus e o Vox Populi e mostrou Dilma empatada com Serra, ambos com 37%, e Marina com 9%.

O instituto Sensus, após a acusação da Folha, só voltaria a publicar pesquisa sobre o período de 31 julho a 2 agosto. Agora, Dilma já tinha 10 pontos de dianteira sobre Serra, com 41,6%, enquanto ele pontuava  31,65% e Marina, 8,55%.

O período de abril e maio de 2010 foi crucial para a última campanha eleitoral a presidente da República porque ali estava ocorrendo um processo de definição dos votos do eleitorado, de posicionamento desse eleitorado.

Em cerca de um mês, Serra perdeu toda a vantagem que tinha sobre Dilma, mas uma suposta falsificação de pesquisas poderia ter mudado essa história.

O sociólogo Carlos Alberto de Almeida publicou um trabalho acadêmico em livro sob o título “A Cabeça do eleitor” (Editora Record). Com base em estudo de 150 eleições, ele detectou o poder que as pesquisas eleitorais têm sobre as pessoas.

A teoria de Almeida sobre “a opinião dos outros” mostra que dianteira nas pesquisas pode carrear votos para um candidato. As pessoas tenderiam a apostar em quem tem mais chance de vencer.

Eis que, em 2010, a contraposição de Sensus e Vox Populi a Datafolha e Ibope, aliada à representação do Movimento dos Sem Mídia ao Ministério Público Federal que fez a PF abrir uma investigação, pode ter feito Datafolha e Ibope convergirem para Sensus e Vox Populi, mudando a história daquela eleição.

Nesse contexto, na semana que passou duas pesquisas eleitorais, apesar de apresentarem resultados parecidos, sugerem que a guerra entre pesquisas de 2010 pode ter uma reedição nas próximas semanas.

Na última quarta-feira (16), o instituto Vox Populi divulgou pesquisa que mostra Dilma em situação muito mais confortável do que neste período de 2010. Com 40% das intenções de voto, tem quase o dobro dos 26% dos adversários somados. Seria reeleita em primeiro turno, se a eleição fosse hoje.

Na quinta-feira (17), o instituto Ibope divulga pesquisa que poderia ser praticamente idêntica, pois os adversários de Dilma, somados, têm os mesmos 26% que no Vox Populi, mas a presidente aparece com 37%, com três pontos a menos que no mesmíssimo Vox Populi.

O que é estranho, portanto, é o Ibope e o Vox Populi apurarem exatamente os mesmos percentuais de intenção de voto para os adversários de Dilma, mas divergirem sobre o percentual dela. Ou alguém está aumentando artificialmente o percentual de Dilma ou está reduzindo…

A história recente (2010) sugere que, em 2010, o Vox Populi e o Sensus previram antes de Datafolha e Ibope a ultrapassagem de Serra por Dilma, mas mostra que o Datafolha foi o único que detectou que a eleição iria para o segundo turno.

Contudo, o “erro” de Vox Populi, Sensus e Ibope sobre ter ou não segundo turno em 2010 se deu por conta de uma diferença infinitesimal de votos que postergou por mais algum tempo a quase inevitável primeira eleição de Dilma, enquanto que, ao longo de abril, o Datafolha e o Ibope chegaram a dar uma vantagem de até 12 pontos para Serra sobre Dilma em um momento em que ela estava passando por ele como um foguete…

O PT precisa estar muito atento ao uso de pesquisas nas próximas semanas. E não basta ter as suas pesquisas internas. As pesquisas dos grandes institutos, que ganham grande publicidade, podem ser usadas para induzir o eleitorado, para criar aquela sensação de “virada” dos adversários de Dilma. Se não houver contraponto público, a coisa pode complicar.

Não me surpreenderia se Datafolha e Ibope aparecerem, logo mais, mostrando uma “reação” de Aécio e Eduardo Campos contra Dilma. Se esses institutos “de oposição” repetirem o que fizeram em 2010 e não houver contraponto como naquele ano, podem induzir o eleitorado.

O PT não pode cochilar. O potencial de indução de voto das pesquisas é um fenômeno muito concreto. Se ficar dormindo quando as pesquisas começarem a ser usadas para valer para influir na cabeça do eleitor, poderá acordar só quando o efeito dominó for irreversível.

Tags: , , , , , , ,

103 Comentário

  1. Os caras estão sempre ligando, para minha casa, para saber a minha opinião. Mas agora, não estou dando moleza, não estou respondendo as pesquisas, estou esperando liberar os meus projetos enviados e engavetados.

    • Para ser justo o Ibope deste o ano 2000, já ligou várias vezes, o Datafolha já ligou umas 3 vezes e o Vox só uma.

      • Antes que me chamem de puxa saco do Ibope, no Blog Parabólica na TV, que fala sobre os bastidores da TV, sempre briguei por um concorrente ao Ibope, que vai ser um instituto alemão. Pois sou contra o monopólio. Acho que quanto mais concorrentes, é melhor para o povoe, e para a verdade,

      • A pesquisa é feita apenas entre os eleitores que possuem telefone fixo em casa é conhecida como “tracking” e muito embora seja tradicionalmente empregada pelas equipes de marketing dos candidatos e por instituições financeiras, não é divulgada pela mídia porque não representa o universo dos eleitores do país.
        Ou seja:
        A pesquisa eleitoral necessariamente tem que ser feita nas ruas.
        Cappice?

        • Então por que os candidatos, querem saber a minha humilde opinião? Essa, se não liberarem os meus projetos, como no passado, não vão saber! Tu é um cara inteligente, e sabe que quando alguém cria algo interessante para o mundo, ou faz alguma merda na internet o governo, fica de olho e vai atrás.

  2. O Nassif na eleição passada apontou uma caraterística do Datafolha que obviamente é anti-ético, ou ilegal. Eles manipulam os números bem antes da eleição para depois irem se ajustando ao verdadeiro cenário. Isso segundo ele tem como objetivo não desestimular os doadores de campanha. O Ibope também, mas menos.
    Sendo que Nassif já foi editor da Folha deve saber o que fala.
    Agora me parece que um novo fator entrou na jogada. Especulação na bolsa, envolvendo a Petrobrás principalmente, através do tal site Infomoney.
    De qualquer forma, Edu, acredito que o cenário é esse mesmo. Dilma na frente com no mínimo 37 e máximo de 40 e poucos e os dois opositores empacados. O preocupante é o descontentamento da maioria das pessoas com a democracia representativa. Obra à quatro mãos, pig e Judiciário.

  3. Ta batendo o desespero

  4. Essa pesquisa do IBOPE é fajuta e está fácil provar.

    Tem um ponto fora da curva na pesquisa que a denuncia.

    Denise Abreu (PEN), “a charuteira” com 1% está pra lá de suspeito. O que é PEN?

    Pra se ter uma ideia do quanto essa candidatura da charuteira é uma excrescência, na pesquisa Vox Populi essa mulher, sequer foi sondada, então, como pode ser presidenciável com 1% no IBOPE?

    • Montenegro na Veja vaticinou: Lula não fará seu sucessor:
      http://veja.abril.com.br/260809/lula-nao-fara-sucessor-p-072.shtml
      Carlos Augusto Montenegro é um dos mais experientes analistas do cenário político nacional. Presidente do Ibope, empresa que virou sinônimo de pesquisa de opinião pública no Brasil, ele acompanhou com lupa todas as eleições realizadas no país desde a volta à democracia, em 1985.

      • Caro Amigo Anac…

        Além de todo esse cabedal, o IBOPE – Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística é também uma conceituadíssima empresa pública brasileira.

        Segundo o douto ex-ministro do STF, Ayres Brito, o fato de uma empresa ter estampado em sua razão social a denominação “brasileiro” indica que esta só pode ser pública. No caso do IBOPE, que além de ter “brasileiro” também tem a palavra “pública”, em seu nome, a teoria “Ayresbriteana” se confirma e com louvor.

        Disso podemos depreender que não é por mero acaso que no exterior nossas bailarinas são mais conhecidas que nossos juristas e estatísticos.

      • ah, sim. a dilma foi eleita. meu, o cara é realmente muito bom…………pra globbobos….sempre pondo o ibope da globo lá em cima

        • Foi uma ironia Sandra.

        • Pooooxa! Como vocês entendem de análise de pesquisas, dados estatísticos e tudo mais. Acho que vou ficar por aqui. Aprendo mais que no mestrado.

          • Pois é. Desvio padrao, media, mediana, chi quadrado, teste T. Os caras são feras e fazem tudo de cabeça.

            Isso nas horas vagas.

  5. Acompanhei todo esse processo, inclusive pelo seu blog, Eduardo, que nos serve de fonte diária de informação. Mas observo que o total de votos em Marina Silva ficou muito acima do previsto em tais pesquisas. Atribuo a expressiva votação na candidata Marina à massiva desqualificação da Dilma.
    Muitos eleitores, adversos à catástrofe serrista, desviaram seus votos, já que não desejavam votar nulo.

  6. Eduardo tem mais um agravante, a Globo não mostrou no jornal hoje e jornal nacional, a pesquisa de intenção de votos, que mostra que a Dilma ganharia no primeiro turno, seguida por brancos e nulos, em terceiro lugar o Abominável Aébrio das Neves, em quarto o não sei e em quinto o Dudu. Só mostrou as avaliações da Presidenta Dilma e do Governo, onde os que desaprovam o governo apresentou números maiores que o que aprovam. Aliás se não me engano também não mostrou na anterior. Estratégia? pode isso? só mostra o que interessa, e a campanha negativa vai se intensificando e ficando no inconsciente da população. Preocupante essa nova tática.

  7. Acho que o principal problema é nós darmos muita relevância aos institutos de pesquisa.
    São organizações privadas que trabalham para quem pagar, ou seja, para os mais ricos/fortes.
    Eles têm duas possibilidades: fazer a pesquisa manipulando os dados ou a amostragem ou, uma segunda opção, forjar na caruda.
    Se der errado, os argumentos estão na ponta da língua: foi uma foto daquele momento; “metodologias” distintas, margens de erro, etc.
    Não se iludam, a tática dos ricos passa por todas as possibilidades para derrotar quem eles não querem/gostam (no momento, o “diabo” é o pt).
    De maneira que é bem possível que existe sim, entre outras possibilidades, de forjar pesquisas na caruda.
    Só acho que o trabalho dos institutos de pesquisa não será dos mais fáceis. Carregar dois bags (Dudu e Aessim) bem pesados.
    Ao Edu, parabéns, cabe denunciar de maneira bem didática como faz aqui.

    • Paulo Henrique…

      Você diz que, “Não se iludam, a tática dos ricos passa por todas as possibilidades para derrotar quem eles não querem/gostam (no momento, o “diabo” é o pt)”

      Mas quando o PT não foi o diabo para os ricos? Só se foi antes de 1980 quando ainda não existia o partido de Lula.

      Ademais, dizer que os institutos de pesquisas pendem para quem lhes paga é muito simplismo, se isto fosse verdade bastaria ao interessado pagar a pesquisa para auferir algum suposto lucro.

      O Datafolha pertence à Folha de São Paulo que é conservadora, já o Ibope tem ligações profundas com a Rede Globo que é também reacionária, quem acreditaria que esses institutos fraudariam pesquisas para o Governo Federal que é progressista?

      Abraço, Paulo.

    • Temos sim que estarmos de olho nas pesquisas, elas influem e muito na eleição.

  8. As esquerdas brasileiras, precisam criar uma campanha bem elaborada, mesmo que não dê resultados, mas DIVULGAR EM letra garrafais a insatisfação em ver um governo PAGANDO propaganda em órgãos de imprensa que literalmente pratica crime de informação. Vocês não fazem nada, são passivos a isto tudo, a Veja recebe anúncios prá ser esta picaretagem, isto tem que haver manifestação clara contra, não é o “controle midiático” que serve de proteção a eles para esta prática criminosa. É uma roupagem que vestem para praticarem crimes…

  9. Edu
    Foi bom você ter alertado, pois parece-me que o PT está não muito às tramoias do PIG.

  10. Em 2010, embora ouve pequenas diferenças, todas as pesquisas mostravam uma tendência a de queda do candidato Serra, essa tendência se mostrou com a vitória da Dilma

    Em 2014, existe uma tendência de queda da presidente, é visível que o povo está muito mais descontente com o governo, do que a 4 ano atrás. Resta saber, se as oposições vão captar os votos dos descontentes com o governo. Aguardemos!!!

    • Zé Renato, tá entrando na pilha do PIG, meu fíii ?? O povo tá descontente com o pleno emprego ? Com a redução dos juros bancários IMPOSTA por Dilma ? Com a diminuição do valor nas contas de energia elétrica ? Com os 75% dos royalties do Petróleo destinados à Educação ? O povo tá descontente, Zé ?

      • Cervantes…

        Você tá enganado com o Zé Renato.

        Ele não tá entrando em nenhuma pilha do PIG. Esse aí é reaça de carteirinha e/ou de holerite.

      • Pleno emprego??? Que mundo tu vive Cervantes? Juros bancários voltaram a subir, e esse foi um dos maiores erros da presidente Dilma, pois achando que baixava a SELIC quando quisesse, esqueceu da inflação, e essa inflação vai ter seu pico próximo à eleição.

        Conta de energia? Outro tiro no pé da Dilma, arrasou com as concessionárias, agora vai ter que aumentar a energia para as concessionárias não quebrarem de vez. Sobre os royalties você tem razão, mas esse dinheiro chega sabe lá quando.

        Já falei várias vezes, se o PT não vier de Lula, ele perde a eleição!!!

        • Bobagem.Ninguém tira essa da Dilminha. A razão vai pesar. Brasileiro não mexe em time que está ganhando. O povo sabe como a vida melhorou. A molecad muito jovem não sabe, mas é pouca gente

          • ♫ Certíssimo, Edu. Todo fedelho que se tem na conta do bom das ondas é iconoclasta. Eu já fui assim e acho que você também. É uma reação inconsciente à insegurança que todos sentimos no fim da adolescência, quando começamos a sacar que o buraco é mais embaixo do que acreditávamos e a moleza oferecida pelo papai está acabando. Lógico que falo em termos gerais, de classe média e alta, porque há muitos garotos das classes menos favorecidas que são obrigados trabalhar desde cedo e contribuir para o orçamento, quando não constituir a única fonte de renda da família. Como toda generalização, a minha também não passa disso: um olhar a vol d’oiseau…
            Quanto ao tema central da matéria, creio que dificilmente teremos sequer um segundo turno, embora cautela e caldo de galinha não façam mal a ninguém.

  11. Mais uma pesquisa para vermos a Dilminha lá no alto…

  12. Me espanta que o Partido dos Trabalhadores e outras agremiações de esquerda aceitem passivamente tal situação em relação aos institutos de pesquisas, isso aliado a propaganda política disfarçada de notícia contra o governo tem um potencial destruidor de votos da Dilma. Todavia acredito estar havendo uma mudança em relação à forma que a maioria dos eleitores veem as pesquisas. O povo não mais é tangido como era antes, pois as informações de manipulação dos resultados das pesquisas já chegou ao conhecimento da boa parte daqueles que eram influenciados por elas. Mas nem por isso devemos deixar de nos preocupar, pois apesar de tudo ainda há uma parcela da população que ainda acredita em pesquisas e sequer sabem que os dados podem ser manipulados. Essas pessoas estão na faixa etária entre 55 a 65 anos, que compõe uma quantidade aproximada de 30 milhões de pessoas que podem decidir a eleição.

  13. Edu, concordo plenamente que devemos atenção às pesquisas, pois sabemos de seu poder desvirtuador. Inclusive, sugiro como item de uma futura reforma política que seja proibida a realização de pesquisas eleitorais por qualquer instituto, partido ou associação, a fim de evitar o induzimento daqueles que “não gostam”, “não se importam”, “odeiam política”, “vota pra não perder”, etc etc.

    Penso o seguinte com relação ao perigo deste ano: sem projetos (já que o Aécio quer conversar mas até agora não contou seus planos, e a Marina já vai pra cinco anos criticando sem contar os seus; apesar de todos nós sabermos quais são) a oposição e o conservadorismo se apoiarão novamente no Judiciário.

    Com Gilmar Mendes e Mello no TSE todo cuidado é pouco, além é claro de recursos ao nosso famigerado Supremo (???) Tribunal Federal.
    Por Deus termos este ano Dias Toffoli como Presidente do TSE; caso fosse Gilmar Mendes ou Marco Aurélio, Dilma não seria diplomada, levantando oportunidade para o golpe branco do Judiciário.

    De qualquer forma, voltando às pesquisas; muita atenção do PT (mesmo que for para contratar o Vox e publicar pesquisas em resposta ao Ibope, no estilo da resposta da ANEEL à Cemig), pois a bala de prata é justamente a pesquisa ou apuração.
    Dilma precisa ganhar ou passar para o segundo turno com certa diferença de votos para não dar oportunidade às malandragens da oposição, que poderia dizer que o pleito está sob suspeita. Basta lembrarmos do modus operandi nos países latinos: Venezuela, El Salvador, Honduras (outro golpe, desta vez na apuração). Logo que percebem a derrota, gritam para o mundo (EUA) que tudo não passou de armação.

    O conservadorismo é o mesmo em qualquer lugar, e de tão burro repete as práticas criminosas e traiçoeiras. Basta o PT enxergar, QUERER ENFRENTAR (quando veremos isso?), e trazer à tona as falcatruas da oposição, pois como diria Brizola: a informação é o antídoto contra o golpe.

  14. Já falo isso há tempos. O Pt, está subestimando a velha mídia e pode perder essa eleição. Não dá para se administrar esse pessoal pelo controle remoto. ALGUNS BLOGUEIROS PROGRESSISTAS, BEM ANTENADOS, JÁ PERCEBERAM ISSO…E ALGUNS JÁ DÃO A DERROTA COMO CERTA…Eu confesso que já tive convicção plena da reeleição de Dilma…Hoje confesso; que não mais…

  15. Se os institutos de pesquisas manipulam as intenções de voto em favor dos mais ricos/fortes, eles estão manipulando as intenções de voto em favor dos candidatos errados. Quem é mais rico/forte que os detentores do poder no governo federal? O governo federal fica com cerca de 70 % dos tributos arrecadados no país e possui as mais poderosas empresas estatais do país. Sabemos que dinheiro não é problema e fazer pagamentos por debaixo da mesa não é um problema ético para o petê!

  16. Prezado Eduardo:
    1. “Guerra é um ato de violência pelo qual pretendemos levar o adversário a render-se à nossa vontade”. Clausewitz, em Guerra – A Arte da Estratégia

    Há doze anos o povo brasileiro soube fazer sua escolha e tomou partido numa guerra entre governo popular com cunho nacionalista versus governo da elite com cunho entreguista.
    Nós, o povo, escolhemos um governo em que a tônica principal é a inclusão social, é a geração de maiores benefícios para a maioria da nossa população, é um basta à entrega das nossas riquezas a agentes estrangeiros que vêm aqui não para nos beneficiar e ter o seu lucro com o seu trabalho e com o capital que trazem de seus países, mas, simplesmente, para terem lucros com dinheiro que tomam emprestados ao BNDES, gerando poucos empregos e levando enormes lucros.

    “ o processo de desnacionalização da economia brasileira foi rápido, profundo e amplo a partir de 1995. Praticamente todos os setores econômicos foram atingidos por esse processo, ainda que o setor terciário e alguns ramos do setor secundário tenham sido particularmente pela presença do capital estrangeiro. No setor secundário, a evidência apresentada à mineração e à indústria de transformação. Nesta última foram selecionados os ramos industriais de autopeças e laticínios. No setor terciário a desnacionalização atingiu, sobretudo, o setor de bancos.” Reinaldo Gonçalves, em Globalização e Desnacionalização, Ed. Paz e Terra.
    Com o entreguismo do PSDB, a que eles eufemisticamente chamam desregulamentação da economia , vendemos a preço de banana no fim de feira empresas de setores de mineração, autopeças, bancos, laticínios, seguros, energia elétrica, telecomunicações.
    Entregando para o capital estrangeiro as nossas principais indústrias, ficamos vulneráveis externamente, diminuindo desse modo nossa capacidade de resistência a pressões.
    Como se não bastasse a desgraça que fizeram ao país nos 8 anos em que estiveram no governo, vem agora o candidato do PSDB dizer que se eleito tomará medidas impopulares.
    Após terem destruído uma boa parte da economia brasileira, estão agora querendo acabar com a PETROBRAS.

    2. Voltando a Clausewitz:

    “ o homem é levado à guerra por dois motivos: o instinto agressivo e o propósito hostil:
    A política demonstrada pelo PSDB, quando esteve na presidência da república, foi de inteira hostilidade ao povo brasileiro. Venderam a preço ínfimo o patrimônio nacional, fruto de nossos esforços e dos esforços daqueles que nos antecederam. Alem de perdermos o nosso patrimônio, aumentaram a dívida externa do Brasil e nos deixaram com pouco mais de 20 bilhões de reservas.
    Vejamos o que diz Greg Palast, em A Melhor Democracia que o Dinheiro Pode Comprar, Ed. Francis.
    “Quando era menino, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Robert Rubin, sonhava em ser presidente do Brasil. E em 1999 seu sonho se realizou. É claro que, como tem endereço em Washington e nacionalidade americana, Rubin conquistou o controle do Brasil da única maneira que podia: por intermédio de um golpe brilhante.
    Em outubro de 1998, o presidente nominal do Brasil, Fernando Henrique Cardoso, foi reeleito para o cargo por um único motivo: tinha estabilizado o valor da moeda brasileira e, portanto, contido a inflação. Na verdade, não tinha. O real brasileiro estava ridiculamente supervalorizado. Mas, com a aproximação das eleições, sua taxa de câmbio contra o dólar simplesmente desafiava a gravidade. Esse milagre levou Cardoso à linha de chegada com 54% dos votos.
    Mas não existem milagres.
    Quinze dias depois da posse de FHC, o real despencou e morreu. Seis meses depois da eleição, ele tinha aproximadamente a metade de seu valor no dia da eleição. A inflação está aumentando e a economia implodindo. A taxa de eleição de Cardoso, que se revelou um incompetente e uma farsa, caiu para 23% do eleitorado. Tarde demais. Ele já havia colocado a presidência no bolso.
    Quer dizer, mais ou menos. Não restava muito da presidência de Cardoso além do título. Todas as políticas importantes, do orçamento ao emprego são ditadas pelo FMI e seu órgão irmão, o Banco Mundial. E por trás deles, dando as cartas, estava o secretário do Tesouro, Rubin, que governou de fato como presidente do Brasil sem precisar perder uma única festa em Manhattan. Mas esse é o preço que Cardoso pagou pelos serviços de Rubin na campanha eleitoral. Pois foi o secretário do Tesouro quem, junto com o FMI, manteve a moeda brasileira alta.
    Rubin tem bons motivos para manter a dúbia moeda brasileira, além de ajudar FHC. Sabendo muito bem que a moeda seria destroçada logo depois da eleição, o Tesouro dos Estados Unidos garantiu que os bancos americanos conseguissem tirar seu dinheiro do pais em condições favoráveis. Entre julho de 1998 e janeiro de 1999 as reservas em dólares do Brasil caíram de 70 bilhões de dólares para 23 bilhões de dólares, um sinal de que os banqueiros pegaram seu dinheiro e fugiram.Mas a moeda permaneceu em alta antes da eleição porque os Estados Unidos deixaram claro sua intenção de substituir as reservas perdidas por um pacote de empréstimo do FMI.
    E também deixou muito claro para os eleitores que os fundos seriam entregues apenas a FHC , e jamais ao Partido dos Trabalhadores, da oposição. O apoio da elite internacional a FHC foi selado pela presença, em julho, no Rio, de Peter Mandelson, cão-de-caça político do primeiro ministro britânico, Tony Blair. O estranho e inédito apoio de Mandelson a FHC marcou o ingresso oficial de Cardoso ao projeto da Terceira Via de Clinton e Blair.
    Um mês após a reeleição de Cardoso, o FMI ofereceu devidamente ao Brasil um crédito de 41 bilhões de dólares. O Brasil não ficou com nada disso, é claro. Qualquer parcela que tenha pingado no pais embarcou no primeiro avião com os investidores e especuladores que o abandonaram.
    Agora, os brasileiros têm que pagar a conta. Mas essa é a menor de suas preocupações. Como parte da magia negra para manter a taxa de câmbio antes da eleição, Washington pressionou o Banco do Brasil a elevar a taxa de juros básica para 39%. O FMI pressionou para 70%.
    A confirmação do esquema de Rubin para salvar tanto FHC quanto os bancos americanos vem de uma fonte das mais interessantes: Jeffrey Sachs, da Universidade de Harvard. Sachs é mais lembrado como Mary Tifóide do neoliberalismo, que disseminou teoremas do mercado livre e a depressão econômica da extinta União Soviética. Sachs, que continua entre o falante grupo de atores no círculo das finanças internacionais disse-me: “ você podia ver a economia brasileira caindo, indo para o precipício. Foi em câmera-lenta. Mas, em vez de evitar a queda pela desvalorização controlada, Washington e o FMI incentivaram vigorosamente taxas de juros acima de 50%”. Ele disse. Washington queria a reeleição de FHC, dando seis meses aos financistas americanos para vender os títulos e moedas do Brasil em condições favoráveis.
    FHC sabe que não adianta culpar as manipulações de Rubin pelos problemas do Brasil. Em vez disso, com a ajuda de uma imprensa de direita, ele e o FMI atribuem o colapso econômico a vilões conhecidos: funcionários públicos, aposentados e sindicatos. São acusados de estourar o orçamento do governo”.
    Esse é o governo que a imprensa brasileira considera como o melhor que tivemos em nossa história. Hoje, com o governo do PT, temos 378 bilhões de dólares em reserva e nada devemos ao FMI.

    3. Voltando a Clausewitz:

    “ É possível, sem qualquer dificuldade, dividir, em elementos de diferentes categorias, as causas que condicionam o uso do combate na estratégia. Essas categorias podem ser morais, físicas, matemáticas, geográficas e estatísticas.”

    Apesar de toda a grande imprensa fazer um grande espalhafato sobre casos envolvendo o PT, aos poucos a população vai observando e tendo consciência de que a maioria das notícias publicadas não passa de uma grande mentira engendrada pela oposição e por aqueles que desejam a volta da política do entreguismo e da exclusão social.
    Vê-se que o mensalão foi realmente uma grande farsa montada para prender os líderes do PT.
    Vê-se que as crises de gripe aviária, apagão por falta de energia, roubalheira na Petrobras tudo isso não passou e não passa de uma grande mentira por parte daqueles que não têm projeto para o Brasil a não ser assumir o poder e destruir o pouco que restou da economia nacional. Eles não têm moral. A nossa candidata usa é talco, pois, como bem disse Clausewitz “ as forças morais estão entre as mais importantes categorias da guerra. Elas são o espírito que influencia profundamente toda a existência da guerra, as primeiras a estabelecer-se e, têm grande afinidade com a força de vontade que põe em movimento e guia todo o conjunto de poderes, ligando-os a si como se, juntos, formassem uma só corrente de água.

    É claro que devemos trabalhar com afinco para a reeleição da presidenta DILMA e estatisticamente, até o presente momento, a força numérica ( aquela que dá a vitória) está do seu lado. No entanto, para que a vitória seja realmente definida para o PT nas próximas eleições, precisamos de mais ousadia por parte da militância e dos líderes, precisamos não nos desanimar.

    • Parabéns pela analise. Há dois tipos de pessoas cidadãs: as que se importam e as que não se importam com a desigualdade de renda das famílias e dai o dístico “País rico é país sem pobreza” O diagnostico do Nassif e do Claudio Lembo é MEDO da inclusão. Resta saber o quanto esse medo de uma minoria rica pode manipular via PIG a satisfação da maioria. Não dá para prever o futuro distante de outubro. O que nos resta
      são as batalhas diarias
      Tenho certeza, intuo que foi e vai se criando uma força pensamento indestrutível composta pelo teclar estrondoso na internet. A parábola de fundas de Davis contra o Golias-Consorcio Mídia/STF/Oposição.
      Alem do teclar virtual o fortalecimento economico dos blogs e o regozijar-se com os seres intuidos que os dirigem.

  17. Gostei da análise e dos “antecedentes históricos” que, ao que indicam, colocam Datafolha e Ibope sob suspeita. Precisa ficar atento, observar incongruências e construção artificial de… tendências. A direita não aguenta mais quatro anos (ou oito ou doze) longe do poder.

  18. Em meio ao nostalgicamente asqueroso clima, gerado não por só grupos de oposição politcia como tal, mas por inimigos da evolução politica e social, possivel, promovida no Brasil, como nunca dantes, a partir de 2003, eu cá,perdão pelo acento etário, nos meus 85 anos, ando muito desconfiado. – Não é possivel, por mais topetudo e vivaldino que fosse um politiqueiro qualquer, jamais fazer declarações de que, ele como chefe e “subordinados ” seus, também repetirem que tomarão medidas impopulares no Governo Federal, que porfiam tomar pra si, custe o que custar. Me parece que tal franqueza dá sinais de firme esperança em um atropelo no andamento da campanha ou da realização da eleição para Presidente do Brasil, no próximo outubro. Todavia, onde estariam os suportes, as garantias dessas esperanças? – Nas atuais Forças Armadas? Nos disturbios de massa, forçados sob o apelido de “manisfestação de rua? Na sibilina e cininica e traiçeira fábrica de factoides midiáticos ou não? Nos resmungos de hordas marchadeiras? Ou tudo,sobretudo se relaciona, por exemplo, também com essa recente inadmissivel, desabonadora e ilicita quebra de sigilos telefonicos, ainda não rechaçada e punida com a proporcionada energia, que requer? Afinal de contas a privacidade da cidadania o que vem a ser? E a pessoa eleita para Presidente do Brasil é ou não é absolutamente Chefe supremo desta Nação?

    • Fábio Martins,
      São muito pertinentes suas ponderações. Vamos torcer para que as propostas da oposição sejam menos fruto de certezas quanto ao resultado das eleições do que desejo de agradar ao seu eleitorado e financiadores.

  19. Dilma vai ser reeleita com um índice entre 47 e 57% de votos válidos. Com essa diferença de 10 pontos a mais – sempre para cima, para baixo nunca. A situação não mudou até agora, ela ganha em 1o. turno. Não sou vidente nem otimista. Basta ler a entrevista do Álvaro Botox Catão dizendo que a CPI da Petrobrás é para desconstruir o governo Dilma. Alguém comentou que os idiotas perderam a modéstia. Há muito tempo. Aliás, se o Álvaro Dias quer trabalhar para o Globo porque ele não é convidado como especialista em realizar plásticas faciais (pelo que nós sabemos e vemos). Ou então fazer um especial – O Retrato de Dorian Grey, estrelado por ele, Aécio e FHC.

  20. Eduardo, faltou mencionar que em 2010 o PSDB, não sei se escudado nas “denúncias” da Folha, conseguiu intervir no Sensus, ganhando o direito de acesso aos seus levantamentos, às suas planilhas e tabulações. Os estatísticos e sociólogos escalados pelos tucanos para a tarefa foram obrigados a dar um atestado de idoneidade ao Sensus. Vale deixar registrado.
    Quanto ao caso Ibope/Vox deste ano, sinceramente não enxergo nada comprometedor, ao menos por enquanto.
    Ambas as pesquisas têm margem de erro na casa dos 2 p.p. para mais ou para menos, não? Pois bem, Dilma tem no VOX algo entre 38% e 42%; no Ibope, alguma coisa entre 35% e 39%. O somatório dos adversários, como você bem notou, bate em ambas as pesqusas.
    Há um ponto de intersecção bacana nas duas pesquisas: Dilma com 38 ou 39%. Digamos que o Ibope, menos confiável, esteja realmente sacaneando na margem de erro. Dilma estaria com 39%.
    O histórico nos manda ser cautelosos. Mas, honestamente, acho que, diferentemente de 2010, ainda não há motivos para enxergar maiores esquisitices nas pesquisas de 2014.

  21. Duas coisas que vão ter mais influência do que as pesquisas manipuladas: as manifestações durante a Copa (o maior risco que corremos) e a campanha eleitoral gratuita.

    Se a Dilma perder popularidade por causa das manifestações, como perdeu ano passado, a coisa complica muito.

    Por outro lado, é durante as campanhas que o povo realmente decide, e o PT decola.

    Eu não apostaria nem na vitória, nem na derrota. Mais do que nas eleições anteriores, não dá pra prever nada, mesmo com 40% de intenção de voto hoje.

    E ainda tem a situação internacional. Podem derrubar Maduro, ou a situação na Ucrânia pode virar guerra aberta entre Russia e EUA, tudo com grandes, graves e imprevisíveis reflexos por aqui. Esse ano vai ser complicadíssimo.

  22. Fora de Pauta: Manchete do 247
    Com residência transferida para São Paulo, de onde postou fotos com a família em seu Facebook, presidenciável do PSB diz que “as pesquisas podem divergir em alguns aspectos, mas são unânimes em apontar o declínio do governo e o desejo maciço por uma mudança política”; ele definiu que vai se apresentar ao eleitorado como um herdeiro do compromisso social do ex-presidente Lula, mas também como duro crítico da gestão do governo Dilma Rousseff; eleitorado vai compreender as duas faces de Eduardo Campos?

    O traíra desesperado tenta agora obter o apoio de Lula . Estamos aguardando o ex- presidente para enterrar as pretensões políticas desse inimigo do povo brasileiro. Quanto às pesquisas ,se for necessário conte comigo para entrar com qualquer ação contra os institutos de pesquisa.

  23. O PT dorme demais, corre sempre atrás do prejuízo, não se deve acreditar porque o jogo é feita por gente graúda. O dono desses institutos já fizeram muito malabarismo com os números e as estatísticas no que tange a pesquisas eleitorais. Ao longo da história muitos foram eleitos apenas com a ajuda das pesquisas, todo cuidado é pouco, PT…

  24. Para mim.o mais preocupante é a inércia, o mutismo do PT. Dilma não fala nada. mão contesta nada, não defende seu governo, não defende a Petrobrás, não defendeu os caras que foram ilegalmente presos e massacrados na AP 470. E o PIG vai avançando, são 10 minutos diários de massacre no JN de Bonner Simpsom.

  25. A pesquisa vai apimentar um pouco mas a Dilmona vai levar de novo.

    Afinal com as escolhas alternativas que temos, fica dificil para a “oposição”, que além de incompetente, sequer tem coragem de bater de frente.

    O povo lá sabe de indice de inflação, relações internacionais ou quanto à capacidade de comunicação débil da presidente? Não. Vota com a barriga, como bem disse Lula certa vez (basta procurar no youtube). E num país em que se vota com a barriga qualquer um dos péssimos candidatos que se colocam- de dilma a Levy Fidelix, serve.

    De resto, continuaremos com a sangria tributária, os escandalos da esquerda (petista) caviar, os colunistas falando, a tchurma falando que é conspiração, que a Petrobras é demais, que Getúlio Vargas isso, que JK aquilo, que ” nunca antes nestepaiz” e blablabla…

    Continuemos expotando consumidores para Miami, onde até vinho argentino é mais barato que aqui. Continuemos com estradas de asfalto estragado e superfaturado, com hidrovias ridículas, portos ridículos, dengue, gente amontoada e escolas precárias.

    Enfatizo que nenhum dos candidatos, a meu ver coloca sequer um fio de esperança quanto ao destino nefasto do Brasil. O melhor é fazer como o blogueiro e providanciar o envio de nossos filhos para o exterior, afinal ninguém pode ser culpado por ter nascido nesta terra amaldiçoada, sem vulcão e sem terremoto, com batucada da boa, cachaça, chinelo de dedo e samba no pé.

    Convido a todos para se juntarem a mim na casa do Wilsonleaks, ele me trata muito bem….ABs.

    • Santa ingenuidade, Nigro !!! Voce está frustrado com o desempenho pífio do Aécio, pois se o mineirinho do Leblon estivesse bem nas pesquisas, voce escreveria um texto de quatrocentas linhas elogiando o famigerado choque de gestão tucano. Nigro, desmascarar um tucanão fanático como “tu” é mais fácil que tomar pirulito de criança, mas fingiremos que voce nos engana, pra alegrá-lo e não agravar o quadro. Abração, Nigro.

      • Affffff a eterna dicotomização empobrecedora….

        Que beleza. Se te faz feliz chamar-me de tucano ou o escambau, fique à vontade e seja feliz.

        Naonpreciso mentir. Nunca votei em nenhum tucano, até por que nas raras vezes em que eu nao justifiquei meu voto, anulei-o. Mas como disse, no caso deste “país” é irrelevante. Aliás, aproveitando a data comemorativa, ouso dizer que nem jesus, se fosse real, daria jeito no Brasil. É bem mais dificil que andar na água, haja vista o povo preguiçoso, da batucada com cachaça, que habita essa “terra abençoadampor deus e bonita por natureza”

        • Brinco…

          Você me envergonha quando diz que se envergonha do Brasil.

          Se eu não o tivesse adotado te mandaria pro exterior pra te ver feliz abanando o rabinho pra gringo.

        • NIGRO!!!Não sei o porquê , acredito que não sejas tucano, e mesmo que fores o WILSOM te dará uns conselhos , entre uma cervejinha e outra!!!!

          • Vc vai? J

          • Não NIGRO!!!! SE VC LEVASSE SUA ESPOSA OU FAMILIA E WILSOM TAMBÉM ,ATÉ PODERIA , MAS NÃO POSSO , MESMO ASSIM SERIA MUITO BOM VOCES SE CONHECEREM PESSOALMENTE , ENTÃO VERIAM SE VALE A PENA TANTAS DISCORDÃNCIAS!!!FICAS VC E WILSOM RODEADOS DE MUITA”PAZ”!!!

    • Ô Brinco, agora você me comoveu.

      Eu realmente te trato muito bem primeiro porque você não é um dissimulado, um fingido feito o Romanélli e depois porque, apesar de as nossas divergências, gosto bastante de você.

      Um abração, Brinco.

  26. A campanha sórdida não tem limites !!!

    Para conhecimento: http://foradilmaadesivos.blogspot.com.br

  27. Eduardo Guimarães e todos, sinceramente, o PT já cochilou, e o fez de maneira tão perfeita que nem mesmo ao que parece consegue ouvir Lula e seus temores, como no caso o que ele mencionou na entrevista dos blogueiros de que o PT não deveria mais embarcar em aceitar qualquer CPI ser criada, e agora teremos que engolir a da Petrobras…

    Com relação a Dilma ter caído nas pesquisas, isso fatalmente ocorreria diante do outro cochilo do PT de que deveria a muito tempo descer para redes sociais, como também ter outra atitude na frente do que lhe ocorre e não conseguir demonstrar mais isso para ninguém, sobretudo para sua própria militância que habita essas redes sociais.

    — E não acredito em tramoias dos Institutos de pesquisa, mesmo porque essas manchariam entre eles suas atuações e reputação e isso não beneficiaria a nada, nem aos próprios e poderia ser facilmente auditado. Fora isso, cabe mencionar que depois que um instituto registra uma pesquisa, ele não se vê obrigado pela legislação de ter que a apresentar toda, logo imputar culpa ao que eles escondem é nem mesmo reconhecer que seus clientes podem desejar isso e colocarem até em contrato tal coisa para sua realização.

    Da Dilma cair… Acredito isso sim é que a SECOM continua cochilando também e não funcionando como devia e precisava e que a Dilma tem se portado de maneira personalista junto ao comando do país, e não conseguiu entender que precisa se colocar quase “como qualquer um” na frente de seus eleitores e prováveis, para se aproximar cada vez mais de todos, sobretudo para não transparecer “ser qualquer coisa” que a oposição, que já desceu para redes sociais a muito tempo e que tem o PIG do lado, logo no mínimo muito mais dinâmica entre outras coisas, consegue fazer dela.

    Mas esperemos milagres dos marqueteiros do PT.

  28. Estou com 54 anos e a 32 anos no PT, e nunca fui procurada ou recebi telefonemas me perguntando em quem eu iria votar.Port anto acho que as pesquisas é um jogo de cartas marcada.

  29. Caro Edu,creio que é o Governo quem necessita aprender a se comunicar pois até hoje é uma nulidade neste quesito.
    Abração,menino valente.

  30. ♫ Aconteceu provavelmente com o PT o mesmo que aconteceu com a Volkswagen – e não só a do Brasil. Agigantou-se e dormiu sobre os louros; agora tem que correr atrás do prejuízo. Mas ao contrário da VW, o PT não lida com modas voláteis e sim com coisas fundamentais como a distribuição da riqueza e a melhoria de vida. Ainda bem. De resto, os partidecos da oposiçãozinha estão longe de ser (no Brasil) uma Fiat ou uma montadora japonesa ou coreana. Farão todo o barulho que puderem, mas não passará disso. Quem acredita em um partido que se apóia no bobajal vomitado pelo FH-Gá, pelo Álvaro Botox e pelo Aébrio Never? E falando em alucinados, alguem tem alguma novidade sobre o motivo da internação de D. José Chirico de Trains-Alagón no Sírio-Libanês?

    • ♫ Olhem, fui pesquisar e descobri. Parece que o rabo do careca bichou. E por falar em bicharia, aquela porcaria do G1 não permite que a gente saia depois que o acessa. Técnica de supermercado, que “esconde” a saída e nos obriga a ficar andando – e comprando…

  31. Edú,

    Seu artigo está bem fundamentado.

    Nós, participantes do Movimento do Sem Mídia poderemos dar uma ajudinha.

    Divulgando seu texto como Você mesmo solicitou e também nos movendo para exigir novamente a apuração da Polícia Federal sobre os processos de pesquisa.

    Abraços,
    Nilton Viscaino Júnior

  32. Não acho que a manipulação evidente que está sendo feita nas pesquisas tenha efeito eleitoral. Sinceramente não vejo esse efeito.

    O que eu vejo é que a oposição precisa desesperadamente de um alento. Se não pudesse alardear pelo menos essa queda inventada da Dilma (que eles cuidadosamente ajustaram para ficar um pouco acima da margem de erro de modo a que se possa alegar essa margem no caso de uma improvável auditoria), os candidatos oposicionistas estariam sem discursos e suas candidaturas seriam natimortas. E aí a diferença é entre agonizante e completamente morta, eles precisam contar pelo menos com o imponderável para manter um mínimo de moral entre suas tropas.

    E não acho que a fraude tenha um resultado além do comentado (manter um mínimo de esperança no discurso dos oposicionistas).

    A jogada da direita tucano-viracasaca-midiática é tentar melar a Copa. Eles sabem que isso prejudica o País, mas a Copa é o único espaço que eles possuem para tentar desestabilizar a eleição e ter esperança de uma muito improvável virada de mesa no quadro eleitoral.

    Claro que os principais candidatos de oposição poderiam apresentar projetos e propostas que levassem a eleição a um patamar mais civilizado de troca de idéias e confronto de projetos. Mas como as propostas deles resumem-se no retrocesso ao neoliberalismo selvagem da era FHC (com direito a proposta de aumento de* desemprego e arrocho salarial vindas dos principais assessores econômicos do Aécio e da Marina Silva), acho que isso não vai ocorrer.

  33. “Nao preciso mentir. Nunca votei em nenhum tucano, até por que nas raras vezes em que eu nao justifiquei meu voto, anulei-o”. Nigro 09:13, pra quem justifica ou anula o voto, voce gosta, e como gosta, de discutir eleição e criticar o PT. Viu como é mais fácil desmascarar um demo-tucanão fanático como “tu” que tomar doce de criança ? Porque não muda seu comportamento infantil e começa cumprindo o dever cívico que cabe a todo cidadão adulto e consciente ? Todos queremos um país melhor, mas sua omissão e conversa fiada não contribui em nada, a não ser pra torná-lo motivo de chacota no Blog da Cidadania e mesmo não admitindo sua “tucanagem” voce faz jus às mesmas honrarias de toda ave de bico longo e colorido. Abração, Nigro !!!

    • Pode fazer chacota à vontade. Se é para vc ficar feliz para mim está bom.

      Sou resignado. Fiquem vicês se debatendompor baboseiras ideológicas.

      Mas dentro do possivel nao tenho muito do que reclamar.

      Dever cívico? HahahHahahahHaha….

      http://direito.folha.uol.com.br/1/post/2010/10/voto-obrigatrio-no-mundo.html

      Ja falei mude-se comigo. Aqui tenho de graça TODAS As minhas necessidades fisicas e psicologicas atendidas com presteza. Parece até bolsa do governo.

      • Brinco…

        O voto só seria obrigatório se quem não comparecesse às urnas pagasse uma pesada multa.

        Do jeito que está só vota quem gosta de democracia ou quem quer economizar R$3,50.

        • Mas tem que comparecer. É obrigatório. Isso nao é liberdade desculpe. Se nao votar ou estiver quite, nao tira nem passaporte. Pais evoluido é assim mesmo….

          • Para ficar quite com a Justiça eleitoral basta pagar a multa de R$3,50.

            Daí você pode tirar passaporte, participar de concurso público, etc, etc, etc…

            Então, Brinco, não venha me dizer que o voto é obrigatório.

            Obrigatório seria se o valor da multa de tão alto fosse proibitivo. Mas se pagar a multa é mais barato que o valor do transporte para a locomoção até a seção eleitoral, então, a obrigatoriedade de votar passa a ser apenas falácia.

          • É um principio. Se tem multa, nao é facultativo. Se o cara nao quer votar, nao paga multa nem transporte. Toma uma cachaça se assim desejar, pois é livre.

            Tem que votar quem quiser, sem ter que justificar, sem ter que comparecer em bulhufa nenhuma.

      • Nigro, aconselhei mudar seu comportamento infantil. Não sugeri que abandone o país. Preste atenção, tucanão !!! Abração, Nigro.

  34. Vejam quem é o senadorzinho que encabeçou a lista pedindo a CPI da Petrobras. E o mais estranho é que pessoas de bem, como o Senador Pedro Simon, assinaram embaixo do nome do corrupto:

    http://tijolaco.com.br/blog/?p=16855

  35. ♫ Está batendo o desespero nos blogs da lacerdaiada. A baixaria está cada vez maior e eles não respeitam nem a Páscoa. Mas vão encontrar apenas os próprios ovos – de serpente – deixados pelo coelhinho. Engraçado! São poucos que vêm encher o saco aqui, como o Nigro e o Eurico. Eurico? Se eu me chamasse Eurico mudaria de nome; ou então colocava logo “Dutra” na frente…

  36. Na oposição a partir de janeiro, caso a Dilma não se reeleja, os petistas vão infernizar a vida de quem assumir o governo. Quatorze anos administrando a máquina pública, eles aparelharam o estado e agora conhecem como funciona a estrutura por dentro. Para desalojá-los do poder, o presidente eleito certamente gastará boa parte do mandato na assepsia das estatais onde os petistas estão infiltrados independente da qualificação profissional.

    • Por ouro lado, para fazer uma assepsia das asneiras que estão impregnadas nas cabeças ditas ‘pensantes’ da oposição de momento levaríamos décadas…
      Se nem em 50 anos aprenderam alguma coisa….

    • Rafael, essa baboseira de herança benigna do PSDB x herança maligna do PT não convence ninguem. A oposição perdeu 3 ultimas eleições e vai perder as proximas 3 por incompetencia. Não tem propostas, nem discurso. Abração, Rafa !!!

      • Caro Cervantes,
        Tem uma fala sua da qual discordo totalmente, inclusive alguns jornalistas e analistas de esquerda também repetem: “a oposição não tem projetos e propostas para governar”. Tem sim. A neoliberal empregada pelo senhor Fernando Henrique Cardoso. E justiça seja feita, apesar de todas as deficiências argumentativas políticas do senhor Aécio Neves– ele tem tido faro para jogar, e tem jogado muito bem até agora, com a vaidade do “Príncipe Privata”, trazendo o dito cujo para o meio da rinha e colocando todos os esporões que são possíveis de serem colocados para que ele por conta própria se estrepe. Como? Ao trazê-lo para o centro da briga, valida e avaliza tudo o que ele fez no passado e, como sabe que não vai ganhar a eleição, joga no colo do “Gênio” toda a responsabilidade pelo seu fracasso. Ge-ni-al!!!… Quase tenho simpatia por ele somente por isso! Todas as vezes que ele, o senhor Aécio, pressente alguma dificuldade política puxa o Farol para perto de si. Já Perceberam? Um dos piores, dos sete pecados capitais é a vaidade. Dizem que é o pecado predileto do demônio, e o senhor FHC, seu pupilo preferido!
        Abraço
        Maria Antônia

        • Maria Antonia, quando dizemos que a oposição não tem propostas, referimo-nos a propostas para o país. Essa neoliberal, privatista e entreguista que voce citou não é para o país, mas para os próprios bolsos. Beijoca, Maria.

          • Caro Cervantes,
            Obrigada pele gentileza. Gostei da beijoca! Muito gentil.
            Meu colega, desde quando os partidos de direita se preocuparam om o País? Nunca. Por isso têm proposta sim, de entreguismo que é a arte na qual eles são competentíssimos e assim enriquecem a si e aos seus e é por esta razão que eles não discutem projetos e proposta, pois sabem muito bem o que vão fazer. Repetirão o mesmo modelo neoliberal comprovadamente fracassado, haja vista com quem o senhor senador Aécio tem se juntado e contactado ultimamente. Os mesmo que destruíram o Brasil a doze anos. E continuam destruindo, mesmo não estando no governo. A obsessão pela CPI da Petrobras é prova disto. Hão de dizer — é política– política uma ova! É desprezo pelo país e seu povo! São capazes de destruir seu atualmente ainda maior patrimônio apenas para garantir alguma possibilidade de um provável embate político, com alguma chance de eleição. O que eles têm para garantir votos? O PSDB tem Rede Globo? Tem. Tem Folha de São Paulo, Estadão, Veja, Época, O Globo? Tem. Tem Rodrigo Constantino, Reinaldo Azevedo, Vilar, Fiúza, Observatório Político? Tem. Existe um elemento importantíssimo que é necessário para se ganhar uma eleição. O PSDB tem povo? Não. Eles nem sabem o que é isso.
            Abraço
            Maria Antônia

    • O problema é que ao faze-lo o fará aparelhando com a sua patota. Ficará o PMDB, claro…. Lixo por lixo fico com lixo.

      • O aparelhamento é fogo Nigro.

        Veja o caso de São Paulo: 1/4 de século de tucanato e os caras estão em todas as esferas da justiça estadual, em todas as empresas “privatizadas”, o PMDB aqui não é blocão tem um lado muito explícito aliás e até as universidades estão sob tutela do aparato.

        Não sei no STF mas aqui em SP o STJ não parece com o mesmo ímpeto de se “FAZER” a “justiça”.

        Nós paulistanos sentimos na pele essa emoção…

    • Caraca, o MP tá tão aparelhado pelo PSDB que uma promotora pede a quebra – às escondidas – do sigilo telefônico do Planalto e DOIS PGRs perseguiram o PT até não poder mais.

      O STF tá tão aparelhado que conseguiu condenar um monte de petistas sem provas e ainda mantêm um deles em cárcere abusivo e criminoso.

      APF tá tão aparelhada que rachou, com uma banda podre que só quer investigar petista e atrapalhar quem quer investigar todo mundo.

      E aí vem um Zé Ruela qualquer sentenciar que o PT “aparelhou a estrutura” sem nenhuma prova, sem nenhum indício, só pq ELE quer.

      É muita falta de vergonha pra um troll só…

    • Rafael…

      Ao final desse ano de 2014 o PT terá cumprido doze e não quatorze anos de gestão ininterrupta à frente do Governo Federal, mas à julgar pela capacidade do seu quadro de políticos e pela fragilidade das oposições, deverá ficar pelo menos mais uns cinquenta anos administrando o Brasil.

  37. Hurricane Furacão (Bob Dylan)

    Tiros de revólver ressoam na noite dentro do bar
    Entra Patty Valentine vinda do salão superior
    Ela vê o garçom numa poça de sangue
    Solta um grito “meu Deus, mataram todos eles!”
    Aí vem a história do furacão
    O homem que as autoridades acabaram culpando
    Por algo que ele nunca fez
    Colocando numa cela de prisão, mas houve um tempo
    Em que podia ter sido o campeão mundial

    Três corpos deitados ali é o que patty vê
    E outro homem chamado bello rodeando misteriosamente
    “Eu não fiz isso”ele diz e joga os braços pra cima
    “Estava só roubando a registradora, espero que você entenda.
    “Eu os vi partindo” ele diz e pára
    “É melhor um de nós ligar pros tiras”
    E assim patty chama os tiras
    E eles chegam na cena com suas luzes vermelhas piscando
    Na noite quente de New Jersey

    Enquanto isso, bem longe, em outra parte da cidade
    Rubin Carter e uns dois amigos estão dando algumas voltas de carro
    O pretendente número um à coroa dos pesos-médios
    Não tinha idéia do tipo de merda que estava para baixar
    Quando um tira o fez parar no acostamento
    Igualzinho à vez anterior e à outra vez antes dessa
    Em Paterson é assim mesmo que as coisas rolam
    Se você é negro, melhor nem aparecer na rua
    A não ser que queira atrair uma batida policial

    Alfred bello tinha um parceiro e ele soltou um papo atrás dos tiras
    Ele e Arthur Dexter Bradley estavam só fazendo uma ronda
    Ele disse “vi dois homens saírem correndo, pareciam pesos-médios
    Pularam dentro de um carro branco com a placa de outro estado”
    E a senhorita Patty Palentine apenas assentiu com a cabeça
    Um tira disse: “esperem um minuto, rapazes, este aqui não está morto”
    Então o levaram à enfermaria
    E embora esse homem mal pudesse enxergar
    Disseram a ele que podia identificar os culpados

    As 4 da manhã eles arrastam Ruby consigo
    O levam para o hospital e o trazem escada cima
    O homem ferido olha pra cima através de seu único olho moribundo
    Diz, ” por que vocês o trouxeram aqui dentro? Não é esse o cara!”
    Sim, eis aqui a história do furacão
    O homem que as autoridades acabaram culpando
    Por algo que ele nunca fez
    Colocando numa cela de prisão, mas houve um tempo
    Em que podia ter sido o campeão mundial

    Quatro meses depois, os guetos estão em chamas,
    Rubin está na américa do sul, lutando por seu nome
    Enquanto Arthur Dexter Bradley continua no ramo do assalto
    E os tiras estão apertando-o, procurando alguém pra culpar.
    “Lembra daquele assassinato que aconteceu num bar?”
    “Lembra que você disse ter visto o carro fugitivo?”
    “Você acha que está a fim de brincar com a lei?”
    “Não acha que talvez tenha sido aquele lutador que você viu correndo pela noite?”
    “Não se esqueça de que você é branco”

    Arthur Dexter Bradley disse: “não tenho muita certeza.”
    Os tiras disseram: “um rapaz como você precisa de uma folga da polícia
    Te pegamos por aquele serviço no motel e agora estamos conversando com seu amigo bello
    Agora,você não querer de voltar pra cadeia, seja um sujeito legal.
    Você estará fazendo um favor a sociedade.
    Aquele filho-da-puta é valente e está ficando cada vez mais.
    Nós queremos botar o rabo dele pra fritar
    Queremos pregar esse triplo assassinato nele
    O cara não é nenhum cavalheiro”

    Rubin podia apenas nocautear um cara com apenas um soco
    Mas nunca gostou muito de falar sobre isso
    “É meu trabalho”, diria, “e eu o faço para ser pago
    E quando isso termina, prefiro cair fora o mais rápido possível
    Na direção de algum paraíso
    Onde riachos de trutas correm e o ar é ótimo
    E andar a cavalo ao longo de uma trilha”
    Mas aí o levaram para a cadeia
    Onde tentaram transformar um homem num rato

    Todas as cartas de Rubin já estavam marcadas
    O julgamento foi um circo de porcos, ele não teve a menor chance
    O juiz fez das testemunhas de Rubin bêbados das favelas
    E para os brancos que assistiam, ele era um vagabundo revolucionário
    E para os negros, apenas mais um crioulo maluco
    Ninguém duvidava que ele tinha apertado o gatilho
    E embora não conseguissem produzir a arma
    O promotor público disse que era ele o responsável
    E o juri, todos de brancos, concordou

    Rubin Carter foi falsamente julgado
    O crime foi de assassinato “em primeiro grau” adivinha quem testemunhou?
    Bello e Bradley,e ambos mentiram descaradamente
    E os jornais, todos pegaram uma carona nessa onda
    Como pode a vida de um homem desses
    Ficar na palma da mão de algum tolo?
    Vê-lo obviamente condenado numa armação
    Não teve outro jeito a não ser me fazer sentir vergonha
    De morar numa terra onde a justiça é um jogo

    Agora todos os criminosos em seus paletós e gravatas
    Estão livres para beber martinis e assistir o sol nascer
    Enquanto Rubin fica sentado como buda em uma cela de 3 metros
    Um inocente num inferno vivo
    Essa é a história do furacão
    Mas não terá terminado enquanto não limparem seu nome
    E devolverem a ele o tempo que serviu
    Colocado numa cela de prisão, mas houve um tempo
    Em que podia ter sido o campeão mundial.

    • Essa história lembra a de Zé Dirceu que também foi condenado sem provas.

      Se substituirmos o negro que foi a motivação racista da justiça estadunidense, por chefe de governo petista que foi a motivação do STF, fica tudo muito claro.

      O mais interessante é o refrão:

      “Colocado numa cela de prisão, mas houve um tempo
      Em que podia ter sido o campeão mundial.” (original)

      “Colocado numa cela de prisão, mas houve um tempo
      Em que podia ter sido o presidente nacional.” (adaptado para Zé Dirceu)

    • ADEUS Rubin “Hurricane” Carter!

      https://www.youtube.com/watch?v=hr8Wn1Mwwwk

    • Meu caro Wilson,
      Ótima analogia. Bob Dilan é um ícone de letras de protesto em todos os aspectos em defesa dos mais fracos, com pouca ou nenhuma oportunidade.
      Odeio os Estados Unidos, como Estado Constitucional, principalmente, em relação as políticas externas. Contudo tem pessoas, artistas e intelectuais admiráveis. O Bob Dilan é um. O Mark Twain é outro. E Wilson, não sei se você gosta, mas eu amo, sou apaixonada por jazz. Se algum dia tiver vontade de ir aos Estados Unidos, irei indubitavelmente a New Orleans. Ir àqueles bares, nos quais estiveram John Coltrane, Chet Baker, Louis Armstrong, Lester Young e vários outros é simplesmente um sonho!
      Abraço
      Maria Antônia

      • Cara Amiga Maria Antônia…

        Brigadão pela “palhinha”, seus comentários são sempre pertinentes e agradáveis de ler.

        Quanto ao jazz, confesso que não conheço, mas se você quiser pode me mostrar algumas obras desses jazzistas aí que você citou, que eu tenho certeza que vou gostar muito.

        Quanto a Rubin Carter, o “Hurricane Furacão”, imortalizado na canção de Dylan acho sua história fantástica e gosto muito da música e também do filme.

        Rubin Carter foi um exemplo de amor pela vida e pela liberdade, assim como é o nosso Zé Dirceu.

        Coloquei um post lá no Nassif sobre essa matéria, a autoria do texto é do Esquerda.Net. Se puder vá até lá.

        Grande abraço, Maria Antônia.

  38. E o MSM não vai repetir a Representação de 2010!!!!!!!!!!??????? Não podemos ficar esperando a moleza do PT, já que o que está em jogo é o futuro do Brasil. Assim, como já venho denunciando há muito tempo neste espaço, e o fiz em meu comentário no texto anterior, há uma golpe em curso utilizando a manipulação das pesquisas eleitorais, o qual desta vez é muito mais “sofisticado” que o de 2010(pôde evoluir devido a não terem sido concluídas as investigações da PF no inquérito aberto por ordem do MPE, a partir da Representação do MSM, que acabou arquivado), e tem sua “sofisticação” montada a partir da nova combinação golpista que, além de Datafarsa e IBOPE, inclui o “site profeta”, o tal Infomoney, que lança previamente bombas especulativas no Mercado, antes da divulgação das pesquisas do IBOPE e do Datafarsa, capazes de fazer muita gente ganhar dinheiro com as Ações das empresas públicas, principalmente a Petrobrás, num momento em que a empresa sofre, também como em 2010, um ataque da direita canalha, aquela que desde 1953 deseja destruir a Petrobrás e entregar o petróleo aos gringos. NÃO HÁ OUTRA COISA A FAZER, O MSM PRECISA SOLICITAR NOVAMENTE AO MPE UMA INVESTIGAÇÃO SOBRE AS PESQUISAS ELEITORAIS. É CLARO, SÓ UM CEGO NÃO VÊ, QUE NO MÁXIMO EM MAIO SAIRÃO “PESQUISAS” DO IBOPE E DO DATAFARSA APONTANDO UM QUEDA BRUSCA DE DILMA, AINDA QUE ELA TENHA CRESCIDO DE FATO. PARA ESSA GENTE NÃO IMPORTA A REALIDADE, ELES CRIAM A REALIDADE QUE QUISEREM, POIS CONTROLAM A OPINIÃO E A INFORMAÇÃO(SÓ PARA LEMBRAR, O DATAFARSA PERTENCE À FOLHA DE SÃO PAULO E O IBOPE É CONTROLADO PELA GLOBO. PRECISA EXPLICAR MAIS!!!!!????? Elementos não faltam para comprovar-se o golpe : só relembrando alguns : a mais recente “pesquisa” do Datafarsa, num epíteto à a hipocrisia que sempre caracterizou nossa direita, fez exatamente o que o glorioso Mauro Paulino, diretor do Datafarsa, condenou de forma horrorizada em seus adversários, ou seja “esquentou” o entrevistado com “perguntas”, sempre em tom negativo, sobre Dilma, enquanto não citava nenhuma informação negativa sobre Aécio Neves e Eduardo Campos. Aliás, “esquentou” é um eufemismo, na verdade “carbonizou” o entrevistado com uma série de “perguntas”, que eram mais do que simples perguntas, pois iniciavam-se a partir de premissas negativas, tidas como Verdades factuais, quando não passavam de mentiras da mídia ou de opiniões dos conservadores ainda não confirmadas. Sobre a mais recente “pesquisa” do IBOPE ainda não conheço os detalhes, mas só o fato da divulgação prévia de seus resultados por um site especializado no Mercado Financeiro(o Infomoney, a nova linha de frente do golpe das pesquisas)já deveria torná-la ilegítima e determinar a abertura de duas investigações, uma da PGE e outra da CVM, que tem como função coibir práticas abusivas no Mercado, o que parece óbvio ser a atitude do Infomoney. O pior é que , talvez você não saiba, mas a manipulação de “pesquisas” está fazendo escola no Brasil. Moro em Recife e, em recente pesquisa para Governador, divulgada pelo reacionaríssimo, e antipetista, Jornal do Commercio, surpreendeu-me o fato de que o candidato do ex-governador e presidenciável Eduardo Campo, Paulo Câmara, um técnico desconhecido(como foram Dilma e Haddad)iniciava a corrida eleitoral com 11% dos votos contra um pouco mais de 30% de Armando Monteiro Neto, candidato apoiado pelo PT. Por mais que Campos seja bem avaliado, é inverossímil tal percentual para Câmara, um desconhecido, que deveria começar com um mínimo de votos, como começaram os outros ex-desconhecidos já citados. Ao observar o perfil dos “entrevistados”, descobri a mágica do JC, divulgada pelo próprio Jornal, a “pesquisa”, feita por um instituto contratado, o Instituto Maurício de Nassau, ouviu um percentual de mais de 40% de eleitores com curso superior, PERCENTUAL QUE NÃO CORRESPONDE À PROPORÇÃO REAL DESSE TIPO DE ELEITOR EM PERNAMBUCO E EM NENHUM OUTRO LUGAR DO BRASIL. Ou seja, o instituto a serviço do JC “inchou” o eleitorado das classes média e alta, onde estão os grupos que odeiam o PT e seguem as “opiniões” da mídia, num percentual muito acima de sua participação no eleitorado e com isso “turbinou” a candidatura de Paulo Câmara, apoiado por Eduardo campos, o que significa primeiro dar força a um candidato num momento em que se definem os apoios financeiros à campanha( a mesma lógica vale para os números de IBOPE e Datafarsa que diminuem os votos em Dilma e turbinam seus adversários) e também significa sabotar a campanha de Dilma, pois sabe-se que o eleitor tende a votar nos candidatos a Governador e Presidente da mesma chapa. Portanto, por esse exemplo podemos ver que, além de impedir um golpe já iniciado contra a reeleição de Dilma, uma Representação exigindo investigações sobre a manipulação das pesquisas eleitorais poderá brecar uma estratégia maior, em curso também nas importantíssimas eleições estaduais(cuja vitória do PT, ao menos nos estados mais importantes será decisiva para que um próximo Governo Dilma tenha forças para aprofundar ainda mais as mudanças em curso no Brasil), e que também açambarca junto com ela um outro processo de sabotagem, contra a Petrobrás; estratégia cujo desfecho e consequências são por demais graves para que fiquemos esperando pela eterna passividade do PT. Volto a repetir que assino qualquer Representação coletiva que o MSM envie ao MPE tentando coibir esse golpe em seu início, antes que a farsa vire uma histeria incontrolável.

  39. A cada dia aparece uma sistematica de pesquisa, agora é da folha (24/7 de hoje) nao me considero nenhuma sumidade mas também nenhum beocio. Gostaria que alguém explicasse se é valido ou desespero. Ainda bem que o povao nao esquenta cabeça com pesquisa, acho.

    • Caro João Neto,
      É minha opinião. Para mim é puro desespero! O título da não matéria é: Critério da Folha cria “empate” na sucessão. Quando deveria ser: “Critério” da Folha cria empate na sucessão. Por quê? Quando se ler a não matéria não se encontra qualquer indício de critério. Que critérios foram usados para se chegar a esta conclusão? É desprovido de dados concretos. E absurdamente desprovidos de dados inteligíveis! Onde foi feita? Que raio de pessoas que conhecem bem os candidatos são essas? São amigos, assessores, subordinados, políticos, correligionários? E como é que a presidenta Dilma aparece em segundo lugar, se ela é a mais conhecida dos três em todo o País? E como conseguiram tornar o senhor Eduardo Campos mais conhecido do que o próprio Aécio, visto que o senador apesar de não ter votos é mais conhecido do que Eduardo Campos, porquanto já está no cenário político nacional a mais de dus décadas? Colocar o ex-governador em segundo lugar não parece uma manobra para encobrir a real intenção da tal pesquisa? A partir de que princípio se chegou a esta conclusão que na realidade se parece mais a uma peça de ficção e das piores que já vi! A intensão é apenas criar uma expectativa na cabeça do eleitor desavisado de que a irrelevância dos outros candidatos é tão somente produto do desconhecimento da população sobre suas “personas”. Que a maioria do povo brasileiro não conheça o ex-governador é crível, mas e por que cargas d’água não conheceria o senador? Estão dizendo que a Rede Globo não cumpriu com o papel dela ante as massas durante décadas? E o PT vai continuar não dizendo nada, nada, nada…? A aposta na despolitização das pessoas mais simples é tão alta que o senador Aécio em sua propaganda político-partidária na TV diz: ” andei o Brasil inteiro, você viu”. Quem diabos foi que viu o Aécio Neves andar o Brasil inteiro? De que Brasil ele está falando? Certamente, não é o Brasil de pessoas simples e trabalhadoras dos interiores e rincões deste país! O que sei e todos sabem é que ele visitou umas poucas capitais, inclusive Salvador, e foi recebido por seus correligionários e simpatizantes e não mais de uma centena deles. Caro João, vamos ter muito trabalho na tentativa de entender e desfazer manobras e mais manobras e vai ficar pior, uma vez que ainda nem começou a campanha oficial.
      Abraço
      Maria Antônia

  40. Cito há anos a profecia de uma “America Latina, berço de uma nova civilização” Haverá de existir POLITICA para isso.

    Vivemos em um regime democrático no qual só é lícito, ético ter o voto do povo por eleições para o exercício do poder.
    Estas com todos os problemas conhecidos entre eles o financiamento privado por empresas. Já proibido em comissão do Senado e ainda não aprovado pelo STF (irreversível pois está 6X1) não fosse o pedido de vista de quem? O Gilmar Dantas, ops Mendes.

    O aperfeiçoamento passa pelo financiamento público como já existe na Alemanha.

    Agora eu acuso, julgo, lamento, fico p……com brasileiros que não honram a missão-destino de terem nascido aqui. O nascer não dá para recusar. Uma característica disso é que o brasileiro sofre do complexo de vira latas, mote criado pelo Nelson Rodrigues; pasmem um homem de direita !!!!!!
    É insofismável que Lula incutiu a auto estima na maioria dos brasileiros exceto os golpistas

    Agora apelo para um fundador do PSDB, Claudio Lembo, que diagnosticou o que sente a maioria dos que comentam contra o PT/esquerdas/Função do Estado/País rico é país sem pobreza/contra bolsa família, portanto contra a diminuição da desigualdade de renda das famílias; a favor do dogma de dar a vara……mas contra quando essa vara significa educação de PROUNI e PRONATEC e aqui contra o pre sal e o crime mais recente contra a Petrobras.

    Ao Lembo, agora ex PSDB – “Um fato novo agravou o tradicional medo da democracia das elites. Há dez anos, pela primeira vez na história, o Brasil é governado por uma coalizão de esquerda”
    Vejam é tradicional o medo da democracia das elites e tudo fazem para fraudá-la. Isso sim é a corrupção que clama aos céus. Uma falsa elite com os que com ela compactuam

    Qual o medo mais indecoroso senão o da perda de privilégios indevidos? Exemplo está ai dos médicos brasileiros aqueles que ficam contra o “mais médicos” Gente isso é crime de lesa humanidade. Queimar a bandeira……vandalismo….por fogo no carro do Itamar…….assassinar o cinegrafista…….

    E não me venham dizer que não são a favor de golpes agora sem as forças armadas, mas com uma mídia bem cognominada de PIG em conluio com o STF do Joaquim Barbosa, este conivente com a mais recente manobra para espionar o Planalto.

    Agora não tão contundente por ter vindo de um ex PSDB (Lembo), mas de um coerente jornalista Luis Nassif ao descrever todos os golpistas:

    “A democracia é um processo permanente de inclusões sucessivas. Também é o regime de maior instabilidade e medo das pessoas, “Grupos tradicionais têm o poder; grupos emergentes têm o voto. Por aí se instaura o caminho para os golpes”-

    Acuso; Golpistas sórdidos medrosos, inimigos da America Latina……..

  41. ♫ Júbilo e alacridade nas hostes aebristas e dudusféricas. O Data-aí-qualquer-coisa bolou uma pesquisa entre os que “conhecem” a Dilma, o Aócio e o Bobo Alegre: dá empate – meio manhoso, porque a margem de erro (êta Data!) é 5%.
    Aguardem para breve pesquisas realizadas na rua Oscar Freire e Leblon, quando a euforia da direitalha será paroxística…

  42. Pq tu não explica pq o Vox Populi deu vitória no primeiro turno pra Dilma com quase 60 por cento dos votos válidos? erraram por 15 pontos…esse sim foi o grande erro grotesco da eleição.

  43. Suspeito que os resultados do datafolha e ibope têm por finalidade produzir um efeito psicológico no eleitor, a partir da ideia de que Dilma está em queda, ainda que os votos não estejam indo para os demais candidatos. Mas tarde, é só ajustar.

  44. Acredito que as pesquisas possam influenciar muito na decisão das pessoas. Principalmente para os analfabetos políticos que se baseiam no noticiário da grande mídia, que ataca dia e noite o governo. Vão começar a acreditar: é, a coisa tá feia mesmo, tá na hora de mudar. Já ouvi até de umas pessoas que “não iriam votar em quem vai perder”. Esse tipo de pensamento é mais comum do que se imagina.

  45. Globope e Databranda não negam suas respectivas origens. Também acho que tentam manipular as pesquisas para favorecer Aécio.

    Como disse um comentarista aqui: basta que façam mil entrevistas a mais e escolham quais as que pretendem usar, destruindo as outras. Não haverá como descobrir isso, caso esteja acontecendo, pois a Polícia Federal só teria como investigar as entrevistas efetivamente arquivadas.

  46. 2 alertas

    – na rodinha de d. zelite circula a maioria dos votos anti-trabalhistas

    – em abril de 2010, QUANDO PREvidentes ESPECIALISTAS previam a derrota do POSTE DO LULA, eu perguntava aos amigos trabalhadores em quem iriam votar e eles queriam saber QUEM É O CANDIDATO DO LULA? quando respondia DILMA, ouvia: “VOU VOTAR NESSA MULHER”
    o poste começava a se conectar dom a MAIORIA DOS ELEITORES

    – em abril de 2014 depois de me irritar no supermercado com um dom d’oco cobrando aos abonados consumidores presentes NÃO VOTAR nessa dilma mentirosa
    desabafei na rua com um vigia conhecido e ele riu: “LÁ EM CASA ELA TEM 15 VOTOS”

Trackbacks

  1. Vox Populi x Ibope: 2014 pode ter nova guerra entre pesquisas | Blog da Cidadania | EVS NOTÍCIAS.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.