Investigação dos boatos sobre o Bolsa Família pode ser abafada

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

Desde a semana passada até o presente momento eclodiu uma crise política que ainda é pequena, mas que pode crescer. Ou não, caso o governo Dilma recue da investigação de boato sobre o Bolsa Família que gerou pânico em 12 Estados e em localidades do Rio de Janeiro.

Entre os dias 18 e 20 de maio, foi espalhado que o Bolsa Família seria extinto. Assim, centenas de milhares de pessoas acorreram, desesperadas, a agências da Caixa Econômica Federal para tentar sacar o que seria a última parcela do benefício.

Lá chegando, as vítimas conseguiram sacar o benefício e, algumas, até uma parcela a mais do que esperavam. Isso teria ocorrido porque a Caixa estaria promovendo alteração do cadastro de informações de todos os programas sociais que o banco administra.

Em coletiva de imprensa, Jorge Hereda, presidente da instituição, informou que seu sistema tinha acima de dez anos de vigência e, assim, precisava ser atualizado. Havia mais de 200 milhões de cadastros e, após a triagem, foram identificadas cerca de 1 milhão de famílias que teriam dois ou mais cadastros.

A Caixa, anteriormente, divulgou que antecipara pagamentos para o dia 19 de forma que os alarmados pelo boato não entrassem em pânico, mas, agora, desmentiu a informação, afirmando que os recursos já estavam disponíveis no dia 18.

Em resumo, o banco errou ao dizer que liberou o dinheiro para acalmar os alarmados pelo boato, que acorreram às suas agências no dia 19, sábado, data em que a informação falsa produziu os efeitos que se viu.

Esse erro motivou convite da oposição ao presidente da Caixa para ir ao Congresso dar explicações. Parlamentares do PSDB e do DEM insinuam que tal erro causou o pânico, não uma orquestração do boato.

A tese da oposição e da mídia é a de que, ao encontrar dinheiro depositado antes nas contas, as pessoas entraram em pânico. A antecipação seria sinônimo de que o programa iria acabar e, assim, uma vítima começou a dizer a tese à outra e todas se deixaram convencer por ela.

Todavia, a tese não explica porque só Pará, Piauí, Paraíba, Bahia, Pernambuco, Ceará, Maranhão, Alagoas, Sergipe, Rio Grande do Norte, Amazonas, Tocantins e regiões localizadas do Rio de Janeiro foram atingidos se o Bolsa Família está presente no país inteiro.

O dinheiro que estava liberado nesses Estados, estava também naqueles em que não houve corrida às agências da Caixa. Por que nos Estados do Sul, do Sudeste e do Centro Oeste não houve a mesma corrida se a disponibilização do dinheiro ocorreu em todos os Estados?

Mais: como as vítimas do boato saberiam que o dinheiro foi disponibilizado antes do dia de costume? Para irem ao banco verificar se o dinheiro estava lá, seria preciso que tivessem motivo.

A tese da oposição e da mídia é a de que alguns encontrarem dinheiro antes da hora em suas contas fez com que começassem a espalhar que o benefício seria extinto (?).

Volta-se, assim, ao ponto de partida: a teoria, de novo, não explica por que no resto do país, apesar de ter ocorrido a mesma liberação antecipada do dinheiro que houve no Norte e no Nordeste, não ocorreu pânico.

Por enquanto, a mídia não assumiu a acusação que alguns de seus colunistas vêm fazendo ao governo de que este teria montado a farsa do boato a fim de demonstrar a importância do programa e acusar a oposição.

A tese de jornalistas como Ricardo Noblat ou Reinaldo Azevedo, entre outros, não é pouca coisa: a própria Dilma Rousseff, seus ministros e até o presidente do PT, Rui Falcão, estariam mancomunados nessa farsa.

Na oposição ainda não há uma acusação desabrida ao governo de ser o autor da farsa, mas oposicionistas endossam a tese de forma avulsa.

A ministra da Secretaria de Direitos Humanos, Maria do Rosário, que no primeiro momento desse caso insinuou que haveria envolvimento da oposição, encolheu-se. O ministro da Justiça despolitizou completamente o caso e o PT vem assistindo impassível às insinuações.

Contudo, notícia divulgada no fim de semana açulou os ânimos da oposição e da mídia: empresa de telemarketing do Rio estaria envolvida na disseminação de boatos.

Imediatamente, as acusações da oposição e da mídia, que vinham esmaecendo, recobraram vigor e foram parar no Jornal Nacional de ontem, além de nos blogs e portais.

A notícia sobre a empresa de telemarketing reforça a tese da orquestração que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, tem dito ser uma das hipóteses com as quais a Polícia Federal está trabalhando.

A tese da orquestração não é aceita pela mídia caso parta do governo, só vale quando a oposição a usa. E, assim mesmo, o que parece mais interessante a essa mídia é a tese de o boato ter surgido espontaneamente, por culpa da antecipação dos pagamentos pela Caixa.

No fim, o que se pretende é que fique o dito pelo não dito. O governo se convence de que, se insistir na investigação, a mídia e a oposição conseguirão inverter os fatos e, assim, desiste de ir até o fim.

O histórico do governo Dilma sugere capitulação, apesar de estarem surgindo cada vez mais informações curiosas sobre o caso, como a da empresa de telemarketing do Rio.

No fim do ano passado, o jornal O Globo pediu ao Ministério do Desenvolvimento Social que fornecesse a lista de beneficiários do Bolsa Família atendidos desde a criação do programa, em outubro de 2003.

Apesar de os dados figurarem no portal da transparência, lá não era possível saber quem entrou no programa quando foi criado e permanece nele até hoje. O governo acabou enviando esses dados ao jornal em março, fornecendo-lhe mais de 500 mil nomes.

Suspeita-se de que esse interesse do jornal pelo Bolsa Família teria relação com o boato sobre o fim do programa e de que seus autores ficaram sabendo da mudança nos cadastros da Caixa e se aproveitaram dela para desfechar o golpe.

No PT e no governo Dilma há quem defenda deixar o dito pelo não dito. Levar o caso adiante seria dar à mídia e à oposição o argumento de que o governo promove práticas ditatoriais contra os adversários.

Segundo esses setores do PT e do governo Dilma, a PF – que esse governo supostamente comanda – não irá apurar nada porque seria toda demo-tucana, apesar de ser o mesmo governo quem nomeia e demite do primeiro ao último homem da corporação.

A lógica, ao fim e ao cabo desta análise, sugere que a capitulação do governo nesse caso ensejará uma onda de ocorrências do mesmo tipo daqui até o processo eleitoral do ano que vem a fim de vender ao eleitorado que “o PT e Dilma” querem acabar com o Bolsa Família.

O “problema” é que essa investigação pode – apenas pode, mas pode – esbarrar em gente muito poderosa ligada à oposição e à mídia. Levá-la adiante seria um fato inédito desde 2003 até hoje, quando os governos Lula e Dilma capitularam em todos os enfrentamentos.

Menos no eleitoral, claro.

A grande pergunta que se faz, portanto, é se o governo Dilma e o PT, que estão cada vez mais encolhidos diante da gritaria da oposição e da mídia, mudarão de conduta de forma tão radical e, por fim, enfrentarão adversários que querem vencê-los por meio de golpes.

Se o fizerem e as suspeitas crescentes se confirmarem, haveria uma hecatombe política. O envolvimento de grandes partidos de oposição e até de algum grande grupo de comunicação, seria o maior escândalo político do século XXI no Brasil, acima do mensalão.

Façam suas apostas.

*

Veja, abaixo, entrevista coletiva do ministro da Justiça sobre o caso

 

Tags: , , , , , , ,

152 Comentário

  1. Todo esse mar de opiniões teria sido impedido com apenas uma palavra da Presidenta.
    Bastaria convocar a rede de TV e Rádio e dizer a plenos pulmões: ISSO É MENTIRA.
    O Governo desmente essa noticia maliciosa. É MENTIRA! Não é verdade que o “Bolsa Família” vai acabar. CONFIEM NO GOVERNO QUE A CRIOU! Acho simples assim.
    20:30

    • Pra isso Salvador,temos um “atuante” Ministro da Comunicação e uma Secom que até hoje não disseram u’a palavra sôbre o assunto.A boataria surge justamente quando falta sintonia(Comunicação mesmo)entre governo e população e essa foi a maior prova de inoperância desse Ministério,servindo de balão de ensaio para a sedenta oposição,esteja ela envolvida ou não.

  2. Caro Edu
    Nunca há vácuo de Poder.
    Se o PT e a Dilma se retraem a oposição ocupa o espaço.

    “A presidente da República está na obrigação de pedir desculpas públicas aos brasileiros pelo ocorrido e pela omissão da verdade protagonizada pela Caixa Econômica Federal”, afirmou Aécio, sugerindo que Dilma falasse à nação em cadeia de rádio e televisão. O partido do senador é a principal legenda de oposição ao governo.

    • Se a Dilma aparece na TV, eles vão correndo no PGR acusar de estar antecipando propaganda política, se não vai, deveria ter ido … Na verdade, Dilma teria, sim, o que dizer de novidade sobre o projeto Bolsa Família. O que estão fazendo no momento é, ao contrário de extinguí-lo, ampliá-lo. Sim, assisti um chamado da ministra, convocando populações para ajudar a cadastrar os beneficiários que faltam, dizendo que ainda há famílias na linha da pobreza, e pedindo ajuda, aos prefeitos principalmente, para completar o cadastramento. Isso tudo umas duas semanas antes da boataria.

  3. Será que o Governo vai usar algum ‘podre’ grande da oposição ou da mídia em relação a esses boatos, pra chantageá-los?

    Tipo: ou aprova isso ou aquilo, ou divulgamos?

    Sou contra chantagem, mas nesse caso acho que até valeria a pena o PT passar por culpado, se for pra aprovar reformas estruturais pro país… Mesmo passando aparentemente por culpado, ainda ganha a eleição no próximo ano do mesmo jeito, e de quebra avança em medidas necessárias…

    Saberemos pelo andamento das votações no Congresso. É isso, se for necessário, que faça a oposição/mídia provar do próprio veneno…

    • Na verdade, quem chantageia a oposição é a própria oposição.

      O processo no qual Aébrio Neves é réu na Justiça mineira (por desvio de R$ 4,3 bi de dinheiro público) foi obra de um certo careca paulista.

  4. Ministro da Justiça- José Cardoso Dantas
    Ministro das Comunicações- Paulo Covarde Bernardo
    Secom- Helena Globo Chagas

    Com este time a Dilma a partir de 2014 vai ter muito tempo para assistir novelas e o canal viva

    Este episódio do bolso familia revela toda a fragilidade do governo. Tem muita coisa por trás. Disse e repito: governo que não tem o controle dos seus órgãos de segurança/inteligência e uma péssima, para dizer o mínimo, assessoria de comunicação esta fadado ao fracasso. Tenho a mais absoluta certeza que a direita de uma forna ou de outra vai voltar ao planalto em 2014 e com a ajuda imbecil do próprio governo e seu partido de parlamentares, salvo exceções, COVARDES.

  5. Nem se fosse o governo Dilma, mancomunado com o PT, o responsável por essa criminosa pantomima – coisa em que me recuso, absolutamente, a acreditar! – o escândalo nem sequer arranharia reputação do Golpe do Mensalão Federal, na sua condição, amplamente reconhecida, de maior escândalo de corrupção política da história deste país. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

    • Não entendi ? Você AINDA acredita no pseudo julgamento ?

    • Caro Lucas, pode ter sido o escândalo maior, em termos do estardalhaço do PIG, mas em termos de valores envolvidos (ou seja, “la plata” $$$$$$$), a privataria tucana descrita no livro de mesmo nome, nas privatizações das teles, dá de mil a zero. Se aquilo ali for verdade, caracoles, “aliviaram” nossos bolsos em bilhões. A lavanderia de dinheiro descrita pelo jornalista Amaury Ribeiro Jr no livro “Privataria Tucana”, envolvendo Serra, filha, genro, cunhado e amigos deveria ser investigada pela Procuradoria Geral da República. Não foi por falta de ter o livro em mãos, Eduardo mandou um monte para o procurador geral.

      • Para colocar a conversa nos trilhos, faço constar que eu não disse que o assombroso Golpe do Mensalão Federal do desgoverno Lula e do PT foi o maior escândalo de corrupção do país em todo os tempos no que diz respeito à movimentação de dinheiro. Poderia até ser, se tudo viesse à tona. Mas, mesmo assim, teria que travar um duro embate com outros escândalos promovidos pelo PT ao longo desses dez anos de desvergonhado assalto ao cofres públicos. Disse, apenas, que foi o maior escândalo de corrupção “política” da história deste país, e foi!

        Quanto ao panfleto criminoso a que você se refere, e que foi urdido por um esbirro do lulopetismo, merece o destino que se dá ao lixo, ou seja, o lixo! Quanto mais não seja, mesmo tendo se passado dezoito anos desde o primeiro mandato dos tucanos, e estando o PT há dez anos no poder, por que as privatizações não foram revistas? A resposta é simples: elas foram boas para o Brasil, tanto que o PT também aderiu a elas, embora tardiamente, como fez em relação ao Plano Real, à Lei de Responsabilidade Fiscal e tutti quanti. E outra: os tucanos julgados em processos relativos às privatizações foram absolvidos. Como se pode ver, é tudo muito diferente do Golpe do Mensalão Federal, em que, além de terem sido considerados como “golpistas” nas falas de alguns ministros, o “‘capitão do time” e o presidente do partido do ex-presidente foram condenados, pela mais alta corte do país, a cumprir pena na prisão. Só não foi envolvido o próprio ex-presidente, por crime de responsabilidade (no mínimo!), por razões que a própria razão desconhece. Mas ainda está perigando. Como se pode ver, uma coisa é uma coisa,e outra coisa é outra coisa.

    • Lucas, foi o maior escândalo do Planeta Terra, do Sistema Solar e, quiçá, da Via Láctea. Jamais se viu coisa igual nos 13,7 bilhões de anos desde o Big Bang. Só o Zé Bolinha de Papel poderá nos salvar.

      • Bem, pelo que me consta, o Golpe do Mensalão Federal do desgoverno Lula e do PT é o maior escândalo de corrupção política do país em todos os tempos. Mas, se você afirma que ele é muito mais do que isso, não vou contestá-lo, pois não me surpreenderia nem um pouco. Do PT, afinal de contas, não se deve esperar nada, mas pode se esperar tudo.

        Quanto ao “Zé Bolinha”, que é o “capitão do time” do Lula da Silva, como ele haveria de nos salvar, se vai passar uns bons e sentidos anos na prisão?

  6. Correção: “… nem sequer arranharia a reputação…”.

  7. Correção: “… nem sequer arranharia a reputação…”.

  8. Pois pra mim, foi um teste. Um teste pra verse o boato funcionaria e com qual velocidade chegaria às pessoas. O grande golpe golpe vai ser dado às vésperas das eleições se o governo ficar com medo dessa imprensa golpista e dessa oposição sem vergonha e não prosseguir com as investigações até o fim.

  9. Aécio quer que Dilma peça desculpa em cadeia nacional sobre Bolsa Família – http://glo.bo/ZrNLz5

    Mas a presidenta saberá qual a melhor hora de se manifestar. Pressa nessa hora é inimiga da perfeição. Que o diga Maria do Rosário, que não ajudou em nada no episódio com suas declarações “The Flash”. Aécio Neves quer fomentar destempero semelhante… Pressa não é sinônimo de qualidade.

  10. Acredito que o PT vai utilizar estes cartuchos no ano que vem, época de eleição, e acabar de vez com a candidato Aécio.
    Vai esperar e dar a degola no momento exato.
    A cabeça vai rolar. E acabar de vez com este corporativismo mídia/oposição

  11. Eduardo, no capítulo de hoje da novela global “Amor à Vida”, personagem cita inflação alta, enquanto durante os comerciais, Aécio Neves fala da alta da inflação. Coincidência? Rede Globo é tucana por natureza.

    • Não, não é tucana por natureza. É anti tudo que for iniciativa de qualquer governo que tenha preocupação em melhorar a situação das massas desfavorecidas. É a favor de qualquer governo conceitualmente conservador – o que em “nosso” país significa: tudo para a casa-grande e uma banana na (e não para a) senzala.

  12. Se checar a lista dos 500.000 beneficiários do bolsa-família que foi para a Globo e se ela coincidir com os estados onde houve o tumulto, fica tudo explicado.

  13. Alo:Edu, você viu o comentário do Kenedy Alencar, na CBN, sobre a linha de investigação da PF, sobre os pastores evangélicos?

  14. Era muito fácil Eduardo, o próprio Aécio disse que Dilma deveria se manifestar na TV. De fato, ela tinha que pedir horário nobre na TV para esclarecer que, além de não cogitar em acabar com o programa, ele está em fase de ampliação, caminhando para a abrangência total: é o que estão fazendo no momento, cadastrando novas famílias ainda fora do benefício. Agora, estranho é essas beneficiárias acreditarem nesse boato, por que isto seria verdade ?.

  15. O governo é de um punhado de medrosos, cercados de adversários que eles mesmo nomeiam por medo e que os traem continua e constantemente e são tolerados , mantidos nos cargos, por medo. É um governo que funciona movido a medo, eleito por um partido comandado pelos empregados dos medrosos. Um sistema vergonhoso, que não faz jus à confiança que nosso povo deposita nele.

  16. Diante de tudo o que veio à tona até agora, o governo Lula-Dilma precisa dar urgentes e convincentes explicações ao país.Por outro lado, é necessário criar salvaguardas que protejam o Bolsa Família, que muitos consideram como “o maior programa oficial de compra de votos do mundo”, de manobras que potencializem o seu efeito de cooptação do eleitorado.

  17. Com esse Ministro da Justiça aí, “comandado” pelo covarde Governo Dilma, TENHO CERTEZA ABSOLUTA DE QUE AS INVESTIGAÇÕES NÃO IRÃO DAR EM NADA, POR SINAL, SEMPRE TIVE UMA FORTE CONVICÇÃO DE QUE SERIA ESSE O DESFECHO DAS INVESTIGAÇÕES DE UM GOVERNO QUE NÃO COMANDA A PF(COMO É QUE UM GOVERNO NÃO COMANDA A PF E QUER SE MANTER NO PODER!!!!!!!???????)E DESTACA-SE PELA FROUXURA AO CEDER E NÃO REAGIR HÁ DEZ ANOS, (DESDE LULA QUE SÓ BRIGOU DE VERDADE COM A MÍDIA AO FIM DE SEU SEGUNDO MANDATO)DIARIAMENTE AOS ATAQUES, OFENSAS E GOLPES LEVADOS A CABO PELOS BARÕES DA COMUNICAÇÃO E SEUS “JORNALISTAS” AMESTRADOS. Se for de fato esse o desfecho das invbestigações; acabarem em “pizza”; podem ter certeza de que o Governo Dilma estará oferecendo um convite irrecusável à direita e a CIA, que tenho certeza são as responsáveis por esse crime; para promoverem sabotagens maiores e mais graves ainda. Esse foi somente um balão de ensaio. É evidente que esse terrorismo iria ocorrer de qualquer forma, mas a melhor maneira para inibí-lo, fazendo a classe dominante ao menos “pensar duas vezes” antes de realizar um novo crime, seria descobrir os culpados, apontá-los e processá-los, sendo que os que não puderem ser processados; como membros do corpo diplomático dos EUA por exemplo; deveriam ser expulsos do país. Além do que, se isso ocorresse, em comprovando-se o envolvimento da mídia conservadora e dos seus lacaios; poderíamos finalmente levar às conciências do grande público a urgência e imprescimbilidade de democratizarmos e regularmos as comunicações no Brasil, para que assim sejam instituídas no país a pluralidade de opinião, pressuposto básico para a verdadeira liberdade de expressão que inexiste numa nação em que os meios de comunicação são controlados por treze famílias que impõem uma única visão de mundo e censuram o contraditório; como também os limites legais e democráticos para que a informação não seja usada por aqueles que com ela trabalham como arma para a imposição de seus objetivos políticos, através da mentira, da desinformação e do desrespeito à Verdade factual. É exatamente essa covardia do governo; qualquer criança sabe que a moleza do agredido estimula o agressor a ser ainda mais violento; que leva a oposição, política e principalmente a midiática, a afoitar-se em absurdos ilógicos como afirmar que uma mudança de Sistema na Caixa, responsável pelo depósito de dois pagamentos quase ao mesmo tempo, teria causado o pânico só encontrado nos estados do Norte, Nordeste e Centro-Oeste; quando os depósitos dos dois pagamentos ocorreram em todo o Brasil ou ainda o CINISMO DE DIZER QUE O GOVERNO DILMA LANÇARIA UM BOATO DESSES, CAPAZ DE GERAR TUMULTO E TRAZER DESCRÉDITO PARA O SEU MAIS IMPORTANTE PROGRAMA, SÓ PARA MOSTRAR A IMPORTÂNCIA DO BOLSA-FAMÍLIA E “QUEIMAR” A OPOSIÇÃO. SÓ UM IMBECIL OU UM FANÁTICO PODERIAM ACREDITAR NUMA SANDICE DESSAS : A IMPORTÂNCIA DO BOLSA-FAMÍLIA JÁ ESTÁ DEMONSTRADA PARA O BRASIL E PARA O MUNDO, AFINAL ALÉM DO GRANDE APOIO POPULAR AOS GOVERNOS LULA E DILMA E PRINCIPALMENTE DO PROGRESSO ECONÔMICO-SOCIAL QUE O PROGRAMA PROPORCIONOU; A ADMIRAÇÃO DO PLANETA INTEIRO JÁ FOI MAIS DO QUE DEMONSTRADA; VÁRIOS PAÍSES ESTÃO COPIANDO VERSÕES PRÓPRIAS DO BOLSA E INÚMERAS ENTIDADES INTERNACIONAIS PREMIAM DIA SIM E OUTRO TAMBÉM O PROGRAMA E SEU IMPLANTADOR, LULA, PELO ÊXITO NA SOLUÇÃO DO PROBLEMA DA FOME E DA MISÉRIA, QUE SÃO CHAGAS PLANETÁRIAS, OBTIDAS PELO PROGRAMA SOCIAL. Portanto, ter cara-de-pau suficiente para levar a cabo um delírio como esse, só pode ser creditado à certeza da impunidade de um direita canalha, e seus igualmente canalhas comandantes ianques, que se tornará cada vez mais perigosa graças a um Governo molenga. Ir às ruas, e usar a mídia alternativa e a Sociedade Civil organizada, para reagir a esse terrorismo, exigindo do Governo que leve à frente as investigações e puna os culpados, é fundamental para aqueles que desejam, não simplesmente apoiar uma Presidenta e seu partido na disputa eleitoral de 2014, mas garantir que as mudanças extraordinárias, que vêm transformando o lixo de Sociedade em que vivíamos até 2003 numa grande nação, não sejam sabotadas por golpistas acostumados a conseguir na sabotagem o que lhes é negado pela Democracia.

  18. Foi uma besteira enorme da Caixa. A oposição está dazendo o seu papel; aproveitar os erros da situação para faturar . O blogueiro está fazendo o papel dele; defender o governo mesmo que precise tergiversar.

    • Tergiversar em que? Quem tergiversa são vocês. A pergunta é: se foi a antecipação dos pagamentos pela Caixa que causou o pânico, porque só ocorreu no Norte e no Nordeste se a antecipação foi para o Brasil inteiro? Como você pode afirmar alguma coisa sobre o caso sem responder a isso? Eu não tergiverso, tergiversar é fugir do assunto. Eu enfrento o assunto e respondo a qualquer interrogação, mas gente como você é obrigada a se fazer de idiota pensando que todo mundo é idiota.

  19. Analise-se, grande parte da PF é demotucana, grande parte do funcionalismo público é demotucano, grande parte dos funcionários das estatais são demotucanos, grande parte das forças armadas é demotucano, demotucano defina-se anti governo e anti PT.
    Quase a totalidade dos aposentados do serviço público são anti governo e anti PT, temos um congresso camaleão, o STF e a PGR sem comentário.
    Quero e desejo que a PF investigue para ter provas contundentes, estou convencido de que foi orquestrado e tb tenho convicção íntima de quem o fez, mas são necesárias provas para o desmascaramento.
    Na Argentina as Forças Armadas, o STF, a maioria dos funcionários públicos, a classe média respeita e admira seu país, aquí temos um bando de puxa saco dos estates, dificilmente teremos de imediato uma mudança nos pensamentos e atitudes desta parcela da população.
    Por enquanto é ir lutando e desmascarando as teorias implantadas, melhorando a distribuição de renda, e não desistirmos do Brasil, não retonarmos a condição de quintal.

  20. Desculpe, mas neste caso, a lógica está com Reinaldo Azevedo;

    “A quebra da rotina correu de boca em boca, desencadeando o medo – característico em tais circunstâncias, como ensina a psicologia do rumor – de que a mudança era presságio de más notícias. No caso, o encerramento do programa que transfere R$ 151 mensais, em média, a 13,8 milhões de famílias pobres. (O Bolsa Família custa ao erário quase R$ 24 bilhões por ano.) Essa hipótese parece mais plausível do que a teoria conspiratória segundo a qual alguém, não se sabe quando, teria acionado uma empresa de telemarketing do Rio de Janeiro para difundir gravações mentirosas anunciando o fim do benefício. O que pressupõe, entre outras coisas, que a firma teria ou recebeu os números dos telefones de uma parcela, ao menos, da população assistida.”

  21. BOLSA FAMÍLIA: NO CONVERSA AFIADA, UMA ENTREVISTA ESCLARECEDORA

    Leia a seguir uma nota oficial da Caixa sobre a fraude do Golpe Golpe, e a entrevista que o ansioso blogueiro fez, por telefone, com José Urbano Duarte, vice-presidente de Governo da Caixa:

    PHA: Eu vou conversar agora com José Urbano Duarte. Ele é Vice-presidente de Governo da Caixa Econômica Federal. Entre setembro de 2009 e dezembro de 2010, ele conduziu a gestão do programa “Minha Casa Minha Vida”, como Superintendente Nacional na área criada para essa finalidade. Em janeiro de 2011, ele ocupou a Superintendência Geral em Brasília, até assumir esse novo cargo de Vice-presidente de Governo. Eu gostaria primeiro de estabelecer uma certa cronologia – para que eu possa entender e também os nossos leitores e os nossos ouvintes do Conversa Afiada:

    Nos dias 18 e 19 desse mês, houve uma corrida aos postos de recebimento do Bolsa Família em muitos estados do País.

    Boatos que criaram a expectativa de que não teria dinheiro para pagar. O presidente da Caixa, Jorge Hereda confirmou que, no dia 17, véspera dos boatos, houve uma mudança na escala de pagamento, e todo o dinheiro do programa foi liberado – eu estou lendo aqui a primeira página do jornal Folha de São Paulo.

    Eu lhe pergunto: existe uma relação entre essa mudança na escala de pagamentos e a corrida ?

    Urbano: Olha, nós não acreditamos nisso. E não é apenas por uma percepção individual da Caixa. É em função de um histórico. Por quê ? As pessoas sempre vão receber seus benefícios naquele dia em que está definido no seu cronograma. Então, não haveria nenhum motivo para que fossem antes. Além disso, quando a gente compara historicamente os pagamentos, a gente verifica que no dia em que é liberado o pagamento de um determinado grupo de famílias, cerca de 70%, no limite 80%, vão naquele mesmo dia receber. Muitos deixam para receber em dias posteriores, porque é mais convenientes para eles. Não existe nenhum tipo de motivação que levasse a esse recebimento, ou a essa corrida. Especialmente num sábado à tarde. No dia da própria abertura, na sexta-feira (17), a quantidade de pagamentos foi inferior à quantidade de pagamentos que teve, por exemplo, na sexta-feira do mês de abril. Então, não havia naquele dia nenhuma anormalidade. Somente no sábado, na parte da tarde, é que começou a ter um movimento adicional.

    PHA: A partir de quando a mudança começou a funcionar? Na sexta-feira ?
    Urbano: Seria possível as pessoas sacarem já na sexta-feira (17), mas não ocorreu esse movimento que aconteceu sábado à tarde. Só aconteceu sábado à tarde, com um detalhe: não foram em todos estados e todas as cidades: (os saques) foram concentrados em treze estados. Em diversos estados do País o movimento – mesmo no sábado – foi normal. Nós não tivemos que tomar nenhuma medida extraordinária para administrar o fluxo adicional de pessoas em nossas unidades.

    PHA: Então, para fixar corretamente: a mudança começou a ser efetuada na sexta-feira (17) e a corrida foi na tarde de sábado (18).
    Urbano: Exatamente.

    PHA: E esse movimento de sexta-feira foi absolutamente igual ao da sexta-feira anterior. E a corrida não se registrou no País inteiro – o que teria ocorrido se a causa fosse a mudança da escala (de pagamentos).
    Urbano: É, a nossa visão, a nossa análise, é exatamente essa. Não faz sentido para nós que tenha acontecido em alguns lugares e não tenha acontecido em outros. Que tenha acontecido no dia seguinte e não tenha acontecido na sexta. Mas, enfim, evidente que ,em função do fato e da proporção que tomou, a Polícia Federal vai investigar e chegar às conclusões. Nós estamos dando todas as informações para que eles possam chegar a uma conclusão. Mas a nossa leitura é exatamente essa que você fez.

    PHA: José Urbano, qual foi o erro, a informação equivocada, pela qual o presidente da Caixa, Jorge Hereda – pediu desculpas ? É que no “Bom Dia Brasil” de hoje e no “Jornal Nacional” de ontem, o senhor, José Urbano Duarte, é responsabilizado por ter cometido esse erro. Qual foi esse erro? Se é que se pode chamar assim.
    Urbano: Esse erro foi o seguinte, Paulo: durante o final de semana, no sábado e no domingo, as agências estão fechadas. Então, você não tem uma estrutura de atuação que você tem em uma segunda, uma terça, enfim, em um dia de útil. Então, o que nós focamos no final de semana, foi em tentar administrar um movimento atípico, um momento absolutamente atípico em uma agência bancária num final de semana. Nós tínhamos todo o interesse em fazer com que esse movimento voltasse à normalidade. Então as nossas medidas no sábado e no domingo eram de passar tranquilidade para as famílias, para que elas soubessem que (o boato) não era verdade. Quando nós chegamos às agências no final de semana, o que as pessoas verbalizavam era que estavam indo lá porque tinham recebido a informação de que o Bolsa Família ia acabar naquele sábado à noite, e quem não fosse lá receber ia perder. Fruto disso, nós tínhamos o objetivo de passar tranquilidade. Esse foi o nosso foco durante todo o fim de semana. Na segunda-feira de manhã (20), eu dei uma entrevista ao “Bom Dia Brasil”, em que me foi perguntado quando a gente abriu para pagamento. A informação que eu tinha naquele momento, inclusive por que na sexta-feira tinha sido tudo absolutamente normal, era que a abertura tinha acontecido no sábado – inclusive em função do problema. E não era isso. A abertura tinha acontecido já na sexta-feira, embora não tenha acontecido [a corrida de saques] na sexta-feira. Em relação a isso é que a gente se retratou.

    PHA: Para deixar claro de novo. Sua entrevista foi na segunda-feira, às sete horas da manhã. Portanto, a corrida já havia acontecido no sábado e no domingo. Então não há nenhuma relação entre sua entrevista e a corrida?
    Urbano: Perfeitamente, minha entrevista não foi motivadora disso porque ela foi posterior ao problema. Eu tinha uma informação imprecisa e validei ela durante a entrevista. Hoje as pessoas fazem uma imagem de que isso foi incorreto. E foi incorreto mesmo, eu tinha que ter a informação naquele momento, não tinha, e por isso a gente se desculpou. Mas não acredito que essa informação tenha causado alguma coisa no passado.

    PHA: Ou seja, não há relação de causa e efeito entre uma entrevista dada ao “Bom Dia Brasil” – o programa se chama “Bom Dia Brasil”, o que é uma liberdade, uma vez que deveria se chamar “Mau Dia Brasil”.
    Urbano: Risos.

    PHA: … o programa chamado “Bom Dia Brasil” vai ao ar às sete e trinta da manhã, horário de Brasília. Logo, (uma entrevista) na segunda-feira às sete e trinta da manhã não podia causar uma corrida na tarde de sábado, não é isso?
    Urbano: Perfeito, Paulo. Nossa avaliação é essa também”.

  22. De recuo em recuo a oposição vai ampliando seus espaços.

  23. É absolutamente incompreensível a inação do governo Dilma diante das repetidas ameaças que a oposição clandestina faz à estabilidade de seu governo. Ao perceber que o governo nunca reage diante das sabotagens essas se tornarão cada vez mais ousadas e se intensificarão com a aproximação do ano eleitoral.
    Será que ninguém no governo enxerga o que se mostra nítido para todos?

  24. Não há motivo para apostar.
    Sabemos que esse governo é medroso e dúbio e assim vai mais uma vez enfiar o rabo entre as pernas.
    O Cardoso, não manda na PF nem em coisa alguma e fica claro que a PF não consegue sequer esclarecer um caso de boato. Na verdade não deveria ser Ministro de nada.
    A sua colocação de que as investigações(aquelas que nunca virão a público), encontraram algum político ou grupo político é PERFEITA e por isso mesmo não virá à público.
    A próxima campanha eleitoral para Presidente será uma VERGONHA.
    Por esta razão, volto a afirmar que no Brasil é preciso aniquilar com a Direita ou não teremos futuro..

  25. Minha opinião, modesta, porém sincera:
    Dilma precisa ir à televisão e pronto. Ou ponto.
    Se vão dizer se é antecipação de horário eleitoral ou outra coisa qualquer, F…!
    Crises ou golpes ou qualquer outra M, se combate dialogando-se com os interessados (ou eleitores).
    O resto é o Zé das Couves Ministro e o seu blá, blá, bla´. Se descobriram essa empresa de telemarketing, não era para isso vir a público antes da P da hora. Mas, a coisa vaza por que é um queijo suíço.
    E o Zé… Bem, o Zé é um Zé. E ponto também.

  26. Essa foi mais uma tentativa de golpe. O governo precisa investigar e apontar os verdadeiros culpados. Acorda Dilma!

    • Os culpados, na verdade, incompetentes, estao dentro da propria CEF.
      Cada dia que passa fica mais patente que a lambanca comecou na CEF e acabou resultando essa boataria e corre-corre nas agencias.
      E nesse caso, eh claro que interessa ao governo acobertar tudo e nao levar a frente uma investigacao seria por meio da PF ou do MPF. Meios para fazer isso nao lhe faltam.
      Mas no final o que iria aparecer mesmo seria a incompetencia da Caixa Economica Federal na gestao do programa e a coisa toda se Bulgaria contra o proprio governo.
      Sendo assim, o melhor mesmo eh deixar a coisa toda meio que nebulosa, dando margem a todo tipo de especulacao.

      • corrigindo: “….a coisa toda se voltaria contra o governo….” e nao “se Bulgaria contra o governo….”
        Preciso desabilitar a funcao de auto-completamento do tablet. :-)

  27. Seja qual foi o resultado das ações e/ou inações do Governo, restará comprovado que a POLÍCIA FEDERAL, que não é tucana nem petista, desde que não esbarre nos interesses dos governantes de plantão, não passa de mais um órgão APARELHADO e está se revestindo de um poder paralelo e que atua somente naquilo que pretenda mostrar contra os desafetos políticos e igualmente vai se omitir de invesyigsr os membros do próprio governo, deixando evidente que é uma polícia de GOVERNO e não de ESTADO. Se alguém acha isso normal, inclusive voce, Eduardo, me desculpe, mas sua credibilidade cai por terra por defender o aparelhamento de orgãos de fiscalização e/ou controle, ou então, me conveça do contrário.
    Já resta nítido que o governo vai manipular a investigação, que é da PF e que o resultado, independentemente de se chegar ou não à autoria, será aquele em que o DILMA mandar.
    Há em curso um grave crime contra a sociedade brasileira e o ordenamento jurídico. A POLÍCIA FEDERAL está por comprovar que NÃO TEM AUTONOMIA e atende somente aos interesses do GOVERNO. Se isso não é GRAVE, não sei mais o que será e poderemos esperar tudo desse e de outros governos.
    Afinal, quem tem medo do lobo-mau?
    Fique atento, prezado Eduardo, no movimento desse governo para enfraquecer o MINISTÉRIO PÚBLICO e fortalecer, não as polícias como um todo, como instituição, mas apenas e tão somente os DELEGADOS DE POLÍCIA!

  28. Para mim existem duas Dilmas, logo dois governos. Uma Dilma tomate e uma banana. A primeira, vermelha tem a cor da esquerda, mas frequenta a cozinha braguiana, vive, portanto, encantada com o PIG e suas reprises no canal Viva. A outra é verde e torna-se sempre amarela ao final. O verde de raiva das truculências sempre se transforma em amarelo de medo. Confiante em pesquisas de popularidade, a amarelidão deixa os opositores muito à vontade, mesmo que ajam de modo pouco recomendável. Não fosse eu do povo, mas da elite, queria mais era que virasse tudo bananada. Só que sei que a ave bicuda que espreita o pomar quer bicar tudo, não sobrando semente para a ralé. E os donos de sua gaiola? Nem se fala. O governo Dilma brinca muito com a paciência e com a boa vontade de quem insiste em apoiá-lo. Depois não chorem se ficarem sós. Quando acordarem poderá ser tarde, muito tarde.

  29. Gostaria que um desses reporteres do pig me explicasse qual é o “nexo causal” entre alguém ver que o benefício caiu antes na sua conta e que daí ele concluiu que o Bolsa vai acabar?
    Me parece Edu, que alguém na Caixa, as famosas bandas tucanas, soube do adiantamento e elaborou o boato. Tipo, ligam para a casa de um beneficiado e diz “vai acabar na meia-noite de sábado, vá ao banco e retire a ultima parcela”. Ao chegar lá, o dinheiro estando lá, antes do tempo, o sujeito conclui que a informação é verídica. Daí espalha.
    Elementar meu caro, Zé Cardozo!

  30. Olha isso Edu…

    Kennedy Alencar: Polícia Federal suspeita que pastores começaram os boatos de suspensão do Bolsa Família

    http://www.genizahvirtual.com/2013/05/kennedy-alencar-policia-federal.html

  31. Estou sentado esperando ansiosamente a tal hecatombe política.

    • Só virá se o governo for até o fim nessa, está dito no texto. Mas, se fosse você, esperaria a investigação da PF terminar.

  32. Só esperando para ver qual vai ser o fim dessa história..

  33. Se espalhar boato sobre o fim do bolsa família é crime, os primeiros a cometê-lo foi o PT e o próprio blogueiro, que passaram a última campanha eleitoral inteira dizendo que o programa acabaria caso Dilma não vencesse as eleições.

  34. Um governo fraco, liderado por um pusilânime Marechal Pétain de saias, cercado por Lavais acovardados nos Ministérios, Senado e Câmara nos perderá a todos.
    Marx tem razão: a segunda é como farsa.

  35. Mais uma vez:o PT assumiu o governo mas não o poder. Covardia é pouco…

  36. Sobre os boatos da Bolsa Família…

    A partir de 4min e 20s o Aécio desce a lenha na Dilma!!!
    A oposição está acordando???

    http://www.youtube.com/watch?v=uKHLAWHU7nw

  37. CÍRCULO VICIOSO DO PT:

    1) A Imprensa descobre uma farsa montada pelo PT;

    2) O governo chama a PF pra investigarem;

    3)A PF diz que está investigando, mas ninguém é acusado;

    4)O PSDB diz que é gravíssimo, mas a mídia comprada pelo PT tenta abafar o caso;

    5)As provas aparecem contra o governo;

    6)Bloguistas do PT acusam a oposição;

    7) Um bode expiatório do governo petista aparece;

    8)O suposto culpado não convence ninguém;

    9)Os verdadeiros suspeitos tiram férias.

    10)O governo diz que não existe problemas.

    10)E o povo acredita…

    e começa tudo de novo.

    • Zé da Verdade: você é o cara mais engraçado da internet… humor grosseiro, com piadas velhas e de mau gosto, mas, só não pode querer ser levado a sério… se for, precisa de uma internação no mundo real…

      • O povo e tão manipulável, esta historia de quem divulgo e os boatos foi só para que desviar milhões nesta jogada e o povo só preocupado com quem falo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o povo babaca anemmmmmmmmm.

  38. “A grande pergunta que se faz, portanto, é se o governo Dilma e o PT, que estão cada vez mais encolhidos diante da gritaria da oposição e da mídia, mudarão de conduta de forma tão radical e, por fim, enfrentarão adversários que querem vencê-los por meio de golpes”.

    A oposição cobra justamente a verdade, isso é golpe ?

    “Se o fizerem e as suspeitas crescentes se confirmarem, haveria uma hecatombe política. O envolvimento de grandes partidos de oposição e até de algum grande grupo de comunicação, seria o maior escândalo político do século XXI no Brasil, acima do mensalão”.

    Será mesmo, ou seria o contrário, afinal, por que a ministra Tereza Campello, resolveu tirar férias. A última agenda da ministra que responde pelo Bolsa Família foi no dia 24 e, de acordo com o Diário Oficial da União.
    Quem não deve não teme.

Trackbacks

  1. Investigação do MP tem como sustentação o grampo ilegal – Em 17 estados MPs interceptam ligações sem participação da Polícia | SCOMBROS
  2. A boataria para abafar o boato | SCOMBROS
  3. A boataria para abafar o boato | Altamiro Borges

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.