Vice-presidente da CPI: “Questão de Policarpo não está resolvida”

 

O vice-presidente da CPI do Cachoeira, deputado Paulo Teixeira (PT-SP), concedeu hoje (29.11) entrevista ao Blog sobre o relatório final da investigação. Segundo Teixeira, ao menos a questão do jornalista Policarpo Jr., da revista Veja, “Não está resolvida”. Ele fala, ainda, sobre a posição do partido em relação ao procurador-geral da República, Roberto Gurgel, e explica as razões para o recuo do relator. Leia, abaixo, a entrevista.

*

Blog da Cidadania – Deputado Paulo Teixeira, sobre a posição do relator da CPI, deputado Odair Cunha, de retroceder no indiciamento do procurador-geral da República e do jornalista da Veja Policarpo Jr., o que o senhor diz sobre isso? É uma posição do PT? Dizem que o PT ficou com medo da mídia, outros dizem que foi o Palácio do Planalto que pediu… Qual é a posição que levou a esse acontecimento?

Paulo Teixeira – Do relatório do deputado Odair Cunha constavam pedido de investigação do procurador-geral, tendo em vista que não há explicação sobre os procedimentos que ele adotou – ou a falta de procedimentos adotados –, e pedido de indiciamento do jornalista Policarpo Jr. Mas poucos partidos homologavam o relatório nesses termos. Havia uma ampla maioria contrária ao relatório.

Nessa ampla maioria há vários interesses. Tem o interesse que não quer o indiciamento do Marconi Perillo, tem o interesse daqueles que defendem o dono da Delta, o Fernando Cavendish, e tem o interesse dos que não querem que esteja no relatório qualquer menção ao procurador e qualquer menção ao Policarpo. Com isso, o relator entendeu que, para pelo menos ele ler o relatório a fim de construir maioria, devesse retirar o jornalista Policarpo.

Havia, entre nós, um consenso de que devesse retirar ao menos o procurador-geral, pois o objetivo principal da CPI, o foco da investigação, era o governador de Goiás e o seu aparente envolvimento com o esquema de Cachoeira.

Blog da Cidadania – Entre nós, quem, deputado?

Paulo Teixeira – No PT, o nosso consenso era de que ele devesse retirar o procurador-geral. Mas a bancada do PT quis dar ao relator Odair Cunha condições de ele tocar o relatório de tal sorte que ele pudesse, ao menos, lê-lo para votação. Então ele achou por bem retirar o jornalista Policarpo Jr.

Blog da Cidadania – Mas deputado, o PT entende que não há uma certa gravidade no fato de o procurador-geral da República ter engavetado a Operação Vegas? Ele sabia do Demóstenes Torres, sabia de tudo aquilo… O PT não entende que a conduta dele foi estranha?

Paulo Teixeira – Nós consideramos que a postura do procurador-geral foi uma postura estranha, tanto que a proposição inicial do relatório foi de um pedido de investigação. O problema, como eu te disse, ali, foi que se criou uma frente de diversos interesses que impedia sequer a leitura do relatório. Aí, o PT decidiu que, mesmo pedindo a investigação no relatório inicial, nós tiraríamos esse pedido de investigação com o objetivo de facilitar sua aprovação.

Blog da Cidadania – O PT, por si, pediria os indiciamentos do Policarpo e do Roberto Gurgel?

Paulo Teixeira – O PT proporia o indiciamento do jornalista Policarpo Jr. e isso fez parte do relatório de Odair Cunha. Mas havia debates internos, no PT, sobre o procurador-geral, sobre essa questão do indiciamento ou não, se deveria ser tocada adiante. Mas, em relação ao jornalista Policarpo, o PT é unânime. Em relação à retirada de seu nome, isso foi uma circunstância que se criou para o relator e ele percebeu que, sem isso, o relatório não seria sequer lido.

Blog da Cidadania – Agora, deputado, não seria o caso, ao menos, de a Polícia Federal abrir uma investigação sobre o Policarpo?

Paulo Teixeira – Olha, na verdade, essa questão não termina com o relatório. Qualquer deputado pode pedir, ao final, que questões que não entraram no relatório possam ser investigadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público…

Blog da Cidadania – Qualquer deputado da CPI?

Paulo Teixeira – Da CPI… Essa questão do Policarpo, na minha opinião, não está resolvida.

Blog da Cidadania – Não está resolvida… O senhor acha que pode ter algum desdobramento. E quanto ao procurador, alguma possibilidade de investigação?

Paulo Teixeira – Então… Todas as questões postas vão ficar ou dentro do relatório ou para posteriores procedimentos e providências. Isso eu não vou te adiantar. Em relação ao procurador, não saberia dizer.

Blog da Cidadania – Deputado, uma última pergunta: cogita-se que tenha havido uma interferência do Palácio do Planalto nessa decisão. O senhor confirma ou nega esse fato?

Paulo Teixeira – Não, não creio que tenha havido interferência do Planalto.

Tags: , , , , , , ,

240 Comentário

  1. Eu quero ver alguém da Óia atrás das grades ! ! ! E o prevaricador geral da República dançando miudinho…

  2. Tem muito tucano no PT, tem muito traíra no PT, tem muito oportunista no PT….enfim o PT tá mais para direita do que para esquerda. Traiu o VOTO do povo brasileiro, se vendeu para ser escravo na Casa Grande!!! Se fosse um partido de verdade teriamos: LISTA DA FURNAS, PRIVATARIA TUCANA já em andamento no Congresso Nacional???

  3. Nesta entrevista nada foi revelado que justificasse a posição do PT. Essa foi a maior explicitação de covardia do PT. Sempre votei no PT e me sinto traído. O PT é conivente com bandidos. Por quê? Não sei, mas o fato é que o PT não é digno de confiança, pois é igual aos demais. É triste, mas, pragmatismo tem limite, aliás, não se trata nem disso, mas de canalhice, mesmo.

  4. Eu já não acho mais que eles tenham “amarelado”. Isso é o que a mídia golpista quer que a gente pense. Na verdade, acho que foi o que o deputado Paulo Teixeira disse: se não retirassem, o relatório sequer seria lido. Não assinariam. Botaram a faca no pescoço do Odair Cunha, pelo que percebi. O que precisamos saber é quem são os traíras que não querem Gurgel nem Policarpo investigados. Miro Teixeira, com certeza, é um deles. Mas e o resto dos “bois”, quem são? Esses são poupados e quem fica no papel de vilão, pra variar, é o PT. De toda forma, a mídia arranja um jeito da culpa recair sobre o partido… é uma canalhice sem fim…

  5. Eu já não acho mais que eles tenham “amarelado”. Isso é o que a mídia golpista quer que a gente pense. Na verdade, acho que foi o que o deputado Paulo Teixeira disse: se não retirassem, o relatório sequer seria lido. Não assinariam. Botaram a faca no pescoço do Odair Cunha, pelo que percebi. O que precisamos saber é quem são os traíras que não querem Gurgel nem Policarpo investigados. Miro Teixeira, com certeza, é um deles. Mas e o resto dos “bois”, quem são? Esses são poupados e quem fica no papel de vilão, pra variar, é o PT. De toda forma, a mídia arranja um jeito da culpa recair sobre o partido… é uma canalhice sem fim…

  6. Entrevista providencial. Estamos na mesma, sem partido, porque diante da canalhice toda que acompanhamos, o partido não enfrentar a própria base aliada, com ou sem a interferência do Planalto, sinaliza que é tudo uma geleia geral, como no caso do “mensalão” ou caixa 2, nem sei mais.

  7. Concordo com o Ricardo Silveira, essa entrevista não nos diz nada. Falta mesmo é coragem desses nossos representantes. Enquanto a oposição nos faz sangrar a tal governabilidade é usada pra nos fazer engolir sapos. Está passando da hora do PT e o governo falar grosso sim!

  8. Resumindo: o Congress nacional e um antro de bandidos corruptos.

  9. A frouxiidao do pt signific a que nao devemos votar na legenda e her muito criterio NA bescolha do candidato, o voto NA legend a elege muito vabundo.

  10. Vamos ver se a bancada do PT toma uma decisão corajosa e enfrenta essa. Não vão bater mais do que já estão fazendo, e o povo já deu mostras que não acredita mais na velha mídia.

  11. Não adianta espernear e nem tapar o sol com a peneira…O PT atual perdeu a linha, demoliu seu passado honrado. Com o vírus da corrupção, agora a corroê-lo como se dá, desde sempre com absoluta naturalidade. Uma intervenção profunda e enérgica é necessária PT adentro. É preciso recuperar a fé e os ideais perdidos.O PT foi envolvido antes por oportunistas audaciosos, depois por incompetentes covardes. Neste exato instante a exibição de velhacaria proporcionada pelo relator da CPI do Cachoeira, o deputado petista Odair Cunha, é algo magistral no seu gênero. Leiam como se deu que ele entregasse a alma ao demônio da pusilanimidade. Ou ele não acredita mesmo no que faz, ou deveria fazer? E assim, abrir espaço para o espectro negativo do PSDB contra o PT. Inadimissível! Chegou a hora de aplicar a Lei de Talião: “olho por olho, dente por dente!”, pois toda ação gera uma reação. Chegou a hora de reagir contra as baixarias do PSDB, principalmente de Minas Gerais, Paraná e São Paulo. Sua população não pode aceitar suas velhacarias em benefício do capital e com o nosso dinheiro!

Trackbacks

  1. PT amarelou… | PIG
  2. Vice-presidente da CPI: “Questão de Policarpo não está resolvida” « Ficha Corrida

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.