Teórico alemão teria sido avisado para “não se meter” no mensalão

 

Estudar desde o zero o processo do mensalão é uma tarefa gigantesca que, levada a cabo, poderia consumir meses, se não anos. São 50 mil páginas, mais de 600 testemunhas. Não se imagina que um homem de 82 anos, um influente dogmático do direito penal alemão que conquistou reputação internacional como Claus Roxin fosse assumir missão como a ventilada pela mídia, qual seja, fazer um parecer sobre o caso brasileiro.

Segundo emissários do jurista alemão, ele não criticou o uso que a maioria do colegiado do Supremo Tribunal Federal fez de sua Teoria do Domínio do Fato. Aliás, uma explicação inócua porque ele nem poderia fazê-lo. Como iria criticar um processo dessa envergadura sem tê-lo estudado? Seria uma leviandade que alguém que construiu tal reputação não praticaria.

Os pistoleiros da mídia saíram disparando que a blogosfera teria dito que Roxin criticou o Supremo Tribunal Federal. O desmentido que teria sido escrito por pessoas ligadas ao teórico alemão, sendo verdadeiro significaria que ele embarcou nessa versão deturpada do que se comentou sobre sua entrevista à Folha de São Paulo.

Desde os primeiros momentos após a entrevista do alemão à Folha, o que se destacou foi a parte em que ele rejeita que o Domínio do Fato seja usado sem se fazer acompanhar de provas sólidas, as quais, no caso do mensalão, de sólidas não têm nada porque se resumem a elementos circunstanciais ou viciados, como por exemplo o testemunho do maior inimigo de José Dirceu – Roberto Jefferson.

A introdução se faz necessária porque um site “jurídico” ligado ao conclave político-empresarial-judiciário que montou um tribunal de exceção para julgar a ação penal 470, bem como os Mervais da vida, deturparam o que se destacou das palavras do teórico alemão.

Não é esse, entretanto, o xis da questão. O xis é informação de fonte fidedigna que procurou o Blog para afirmar que a reação intempestiva de Roxin após mais de uma semana do fato que a gerou, não saiu do nada. Segundo essa fonte, um ministro do STF que fala alemão e tem influência na comunidade jurídica alemã fez chegar a Roxin um verdadeiro terrorismo sobre ele eventualmente se imiscuir no processo brasileiro.

Segundo as informações, Roxin teria sido “avisado” de que a imprensa brasileira passaria a levantar dúvidas sobre suas razões para assessorar a defesa de José Dirceu, podendo “surgir” denúncias como aquelas da Veja – sem áudio, sem vídeo e sem vergonha –, no sentido de que o dogmático ariano teria “se vendido” para produzir um parecer favorável aos réus do mensalão.

Tudo à toa. Não é preciso acrescentar nada ao que disse esse cavalheiro. Sua explicação sobre o Domínio do Fato é mais do que suficiente para nós, brasileiros, que sabemos que o STF contrariou toda uma história de jurisprudência a fim de condenar réus contra os quais não pesa nada mais do que o cargo que ocupavam à época dos fatos que desencadearam a ação penal 470, vulgo “mensalão”.

Tags: , , , , ,

188 Comentário

  1. “Pelo que li na imprensa”, apenas isso já coloca todo o resto sob suspeita, uma vez que essa “imprensa” não é imprensa e sim uma facção criminosa em conluio com criminosos do tipo Cachoeira.

    • Dizer que a imprensa brasileira, com poucas exceções, é venal, irresponsável e indigna é
      chover no molhado. Porém, isto vale para os dois lados: o governismo também tem seus
      “cães de aluguel” espalhados pela grande mídia e pela blogosfera para defender seus
      interesses e atacar furiosamente seus adversários políticos, com pouco pudor ético….

      • …o que é o ‘governismo’, fabrizio? e quem seriam os cães? Os que nada ganham com isso, como PML,
        eduardo guimaraes, maria fro? o pequeno traço da Tv publica?
        quanto ganham o nunes, cantanhede etc. é notorio. Quanto ‘percebem’ é muito mais.
        Eu por ex. tenho muito ‘governismo’ em minha cabeça de segunda a domingo, nao mordi ninguem mas nao me limito a defesa. Julgamento desse sob a o machado + o holofote da midia é linchamento.
        E vou rir quando tiveres que engolir Genoino no plenario da camara, em seu pleno direito, em Janeiro, fabricio.
        E eu quero que a condenaçoa de dirceu, genoino e os outros seja feita junto, na mesma proporçao , num só pacote como a de azeredo, dantas, valerio pelo periodo fhc . e INCLUIR aecio no que for cabivel.
        mas para teu azar, a cada dia mais detalhes sordidos do linchamento surgirão. Ja começou.

        • Augusto2, você achar que Azeredo ou alguém ligado ao PSDB será condenado, é ingenuidade sua meu caro.
          Haja visto o que fez Marco Aurélio Mello ao conceder um habeascorpus para Perilo nã precisar depor na CPMI (que já acabou e não ouvirá mais ninguém) por entender que um órgão federal não pode invstigar o executivo estadual, na verdade o que ele pretendeu, foi impedir que o Perilo seja indiciado com base nas apurações da CPMI, pois se não pode investigar, tal investigação não serve para indiciar. Ah se fosse o governador de Brasília Agnelo Queirós que tentaram arrastar para o lodo, queria ver onde ele ia conseguir tal habeascorpus. Essa é a nova linha dura do STF contra políticos, só contra políticos do PT e aliados é claro.

        • DÁ-LE, AUGUSTO. EXISTEM MUITOS TOLOS QUE ADORAM ESTES FARSANTES DA TOGA.
          RESPEITO DA MÍDIA GOLPISTA, NEM COM O ESTUDIOSO ROXIN.
          É O FOCO CEGO NA DESINFORMAÇÃO, PARA DEFENDER O INTERESSE DOS PODEROSOS.

      • Cite os nomes dos tais “cães de aluguel” governistas na imprensa marrom, cara pálida.

        • Não vou citar nomes porque ninguém pode ser tão ingênuo que não perceba que
          alguns jornalistas graúdos aderiram ao governo federal, ou melhor dizendo, ao
          lulismo por puro interesse…. Basta comparar seus textos e suas ideias de antes
          de Lula assumir o poder. Alguns eram fervorosos defensores do liberalismo de
          FHC há quinze anos, por exemplo.

          Não é o caso, obviamente, deste blogue no qual comento: ele defende o governo
          por ideologia e por opção política. Escolha que respeito e é totalmente legítima.
          De outro modo, nem aqui comentaria.

  2. A verdade é uma só, nua e crua: O Julgamento da Ação Penal 470 irá entrar para a história! Só resta saber se teremos capacidade de contá-la cristalinamente! Só assim nossos filhos e netos irão saber quem são realmente os mocinhos e os bandidos desse episódio.

    • Claro! Isto porque os “mocinhos” são aqueles que estão sendo julgados,
      já os “malvados” são os juízes…. Francamente, além do maniqueísmo pedestre,
      existe aí uma inversão de papeis sem sentido!

      • Maniqueismo pedestre é o da mídia sem vergonha que pautou o despudorado STF. Cadê as provas do domínio dos fatos? Francamente…

      • VAIS INSISTIR QUE ESTES JUIZES NÃO FORAM PARCIAS?
        VALE INVOCAR TEORIAS QUE DISTORCEM A JUSTIÇA/
        QUE É ISSO RAPAZ?
        NÃO PERMANEÇA IMBECIL. CORRIJA-SE, HÁ TEMPO AINDA.

  3. Edu pode-se concordar ou discordar de você, porém, este blog é importantíssimo.
    Dos três poderes o pior é o Legislativo. O seu espaço tem que ser preenchido pelo Executivo e pelo Judiciário. Qualquer pendenga, os deputados ou senadores optam pela solução no Judiciário. O que me preocupa como cidadão é sobre quem controla o Judiciário? Inclusive quem controla a PGR? Que poder é esse? A mídia não tem freios porque o Legislativo é fraquíssimo e pejado de interesses que não o público. Por que não se regulamenta a Constituição nesse quesito. Hoje, Edu, nós deveríamos estar comemorando , esse dia tão importante, com um vencedor: o Ministro Barbosa. No entanto, essa figura emblemática, deixou-se cooptar pela mídia, sentiu-se dominado pela vaidade extrema e, nem se apercebeu que a elite branca e perversa deste país vestiu-o com um super herói com embalagem negra, mas, dentro está um branco.

  4. Este jurista alemão não veio se intrometer nos assuntos internos brasileiros e muito menos lançar suspeitas sobre o STF. A Folha de s.Paulo é que foi atrás dele e ele não se referiu em nenhum momento ao julgamento da AP 470, que ele não conhece.. Explanou suas opiniões sobre a teoria que ELE desenvolveu e pelo que eu também li, ela foi mal aplicada no caso, pois o ministro-relator ajustou a teoria ao que ele queria: condenar. Os outros foram atrás.

    • Se o jurista alemão nem sequer leu os autos do processo penal 470, como ele
      pode afirmar que a “teoria do Domínio dos Fatos” foi mal aplicada?!!

      Isto é pensamento condicionado pelo desejo de quem desejava a absolvição
      de José Dirceu….

      • Você leu meu comentário? Quem afirma que a teoria foi mal aplicada SOU EU. Não é o jurista alemão. EU é que afirmo: a teoria foi mal aplicada. É a minha opinião. O que você escreveu “é pensamento condicionado pelo desejo de quem desejava a absolvição de José Dirceu…”. “Desejo de quem desejava” é ótimo. Vá ser redundante assim na … é isso mesmo que você pensou. E o que você escreveu é pensamento condicionado de quem desejava a condenação de José Dirceu. Fique tranquilo. Ele já foi condenado.

      • Ô sua besta quadrada,

        Esse julgamento repercutiu no mundo inteiro. E para saber que os ministros condenaram sem provas, não é preciso ler as 50 mil páginas do processo. Basta ler o trecho dispositivo do voto de cada ministro para ver que não há qualquer prova, nem do fato e muito menos do domínio do fato.

        Agora gente burra como você acredita que a multinacional Visa transformou-se numa subsidiária do Banco do Brasil, que o governo compraria apoio parlamentar apenas numa das casas de um congresso bicameral, e que os “chefes da quadrilha” hoje estão mais pobres do que antes de supostamente roubarem durante anos.

        • Te desafio aqui a provares que José Genoíno é rico. Ele conseguiu, em lustros de atuação parlamentar, comprar um apartamento de classe média baixa, com dois quartos.
          Os outros não sei, mas vale o desafio também. Números, faz o favor. Porque “alegatio et non probatio casi non alegatio”, se alegas sem provas é quase como se não tivesses alegado. Mero ruído. Provas, amigo, ou achas que és isento dessa obrigação, como os nosso insígnes membros do stf?

          • Mas taí o grande “X” da questão: o Mensalão foi ainda mais escandaloso porque não foi um
            caso de corrupção para enriquecimento pessoal, mas uma compra de consciências com o
            intuito de continuísmo de poder, de assimilação gramscianiana do Estado pelo partido, de
            tentativa de transformar o PT num PRI à brasileira.

      • Fabrizio, pelo que eu entendi o jurista alemão Claus Roxin não falou nada a respeito da AP 470.
        Ele deu uma entrevista para a Folha na qual ele falou sobre sua teoria, a do “Domínio do Fato”.
        Ocorre que, ao ler a entrevista do jurista alemão, várias pessoas com o mínimo de inteligência, perceberam que ao citar esta mesma teoria para condenar José Dirceu o Ministro Joaquim Barbosa a distorceu. Por que? Porque para condená-lo, baseado nesta teoria, era preciso PROVAS.
        Aliás, com base nesta teoria e, em qualquer outra com o mínimo de lógica.
        O jurista alemão em nenhum momento se manifestou sobre o trabalho dos ministros do STF.

  5. Ministro do Supremo Tribunal brasileiro com influência na comunidade jurídica alemã??????
    De onde o blogueiro tirou essa aberração????

  6. Nós pobres brasileiros näo temos para onde correr. Um Congresso fraco, um STF desmoralizado e uma mídia safada, corrupta e partidária.

    • Temos pra onde correr sim, eca. Podemos ir para a Europa, que mesmo em crise é um paraíso comparado com isso aqui, ou até pra Venezuela, que tem mais bandidos, mas pelo menos também tem mais respeito pelos seus cidadãos. Salário mínimo que é o triplo do nosso, todo mundo recebe após uma certa idade, a comida e a moradia são baratas, a saúde é ótima etc.
      Agora se algum idiota vier falar em ditadura ou liberdade de imprensa, eu mando de volta à Veja. Cada bobalhão tem a informação que merece.

  7. Mas não há problema algum se o jurista alemã for contratado para dar um parecer sobre a questão, ainda mais se ela for parar em tribunais internacionais. Os juristas habitualmente são contratados para darem parecer. O Dr. Roxim ainda não o fez, mas se fizer, é legítimo, é normal no mundo jurídico.

  8. O MELHOR TEXTO SOBRE O TEMA:

    Todos sabem tudo, por Carlos Brickmann

    Carlos Brickmann, Observatório da Imprensa

    Quem disse que o Brasil não muda? Muda, claro que muda. Os 200 milhões de técnicos de futebol agora são especialistas numa teoria jurídica de alta complexidade, de um jurista alemão, Claus Roxin.

    Este colunista, que de Direito só sabe que se deve chamar juiz de “meritíssimo”, jamais tinha ouvido falar em Roxin. Perguntou então a vários advogados conhecidos, disputados por bons clientes, e nenhum jamais tinha ouvido falar em Roxin.

    Mas um monte de gente que jamais tinha ouvido falar em Roxin antes do julgamento do mensalão, que certamente não leu nenhuma obra dele, e se lesse não a entenderia, está discutindo sua teoria em minúcias. E há quem leia, e há quem responda!

    A tese do “domínio do fato”, de Roxin (pelo menos é o que este colunista acha: vai ver, ele é apenas um dos juristas que estudam o assunto, ou o mais conhecido dos seguidores do verdadeiro idealizador da doutrina, seja quem for), virou assunto popular, em consequência do clima de guerra entre torcidas que se trava entre defensores e críticos das decisões do Supremo Tribunal Federal no caso do mensalão.

    Os meios de comunicação não ajudam muito seus clientes: eles, como quase toda a população, não mergulharam nas 50 mil páginas do processo, não têm como avaliar a densidade e coerência de cada voto e precisaram recorrer à Wikipédia para saber quem, afinal, é o tal Roxin.

    O jornalismo caiu na armadilha da saída fácil: quem queria a condenação dos mensaleiros elegeu o ministro-relator Joaquim Barbosa como seu novo ídolo e nomeou Claus Roxin para o posto de sacerdote-inspirador do moderno Direito; quem queria a absolvição dos réus elegeu Ricardo Lewandowski como o corajoso xerife capaz de enfrentar a opinião pública e desmoralizar aquele alemão que andou falando bobagem e subvertendo os princípios jurídicos mais sagrados.

    E a avaliação do julgamento, do lado de fora, sem torcida? Isso é difícil, sai caro. Deixa pra lá.

    Aos vencedores, a alegria – embora, num caso que envolve perda de liberdade, mesmo que não se possa decidir diferentemente, a alegria soe como mau gosto. Aos perdedores, o esperneio. Espernear é justo.

    Mas atribuir aos oposicionistas (a zelite, o zianque, os golpista, a mídia parcial de extrema direita conservadora e alienada) as condenações efetuadas por um tribunal em que, dos dez ministros, nove foram nomeados pelo atual governo e por seus aliados, é um pouco meio muito.

    Esperneio, vá lá, mas também não é necessário cair no ridículo.

    • O melhor texto é aquele que diz que o julgamento foi justo porque teve 9 ministros em dez nomeados pelo atual governo e aliados? Esta é a condicao pra verificar a justica do mesmo?

      Que dizer que se os mesmos fossem inocentados é porque os juizes foram desonestos?

      Quanta reducao, vc poderia mostrar o texto mas dizer que é o melhor so demonstra que vc tem pouca capacidade de compreensao das coisas.

      So pra mostrar um argumento, um só, utilizarei as palavras de dois personagens e ai talvez vc se envergonhe de espalhar asneiras, afinal de contas asno vc nao deve ser:

      ROSA WEBER: ” NAO HÁ PROVA CABAL MAS A LITERATURA JURIDICA ME PERMITE CONDENA-LO”.

      CLAUS ROXIN: ” CONDENAR SEM PROVAS NAO É CORRETO, É NECESSARIO UMA ORDEM”.

      AS palavras do roxin nao sao literais, mas é o sentido do que ele disse. As da rosa weber sao literais e inclusas no debate sobr a teoria do dominio do fato.

      Entao, nao importa se a rosa weber foi nomeada por A, B ou C. Importa o julgameto dela.

      Se vc tem argumentos, apresente. Mas o texto que vc apresentou é fraquissimo. Vergonha alheia pra quem escreveu e pra quem o propaga.

      • em tempo:
        A justica acabou de mandar liberar o cachoeira.
        Nao post “brilhante” apresentado pelo sr fialho podemos encaixar tal fato da seguinte forma:

        O julgamento so seria justo se o cachoeira “tivesse nomeado” a juiza. Ainda bem que nao foi ele que nomeou pois so assim podemos dizer que a sentenca é ruim. OH REDUCIONISMO ESTUPIDO.

        Ou seja, ja que o presidente é quem indica os ministros do STF e STJ, os governadores os desembargadores, entao fica claro que os indicados sempre estarao sendo desonestos se julgarem a favor destes governos que o nomeou. Pelo visto semore teremos juizes vendido pois seria impossivel a imoarcialidade.

        Quanta asneira.

    • Já vi muito direitóide, que nem vc, ter dito antes do julgamento que este julgamento seria uma farsa, já prevendo os votos de inocência para o núcleo político, alegando que os ministros votariam a favor da inocência por serem indicados por Lula. Quanto hipocrisia, agora fica mais fácil dizer que eles legais.

      O fato real não é os ministros terem ou não sido indicados por Lula, ou até mesmos a maioria votar de acordo com o relator pela condenação, mas a condenação sem um ato de ofício, sem uma prova cabal, independentemente da existência do domínio do fato, onde um dos próprios doutrinadores desta teoria diz que a prova é necessária.

      Acho positivo que as pessoas procurem saber de algo desconhecido, mesmo os leigos, então o momento trouxe a oportunidade. Se existe a disputa político partidária, que trouxe isto à tona, que venha, mas o mais importante disto é o que pode se extrair da verdade, que foi um julgamento injusto e tendencioso, favorável ao PIG/PSDB/DEM/PPS e que está sendo usado como tentativa de golpe judiciário, a nova modalidade crescente na América Latina.

  9. Isso ai meu caro Eduardo.
    Esse pig – “detritos de maré baixa” (PHA) – não tendo na sua bagagem, já
    desgastada de boas reportagens, inventa infâmias contra qualquer um mesmo que sejam
    renomadas figuras respeitadas.
    Não há, para esse pig e seus sabujos, respeito que só é dado aos seus iguais.

  10. Até parece que Klaus Roxin está preocupado com ¨retaliações¨da imprensa brasileira.Seria tragico se não fosse simplesmente comico.

    • O imenso poder da imprensa brasileira não atravessa nossas fronteiras nem ao Paraguai. Na Alemanha, nos reconhecem pelo que o país tem de mais expressivo: uma floresta Amazônica cada vez mais devastada, um Rio de Janeiro cada vez mais violento e uma população de putas, viados, travestis, transexuais etc.
      Como dizia Gregório de Matos sobre a Bahia e Sergipe, “e é isso o Brasil”.

      Alemão não tem que sentir orgulho de nada, jamais vi povo tão desastrado. Mas ter medo de imprensa brasileira? Que imprensa? Que Brasil? LOL

  11. Depois quo stf (é caixa baixa mesmo, revisor), lançou mão da teoria do “Delírio de Fato”, demonstrando claro viés político e midiático, assistimos a justiça liberar o Cachoeira para cumprir pena em regime semi-aberto.
    Nossa justiça não passa mesmo de um samba do Crioulo Doido.
    Estamos fud…. !

  12. Cara, você tinha razão; uma enorme manifestação tomou as ruas de Buenos Aires. Apenas um pequeno detalhe; era contra o governo.
    Como analista da política internacional, você é um ótimo vendedor de autopeças.

  13. Agora os magistrados brasileiros serão porta vozes das ameaças da mídia tupiniquim pelo mundo? Acho isso tão vergonhoso como o Celso Lafer ter tirado os sapatos pra entrar no quintal do Tio Sam. Parece que quanto maior a graduação das antas, menos vergonha elas têm de envergonhar o Brasil no exterior.

    Isso não é mais golpismo, é insanidade mesmo.

    • Anderson, este episódio envolvendo o então Ministro das Relações Exteriores, Celso Lafer,
      foi vergonhoso mesmo: foi uma humilhação para a nação brasileira, uma indignidade para
      com o nosso povo ele ter aceitado se submeter a isso!

      Porém, lembro que coisa pior houve no governo Dilma: na época da visita de Obama ao Brasil,
      o governo brasileiro deu uma autorização especial para que agentes de segurança americanos
      pudessem revistar cidadãos brasileiros em pleno solo do nosso país. Conheço gente que foi
      revistada no meio de uma praça, repito em território brasileiro e por AGENTES AMERICANOS,
      só porque estava passeando num raio de 1 km de onde Obama fazia uma visita no Rio de Janeiro.
      Se isto não é subserviência também e complexo de vira-lata, não sei mais o que é….

      • Faz bastante tempo que o Brasil deixou de ser um país soberano. Desde Dom Pedro I, que declarou uma independência fajutíssima que beneficiava os interesses econômicos dos portugueses daqui. Desde os milicos, que até treinador de torturas receberam com honras (e que os uruguaios, pequeninos pero cumplidores, executaram bem direitinho como o cabra merecia) e em BH até hoje existe uma rua em homenagem ao herói: Dan Mitrione (se estiver meio errado deixa, não merece nem uma consulta ao Google pra certificar). Desde que nossa música foi abafada e morreu… a única coisa que sabíamos fazer bem.
        Bom, exemplos eu poderia dar ad nauseum, mas acho que deu pra captar, né?
        E, com respeito a presidentA Dilma, foi lá mas o Obama não a pôde receber, pq estava fazendo o coelhão numa festa de páscoa pra criancinhas na casa branca. E a mulher engoliu. E se o cara vier, vai ficar de quatro pra ele e deixar de novo que revistem nossos compatriotas.
        Tchau, Brasil, estás sendo engordado prá uma invasão, ou dos gringos, ou dos chineses, sei lá… qdo o clima do mundo ficar inviável, é jogar uma de hidrogênio em SP, outra em Brasília, e tomar conta das terras cultiváveis. O Rio irão poupar pq é muito bonito e até americano gosta.

  14. O blogueiro não tem uma defesa melhor pra defender os mensaleiros?
    Depois querem ser levados a sério!
    Só falta o blogueiro falar que foi uma conspiração da CIA.
    Senso de ridículo de vez em quando é bom.

    • Alô, alô “Houston, temos um problema”, há uma alienígena que caiu na Terra e não sabe o que diz. Ele deve ter caído sem pára-quedas e de cabeça no chão.

    • É, senso de ridículo é bom para você também.
      Os mensaleiros foram condenados com base em provas frágeis, adulteradas. E os corruptos tucanos estão livres, mesmo com todas as provas.

      O RIDÍCULO AQUI É VOCÊ.

  15. Tem algo de podre na nossa república, na medida em que algumas pessoas, não eleitas pelo voto popular, perseguem livremente outras pessoas, por motivos políticos e não podem ser contestadas nem punidas por ninguém. Estranho não? Afinal que direito os ministros do tribunal de exceção teem de ficar acima do bem e do mal? Onde está escrito que eles teem esse direito?
    Já que é assim, o mínimo que a Câmara dos Deputados deve fazer é não cassar o mandato de nenhum dos deputados perseguidos pelo stf.
    Mas o que mais revolta nisso tudo é ver um grupo de pessoas, em conluio com a imprensa marron, representando uma minoria, tentando mudar o resultados das últimas e penúltimas eleições. Em resumo, é isso que estão tentando fazer.

  16. O poder executivo está com o PT, democraticamente escolhido, este poder é político.

    O poder legislativos, atualmente, pelo que me parece, tem maioria do PT, salvo-engano, talvez tenha o PMDB como maioria, e mesmo assim, maioria que apóia o governo, este poder também é político

    O poder judiciário, que não deveria ter animosidades politico-partidárias, é do PIG/DEM/PSDB/PPS, o que é uma aberração. Que se julga Deus na terra, e tem poder para arbitrar sem achar que pode sofrer alguma consequência. De fato, um grande estrago eles estão fazendo. A minoria de 4% do eleitorado está se sentindo em casa com este poder.

    O ministério público, que não é um poder, mas que também possui “grande poder” de agir de forma arbitrária, faz tabelinha com o STF/PIG/DEM/PSDB/PPS.

    Dilma, abra o olho, limpe este judiciário nomeando gente honesta e com compromisso com o direito.

  17. A blogosfera lulopetista agora fica dando de Maria Madalena chorosa mas saciada. Entrou de sola a defender o meliante condenado Zé Dirceu na ação penal do mensalão, partindo da matéria mal feita pela Folha de São Paulo – agora desmentida pelo jurista alemão. E agora fica aí se remendando. E a propósito de ministros da Corte que falam alemão e que teriam avisado o jurista que estavam distorcendo sua entrevista, temos pelo menos dois, Gilmar Mendes e Joaquim Barbosa. Pode haver outros, mas o fato é que fizeram muito bem de avisar o chucrutz, porque até uma viagem do advogado do condenado Zé Dirceu para se orientar com ele foi anunciada no noticiário gôche.

    • Ninguém entrou de sola para defender o “meliante” Dirceu agora. Dirceu é meliante para vcs, mas é meliante sem provas, sem ato de ofício, com aval do arbitrário e partidário STF. Nós já estamos o defendendo deste o início da farsa do mensalão, não é de agora como vc falsamente diz.

      E que desmentido Roxin fez? Nenhum, somente vi uma postagem do indefectível Augusto Nunes, apoiador da ditadura, mostrando texto do tipo “grampo sem áudio”, que ele mesmo escreveu sem as palavras de Roxin, dizendo ser ele. Parece a revista esgoto patroa deste elemento, que tem provas contra Lula, provas de Marcos Valério ter dito que Lula era o chefe do esquema, sem mostrar é obvio (porque não existe).

      • Ah, sim, o maleiro Marcos Valério, homem probo, ao lado do Delúbio Soares é reserva moral do lulopetismo, jamais falaria mal do Lula para a Veja, claro.

        • Então, seguindo sua Lógica, Marcos Valério jamais irá dizer que FHC é o chefe do mensalão do PSDB. Ele, homem probo, ao lado de Azeredo e Aécio. Se for para fazer brincadeirinha da veja, eu também faço.

          • Essa logica é sua, cara. FHC não tinha nada a ver com o mensalão das geraes, uma tampinha regional perto da lambança que a alta burguesia petista desenvolveu nas cercanias da corte brasiliense. Eu não sou tucano, sou direitona, mas acho bobagem você medir o FHC pela régua do apedeuta. Aliás, a sua é bem modesta.

          • O finado FHC não tem nada a ver mesmo com o mensalão das gerais (vulgo mensalão do PSDB), ele tem mesmo é muita coisa a ver com as Privatarias Tucanas!!!!

          • Essa logica é sua, cara. FHC não tinha nada a ver com o mensalão das geraes, uma tampinha regional perto da lambança que a alta burguesia petista desenvolveu nas cercanias da corte brasiliense. Eu não sou tucano, sou direitona, mas acho bobagem você medir o FHC pela régua do apedeuta. Aliás, a sua é bem modesta.

            A lógica é sua e da indefectível veja esgoto, pois eles tentam dizer sem provas que Marcos Valério disse isto em reportagem factóide. FHC, seu santo que nunca rouba, ficou rico pela bondade dele. Deixa de ser hipocrita, pois se seu amado Azeredo o fez, por que não o seu amado FHC? Só porque foi regional, aliás a investigação mostra que não foi somente regional, que isto também chegou no pagamento da campanha presidencial.

            Para vc, fazer o que a veja esgoto faz com Lula fazendo com FHC para vc é bobagem, pois o santo FHC não pode ser medido com a mesma régua, só vale para o “apedeuta” Lula. Quer dizer que se for para condenar, então vamos em cima dos desafetos, e se for para livrar, vamos ajudar os amados. Entendi.

            Vcs direitóides são patéticos mesmos, não se curam do velho preconceito e da arrogância de chamar alguém que vcs julgam inferiores de apedeuta.

        • Thomaz, você como adepto da organização antinacional chamada Neo-UDN (PSDB-PFL-PPS) dá muito crédito à imprensa mafiosa do PIG. Por que será?

          • Porque ele é um ”maria-vai-com-as-outras” que acredita ser possível fundir as células do boi com as do tomate (caso boimate) só porque a Veja disse.

  18. Atencao.

    Nao alimentem os TROLs

    Estes “Fabrizio Alves” e outros com a mesma linguagem sao provavelmente a mesma pessoa
    da tropa mafiomidiatica que tenta perturbar a blogosfera progressista.

    Basta Ignorar …..

  19. Edu, com certeza você já percebeu que a ‘mirdia’ nativa está dando um grande destaque à teoria de Claus Roxin. Agora são artigos e mais artigos falando do papel garantista do stf. Pode-se perceber que já preparam uma guinada de 360 graus. Condenados Dirceu, Genoíno e Delúbio, chegou a hora do stf voltar ao lugar de onde nunca deveria ter saído. Enquanto isso, o grande Ministro Lewandowski é achichalhado por todo e qualquer rábulo de porta de cadeia. Na verdade, foi o único que mostrou grandeza e coragem para enfrentar os cachorros loucos da grande imprensa. Vida longa a Lewandowski. Vergonha na cara para os demais.

  20. Roberto Jefferson é um sujeito escroto, aquele soco que ele levou num dos olhos foi um soco bem dado.

    Alguém sabe dizer quem foi o herói que socou o rosto do escroto Roberto Jefferson?

  21. … E a nossa presidenta ainda acha que o único controle que deve haver é o controle remoto… Querem saber? Não acho ela burra ou idiota, apenas estou começando a achar que ela vai se distanciar de Lula e se tornar a nova cara da direita. Ela não fez ley de medios; se afastou dos movimentos sociais; é muito “institucionalista”; gerentona e acha que sendo honestinha e ajudando os pobres a entrarem no mundo capitalista a credenciará a ser a nova lider-gerente do país e – quiçá – do mundo.

    A teoria de que o alvo é Dilma não sei se é certa, talvez ela ache que o alvo é Lula e ela será poupada. Precisa avisar a ela que mesmo que ela mude de lado, ela jamais será aceita pela elite branca separatista e excludente, até porque colaborou para que o “cheiro” do pobre chegasse aos aeroportos, lojas, universidades e supermercados. Isso é inadmissível.

    Com a palavra a presidenta.

    O que você acha, Edu?

Trackbacks

  1. Roxin pode ter sido aconselhado a pular fora do mensalão « Ficha Corrida

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.