Serra Card: o bilhete que o PSDB oferece hoje aos paulistanos

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

É uma bofetada no rosto do eleitor a piadinha infame que a campanha de José Serra fez no rádio e na internet usando proposta do candidato Fernando Haddad para mitigar o sofrimento do povo de São Paulo no torturante – e caro – transporte público da capital paulista.

Irresponsável, Serra permitiu que sua campanha fizesse a politicagem mais baixa vinculando Haddad ao julgamento do mensalão, como se todo tucano fosse culpado pelo mensalão tucano do ex-presidente do PSDB Eduardo Azeredo.

Para seu jogo sujo e desrespeitoso ao eleitor, o PSDB paulistano, a mando de Serra e do mal-avaliado prefeito Gilberto Kassab, inventou o “bilhete mensalão”, uma piadinha ruim que os dois políticos usam em vez de fazerem propostas para o caos que criaram em São Paulo.

Não admira que Serra esteja derretendo nas pesquisas. O povo de São Paulo exaurido por sua irresponsabilidade, que nos legou o desastre Kassab, e quando surge uma das melhores propostas desde o bilhete único – também do PT – a tucanada faz piadinha.

O bilhete mensal existe em várias grandes cidades de todo mundo. Minha filha, que vive em Sydney, Austrália, usa muito uma das várias modalidades de bilhetes de transporte público à venda. Ela elogiou muito a inciativa de Haddad, diz que jamais entendeu por que não tínhamos isso.

O atual sistema de bilhete único de Kassab diminuiu o tempo de uso em uma cidade na qual o que o trânsito mais nos rouba é justamente tempo. A proposta de Haddad, portanto, significaria muito sobretudo para a população mais pobre. E os tucanos fazem piada…

Por isso, o post reproduz o “bilhete” que esses irresponsáveis que governam São Paulo oferecem hoje ao povo, o bilhete da superlotação, dos atrasos, da insegurança, do preço caro: o Serra Card – enquanto Serra e Kassab fazem piadinha, você viaja igual sardinha.

—–

PS: votar em Celso Russomano é como usar melhoral infantil quando o paciente (Sampa) precisa de morfina

Tags: , , , , , ,

157 Comentário

  1. Muitos moradores de rua, chamados de “sem teto”, na verdade têm casa, na periferia da cidade. Eles vivem de recolher e vender latinhas de alumínio, caixas de papelão, etc, no centro da cidade. Acontece que a passagem de ônibus é muito cara para eles. Não há como eles se deslocarem para suas casas todos os dias, pois isso consumiria boa parte de sua pequena renda diária. Então, “moram” na rua durante a semana e só vão para casa nos fins de semana. Geralmente, vão a pé.

    Só um exemplo dos malefícios que essa passagem de R$ 3,00 produz.

    E o Serra faz piadinha. Da série “perco a eleição, mas não perco a piada de mau gosto”.

    • serra partiu cedo para sua tradicional baixaria porque aquelas pesquisas informais do psdb devem confirmar aquilo que as pesquisas informais do PT mostram: Russomanno sobe, Haddad sobe e serra cai. serra partiu para o jogo sujo por desespero. Oxalá ele fique fora do segundo turno. Para Sampa será tão bom reduzir serra a papel secundário na política como foi bom ter reduzido Maluf a coadjuvante. O eterno candidato deve estar tentando não ficar fora do segundo turno. serra apelou grosseiramente, resta esperar que a campanha de Haddad dê o troco em alto nível, o que desmoralizará ainda mais aquele traste.

      • Podem ter a certeza de que Maluf hoje é o que Serra será a partir de 8 de outubro,mesmo lançando mão de toda baixaria:totalmente irrelevante do ponto de vista politico.

      • Verdade, Carlos. A baixaria foi antecipada por causa daquele política do “perdido por um, perdido por mil”.

        • Esta impressão de que a ida de serra para o segundo turno estava comprometida veio na hora em que eu fiquei sabendo da baixaria envolvendo o bilhete mensal. Se Haddad está com índices tão baixos, porque perder tempo atacando-o e não a Russomano que está na frente? Porque a batalha para terminar na frente no primeiro turno já está perdida, resta lutar pra não ficar fora do segundo.
          Água Benta, crucifixo, estacas de madeira e muito alho! O psdb e serra fora do comando da prefeitura de sampa será o primeiro passo para nos livrarmos deles também no governo. O pig vai em seguida.

  2. Desnecessario dizer que achei o máximo a frase do post scriptum…….

  3. Eduardo

    Acredito que o número de eleitores do “serrote” esteja minguando a cada
    pleito em que o dito cuja faça parte.
    As “belas” da daslu devem permanecer fieis ao candidato por uma quentão de fidelidade de
    uma classe limpa e cheirosa.
    Pena que (não sei se erro) os nordestinos e outros operários não são convencidos e auxiliados
    na transferencia dos seus títulos de eleitores para São Paulo.
    Será que alguem já pensou nisso.
    Alô CUT, sindicatos, Addad. Vale a pena tentar se já não estão providenciando essa “mega sena”
    de votos.

    • Vc está confundindo as coisas. CUT e sindicatos não são instituições a serviço eleitoreiro de campanha alguma. Ou não deveriam ser. Quem deveria ter feito isso (fora da esfera publica ) é o partido.

    • Salvador, vc tem razão quanto a muitos nordestinos que vão trabalhar em Sampa, e a pedido do patrão, que muitas vezes também é nordestino e rico, pede para eles votarem no candidato deles, patrões. Eu mesma conheço muitos e vivo discutindo com eles sobre o voto inconsequente e de cabresto, mas para um povo aprender que o “dinheiro do governo” é dele e não do governo, ainda é muito complicado no Brasil, mas está mudando, lentamente é verdade, mas mudando.

  4. Olhando o bilhete ‘piadinha’, não pude deixar de observar aquele “T” estilizado á direita, logo depois da palavra ‘direito’.
    É. salvo meu engano (já num tô em Sumpa há 7 anos, desculpem se estou errado), o logo da SPtrans, a sptranqueira inventada pelo cretino do Maluf, quando acabou com a CMTC, e cuja sede, se também não me falha a memória, fica ali na 13 de Maio, pouco pra cima da Brigadeiro.
    A partir dali o transporte público de SP, que já não era o melhor do mundo, desandou.
    A Marta ainda tentou salvar alguma coisa, com o bilhete único e corredores de ônibus, que estes crápulas que aí estão detonaram.
    É… enquanto Serra e Kassab fazem piadinha, você viaja igual sardinha.
    E aí, serra: na bunada não vai dinha?

    • kkkkkkkkk

    • A diferença é que a sardinha só entra na lata depois de morta, não vai por vontade própria. Se estivesse viva se recusaria, bem diferente do paulistano. Sinal de que a inteligência da sardinha é maior ou a doutrinação é menor. Ou ambos.

    • sem falar q o paulista ODEIA adnar de onibus!acha q o onibus é coisa de pobre(ralé)!

  5. isso mostra como eles(PSDB)são pautados pelo PiG!e é bem capaz do paulistano ir nessa onda do”bilhete mensalão”!

  6. Lamentável que ainda tenhamos que lidar com esse tipo de política. Quero acreditar que São Paulo vai banir esse lixo definitivamente, como dizem a esperança é a última que morre.

    Abraço e vibrações positivas para a Victória.

  7. É verdade! eu já morei 2 anos em Paris e tenho parentes que ainda mora, la também tem o bilhete mensal. Um que é para trens, metros e onibus (cns) custa 80,00 Euros e outro só para onibus(atp). detalhe, voce paga mensal e anda o mês todo quantas vezes voce quizer e não paga nada mais!
    é ótmo, tanto que os parisienses preferem o transporte público ao particular. Atualmente moro em Brasilia e aqui (ainda no tempo do Arruda) para tirar as Vans de circulação, Arruda e secretário de transporte na época (Alberto Fraga) foram a Paris para copiar o sistema de transporte de lá -como já conhecia fiquei muito féliz cheguei a pensar que seria do mesmo jeito, não foi ! O máximo que conseguiram fazer, foi tirar as tais vans de circulação ou seja nada de bilhete mensal, melhorou um pouco mas não adiantou muito não! Transporte público aqui também é uma negação! Tomara que os paulistanos consigam entender a dimensão da proposta do petista por que realmente é muito boa!!!

  8. Piada ele faz a quase 20 anos no poder em São Paulo, e tem gente ainda que adora ser hiena.

  9. Serra e Kassab morrerão abraçados em outubro.

    • e o fegacê?
      não.
      esse ja morreu faz tempo.
      vivo tá o aócio.
      o que atrapalha é a marvada.

      • O problema não está em encher o latão. Afinal, a maioria toma umazinha de vez em qunado. O problema é ser moralista e metido a besta.

  10. Serra Card foi genial. A frase “Serra faz piadinha e você viaja igual sardinha”, disse tudo.
    Os eleitores de São Paulo precisam cobrar dele qual a alternativa que ele propõe. Se está ridicularizando as ideias dos outros é porque deve ter uma muito melhor. Qual é a contraproposta? Até o momento, ou é o cartão do Haddad, ou não é nada. E então eleitor, entre um cartão útil e nada, o que vai preferir?

    Isso também mostra o quanto a coordenação de campanha do Serra está atrapalhada. Estão fazendo campanha para o Haddad, pois popularizaram uma ideia do candidato do PT e ainda relacionaram com a ideia de um recebimento mensal popular. Oras, 100 entre 100 pessoas gostariam de receber um mensalão se pudessem. É essa a ideia que a campanha de Serra está apresentando, a de um cartão de vantagens do PT. As pessoas mais humildes vão entender que é exatamente deste cartão que elas precisam. Não vão entender isso como uma crítica. Isso só vai parecer crítica para os eleitores que ainda acreditam no discurso contra o populismo e o lulismo. E ainda, vai confundir os próprios eleitores do Serra.

  11. Apesar de antipetralha, concordo que já passou da hora do PSDB deixar a cidade e, principalmente, o Estado de São Paulo. Renovação é mais que necessário, São Paulo precisa de um chacoalhão, mas dá uma dó danada vaer as opções restantes: Russomano ”Maluf”, Chalita “Coroinha’, Haddad “Kit Gay”. Estou com pena de vcs, paulistanos, estão esntre a cruz e a espada. Aliás, essa indignação toda com essa piada da campanha do Serra vcvs não tiveram quando algum energúmeno fez um vídeo comparando Serra a Hitler, algo muito mais ofensivo. Por quê?

    • Porque não foi a campanha do Haddad que fez, foi um independente. E pessoa da campanha que reproduziu o vídeo desrespeitoso foi demitida pelo próprio candidato. E “petralha” é a sua avó

      • Eu sigo o bom conselho do Bemvindo Sequeira e assumo que sou PETRALHA! Do PCdoB, mas sou PETRALHA!

        • #orgulhopetralha

        • E isso aí! Eu não tenho filiação partidária, sou crítico em relação a algumas posições do PT, mas SOU PETRALHA!

          • Vamos analisar etimologicamente o termo “petralha”. Esse neologismo, “petralha”, foi uma tentativa da direita de associar o PT com os irmãos Metralha, das histórias em quadrinhos, apresentados como ladrões e malvados.

            E de quem são esses quadrinhos? Do Walt Disney. Para a decepção de alguns, sinto dizer que o sr. Disney foi simpatizante do nazismo. Nas histórias extremamente direitistas do Tio Patinhas (Scrooge, no original), apareciam os irmãos Metralha, que queriam roubar os bilhões, trilhões, “quaquilhões” do tio Scrooge. Ora, na Europa e EUA, estamos vendo que os verdadeiros ladrões são os banqueiros. Tio Patinhas vive nadando em dinheiro, em seu cofreforte ultra-protegido, enquanto o desemprego aumenta nos EUA.

            Então, os irmãos Metralha são a representação deformada daqueles que querem melhor distribuição de renda. Por isso, sou petralha. E quero mais é que a Caixa e o BB baixem ainda mais os juros para forçar os banqueiros a ter que escolher entre fazer o mesmo ou perder clientes.

            Lembrei de uma frase do Bertold Brecht: “o que é roubar um banco, comparado a fundar um…”

          • ” Os irmãos Metralha são a representação deformada daqueles que querem melhor distribuição de renda”

            Olha Locatelli, você, desta vez, superou Mr Bean, personagem inglês que pauta um comportamento pseudo sério para suas patacoadas.

            Diz aí; Marcola e Juiz Lalau tambem querem melhor distribuição de renda ?

          • Rubem, Juiz Lalau parece mais com o Tio Patinhas do que com os Metralhas, você não acha?

      • Eduardo !

        Os ingênuos eleitores do PSDB são, além de tudo, semi-analfabetos.

        O sufixo ‘alha’ indica aumentativo:

        – Muro : muralha
        – Forno : fornalha

        – PTista : petralha.

        Portanto chamar petista de petralha — ainda que a infeliz associação tenha sido com os metralhas das histórias do Tio Patinhas — é um elogio. Entendo que se diz petralha a um grande petista.

        Os eleitores tucanos deveriam voltar à escola.

        Depois falam do Lula.

        Abraço

      • Vovó-petralha (kkkkk)… pena que o netinho dela é tão bobinho, né?

        • Esse neologismo “petralha” só foi inventado porque a fonte de referência teórica da direita são as histórias em quadrinho e nada mais.

          • Então talvez o tiro tenha saido pela culatra. Pois os “anarfa” que criaram o termo (seria aquele tal blogueiro daquela tal revista?) não perceberam que o sufixo ‘alha’ indica aumentativo. Petralha é um grande petista.

            E vida longa a todos nós petralhas.

            Bye-bye (forever) infames tucaninhos :-)

            PS:
            O Brasil precisa de oposição de fato, responsável e comprometida com o país. Precisa de uma direita inteligente.

            Não precisamos de bandos de aves que só tulmutuam as discussões.

            Não precisamos de bolinhas de papel.

            Precisamos crecer. Acabou a adolescência do Brasil. Acabaram as chances de brincar. Não há mais espaço para brincadeiras neste século.

      • Sou petralha e nordestina arretada, orgulhosa da Nação Nordestina (Facebook), e quero mais é ser feliz. Dane-se quem acha que pode me julgar por qualquer por isso.
        Não tem Maime, nem Paris, nem New York, nem Londres, nem Los Angeles, nem Roma…
        SOU MUITO MAIS FORTALEZA!

    • Alguém aí pode me indicar algum estudo psicológico referente ao orgulho da própria estupidez?

    • Como assim mais ofensivo?
      Alguém ligado a Hitler reclamou? Não!? Ora, então vá se catar!

    • Realmente achei uma grande ofensa comparar Hitler a Serra.
      Ofensa para o Hitler.

      • Bem, comparar é errado para qualquer um, é verdade, por isso que o PIG/PSDB/DEM erram bem mais que os outros. E se Hitler, um extrema direita, fosse de esquerda, o mal provado que ele fez não o isentaria de sua culpa por ser de uma suposta esquerda (Veja o caso de Stalin). E somente há culpa por HAVER PROVAS. O que vcs direitóides deturpam é que, por conveniência, pode-se prender algum desafeto de vcs sem provas, mas para a prisão de um afeto, tem que haver provas.

        Nunca serei a favor da prisão de um Arruda, de um Demóstenes, de um FHC e de outros dos seus sem provas, por mais que eu não goste deles e nem siga suas convicções ideológicas. Mas, infelizmente para vc, chovem provas contra os seus amados.

      • Por incrível que pareça – Hitler era de esquerda e tinha idéias de esquerda para a Alemanha (inflacionada, desempregada, quebrada,…) do pós – 1º guerra, até alcançar o poder do estado político na Alemanha.

        • Quando Hitler assumiu o poder na Alemanha, um monte de gente comemorou, tanto na Europa (Inglaterra, França, Espanha), quanto nos Estados Unidos. Consideravam ele era o único que podia segurar o avanço do comunismo. Acreditavam que, se a Alemanha, destruída pela guerra, ´caísse´ para o comunismo, o resto da Europa seguiria. Hoje gostam de fazer de conta que não aconteceu, mas os elogios eram rasgados.

        • Não, José Roberto, não era de esquerda.
          Você, como muitos, deixa-se levar, tolamente, pela letra “S” do NSDAP.
          Incrível como a propaganda do cabo austríaco até hoje faz efeito naqueles que não conhecem a história.

    • Comparar o Nosferatu Cerra com o Hitler? Poderíamos dizer que as ideias do Nosferatu Cerra e Hitler são como unha e carne. O Nosferatu Cerra tem muito de Hitler. A comparação foi perfeita.

      Somente um doente como o Nosferatu Cerra pratica tortura com a população paulistana nos trens do Metropolitano e diz que isto é transporte de primeira.

  12. A ideia do PT, que criou o bilhete único quando ninguém acreditava, de trazer essa modalidade de bilhete mensal, é boa também na questão da segurança, de tirar o dinheiro vivo dos ônibus, afastando assim a violência dos roubos que afetam muito os cobradores e motoristas. Existe o problema do emprego desses cobradores o que acho que terão que ser mantidos para a fiscalização e auxilio aos passageiros.

  13. Ao invés de fazer piadinhas ele poderia lançar um programa sério para erradicação total da pobreza na cidade de São Paulo.
    Seria um plano nos moldes da Privataria Tucana, ele contaria com o auxílio de sua filha Verônica Serra e de Verônica Dantas para que todo paulistano se cadastrasse na prefeitura para que fosse abertas contas em paraísos fiscais e lavassem milhões de dólares, e ao final de um ano e meio, que é tempo ele ficará na prefeitura, todos nós paulistanos ficaríamos milhardários e felizes com esse grande estadista.

  14. A passagem aqui em Brasília custa há muitos e muitos anos, R$ 3,00. Sem direito e nenhuma integração, nada. Vai pegar outro ônibus, page outra passagem. Ou vá a pé.

  15. Quem não tem proposta precisa tentar desmoralizar o adversário, o Serra sempre foi assim, desde a primeira vez que o Lula foi eleito. Começou pela Roseane, depois o Ciro Gomes, porém ele não teve tempo de desmoralizar o Lula que acabou ganhando a eleição e revolucionando o Brasil.

    Se o próximo prefeito conseguir fazer metade do que a Marta fez já estaríamos bem servidos, o bilhete único, os corredores, a regularização das peruas, isso para falar só de transporte que é a parte que tenho mais contato. Quem viveu o antes e o depois sabe como melhorou e muito.

    Desde então a cidade está no abandono, nenhum corredor foi feito, linhas de ônibus foram extintas, nada é feito enquanto o trânsito piora a cada dia.

    Serra precisa perder, espero que os paulistanos desta vez não me decepcionem. Se for o Haddad tanto melhor, mas já me contento se elegerem qualquer um que não seja o Serra.

    O bilhete mensal será muito bom, creio que Haddad foca nesta proposta pois é a mais simples de ser implementada, é só ter vontade, coisa que falta a gestão atual.

    • O problema é que foram dadas cartas muito ruins para o Serra.

      Na corrida presidencial, qualquer proposta que apresentasse seria uma continuação do que já estava sendo feito, ou um passo para trás, já que o governo Lula foi muito bom na visão do eleitor, e tais propostas alienariam aqueles que o apoiavam. Então, não podia fazer outra coisa se não atacar a candidata e mentir sobre suas ideias pessoais.

      Agora, ele não pode nem atacar a administração que quer suceder, ou propor mudanças, por ser “sua”, nem propor continuidade, pois todos vêem a atual administração como desastrosa. O que lhe resta além de apelar, mais uma vez, para os ataques pessoais?

      E isso sem contar que todas as reais propostas dele – aquilo que ele pretendia e pretende fazer fosse eleito presidente ou prefeito – é contrário ao interesse do eleitor e do país, e ele não pode admiti-las publicamente, como aderir à ALCA, acabar com o BF, vender a Petrobrás, aumentar o desemprego, aumentar juros, reduzir o Estado, acabar com o transporte público, renunciar ao cargo pra disputar outro, etc.

  16. Quem não tem propostas convincentes, tem que apelar,né?

    O Povão quer mesmo é Emprego, Educação e melhorar de vida,.O PIG fala sozinho !

    BANCO DO NORDESTE financiará Laminadora da Aço Cearense

    Publicado em 28/08/2012 – 5:25 por Egídio Serpa | Comentar

    Em sua próxima reunião, que terá a presença do seu novo presidente, Ary Lanzarin, cuja posse será quinta-feira, 30, a diretoria do Banco do Nordeste aprovará o pedido de financiamento de R$ 101 milhões para o projeto de implantação da unidade de laminação da empresa Aço Cearense S/A.

    Ela será instalada no Complexo Industrial e Portuário do Pecém e sua produção de aços planos será destinada com exclusividade ao mercado interno.

    A equipe técnica do BNB considerou o empreendimento prioritário para o desenvolvimento regional.

    Controlada por Vilmar Ferreira, a Aço Cearense investirá US$ 1 bilhão na construção da laminadora, cuja terraplenagem está prevista para começar ainda neste ano – segundo informa fonte qualificada.

    OBS: Com a implantação da CSP (Companhia siderúrgica do Pecém), outras 02 Laminadoras~estão se implantando no CIPP (Complexo industrial e portuário do Pecém) : A SILAT (Siderúrgica latino americano do grupo espanhol Hierros ANON) e a AÇO CEARENSE S/A .consolidando um polo metal-mecânico no Ceará.
    Muitos empregos para engenheiros, tecnicos.Péssima noticia para bicudos e DEMonios.

  17. Serra,como todo mundo ja sabe,não tem proposta alguma para a cidade de São Paulo e isso já fucou bem claro a partir do momento em que ele declarou,que uma vez eleito(algo que cada dia que passa se torna cada vez mais impossivel de acontecer)dará continuidade à administração desastrosa de seu afilhado politico Gilberto Kassab.O que se percebe com relação a Serra,é que ele está pouco se lixando para os eleitores paulistanos,posto que uma vez pulha, sempre pulha e não haveria de ser diferente para um politico que sempre primou pela falta de compromissos de toda ordem e pelo desrespeito à inteligencia alheia.

  18. Já estava demorando. O Serra já jogou a toalha em relação ao Russomano e agora parte pra cima do Haddad pra evitar o vexame de nem sequer ir ao segundo turno. Puro desespero!

    • Márcio o chirico e o Russomano fizeram um pacto de não agressão durante a campanha, pacto esse patrocinado pelo kassab.

      • Quem andava se engraçando para o Kassab era o PT, não o Russomano, que é cria do Maluf, que está apoiando quem? o PT!

        • Esse Abel Botelho é um TUCANALHA, o verme deve comer as migalhas dos TUCANOS.

        • E como é que isso, mesmo se fosse verdade, demonstraria que que Kassab não apoia Serra e não cuidou para que Russomano e Chalita não se atacassem mutuamente?

          Ou foi apenas a raiva da falta de argumentos que falou mais alto?

          • E qual a prova que Kassab patrocinou o “acordo” entre Russomano e Serra? #soninhaprefeita

          • Não interessa qual a prova. Não fui eu quem afirmei.

            O que me interessa é o que é que o seu comentário tem a ver com a questão, ponto.

            Ou vc estava fugindo dela, como está fugindo agora?

  19. Neste caso se aplica com perfeição aquela máxima: “Seria cômico, se não fosse trágico!”.

  20. Como não poderia deixar de ser, o lastimável candidato demotucano e os membros de sua súcia, além de não proporem absolutamente nada para minimamente suavizar o caos que impuseram à cidade, desmerecem o que é proposto por Haddad, tentando, também, vinculá-lo ao circo do “mensalão”, numa vã tentativa de impedir que sua candidatura cresça… Serra, para variar, não tem o menor senso de oportunidade e continua a não ter a mínima ideia de como se faz Política (essa, com “P” maiúsculo)… Está, como sempre, esperando que a mídia faça sua campanha… Só que desta vez, e com toda ajuda que possa vir a receber da mídia, o careca ridículo vai dar com os burros n’água… Ganhe quem ganhar, será um prazer ver Serra, mais uma vez e definitivamente, DERROTADO. Agora, se além de ver Serra acabado, pudermos eleger Haddad ao final da campanha, aí será um orgasmo político amplo, geral e irrestrito…

  21. Prezado Edu,
    Antes de mais nada todas as minhas orações e todas as bençãos de Deus para Vitoria e sua familia que é muito mais importante que esta figura que vamos comentar.

    O Sr.Serra , não merece uma linha da minha parte e vou pedir a sua licença para convocar o Povo Paulistano a execrar este sujeito não votando no mesmo, nestas eleições devido as suas atitudes rancorosas contra as pessoas que só querem o bem do Brasil e de São Paulo .Se o povo de São Paulo, quiser ter uma Prefeitura decente, esta é a hora para renovar , pois , este sujeito é do mal como esta sendo comprovado mais uma vez nesta Campanha.
    Espero que realmente a população paulistana nesta eleições separe o JOIO DO TRIGO.

  22. Perfeitas suas duas frases: “Serra faz piadinha e você viaja igual à sardinha” e “Votar em Russomanno é como usar melhoral infantil quando o paciente necessita de morfina”. Adoro as suas tiradas e por isso leio todos os dias o seu blog. Que bom que temos vc e todos os blogueiros “sujos” na luta da favor do PT. Como já escrevi em outro post, sou eleitora de Santo André mas estou na torcida e confiante na vitória do Haddad. Em São Bernardo do Campo temos o Marinho do PT que, com certeza, vai ganhar em primeiro turno. No início de seu governo a oposição queria “melar” seu governo mas não conseguiu. São Bernardo mudou para melhor com o PT. Seu adversário, o deputado estadual Alex Manente, prevendo sua derrota, também já começou a dizer que Marinho é mensaleiro do PT. É isso, Edu, os adversários do PT estão apelando mas o povo está esperto.

  23. volto a afirmar: espero e torço para ver esse bandido do serra na cadeia antes das eleições.
    reinaldo carletti

  24. Como o tópico tange o julgamento do mensalão indiretamente, vou aproveitar pra dizer que estou simplesmente enojado com o que vi ontem no STF.

    Ministros julgando ações penais com argumentos do tipo “não posso acreditar que seja coincidência” e “não é crível que Fulano, sendo quem é, fosse tão descuidado”.

    Crimes não se julgam com suposições, ponto. Esses pulhas do STF não estão minimamente preparados para julgar ações penais. Deveriam ter um mínimo de vergonha na cara, pois não nasceram ontem e sabem muito bem que estão presumindo a culpa ao presumir o que aconteceu ou deixou de acontecer. Juiz penal não presume culpa: ou ele tem certeza dela, ou deve presumir a inocência.

    Cabe à acusação não deixar dúvidas, ponto. Não à imaginação do magistrado.

    E essa é a mais alta corte do país, hein? Vai ser um julgamento que será usado como exemplo de como NÃO se fazer, em aulas de Direito, no futuro.

    Lastimável.

  25. Pois é…
    Mas os marqueteiros da campanha eleitoral do Haddad não ficaram atrás. Também jogam sujo.
    Me contaram que eles usaram um falso doente de catarata no horário eleitoral chamado de José Machado para mentir dizendo que ele estaria há dois anos na fila sem conseguir cirurgia.
    Foram investigar e descobriram que ele não tinha catarata coisa nenhuma.
    Essas coisas que acontecem no horário eleitoral sempre me falam pois não assisto há anos.
    Haja saco pra assistir aquilo. As mesmas papagaiadas de sempre…

    • Mentiram pra você. Eis a verdade Prefeitura de SP comete crime de quebra sigilo para beneficiar Serra e atacar Haddad | Revista Fórum http://revistaforum.com.br/blog/2012/08/opiniao-prefeitura-comete-crime-de-quebra-sigilo-para-beneficiar-serra-e-atacar-haddad/#.UDz9gBkEtFY.twitter

      • Puxa vida. É mesmo. Eu esqueci. A verdade verdadeira e absoluta só se encontra na Revista Forum, na Carta Capital, na Caros Amigos e na TV Record.
        Obrigado, camaradas, por abrir a minha pobre mente, obturada e catequizada pela mídia golpista e pelo conselho de Washington…

          • Não, não é fato que Haddad mentiu. ele não é oftalmologista, não fez exame oftalmológico na testemunha e não tinha acesso a sua ficha médica. A testemunha achava que tinha catarata, e tinha algo SIMILAR a catarata (o que sugere que os médicos sequer o informaram corretamente sobre sua doença, ou sobre o tratamento dela). Haddad não tinha como saber isso, logo, e não pode ter mentido.

            Mas que vc vai continuar a tentar encontrar pelo em ovo é uma certeza.

            E sobre a quebra de sigilo – algo infinitamente pior do que uma suposta mentira (ainda que fosse uma mentira) vc nada fala. Afinal, não há como dizer que a turma de Serra não sabia que divulgar informações médicas sem autorização EXPLÍCITA (é bom destacar, pq se não vcs são capazes de dizer que houve autorização tácita) sobre um paciente é ilegal, não é mesmo?

        • Na verdade, a informação veio do Estadão……….

        • Que grande panaca…

        • Que grande panaca…

        • Não é “conselho” de Washington. É Consenso de Washington.

          Sim, aquele “Consenso” que provocou o “embolhamento” das economias do ex-1º Mundo agora falido, sem saída e refém da China Comunista, a quem deve até as cuecas.

        • Tião, tucanizado como você é vai ser muito difícil abrir a sua cabeça com uma leitura. Não vai ser a Revista CartaCapital ou Fórun que vai abrir a sua cabeça, pois o Nosferatu Cerra fechou tão bem a sua cabeça que você vem sempre aqui com o corpo fechado às ideias que nem por osmose você aprende.

        • Ao final da matéria está bem claro:
          “Leia a matéria do jornal Estado de S.Paulo e assista ao programa que apresenta as propostas de Haddad para a saúde de São Paulo:”

          O jornal é o ESTADO DE SÃO PAULO. E o link:
          http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,para-expor-erro-de-haddad-prefeitura-abre-dado-de-paciente-,922458,0.htm

          E o título da reportagem (atenção, no jornal (on line) ESTADO DE SÃO PAULO!!):
          “Para expor erro de Haddad, Prefeitura abre dado de paciente
          Secretaria divulga prontuário a fim de contradizer homem que aparece na propaganda de TV petista reclamando de demora”

          Portanto, Sebastião, não tem nada a ver o Eduardo linkar a reportagem da Revista Fórum (sim, como ele, eu também prefiro verificar em diversas mídias, antes de aceitar um fato), pois a mesma faz referência a um jornal que você considera mais verdadeiro que os demais.

  26. Serra é um fantasma que não nos deixa em paz, um espírito zombeteiro.

  27. Cachoeira e outros parceiros do PSDB.
    Pela primeira vez, o nome do ex-governador de São Paulo e candidato à Prefeitura, José Serra, aparece na boca do contraventor Carlos Cachoeira, numa conversa com o já cassado Demóstenes Torres. “Ocê vai tá com o Serra aí hoje?”, pergunta o bicheiro. “Marca uma audiência com ele”, insiste. “Vou marcar com ele e venho aqui”, atende o ex-senador. Negócios da Delta com São Paulo são o próximo alvo da CPI

    • Ou seja, Serra era da quadrilha do Cachoeira.

      Não chega a ser um crime tão grave quanto os denunciados no livro “A Privataria Tucana” de Amauri Ribeiro Jr., mas mesmo assim é gravíssimo.

      E ao mesmo tempo, esquecendo todas as provas contra o Serra, a imprensa e os juízes do STF que se submetem à imprensa estão procurando pelo em ovo para condenar pessoas sem absolutamente prova nenhuma.

      Que democracia é esta?

      • Eu não diria que Serra é da quadrilha do Cachoeira. Ele é da própria quadrilha, e aquele foi apenas um contato “institucional” entre as duas… Gozação à parte, dizer que o mero contato de um senador com o Serra o incrimina é um erro. É o mesmo que quiseram fazer com o Cabral.

        Deixemos essa vala para a direita… a menos que apareçam outras ligações, demonstrando um acordo entre as quadrilhas, ops, entre Serra e a quadrilha, é claro. Aí a coisa fica cristalina.

        • Só estou aplicando o mesmíssimo critério que o próprio Serra aplica quando fala do Zé Dirceu, Gushiken ou do Genoíno.

          E olha que o que há contra eles é muito, muito, muito, muito menos do que apareceu contra o Serra.

          Acho importante deixar claro que, se os critérios do Gurgel ou do Barbosa valerem, Serra já estaria condenado. Por que os tucanos não devem sentir na pele o resultado de sua própria ignomínia?

      • O Ruy pode me responder uma pergunta ?
        Se o livro Privataria Tucana tem provas cabais, porque a AGU, MP ou qualquer cidadão não entrou com representação contra os envolvidos ?

      • Tem alguma gravação de telefonemas em que alguém pede audiência pra Dilma? E pra falar de trambique?
        Hummm…… desespero se abatendo sobre mortais comuns que se acham menos mortais que outros…

        Desespero: atitude de quem não sabe mais o que fazer, como fazer e porque fazer, estado de alguém que precisa arrumar uma maneira de se livrar de um grande problema…..
        PS: Esta não é a definição encontrada em algum grande dicionário, mas cabe como uma luva numa porrada de manés* que aqui escrevem suas ladainhas tunganas….

        (* não é manezinho da ilha, aquele tipo comum de Florianópolis; é zé mané de São Paulo, na pior acepção da palavra…)

  28. Igual a sardinha, Edu, sem crase.

    • Não fui eu quem fez a montagem, só dei a ideia ao designer amigo. Mas é discutível. E se eu escrevesse igual ao tubarão? Captou? Eu teria escrito sem crase, como em igual a tubarão ou igual a sardinha, mas não está de todo errado, apenas não atende à norma culta

      • Difícil, aparentemente, mas fácil de resolver.
        É que a expressão remete à comparação: apertado igual a sardinha em lata.
        Se enlatassem tubarões, ficaria assim: igual a tubarão (em lata), e não igual ao tubarão, já que a comparação não é com o peixe e sim com a situação que este se encontra dentro da lata (se isto fosse possível, logicamente).
        Sem crase, no meu modesto entendimento, portanto.
        O que em nada empana o chiste.
        A respeito do Nosferatu, quero que desta vez lhe cravem a estaca de madeira definitiva.

      • A crase é a junção do artigo, mais a preposição.
        O Edu acertou, ao substituir a sardinha pelo tubarão, pois, por ser um substantivo masculino, mostrou que existe a preposição, mais o artigo, portanto, é “a”, “COM” crase.

        • Catão de Atibaia, você está muito mal de primeira-dama!

          Somente um tucano-pefelê tem uma primeira-dama dessas…frequentadora da Daslu.

          Por acaso a Daslu era o seu point preferido?

    • Eduardo, permita dar o meu pitaco.
      Creio que não fere a norma culta. Ao meu ver as duas formas estão corretas, depende da interpretação.
      Crase é a contração da preposição ‘a’ com o artigo ‘a’.
      Eu posso usar ou não o artigo
      Trocando sardinha por jumento (ou tubarão).
      Fica:
      “Serra faz piadinha e você viaja igual a jumento”. Só preposição, adapta-se melhor ao contexto, um jumento qualquer.
      Ou:
      “Serra faz piadinha e você viaja igual ao jumento”. Com a contração, refere-se a um determinado jumento.

      • Exato, e como se refere não a qualquer sardinha, mas àquela que está na lata, a crase seria mais correta. Sem crase, estaria se referindo a qualquer sardinha, o que não teria o sentido desejado.

        • Mas o povão entende perfeitamente a mensagem passada. Essa pequena discussão me fez lembrar um poema do Oswald Andrade, segue:

          Pronominais

          Dê-me um cigarro
          Diz a gramática
          Do professor e do aluno
          E do mulato sabido
          Mas o bom negro e o bom branco
          Da Nação Brasileira
          Dizem todos os dias
          Deixa disso camarada
          Me dá um cigarro

          • Já que este post deu margem a inúmeras ramificações do debate, vou postar o link do vídeo da Exposição Menas, patrocinada pela Editora Abril (sim, ela mesma) mostrando que nem sempre temos que nos pautar pela chamada norma culta. Depois, a Veja (da mesma editora) atacou Haddad furiosamente porque o MEC adotou um livro QUE DIZ A MESMA COISA QUE ESTE VÍDEO. Ou seja, vale qualquer coisa para atacar o PT. Injclusive a incoerência.

            http://www.youtube.com/watch?v=PZcppSdG8cg

          • Sim, é verdade que o objetivo da comunicação é transmitir a ideia entre duas pessoas, e que, embora a norma culta exista para que uma ideia seja precisamente comunicada entre o maior número de pessoas, essa precisão nem sempre é necessária, e a norma pode perfeitamente ser ignorada quando tal precisão é conseguida por outros meios.

            Mas não custa nada, e só nos enriquece, encontrar a forma “culta” de uma expressão, não concorda?

          • Adorei a aula de português, por isso mesmo não deixo de lê os posts do Eduardo, nem os comentários de todos.

      • É não. Crase não é a fusão do artigo “a” com a preposição “a”. Crase é a fusão de letras e serviu para formar várias palavras da nossa língua. O acento grave, que aparece quando há a fusão da preposição a com o artigo a, serve para indicar que ali houve uma fusão de letras, mas não se pode definir crase como sendo apenas isso. No caso da montagem não há artigo, apenas a preposição “a”.

  29. Boa noticia para a economia e para o povão.Ruim para tucanos e DEMonios:
    28/08/2012 – 15:56

    Ceará é destaque na geração de empregos no turismo

    As Informações são do Ministério do Trabalho, públicadas nesta terça-feira (28).

    O Ceará é destaque no Nordeste por geração empregos no setor turístico no mês de julho. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego, divulgados nesta terça-feira (28).

    Segundo o Caged, o Ceará gerou no mês de julho 2.064 empregos, 51% de todas as vagas criadas na região Nordeste no período. A Bahia foi o segundo estado que mais produziu emprego no setor em julho, com 661 novas vagas. Em seguida, aparecem o Rio Grande do Norte (593), Sergipe (492) e Piauí (456). Alagoas e Pernambuco tiveram saldos negativos.

    Em julho, período de alta estação nas capitais nordestinas, a ocupação hoteleira de Fortaleza e cidades litorâneas foi de 90%, segundo a Secretaria do Turismo do estado (Setur). Ainda de acordo com a Setur, 395 mil turistas visitaram o estado no mês da alta estação, 10% a mais que no mesmo período do ano anterior.

    A secretaria afirma ainda que os turistas geraram renda de R$ 1,19 bilhão para os serviços relacionados. Um acréscimo de R$ 181,9 mi na comparação com o ano de 2011, quando este índice atingiu R$ 938 milhões.

  30. Serra já era … me admira existir gente que ainda vota em alguém que deveria estar explicando melhor o conteúdo do livro Privataria Tucana, de Amaury Ribeiro Jr.

  31. É de impressionar como tem alienado em São Paulo e o PIG deita e rola em cima desses otários que se acham expertos
    Ah ,e a turma do cerra também..

  32. Grupo Espanhol Añon deve começar construção de usina Cearense no 2º semestre

    A construção da Siderúrgica Latino-Americana (Silat), usina de laminação brasileira pertencente ao Grupo Hierros Añón, da Espanha, está prevista para começar em setembro, assim que for obtida a licença de instalação (LI).

    “Esperamos receber a LI no final de agosto, em seguida, podemos começar a construção que pode durar até 20 meses”, disse Luiz Eduardo Moraes, presidente da Silat, à Platts Steel Business Briefing.

    De acordo com Moraes, a usina a ser construída em Pecém, estado do Ceará, terá três fases. Inicialmente, com investimentos de US$ 120 milhões, a usina laminará tarugos em 600.000 t de vergalhão e fio-máquina. “Além disso, será instalada uma fábrica de produtos acabados com capacidade para 600.000 t/ano”, acrescentou.

    Até setembro de 2016, a empresa planeja começar a laminação de placas em 700.000 t de produtos planos e, finalmente, até agosto de 2018, a usina terá uma aciaria. O investimento total deve atingir R$ 1 bilhão (US$ 500 milhões).

    A produção da Sital vai se concentrar principalmente no mercado doméstico”, visando atender à crescente demanda da construção no nordeste do Brasil”, afirmou o executivo.

    Fonte: Steel Business Briefing

  33. Projeto 2014 de Aécio não fica de pé uma semana

    Quem não passa numa blitz e troca os passos como o senador mineiro demonstrou na noite carioca não sobe uma rampa. (clique aqui e assista ao vídeo)
    http://brasil247.com/pt/247/poder/77657/Projeto-2014-de-A%C3%A9cio-n%C3%A3o-fica-de-p%C3%A9-uma-semana.htm

    ——————-

    Exclusivo: Serra entre os diálogos de Cachoeira

    PELA PRIMEIRA VEZ, O NOME DO EX-GOVERNADOR DE SÃO PAULO E CANDIDATO À PREFEITURA, JOSÉ SERRA, APARECE NA BOCA DO CONTRAVENTOR CARLOS CACHOEIRA, NUMA CONVERSA COM O JÁ CASSADO DEMÓSTENES TORRES. “OCÊ VAI TÁ COM O SERRA AÍ HOJE?”, PERGUNTA O BICHEIRO. “MARCA UMA AUDIÊNCIA COM ELE”, INSISTE. “VOU MARCAR COM ELE E VENHO AQUI”, ATENDE O EX-SENADOR. NEGÓCIOS DA DELTA COM SÃO PAULO SÃO O PRÓXIMO ALVO DA CPI
    http://brasil247.com/pt/247/poder/77758/Exclusivo-Serra-entre-os-di%C3%A1logos-de-Cachoeira.htm

  34. Porra, vi duas propostas do Serra e essas sim são piadas:

    – Escolas e creches em estações do metrô, onde “já tem espaço”. Fala sério, que espaço? Isso lá é ambiente pra gente estudar?
    – O tal “gerente da saúde”. Que diabos é isso? “Gerente da saúde” já existe: é o administrador do hospital. Pra resolver problemas da saúde não é necessário mais um funcionário, são necessários mais recursos.

    • Bem observado, Breno. O ambiente da maioria das estações do metrô é absolutamente impróprio para creches ou escolas. São ambientes escuros, longe da luz do sol, barulhentos, por causa dos trens. Só um sujeito que não tem a menor consideração pelas crianças e pela Educação pode dar um fora desses.

      • Falou e disse. Sem falar que escola tem que ter quadra esportiva, laboratório… um monte de coisas. Tem que ser um completo delinquente pra propor que crianças estudem num ambiente daquele. Imagine o barulho. E onde estão os tais espaços? Dentro daquele vagão em que ele andou às duas da tarde? Fala sério.

    • Breno, o SSerra deve ter ouvido de alguma mãe que é necessário botar a gurizada “nos trilhos”.
      Como ele é um jênio, já lhe assaltou a brilhante ideia.
      Deem espaço para a criatividade do SSerra, seus comunistas maledicentes!

      SSerra é 45: grosso, faz muito barulho e não acerta uma!

  35. Edu, confesso que temo pelo “andar da carruagem” que num futuro bem proximo se um aventureiro se aventar em pedir o “impeachement”(é assim que escreve?rs) da Presidenta Dilma a la Paraguay, com pressoes da midia como vem acontecendo na Açao Penal dita mensalao, nao tenho duvida, seria aprovada pelo STF na hora com pedido de afastamento sem direito a defesa.Dikma alem de escolher alguem no Supremo com notorio conhecimento juridicos tem que perguntar como dizia o Collor: “Tem que ter cunhao roxo ” e nao temer pressao e enfrentar opiniao publicada.

  36. O q me intriga é q os tucanos insistem em dizer que implantaram o Bilhete Único no Metrô e CPTM, mas não é verdade…. Bilhete Único foi implantado no governo Marta para os ônibus. Na ocasião vc podia usar 4 passagens sem prazo limitado. Qd o Serra assumiu a prefeitura ameaçou acabar com o benefício. Como a medida seria muito impopular, manteve o número de passagens gratuitas, mas o prazo para utiliza-las é de 3 horas… Caso vc pegue um ônibus e depois metrô, terá de pagar mais R$ 1,65. Isso não é Bilhete ùnico isso é o antigo Integração”. Pq a equipe de campanha do Haddad não desmascara o Serra? Isso me intriga tb…

  37. Pior que essa corja é o povo alieneado que os mantém no poder há 20 anos! Espero que o PT parta para cima de Serra e entre com uma representação na Justiça Eleitoral contra essa canalhice. Por sinal, mais uma vez aproveito para reafirmar algo que já disse em um texto anterior ; vocês que constituem a minoria pensante em seu estado tem que trabalhar arduamente para que o paulistano negro, pobre e oprimido pare de pensar como a classe dominante que o ferra e vote conforme seus interesses. Se vocês conseguirem isso, o que é muito difícil aí, finalmente verão o enterro político de Serra e da dupla PSDB e mídia.

    • E o que adiantaria suplicar alguma coisa nesse sentido ao Judiciário? Afinal, não foi o próprio STF que decidiu fazer todo o esforço para julgar a AP470 justamente durante o período eleitoral, para que a tucanada possa explorá-lo a vontade?

      Tá cheio de pena naquele poder, meu caro…

  38. “Jornalismos vespertinos” das redes Globo e Record / News omitiram a parte do depoimento em que Pagot fala dos “pedidos do PSDB” para arrecadação de dinheiro para campanha de 2010.
    A maioria dos apresentadores do jornalismo televisivo da Record / News é egressa da Globo, não perderam o “vício” vez por outra acontecem lapsos reveladores.
    Quando das demissões “sumárias” de ministros por parte da presidente Dilma enviei vários e-mails “às” Record /News pedindo para que tivesse pauta própria, e não a do Ali Kamel, já que “repetiam” o JN na forma e no conteúdo (sujo).
    Hoje a Record bate duro nas prática da Veja, mas sejamos honestos e reportemos às matérias das duas emissoras na cobertura dos “escândalos” dos ministros “faxinados” em 2011, o jornalismo da emissora do sr. Edir Macedo da mesma forma que os demais não deram espaços aos ministros que estavam no “Corredor da Morte”. Aliás, ser aliado dos governos Lula e Dilma é estar à mercê da guilhotina do PIG.
    Sempre apelo para que a Record tenha jornalismo e práticas jornalistas próprias.

  39. Até quando, a cidade mais rica do país, continuará com estas piadinhas/baixarias?

    Será que o paulista não irá acordar desta letargia de quase duas décadas?

    São Paulo é muito altiva para ter politicos piadistas tão reles com serra/kassab.

    A política desqualificada e a ‘cultuação’ do analfabetismo político pela mídia e seus amestrados torna o paulista um inconsciente político.

    É nojento e desrespeitoso, para todos os eleitores, tal qual a “Atômica Bolinha de Papel”

    • Henrique

      Não quero te desanimar ..mas vc vai ver, assim que um novo-velho for eleito, a primeira coisa que dirá é que ele não faz milagre e tem pouco tempo ..e qq melhoria demandará anos

      ou seja, da tudo no mesmo ..só um milagre mesmo pra nos tirar do atraso nas políticas na saúde, educação, urbanização, verdes/praças e transporte público por exemplo ..fora do transito e violência

      e pior que a maioria quando assume tripudia do outro, mas NÃO se atreve a desfazer ou descontinuar as tais coisas mau feitas que acusou o adversário derrotado de fazer (lembra da CVRD ? ainda hoje esta com CORSÁRIOS ..ou dos CEUS que Serra falava que era uma porcaria e resolveu multiplicar ?)

      ..agora, só ele mesmo

      http://www.youtube.com/watch?v=XS0ktNjpqpY

  40. A volta da bolinha de PAPEL, agora direto no olho do HADDAD e do RUSSOMANO

    Não gosto da carreira pública do Kassab, de sua origem, ascensão, propostas, métodos e resultados ..sem duvida não aconselho ninguém a votar nele

    dito isso..

    Leio na imprensa que o programa do ex-ministro da Educação, HADDAD, incluiu (aliás, ele não, provavelmente algum marqueteiro tresloucado) um cidadão que se fazia de queixoso ao afirmar que aguardava a DOIS ANOS na Rede Municipal de Saúde por uma cirurgia de CATARATA (mal que afeta a visão) ..pois bem.

    Diante do inusitado, e por sempre informar o contrário, KASSAB (que não é flor que se deva cheirar, repito) demonstrou que o CIDADÃO ARTISTA tinha em verdade um outro problema na vista, pterígio (mal que NÃO afeta a visão), e que em sendo assim, o programa do adversário mentia, ou induzia ao erro de julgamento por parte de quem o assistia.

    e o que fez o Haddad ? ..será que tal qual Martha, desculpou-se e buscou esclarecer, como quando “sua equipe” insinuou intimidades da vida sexual do outro líder, o mesmo Kassab, agora em fim de mandato ? – aliás, mesmo ela que é constantemente objeto de ofensa e preconceito, mesmo á época tendo revelado uma verdade de amplo conhecimento ?

    NÃO !!! a equipe de Haddad, e ELE próprio, fora de terem feito do CERTO em dizerem que DOIS ANOS é muito tempo pra se aguardar qualquer tratamento ..a equipe e HADDAD, fora do outro estrupício, do RUSSOMANO, passaram a atacar Kassab por tentar clarear os fatos, dizendo que o prontuário do CIDADÃO-ARTISTA deveria ficar restrito, e jamais tomado a conhecimento daqueles que antes foram ILUDIDOS em programa de TV por ele mesmo, o povo.

    como ? ..oras, oras, divulgar a mentira, MANIPULAR E GOLPEAR baixo pra se atacar, isso pode ? ..ah estes marqueteiros políticos, estes ilusionistas de que tanto eu tenho queixas e peço justiça ..parece que nunca tomam jeito na tentativa de nos fazer de bestas e de nos tratarem com desprezo e DESRESPEITO, não ?

    e depois os caras vem me falar dos males da manipulação dos fatos e do PIG ? …hummm

    fonte – http://www.estadao.com.br/noticias/politica,kassab-nega-violacao-de-sigilo-rivais-criticam-caso,922856,0.htm

    Se eu exijo da ética e da transparência no outro, primeiro, primeiro eu preciso dar o exemplo

    http://www.youtube.com/watch?v=RvHYyJVkviM

    • Que prega voto branco ou nulo não passa de um omisso na hora de decidir, mas são os que mais reclamam. No entanto, transfere aos outros a responsabilidade de escolher (e bem) os representantes.

      Portanto, quando vejo um texto encabeçado por você, nem leio.

    • Pois é. Campanha política é assim mesmo: vale tudo. Ja teve isso ai e a do cara que chamou o Serra de nazista…
      Mas o PT sempre agiu assim. Quando descobrem a farsa ou o trambique sempre falam que foi um erro dos subalternos e que o grande chefe (neste caso o o Haddad) “não sabia de nada”… hehe…
      Diante de tudo isso o que a Marta fez, perguntando se Kassab era casado e tinha filhos não foi quase nada… Afinal uma simples perguntinha dessa não ofende, né?

      • Não minta. O vídeo em questão não foi feito pelo PT, é de um autor independente. Alguém da campanha do partido pôs o vídeo no site de Haddad, que demitiu a pessoa e retirou o vídeo. O que o PSDB está fazendo é decisão do comando da campanha, está enganando as pessoas dizendo que o bilhete mensal é “taxa”, quando, na verdade, é política pública que existe nas cidades mais desenvolvidas do Primeiro Mundo e, além disso, será optativo, pois o bilhete único atual será mantido em sua atual modalidade para quem não quiser o bilhete mensal. Ou seja: o PSDB mente forte e institucionalmente, tentando enganar o eleitor.

    • Ô Enromanelli, sai logo detrás da cortina!
      Para de enrolar.
      O PIG tá te deixando atordoado.

      Se tu achares que o Sr Enganador/da Atômica Bolinha de Papel não está mentindo/iludindo, como sempre o fez, tu também é um baita enganador.

      Veja como é o blilhete do trabalhador em N York – só para citar.

      Vai fazer campanha pro SR Enganador na favela ‘fake’ que ele construiu!

      Ou então faça campanha nos 3 hospitais “construídos”(?) do kassab!

      Não fale besteiras só para marcar presença.

      • meu querido ..criticar este aético que pelos meus valores já deveria de há muito estar EXPULSO da vida política do país, isso eu deixo pra vocês

        aqui o que tento é alertá-los sobre os demais

        abrá

  41. O humor negro do Serra acaba quando o Paulo Preto resolver abrir a boca. Ou o José Bernardo Ortiz, presidenta da FDE – Fundação para o Desenvolvimento da Educação, atual caixa-2 do PSDB paulista.
    Edú, pode publicar porque tenho os documentos em exame no Ministério Público, sem segredo de Justiça.

  42. Vejam só, de novo essa imprensa golpista petista falando mal no nosso querido governador, o melhor que SP ja teve, como nunca antes na história deste pais:

    http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/1144892-obras-de-alckmin-contra-cheias-estao-paradas-ou-atrasadas.shtml

    • Folha/Uol é pig petista? Onde?
      Ademais, li que as obras estão paradas por falta de dinheiro.
      Aí eu pergunto: cada obra não é licitada? Quando da licitação não se coloca a despesa no orçamento?
      E quem fez este orçamento que não previu isso?
      É o governador, o melhor que SP ja teve, como nunca antes na história deste pais:?
      Ah, não… Foi alguém de baixo. O chefe nunca sabe…
      Mas Nunkassabe não é prefeito?
      Xi, mas que rolo!

      “Segurem a Penélope, irmãos Bacalhau!”
      “Certo, Tião…..”
      Tião, cê tá mais pra um dos bacalhaus que pro Tião Gavião
      KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  43. Serra é o túmulo da política brasileira. Sua capacidade de debater se assemelha à das amebas. Pelo amor de Deus, como pode o paulistano ainda dar atenção a um desqualificado como esse, que não sabe nem fazer contas direito e ainda diz que a gripe suína é transmitida pelo espirro dos porquinhos? São Paulo, acorde! Chega de tucanalhas, a cidade e o Estado não aguentam mais!

  44. Eduardo, assino e carimbo embaixo do texto, pois moro na zona norte e trabalho na zona sul de SP. Passei a utilizar o metrô, pois não aguentava mais às horas perdidas no trânsito diariamente e a falta de educação dos motoristas ( sobretudo os que tem os carros mais caros – quando mais rico pior, lembra ? ). Utilizo metrô e ônibus diariamente e posso afirmar que, tanto um quanto o outro estão piorando a cada dia. Os horários de pico são quase que insuportáveis. O metrô tem problemas quase que diariamente e o mais engraçado é que tem dado mais problema nos trens novos. Eu mesmo já presenciei pelo menos seis vezes os trens novos serem empurrados pelos mais antigos. Lotação e empurra-empurra decorrente dela são normais. Os ônibus estão ainda piores, Sempre lotados, batendo mais que bateria em época de Carnaval, motoristas sem educação e loucos.

    Às pessoas não podem esquecer que o primeiro mandato do Covas e depois os outros dois subsequentes do Alckmin, ou seja, doze anos, não foi construída nenhuma estação de metrô sob alegação de que estavam saneando às contas do Estado. MENTIRA ! O PSDB não tem nenhuma política pública para transporte público. Nunca teve. Quando o bicho começou a pegar é que acordaram e começaram a construir novas estações, novas linhas, porém doze anos foram perdidos e isso faz uma diferença incrível na qualidade do transporte que temos atualmente. Durante os dois mandatos do Kassab não foi construído nenhum corredor de ônibus que realmente fizesse a diferença.

    Depois os eleitores destes dois LIXOS não querem ser chamados de BURROS !

    Em tempo: E a quantidade anormal de incendios em favelas, hein ?!?!?!
    O engraçado é que estão culpando a seca, porém às favelas das cidades da grande SP não pegam fogo, não é ?!?!?
    Há quem diga que isso é obra da Prefeitura de SP. Sinceramente não quero acreditar, pois se for verdade, passaram de todos os limites aceitáveis.

  45. Com o depoimento de Pagot sobre o uso do DNIT em favor da campanha da Dilma à presidência, fica provado mais uma vez que toda ação do PT envolve alguma forma de corrupção! Trata-se de um partido cuja essência contém uma deformidade genética que produz sempre os mesmos resultados criminosos! Enfim, o PT e a sua militância são como vírus infecciosos que há mais de 9 anos vêm assaltando a nação!

    Att. Eugênio José Alati

    • Ele falou do PT e do PSDB, mas a mídia só noticiou o que disse sobre o PT

      • Naquela entrevista dada pelo Pagot à IstoÉ, ele já tinha falado isso, mas sublinhando que era um procedimento legal. O que seria ilegal, que ele denunciou, era o Caixa 2 tucano com verbas do Rodoanel.

        Curiosamente, tanto naquela reportagem quanto nos noticiários sobre o depoimento à CPI, preferiram dar as manchetes à parte legal e não à parte da roubalheira. Vai entender…

  46. Aloizio Mercadante: um caso de “sucesso”

    Professor Arandi Ginane Bezerra Jr.*

    Li a interessante tese de doutorado do ministro Aloizio Mercadante Oliva. Este trabalho acadêmico cujo título é “As bases do novo desenvolvimentismo: análise do governo Lula” está disponível na Biblioteca Digital da Unicamp1. Inicialmente, o motivo que me levou à leitura foi uma curiosidade. Explico, sou físico de formação, também escrevi uma tese de doutorado e, assim como o ministro Mercadante, sou professor e funcionário público. As 537 páginas da tese do Dr. Mercadante chamaram minha atenção e fiquei curioso por saber do que se tratava. Ao final da leitura, acadêmico que sou, consultei o currículo Lattes do ministro 2. Queria saber quantos artigos ele havia publicado, porquanto uma tese tão robusta – imaginei – deveria conduzir a artigos interessantes. Confesso que fiquei decepcionado, porque o Dr. Mercadante não publicou nenhum artigo referente à tese. De fato, em seu currículo Lattes não consta a publicação de artigos em periódicos. Desconfiei.

    A desconfiança se deve a meu apego a um princípio: teses de doutorado devem ser trabalhos inéditos e relevantes, logo (se são inéditos e relevantes), deveria ser possível publicá-las em revistas nas quais há o processo de revisão pelos pares. Mas, deixemos, por enquanto, para lá as tecnicalidades e comentemos as fotografias. Ao me deparar com a fotografia que o ministro colocou em seu currículo2, surpreendi-me com o contraste entre sua expressão “hoje” e aquela que havia se fixado em minha memória, referente ao “ontem”. Refiro-me a uma foto publicada na revista Veja3, em julho de 1984.

    Minha curiosidade se transformou em cisma: o sorriso de “hoje” está em total descompasso com a expressão grave de “ontem”. Por quê? Sei que, muitas vezes, precisamos dar tempo ao tempo para que o raciocínio coordene as ideias, as impressões e as sensações, por isso, decidi continuar a leitura da tese. Ao longo das horas, fui me deparando com ideias interessantes, expressas pelo doutor Mercadante em trechos que reproduzo aqui (incluindo a referência ao número da página):

    “Evidentemente, a educação de qualidade exige, acima de tudo, professores bem pagos, formados e motivados, recursos pedagógicos adequados, instalações apropriadas…” (p.48).

    “…a educação continua a ser um dos principais gargalos do desenvolvimento nacional” (p.255).

    “Apesar dos avanços observados nas últimas décadas, a educação continua a ser reconhecidamente um dos mais graves problemas do país, um sério gargalo para o desenvolvimento sustentado e para a elevação dos padrões de vida e cidadania da população brasileira” (p.265).

    “Apesar da reação contrária de alguns governadores, especialmente os da oposição, os salários na educação continuam baixos, sobretudo na educação básica, embora todos concordem que não haverá melhoria da educação com profissionais desvalorizados, mal pagos e mal preparados para o exercício do magistério” (p.271).

    “O pressuposto é o de que os países que quiserem se destacar no longo prazo no cenário mundial terão de desenvolver sociedades com educação de qualidade e economias que tenham capacidade para gerar inovação científica e tecnológica. A simples eficiência na produção de commodities não assegurará, por si mesma, um lugar de destaque na globalização e na ordem mundial. Pelo menos não no longo prazo” (p.488).

    “É claro que educação de qualidade pressupõe fundamentalmente professores qualificados e valorizados, escolas bem equipadas, envolvimento dos pais e das comunidades no ensino, etc” (p 492).

    “Temos, é claro, ilhas de excelência, particularmente no ensino superior, mas a regra geral é a educação ainda precária e de qualidade inferior” (p.492).

    Ao concluir a leitura da tese de doutorado, fui reler o texto que Mercadante, então professor da PUC-SP e vice-presidente da Associação Nacional dos Docentes de Ensino Superior, publicou na revista Veja, em 1984. Trata-se do artigo “A greve, o feijão e o sonho”3, do qual reproduzo as seguintes passagens, também muito interessantes:

    “Abalado por inúmeros movimentos grevistas, o sistema educacional público brasileiro atravessa atualmente um momento crítico que raras vezes em sua história se manifestou de forma tão aguda… Antes de mais nada, a comunidade universitária engajou-se nesse processo de luta para reivindicar seu feijão e defender seu sonho”.

    “Não tivemos outra alternativa a não ser desencadear uma greve. E, a se manterem as atuais posições do governo – a ministra da Educação encerrou as negociações, traindo compromissos anteriores assumidos com a ANDES – a greve atual continua e outras greves inevitavelmente ocorrerão”.

    Li e reli as passagens. Voltei a prestar atenção nas fotos. O “processo interno”, mistura de pensamento com intuição, prosseguiu. Se as fotos são sobremaneira diferentes – o contraste entre sisudez preocupada em uma e sorriso esperto na outra – os discursos, por sua vez, são achegados: a tese do doutor Mercadante parece coerente com o artigo do professor e sindicalista Mercadante. Fico a pensar no tempo e nas transformações – não exatamente a partir dos referenciais da Física, ciência da minha formação, mas, talvez, da Filosofia. Na fotografia, há algo de morte; meu olhar, contudo, busca uma transcendência. Assim, que seguirei nesta bricolagem, pensamento solto e não linear.

    Eis que fui ao Google e digitei as palavras que me vieram à cabeça em fluxo contínuo: Mercadante tese doutorado ministro sonho… Quase 500 mil páginas se ofereceram a mim. Sábado à tarde, enveredei-me a ler um pouco mais. Descobri muitas coisas.

    Por exemplo, descobri que, quando candidato ao governo de São Paulo, em 2006, Mercadante declarou: “Eu construí a minha vida na educação… fiz meu mestrado e doutorado na Unicamp…”4. Opa! Alguma “dobra temporal” aqui. A tese de doutorado, ele defendeu em 17 de dezembro de 2012. Logo, em 2006, não era doutor e o então candidato Mercadante faltou com a verdade. Por quê? Minha curiosidade continua viva.

    Salto para uma notícia da Folha de São Paulo (FSP), de 20105:

    “O senador Aloizio Mercadante (PT-SP), candidato derrotado ao governo de São Paulo, foi convidado na tarde desta sexta-feira (3) pela presidente eleita, Dilma Rousseff, e vai assumir o Ministério de Ciência e Tecnologia no futuro governo… Assim, Mercadante é o primeiro dos candidatos do partido que não tiveram êxito nas urnas a ser ‘socorrido’ por Dilma. Em 2003, Lula assumiu seu primeiro mandato tendo no primeiro escalão vários derrotados nas urnas, como o baiano Jaques Wagner e o gaúcho Tarso Genro” (FSP, 03/12/2010).

    O candidato Mercadante foi “socorrido” pela presidenta Dilma no mesmo mês em que defendeu sua tese de doutorado. No mês seguinte, o doutor Mercadante assumiu o ministério da Ciência e Tecnologia, com um discurso também interessante6:

    “O mundo da ciência e da tecnologia é estratégico para que possamos crescer com qualidade, gerando maior valor agregado aos nossos produtos e serviços, e em consequência, a competitividade global da economia, e acentuando o atual processo de inclusão social”.

    Em trecho da matéria que consta no sítio da FINEP6, encontra-se outra informação que considero relevante para este processo de elaboração em que me encontro imerso:

    “Recentemente, voltou à academia para defender sua tese de doutorado na Unicamp. ‘Costumava dizer que ‘estava’ senador, mas que era, na realidade, economista e professor. Agora, ‘estarei’ ministro, sendo com muita honra e acima de tudo, um educador e um economista”.

    Os trechos “estarei ministro” e “sendo com muita honra e acima de tudo, um educador e um economista” reverberam em minha cabeça. Na sequência, entendi que o primeiro se referia, provavelmente, ao fato de que haveria uma troca de ministério (“estava” em um ministério, depois em outro “estaria”). Ora, em 24 de janeiro de 2012, Mercadante mudava de pasta, continuava ministro. O agora ministro da educação manteve seu discurso firme, talvez porque se considere “acima de tudo, economista e professor”7:

    “Essa é a minha verdadeira identidade. Todos os cargos que ocupei, tudo o que fiz, fiz com base nessa profunda e definitiva identidade”.7

    A identidade profunda, aprendemos com a psicologia, é algo que está sempre em outro lugar, definitivamente. Mas como encontrá-la? Como é que alguém, afinal, estabelece uma identidade? Nossa identidade se mistura com o mundo, o mundo se mistura com nossa identidade. Queria entender e parece que estou me complicando… O ministro, por sua vez, parece que se encontrou e que encontrou seu lugar. Talvez, por isso, o sorriso. Volto a me ater às fotos e percebo que naquelas das cerimônias de posse (de ambos os ministérios) há o mesmo sorriso que me havia chamado a atenção na foto do currículo Lattes. Será que encontrei o fio da meada?

    Ora, pois, no discurso da nova posse8, o ministro me deu mais uma pista:

    “Lá em casa respiramos educação e, no trabalho, já respiramos muito pó de giz.

    Essa longa trajetória na pesquisa e no magistério me preparou para todos os desafios que enfrentei na minha vida pública.”

    Seria, talvez, alguma alergia a pó de giz mais uma razão para o ar preocupado na foto de 1984? Ou será que a “longa trajetória na pesquisa” teria cansado o professor? A propósito, neste ponto, devo insistir que, de acordo com os critérios produtivistas de avaliação apregoados pelo ministro Mercadante, o professor Mercadante está em maus lençóis, isto porque nunca publicou um artigo, um artiguinho sequer em revista “indexada”. Seria por isso também a preocupação estampada na fotografia?

    Mas deixemos este “papo Qualis” para lá e examinemos outra frase presente no desfecho do discurso de posse do ministro da Educação8:

    “Não podemos esperar. O Brasil já se tornou a sexta economia mundial, tirando o lugar que pertencia ao Reino Unido. Porém, não melhoraremos de posição e não consolidaremos nosso desenvolvimento se não ousarmos, se não inovarmos, se não pensarmos grande, se não pensarmos o futuro a partir da educação.”

    Neste ponto da minha reflexão, sou tentado a escrever que, tanto a tese de doutorado quanto os discursos de posse do ministro doutor Mercadante, constituem fonte fantástica de frases excelentes a serem usadas em discursos e em textos referentes à importância da educação, da pesquisa e da valorização do trabalho docente. Sinceramente, recomendo a leitura. Quem fizer copy-paste dos textos elaborados pelo ministro (por favor, não se esqueça de dar o devido crédito) vai ficar bem na fotografia, com perdão pelo trocadilho.

    Mas pergunto: o que dá autoridade a um discurso? Onde a alma do discurso? Acredito que discurso não tem nem uma, nem outra. Alma é gente que tem. E alma é passível de qualificação. A propósito de alma e de discursos, é preciso registrar duas declarações mais recentes do ministro Mercadante. A primeira delas, emitida logo na sequência da deflagração da greve nacional dos professores federais, iniciada em 17 de maio, e a segunda, 90 dias após o início da greve:

    “Não vejo porque uma greve neste momento, neste cenário em que o governo demonstra todo interesse em cumprir o acordo e há tempo para negociar” (ministro Mercadante, declaração à imprensa9 em 23/05/2012).

    “Não conheço nenhuma proposta melhor para os professores, tanto do setor público quanto do privado” (declaração à imprensa10 em 15/08/2012, sobre a proposta apresentada, em 13/08, pelo governo aos professores).

    A curiosidade que me moveu no início, o contraste e o descompasso que percebi ao dirigir o olhar para as fotografias, ganham, assim, outra dimensão, porque esbarram no insulto. Insulto porque aquele Mercadante que escreveu o que escreveu e que disse o que disse, agora, diz – e faz! – outra coisa. Minhas memórias remetem à semelhança com quem pediu para esquecerem o que escreveu, senão, vejamos:

    “Por isso, à frente do Ministério da Educação continuarei a luta da minha juventude pela dignidade dos professores. Esse é um compromisso de vida que assumo, agora, como compromisso público!” (Aloizio Mercadante, discurso de posse no MEC8).

    “Compromisso de vida” é expressão impactante. Mas impacto maior foi aquele causado pelo simulacro de acordo, assinado em 3 de agosto, entre o governo federal e uma entidade que representa tão somente 3% da categoria dos professores. De fato, a maioria dos professores recusou a proposta apresentada pelo governo e este, arbitrariamente, encerrou as negociações. Isto faz eco com o texto de jornal escrito em 1984 pelo professor Mercadante, denunciando que “a ministra da Educação encerrou as negociações, traindo compromissos anteriores assumidos com a ANDES”. Neste sentido, salta aos olhos o excelente futurólogo que era Mercadante: “a greve atual continua e outras greves inevitavelmente ocorrerão”. Onde a “luta da juventude”, onde a “dignidade”? Ele disse, mesmo, “compromisso de vida”?

    Talvez, o professor Mercadante, desanimado de ser professor, tenha percebido o quanto a vida de político seria melhor. E, talvez, o sorriso brote quando o ministro abre seu contracheque. Por exemplo, no mês de julho, segundo dados do Portal da Transparência11, seu salário líquido totalizou R$ 32.195,27. Motivo para sorrir.

    Talvez, o sorriso também seja porque o ministro Mercadante esteja feliz por contribuir para o “Fomento à Pesquisa e ao Desenvolvimento de Conhecimentos Científicos”; informações do Portal da Transparência12 revelam que o ministro recebeu, em 2011, R$ 14.109,00 da Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP); em 2012, sua atuação na área continua13, pelo que percebeu o total de R$ 5.479,48.

    Além disso, segundo o mesmo portal14, o ministro também recebeu, entre fevereiro e abril de 2011, R$ 9.000,00 “para pagamento de indenização moradia”. Talvez, a vida de ministro seja um pouco melhor que a de professor. Seria por isso o sorriso?

    Aqui das minhas bandas, sinceramente, não ando satisfeito com a remuneração que recebo (de professor federal em regime de dedicação exclusiva). Também não tem sido fácil conseguir verbas para exercer meu trabalho. Por exemplo, receber diárias (para a passagem e para o feijão), quando saio em viagens nacionais e internacionais, a fim de participar de congressos, é dureza. Para mim e para outros milhares de professores. Em outra nota, ainda segundo dados do Portal da Transparência15, para o ministro Mercadante, em 2011, houve a liberação de R$31.297,54 em diárias. É sabido que ministros viajam muito.

    Estou quase escrevendo outra tese – e dizem que texto longo ninguém lê. Pois, declaro que li os do ministro (as 537 páginas da tese, o artigo de jornal e os discursos de posse). Aos que acompanharam este meu tecido, é hora de apresentar alguma espécie de desfecho, ou conclusão. É jogo duro a vida de acadêmico, mesmo quando tentamos nos libertar, certas categorias nos tomam de assalto. É assim com a estrutura dos textos. Por isso a demanda por concluir. Permitam-me, antes, afirmar que, mesmo em greve, mesmo sentindo na carne o desprezo e o desrespeito que o governo, vergonhosamente, insiste em propagar, ainda assim, o humor continua. O bom humor. Penso, elaboro, fico preocupado e sinto raiva, às vezes, franzo a testa. Mas o sorriso sempre vem ter aqui nesta face. Não é uma questão de “achismo”: sou, sim, diferente daquele professor que, quando chegou a hora de ser mais, perdeu-se.

    Aí vai mais.

    Li, reli, pensei, matutei, e fiquei com pena do professor Mercadante – aquele preocupado da foto de 1984. Acho que aquele professor, por conta da opressão e da injustiça, sofria. Aquele professor, que ainda não era doutor, também por isso, provavelmente, ficava preocupado. Aquele professor sonhava – e, sem medo – declarava o sonho, primo-irmão da esperança. Aquele professor, sem ter vergonha, escrevia “feijão”. Então, fiquei com pena daquele professor que, tornando-se político, parece que se desfez, ou fez-se duplo, e escreveu uma tese de letra morta. Escreveu muitas linhas bonitas, mas mortas.

    Quanto ao ministro doutor, emito aqui minha opinião: sua tese, pensando bem, é pouco mais que uma propaganda de um governo (será que vai além disso?). As passagens que destaquei e copiei são interessantes, mas, eis que fico em dúvida: será que ultrapassam o senso comum? Ah, e o ministro! Parece ser mais um “político” a corroborar a impressão que – de novo – o senso comum atribui ao termo. E, agora, parece que entendo as fotos. O ministro do futuro, “político de sucesso”, ri-se do “professor sem sucesso”: sem sucesso acadêmico e sem sucesso político. É o ministro que o homem se tornou que ressoa na própria alma. Sorri quem está contente. Sorri quem se encontrou. Acho que entendi. Pessoalmente, acho que não desejo sucesso ao ministro Mercadante. Ou melhor, acho que desejo outro tipo de sucesso. O fato é que sinto saudades do professor Mercadante, que mal conheci. O professor não teve sucesso (naquela foto, parece até que ele já sabia disso). Ouvi dizer que o ministro Mercadante, o da pose, vai ter que comer muito feijão para que os brasileiros voltem a acreditar quando ele falar de sonho.

    Hoje, prefiro um ar preocupado, porque ressoa com o tempo em que vivo: enquanto o ministro sorri na outra fotografia, o(s) professor(es) carrega(m) o peso de uma greve. A partir de agora, acho que vou contrair uma mania: tirar mais fotos e olhar para elas a-ten-ta-men-te. A chateza desta coisa toda é que desconfiarei de mim quando estiver sorrindo.

    Curitiba, 19 de agosto de 2012.

    Professor Arandi Ginane Bezerra Jr., D. Sc.

    Departamento Acadêmico de Física

    Universidade Tecnológica Federal do Paraná

    Em greve desde 17/05/2012.

    Referências:

    1 http://www.bibliotecadigital.unicamp.br/document/?code=000794314

    2 http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4327817H7

    3 revista Veja, p. 114, 4 de julho, 1984, vide cópia em: http://sesduft.com/2012/06/12/a-greve-o-feijao-e-o-sonho-de-mercadante-de-vice-presidente-do-andes-a-ministro-da-educacao/

    4 http://www.youtube.com/watch?v=Aeq0OEgPOgM

    5http://www1.folha.uol.com.br/poder/840654-mercadante-e-convidado-e-aceita-ciencia-e-tecnologia.shtml

    6 http://www.finep.gov.br/imprensa/noticia.asp?cod_noticia=2471

    7 http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_content&;view=article&id=17420

    8http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&;task=doc_download&gid=9817&Itemid

    9http://ultimosegundo.ig.com.br/educacao/2012-05-23/mercadante-diz-nao-ver-motivo-para-greve-nas-federais.html

    10http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,reajuste-maior-a-titulados-e-inegociavel-diz-mercadante,916905,0.htm)

    11http://www.portaldatransparencia.gov.br/servidores/Servidor-DetalhaRemuneracao.asp?Op=1&;IdServidor=1699199&Ano=2012&Mes=6

    12http://www.portaldatransparencia.gov.br/PortalComprasDiretasFavorecidosDetalhe.asp?TipoPesquisa=2&;Ano=2011&ValorTipoPesquisa=6025467399712&Valor&textoPesquisa=Aloizio+Mercadante&idFavorecido=30285918&NomeFavorecido=ALOIZIO+MERCADANTE+OLIVA&valorFavorecido=5471369&codigoED=36&nomeED=Outras+Despesas+Correntes-Outros+Servi%E7os+de+Terceiros+-+Pessoa+F%EDsica&valorED=1410900&codigoGD=3&nomeGD=Outras+Despesas+Correntes&codigoUG=365001&nomeUG=FINANCIADORA+DE+ESTUDOS+E+PROJETOS&valorUG=1410900

    13http://www.portaldatransparencia.gov.br/PortalComprasDiretasFavorecidosDetalhe.asp?TipoPesquisa=2&;Ano=2012&ValorTipoPesquisa=3708687486680&Valor&textoPesquisa=Alo%EDzio+Mercadante&idFavorecido=30169738&NomeFavorecido=ALOIZIO+MERCADANTE+OLIVA&valorFavorecido=1940072&codigoED=36&nomeED=Outras+Despesas+Correntes-Outros+Servi%E7os+de+Terceiros+-+Pessoa+F%EDsica&valorED=547948&codigoGD=3&nomeGD=Outras+Despesas+Correntes&codigoUG=365001&nomeUG=FINANCIADORA+DE+ESTUDOS+E+PROJETOS&valorUG=547948

    14http://www.portaldatransparencia.gov.br/PortalComprasDiretasFavorecidosDetalhe.asp?TipoPesquisa=2&;Ano=2011&ValorTipoPesquisa=6025467399712&Valor&textoPesquisa=Aloizio+Mercadante&idFavorecido=30285918&NomeFavorecido=ALOIZIO+MERCADANTE+OLIVA&valorFavorecido=5471369&codigoED=93&nomeED=Outras+Despesas+Correntes-Indeniza%E7%F5es+e+Restitui%E7%F5es&valorED=930715&codigoGD=3&nomeGD=Outras+Despesas+Correntes&codigoUG=240133&nomeUG=COORDENACAO-GERAL+DE+RECURSOS+HUMANOS&valorUG=900000

    15http://www.portaldatransparencia.gov.br/PortalComprasDiretasFavorecidosDiarias.asp?Ano=2011&;Valor=128703990164672&textoPesquisa=ALOIZIO+MERCADANTE+OLIVA

  47. DIÁLOGOS “INTELECTUAIS” DO SR ENGANADOR NA BOCA DA CONTRAVENÇÃO


    Carlos Cachoeira: “Ocê vai tá com o Serra aí hoje?” “Marca uma audiência com ele”

    Demóstenes Torres:”Vou marcar com ele e venho aqui”

    Seria a Atômica Bolinha de Papel ou a DELTA?

  48. Que palhaçada, véi… A PIGDEMOTUCANALHA é muito baixo, vil, suja, torpe… Nem o humor dessa gente presta. Cadê os projetos, programas, idéias, realizações??? Não tem. Por isso partem para a baixaria. Esses manés vão perder São Paulo e não voltam nunca mais pois o PT fará de Sampa uma SEUL. Escrevam aí.

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na glObo é um braZil-Zil-Zil para TOLOS”

  49. Papuda para o zé………………
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Trackbacks

  1. SerraCard: O bilhete que o PSDB oferece hoje aos paulistanos « novobloglimpinhoecheiroso

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.