O “harakiri” eleitoral de Serra

A segunda-feira amanheceu com uma boa notícia para a população de São Paulo: pesquisa eleitoral do PT feita após o início do horário eleitoral no rádio e na televisão mostra que Celso Russomano ultrapassou José Serra muito acima da margem de erro, que o tucano despencou e que Fernando Haddad quase dobrou suas intenções de voto.

A pesquisa geral mostra que Russomano chegou a 32% das intenções de voto, Serra despencou para 19% e Haddad disparou para 13%. Todavia, entre os eleitores que assistiram ao menos a um programa eleitoral de cada candidato, o do PRB vai a 35%, o do PSDB a 19% e o do PT a 18%, empatando tecnicamente com o tucano.

Como já se disse incontáveis vezes nesta página, o que está causando essa reviravolta eleitoral na capital paulista é a situação caótica e insuportável da cidade. Uma das frases mais ouvidas em Sampa, hoje, é “Não vejo a hora de sair daqui”.

Em uma situação como essa, o que o paulistano espera dos candidatos a prefeito é que proponham mudanças de rumo. A administração Kassab é rejeitada por número crescente de paulistanos e tudo o que o eleitor quer é saber quem vai mudar mais radicalmente a governança da cidade.

A desidratação eleitoral de Serra que as pesquisas vêm mostrando se deve a opção do candidato tucano de assumir publicamente a responsabilidade pela desastrosa administração que ele mesmo legou aos paulistanos ao abandonar a prefeitura para se candidatar a governador em 2006 e ao apoiar a reeleição de Kassab em 2008.

Mas foi a partir do início do horário eleitoral no rádio e na televisão que Serra cometeu um verdadeiro harakiri político. Seu programa apresentou uma São Paulo em franco progresso para uma população que vê a cidade como uma desgraça em concreto e aço.

Pior ainda tem sido o tucano ignorar tudo que não funciona no governo que legou à cidade. Ao ignorar, em seu programa, os problemas que se amontoam na capital paulista e pregar a continuidade da gestão Kassab, caso seja eleito, Serra carimbou a si mesmo como a maior ameaça a alguma solução para uma situação insuportável que flagela a cidade.

Por outro lado, o melhor dos mundos para Sampa seria um segundo turno entre Haddad e Russomano, ainda que não se possa descartar um segundo turno entre este e o Serra ou entre o tucano e o petista. Mas um segundo turno entre Haddad e Russomano seria vencido pelo primeiro, com poucas dúvidas.

Russomano ainda se alimenta do desconhecimento do candidato do PT por um eleitorado majoritariamente petista que, sem saber para onde ir, está declarando voto na alternativa a Serra mais conhecida, o candidato do PRB. Haddad tem uma avenida pela frente para crescer.

Eleito alguém como Haddad, pode-se contar, primeiro, com uma aliança entre o governo federal e a prefeitura paulistana que a aliança entre esta e o governo do Estado de São Paulo não conseguiu produzir. O governador Geraldo Alckmin não tem ajudado a mitigar o desastre paulistano. Falta ver o que resultaria de uma aliança entre Haddad e Dilma.

A realidade é a de que, dada a dimensão dos problemas paulistanos, só o governo federal tem recursos para gerar algum resultado para o paulistano no médio prazo – porque, no curto prazo, só Deus para melhorar a vida da população de uma cidade que essa mesma população condenou ao eleger Serra em 2004.

Se tudo correr bem, a população paulistana entenderá que só a eleição de Fernando Haddad pode gerar uma parceria entre níveis de governo que ataque com celeridade e intensidade essa situação insustentável, ameaçadora, desoladora mesmo, que está fazendo a maioria dos paulistanos pensar em mudar de São Paulo.

 

Tags: , , , , , , , , , ,

136 Comentário

  1. Pesquisa do PT onde seu candidato sobe 6 pontos e o adversário despenca quase dez.
    É para ligar o desconfiometro,

    • Vergonha alheia de você.

    • qualquer poste do pt parte de 30% que é historicamente o percentual de eleitores simpático ao partido.
      isso sem contar com o percentual de aprovação de dilma e lula!
      o sr. acreditou que só havia 6 e depois 8% de intenções de voto para o haddad?
      já já o povo que rejeita çerra vai perceber que o russomano é o plano “b” da direita e do pig.
      é melhor o sr. ir preparando a maracujina!!!

    • O grande problema do Serra é que seu programa eleitoral na TV é surreal, completamente descolado da realidade que a cidade vive diariamente. Mostra uma São Paulo bela, limpa, sem filas no metrô, com trânsito fluindo… Ou seja, assim como a velha mídia (Globo, Veja, Folha, Estadão e outros…) não perceberam que o Brasil pensavam diferente em 2010, o Serra ainda não percebeu que para o cidadão comum, que sai todo dia de madrugada e enfrenta um metrô superlotada, suas promessas não são mais críveis, seus argumentos não enganam mais ninguém. A questão é saber o quanto Haddad ou Russomano vão conseguir mobilizar essa indignação com o PSDB, transformando-a em votos. Isso só o tempo dirá. Entretanto, em 2010 não adiantou nada a velha mídia fazer a campanha do Serra (com Marina e tudo), ele perdeu do mesmo jeito, exatamente porque a percepção das ruas era muito diferente das redações.

  2. dia sim, dia também, a falha de sp/UrinOL, abEstadão e a rede gLobo, além das revistinhas semanais vão detonar com Haddad, se for eleito. Tem que estabelecer um contato direto com a população como Lula pra dar um drible da vaca na velha imprensa, quem sabe o próprio Lula.

    • Olha, se o PT vence em Sampa, a velha imprensa vai ficar ainda mais enlouquecida com o medo, o terror de perderem o Estado de SP tbm.

      Sem a cidade e o Estado, não vão ter de onde tirar dinheiro. Vão sumir do mapa e terão que pedir arrego, deixando essa oposição sistemática, canalha e infantil de lado.

      • Pior será quando abrirem as “caixas pretas” dessas obras que nunca terminam e são entregues incompletas,como o rodoanel e marginais sem sinalização,precatorios,especulação imobiliaria sem escrupulos,privatização da rede de saúde publica,precaização da segurança pública,real estado das finanças do estado e prefeitura,enfim o estado e a prefeitura de SP ,precisa mudar de mãos rapidamente!

        • Uma das coisas que mais revoltou os paulistanos foi a velocidade com que foi concluído o circuito para a Fórmula Indy. Não que sejam contra a corrida, mas, quando a obra é para o cidadão paulistano ela não é concluída em três meses, leva anos, décadas, e quando fica pronta já não atende mais às necessidades.

        • Não acho que haja o risco de qualquer caixa-preta ser aberta. Assim como fez no governo Lula, o PT não parece interessado em investigar o que ocorreu e punir os responsáveis, sabe-se lá por qual motivo.

          Mas pode ter certeza que, a partir do momento em que o PT ganhar em Sampa ou no Estado, as respectivas assembleias, que hoje não deixam nem uma CPI passar, repentinamente encontrarão motivos para dezenas delas. Mas nenhuma sobre o mandato anterior, evidentemente. Assim como a imprensa, que hoje acha que a cidade e o Estado vão muito bem, descobrirão todos os problemas que existem, e ainda criarão mais alguns.

          O PT sabe de tudo isso, mas ainda não consegue se convencer da necessidade de cravar a estaca no coração do vampiro, e prefere o discurso covarde do “olhar para o futuro”.

          Uma lástima. Se Lula tivesse colocado os privateiros na parede, as coisas seriam bem diferentes hoje…

          • E o Lulo, por acaso, em algum momento, quis colocar os privatistas na parede?
            Ele sabe como a banda teve que tocar.

          • Ô Décio, vê se, pelo menos, lê o que está respondendo, pra não passar vergonha…

            tsc tsc…

    • O problema do HADDAD se, caso eleito, será reeleger-se, após a contagem dos votos e com a vitória do candidato do PT virão uma enxurrada de críticas e denúncias ao governo e à pessoa do HADDAD por parte da GLOBO, não me espanta que a GLOBO fale mal do governo até dentro das novelas.
      É isso, caso eleito, não conseguirá governar, reeleger-se então, sem chance, a MARTA é MARTAXA até hoje, farão a mesma coisa com o HADDAD.
      Eu acho que o SERRA leva essa, não acredito no RUSSOMANO no segundo turno, os candidatos do PT e do PSDB tem o mesmo tempo de televisão, mais dinheiro.
      No fim, em São Paulo, pobre é de direita!

      • Muito dificil o Serra ganhar. O Covas, para governador em 1998, foi uma vitoria monumental, com toda a rejeição que havia acumulado. Mas o Serra vai sofrer do mesmo mal de 88: voto útil.

    • sr. joão,
      essa mesma imprensa não dá uma linha sequer do currículo do çerra.
      absurdo!
      para quem ainda não leu, está nas livrarias, é só pedir:
      “a privataria tucana”

  3. volto a dizer, o que eu espero e vejo, depois do paulo preto na cpi, é o cerra indo para a cadeia. esse é o espaço duradouro dele.
    reinaldo carletti

  4. Faça uma visitinha a SP e depois me conte.

    • O Sr. fala como se o desejo de sair de S. Paulo fosse a regra.

      Moro aqui há 10 anos e não quero voltar para o Maranhão e não conheço nenhum (NENHUM) outro nordestino que tenha tal desejo.

      Experimenta querer saber para onde os paulistanos que querem sair pretendem ir em sua maioria esmagadora: para o interior se SP, de preferência a menos de 100 km.

      É inegável que a cidade tem uma série de problemas e que Serra e seu grupo já demonstraram incapacidade para resolvê-los (nem mesmo amenizá-los).

      Contudo, o PT também já teve a prefeitura nas mãos em 2 oportunidades e também não resolveu.

      Por isso, a saída me parece que está fora do “Fla X Flu”

      • Bilhete único e corredores de ônibus são frutos de administrações petistas. Não fizeram mais porque tiveram que recuperar o desastre das finanças encontrado das administrações anteriores, do Jânio e do Maluf/Pitta.

        • OK. A marta criou o bilhete único. Foi uma boa obra.
          E depois o Serra ampliou o sistema integrando-o ao Metrô e CPTM e aumentou o tempo para 3 horas. Mas esse fato é esquecido pelos petistas…
          E como sempre o PT não faz mais por culpa dos governos anteriores. É sempre assim…
          No governo federal, apesar de estarem ha 10 anos no poder, os petistas também ainda poem a culpa das mazelas do país no governo anterior… Fala sério…

        • Como tem neguinho que sonha!!!

          Nenhum administrador, em sã consciência, inventa um programa, em detrimento de outro, que tenha dado certo, inclusive do ponto de vista de aceitação da opinião pública.
          O cara pode aplicar uma jogada esperta, mas, descartar, jamais.
          Ou, não é verdade que o Lula aglutinou alguns programas de transferência de renda, ampliou a abrangência, deu outra denominação e divulgou, de maneira massacrante, pra que a população esquecesse dos anteriores?

          O Serra não é, nem nunca será diferente.
          Os corredores de ônibus foram um bom programa, mas, hoje, todos sabem que está completamente obsoleto.
          Quem ganhar a prefeitura, vai procurar implementar as mudanças.

        • Só pra variar vc está completamente errado. E os exemplos de programas que deram certo e foram sabotados e destruídos por razões puramente política abundam. Por Exemplo, os CIEPS e os CEUs.

          Errado, também, quanto ao bolsa família. Ele não é mera “ampliação e aglutinação renomeada” – isso não passa de dor de cotovelo de sua parte. Tanto os objetivos são completamente diferentes, quanto a metodologia e o conteúdo. Não vou perder meu tempo me estendendo, pois um tucano como vc jamais dará o braço a torcer em relação a isso, não importa o quanto a realidade o prove errado. Afinal, os resultados NÃO ocorreram com os tais programas da era FHC, mas apenas com Lula. E a razão é simples: FHC não fez programas sociais pra darem certo, pra mudarem o status quo, mas apenas para apaziguar os que pressionavam pela sua criação.

          Era meramente pró-forma. Se Lula os tivesse ampliado, aglutinado e renomeado, apenas, teriam continuado a ser meramente pra inglês ver, e não a revolução que foi e que o mundo inteiro quer copiar – gozado que nunca quiseram copiar os “programas” de seu genial FHC, né não? Deveria ser algo a fazê-lo pensar… mas aí seria esperar demais…

      • Olha que o Maranhão mudou muito.
        Trabalhei em Imperatriz em 1992, era uma miséria terrível.
        Voltei, de passagem, depois de 20 anos.
        Creia, Imperatriz propicia muito melhor qualidade de vida que muita cidade do interior de S. Paulo.

        • Tá, isso não é nenhuma novidade e, certamente, Imperatriz não é melhor do que a imensa maioria das outras cidades do interior de São Paulo.
          Além disso, não dá pra comparar um mamão com uma banana.
          Pretender comparar a capital de São Paulo com qualquer um dos outros 5 mil e tantos municípios do Brasil, é a mesma coisa, portanto, não está dizendo nada.

        • Sr. Décio
          Imperatriz foi um exemplo.
          Vou explicar meu comentário, espero que o Sr. entenda.
          Um nordestino, que migrou há dez anos fugindo da pobreza, defende S. Paulo. A minha intenção foi alertá-lo de que a realidade no nordeste mudou. Isso não significa, de minha parte, uma opinião partidária ou que eu esteja afirmando que as cidades do Maranhão, num âmbito geral, sejam melhores que as cidades do interior de São Paulo.
          Os nordestinos já começaram a voltar para o nordeste, e este fenômeno tende a aumentar nos próximos anos.

      • Abel,

        Sou do Nordeste, passei alguns dias em SP a passeio, e descobri que não troco minha cidade por SP de jeito nenhum…

        Seu comentário não é regra.

      • Pois eu conheço: um amigo voltou para o Ceará. Cearense, viveu desde o início da década de 70, casou com uma paulistana, tiveram cinco filhos aí em São Paulo. Veio com toda a familia, filhos e filhas, noras e genros, e alguns netos. Montou um pequeno negócio para si e os demais já estão empregados aqui em Fortaleza. Gente simples que optou por vir para cá. No prédio onde moro tem pelos 5 casais paulistas que aqui fazem sua vida como comerciantes, engenheiros e professores. Pode não ser a regra geral, mas creio que tem gente de São Paulo que se tiver oportunidade poderia ir para outros lugares. Mas SP pode melhorar e depende e muito do seu povo.

    • A reposta é para o Sebastião, pois no seu comentário não apreceu o botão responder:
      O chirico não aumentou o bilhete único pra 3 horas, ele diminuiu de 4 para 3 o bilhete comum e de 3 para 2 horas o bilhete dos estudantes. A Marta só não integrou com metro e onibus pq o governador (alkmin) não queria colocar uma azeitona na empada do PT. E pior: tirou o direito do passageiro de carregar o bilhete na catraca do ônibius. Experimente achar um lugar pra carregar o cartão depois das 18 horas.

      • onde se lê:

        “metro e ônibus”
        considerem “Metro e trem”

      • Gil,

        Super bem colocado.

        Dizer que os corredores de ônibus são obsoletos, nem o urbanista mais equivocado teria a estupidez de declarar.

        O complexo Consolação/ Rebouças, corajosamente criado pela Marta, em alguns dias é mais rápido que o Metrô.

        Os motoristas de táxi que o digam. Servem-se da sua fluidez o tempo todo para escapar das outras faixas.

        Abs.

        • A Marta só reformou o corredor de ônibus que havia há muito tempo, na Av. 9 de Julho, obra de Janio Quadros. E aproveitou a idéia para fazer em outros lugares. A César o que é de César. Mentir é feio para qq um.

        • Os corredores de ônibus são, sim, uma boa solução para o transporte público, até pelo custo de implantação, em relação a qualquer outro, mas, precisam sofrer intervenções de conceito, para que se tornem mais eficientes.
          Vá procurar saber o que dizem os especialistas, sobre as paradas, para se atualizar.

        • ramiza, lamento mas o primeiro corredor de ônibus foi o da Avenida Paes de Barros e foi feito pelo então prefeito Mario Covas… Jânio, que de burro não tinha nada, apenas deu continuidade a uma boa idéia!

        • O corredor do complexo Rebouças fica parado direto. Dizer que é mais rápido que o metrô fere a mínima inteligência. A quem me informou sobre o corredor da Paes de Barros, obrigada, não sabia. Vivas para o Covas então, um grande prefeito e tão agredido, literalmente.

          • Covas jamais foi agredido. Tentou ser. Viu um bafafá e entrou no meio xingando todo mundo. Foi armação dele com fins políticos. Você é governador de Estado, vê uma multidão de professores mal pagos protestando, você sabe que estão enfurecidos com o seu governo e entra no meio deles xingando-os, você só pode estar querendo arrancar uma agressão para suar politicamente. Coisa de tucano mesmo

    • Peça ao cidadão para pegar metro das 18:30 as 21:00 Fui passear ai ridículo. Sem contar q eu estava com corrente e cobrador exortou a tirar senao seria assaltado, assutado tirei imediatamente, estava na bairro do Limão.

  5. Chalita? O que é Chalita? Esqueça disso. É candidato só pra puxar votos pros vereadores do seu partido

  6. A possibilidade de um segundo turno entre Russomano e Haddad, admitida em seu texto, revela um paulistano reagindo à catástrofe produzida pelo tucanato nos últimos anos. Possibilidade que nós, que não moramos em São Paulo, imaginávamos não ser possível pela declarada vontade paulista e paulistana de eleger tucanos em demasia.

    Não deixa de ser um alento a todos os brasileiros, haja vista que tamanha vontade e desejo pela eleição de tucanos de todo tipo de calibre impregnava no eleitor dos demais estados como um fator intransponível.

    E não resta dúvida à maioria dos brasileiros que os tucanos, patrocinados pelo eleitor paulista, impedia e impede que as mudanças trazidas por Lula e Dilma se espalhassem mais rapidamente pelo território nacional. As empresas de comunicação, ou o chamado PIG, que exploram o segmento sob as ordens de quatro ou cinco famílias, se valiam desses tucanos para produzir todo tipo de calúnia, difamação, de campanhas preconceituosas e de combate às políticas públicas que o povo aprova em sua imensa maioria (ver pesquisas de opinião sobre o governo e o presidente, antes, e a presidenta, agora).

    Caldo de galinha e prudência não faz mal a ninguém. Portanto, vamos acompanhar a evolução da opinião paulistana para melhor avaliar essa possível mudança de paradigma. O Brasil merece essa reflexão do povo paulista. Os brasileiros esperam a pá de cal sobre uma organização política que só faz apequenar o nosso país.

  7. Obrigada pela boa notícia, Edu.

  8. Haroldo,

    Vivo na cidade de São Paulo há 17 anos. A qualidade de vida nunca foi tão baixa, principalmente pelo colapso dos transportes, mas também pela política manca e cega de empurrar as empresas de tecnologia para fora da cidade (geralmente para Barueri) com o alto imposto sobre serviços. Isso faz com que milhares de paulistanos tenham que trabalhar fora da cidade (no meu caso, a mais de 30km de minha casa).

    Estive em Porto Alegre no ano passado, viajando a trabalho. Gostaria de morar lá. Tenho uma identificação muito forte com a cidade, nasci lá (mas vivo no estado de São Paulo desde 1974, vim para cá com 5 anos). Eu preferiria morar em Porto Alegre que em São Paulo, garanto a você. Talvez eu faça isso, mudar daqui para lá, nos próximos anos.

  9. Esse harakiri é muito parecido com o harakiri da direita no Brasil. A direita construiu, para si, um universo imaginário. Nesse universo, o Brasil está falido, multidões de desempregados caminham sem rumo pelas ruas. Menos no estado de São Paulo. Muito menos na cidade de São Paulo. Aqui, tudo corre bem. Os demotucanos governam com exímia e destreza a cidade. Aqui nada falta. Serra, e agora Kassab, mantiveram a segurança nota dez, saúde pública nota dez, transporte público e trânsito nota dez, educação pública nota dez. Tudo em São Paulo funciona às mil maravilhas. E tudo continuará igualzinho se Serra for eleito.

    Serra não tinha outra alternativa a não ser embarcar nesse universo paralelo. Do contrário, perderia até os poucos votos que tem. Certamente Haddad crescerá por isso, pela rejeição a Serra.

    E se Haddad ganhar, ele terá muita encrenca pela frente. Serra e Kassab conseguiram fazer São Paulo falir. Terá que haver muita conversa com o Governo Federal para renegociar dívidas e retomar o desenvolvimento da cidade, que está sucateada.

    • Roberto,
      Marta pegou a Prefeitura em pior situação, foram décadas de desmazelo e roubalheira e ela conseguiu fazer muita coisa. No Ministério da Educação Haddad provou ser um Executivo inovador e ágil, se ganhar essa Eleicao será nosso futuro Presidente da Republica. Tenho certeza que até Lula acredita nisso.

    • sr. roberto,
      e aqui em santos, como é que fica?
      o oceano atlântico, o morro santa terezinha, as praias, o neymar, foi tudo o beto mansur quem fez! (e no sétimo dia descansou!!!!)

  10. O grande problema de SP se chama “grande” imprensa. É ela quem não deixa que as soluções surjam, é ela que sabota as que eventualmente aparecem. E é ela quem precisa manter as coisas como estão pra poder continuar a mamar nas tetas do governo municipal e estadual, já que deixou de mamar no federal.

    Alguém aí falou que o PT já teve a prefeitura por duas vezes e não conseguiu resolver os problemas. E isso é verdade. Melhor, é uma meia-verdade, á que faltou dizer que houve tentativas de resolver os problemas, mas que foram sabotadas, sistematicamente, por essa “grande” imprensa, que sempre se opôs a tudo que possa mudar a situação paulistana.

    Porém, a “grande” imprensa está enfraquecida. Perdeu credibilidade e força por causa da internet e das tetas do governo federal, que deixaram de alimentar suas bocarras famintas. Perdendo, também, a cidade, terão apenas o Estado de SP como fonte de financiamento.

    Neste ponto, terão uma escolha difícil a fazer: ou continuam com a oposição sistemática e inútil que hoje fazem, na esperança de manter o Estado e ainda retornar ao governo federal e municipal em alguns anos, ou se rendem e passam a agir como uma imprensa responsável. Face a face com a própria extinção, ou se adaptam aos novos tempos e aceitam não ter mais o poder, ou insistem em dar murros em ponta de faca e se explodem. Ou, ainda, arrumam outra fonte de financiamento – talvez estrangeiro ou, quem sabe, das quadrilhas que acalentam em suas notícias (ou alguém acha que o Cachô é o único esquemão aliado à “grande” imprensa?).

    De toda forma, a mera eleição de um “não-Serra” não vai resolver os problemas. Esses ainda levarão uma década, no mínimo, pra serem resolvidos, e mais um ciclo eleitoral pra começarem a sê-lo. Infelizmente, diga-se de passagem, pois o povo paulistano não merece isso, apesar de ter deixado ser feito de trouxa por tantos e tantos anos.

    • Quando esteve na prefeitura de SP, o PT foi sabotado ao extremo pelo PIG, tanto em relação a realização de projetos quanto na divulgação de informações deturpadas sobre a administração. Apenas os muito mal intencionados negarão isso. Basta lembrar que para lutar contra a máfia dos transportes, Marta teve que usar até colete à prova de bala pra sair na rua, mas o bilhete único foi implantado. A história de Martxa foi amplamente divulgada pelo PIG por causa da Taxa do Lixo, mas alguém já viu algum jornaleco qualquer fazer uma comparação entre impostos e taxas das administrações do PT com as que implantam as da direita? Só pra ficar no barato, Kassab inventou a inspeção veicular obrigatória e paga que serra disse que vai mnater como está.
      E acho também que o alinhamento da direita encastelada nas redações de rádio, tv, jornais e revistas é mais do que ideológico: eles temem perder a boquinha que PSDB-PFL mantém para os amigos, como as milhares de assinaturas de jornais e revistas ou a maciça veiculação de propaganda de orgãos estatais. Quanto a SABESP, por exemplo, gasta em propaganda? O que justifica, sendo que é empresa estatal e ainda por cima detém o monopólio dos serviços de água e esgoto?
      O paulistano comum, este que vive o dia a dia real de sua cidade, sabe que a coisa está muito ruim. Apenas a pequena minoria que vive nos melhores bairros e tem acesso a tudo de melhor que o dinheiro banca embarca na conversa de que SP é uma maravilha.

      • Da tão mal falada taxa do lixo que a Marta Suplicy criou, eu me lembro que pagava R$ 6,00 por mês (era a taxa mínima). Acho que até ainda tenho os comprovantes, se não os joguei fora na mudança. Quem dera que as despesas com pedágio tivessem esse valor mensal. Mesmo na época, eu achava um exagero da imprensa a condenação da tal taxa.

    • Pierri, esse é o ponto central: o PIG ainda faz a cabeça de muita gente. Em São Paulo, então, mais ainda.

  11. Serra chega ao dia sete de outubro,provavelmente com menos de 15% das intenções de votos,ou seja,caso haja um segundo turno,Russomano enfrentará Haddad ou qualquer outro candidato,menos Serra,que assim,queiram ou não seus seguidores,encerra definitivamente de maneira melancolica sua infame carreira de traidor da patria.Para os que acreditam que 2014 será uma outra historia apenas um lembrete:a candidatura de Serra foi a ultima chance dada ao eterno candidato derrotado pelo seu partido de origem,PSDB.Os tucanos não pretendem continuar carregando um cadaver politico incomodo como Serra até 2014.A Serra não resta mais nada a não ser o PSD,um mero partido de aluguel,sem a minima consistencia ideologica.Um triste e merecido fim para um elemento cego de ambição,que não tem escrupulos em lançar mão dos metoddos mais baixos,mais criminosos para atingir seu unico objetivo:o poder.

  12. “… A realidade é a de que, dada a dimensão dos problemas paulistanos, só o governo federal tem recursos para gerar algum resultado para o paulistano no médio prazo – porque, no curto prazo, só Deus para melhorar a vida da população….”
    Puxa, mas o governo federal mal consegue tocar as obras do PAC dele – tudo vai se arrastando – quanto mais sobrar uma graninha pros paulistas…

    Além disso esse texto soa como uma “chantagem eleitoral” visto que os recursos federais devem (ou deveriam ?) ir para as cidades seguindo critérios técnicos e não políticos (o governo federal não pode – ou não poderia ?- dar mais grana para uma cidade porque seu prefeito pertence ao mesmo partido do presidente).

    • Que eu saiba, o dinheiro é repassado aos Estados e Prefeituras por meio de convênios. E os Estados e Prefeituras têm que aderir aos convênios e apresentar os projetos. Se não fazem isso, o Governo Federal não repassa o dinheiro, o que parece razoável. O governo do Estado e a Prefeitura parecem ter optado por não aderir aos convênios e colocar a culpa de todas as mazelas no Governo Federal. Enquanto ´colar´ essa estratégia, os eleitores paulistas e paulistanos vão continuar votando nessas administrações, e fazendo oposição ao Governo Federal, já que não são informados de nada disso por meio da imprensa. E o Governo Federal também não faz muita força para esclarecer a situação, por algum motivo que me escapa.

    • Sebastião, o problema não é só de repassar os recursos aos outros entes federativos(estados/municipios).Há uma coisa que vc não mencionou: Os Projetos (básico e executivo).Como o governo iria repassar dinheiro sem que haja pelo menos um projeto ? Um administrador que prevaricar, vai responder perante o ministério público, com seus bens pessoais.

    • São Paulo não recebe integralmente as verbas do SUS pq o kassab não fez a sua parte. Não recebe a grana do SAMU, pq os prefeitos (tucanos e camarilha) não entram com sua contrapartida. Não atende mais que 40% de quem tem direito ao Bolsa Família pq o kassab não faz a sua parte que é o cadastramento. Minha Casa Minha Vida não decola no estado porque o governo do estado não cumpre a sua parte. E a culpa é do governo Federal? cada coisa!

  13. Eleger Chalita é eleger Alckmin.

    Aí São Paulo não aguenta, é muito provincianismo para cima de um povo só.
    Não dá, São Paulo precisa ser pensada de fora inteligente, de forma ousada, moderna e esse bonde de conservadores do século passado não consegue pensar sequer em trocar a cor da meia.

    Fora a incompetência, marca de vinte anos do conservando São Paulo dessa gente atrofiada e sem imaginação.

  14. O problema é que se Haddad for eleito será como da outra vez, deixaram vários governos detonarem a cidade sem reclamar e vão cobrar dele a solução de todos, eu disse todos os problemas da cidade em quatro anos, e como sabemos ser isso impossível em uma cidade com o tamanho da cidade e dos problemas de São Paulo, dirão que ele fracassou e farão a cabeça do paulistano, que é devagar no pensar político, para que entreguem o governo da cidade nas mãos de um destruidor de plantão, que tenha o aval das elites paulistanas.

  15. Edu,

    Deus seja louvado e que a carreira de Serra se enserre já

    • Infelizmente não acredito nisso. O mardito Alckmin não passou nem para o segundo turno quando foi candidato a prefeito, mas foi eleito para governador… O Interior de São Paulo é ainda mais fissurado no PSDB do que a Capital, para desgraça do nosso Estado.

  16. Mesmo desconsiderando os aspectos de honestidade (falta de), Serra é um dos piores políticos que já vi em atuação. Jogo todas as fichas em sua relação com a imprensa e nada mais.

  17. Prezado Eduardo,

    Hoje no Brasil Econômico de hoje (27/08), Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro, diz que o Rio vive um bom momento graças ao clima de harmonia entre ele prefeito, o governador do Estado e o Palácio do Planalto. Mesmo não pensando igual a Dilma e a Cabral, buscam o consenso para buscarem a melhor decisão para a cidade.
    Em seu texto, você cita quanto seria importante se eleito Haddad, poder-se contar, primeiro com uma aliança entre o governo federal e dessa maneira mitigar o desastre paulistano.
    Vamos aguardar.

    Abraço,
    @Limarco

  18. Não podemos esquecer e dar crédito a grande imprensa pela situação caótica que a cidade se encontra, pois são estes ( Globo, Revista Veja, Estadão e Folha de SP ) que tentam vender a imagem de que SP está em franco progresso, está indo maravilhosamente bem, pois os problemas são pequenos e facilmente resolvíveis.
    Talvez seja essa a imagem totalmente distorcida que a população está vendo do que os jornais e o programa eleitoral estão mostrando.
    Tirando os imbecis e altamente egoístas como o seu amigo rico, Eduardo, que pensa apenas no bairro em que reside e o resto que se exploda ( parafraseando Justo Veríssimo – famoso personagem do Chico Anysio ) a maioria das pessoas realmente não aguenta mais.

  19. Olha, apesar de ser da cidade de Santo André, eu confio no Haddad. Até outubro tenho certeza que ele vai superar o Russomano. Esse Russomano não tem consistência, é um grande enganador. Ele quis ser prefeito aqui em Santo André pois o seu partido na época queria desbancar o nosso saudoso Celso Daniel. Só que Russomano teve sua candidatura impugnada pois ele não tinha residência fixa na cidade. Esse Russomano para mim não cola, não conseguirá enganar os eleitores paulistas.

    • Helena, o Russomano não ganharia de Celso Daniel nem no tapetão. Se Celso Daniel estivesse vivo, não perdia uma. Aquele é que foi um prefeito digno. Trabalhei em SNE de 1987 a 1999 e vi como era.
      Esta conversa de consumidor daqui, consumidor dali e de lá já não cola mais. Até porque se assistirmos os programas em que o Russomano atua, as ‘soluções’ dos problemas não ocorrem assim á jato.
      O cara não é tudo isso. O que ocorre é que o nosso povão só acredita na merda da televisão, e se o candidato aparece na televisão mais de meia dúzia de vezes é porque é o bom.
      Resumindo: esta pesquisa mostra que exposição midiática leva o sujeito até na lua, se for o caso….

  20. A Marta tá entrando na campanha.

  21. Serra tem uma obsessão incontrolavel pelo poder,não importa qual o poder,desde que seja poder e ele possa mandar.Truculento e inescrupuloso é certo que partirá agora para o uso de todas as armas existentes na politica rasteira,da qual nunca saiu(quem ainda se lembra de 2010?),para tentar pelo menos uma segunda colocação no primeiro turno,o que garantiria sua ida para um improvavel segundo turno com Russomano.Oras,mesmo tendo todo o aparato midiatico praticamente nas mãos,Serra não consegue baixar sua alta taxa de rejeição,que agora mais do que nunca é o quase o dobro do que tem em intenções de votos(37% e 19%,respectivamente).Diante disso fica praticamente impossivel imaginar Serra num segundo turno com Russomano.Tarefa impossivel nessa altura do campeonato será convencer o eleitor,de que Serra apresenta as condições requeridas para enfrentar os graves problemas gerados pela atual administração da qual,caso seja eleito,ele pretende ser sua continuação.Serra não tem como se desvincular da paternidade do desastre em redundou todas as ações perpetradas pela atual gestão comandada por Gilberto Kassab,por sinal,afilhado politico de Serra.Por essas e por muitas outras razões Serra irá perder as eleições,já no primeiro turno(apesar de toda a maquina midiatica trabalhando a seu favor),irá responsabilizar os dirigentes do seu partido de origem,o PSDB,mas o principal responsavel pela derrota de Serra terá um nome:José Serra.

  22. Ninguém emsâ conciência pode pensar em um Prefeito de uma cidade como S. Paulo de Oposição ao Governo Federal!

  23. Vamos pensar no futuro do Brasil e VOTAR em Serra pra candidato das oposições em 2014. Ano da reeleição de Dilma.

  24. A direita vai se agarrar no “Mensalão”
    haverá condenações e o PIG dará um jeito de juntar Hadad com os condenados.
    Não será nada fácil Hadad ir pro segundo turno.

  25. Caro Eduardo,

    Permita-me postar, of topic, reproduzindo comentário que fiz no blog Tribuna da Imprensa:
    “Dia 07 de setembro, o povo brasileiro, os sindicatos, os trabalhadores, todos juntos daremos uma sonora vaia à presidente Dilma Roussef! E por que a vaia? Vamos vaiá-la por ter sido eleita com o programa da esquerda e governar com o programa da direita! Foi eleita para dar continuidade ao programa implementado por lula, de reconstrução do poder de atuação do Estado brasileiro soberano; pela retomada da soberania brasileira, ameaçada pelos 08 desastrosos anos de governo FHC. E o que vimos? Vimos Dilma governar com o programa neoliberal de arrocho salarial, de contenção de gastos com os salários do Estado e a consequente subvenção do grande empresariado com dinheiro público! Por tudo isso, por estar adotando o programa neoliberal execrado pelas urnas em 2022, 2006 e 2010, o mesmo programa deletério contra o qual Vargas lutou e morreu, é que vaiaremos Dilma Roussef: para que ela nunca mais se esqueça que de o povo brasileiro, depois de Lula, assumiu as rédeas de seu destino! Fora Dilma! Viva Lula! Viva Vargas! Viva a soberania do povo brasileiro!

    • Pô, Trincheira, pensa que toda hora, é hora de pão quente?
      O Lula enfiou o pé na jaca, agora a Dilma tem que correr atrás do preju.
      Coitada da Dilma, vaia não!!!

      • Só se “jaca” for sinônimo de crescimento econômico, redução da desigualdade social, aumento de empregos, estabilidade, etc…

        • Crescimento econômico e geração de emprego, baseado no binômio “renúncia fiscal” + “crédito fácil”?
          Tenho certeza, Pierri, de que você sabe que isso não é sustentável, mas………

          • Ah, a velha e surrada tese da economia do lado da oferta mostra sua cara feia de novo. A mesma tese furada que tá levando meio mundo pro fundo do poço e vc não é capaz de entender que isso é que não é sustentável.

            A única forma de crescer economicamente de forma sustentável é com a criação de um mercado interno, ou seja, com a economia do lado da demanda ou, como vc chama, “crédito fácil”, ignorando o fato de que o que realmente está sustentando a demanda não é o crédito, mas sim o aumento dos salários e a política de distribuição de renda, ao reduzir a mais-valia.

            E a renúncia fiscal sequer é um dos pilares. Ela é pontual e circunstancial, e mais nada. Mera política pública temporária e paliativa.

            Ah, e esse crescimento tem se sustentado por uma década… coisa que os “professores” que vc repete não conseguiram fazer na era Collor e FHC… pra vc ver como eles entendem do babado…

          • Ah, e esse crescimento tem se sustentado por uma década… coisa que os “professores” que vc repete não conseguiram fazer na era Collor e FHC… pra vc ver como eles entendem do babado…

            Na era Collor e FHC, o problema era outro, ou seja, uma inflação que corroía o salário dos trabalhadores, implacavelmente, a cada 30 dias, essa mesma inflação que derrubou o Fernando Collor, e que o Fernando Henrique, magistralmente, conseguiu dominar, com o Real.
            Essa, aliás, foi a primeira e maior ação de distribuição de renda, de que se tem notícia, neste país.

            E não venha querer me falar daquela mula do Itamar Franco, hein, um cara que, pra criar mais vagas de emprego, reviveu a produção do Fusca, porque ocupava mais trabalhadores por unidade do carro produzida.
            Nem q

          • POR FAVOR, ESQUEÇA O COMENTÁRIO ACIMA, O DEDO BATEU A TECLA ERRADA.

            Na era Collor e FHC, o problema era outro, ou seja, uma inflação que corroía o salário dos trabalhadores, implacavelmente, a cada 30 dias, essa mesma inflação que derrubou o Fernando Collor, e que o Fernando Henrique, magistralmente, conseguiu dominar, com o Real.
            Essa, aliás, foi a primeira e maior ação de distribuição de renda, de que se tem notícia, neste país.

            E não venha querer me falar daquela mula do Itamar Franco, hein, um cara que, pra criar mais vagas de emprego, reviveu a produção do Fusca, porque ocupava mais trabalhadores por unidade do carro produzida.
            Nem que o Mantega é mais competente que todos os outros ministros da fazenda anteriores.

            “Cazzo”, não te ocorre que, o fato do Lula ter conseguido tanta coisa, tão rapidamente, pode ter origem nalgum outro fato anterior?
            Depois, sou eu é que tenho uma cabeça granilítica!

          • Sinto dó de quem acredita nessa balela que o Plano Real foi de Fernando Henrique e que foi criado no Brasil. Só sendo muito desinformado para não saber que a hiperinflação acabou na América Latina praticamente ao mesmo tempo nos anos 1990. O modelo implantado aqui foi implantado, também, nos outros países latinos que tinham inflação alta. Aliás, no Brasil a grande discussão econômica, à época, era se devíamos ou não implantar o plano engendrado pelo consórcio Anglo-Americano (Tatchar e Reagan). Nem o próprio FHC negaria isso. Itamar estava buscando um rosto político para a versão do plano reagan-tatcherista e teve a ideia de usar FHC.

    • se depender das centrais do sossego vai ocorrer isso mesmo.

    • Eu já gosto da Dilma. Acho que ela tem feito um ótimo governo.
      Claro que salário é uma coisa que todo mundo quer que suba sempre.
      Fica a cargo do governo determinar até que ponto.

    • Tá bom, tá bom.

      Em 2014 eleja Serra (ou Alckmin, ou Aécio, tanto faz), que finalmente você vai saber o que é bom pra sarna, escoliose, conjuntivite, espinhela caída, difluxo etc.

      Qaulquer deles que chegar ao governo vai promover um enxugamento da máquina pública, que dizem ser paquidérmica, inchada, ineficente e insuportavelmente onerosa. Para isso vão terceirizar todos os cargos públicos administrativos.

      Ah, eles não vão fazer isso? Talvez não, mas é o que prometem todo santo dia.

  26. O Serra é mais rejeitado que a Carminha, e SP já foi a locomotiva do Brasil e hoje não passa de uma Maria Fumaça descarrilhada , que foi privatizada pelo PSDB nesses 20 anos de desgoverno.

  27. Não vejo nenhuma vantagem, na frase que destaca, de que as pessoas não veem a hora de sair daqui!
    Meu filho sempre fala que, só não vende a parte na empresa, e vai morar numa palafita, num país qualquer do Caribe, para andar só de sandália e pescar o próprio alimento, por causa da família, e dos filhos pequenos.
    Quem estiver a fim de trabalhar, pra garantir um pé de meia, e um futuro mais seguro, ´o lugar é esse…..só que é um triturador.

    • Mas afinal você é de Atibaia ou é de São Paulo?

      O Atibaia no seu nickname é mentira então?

      • Não, Ruy, não é mentira.
        Eu nasci em Sumpacity, morei lá por 55 anos, e há 5, moro em Atibaia.
        Meus pais, irmãos e filho #1, ainda moram lá, na região da Vila \Mariana.

        Acontece que, se falar mal de São Paulo, para qualquer um da família, é encrenca, em especial com esse meu filho, que é bairrista ao extremo, ama São Paulo e principalmente o bairro em que nasceu e mora.

        Só minha mãe é mineira, do Triângulo Mineiro, mas, se você tivesse a oportunidade de perguntar a ela o que acha de São Paulo e dos nordestinos, iria escutar que admira a cidade que lhe deu tudo, por seu dinamismo, suas oportunidades, e dos nordestinos, que os acha muito espertos e também admira sua disposição para o trabalho.
        Diz que em São Paulo não existe nordestino preguiçoso, e que, se existe algum, deve ter ficado lá no Nordeste, pois, os que vieram, cá estão pra trabalhar, e trabalhar duro.

        E, quando dizem que paulista detesta nordestino, diz que não sabe como é que pode, se tem tanto nordestino trabalhando, e fazendo a vida por aqui, e quem diz isso, não sabe de nada.

        Eu estou com ela.

        • Cretino, mentiroso, babão, bairrista e além de tudo, preconceituoso, se desmente o tempo todo.
          São Paulo é um lugar tão maravilhoso pra voce e sua familia que voce foi morar em Atibaia….
          Vai ver que aproveitou alguma oferta de loteamento barato em Nazaré Paulista e agora fica aí cuspindo nos outros, dizendo que mora em Atibaia…

          Quanto te pagam pra escrever tanta idiotice?

          • Em tempo: fala pro bairrista babão do seu filho ir morar em Parelheiros ou Cidade Tiradentes e depois vem discutir a ‘qualidade de vida’ tão sensacional de SP….
            Pega um transitozinho na M’Boi Mirim ou na Radial Leste ás 18:00hs, ‘tenta’ usar o metrô nestes horarios, ou então fala pra ele ir na ‘balada’ e deixar o carro na rua, pra ver se encontra na volta….
            Este teu filho deve ser um daqueles bestinhas funcionarios de empresa de tecnologia que se sentem a picanha do churrasco quando falam mal de nordestinos.
            Se alguém aí se sentiu ofendido com o papo de empresa de tecnologia, lamento. Trabalhei numa e me dava ânsia de vômito quando escutava estas coisas. Aliás, quem trabalha nestes lugares e não faz parte deste ‘time’ sabe o que estou falando.

          • Nossa, quanto rancor, nesse coraçãozinho!!!
            E você não sabe nada da minha vida, pra deduzir alguma coisa a respeito.
            Mas, qual o problema de gostar do lugar em que se mora?
            A Vila Mariana é um bom lugar para se morar.

            E eu moro no Jardim Paulista, em Atibaia, mesmo, bem pertinho da muvuca que você conhece e gosta.

          • E eu posso, Luciano, até falar pro meu filho babão ir morar em Parelheiros, mas, eu tenho certeza de que ele não vai, nem amarrado.
            E ele não é um daqueles bestinhas funcionários de empresa de tecnologia, mas, um jovem empresário, corintiano, skatista, que vai ao trabalho de “bike”, anda de bermudas e tenis, e, egresso da escola pública, onde cursou o ensino médio, formou-se pelo Instituto de Geociências da USP, e hoje, em sua empresa, vive de fazer buraco no chão.

            E porque estou contando essa vantagem, de acordo com você,……”cuspindo” nos outros?
            Pra te dizer que, para “cuspir” nos outros, tem que ralar, e nós sabemos o que ele ralou, o que deixou de fazer, e ainda deixa, pela responsabilidade em relação à montanha de dinheiro em impostos que o Estado cobra das empresas, e dos salários que ele tem que garantir.

            Cara, você não deve ter ideia de quanto esse Estado torce por pessoas como ele!!!

  28. Nunca ouvi ninguém dizer isso em Porto Alegre.
    Conheço as duas cidades, viajo para as duas seguidamente, além de me comunicar via internet com moradores de P. Alegre. Não há comparação, S;P. é inferno comparado a P. A.
    Sempre vou a São Paulo a trabalho. Eu não moraria naquela cidade por dinheiro algum.

  29. Enquanto o PIG tentar pautar os Juízes que estão julgando o Mensalão, não percebem que a candidatura Serra está ‘naufragando” em São Paulo…..
    E olha que as chuvas de setembro ainda nem chegaram….
    E isso é muito bom…………

    • Todos que condenam baseado em ilações e não em provas – que é o que estão fazendo – estão, sim, sendo pautados pelo PIG, ponto.

      Ouvir Ministros dizerem que “não acreditam” em algo, e usar essa crença como fundamento para condenar alguém é enojante. Só se pode condenar por crime com a certeza do cometimento do crime, e não pela suposição de que algo ocorreu. Se algo não foi provado, não pode ser suposto pelo julgador. Se eles o fazem, estão apenas satisfazendo os donos da opinião deste país e mais nada.

  30. Eu achava que não havia provas contra João Paulo Cunha.
    Mas agora eu também me pergunto, assim como o fez o relator do processo no STF: “É admissível que o presidente da Casa do poder legislativo, que não é empresário, que é uma das autoridades mais importante do país, é admissível que receba em seu gabinete o presidente de uma empresa que tenha expectativa de firmar contrato com a Câmara? E no dia seguinte manda esposa receber uma determinada quantia em dinheiro, de forma dissimulada, paga por esta mesma pessoa que ele recebeu?”

    • Não interessa se é admissível ou não. Ele não está sendo julgado por isso, ponto.

      A Ministra que cometeu essa baboseira deixou claro que PRESUMIU que havia relação entre a visita de um dia e o recebimento do dinheiro no dia seguinte, mas não há NENHUMA evidência de que essa ligação existe. É apenas o achismo dela (e do relator, que concordou).

      Seria necessário ter uma ligação telefônica entre o visitante de um dia e o pagador do outro (já que nem eram os mesmos, diga-se). Ou um depoimento sustentando tal relação. Não havia nada disso, mas apenas a imaginação da Ministra que “não acreditava” que não havia relação.

      Ora, eu não quer saber se a Ministra acredita ou não. Ela não está lá pra acreditar em porcaria nenhuma. Ela tá lá pra ter certeza com base em provas, ponto.

      Esse julgamento é o fim da picada. Essa gente não está preparada pra julgar criminalmente, e etão morrendo de medo de contrariarem os donos da opinião brasileira, mais nada.

  31. Como a imprensa só está preocupada com o Julgamento do Mensalão, abandonaram o Serrote a sua própria sorte.

  32. Saiu no UOL:
    Dias Toffoli vota pela absolvição de João Paulo Cunha por três crimes

    O ministro José Antônio Dias Toffoli votou pela absolvição do deputado federal João Paulo Cunha (PT) durante sessão do julgamento do mensalão no STF (Supremo Tribunal Federal), em Brasília, nesta segunda-feira (27). Cunha foi absolvido pelo magistrado dos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção passiva e peculato (uso de cargo público para desviar recursos).

    (…)

  33. Dilma como um governo democrático que é não deve se atrelar a qual partido seja o prefeito. Russomano pode muito bem dialogar com ela e o governador de SP já que seu partido é da base do apoio de governo. E claro Dilma não vai dizer não a um partido para sua reeleição caso Russomano vença na maior capital do país. Não subestime o Chalita, assim como é cristalino os votos de Russomano, Chalita vem crescendo na zona leste, isso não é pesquisa não é andando nas ruas que se percebe isso.

    sinceramente não vejo serra com essa baixa toda não.

  34. Eduardo: um assunto fora de pauta. Vi agora mesmo um vídeo no 247 mostrando o Aécio, ao que tudo indica, visivelmente embriagado dando uma gorjeta de 100 reais ao garçom num Bar Cervantes. O cara caminhava trôpego e se apoiava no balcão. Vacilante e vacilão.

  35. Eduardo. Como está a saúde da sua filhinha?
    Sds

  36. OFF TOPIC:
    4 x 2, e não é nenhum clássico do Brasileirão.

    • Os ministros (da Suprema Corte!), com duas honrosas exceções, tudo se borrando de medo do PIG. Assim fica difícil para o PT sozinho enquadrar e encurralar a quadrilha midiática.

      Quem é que vai ter coragem de exigir que a globo devolva os milhões em “dinheiro sujo” que recebeu de Marcos Valério?. O STF, pelos votos iniciais no tal “mensalão”, já disse que isso não é com ele. A Procuradoria da República, idem. Todos os demais partidos desconversam, mas só o PT é chamado de covarde.

    • Estamos prestes de assistir a uma condenação sem provas. Depois os direitóides vêm aqui dizer que os ministros são comprados por “Lula”.

      • Prestes, não, já estamos assistindo.

        Eles estão, claramente e desavergonhadamente presumindo a culpa e substituindo provas por seus achismos. Ministros do STF corrompendo o Direito Penal… é o fim da picada e o começo da inquisição. Já temos até o Torquemada, um juiz fazendo as vezes de promotor, descaradamente.

        • Pierri, lembra do João Magueijo e da experiência do cano, do gato e do rato?
          Então.

          • Como já disse antes, vc não entendeu a analogia do Magueijo e não compreendeu seu alcance. Da mesma forma, vc não compreende como deve se dar o julgamento penal. Vamos tentar matar dois coelhos com uma só cajadada.

            Digamos que um cientista e um juiz estejam observado o gato e o rato e o cano. Ambos tem certeza que os animais entraram no cano, pois há provas disso. O Cientista sabe que cada comportamento dos gatos e ratos naquela situação tem determinada probabilidade de ocorrer, ou seja, que o gato, ma maioria absoluta dos casos, acaba comendo o rato.

            Dai ele escuta o barulho, e tem certeza de que algo ocorreu dentro do cano. A combinação desse conhecimento o credencia a supor o que ocorreu dentro do cano, com uma certa probabilidade de estar certo, então ele forma uma hipótese, que tentará demonstrar através de outras evidências – por exemplo, olhando dentro do cano ou esperando um doa animais saírem.

            O processo, pro juiz, é um tanto diferente. Ele tem certeza, como o cientista, de que os animais entraram no cano, e tem certeza de que o barulho indica que algo ocorreu. Mas se ele supõe o comportamento dos animais, ele está pré-julgando o gato. Se ele condena o gato por ratocídio baseado nessa probabilidade do gato ter matado o rato, ele comete uma ilegalidade e uma injustiça.

            A ele, juiz, só resta olhar no cano e ver o que efetivamente ocorreu.

            A teoria do cientista, se errada, será substituída, sem prejuízo, por outra melhor. Se ele olhar dentro do cano e verificar que, naquele caso, o rato matou o gato, ninguém será prejudicado por sua suposição inicial errada.

            Mas o juiz não pode fazer isso. Se ele condena o gato e depois se verifica que o rato está vivo e bem, ninguém poderá restituir a liberdade do gato.

            O cientista não vai retirar a liberdade de ninguém, se estiver errado, logo ele pode se valer de probabilidades. O juiz vai retirar a liberdade de alguém, logo ele só pode se valer da certeza.

            É realmente simples. No juízo civil admite-se a probabilidade, já que as consequências não são tão sérias e podem ser, em tese, remediadas a posteriori. No juízo penal, nada menos do que a certeza pode justificar a retirada de um direito fundamental que não pode ser restituído de forma alguma depois.

          • Então, de acordo com sua tese, o cientista pode errar, mas o juiz, não.
            E você querendo me convencer, outro dia, que o legislativo manda gente pra cadeia, hein, neguinho sacana!!!
            Se liga, rapá.

  37. EDUARDO, TUDO BLZ?

    NÃO SEI SE VC JÁ VIU UM VÍDEO QUE TÁ ROLANDO NO YOUTUBE COM O MAURICINHO QUE QUER SER PRESIDENTE DA REPÚBLICA PELOS TUCANOS, AÉCIO NEVES TOTALMENTE EMBRIAGADO, VEJA :

    http://www.youtube.com/watch?v=ePY4KObHUHk&feature=player_embedded

    • Obrigado pelo link.

      Espero que o Aécio pelo menos tenha aprendido a lição naquela última blitz quando ele foi pego dirigindo bêbado e dessa vez tenha voltado para casa de táxi.

  38. Caro eduardo, trata-se apenas de um acompanhamento de tendências por telefone (tracking), com ampla margem de erro. Agora à noite fala-se que o acompanhamento do PSDB chegou a resultado semelhante, mas pode ser só boato.

    Saberemos melhor nas próximas pesquisas. Porém me parece, pelos contatos pessoais que tenho, que a propaganda política do Hadad foi muito bem recebida e que ele começa a ficar mais conhecido e melhor, conhecido com uma imagem positiva.

    Acho que o Hadad tem tudo para ficar otimista e o Serra tudo para colocar as barbas de molho… Mas por enquanto é tudo muito especulativo.

    Estou confiante no sucesso da campanha do Hadad e na derrocada do Zé Bolinha.

    Abraço e melhoras para a Vitória…

  39. Apesar de votarem em contrário, fiquei meio que chocado com a “qualidade” dos votos tímidos de TOFOLLI e FUX ..sinceramente, tâmo_fu, pensei

    ..agora, passado mais um tempo, e sem fecharmos ainda a conta, a estória dita por João Paulo (JP) para os casos em que é acusado de peculado, lavagem de dinheiro e corrupção passiva esta assim:

    -sobre o PRIMEIRO CASO, o recebimento de R$ 50 mil por suposta facilitação às empresas de Marcos Valério (MV)..

    Depois de negar (ele e a ESPOSA) até o ultimo minuto, e frente a realidade exposta pela quebra de sigilo documental promovido na marra pela JUSTIÇA, JP resolve contar a “verdade dele” que se encontra espalhada nos autos, e que só agora nos é revelada aos pedaços:

    ..juntando os cacos temos que, na VERSÃO, JP diz que mandou a esposa, UM DIA APÓS encontro com MV em sua CASA, mandou a pessoa que ele confiava, sobre todos os riscos envolvidos, pegar grana VIVA num posto bancário em Brasília, isso para depois este ser entregue posteriormente a um assessor.

    ..segundo JP a grana, por ordem de DELÚBIO, saiu da conta de MV, personagem que JP conhecia de LONGA DATA, não só pelos serviços que MV já havia lhe prestado, mas tb pela ligação deste com o CAIXA 2 do PT ..mais ainda..

    ..seria pra pagar em espécie, isso a 1,5 MIL km dali, e em 3 prestações (de fins de set/03 a dez/03), pesquisa de opinião pública que visava saber da sua imagem em Osasco e Cotia, isso a um ano de qq processo eleitoral, ou a 3 do próximo pleito deste para candidatura ao Estado.

    Pra aumentar a “força do convencimento” foi apresentado como “prova definitiva” 3 notas fiscais que, 2 datadas de set/03 e uma de dezembro/03, atestariam a existência dos tais serviços, isso com mais um detalhe importantíssimo revelado pela ministra Rosinha, a de que embora separadas por até NOVENTA dias, as notas apresentavam “friamente” uma misteriosa coincidência, estavam em sequência numéria e em mesma série também ..hummm

    Pela ultima justificativa dada pela defesa, a de que se algo fosse ilegal a esposa não teria sido enviada a agência, uma outra ministra, a Carmem Lucia , valendo-se de sua luz e de sua intuição feminina (esta que é famosa por nos identificar das diversas manchas que acompanham os diversos colarinhos brancos espalhados pelo país) foi taxativa ao dizer que isso, a seu ver, não seria prova incontestável de lisura coisa nenhuma, mas que, pela sua intuição, do sentimento de desconfiança e da certeza da impunidade que carrega a IMENSA maioria dos títeres que comandam nossas Instituições ..pois é

    e sobre o SEGUNDO CASO aonde é acusado de peculato, o caso aonde JP teria contratado um assessor/serviçal de imprensa que sequer serviços teria prestado a contento, aqui o ministro FUX foi direto ao dizer : independente da prestação ou não, eu me pergunto PRA que ? Pra que contratou um alto dirigente se todos sabemos que a CÂMARA sempre teve de outros profissionais para fazer do mesmo ?!

    e sobre a ultima polêmica levantada por Levandovsky (que já começa a dar mostras de desconforto por ter abraçado as teses da defesa de JP), a de que os serviços foram atestados por autoridades e pelo TCU – um órgão que todos sabemos IMPRESTÁVEL e político – e que se houvesse vício nos atestados, que o STF tinha que abrir processo contra mais uma leva de agentes, aqui eu tenho uma pequena ponderação a fazer:

    ..primeiro que dentre as autoridades citadas estão políticos da base e do calibre dum Inocêncio de Oliveira, depois que penso que os Tribunais de Contas se preocupam muito mais com a FORMA, e não necessariamente com o mérito dos gastos ..eu explico, suponha que um gasto com determinada rubrica tenha ficado dentro do tempo e das verbas previstas ..oras, aqui ele não teria como atestar que o contrato teria sido amanteigado com propina por exemplo, ou desviado do mérito, ou que estivesse imerso em um processo que fugisse a sua visão, fato que só uma CPI ou polícia, diante de novos fatos, teriam muito mais força pra apurar e de meios de como fazer..

    então é isso, e pensar que o julgamento esta só no início, e que atores premiados como Gilmar e Peluso sequer deram pistas do que irão dizer..

    nota final – só espero que depois da condenação pelo STF o PT ao menos se digne a cumpri seu ultimo canto de CISNE da Republica, que não tenha mais desculpas pra expulsar esta CAMBADA que abusou, que traiu a nossa boa fé e confiança ..que apagou os poucos sonhos, e solapou as esperanças que ainda conseguíamos sofregamente manter ..bando de FDP !!!

    http://www.youtube.com/watch?v=JXduJWy0vJY

    • e enquanto isso MANCHETEIROS de quinta categoria como PHA ficam iludindo e MENTINDO pra aqueles que se dizem amigos e companheiros, fomentador de opiniões isentas ??!! …francamente ..e depois vem falar pra mim do PIG ?

      Ao invés de mostrar a inconsistência e trilhar-se pela ética, PHA, desinformando, só valoriza os votos fracos dum Levandovsky e Toffolli pra este caso em específico.

      Será que o dito não sabe da estória do “João e o LOBO” ..olha, olha ? ..o dia que for verdade seu PAULO, ninguém mais vai acreditar em vc, viu ?! ..aliás, sinceramente, eu já o tenho como o “antônimo do fato verídico”

      ..e não sou só eu não…

      http://blog-do-lucho.blogspot.com.br/2012/08/quem-sera-que-o-panico-sacaneou.html

      • Votos FRACOS????

        Só na sua imaginação.

        Crime se condena APENAS com certeza, e não com ilação. É a PRIMEIRA lição que qualquer juiz criminal precisa aprender. Não se supõe, não se conjectura, não se crê. Ou se tem certeza, ou em dubio pro reo.

        E esse foi o voto do Toffolli. Claro, a profundidade disso só deve ser aparente pra quem entende um pouquinho de Direito e tenha ao menos alguns neurônios funcionais, mas não é desculpa pra dizer que foram votos “fracos”, de forma alguma.

        A condenação com base em “eu não acredito que seja prova de inocência” é a maior corrupção do Direito Penal que pode existir, ponto. É presunção de culpa.

        Juiz criminal não está togado pra acreditar em culpa, mas pra ter CERTEZA dela. Fracos foram os votos que se basearam nessa ilação indecente, isso sim!

        • Pierri diz:
          “……Crime se condena APENAS com certeza, e não com ilação. É a PRIMEIRA lição que qualquer juiz criminal precisa aprender. Não se supõe, não se conjectura, não se crê. Ou se tem certeza, ou em dubio pro reo……

          ….só que, o que se apresenta ao juiz, no caso dos R$ 50mil do João Paulo Cunha, é:

          “..segundo JP a grana, por ordem de DELÚBIO, saiu da conta de MV, personagem que JP conhecia de LONGA DATA, não só pelos serviços que MV já havia lhe prestado, mas tb pela ligação deste com o CAIXA 2 do PT ..mais ainda..

          ..seria pra pagar em espécie, isso a 1,5 MIL km dali, e em 3 prestações (de fins de set/03 a dez/03), pesquisa de opinião pública que visava saber da sua imagem em Osasco e Cotia, isso a um ano de qq processo eleitoral, ou a 3 do próximo pleito deste para candidatura ao Estado.

          Pra aumentar a “força do convencimento” foi apresentado como “prova definitiva” 3 notas fiscais que, 2 datadas de set/03 e uma de dezembro/03, atestariam a existência dos tais serviços, isso com mais um detalhe importantíssimo revelado pela ministra Rosinha, a de que embora separadas por até NOVENTA dias, as notas apresentavam “friamente” uma misteriosa coincidência, estavam em sequência numéria e em mesma série também…….. .”

          Eu não preciso saber de mais nada, pra tirar minhas conclusões.

          • PS: a “cola” foi feita do post do Romanelli, logo acima.

          • Primeiro, o Romanelli é uma fonte ridiculamente fraca pra se copiar qualquer coisa. O cara escreve, escreve e não diz nada.

            Segundo, o fato de vc não precisar de mais nada é completamente irrelevante. Sua opinião parcial e leiga não basta pra condenar alguém.

            Terceiro, cadê a prova? A acusação é: “receber vantagem indevida indiretamente e em função de cargo ocupado”. Onde está a prova de ser essa vantagem indevida e em função do cargo?

            Quarto, dizer que as notas fiscais são assim e assado e daí presumir que o crime existiu é infantil – coisa de Romanelli mesmo. O juiz penal não pode presumir a culpa, mas ter certeza dela. E isso só se dá com provas. Onde estão elas?

            Quinto, dizer que o acusado é culpado pq a explicação dele “não cola” é coisa de inquisidor. Quem deve provar a culpa é o acusador, e o juiz não pode assumir a culpa apenas por “não acreditar” na explicação, quando essas provas não são feitas.

            Sexto, mais uma vez: diga-me claramente qual a prova desse fato típico imputado ao acusado. Onde está a evidência objetiva de que a vantagem era indevida e relacionada ao cargo? Dica: ela não pode estar na cabeça do juiz, nem ser uma crença. Tem que existir alguma razão objetiva pra dizer que não havia outra explicação pra aquele recebimento, ou in dubio pro reo.

            Ah, e não se fie no Romanelli. Ele, como vc, não tem a mínima noção do que está escrevendo. Melhor vc mesmo fazer um esforço hercúleo e pensar autonomamente…

        • Hahahaha…o que o Romanelli diz é tão fraco, que tudo o que eu ouvi, ontem, na fala do ministro Peluso, foi, exatamente, o trecho que extraí do post dele.

  40. O GOVERNADOR DO ESTADO DE SÃO PAULO SR. CORONEL PM ROBERVAL FRANÇA, E O VICE GOVERNADOR DO ESTADO SR. JOSÉ FERREIRA PINTO, pedem calma a todos. Eles vão resolver tudo. O único problema que eles enfrentam, e não darão mais ouvidos a eles, são dois cidadãos que ficam enchendo o saco e não param de falar. A saber: cidadão GERALDO ALCKIMIM e cidadão JOSE SERRA. Afastados esses dois, SÃO PAULO ENTRARÁ NO RUMO AINDA MAIS. ELES PROMETEM.

  41. Edu,que tal falar do também harakiri do Aécio aqui em BH.Forçou o Lacerda a romper a aliança com o PT,a mídia regional bem que tentou,primeiro esconder a candidatura Patrus,depois a subida deste nas pesquisas.Pois bem,Patrus com 2 semanas de campanha ja esta tecnicamente empatado com Lacerda (eu ja tinha dito isto ha alguns amigos,qua diziam que dificilmente o Patrus ganharia do Lacerda,eu dizia; é só começar a propaganda principalmente na tv).Perder a prefeitura ´para o PT sera um tiro no pé de Aecio,enfraquece sua base e seus ja furado plano de ser candidato a presidência,alem de abrir caminho para a sucessão estadual.Aecio sera so mais um no quadro nacional,sobrevivendo graças a midia regional.Mas até quando esta vai sustenta-lo se alem da prefeitura perder o governo do estado.Tanto Serra quanto Aecio perdem na sua arrogancia,e total falta de visão da realidade
    PS a “direita” do PT,esta ala da real politik,do pragmatismo as vezes inexplicavel,que tinha seu maior expoente em Minas com o Pimentel,Não que eu seja um radical,mas tudo tem seus limites ,sua dosagem,e esta “tiurma” estava matando o PT aqui de Minas,com Patrus sera o renascimento,o fortalecimento do partido regionalmente.

  42. Prezado, eu já visitei várias vezes São Paulo, ficando alguns dias inclusive em cada vez. Eu visitei as partes ditas “nobres” e as “não tão nobres”, e posso dizer ao menos por mim que eu JAMAIS viveria em uma cidade como São Paulo, nem se fosse para trabalhar pelo triplo do que eu ganho atualmente.

    Não vale a pena para mim ter que usar carro para ir a qualquer lugar, ter que pagar caro por tudo, encarar um trânsito lunático todo dia e nunca poder contar que vá voltar vivo para casa no final do dia, todas as vezes em que fui para a cidade algum tipo de marginal tentou me seguir procurando uma “presa fácil”. Na minha humilde opinião, para morar em São Paulo você têm que ser corajoso ou louco.

  43. Essa hipótese (que ainda me parece um pouco distante) de uma vitória de Haddad em São Paulo, criando-se uma parceria direta entre a prefeitura paulistana e o governo federal, no sentido de se solucionar os problemas mais críticos e prementes da cidade, na prática, representaria o tiro de morte no demotucanato, já que essa malfadada ala política teria sua última representação, o (des)governador Geraldo Alckmin, colocada numa situação de isolamento político. E para piorar ainda mais para os demotucanos (e melhorar para o Brasil), todos nós sabemos que a administração Alckmin está anos-luz distante de se destacar por sua eficiência e realizações. Alckmin e seu mandato, nesse caso de vitória de Haddad e aliança entre a prefeitura de São Paulo e o governo federal, teriam um final melancólico e sem a menor significância política. Para continuar a existir politicamente após seu (des)governo e junto com o que resta do demotucanato, Alckmin teria de ser criativo (o que me parece impossível) e gerar fatos novos que o pusessem, e ao governo do estado de São Paulo, em evidência. Alguém o vê assumindo essa postura?

    Outro aspecto de uma eventual vitória de Haddad seria a consagração ainda maior de Lula; que teria sido praticamente o único a antever as chances de vitória do ex-ministro, em relação à prefeitura de São Paulo. Isso colocaria Lula numa posição de destaque ainda maior dentro do PT e lhe daria um cacife político tal, que seria difícil de ser medido…

    Está portanto claro que todos nós que apoiamos Lula e o PT, temos de dar nosso máximo para eleger Haddad à prefeitura de São Paulo. Atingir essa meta, seria dar vários passos à frente em direção ao país que queremos!

  44. Vídeo censurado pela imprensa mostra Aécio (PSDB) completamente bêbado no RJ:
    http://www.youtube.com/watch?v=ePY4KObHUHk&feature=player_embedded

  45. Acho ainda cedo para apostar num vencedor, mas eu não subestimaria o Russomano.

    São Paulo é uma cidade tremendamente conservadora e tem um sentimento anti-pt enraizado. Russomano cresceu inicialmente nos votos do Haddad, agora está crescendo nos votos do Serra. Haddad precisará recuperar todos os votos tradicionalmente petistas e conseguir convencer um pouco dos conservadores para ganhar a eleição, o primeiro com Lula e agora a Marta ficou simples, o segundo é que preocupa.

    Depois que vi o primeiro programa do Haddad fiquei otimista, mas ainda acho cedo para apostar numa vitória. A eleição está longe ainda, o Serra ainda pode usar suas tácticas sujas contra Haddad e Russomano, enfim, tudo pode acontecer.

  46. Os paulistanos estão abrindo os olhos, chega de demagogia!

Trackbacks

  1. O Cafezinho » Blog Archive » Haddad bate 13%, Serra cai pra 19%

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.