Convocação de Policarpo depende de apenas 4 votos do PMDB

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

O blog apurou nesta terça-feira que a bancada do PT na CPMI do Cachoeira deve votar em bloco a favor do requerimento do deputado Doutor Rosinha (PT-PR) para que, inicialmente, seja convocado o diretor da sucursal da revista Veja em Brasília, Policarpo Júnior. E que haveria a intenção de convocar, numa segunda etapa, o dono da revista, Roberto Civita.

PC do B, PSOL, PSB e PTB (Fernando Collor) devem votar com o PT pela convocação. Mas como a Comissão precisa de ao menos 15 votos para aprovar o requerimento e os partidos dispostos a votar pela convocação do jornalista somam 11 parlamentares, os 4 votos restantes terão que ser obtidos junto ao PMDB.

Segundo a fonte na CPMI, esses votos ainda não foram conseguidos porque o PMDB está hesitando. Por conta disso, o requerimento do doutor Rosinha deve ser apresentado na sessão desta terça-feira da CPMI, mas a votação só ocorrerá quando os partidos favoráveis à convocação tiverem maioria.

O que estimulou a união do PT e a adesão de partidos aliados em favor da convocação foi a reportagem de capa da revista Carta Capital, assinada pelo repórter Leandro Fortes, que revelou escutas da Polícia Federal no âmbito da extinta Operação Vegas, arquivada pelo procurador-geral da República.

A reportagem de CC mostra degravação de escuta da PF em que o jornalista Policarpo Júnior aparece pedindo ao bicheiro Carlos Cachoeira para que faça gravação ilegal de um parlamentar. Outras escutas revelariam relação de promiscuidade entre a quadrilha e o jornalista.

A primeira fonte que o blog ouviu não tem como afirmar que a bancada do PMDB na CPMI irá aderir ao bloco favorável à convocação de Policarpo. Uma segunda fonte ouvida informa que a pressão sobre os peemedebistas para que não adiram ao requerimento parte do vice-presidente da República, Michel Temer.

Na segunda-feira, outras fontes do blog informaram que Temer se reuniu com o presidente das Organizações Globo, José Roberto Marinho, e o diretor da revista Veja, Fábio Barbosa, e com eles firmou pacto de não agressão que pressupõe a não convocação de Policarpo pela CPMI. O pacto teria o aval da presidente Dilma Rousseff.

Tags: , , , ,

146 Comentário

  1. Este Miro Teixeira é funcionário da Globo. Se ele não se reeleger pelo Rio de Janeiroa Globo dará a ele umcargo na Programação dela, pois isto ele vem com esta conversa mole de não convocar o Policarpo.

    • É. Ouvi o bla-bla-bla desse filhote da ditadura. Disse ele que a convocação do PJ é um modo de cerceamento da liberdade da imprensa.
      Isso me leva crer que ele tem algo escondido que possa vir a tona. O policarpo deve ser um poço de segredos desse e de outros defensores do silencio do escroque.

    • O deputado Miro Teixeira defende mesmo os interesses da imprensa do PIG, pois o fulano argumenta que convocar o bandido do Policarpo é um atentado à liberdade de imprensa!

      • E não convocar o Cavendish, seria, o que?
        Blindagem do Cabral, e suas ligações?

        • Décio, uma CPI é para investigar a todos que tenham envolvimento, não é porque o fulano é jornalista ele é isento de investigação, não, portanto , tem que se convocar o Policarpo, o Cívitas e todos os outros bandidos envolvidos com o esquema Cachoeira, que, além de pautar a VEJA e a Globo, mandava, sobretudo no Governo de Goiás.

  2. Caro Eduardo, tenho certeza que você nos passa as informações do jeito que recebeu e que são de fontes que se deve considerar. Acho que esse é um trabalho jornalístico de primeira linha, infelizmente raramente visto em nosso país. Normalmente os jornalistas piguianos, bem pagos e arrogantes, usam esse recurso de passar informações de fontes que não podem se identificar, apenas como uma desculpa para escrever o que querem e inventar o que lhes é conveniente. Tenho experiência de vida suficiente para perceber quando uma historinha está certinha demais e casa direitinho com as conveniências retóricas de quem escreve, principalmente quando acontece renitentemente. É impressionante como você faz, de forma absolutamente voluntária, um trabalho jornalistico que deveria servir de exemplo para os mais famosos profissionais do ramo. Nesse ponto você está de parabéns e demonstra o porquê de seu blog ter se tornado uma referência na blogosfera brasileira sem contar com nenhuma estrutura profissional de suporte.

    Em vez de contar uma ficção certinha e conveniente para “formar opinião” (conceito que abomino), você nos trás fragmentos de informação obtidos, com todas as suas inconsistências e contradições que se pode esperar de informações “de bastidores” e cuja graça é justamente sucitar análises de cenários e avaliações diversas, frente ao contexto atual.

    Dito isso gostaria de comentar que acho esse acordo entre Michel Temer, globo e Veja um tanto estranho. Por que justo o Michel Temer vai fazer acordo para dar uma trégua para o governo? Sim, ele poderia ser escolhido como porta-voz, mas por que justo o PMDB seria a força que iria avalisar o acordo? Se o governo é da Dilma, se ela está concordando com o acordo, por que o PT inteiro vota pela convocação do Policarpo, contrariando o tal acordo e justo o pMDB seria o disciplinado implementador da blindagem acordada?

    Não faz muito sentido. O PMDB é inocente a ponto de servir de boi de piranha, saindo queimado por proteger o Policarpo para dar a trégua ao governo enquanto o PT tenta pegar o Policarpo e sai como o mocinho da história?

    Acho difícil.

    Se o PMDB blindar o Policarpo por algum acordo, certamente será um acordo onde os deputados e senadores da CPMI levarão alguma vantagem direta e não para blindar o governo.

    Quer saber o que eu acho ? E aí já é especulação minha. Acho que se há mesmo um acordo não é para dar trégua ao governo coisa nenhuma, é para obter vantagens para o PMDB. E essa história de dizer que a Dilma concorda é só para tentar colocar a culpa nela, ela pod até não querer se envolver, mas duvido que apoiaria um acordo diretamente.

    Veja bem, a popularidade da Dilma não está caindo por causa dos ataques da imprensa. O ano passadotodo ela esteve sob intenso ataque a a popularidade dela, bem como a aprovação ao seu governo só fez subir.

    Nem as greves do serviço público atingem a popularidade dela. Pelo menos as informações que eu tive acesso até hoje, apresentaram um conjunto de reivindicações dos grevistas que não tem apelo junto à população. Até eu, que tenho conciência da importância dos servidores públicos e que tenho particular apreço pela educação e pela Universidade, fiquei muito mal impressionado ao ver os professores das federais desprezarem uma proposta de aumento que ultrapassava os 40%, um valor absolutamente fora de qualquer reajuste ou aumento que eu posso observar na iniciativa privada. Tenho amigos professores e nenhum deles sequer sonha co um reajuste desse porte. As argumentações para dizer que essa proposta não era boa sinceramente não me convenceram.

    Em um quadro assim por que a Dilma se preocuparia tanto em um acordo para blindar o Policarpo, ainda mais em um momento em que a imprensa está jogando sujo e rasteiro para transformar essa farsa do mensalão em algum resultado eleitoral que certamente não é nada positivo para Dilma (apesar de que nada garante que irão ter sucesso nessa empreitada)?

    Enfim, são apenas conjecturas, posso estar errado em minhas especulações… mas posso estar certo também. Em breve teremos mais elementos para entender o que realmente está acontecendo na CPMI.

    • Ruy, estou mais aliviado com sua explanação onde vc avalia o post anterior que me deixou petrificado.
      A verve do nosso Eduardo é inconfundível porem, e aí vc tem razão, ele pode ter ouvido alguem não muito bem informado.

  3. Esse Temer nunca inspirou confiança.
    Como se faz para afastar um vice?

  4. A desmoralização da República, enfim.

  5. O filho do Sepúlveda Pertence enviou uma nota ao Noblat se desculpando pelo caso Noblat-Tofolli. Aliás, alguém ´poderia me dizer se esse filho do Pertence é aquele cujo casamento teve até distribuição de lança-perfume ano passado? E vcs ainda defendem esses malditos !!!!!!!!!!!!!

    • raphael,
      Onde vc leu isso?
      Poderia nos passar a fonte?
      Li que o filho do “pertence” havia dito não haver a baixaria do Tofili.
      Agora essa… Sei não.

    • Cadê o link ou uma mísera prova do tal “pedido de desculpas”?

      • O Noblat escreveu no Twitter que o tal sujeito lhe telefonou e disse que de onde estava, não poderia ter ouvido o que Toffoli disse. como até agora não houve nenhum desmentido desse telefonema, presumo que seja verdade. Olhem no Twitter do Noblat, vcs estão comendo muita mosca, nunca ouviram o dit´oxado ”seja próximo dos seus amigos e ainda mais próximo dos inimigos?” De qualquer forma, o Sepúlveda Pertence, PRESIDENTE DO CONSELHO DE ÉTICA DA PRESIDÊNCIA, tem um filho cujo casamento teve farta distribuição de drogas na festa. Disso, nenhuma linha por parte de vcs, não é? Por isso já tomei minha decisão: assim que puder, me mando desse país, não vou mais dar meu pobre e suado dinheirinho pra sustentar essa corja de miseráveis, que cada vez precisa de mais, e nós, idiotas, os sustentando e só recebendo serviços públicos de quinto mundo. Quem quiser continuar se enganando, se iludindo, que fique.

        • boa viagem.

        • Quem seria a corja de miseráveis que o fara sair do país?
          Onde vc leu que o filho de Sepulvida Pertence usa drogas?
          Bem, Noblat dizer no twitter que o filho de Sepulvida Pertence o ligou se desculpando e dizendo que de onde estava não dá para ouvir nada é a mesma coisa do Noblat ter dito que Tofolli falou tais palavras de baixo calão. Não dá para afirmar nada.

        • Vai para Grécia

        • De Gaulle estava certo, mas, foi modesto; além de não ser sério, esse é um país governado por ladrões.

        • Raphael, visto que você pretende nos deixar ( ó dor! ) sugiro que escolha de preferência aqueles países em que você não tenha que entregar o seu “suado dinheirinho” para o governo”. Podemos, em primeiro lugar, tentar evitar que esse dinheiro continue sendo suado. Nesse caso, sugiro que você escolha países como Polônia, Ucrânia, Rússia ( nesse último país, a melhor região seria s Sibéria), Mongólia etc ( não vá, por enquanto para o Pólo Norte, pois um esquimó conhecido meu me disse que a especulação com os materiais de construção por lá chegou a níveis absurdos, de tal sorte que os iglus estão cada vez menores e raramente contam com áreas de serviços, e dependências de empregada). Se for para não se sentir muito deslocado culturalmente, escolha países prósperos, onde jamais nenhum governo surrupios aos cidadãos seu “suado dinheirinho”, tais como Portugal, Espanha, Itália, Romênia e França ( aqui arrolados pela natureza neolatina de suas línguas). A Grécia também parece oferecer grandes oportunidades, no presente momento. Agora, se você for daqueles indivíduos dispostos a se fazerem por si mesmos, aceitando os grandes desafios que só um país pleno de liberdades e de oportunidades como os EUA oferecem, você pode começar como muitos bilionários lendários daquela nação escolhida por Deus começaram, montando ,por exemplo, uma barraquinha de cachorro quente ( não se esqueça que lá eles o conhecem por hot dog) para vendê-los em locais atualmente muito concorridos por um grupo neo-modernista exótico conhecido por “occupies”.

          • Quase ia me esquecendo. Raphael, por enquanto aguarde o desenrolar dos acontecimentos na África, descartando-a como região apropriada para se transferir. Parece que na maioria dos parlamentos dos diversos países ( que no momento em que digito esse texto já devem ter sido fechados e abertos várias vezes pelos diversos grupos armados que dividem a tarefa de governar e trucidar os seus povos ) existem projetos absurdos , absolutamente infundados, destinados a fomentar o racismo naquele continente,e que preveem reserva de cotas para afrodescendentes, determinando que pelo menos 10 % das riquezas africanas sejam destinadas para esses grupos privilegiados.

        • já vai tarde!! Um lugar muito bom te aconselho: Chad, África. O hectare lá tá baratinho…

      • Eduardo, sobre o link te passei pelo facebook um printscreen do blog do Noblat com o comentário do filho do Pertence. Que foi publicado originalmente nos comentários do blog do Nassif, postei no facebook.

  6. Se esse pacto tem o aval da Presidenta, das duas uma: ou o PT não votará com o Dr. Rosinha ou está rachando com o governo.

  7. Se a convocação, ou não, do office-boy de Civita em Brasília está nas mãos do PMDB; então, a consecução dessa convocação é só uma questão de “preço”… Resta ver quem vai “pagar” por ela (provavelmente o governo federal) e se este está, de fato, disposto a fazê-lo… A meu ver, essa convocação é absolutamente fundamental, pois representaria um primeiro passo no sentido de desmascarar o papel que a mídia vem, historicamente, exercendo no país. Se de fato houve essa tal reunião no Palácio do Jaburu, entre Temer, o presidente das Organizações Globo, José Roberto Marinho, e o diretor da revista Veja, Fábio Barbosa; então, a convocação de Policarpo Júnior torna-se, no mínimo, bem mais difícil (ou mais “cara’)… Resta a nós, reles mortais pagadores de impostos, torcer para que pelo menos 4 peemedebistas tenham não um lampejo de civilidade; mas, simplesmente, abaixem seu “preço” para votar pela convocação… Em tempo, o motivo das aspas nas palavras “preço”, “pagar” e “cara”, é evitar que me acusem de estar querendo promover uma nova “compra de votos de parlamentares”…

  8. Edu, o UOL diz que a CPMI dispensou o jornalista da veja.
    Isso é notícia ou é torcida da mídia golpista??

  9. Alguém aí informe o email do deputado miro ‘marinho’ teixeira?? Alguém precisa avisá-lo de que o seu mandato é do povo do Rio de Janeiro e não da ‘famiglia marinho’.

  10. Eduguim, daqui para a frente nada será dado de graça, em termos de conquistas sociais. Na Argentina, na Venezuela, na Bolivia, no Equador, etc, o povo está nas ruas. Por lá tambem existem muitas dificuldades. Aqui no Brasil, queremos que o governo nos dê tudo. Democracia e direitos sociais não se ganha, se conquista. Ou nos organizamos e vamos para as ruas ou ficaremos chorando dentro de casa, na frente do computador. Apesar do avanço da Técnologia de Informação, isso não substituíra as mobilizações de rua. Muita gente reclama mas não quer sair nas ruas, não quer participar de forma organizada, em partido, em sindicato, em associações, etc. Nas eleições, muitos, no maximo, torcerão com críticas. Não conheço nenhum povo que conseguiu alguma coisa sem luta e sem organização. Muita gente que quer mudanças se gaba de não participar em qualquer tipo de organização. Ainda acredito que as mudanças sociais acontecerão via partidos. Ou as pessoas participam nas escolhas de candidatos, na elaboração de programas, nas disputadas dentro dos partidos, nas eleições ou não muda nada. É claro que os partidos de esquerda têm dificuldades. Pouca gente trabalhando. Peguemos como exemplo o Partido dos Trabalhadores, o maior de esquerda, olhemos para sua estrutura em São Paulo, são poucos que carregam piano, falta gente. Precisamos reclamar menos e participar mais. Os partidos políticos precisam de militantes. Ou ajudamos, nos engajamos ou ficamos reclamando.

  11. Ih, meu…então, não chama mesmo. O Temer ali nada de braçadas…

  12. A convocação de PoliCaneta é necessaria,porque com sua convocação começa-se a desarticular a trama golpista da qual inegavelmente ele fazia parte.Se não vejamos:o esquema Cachoeira fornecia o combustivel e PoliCaneta atraves das paginas da revista Veja,deflagrava o incendio que iria incinerar as estruturas de sustentação do Governo Central,fazendo com que ele ruisse,no que era ajudado pelo noticiario da Globo,diariamente apresentado em horario nobre,entre as novelas das sete e oito horas da noite,secundados pelos jornais paulistanos Folha de São Paulo,Estado de São Paulo e pelo jornal carioca O Globo.Não convocar PoliCaneta no atual estagio das investigações e em seguida Ali Kamel,da Rede Globo,faria com que a CPMI perdesse sua razão de ser,porque ela não foi criada com o objetivo unico de investigar as relações de Cachoeira com agentes públicos,porque isso ja foi objeto de inqueritos na Policia Federal em duas megaoperações(Monte Carlo e Vega).O importante na convocação tanto de PoliCaneta como na convocação de Ali Kamel,é que com as duas referidas convocações se atinge em cheio o centro nervoso,o coração da trama golpista.E é justamente esse o delicado e arriscado trabalho da CPMI,qual o seja,se não o de desarticular definitivamente tal trama golpista,desorganizar de tal forma essa trama,de maneira que demore muito,muito tempo até que ela venha a se recompor novamente.

  13. Interessante é que muitos analistas colocam o culpa disso ou daquilo que tem acontecido na CPI, apenas nos deputados e senadores que nela atuam.
    Oras bolas! Eles seguem orientações políticas dos grandes.
    Tem gente que crê que Dilma nem dá bola pra CPI. Convenhamos pessoal. Dilma não quer crise. Não quer embate, nem com PMDB, por razões óbvias, e muito menos abrir uma crise com a grande imprensa.
    Eu vi o discurso há pouco do sr Miro Teixeira. Ele jogou pesado. Ele segue a cartilha da Globo. Logo…

    • Supondo que Dilma não queira abrir uma crise com a grande imprensa,supondo que Dilma não queira abrir uma crise com o PMDB,falta Dilma combinar isso com a grande imprensa e principalmente com o PMDB que mantem o estrategico cargo de Vice Presidente da República,tendo em vista o fato de que Michel Temer é tão confiavel quanto um lobo cuidando de ovelhas.Oras a grande imprensa não desistiu de derrubar Dilma e na primeira oportunidade que tiver ela volta a atacar o governo com redobrado vigor e com sangue nos olhos,porque não estamos falando de imprensa propriamente dito,mas de uma grande e ramificada organização criminosa que se faz de imprensa.E caso isso venha a ocorrer(e estamos apenas no campo das hipoteses ainda)Michel Temer não moveria uma palha sequer para salvar o governo Dilma.Portanto,se Dilma não quer abrir uma crise com a grande imprensa,a grade imprensa e Michel Temer(especialmente) têm todo o interesse de abrir uma crise e das grandes,se possivel decisiva,com o governo Dilma.

      • Tem gente que erra o endereço do cinema, e assiste ao filme errado.
        A grande imprensa nem pensa em derrubar Dilma.

  14. Faltou coragem para quatro parlamentares, a convocação foi adiada mais uma vez, e o linchamento moral continuará. Mas não desanimemos, pois o tempo se encarregará de destruir tudo aquilo que ele não ajudou a construir. Abraço Edu e gostaria de entrar em contato com você via email ou telefone para lhe fazer um convite.

  15. Político adora demagogia pra ficar bem na fita.
    A desistência de colocar em votação o pedido de convocação é um caso típico. No fundo eles estão é fazendo algum acordo. Se a intenção fosse séria mesmo, a votação da convocação seria feita e nós saberíamos os nomes dos que querem proteger a Veja. Enquanto ficam nestes arroubos demagógicos fica difícil saber quem é quem e quem protege quem. E neste caso ficam todos iguaizinhos.

  16. Se não é para convocar PoliCaneta e Ali Kamel,então para que CPMI?Melhor encerrar os trabalhos do que continuar fazendo vexame.No entanto,Dilma que se cuida,porque Michel Temer não é certamente a ultima flor do Lacio,embora não seja a ultima flor do lodo,é a ultima cartada do esgoto,entenderam?

  17. Desde quando se pode confiar no PIG? Se fizer pacto com a midia udenista, ela dá a volta por cima e derruba a Dilma depois.

  18. Noblat: O bobo da GLOBUS: http://bit.ly/RObJ1X

    Fora de pauta.

    Vai dor $$$ pro CRIANÇA ESPERANÇA?

    ONG da Globo garfou R$ 2,9 milhões dos cofres públicos às custas da UNE
    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com.br/2012/06/ong-da-globo-garfou-r-29-milhoes-dos.html

  19. Não acredito na convocação de Policarpo, a menos que haja uma pressão social muito grande! Até a prolatada “adesão em bloco” do PT à convocação do lacaio de Civita me parece difícil de ocorrer, afinal, todos conhecem o temor do PT diante do mais leve rugido dos coroneis midiáticos. Torço para estar errado, já que este país só caminhará para tornar-se uma Democracia e uma República de verdade, e não arremedos desses dois conceitos, quanto corrigr a zorra em que se transformaram as comunicações, reduzidas a um feudo controlado por uma oligarquia de treze famílias que usa concessões e/ou recursos públicos para impor seus interesses políticos da forma mais despótica, arrogante e truculenta possível, desmoralizando adversários, deturpando fatos e censurando o contraditório. Se a CPI do Cachoeira for de fato às últimas consequências, ou seja investigue e explicite a assossiação criminosa entre a mídia e um criminoso(não é apenas a Veja que está envolvida com Cachoeira, não precisa ser um gênio para perceber-se que a Globo, que já tem evidenciada a ligação de um ex-diretor de sua semanal Época com o bicheiro, também tem o rabo preso nessa história, afinal as reporcagens da veja só ganhavam amplitude nacional após a repercussão que lhes era dada pelo Jornal Nacional), poderemos finalmente tornar palatável para o brasileiro médio a urgência em democratizar-se as comunicações em nosso país, levando esse debate proibido e reprimido pelos barões midiáticos para o conjunto da Sociedade e ainda relacionando-o aos golpismos midiáticos recentes, como o episódio do julgamento do inexistente “mensalão”, no qual a mídia impôs um veredicto(que não passa de um roteiro cinematográfico baseado nas fantasias de um pilantra e nos delírios e alucinações dos “jornalistas” amestrados, sem qualquer comprovação probatória) antes de iniciarem-se os trabalhos e censura até mesmo o constitucional direito de defesa dos acusados, e com isso permitiremos que os brasileiros percebam o quanto sua capacidade de compreensão e decisão em face da Sociedade em que vivem é deformada pelos desígnios autoritários de uma oligarquia que pretende arvorar-se em dona dos destinos de 190 milhões de pessoas,.

  20. Edu, e a posição dos “santos do PSOL”, quanto à convocação do Policarpo Jr. na CPMI?? Seria interessante que os “anjos, querubins e serafins”, se manifestassem a respeito…… !

    • Pelo que sei o PSOL pretende apoiar a convocação de Policarpo, justiça seja feita

    • O PSOL deve até votar pela convocação do bandido Policarpo, o que trabalha na revista Veja Bandida, no entanto, o PSOL não fez nenhum dircurso hoje na cpmi reclamando da demora em convocar o bandido da Veja.

  21. Chorei de rir com sua sintética resposta.

  22. Miro Teixeira na CPMI, desta terça feira dia 14/08/2012, condenou o chamamento de policarpo, a um certo momento da sua fala comparou com nazismo, esta convocação.
    O povo brasileiro por mais ingênuo que seja já adquiriu a maturidade de saber o que é um cerceamento da imprensa e o que é a convocação de um cidadão, jornalista, que esta ligado a um contraventor.
    Exagero total por parte do senhor Miro.
    E mais a Rede record já denunciou as ligações entre Policarpo e Cachoeira. A rede Record é imprensa. Ou somente Globo e Veja são consideradas imprensa.

  23. Caro Edu
    De fonte confiável rec ebo a informação de que se o PT votou em bloco pela convocação do “caneta”, o que inclue o Dep. Paulo Teixeixa, é sinal que é falsa a informação de que a Dilma estaria apoiando a blindagem da Veja.
    Abraço

  24. PSDB/PFL/PPS, siameses do PIG jamais votariam pela convocação… Temendo pelo temer, creio que haverá uma, digamos, troca de favores entre o PMDB e o PIG…

  25. Saiu hoje no blog do Azenha (Viomundo).

    De Vinicius Mansur: Faltam 6 votos para levar Veja à CPI do Cachoeira.

    http://www.viomundo.com.br/politica/vinicius-mansur-faltam-6-votos-para-levar-veja-a-cpi-do-cachoeira.html

  26. acho que o post “Não há Poder da República que sequer cogite enfrentar a mídia” foi pessimista demais.
    O ânimo volta ao blog!!

    Isso aí, Edu!!

  27. Putrefatos virtuais também exalam odor.

Trackbacks

  1. CPI do Cachoeira: PT pede, mas Policarpo não será convocado agora « novobloglimpinhoecheiroso

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.