Encontro de Blogueiros conclui que a mídia quer ser regulada

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

Escrevo de Salvador, onde participo do 3º Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, tendo o prazer de desfrutar da hospitalidade do amigo Paulo Henrique Amorim e de sua esposa, Georgia Pinheiro, que abriram a este blogueiro um quarto de hóspedes em seu privilegiado apartamento nesta cidade.

Abaixo, a vista que o casal de amigos colocou à minha disposição em seu quarto de hóspedes.

O Encontro teve início na sexta-feira e foi aberto pelo ex-ministro da Comunicação Social Franklin Martins. Sua fala daria o norte aos debates que se seguiriam devido às informações e ponderações que encerrou.

Sendo breve – pois ainda tenho outras mesas de debates para participar –, creio que posso resumir o espírito que está marcando este evento. Franklin esclareceu três pontos importantes e de uma simplicidade espartana:

1)      O marco regulatório das Comunicações não precisa ser complicado, basta seguir os preceitos da constituição que versam sobre a Comunicação Social.

2)      Não existe dúvida de que um marco regulatório será feito. O discurso da mídia sobre querer regulá-la ser censura não passa de jogo de cena.

3)      A regulação que se pretende é a da mídia eletrônica porque esta é feita de concessões públicas; a imprensa escrita não é concessão estatal, portanto só se regularia o direito de resposta.

Vejam que estes três pontos resumem tudo o que deve acontecer na Comunicação do Brasil nos próximos anos e explicam a razão de o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso ter se manifestado favoravelmente à regulação dos meios de comunicação.

Então ficamos assim: a mídia tradicional precisa da regulação porque, em breve, a tecnologia permitirá às empresas de telefonia produzirem conteúdo e disputarem público com a televisão aberta – as telefônicas têm faturamento 10 vezes maior do que Globo e todas as outras tevês juntas.

O PIG precisa que o governo vete a exploração da comunicação social eletrônica pelas telefônicas ou será dizimado. Se fizer acordo com as telefônicas, será sócio minoritário. Ou seja: terá pequena parte do negócio. Alguém imagina a família Marinho sendo minoritária?

FHC, ao se manifestar favoravelmente à regulação da mídia, antecipa-se ao inexorável e, assim, praticamente propõe aos barões da mídia que não fiquem a reboque do processo.

A discurseira midiática sobre “censura” pretende apenas pressionar o Estado de forma que, quando chegar a hora de regular, não inclua no marco regulatório, por exemplo, veto à propriedade cruzada, ou seja, donos de televisões poderem ter jornais, rádios, portais de internet etc., tudo junto.

A forma de os movimentos sociais e a imprensa alternativa enfrentarem esse discurso se torna simples nas palavras de Franklin, pois lembram que tudo o que se quer em termos de regulação da mídia já figura na Constituição brasileira.

O que a mídia fará? Vai propor que se mude a Constituição? Certamente que vai. Tentará vetar a participação das telefônicas na produção de entretenimento e tentará adequar a Carta Magna a seus interesses.

A grande sacada das palavras de Franklin, portanto, é a de nos fazer poupar energia. Não precisamos mais debater se haverá ou não regulação, pois as consultas públicas sobre o marco regulatório devem vir no ano que vem – devido a este ser um ano eleitoral e 2014, também.

Dessas consultas, o assunto irá para o Congresso. É lá que será travada a batalha para dar ao Brasil uma legislação moderna… Ou não.

Enquanto ficamos lendo na mídia que é censura querer regulá-la, sua discurseira já constitui uma preparação para enfrentar uma regulação de seu próprio interesse, da qual pretende extirpar o que não lhe convém e inserir o que convém.

O grande papel dos blogueiros progressistas, daqui em diante, será o de propagar estes fatos e se prepararem para os embates que se darão no âmbito do processo que a mídia se nega a informar ao seu público.

Como regular ou não regular a mídia é um assunto fora de questão e verdadeira questão que irá prevalecer será COMO regular, resta refletir sobre como ela manipula seu público. Enquanto seus bate-paus se esfalfam para dizer que regulação é censura, quem se informa já sabe do que a maioria dos brasileiros nem sonha.

Veja envia repórter para cobrir o Encontro de Blogueiros

Acredite quem quiser: a revista Veja mandou ao Encontro de Blogueiros de Salvador um repórter de São Paulo que viajou às expensas da revista, alegadamente, para cobrir “mídias digitais”. O repórter jura que não veio por pauta política. Acredite quem quiser.

 

Assista à fala de Franklin Martins

 

Assista à mensagem do ex-presidente Lula gravado especialmente para o Encontro de Blogueiros

Tags: , , , ,

148 Comentário

  1. Do que Gilmar Mendes tem medo?

    Por outro lado, já havia vazado os relatórios da Operação Monte Carlo, onde constava o telefonema onde o senador Demóstenes Torres (ex-DEM-GO) comemorava com Cachoeira, o fato de Gilmar Mendes ter puxado um processo da CELG para o STF. Demóstenes avaliava que Gilmar conseguiria tirar das costas da CELG, 2 a 3 bilhões de dívidas.

  2. Caro amigo,
    É com muita satisfação e alegria que comunico que o livro RUA VIVA foi digitalizado. Está hospedado na rede DHnet – Rede de Direitos Humanos & Cultura – é produto de um grupo de ativistas de direitos humanos, que no ano de 1994 iniciaram estudos sobre Direitos Humanos e Realidade Virtual. Em 1º de maio de 1995, dia do Trabalho e da entrada oficial do Brasil na INTERNET, foi colocado no “ar” o BBS Direitos Humanos & Cultura, que dois anos após tornou-se a Rede DHnet, com os seguintes Macro-Temas: Direitos Humanos; Desejos Humanos; Cibercidadania; Memória Histórica; Educação & Direitos Humanos e Arte & Cultura.
    Ao assumir o mandato de vereador em Belo Horizonte a partir de 1993, idealizei e implementei o Projeto RUA VIVA – O Desenho da Utopia.
    Este projeto, além de homenagear, tinha o objetivo de resgatar e gravar para nossa cidade a memória dos mineiros que em vida lutaram contra a ditadura militar.
    Num primeiro momento, foram dados nomes de rua a todos esses lutadores. Posteriormente, foi escrito e editado um livro contendo a trajetória deles. A primeira edição foi lançada em 1993 e a segunda, em 2004, abrangendo um total de 163 nomes.
    Esperei anos por esse momento que considero histórico. Todos podem ter acesso aos livros (primeiro e segundo tomo) já que as duas edições encontram-se esgotadas.
    Acredito que com a implementação da Comissão da Verdade, o RUA VIVA poderá servir de consultas e provas documentais.
    Abaixo os sites:
    http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/betinho_duarte/index.htm
    http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/betinho_duarte/dados.htm
    http://www.dhnet.org.br
    Finalizando agradeço ao Rodrigo Monte, membro do Dhnet, pelo seu carinho, atenção, disponibilidade e eficiência. Aproveito a oportunidade também para agradecer aos meus assessores, funcionários da Câmara Municipal e da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (1993-2004), que contribuíram efetivamente para a implementação do projeto Rua Viva.
    Solicito o empenho na divulgação dos sites acima relacionados,principalmente para as novas gerações, que não vivenciaram a luta contra a ditadura militar. Que nossos heróis sirvam de referencia.
    “QUEM ESQUECE O PASSADO ESTÁ CONDENADO A REPETI-LO” Leon Bloy
    BETINHO DUARTE

  3. Acho que o PiG
    vai (foi) para o espaço . . .

    Nasa ? Neonazi$$taSS.

    . . .

    Dizem que a família é a base da sociedade.

    Com as ‘famiglias’ de hoje
    tem-se as SSociedade$$ que se tem.

    “Se você não for cuidadoso, os jornais farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas e amar as que estão oprimindo” (Malcolm X – 1925-1965)

    “Com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” (Joseph Pulitzer – 1887-1911)

    Ley de Medios já ! ! ! Comissão da Verdade já ! ! !

Trackbacks

  1. Encontro de Blogueiros conclui que a mídia quer ser regulada | Blog … | Media Brasileiro

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.