Paulo Henrique Amorim: de réu a vítima

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

A internet tornou muito mais potentes e muito menos puníveis os crimes de calúnia, injúria e difamação devido ao fato de que, quando praticados, vão sendo reproduzidos ad infinitum em milhares de páginas, em comentários de leitores a matérias de blogs e sites e em redes sociais como Twitter, Facebook, Orkut etc.

A instantaneidade da internet leva as pessoas a cometerem crimes inadvertidamente por escreverem “a quente”, movidas por estados de espírito de fúria, de frustração ou de indignação. Por isso, não se pode levar a ferro e fogo cada expressão insultuosa que é colocada na rede.

Não se pode sair por aí processando cada maluco que comete crimes de difamação, calúnia ou injúria, por exemplo. Sobretudo sendo blogueiro, que lida com milhares de pessoas o tempo todo. Se a cada vez que alguém o insulta, injuria ou difama você for processá-lo, não fará outra coisa na vida. Dessa forma, processos judiciais devem ser o último recurso.

Alguém que faz um blog não pode ser muito sensível. Não deve se embevecer com os elogios ou se deprimir com os insultos. Alguns gostam do que o blogueiro produz, outros odeiam. Faz parte do jogo. Não se pode pretender a unanimidade, pois nem Jesus Cristo agradou a todos.

Então é preciso entender que a difamação, a calúnia ou as frases preconceituosas que se espalham na internet são quase sempre produtos de estados de espírito passageiros. Se não se tornam campanhas, é melhor deixar que morram. Até porque, acabam caindo no vazio pela repetição e pelo fanatismo de seus autores.

A coisa muda de figura quando se é alvo de uma campanha orquestrada por grandes veículos de mídia como a que está sendo empreendida contra PHA. Há um propósito nela: a destruição da imagem do jornalista. É uma campanha que pretende, além de tudo, inviabilizar o alvo profissionalmente, pois sua imagem é também a sua ferramenta de trabalho.

Eis que o acordo judicial que o jornalista da Record fez com o da Globo gerou campanha de má fé que continua a todo vapor. Seu objetivo é o de converter acordo judicial em “condenação por racismo”.

No momento em que escrevo, se alguém fizer uma busca no Google encontrará incontáveis manchetes em páginas da internet que dizem que PHA foi “condenado por racismo”. Buscando-se a origem dessas manchetes, percebe-se que partiram de poucas fontes e se espalharam como fogo.

Mais grave é que há blogueiros ligados a grandes empresas de comunicação que seguem fomentando tese falsa sobre condenação de Paulo Henrique. Essas pessoas tentam transformar um acordo em condenação sob a premissa de que o jornalista “seria condenado de qualquer maneira” e que, por isso, teria sido “obrigado” a fazer o acordo.

Não existe qualquer fundamentação lógica para tal premissa. As pessoas que difamam PHA garantem saber o resultado de um processo que, se não tivesse sido extinto, poderia se estender por muitos anos e que certamente só terminaria no Supremo Tribunal Federal. Fazer acordo não é admitir culpa, é estratégia.

Já as críticas ao que disse PHA não podem ser objeto de punição, pois constituem liberdade de expressão. As pessoas têm direito de achar inadequada a frase que motivou o processo contra ele. Agora, a difusão de mentiras de forma sistemática e sabidamente falsa, aí é crime que precisa ser denunciado e punido.

O dano à imagem pode ser irreversível. Milhares de pessoas devem ter lido apenas as manchetes que afirmaram que “Paulo Henrique Amorim foi condenado por racismo” e, dali em diante, tornaram-se propagadoras da mentira.

O portal Terra foi talvez o único a se retratar. Outros portais apenas alteraram suas manchetes ou sumiram com matérias caluniosas e difamantes. Enquanto os portais se resguardam (ainda que inutilmente, pois foi tudo salvo), inocentes úteis seguem fazendo o trabalho sujo. Será moleza para PHA ser ressarcido.

Tags: , , , , , , , ,

115 Comentário

  1. Sempre disse aqui neste espaço Edu, que os blogueiors progressistas devem sempre tomar muito cuidado e pensar sobre o que vão publicar, pois qualquer pequeno deslize é o bastante para a velha mídia atacar. Desculpe a linguagem dramática, mas o inimigo é ardiloso e trapaceiro, temos que ser cuidadosos. Um abraço.

    • Agora você falou tudo. Temos que ser cuidadosos no que escrevemos.

      A direita tem muito dinheiro, pois ela representa, por exemplo, banqueiros e especuladores. Calar a maioria dos blogueiros pelo bolso é fácil. É só exigir indenização de R$ 300.000,00 e pronto, o blogueiro tem que vender a casa para pagar.

      Não é para se acovardar e deixar de dizer as coisas. É só uma questão de cuidado. Se você disser que “Fulano é corrupto”, pode ter que provar o que disse nos tribunais. Melhor dizer que “Fulano é investigado pelo Ministério Público por suspeita de corrupção”.

      Só devemos fazer acusações que possamos provar, seja porque temos as provas, seja porque as provas são de conhecimento público. Como, por exemplo, no caso do Zé Panetone Arruda, com aqueles célebres vídeos educativos.

      • Exatamente. Nunca diga: o fulano lava dinheiro no exterior. Deve-se dizer: segundo o livro “Privataria Tucana”, o político fulano de tal pode ter lavado dinheiro no exterior.

  2. Não sei se é viável abrir-se um único grande processo contra a mídia inteira; provavelmente não… Mas se o fosse, é o que PHA deveria fazer; afinal, a grande mídia brasileira age como um corpo só. Os grandes veículos começam a espalhar a merd… e os pequenos os seguem automaticamente; nem é preciso muita coordenação. Isso se deve a que a mídia inteira, em nosso país, está a serviço de um único patrão: a elite conservadora e seu braço político (PSDB e satélites). Nada do que venha dos jornalões e do restante da mídia impressa, ou das estações de TV e rádio, ou dos blogs ligados a esses órgãos cheira a povo. Ao contrário; tudo que eles propagam é em interesse do conservadorismo, da elite reacionária e da extrema direita. Como se informar num cenário como esses? Só com a blogosfera alternativa, mesmo…

  3. Nada mais justo, que PHA vá para cima dessa gente! Acusaram o PHA mas não olharam o próprio rabo. Sem se certificar da veracidade e em busca de visitas, blogs diversos divulgaram a notícia falsa, um trabalho de formação de opinião. A quem pode interessar o infortunio do jornalista, a não ser à aqueles que ele acusa de serem parciais, ou digamos pouco democráticos.

  4. Realmente, ele vai pagar 30 mil porque não tinha culpa nenhuma! Essa gente debocha da inteligência das pessoas.

    • A sua sorte é que você se enquadra na categoria dos inocentes úteis que fazem o trabalho sujo

    • Ei Haroldo, vc já leu Santa Joana dos Matadouros??? Qualquer um que ler deixará de ser inocente útil…

      • E algum desses lambe-botas do conservadorismo sequer já ouviu falar de Bertolt Brecht???

        • A grande maioria dos leitores não sabem ler, esse é o maior problema :( — ou, talvez, o maior problema seja o fato de os leitores escreverem sobre o que não souberam ler???

          Mas que é bom ser alfabetizado em Bertold Brech, é.

    • Ô neopaspalhão,

      Se houve acordo, a sentença foi homologatória e não condenatória. Se a sentença foi homologatória, não houve condenação. Será que nem assim você entende?

      Agora essa você vai entender: se a redebobo disser que m. faz bem à pele, aposto que você passa m. nas fuças e ainda espera 3 dias pelo efeito.

      Babaca.

    • Inocente Inútil!

    • No seu caso, como debochar de algo que não existe? Alguém que possui um mínimo de inteligência não repeteria essa imbecilidade depois do Edu explicar pela milhonéssima vez o acordo entre o PHA e o Heraldo

    • Realmente não houve condenação. Os R$ 30 mil foram uma reparação por PHA ter se excedido.
      Fazendo o acordo ele reconhece que se excedeu e prefere parar com o processo agora para evitar os custos e desgaste de continuar essa briga até o supremo, onde ele poderia nem ser condenado mas provavelmente insentivariam um acordo parecido. Entáo, melhor encurtar o processo agora.

    • Haroldo, o PHA não vai pagar nem os 30 mil… espere e verá!

      • Ainda por cima vai dar o calote?

        • Esse pessoalzinho da direita-burra precisaria empilhar-se uns sobre os outros, todos eles, para atingirem os joelhos do PHA em termos de dignidade pessoal e talento profissional. São uns paus-mandados que receberam adiantado na campanha suja de 2010, e ainda estão pagando com seu servicinho porco.
          Como nada têm a propor, como o Privataria Tucana acabou com a carreira do patrão-mór, eles precisam de um câncer, de um tropeço verbal da presidenta ou de um jornalista honesto, para se refestelarem na carniça. Não sei se sinto raiva ou pena desses pobres coitados. Depois apanham nas urnas e não sabem o porquê…

    • PHA foi culpado sim, mas não por racismo, como disseram os veículos do PIG. No acordo entre as partes, o jornalista Heraldo Pereira reconheceu que a expressão “negro de alma branca” não possui teor racista. Foi exagerada, de certa forma ofensiva, mas JAMAIS racista.

      • Não é culpa. Na verdade essa quantia que será paga a uma instituição de caridade, parece-me. Algo que tem mais justamente em ter colocado em dúvida a credibilidade de jornalista Heraldo, pois ele estaria servindo como defensor dos interesses do Poder Judiciário na sombria época de Gilmar Dantas, digo, Mendes. De fato, se se assistir as entrevistas fica nítido esse servilismo. Independentemente disso, PHA não tinha, ou meljor, não teve como comprovar esse comprometimento do jornalista e aí, acertadamente aceitou se retratar ao afirmar se ético o global. Por isso o endosso o cuidado alertado de alguns comentaristas

    • Então fique tranquilo, Haroldo, pois no seu caso não se aplica o deboche.

    • Ó santo,poderias nos esclarecer p q o seu xará aceitou o acordo?!Ele podia tranquilamente recusar.

  5. Sabemos a quem interessa a desconstrução de PHA e para quem trabalham.Ao meu ver PHA errou apenas a atribuir alma e côr a quem não tem, talvez, sequer vida própria.PHA é um grande jornalista.Desses de fazer inveja à hienas de aluguel .Também entende-se que ele deve estar deixando muita gente incomodada.Afinal,não é qualquer jornalista que tem cacife para peitar os golpistas e entreguistas do Brasil! A maioria diz amém e faz vistas grossas,quando não são pagos para mentir,pois já venderam há muito,a dita alma…e apenas lembram desse “acessório” quando convém aos seus patrões.Conhecendo-se a lista de nomes dos que processam PHA,vê-se a grandeza da alma e a generosidade do HOMEM COMBATIVO,LÚCIDO,IGUALITÁRIO que é PHA.O resto é sorgo,pirão do PIG.O Brasil mudou.Azar dos que não viram isso.

  6. Puxa, meu querido Edu, continuas queimando vela pra defunto ruim? Saca só o artigo abaixo, escrito por ninguem menos que a Ana Maria Gonçalves:

    http://revistaforum.com.br/idelberavelar/2012/02/27/paulo-henrique-amorim-o-negro-de-alma-branca-e-os-demonios-de-cada-um-de-nos-por-ana-maria-goncalves/

      • Como vc adora dizer: leia o texto, meu caro.E principalmente, os comentários.

        • Só se você ler o meu antes, bem como os comentários

          • Falo isso sempre, meu querido.

          • Eduardo, acredito que podem existir trolls pagos e aqueles que “se acham”, que se vêem como parte da elite nacional e mundial.

            No primeiro caso, se a pessoa ganha dinheiro com isso, triste sina. Ter que fazer um pé de meia assim.

            Se, no segundo caso, a pessoa torce por Serra e cia de verdade, triste sina também. Isso por que Serra e cia nunca vão dar trela para essa gente que os apóia. Tolos são aqueles que se iludem.

            .

    • Li o link que vc sugeriu… só não entendi a razão de você acreditar tanto nele. Claro que é um texto bem escrito, mas a autora comete os tais erros que ela mesma acusa outros de cometerem…

      • Porcaria de texto, Cleiry. De um cinismo atroz, prolixo, desonesto. E o fato de ter um bom número de comentaristas que concorda não diz nada. A maioria é de tucanos e alguns psolistas. Aqui no blog a maioria concorda comigo… E daí? Mas o maior pecado é ainda arrastar Luiza Erundina para o mesmo balaio. Acho que foi isso que desmontou esse texto. Agora há que cuidar da reação… E ela virá.

      • Achei o texto esclarecedor na parte que diz que não devemos usar a cor da pessoa quando quizermos atacá-la.
        Por exemplo, você pode até chamar uma pessoa da raça negra de “mal carater”, mas nunca diga “negro mal caráter”, pois aí já é rascismo.
        Faz sentido!

        • Como eu disse lá no blog do Idelber, não devemos aludir à cor da pessoa para criticá-la, isso é racismo. Mas se a pessoa usa ou deixa usar a própria cor para fins excusos, não há como omitir que a crítica está relacionada à cor. Foi o que a Erundina e o PHA fizeram. Claro que as expressões que utilizaram foram equivocadas. Mas focar apenas no equívoco das expressões utilizadas é um equívoco ainda maior.

          • Heraldo usa sua cor para fins escusos?
            Como?

          • Uma emissora que tem seu departamento de jornalismo comandado por alguém que edita um livro como o “Não Somos Racistas”, que pinta de branco em suas novelas o Rio de Janeiro, fazer propaganda utilizando um negro para tentar mudar sua ficha corrida. Até entendo o fato do Heraldo Pereira não se rebelar contra isso, mas citar sua condição de negro cria um álibi para quem não merece.

        • Racismo não, é injuria meu caro. Para ser racismo, há que haver segregação.

        • É verdade, mas a expressão “negro de alma branca” não é similar a “negro mau caráter”.

          Toda a expressão “negro de alma branca” – como utilizada por PHA, ressalte-se – tem um significado próprio, único, histórica. É o negro que se alia aos opressores de sua raça. Não é possível substituí-la por outra expressão, nem desconectá-la da questão racial.

          É uma citação, e não uma criação própria. O contexto demonstra isso. Aliás, PHA sequer chamou o infeliz de “negro de alma branca”, mas disse que ele seria assim considerado pela Globo, da mesma forma como a Casa Grande chamava os negros que a ela se aliavam contra os demais.

          Já “negro mau caráter” contêm dois significados distintos. Primeiro, chama-se a pessoa de “negro” – o que não é racismo per se. Segundo, identifica a pessoa como tal – e aí sim, há racismo – e atribui-lhe o mau caráter.

          Ou seja, o racismo reside na redução da pessoa à sua raça, como se ela não fosse humana, de forma absolutamente denecessária e gratuita, pra depois acusá-la de mau caratismo. É a falta de necessidade de identificar a raça do indivíduo antes de chamá-lo de mau caráter é que torna a expressão racista. É como se os dois adjetivos fossem acusações: “ele é negro E mau caráter”. Como se “ser negro” fosse equivalente a ser “mau caráter”, como se fosse tão pejorativo quanto.

          No caso da outra expressão, TODA ela identifica um individuo e sua atitude, comparando-a a uma expressão histórica, a um fato histórico. É uma referência, e não uma ofensa direta e própria. Ele a usou “entre aspas”.

          Não dá pra comparar as duas expressões, pois são de natureza diversa.

    • Quem diabos é Ana maria gonçalves? “ninguém menos que quem?

  7. Quando o PHA disse que o jornalista Heraldo Pereira era um “preto de alma branca”, a sua nítida intenção não era elogiosa, muito pelo contrário. Se o fosse, seria sim um comentário racista. Mas como o PHA tinha, isto sim, a intenção de criticar o jornalista da Globo, ele estava dizendo, em outra palavras:
    “Preto de alma branca (como o Heraldo Pereira) é o que se entrega aos interesses dos seus patrões (na sua grande maioria brancos). Os negros de valor são os pretos de alma preta, que lutam pelos interesses da sua gente”.

    Só não entendem esse raciocínio as pessoas de má-fé.
    Qualquer advogado ganharia essa causa com a maior facilidade.

    • O que me deixa fula é que só é preconceito quando o PIG quer… quando ele não quer é amizade, é demonstração de intimidade ou qualquer coisa assim…

    • Mas acho que o advogado do PHA não pensou assim.

      • Quando FHC chamou os aposentados de vagabundos,a midia golpista ficou em polvorosa?A direita alem de golpista é hipocrita.

      • Não pensou assim, mas não por causa da famigerqda frase, mas, sim, por causa da dúvida que focus no at dos posts quanto à seriedade do jornalista. Somente e somente por causa disso. Tanto assim que Heraldo aceitou dizer que não houve racismo — e não houve mesmo !! –, e PHA asseverou a credibilidade do global. Veja: é um acordo, as duas partes CEDERAM. Só não vê isso quem não quer e não comprometimento com a verdade

  8. P. Ilianovic, tem toda a razão o PIG esta de olho, espionando os blogueiros progressistas somente para denegrir sua imagem, pois sabem que fazem o trabalho que o governo federal não faz, o de enfrentamento do PIG e principalmente desmentir suas matérias mentirosas a repeito da esquerda seus lideres e tb movimentos sociais…..
    pq não se cria uma campanha de apoio ao PHA, aqueles de deixar em primeiro lugar no twitter….e tb em tudo que é canto da net….mostrar que realmente o que aconteceu foi um acordo, pois o funcionário do PIG reconheceu que não era uma frase ofensiva…..

  9. Essa conversa de PHA com o jornalista da Globo já está cansando.
    Eu confesso que não conhecia este jornalista Heraldo. Não assisto a Globo.
    Mas parece-me que o PHA quis dizer que a Globo contrata negros por demagogia, dela Globo, e não por mérito, dele jornalista.

    • Eles fazem isso o tempo todo.
      É demagogia no jornalismo, demagogia no futebol, com as patriotadas do Galvão Bueno (principalmente com a ridícula belicosidade contra os argentinos), demagogia no carnaval, e assim por diante.
      Para garantir a audiência eles não batem prego sem estopa.
      Pena que a maioria do povão nem se dá conta.

      • Ah, a demogagia no carnaval….

        Todo ano vejo os infelizes que fazem a transmissão da Globo (infelizmente, só tem na Globo e sou obrigado a assistí-la pelo menos 2 dias no ano, sem contar as partidas de futebol exclusivas) falar das escolas e seus membros como seres especiais e maravilhosos. São chamados de mestres isso e aquilo por quem finge que os entende, conhece e admira. Por quem finge que lhes é devoto de carteirinha.

        É de uma falsidade palpável. Cada escola que passa é recebida com uma admiração imensurável, naquela voz de deslumbramento irreprimível, que eles devem ter tido aulas pra aprenderem a fazer.

        E depois, no resto do ano, nenhum deles é sequer lembrado, ou tratado com a devoção demonstrada, nenhuma escola é sequer visitada por esses falsos admiradores.

        É o mais puro cinismo, e me irrita profundamente, especialmente pq esse cínico deslumbramento deles provavelmente esconde uma aversão completa ao carnaval e a seus protagonistas. Fica claro que é apenas trabalho – e mal feito, por sinal – que eles fingem ser um prazer indescritível.

        É como ver uma partida de futebol e o narrador fingir que a pelada que se vê é a maior e melhor final de copa de mundo de todos os tempos.

  10. Edu,

    Desde que a blogosfera começou a tomar corpo e ocupou um espaço fundamental durante as eleições de 2010, há um movimento claro de desconstrução da imagem dessas pessoas ora denominadas blogueiros progressistas. Foi emblemática a cruzada contra o Luis Nassif em torno do uso do termo “feminazi” e de um modo mais geral os ataques rasteiros acusando qualquer defesa das políticas públicas federais de ser a soldo governamental.

    Seria interessante, se você tiver tempo é claro, fazer um retrospecto desses ataques e mostrar como eles são periódicos e articulados (embora no vazio da argumentação) para disseminar e desconstruir reputações. Mais ou menos como fizeram com os ministros ano passado. Ao meu ver, pelo menos, essa tática tem sido claramente empregada.

    Ontem foi o Nassif, hoje é o Paulo Henrique Amorim. Quem será amanhã? Eduardo Guimarães? Luiz Carlos Azenha, Rodrigo Vianna, Fernando Brito, Ricardo Kotcho?

    Um grande abraço (embora não nos conheçamos pessoalmente… hehehehe)

    Luiz Augusto A. S. Rocha, 26 anos, jornalista (e servidor público), Ji-Paraná-RO.

    • É bom acontecerem essas coisas para a gente saber quem está onde. Tenho certeza de que muitos que mostraram a cara nesse episódio deram um presente ao Paulo e a todos os blogueiros progressistas.

      • Reafirmo que, infelizmente, o que se está querendo fazer é marcar posição. Da mesma forma que no caso do Machismo/Nassif, o foco está bem claro. Está lá no blog do Idelber, escrito pela autora do post:
        “A turma de blogueiros e comentaristas que faz a defesa de Paulo Henrique Amorim, a faz em nome de um corporativismo limitador do pensamento e do diálogo, inimigo do avanço das lutas sociais.”
        O fato dos radicais de direita estarem citando esse texto demonstra claramente o que o mesmo quis atingir.

  11. Caro Eduardo, como havia dito neste post há 5 dias atrás: o que fica ”é que foi” pois a retificação de uma notícia errada e/ou mal-intencionada ”ninguém lê”!!
    Até pq sai em letrinha de bula de remédio.
    Essa é a intenção do PIG!!Enganar o leitor e o ouvinte!
    Abç!!

    ProfeGélson

    23/02/2012 • 20:46 .Eduardo, o site do Terra disse que foi……e já voltou atrás!!!!!!!
    O que fica ”é que foi”!!!!!!!
    O PHA bem que podia recuperar esses 30 mil…

  12. O primeiro a se retratar deveria ser o próprio Heraldo Pereira. Sua família deve estar envergonhada de seu gesto mesquinho em tentar prejudicar um dos maiores jornalistas do Brasil. Ele deveria baixar a cabeça e admitir que vem traindo a sua raça e a sua cultura ao subordinar-se ao seu patrão e ao ministro Gilmar Mendes. Por que será que adotou uma postura tão servil? Seria movido pela vaidade ou pela ganância? Como pode um ser humilde como ele trocar a defesa de sua raça por jantares em restaurantes refinados na companhia de loiras glamourosas? Será que ele não percebe que isso um dia terá fim, tão logo a Globo já o tenha sugado até às ultimas gotas? Aí, para onde então irá este pobre diabo?
    Que não venha pedir solidariedade dos blogueiros progressistas! Sua postura enoja não só a mim como a todos que lutam por uma Brasil mais justo e sem desigualdades.

    • Mais um (provavelmete branco) querendo ensinar o Heraldo Pereira o que é ser negro…

      • Só precisamos descobrir o que o Heraldo tem de diferente. No jornalismo ou na teledramaturgia da Globo praticamente não há negros. No núcleo artístico, por exemplo, devem haver 4 brancos para cada negro. No jornalismo não é muito diferente. Então, ou Heraldo é um super profissional, tão bom que nem a sua cor da pele pesou, ou seu comportamento submisso permitiu que chegasse lá e fosse usado como “prova” de que “Não somos racistas”, como diz o Ali Kamel. Mas aí voltamos ao ponto: por que quase só há brancos na programação da Globo e por que o Heraldo é dos raros negros escolhidos para figurar nessa programação? Ele é melhor que os outros negros que são barrados na emissora ou o que?

        • Perfeito, Edu.

          É do conhecimento até do mundo mineral que a Globo sempre foi de fazer média com minorias, dos mais variados seguimentos, apenas e tão-somente para angariar audiência. Afinal, minorias também são consumidores, não? Também votam, e por aí vai…

          Comportamento que foi adotado pela emissora desde o final dos anos 70, uma estratégia nitidamente copiada dos estadunidenses.

          A finalidade é puramente capitalista, nada de humanismo, nada de tratamento igual para todos. Eles sabem que as minorias precisam se sentir representadas, espelhadas, e, portanto, lhes oferecem isso (minimamente, diga-se). Insista-se: não porque é um direito que lhes assiste, mas, porque darão audiência.

        • Sr. Eduardo, me parece que o ponto crucial da ofensa (seja o PHA é racista ou não, ofensa houve) é exatamente esse: por que diabos o Heraldo Pereira deveria ser submisso ou super para estar na Globo? Se lhes assusta o fato dele ocupar uma posição de destaque na Globo, por que não achar que tal se deu em razão, por exemplo, de sua formação multidisciplinar? (ele também é formado em Direito). O que eu particularmente achei ofensivo foi o PHA suscitar

          • Repito: a Globo quase não contrata negros para a sua programação. Heraldo é uma das raras exceções por que?

      • Não. Ninguém quer ensinar o que “é ser negro”.

        Apenas apontar uma atitude “deletéria aos negros”.

        Preciso desenhar?

  13. vc falou do PHA ..pois é

    fico imaginando qual seria a manchete no BLOG dele se este crime hediondo cometido por alguns ordinários incendiários no RJ, se este crime tivesse sido feito em SP ..e se o desabamento do prédio fosse na Paulista ..ave maria

    Francamente, PHA esta provando um pouco do próprio veneno ..na minha terra faz acordo quem admite que tem grandes chances de PERDER ..eu mesmo neguei e ganhei 2 vezes contra empresa de plano de saúde

    vá lá, juridicamente ele não foi condenado ..mas pra mim, como PRECONCEITUOSO, bairrista e racista que é, ele ainda não saiu do banco dos réus não

    http://www.youtube.com/watch?v=z-kEEJjFLI8

    • PHA é vítima dele mesmo. Tudo o que foi apontado no texto sobre aleivosias ditas por gente que acessa a internet ele pratica no blog dele. Aquilo desmerece a classe dos jornalistas. E os comentários que leio aqui demonstram que estão com raiva do jornalista Heraldo Pereira. E essa raiva e os qualificativos que estão postando aqui contra ele poderiam ser considerados racistas.

      • Vocês da direita têm raiva do PHA porque ele não faz parte daqueles 98% da mídia brasileira (TV Globo, O Globo, Folha, Estadão, CBN, Jovem Pan, Veja, Época, TV Band, me esqueci de alguém?) que há mais de sessenta anos (desde a época de Getúlio Vardas) só faz defender os interesses de uma minoria de privilegiados, privatistas, neoliberiais, reacionários, entreguistas, que assolam este país.

        FORÇA PHA! FORÇA EDUARDO! FORÇA LULA! FORÇA DILMA!
        NO PASARÁN!

      • Ramiza,
        Tem gente que de um grão de amendoim faz uma paçoca. Você não faz um espetinho com um elefante.
        Distorce e faz associações sem nexo. Não tenho procuração de ninguém, mas o PHA faz um trabalho jornalístico que poucos se propoem a fazer. Mostra o contraponto de idéias viciadas para que se tenha mais de uma opinião sobre vários assuntos. Isso auxilia as pessoas a expandir a visão sobre os fatos e formar criticamente suas próprias opiniões. E essa prática não se vê na grande mídia, que tenta impor idéias deturpadas e prontas para o consumo. Só para dar um exemplo, quando há uma boa notícia sobre o Brasil no blog do PHA, assim como neste espaço, o post é colocado com os dados como esse bom fato se constituiu. Os comentaristas celebram. Na grande mídia, essa mesma notícia é dada como tragédia e os comentários são vômitos de ódio tipo botequim dos desesperados. A difamação que caiu sobre o PHA teve um lado positivo. Os acessos ao blog bateram recordes. E a corrente de solidariedade daqueles que não consomem o esgoto indigesto da grande mídia foi algo emocionante. Houve o reconhecimento das pessoas que ele não fez um comentário de cunho racista. Pelo contrário.
        Sei que meu comentário não altera sua convicção. Mas saiba que somos felizes por brindarmos aquilo que é bom para a sociedade e somos solidários com os seres que procuram fazer deste mundo um lugar melhor de se viver.
        Abraço

      • “E essa raiva e os qualificativos que estão postando aqui contra ele poderiam ser considerados racistas.”

        Que delírio…

        Vai dormir ramiza, vai.

        Aproveita e toma um chá de erva-cidreira.

  14. Edu, boa tarde. Essa situação do PHA já está por demais esclarecida, e quem não quer enxergar, não quer mesmo. E ponto. Que leiam Veja. Não gasta vela com pouco defunto.
    Agora, num “off topic”, gostaria de demonstrar a minha preocupação como o PIG trata o assunto da morte nada acidental da jovem adolescente de 14 anos no “Parquim dos Pesadelos da Ananguera”… Como, mas como, um brinquedo (mais inseguro que um avião) daquele pode ser acionado sem um sistema de segurança quem impeça a disparada do mesmo sem que a trava esteja “travada”, sem a mínima redundância. Ora, é simples a solução, só há aciamento caso haja o travamento das cadeiras. Sem travamento das cadeiras, não passa energia elétrica para o sistema de transmissão do “geringonça” de diversão. E mais, sem um sistema de segurança, sem afivelamento de cinto de segurança obrigatório? A coisa está braba, o PIG comprado está fazendo de tudo pra dizer que a responsável é quem morreu. É o fim da picada.

  15. Querem calar os blogs proguessistas pelo bolso.enquanto isso, o Brasil real avança,gera empregos,renda e justiça social :Isso é o que realmente importa,pois o pig sempre será o pig:

    Cearense dirigirá siderúrgica espanhola ANõn do Pecém-CE

    Publicado em 28/02/2012 – 5:33 por Egídio Serpa | Comentar

    Amanhã, 29, o engenheiro Luiz Eduardo Barbosa de Moraes deixará o comando da cearense Bons Ventos Geradora de Energia – vendida na sexta-feira, 24, à CPFL por R$ 1,06 bilhão- para, no dia seguinte, assumir a presidência executiva da Siderúrgica do Pecém S/A, controlada pelo grupo Hierros Añon, da Espanha.

    Ele tocará as obras de construção da usina, que se implantará em terreno de 148 hectares no distrito de Primavera, em Caucaia-CE, à margem da rodovia BR-222.

    As obras começarão tão logo a Semace emita a Licença de Instalação.

    A usina produzirá, na primeira etapa, aços longos para a construção civil; na etapa seguinte, aços planos para automóveis, geladeiras e fogões.

    Luiz Eduardo informa: o investimento será de R$ 1 bilhão.

  16. Mais INVESTIMENTOS no nordeste, mais empregos,renda e desenvolvimento para a Região:

    Refinaria

    Obra da Petrobrás contrata empresas maranhenses

    Consórcio que executa atual fase da construção de refinaria contrata mais de R$ 100 milhões em produtos e serviços de fornecedores locais
    17 de fevereiro de 2012 – 16:03 | 0 comentário(s)fonte: Corrigir |Imprimir |

    O Consórcio GSF, contratado pela Petrobras para fazer a terraplenagem, a drenagem e a construção do acesso à Refinaria Premium I, em Bacabeira (MA), já contratou mais de R$ 100 milhões com empresas maranhenses. O Sebrae no Maranhão é parceiro da estatal para a capacitação de fornecedores de bens e serviços à cadeia do Petróleo, Gás e Energia.

    “Pretendemos preencher o quadro de nossas demandas ao máximo com as empresas maranhenses, cumprindo com a política da Petrobras de fomentar a economia da região”, destacou o gerente de Suprimentos do Consórcio GSF, Marcus Martins. Uma das maiores obras no estado, a Premium I terá capacidade para processar 600 mil barris por dia e vai aumentar a produção nacional de combustíveis, como óleo diesel, querosene de aviação (QAV) e bunker – combustível utilizado em navios.

    “Desde que estejam preparadas para atender às demandas, a chance para as empresas do estado de crescer é agora. Nosso compromisso é viabilizar a participação dos pequenos negócios nesse investimento”, ressaltou o coordenador estadual da cadeia do Petróleo, Gás e Energia pelo Sebrae no Maranhão, Luís Genésio Portella.

    Entre as necessidades para os próximos períodos da obra estão aço para construção civil, combustíveis e lubrificantes para veículos e equipamentos, locação de imóveis, veículos leves, máquinas e equipamentos de proteção individual e coletiva. Essas demandas devem somar mais R$ 64,5 milhões do total a ser contratado.

    A contratação de empresas locais em obras federais é uma determinação do governo federal. “Todos os investimentos serão orientados pelo compromisso de fortalecer a cadeia produtiva do país e de estimular o desenvolvimento tecnológico do setor no Brasil. Não abriremos mão de nossa decisão de garantir percentuais de conteúdo local nas compras da Petrobras”, declarou a presidente Dilma Roussef, na posse de Graça Fostar no comando da estatal na segunda-feira, 13

  17. Haroldo,
    Não no seu caso: como se debochar de algo que você não possui, hein????

  18. Fosse ei o PH e processaria a todos os que sustentam, caluniosamente, que ele foi condenado, apesar do acordo, onde o próprio HERRALDO admite que o que o PH disse não encerra racismo algum. No mínimo exigiria Direito de Resposta em todos os veículos mentirosos. FORÇA PH!! ABAIXO AS DISCRIMINAÇÔES!! VIVA O BRASIL!!

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na glObo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

    • Vc só esqueceu de um “pequeno” detalhe.No Brasil não existe justiça,existe um arremedo que os togados auto denominam de justiça,mas só para os da confraria,como o dantas,o nahas e outros do mesmo naipe.E eles sabem tanto disso que o zumbi “cerra” que deveria estar no mínimo sendo investigado,disse hoje na maior cara de pau que não se negava a atender aos apelos da tucanaiada e por isso a entrada dele na disputa pela prefeitura de São Paulo que “será a disputa de duas visões” do Brasil.Pô,esses caras não se mancam,cotinuam achando que o Brasil se resume a São Paulo.Pelo menos pela primeira vez ele disse uma verdade,realmente será a disputa de duas visões do Brasil, uma delas a atrasada que é a dele e sua turma.

  19. O que estão fazendo é difamação… Penso que o PH deveria processar os veículos mentirosos e exigir DIREITO DE RESPOSTA e retratação de todos eles.

    “O BRASIL PARA TODOS não passa na glObo – O que passa na glOBo é um braZil para TOLOS”

  20. Edu, parabéns, na mosca.

    PS. RA e Noblat continuam tocando bumbo.

  21. PHA não foi condenado, mas é evidente que saiu perdendo. Perdeu 30 mil reais e ainda teve que se retratar.
    Perdeu porque falou demais.
    Mas não foi condenado!

  22. No resumo dos “fatos” da semana do Observatório da Imprensa (que está no ar agora) o jornalista Alberto Dines falou que Paulo Henrique Amorim foi CONDENADO pela justiça num processo movido contra ele pelo jornalista Heraldo Pereira. E foi mais longe: mostrou a notícia sobre essa suposta “condenação” publicada no site Terra, mas não mostrou a retratação do próprio terra… Quer dizer: além de ancorar o programa mais inútil da tv brasileira, o jurássico Dines, anda fazendo dobradinha com a grande mídia no linchamento moral do seu colega(?), Paulo Henrique Amorim. É mole?… Fala sério…

  23. O PHA fez um acordo no qual ele se retrata. E uma retratação é uma confissão de culpa. Vejamos no Aurélio:

    Retratar (do latim retractare).
    4. Confessar que errou, que procedeu mal.

    Culpa
    5. Responsabilidade por ação ou omissão prejudicial, reprovável ou criminosa.
    6. Jur. Violação ou inobservância duma regra de conduta, de que resulta lesão ao direito alheio.

    Alguma dúvida?

    • É um pouco diferente de ser condenado na Justiça, não? Ou você também quer insistir que houve condenação?

    • Era só o que faltava: dicionário agora virou código de leis, jurisprudência, doutrina, princípios de direito, etc., etc., etc.

      Nem sempre o sentido léxico confunde-se com o jurídico.

      Uma questão que está sujeita a inúmeras variantes jurídicas, você quer qualificá-la a partir do mero sentido lexical?

      Tenha dó!

    • Mas não em relação a famigerada frase, e sim quanto à seriedade do jornalista global. É importante ressaltar isso

    • “Confessar que errou, que procedeu mal” por ter ofendido, ou por ter utilizado uma expressão racista?

      Essa é a questão.

      O acordo estipula que não houve conotação racista alguma. Logo, a confissão não é relacionada a isso.

      Ponto.

      PHA confessa que errou ao ofender o pau mandado da Globo. E só.

      É anos luz de uma “condenação por racismo” ou mesmo uma “confissão de racismo”.

      Preciso desenhar?

  24. Não tem nada de papo de que escreveu na pressa.
    Todo mundo sabe que condenação de racismo é reclusão, jamais uma doação.
    Como poderia PHA ter sido condenado por racismo se não houve pena de reclusão aplicável? Simples, não houve condenação por racismo porque não houve racismo.
    Todo mundo sabia disso e mesmo assim, movidos pela má-fe e canalhice, publicaram a mentira.

  25. Essa é a máquina midiática opressora, a serviço dos donos do poder, constituída por seus “veículos” de divulgação de mentiras e pela corja de jagunços de gravata que neles trabalha. Assim age o aparato destinado a controlar as mentes da população, com cada vez menos sucesso, e também a destruir os que ousam enfrentar tal poder, lutando por uma comunicação democrática no Brasil. Essa estrutura nazi-fascista tenta destruir PHA, usando preferencialmente os vermes que a servem em seus “blogs” patéticos, uma vez que assim podem poupar seus “veículos” do crime de explicitamente propagandearem uma mentira, cuja comprovação factual é explícita, uma vez que existe um acordo judicial para comprovar a não condenação de Amorim, para desespero da oligarquia midiática, o qual ainda, indica um grande triunfo do jornalista, já que ele pagará apenas 10% do valor pedido, em 6 prestações, e ainda conseguiu obrigar o canalha Heraldo Pereira, o negro serviçal dos senhores de engenho, a reconhecer por escrito que PHA não fôra racista em suas declarações. Tudo isso tenta ser ignorado pela máquina de lavagem cerebal dos donos do poder, Cabe à mídia alternativa, aos sindicatos de jornalistas e à Sociedade Civil organizada reagirem a tamanho absurdo, mostrando a nossos sátrapas eletrônicos que eles não podem construir a realidade conforme seus caprichos, já que ela é o resultado cada vez mais democrático das lutas populares.

  26. Que eu saiba, racismo, no Brasil, é inafiançável. Se fosse condenado, PHA estaria atrás das grades. Né não?

    • Um processo penal é movido por um promotor, o processo que o Heraldo Pereira moveu é civil. O processo penal contra o PHA esta sendo movido pelo Ministério publico e não foi julgado ainda.

      Ele realmente pode parar na cadeia, mas acho isso bem improvável..

  27. R$ 30 mil está até barato para poder divulgar:

    http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/02/28/gilmar-heraldo-e-a-globo-quem-processa-pha/

    onde mais isto poderia ser publicado na íntegra?

  28. O PIG estava esperando uma oportunidade para dar o troco no PHA.É a mesma tecla que o Nassif denuncia há muito tempo,sôbre assassínio de reputação.O instituto milênio vem aí e com a velha mídia a reboque.A direita é rancorosa.

  29. Impressionante como certos setores da classe média acreditam piamente que são elite. Esses setores são representados pelos trolls que frequentam insistentemente os blogs progressistas.

    É um fenômeno muito interessante, uma espécie de síndrome de Estocolmo. Eles defendem com unhas e dentes o sistema que os explora, assim como explora os mais pobres.

  30. Até que a cor da pele de um homem

    Seja menos significante do que a cor dos seus olhos

    Havera guerra

    Bob Marley

  31. Todos entenderam muito bem.Os que não entenderam e sabem ler ,seu texto Edu está muito claro.Portanto os que aqui escrevem acusando PHA ,não gostam dele e ponto.O papel da grande mídia é vergonhoso mas o mesmo de sempre.Aqueles que conhecem e gostam do trabalho do PH,vão continuar gostando.Aqueles que conhecem pouco e não tinham opinião formada ,esses são o principal alvo da safadeza dessa imprensa.Contra isso o que vale mesmo , é esse importante trabalho dos blogueiros pro e responsáveis ,que cada dia mais provam que estão incomodando muito.O nosso de leitores ,comentaristas ,somos formiguinhas disseminando idéias e infornações.Ressalto a importância da responsabilidade e da cabeça fria para aguentar provocações.O jogo sujo vai aumentar com a proximidade das eleições ,tanto na grande imprensa quanto por aqui no espaço virtual.Vamos nos preprarar para os mal intencionados com muita informação,união e bom humor.Todo meu apoio ao grande jornalista Paulo Henrique Amorim.Um grande abraço Edu.

  32. Eu sou um troll cara-de-pau

  33. Para quem ainda possa duvidar do que a direita é capaz basta acessar o Dossie JIBRA-A estrutura do Golpe.Referido dossie lança luz sobre um dos periodos mais conturbados do primeiro mandato do presidente Lula.Nunca estivemos tão perto da deposição de um presidente legitimamente eleito pelos cidadãos,do que no ano de 2005,ano em que estourou o mensalão,que nada mais era do que uma estrategia elaborada pelo Grupo do Rio,para desgastar em vertiginosa velocidade a credibilidade do governo junto à opinião pública.Da mesma forma que tem gente que acredita em papai noel,coelhinhos da pascoaque botam ovos de chocolate,em mulas sem cabeça,tem gente que acredita que o mensalão existiu,que a corrupção nos processos de privatização é conversa de petista,que José Serra é o mais preparadoe que FHC é intelectual.Oras,os trolls que frequentam esse blog acreditam nessas piadas de pessimo gosto simplesmente porque querem continuar sendo massa de manobra de uma midia corrupta,comprovadamente golpista e sem credibilidade alguma.E o pior de tudo é que figuras que mais caberiam no submundo do crime do que no mundo da informação como Noblat,Augusto Nunes e Reinaldo Azevedo continuam dando as cartas como se fossem realmente verdadeiros paladinos da moralidade e da justiça,quando na verdade não passam de imundos sabujos do que a de mais retrogrado e truculento na politica nacional.

  34. Eduardo
    O que estes militares estão querendo com estes manifestos absurdos?
    Aguardo um post seu sobre o assunto.
    O título de um manifesto é:
    “Eles que venham. Por aqui não passarão”
    Considero isto muito grave.

    • Meu caro,embora o problema seja muito grave pois se trata antes de mais nada de quebra de Hierarquia,já que Celso Amorim é ministro da defesa e Dilma Rousseff é Comandante em chefe das Forças Armadas.Prisão por quinze dias a um mes por insubordinação de todos aqueles que assinaram o documento.Essa a solução,demonstração de autoridade,sem possibilidade de dialogo.Dilma não é Jango,2012 não é 64 e a Guerra Fria ja acabou ha mais de vinte anos.

  35. Vítima? Mas ele está até comemorando o aumento da audiência do blog, por conta do edificante episódio…

  36. Mudando de assunto

    E AGORA PT????

    -Cairam no golpe de mestre da dupla Kassab/Serra e agora ficaram sem discurso para a eleição em SP.

    -Como falam por ai, até o mundo mineral ja sabia que o Serra seria candidato com o apoio do Kassab

    -Qual o motivo de tanta ingenuidade???burrice??? sede do poder??? ou ambos????

    -Vai ser interessante ver a propaganda do PT na eleição, vão criticar a gestão do Kassab???o Serra vai adorar!!!

    Para finalizar lamento que o Lula tenha embargado nesta, pena….

    Nota; fevereiro ja se foi, cade a CPI e a regulamentação (estão fazendo seminarios)

    • Golpe de mestre da dupla Serra/Kassab?De onde vc tirou essa besteira?Até as camadas geologicas mais antigas do planeta Terra,até as piramides do Egito ou o Farol de Alexandria,o Jardins Suspensos da babilonia ou a Torre de Babel já sabiam desde priscas eras que o inutil do Serra ia ser candidato a Prefeito.Eu que moro no interior do estado e nada tenho a ver com a politica da capital ja sabia disso.Qual o golpe de mestre nisso?Ah,ja sei vc é funcionario do gabinete do prefeito ou militante tucano.O PT perdeu o discurso ou vai perder o discurso?Que discurso,meu caro paspalho?Mas o PT é desde 2005 oposição em SP.Kassab é considerado o pior prefeito de São Paulo e não é por mim,que nem moro na cidade,mas por mais da metade dos paulistanos e o senhor José Marcos vem dizer que se Kassab for criticado o senhor Serra vai adorar?Meu caro paspalho,e que planeta vc vive?Mas fique tranquilo,pode ser que Haddad nem ganhe essas eleições,porem,José Serra tambem não ganha.Tem certas coisas que vão ser bastante indigestas para Serra nessa disputa eleitoral e não são apenas relacionadas à alta taxa de rejeição dele junto ao eleitorado.

      • Caro Sr Dimas, em primeiro lugar não precisa me ofender, pois estamos do mesmo lado, basta o sr verificar os comentarios meus em outros posts, inclusive sou sócio do MSM.Depois parece que o Sr concorda comigo quando digo que todo mundo sabia que o Serra seria candidato, portanto se esta verdade era conhecida porque parte do PT paulista embarcou no jogo????? por este motivo, como voce vai numa campanha criticar alguem com quem voce queria fazer coligação???? Desculpe, mais acredito que estas são perguntas óbvias que muita gente do nosso lado esta fazendo. No lugar de me ofender, poderiamos estabelecer um dialogo saudavel, pois nem todo mundo que vai contra a sua opinião é tucano, aliás é justamente esta a minha preocupação, o dominio do demotucanato em SP, por isto a critica, não é fingindo que esta tudo bem que vamos ganhar esta eleição. Na certeza de que as suas ofenças foram feitas no calor da emoção, deixo meu abraço fraterno.

  37. Eu tenho a má sorte de ser um troll idiota

    • Não devemos humilhar nem inferiorizar demais, senão os trolls vão se embora e acaba a nossa diversão. Os John Bastos da vida e outros assemelhados acabam fazendo falta.

  38. A internet é um monstro estilo filme japonês e fora de controle, e nisto concordo com o post.

    No entanto existe uma máxima, que se prova inviolável:

    O HUMOR É DE QUEM LÊ E NÃO DE QUEM ESCREVE.

    Sim, existem arroubos de fúria , principalmente em comentários. Que o diga a infeliz moça que via Twitter manifestou o desejo de afogar os nordestinos. Ou ainda o insano que postou no blog do PHA que ia distribuir kalashnikov aos Sem Terra e dar um tiro na cara de um desafeto do PHA. Prevenido e consciente, PHA rapidamente retirou o comentário, elegantemente se desculpou com o ofendido e também com seus leitores.

    Sim, palavras têm conseqüências. Mas vamos ao PHA.

    Assisti no fim de 2008 a uma palestra do PHA para 700 empresários. Com simplicidade, precisão explicou a Crise Financeira. Foi aplaudido de pé. Este homem é um tremendo orador. Culto, com estilo. Delicioso escutá-lo.

    Mas não vejo tal riqueza em seu blog. Infelizmente ele adotou a linha do escracho. O próprio design do site (modelo ano 1995 – dos primórdios da internet) remete ao escracho.

    Quando PHA opta por atacar diretamente e na base do escracho articulistas, jornalistas e chefes de redação ele atrai não só a ira da Globo ou do Estadão ou dos Civita, mas principalmente a ira de pessoas, que diga-se são seus colegas de profissão. Por isso não concordo que o caso Heraldo foi um mero arroubo de fúria do PHA. Este é o estilo do blog dele.

    Pela forma que PHA conduz, me parece obvio que ele formou uma legião de inimigos no meio jornalistico (muitos conquistados desnecessariamente) e todos esperando um bom motivo para quebrá-lo. Se não por bom motivo, algo que se pareça com um. É o caso.

    Olha: mão estou achando este verdadeiro linchamento ao PHA algo correto. Estou tentando pautar porque isso chegou a este ponto, ok ?

    PHA poderia se utilizar facilmente de boa lógica, números e bons argumentos para desconstruir os pontos de vista não apenas de uma Globo, mas também de seus colegas que lá trabalham. Isto iria evitar-lhe muita confusão desnecessária. Poderia dizer a mesma coisa, mas com outras palavras e ser contundente tanto quanto. Vejam o exemplo do Mino Carta ! Mas pq PHA não faz isso, só ele pode responder.

    E deixando este caso de linchamento via internet.

    O que mais me irrita é o maniqueísmo presente na imprensa como um todo. Tanto dos sistematicamente a favor do governo e do sistematicamente contra. Não isento ninguém.

    Foi instituída a luta do Bem contra o Mau. Nada mais raso, nada mais grotesco e falso do que isso.

    Vejam os Contra:

    1) FHC deixou uma herança maldita, era um entreguista, um governo para os ricos.
    2) Lula é um oportunista, um mero surfista do plano real, seus programas sociais são inócuos e demagógicos.

    Não irei me demorar aqui, pois considero as 2 frases mentirosas de doer o cerebro. Mas infelizmente são a base de quase tudo o que se publica sobre política neste país.

    E o povo, pelo visto alheio a guerra suja propagada pelos 2 lados na imprensa, entreguou 2 mandatos de presidencia ao PSDB e 3 ao PT. Ao que tudo indica, irá entregar, novamente pelo voto direto, pelas urnas, o 4o mandato ao PT.

    É de se duvidar bastante da eficiencia impresa que assumiu o papel de intoxicar a opinião publica.

    Ao que se percebe, o povo não é tão burro e tão manipulável quanto alguns acreditam que seja.

    Quanto ao autor do texto: com elegância e um texto bem estruturado, defendeu muito bem seu ponto de vista, sem escrachar absolutamente ninguém. É isso ! Bom fim de semana a todos. Irei voltar mais aqui porque gostei e não conhecia o site.

    • Seja bem vindo. Esse é o tipo de debate que acrescenta

      • Quando um grande jornalista não se “enquadra no jornalismo marrom”, como PHA, corrompido pelo grande imperialismo, as vedetes e as cabeças pouco pensantes da consciência crítica, mas jaculosas no pensamento de Maquiavel ressurgem, tal como urubus e cheias de larvas, querendo comer os piolhos que restaram de seus parcos (se tiveram), instintos éticos, aproveitando-se de situações que puderam gerar margens de dúvidas (que sem dúvidas não eram racistas, vindas de quem veio), gerando então, toda esta vergonhosa contra razão danosa, política, antijornalística e imoralista destes que jamais deveriam usar a expressão de “comunicadores”, porque a função é de informar e não de caluniar; de repassar a informação sem adulterar seu conteúdo, a mando de grandes fontes e outros interesses. Que nojo! Eu que nada tenho com estes alhos, mas que gosto de conhecimento, rejeito veemente estes bugalhos! E as revistas da Editora Abril, jornais como Folha, sites como o Uol, Globo, dentre outros, fico pensando no que estamos deixando atrofiarem nossas mentes e conhecimentos, condenados-os. E quando deparo-me com pessoas com coerência aqui, vejo que a alma ainda não é pequena e que a vida vale a pena, pela coerência, ética e sentido.

Trackbacks

  1. Paulo Henrique Amorim condenado por racismo (NÃO… NÃO FOI CONDENADO… HOUVE CONCILIAÇÃO) | PIG

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.