Leia entrevista com o advogado dos flagelados do Pinheirinho

De domingo (22.01.2012) passado para cá, temos visto a grande imprensa se dedicar a desmentir denúncias que vêm sendo feitas por moradores do bairro do Pinheirinho que foram expulsos de dentro de suas casas por bombas de gás, balas de borracha e, segundo inúmeros relatos, através do uso de violência física.

Desde então, boa parte dos principais jornais, revistas, televisões, rádios e páginas na internet têm se dedicado a criminalizar partidos políticos, movimentos sociais e, sobretudo, os moradores da área invadida que agora, de forma inédita, estão tendo uma mídia para questionar os procedimentos da Polícia Militar.

O fato concreto que se pode extrair desse processo de defesa que meios de comunicação vêm fazendo dos governos tucanos do Estado de São Paulo e de São José dos Campos sugere que estão todos assustados com a repercussão que o caso vem tomando.

O que se vê, repito, é uma situação inédita. Talvez pela primeira vez uma ação repressora como a que se viu no Pinheirinho está sendo discutida em grande profundidade na mídia e, mais do que isso, na internet.

Nesse processo, cabe às redes sociais e à blogosfera repercutirem tudo que for denunciado, mesmo que seja uma repercussão em tom condicional, pois denúncias que não se confirmem causarão muito menos prejuízos que a costumeira supressão da versão dos mais fracos.

Após o Pinheirinho, esse tipo de ação de desocupação de áreas via mandatos de reintegração de posse terá que ocorrer de forma diversa. Os questionamentos surgidos exclusivamente na internet estão impondo um custo político ao Estado por tentar calar os mais pobres e indefesos vitimados por suas ações em defesa dos mais ricos.

O ataque ao Pinheirinho foi uma tragédia, mas desse limão a sociedade brasileira saberá fazer uma limonada, ou seja, criará uma jurisprudência política contra ações desumanas do Estado, o que poderá impedir que novos pinheirinhos continuem acontecendo no Brasil.

A entrevista que o doutor Aristeu Cesar Pinto Neto, presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB e advogado dos flagelados do Pinheirinho concedeu ao Blog da Cidadania é mais um passo nessa importante nova realidade que pretende dar voz a quem nunca teve. Leia abaixo, pois, a íntegra da entrevista.

—-

Blog da Cidadania – Na quinta-feira, o portal Terra anunciou que ONGs haviam divulgado relação de 5 pessoas desaparecidas. Um blog da revista Veja afirma que dessas pessoas, ao menos 3 apareceram. O senhor confirma essa informação?

Aristeu Cesar Pinto NetoA divulgação desses nomes tem por objetivo localizar essas pessoas. O Movimento e as organizações de direitos humanos aguardam confirmações de parentes sobre a localização dos desaparecidos e informações de um blog ainda são insuficientes para esclarecer o que ocorreu.

Blog da Cidadania – Há um boato de que os senhores teriam outros nomes de desaparecidos, além dos já divulgados. O senhor confirma essa informação?

Aristeu Cesar Pinto NetoUma população de milhares de pessoas foi obrigada ao êxodo por uma tragédia desejada, arquitetada e executada pelo Governo Estadual, pelo Tribunal de Justiça, e pela Polícia Militar, em uma operação de guerra contra cidadãos indefesos. Não foi possível estabelecer comunicação com toda essa população, que está amontoada em depósitos em condições subumanas. Os relatos de problemas serão tornados públicos, sempre no interesse de defesa dos direitos humanos.

Blog da Cidadania – Há denúncias de que o IML de São José dos Campos ainda não teria divulgado a lista que os senhores teriam pedido de entrada de cadáveres desde o dia da desocupação do Pinheirinho até hoje. O senhor confirma essa informação?

Aristeu Cesar Pinto NetoHouve uma solicitação nesse sentido por parte da Ouvidoria da Secretaria Nacional de Direitos Humanos. Não tenho  registro acerca da entrega da informação.

Blog da Cidadania – Até o momento não há divulgação de quantos feridos houve durante a desocupação do Pinheirinho e quais os níveis de gravidade dos ferimentos. O senhor tem alguma informação sobre isso?

Aristeu Cesar Pinto NetoPeritos estão visitando os depósitos que a Prefeitura teima em denominar “abrigos”. Além dos laudos que estão sendo produzidos, há um grande número de vídeos  provando a existência de violências policiais, tanto por parte da polícia militar como pela guarda civil municipal.

Blog da Cidadania – Haverá uma audiência na Câmara Municipal de São José dos Campos sobre os fatos no Pinheirinho. Em declarações recentes o senhor afirmou que se os desaparecidos não aparecessem, por assim dizer, as autoridades seriam responsabilizadas. Isso se mantém?

Aristeu Cesar Pinto NetoAs autoridades serão responsabilizadas por tudo o que ocorreu até agora. Houve uma desocupação violenta, contrária a tudo que está estabelecido no Protocolo Habitat, no âmbito da ONU, em tratado ratificado pelo país. Os moradores que estavam naquela área desde oito anos atrás tinham recebido promessas das três esferas de governo  sobre a possibilidade de regularização. O Ministério das Cidades enviou técnicos, o próprio Secretário de Habitação do Estado de São Paulo, Sílvio Torres, esteve no bairro. Também o prefeito Eduardo Cury visitou o Pinheirinho e determinou o cadastramento das famílias. O Tribunal de Justiça havia chancelado a suspensão da ordem de reintegração, como consequência da suspensão do processo de falência, em reunião da qual participaram parlamentares do Senado Federal, da Câmara dos Deputados e da Assembleia Legislativa. Tudo isso vai gerar, sem sombra de dúvida, responsabilidades ao governantes.

Blog da Cidadania – Se não houver desaparecidos, haverá ainda pedido de responsabilização de autoridades pelos feridos e pelos diversos dramas causados por conta da forma como se deu a desocupação do Pinheirinho?

Aristeu Cesar Pinto Neto A Defensoria Pública do Estado de São Paulo já ajuizou ação civil pública com esse objetivo. Outras ações ainda poderão ser ajuizadas, afinal o rescaldo dessa tragédia planejada pelo governo estadual ainda não terminou.

Blog da Cidadania – Um blog da revista Veja está pedindo que os movimentos sociais e até mesmo o senhor sejam responsabilizados por “difamação” da Polícia Militar e do governo do Estado de São Paulo. O que o senhor tem a dizer sobre isso?

Aristeu Cesar Pinto NetoEu estive no campo de guerra montado pelo governo estadual e pela polícia militar durante dois dias. Vi a violência com meus próprios olhos, sou testemunha do massacre. É a conduta dos próprios governantes que faz a fama  do governo e da sua polícia. Isso é internacionalmente conhecido e beira a infâmia qualquer tentativa de intimidação.

Blog da Cidadania – Como o senhor avalia, neste momento, a situação das famílias desabrigadas? Que providências as autoridades estaduais e municipais estão tomando diante das cenas dramáticas que têm sido vistas?

Aristeu Cesar Pinto NetoAcabo de sair de um dos depósitos, junto com representantes da Secretaria Nacional de Direitos Humanos e da Defensoria Pública. A situação é de barbárie, com completo abandono daquelas pessoas, amontoadas em condições sub-humanas, como já disse. Aguardamos os laudos da SNDH para pedir providências imediatas por parte do Governo Federal, que deve agir e não apenas lamentar. Os governos estadual e municipal agem como se a ordem de reintegração fosse “desintegrar” essas pessoas. É um drama de grandes proporções, algo que se imaginava impossível em pleno século 21.

Blog da Cidadania – Há notícias de que os flagelados pretendem pedir desapropriação do terreno do Pinheirinho para que para lá possam retornar. O senhor confirma essa informação?

Aristeu Cesar Pinto NetoA desapropriação da área seria uma forma de resgatar os milhões devidos aos cofres públicos pela empresa que reivindica a posse, a Selecta, pertencente a Naji Nahas. Mas a desapropriação, sempre adiada, hoje é insuficiente para resolver o problema, pois as casas foram demolidas. Seria preciso, além da desapropriação, uma indenização para as famílias, que não podem seguir amontoadas nos depósitos. É um flagelo social às barbas das autoridades.

Blog da Cidadania – Essas famílias sofreram danos materiais, morais e físicos por conta da ação da PM. Que ações estão sendo tomadas para ressarci-las juridicamente?

Aristeu Cesar Pinto NetoComo já informei, existe ação civil pública ajuizada pela Defensoria Pública. Um habeas corpus coletivo também foi impetrado, para permitir o livre trânsito da comunidade do Pinheirinho. Hoje eles estão marcados com pulseiras e sofrem represálias quando saem dos depósitos. São alvos de uma discriminação que foi destilada pela prefeitura municipal durante os oito anos de resistência.

Blog da Cidadania – Jornalistas da grande imprensa vêm fazendo acusações de que o senhor e outras lideranças de movimentos sociais e partidos teriam objetivos político-eleitorais. Como o senhor responde a tais críticas.

Aristeu Cesar Pinto NetoA cobertura da grande imprensa somente abriu os olhos depois da repercussão do massacre pelas redes sociais, replicado pelos maiores jornais do mundo. O The Guardian criticou a grande imprensa brasileira pela subserviência a certos interesses, comprometendo a idoneidade da notícia. Os movimentos sociais lutam por transformação social. Eu acredito na necessidade dessa transformação.

—–

Veja, também, reportagem da Record News sobre o caso


Tags: , , , , ,

53 Comentário

  1. Muito bom! Infelizmente, são poucos os colegas advogados que tem alma e coração, além de cérebro.

    A reintegração foi ilegal, e foi feita de forma ilegal. O tratamento dado a essas pessoas, antes, durante e depois, é o mais puro terrorismo. É apartheid.

    Infelizmente, eles JAMAIS receberão um tostão de indenização. Mesmo que ganhem na Justiça – coisa difícil, já que a “justiça” estadual é tucana até a raiz dos cabelos – o Estado de SP não paga precatório. Vão mandar “pendurar”, como têm mandado milhares, há mais de uma década.

    • Toda essa falta de respeito que foi feita aos moradores do Pinheirinho, infelizmente, não é novidade! acontece, também, há bastante tempo nos hospitais, quando a população mais sofrida morre por não receber “os mais primários” cuidados médicos quando procura atendimento nos hospitais de todo o país. Não sei o que esperar de um país que recolhe tanto dinheiro em impostos e trata seus cidadãos com descaso. Estamos à deriva… o capitalismo, com seus privilégios, está “tampando” os olhos dos governantes. Poucas vozes, como você, Eduardo, conseguem divulgar, comover e arrebanhar pessoas para lutar por um país mais justo.

    • A insanidade de uma Juiza que disse que restou ao Judiciario decidir e a douta decidiu pela barbarie.
      http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2012/01/28/video-revelador-da-juiza-pm-foi-admiravel/#comment-676655
      Decidir o que?
      Que os poderosos e potentes sempre vencem mesmo que não estejam com a razão e a Justiça?
      Vencem porque se impoem com a força e a violencia de seus capatazes e capitães do mato?
      Mas já não era assim no sistema inquisitorial, o Rei era a lei?
      Para que então o Judiciário?
      Para que a mudança do sistema inquisitorial para o acusatorial?
      Para que serve a Juiza Marcia Loureiro? Para fazer o que o Rei fazia?
      Mandem os doutos para casa e restabeleçamos o sistema inquisitorial, quando o Rei era a lei e acumulava todos os poderes. Sera menos dispendioso para o povo manter a atual estrutura de poder com judiciario, legislativo e executivo. Retornar ao sistema inquisitorial seria pelo menos mais honesto com o povo..

  2. Excelente, Edu!

    Quanto mais corajosos como esse senhor começarem a informar o que sabem, toda a falácia montada pela grande imprensa ruirá e mais um potente golpe será desferido contra a “credibilidade” de seus veículos.

    Parabéns por não deixar o assunto morrer. Devemos continuar “cornetando”, pois a blogosfera já mostrou que tem muito mais poder do que as corporações midiáticas pressupõem.

    Jamais esmoreça em sua luta. Estamos juntos.

    Abraços fraternos,

    Renato Cortez

  3. Funeral de um lavrador de Morte e Vida Severina do genio Chico Buarque ilustra a perfição alckmim, o judiciário e seus cães loucos fardados na comunidade Pinheirinho: http://www.youtube.com/watch?v=0VWbHb8QCyo&feature=player_embedded#!

    • Permita-me uma correção. Os versos são de João Cabral do Melo Neto, autor da peça “Morte e Vida Severina”.
      Abs.

  4. Depois da repercussão internacional, o governador Geraldo Alckmin decidiu que vai domingo à missa rezar para que os moradores do Pinheirinho tenham amparo divino e mais sorte. Como Pilatos, o governador lavou a mão e deixou milhares de seres humanos serem agredidos pela polícia que, por atribuição, deveria protegê-los e jogados na rua.

    • a ordem para agir foi dada pelo GOVERNADOR do estado.

      quem mais nesse estado é capaz de enviar 2000 soldados da polícia militar,
      cem cavalos
      carros de combate,
      helicóptero,

      contra ordem FEDERAL?

  5. Pela 1ª vez na História estamos vendo a burguesada inútil e sua “imprensa de programa” acuadas, ambas na defensiva.

    Estão colhendo o que plantaram: nutriram o ódio pelos despossuídos e agora colhem revolta e desprezo.

    Pior ainda (pra eles): povão pobre adquiriu o hábito de se indignar e perdeu o medo de votar em LULA/Dilma e no PT.

    Não tem mais refresco não. Daqui pra frente a campanha contra esses neo-entreguistas não terá trégua não. Vai ter tirombaços o tempo todo, sem tempo de respirar.

  6. As pessoas estão sendo tratadas como prisioneiros nos depósitos humanos que as autoridades insistem em chamar de “abrigos”.

    O governo do estado, a justiça estadual e a prefeitura de SJC transformaram moradores de uma comunidade pobre em mendigos sem teto.

    É preciso uma investigação internacional com representantes da ONU, da OEA e da comunidade. O que foi cometido ali, além de ser um crime, é uma barbárie, um ato de vandalismo inominável.

  7. Tem razao, em outros tempos este crime seria apenas lembrado por algumas testemunhas oculares, por algumas fotos etc. Hoje nao, a rede esta ai para quebrar o monopolio da noticia. Estou me repetindo: e triste ver que pra se fazer bom jornalismo e preciso um nao jornalista, nosso Eduardo Guimaraes. No futuro, e possivel que esse tipo de acao nao mais ocorra desta maneira, os governos, acho, terao que pensar suas acoes.

  8. Não vamos deixar que o caso Pinheirinho morra. Todo apoio às mídias sociais para descobrir toda a verdade. Tem que haver denúncia na OEA e na ONU. Isto também deveria ser objeto de investigação na Câmara dos Deputados. Vamos continuar também cobrando a CPI da privataria para que saia e venha mais investigação.

    • As denúncias à ONU e à OEA já estão sendo feitas. Na segunda, participo de uma comissão composta de juristas, parlamentares e jornalistas que irá a S. J. dos Campos para fazer apurações.

  9. Eles REALMENTE não esperavam que a canalhice iria ter a repercussão que está tendo nas redes sociais, na Blogosfera e até em veículos como a tv Record, a rede Band (que de esquerda não tem nada), jornais, revistas, etc.

    Aconteceram, em pouco tempo, duas explosões de poder da Blogosfera e das redes sociais. A primeira, no final do ano, foi o livro A Privataria Tucana. Escondido pela mídia tucana, o livro foi divulgado pela Blogosfera. Resultado: o livro-bomba bombou. A segunda, foi o vandalismo tucano em Pinheirinho. Mesma coisa: a carcomídia tentou olhar para o outro lado. Mas a internet, a mídia de todas as mídias, é implacável. Resultado: o fantasma de Pinheirinho acompanhará o PSDB de São Paulo até o final dos tempos.

    Espero que, em 2012, os movimentos sociais e a Blogosfera se integrem ainda mais, para gerar uma força organizada poderosíssima.

    • Com o ocorrido em Pinheirinho a oposição tem “cartucho” para a eleição municipal em “sumpalo”. Esse fato será explorado, e muito bem explorado, na propaganda eleitoral…

      • mas é lógico ,que o fato tem que ser explorado , pois mostra a política do psdb , o que voçe quer ,que faça de conta que não existiu , o que não pode é mentira ,cinismo , hipocrisia , que engana certas pessoas explorando o que tem de pior nelas , como faz o psdb ,dem ,pps ,eo pig(partido da imprensa golpista – cuja origem das familias nem brasileira é e fazem isso em todo o mundo ocidental – distraem ,omitem ,manipulam pessoas explorando a sua psiquê )

  10. Governador Geraldo Alckmin, que pena. Que decepção tive com o senhor.

    O senhor arrebentou gente pobre de São Paulo para defender Naji Nahas. Merece o ostracismo político e uma consciência pesada pelo resto da vida.

  11. SINAL DOS TEMPOS: Um tal programa”Fim de Expediente” da cbn/globo, comandado por tres vermes(luis merdinha, don estrubaqui, e outro que não sabemos a alcunha), convidaram um outro verme da veja augusto nunes para ser entrevistado. Pois bem, esse programa é sempre gravado, ou ao vivo, num auditorio(picadeiro) com plateia. Hoje, excepecionalmente(eles que falaram) não teve plateia. Claro e obvio que foi fechado, dado(ele também falou que esta assustado com a “polarização” de Esquerda X direita) O MEDO DE AUGUSTO NUNES. Seu augusto, o sr. é tão “macho” em escrever suas MENTIRAS(DNA DA DIREITA) e, agora, esta com as calças nas patas de medo? Os “machos” da direita, sem um uniforme a defende-los, sempre correm. Mas, CASO PINHEIRINHO: “Sobreviventes do HOLOCAUSTO reviram memorias(hoje é esse dia). Folha s.paulo: “…A polonesa Rita Braun, atualmente com 81 anos, conta que fugiu com documentos falsos do gueto em Stanislawow, e escondeu por anos, nos sapatos, a braçadeira branca com a estrela de David bordada em azul que todos os judeus eram obrigados a usar…”. Perfeito. Mas, o HOLOCAUSTO continua. Haja vista que os “MORADORES” DO PINHEIRINHO, SÃO OBRIGADOS A USAREM PULSEIRAS AZUL E LARANJA NOS PULSOS. E, tal qual no NAZISMO, seus pertences, estão empilhados e saqueados em algum deposito NAZI-PAULISTA, “esperando” seus proprietários irem busca-los.

  12. Soninha Francine, hoje, publicou mais uma de suas tradicionais imbecilidades, ao classificar os ex-moradores do Pinheirinho como “criminosos aproveitadores”. Não é de hoje que todos conhecem o aguerrimento com o qual a moça defende, com unhas e dentes (mais dentes), o PSDB (especialmente José Serra, mas, com a imbecilidade de hoje, Geraldo Alckmin).

    Pois bem. Consulta simples e rápida no Portal da Transparência do Governo de SP (http://www.transparencia.sp.gov.br/pessoal.html) faz com que notemos que todo esse apoio é absolutamente desinteressado, lastreado unicamente em convicções ideológicas e no conteúdo programático tucano.

    Vejamos:.

    Nome: Neide Ferreira Gaspar.
    Parentesco com Soninha Francine: mãe.
    Cargo: Assistente Técnico de Gabinete I
    Órgão: Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
    Vínculo: cargo em comissão (livre nomeação, sem concurso público)
    Vencimentos mensais: R$ 3.388,00

    2.
    Nome: Sarah Marmo Azzari.
    Parentesco com Soninha Francine: filha.
    Cargo: Diretor I
    Órgão: Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo
    Vínculo: cargo em comissão (livre nomeação, sem concurso público)
    Vencimentos mensais: R$ 3.061,90
    3.
    Nome: Rachel Marmo Azzari Domenichelli.
    Parentesco com Soninha Francine: filha.
    Cargo: Assistente Técnico Coordenador
    Órgão: Secretaria do Meio-Ambiente do Estado de São Paulo
    Vínculo: cargo em comissão (livre nomeação, sem concurso público)
    Vencimentos mensais: R$ 5.570,77
    http://ranzinzices.blogspot.com/2012_01_01_archive.html#2720885039243829233

    Vítor Goersch @vitor_rabugento Reply Retweet Favorite · Open
    RT @linobocchini: GÊNIO! / RT @torturra Um tumblr para a Soninha. criminalstakingadvantage.tumblr.com #CriminalTakingAdvantageOfTheSituation

  13. Destroem casas construídas com suor e economias de um salário que não paga o papel higiênico que o senhor Naji Nahas (quem era este senhor antes de vir para o Brasil, de onde veio o seu dinheiro?) usa. Tira de quem não tem nada para saldar a dívida de um milionário bandido, mafioso e sabe-se o que mais. Será que o Brasil continua sendo o mesmo país de m*, sob uma ditadura vagabunda que servia a interesses de grandes bandidos no qual do senhor Naji Nahas desembarcou com seus milhõezinhos suspeitos????? Será que este senhor declara IR, e será que em sua declaração constam os juizes, governadores, prefeitos como bens que ele possui? Até onde vai isso? Bandidos Togados, diplomados, engomados mandando e desmandando neste país?

  14. Impressionante essa entrevista de ginasiano. Você levanta a bola para o cara responder na chincha. Essa de terminar a pergunta com ” o senhor confirma essa informação ?” demonstra bem isso.
    Faltou perguntar se é verdade que a OAB desautorizou o cara em se apresentar como representante da entidade e se ele é filiado ao PSTU. Interessante que ele, advogado que é, não falou da Justiça de SP que foi quem ordenou a desapropriação. Mais interessante ainda ele falar da extrema violência da polícia e “esquecer” dos carros e da biblioteca incendiados. Decerto foi combustão espontânea.
    Ultimamente você está dando cartaz para o Reinaldo Azevedo. Está parecendo a Sonia Abrão que atua na redeTV mas só fala dos programas da Globo.

    • Qual a diferença entre “confirmar a informação” e “perguntar se é verdade”?
      Esse post é um amontoado de insinuações e necas de esclarecimento. Coisa comum entre os defensores da barbárie. Pra não esclarecer, o negócio é confundir.

      • quem manipula ,esconde , distorce , e não fala com clareza é o psdb , o pig , que são uma coisa só , esse seu comentário não cola , acorda , desperta , na história do nosso país , muitos que servem a esta corja (por interesse , por ignorância , por preconceito etc . ) acabam vendo filhos e netos viverem o mesmo drama ,e estes que os apoiam acabam sempre decepcionado , familias que a cem anos atrás que serviam ao pig da época , hoje tem entre seus decendentes provavelmente pessoas na mesma situação dos desabrigados do pinheirinho , a história e ciclica e somente a turma do pig avança na dominação e idiotização de muita gente.

  15. EduGuim, você poderia ter perguntado do porque ele aparecer em vários lugares como representante da OAB em SJC (na foto desse vídeo, por exemplo) e o site da OABSJC (http://www.oabsjc.org.br/site/boletim3.asp?codnot=100157) divulgar que só quem pode falar por esse ‘capítulo’ da OAB é o Presidente Dr. Julio Aparecido Costa Rocha. E que basta contatá-lo, o site dá o número de um celular.

    Todos nós estamos emocionados. O Heródoto perdeu uma boa oportunidade de ficar quieto, ou se compadecer não de seu repórter (apenas), mas da tragédia humanitária que está acontecendo com estas milhares e milhares de mulheres, idosos, crianças…

  16. Isso aí Edu, a blogosfera produzindo conteúdos. Há muito tempo eu não lia uma entrevista que me tocasse tanto e me fizesse entender claramente a situação de Pinheirinho
    Nota mil, vamos divulgar a entrevista nas redes sociais, o blogueiro larápio da Veja tem usado a tática da intimidação para, com seu poderio econômico, calar os internautas
    Eles não passarão

  17. Em São Paulo a cada dia coisas acontecem.
    Para completar as ações do governo, eis a novidade:

    “Secretaria de Segurança Pública de SP exalta “Revolução” de 64 em página oficial18
    Guilherme Balza
    Do UOL, em São Paulo
    A Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Estado de São Paulo exaltou o golpe militar de 1964 em uma seção na sua página oficial na internet. O golpe é tratado como uma “Revolução”, “desencadeada para combater a política sindicalista de João Goulart”. Em seguida, a SSP diz que, durante o golpe, “Força Pública e Guarda Civil puseram-se solidárias às autoridades e ao povo.”
    (…)A exaltação ao golpe militar apareceu em uma linha do tempo da seção institucional da página de SSP. A descrição do golpe aparece acompanhada de uma figura onde está representada uma marcha a favor da ditadura e o símbolo do comunismo sobreposto por um “x”. Por volta de 18h50 desta sexta-feira (27), o ano de 1964 foi removido da página.(…).Procurada pela reportagem do UOL, a SSP afirmou que “o texto relacionado ao ano de 1964 não reflete o pensamento da Secretaria da Segurança Pública e foi retirado do site.”

  18. Soninha Chama Moradores de Pinheiros de Criminosos!

    “Pré-candidata do PPS a prefeita de São Paulo, a ex-vereadora Soninha Francine afirmou em seu perfil no twitter que os moradores do Pinheirinho são criminosos:

    ” Esses são criminosos se aproveitando da situação, não apenas pessoas comuns lutando por suas terras.”

    http://colunistas.ig.com.br/poderonline/2012/01/27/soninha-chama-moradores-do-pinheirinho-de-criminosos/

  19. eduardo bom dia segundo evangelicos um dia com a vinda do ante cristo haveria muita violencia e as pessoas seriam marcadas com pulseiras nos braços ou um selo como se fosse uma longomarca de objetos vendidos em supermercados diantes de fatos narrados pelo advogado as pessoas estao andando nas ruas com pulseiras nos braços sofrendo humilhaçoes por parte da populaçao meus amigos e irmaos deus mim perdoem os ante cristo ja esta no meio de nos e ocupando altos cargos de comando em sao paulo como e o caso do governador o judiciario e outros mais e preciso ternos muito cuidado e o inimigo da humanidade ele e muito perigoso cometer um ato absurdo deste e ainda diser que vai a missa rezar pelos pobres coitados que eles mandaram quase crusificar e uma afrontar aos designios de deus mais gente nao se preocupem nao deus esta no comando de tudo e o inimigo da umanidade nunca comandara o mundo porque o poder dele e so destruir a humanidade ele sera esmagado nas urnas de uma maneira absurda o dia da vitoria de voces esta proxima vamos ver a queda destes ditadores paulistas sao paulo sempre foi livre e o seu povo e guereiro trabalhador dem as maos e louvamos a deus que todos nos somos dele e so a ele devemos glorificalo que deus vos abençoem.jose pinto. paulirta pe

  20. A pressa em desocupar depois de 10 anos de consolidação do Pinheirinho é resultante de um processo ditatorial. Voltamos no tempo. Naquela época vigia o “prendo e arrebento”, a “ROTA na rua”, coisas desse tipo. Parece que a Provincia de SumPaulo e os governantes do Principado de SumJosédusCampos (inclusive a Vereança) estão naqueles “bons tempos”. Daqui a pouco no Pinheirinho surgirá um megaempreendimento. As placas estavam sendo confeccionadas. Está na hora do Governo Federal adjudicar o terreno (ou pelo menos uma gleba) ou desapropriar em nome do interesse público e fazer lá um Minha Casa, Minha Vida com um Parque Pinheirinho, em homenagem ao Governo da Província de SumPaulo, sua “Justiça” e sua Polícia. Ou então iniciar um “Ocupe o Pinheirinho”, numa forma de desobediência civil ao caos lá implantado.

  21. Eu sou pago para entrar em blogs que meu patrão não gosta e fazer provocações

    • Troll petista, não se passe por mim. Aliás, porque meu comentário, absolutamente pertinenet, não foi publicado (sobre a OEA). Mais uma vez, fico sem resposta, mas compreendo, pois elas exigem massa cinzenta para serem formuladas.

  22. Um trabalho interessante e bem feito.
    Pra quem ainda não o conhece:
    http://vimeo.com/14770270

  23. por falar em pinheirinho e Naji Nahas, alguém se lembra do predio que caiu e que me parece que a construtora era dele? e por falar em terreno alguém se lembra do terreno que o PSDB deu pra globo ? acho que a política do PSDB é: prá rico pode….(né?)

  24. Edu
    O CAF Publicou a materia q envio no link abaixo. Onde se conclui q há Governantes e governantes (c minúscula). Vale a leitura
    Abçs
    http://www.conversaafiada.com.br/politica/2012/01/28/pinheirinho-decisao-judicial-nao-vale-uma-vida/ de PHA

  25. Caro Eduardo
    A questão não se resume a atuação da PM-SP, uma corporação policial que se limita a cumprir ordens (ironizávamos na ditadura que ‘ordi é ordi!’), e comandada por fascistas como o atual chefe do executivo paulista e subordinados por ele nomeados.
    Vejo, como muito grave, o aparelhamento do judiciário paulista em 2ª instância, afinal, o desembargador, “representante do TJ-SP para o caso”, Rodrigo Capez, é IRMÃO do deputado estadual, Fernando Capez, do PSDB que é o partido do governador do estado e do prefeito da cidade onde ocorreu o terrorismo policial. Partido este que recebe contribuições eleitorais do Sr Nagi Nahas, proprietário da solvente Selecta e, portanto, da gleba, propriedade esta imersa em névoas de suspeitas de grilagem com assassinatos.
    Nesse ponto surge outra figura nefasta: a juíza que determinou a reintegração de posse ao arrepio de princípios básicos e fundamentais da Constituição Federal, principalmente aqueles pétreos do artigo 5º.
    Como e por que uma personagem sem qualquer qualificação, com esta juíza, foi investida na função?
    Quais os fundamentos e os perfis, estabelecidos nos concursos públicos à magistratura, para os futuros juízes aprovados?
    Observo, há longa data, que o nível intelectual e cultural dos novos juízes, aprovados em concursos nos últimos 20 anos, está em queda livre.
    São, via de regra, totalmente despreparados para o cargo (a conduta desequilibrada da juíza do caso do Pinheirinho demonstra isso), portanto, devem os legisladores eleitos pelos cidadãos reavaliar as leis de ingresso na magistratura inclusive a própria “Lei Orgânica da Magistratura”.
    Em tempo:
    Na Dinamarca, se não me engano, ou algum outro país báltico, as juízas estão dispensadas das suas funções durante o período de “tensão pré-menstrual” porque podem tomar decisões, nesses períodos de instabilidade hormonal, pouco sensatas.
    Não tenho dúvida que a decisão desta juíza do caso do Pinheirinho foi ‘rica’ em insensatez.
    Espero, todavia, que só isso da parte dela.
    Grande abraço!

  26. Ao ler a entrevista com o advogado dos flagelados do Pinheirinho, percebe-se que agora o governo de São Paulo chegou à perfeição no que se refere a Fascismo… Para “orgulho” de todos nós, paulistas, nosso estado já tem até ‘campo de concentração’! Veja: “Hoje eles estão marcados com pulseiras e sofrem represálias quando saem dos depósitos. São alvos de uma discriminação que foi destilada pela prefeitura municipal durante os oito anos de resistência.” Vivas ao glorioso Führer Alckmin!!!!

  27. O que eu queria que algém fizesse, e nesse sentido, ninguém melhor que o Dep. Protógenes, é que se investigasse a origem deste espaço, no que diz respeito a direito de propriedade. Se, como já sabemos, os antigos donos da área morreram sem deixar herdeiros, como é que em nome de Deus, essas terras foram parar nas mãos do mega especulador? qual é afinal, a verdadeira(e sinistra, pelo jeito), história deste lugar?

  28. Estão estranhando o quê? Expulsar 1600 famílias de suas casas, destruir os pertences, jogar 6.000 pessoas pobres ao Deus-dará, tudo para devolver a área “desinfectada” ao megaespeculador Naji Nahas. Sabe o que significa isso? É apenas um exemplo do “cheque de gestão” prometido pelo burguesada neoliberal, modelo que eles pretendem extender para todo o Brasil. Portanto, estão estranhando o quê?

  29. Gostaria de fazer uma réplica a uma das falas do representante jurídico dessa resistente comunidade, a de Pinheirinho.
    Que a luta dessas pessoas foi aviltada pela truculência dos governantes, municipal e estadual. O governo federal tentou de tudo para que o desfecho não fosse esse.

    TENTOU DE TUDO.

    Intervenção da policia Federal era tudo que a direita paulista queria e não resolveria a truculencia Alckmista, só pioraria o que já estava ruim. Se as pessoas não perceberam que Alckmin planejou tudo direitinho para o confronto é porque não está prestando a atenção. O PT está entrando fundo no estado de SP nessas eleições municipais. A direita sente pela primeira vez que o PT vai avançar cada vez mais no estado de maneira irreversível .
    Eles estão com muito medo. O medo é um péssimo conselheiro e está orientando as ações da direita paulista. Eles não tem mais nada a perder, estão pro tudo ou nada. Até usar essas pessoas caberia na loucura de não perder o poder.

    A Dilma não engoliu a isca, não caiu na armadilha. No futuro os moradores de Pinheirinho vão entender isso.

    O nobre representante dos desabrigados de Pinheirinho que se desejar ajudar a essa nobre comunidade que desarme os corações dessas pessoas no que tange a Presidencia da Republica. Não seria produtivo incitar-las a revolta a quem tudo tentou. É injusto e eles estão sofrendo os horrores da injustiça.

    Olha bem que titulo mais doido. Olha aonde a coisa está chegando…
    ¨Eu queria matar a presidenta: depoimentos da guerra civil brasileira¨

    http://www.youtube.com/watch?v=Tj_zHrx7jcU&feature=player_embedded

    Se o nobre representante desses flagelados injustiçadas continuar nessa toada, vamos sim achar que há algo politico no sentido mais asqueroso da palavra por de traz das ações palatáveis da representação do nobre advogado.

    Vou parar por aqui, do contrário posso me arrepender e falar o que não devo. Mas cada dia que passa estou chegando a conclusão que havia uma grande casca de banana para Dilma pisar.

    • Ana
      Acompanho os seu comentários em vários blogs e sou admiradora dos seus comentários.
      O jonalista Fernando Brito do blog do Brizola Neto “tijolaço”, levantou essa hipótese no dia 27/01. Com a matéria: Dilma, Pinheiro Machado, Vargas e o Pinheirinho. deixando bem claro que o PSDB, somente quer deixar cascas de bananas para a Dilma. Mas é doloroso ver a Presidenta tão sem poder agir!!!! Acompanho essa pendenga. Sei q havia acordo, q o GF tentava uma soluçao,. O que ficou foi essa barbárie. Esse povo ao desalento!
      Gde abç

  30. Tenho visto e lido muito sobre os acontecimentos inacreditáveis ocorridos com o povo do Pinheirinho, minha indignação é tanta que não tenho nem animo para escrever sobre esse desatino, mas vou desabafar um pouco.

    O que o governo tucano de São Paulo, do católico (!!!) e religioso Geraldo Alckmin fêz no Pinheirinho, com certeza será um divisor de águas na politica brasileira.

    O que será que Deus está pensando da atitude do poderoso governador tucano de São Paulo contra os humildes, os pobres, crianças, mulheres, idosos e doentes, mandando retirá-los a cassetete e bombas de suas casas, depois destruindo suas moradas, espancando-os e jogando-os em verdadeiros depósitos de seres humanos ?

    O governador Alckmin para tentar se eximir da repercussão política negativa de seu ato brutal e injustificável, escondeu-se atrás do Tribunal de Justiça de São Paulo,como se este Estado não tivesse poder Executivo, se ele quisesse, nada disso teria acontecido, Alckmin é a autoridade máxima do Estado e vai responder pelas consequências jurídicas e políticas da ação da polícia militar.

    Essa ação demoniaca ( porque tanta maldade gratuita contra seres humanos indefesos só pode ser inspiração do mal absoluto) dos governos Estadual e Municipal de São José dos Campos nunca será esquecida, está registrada ao vivo e a cores o quanto o ser humano pode ser mau, insensível, violento e canalha contra seus semelhantes, pior que isso só o ocorrido nos campos de concentração nazistas na década de 40.

    Não tem perdão, o PSDB vai levar até o fim da sua existência essa mancha na sua história por causa dessa demonstração de malignidade sem sentido que praticaram, essa ação tresloucada vai ser o epitáfio desse partido que odeia o povo pobre do Brasil.

    Tem que denunciar esse governo tucano e esses atos violentos, ilegais e reacionário contra os direitos humanos para a Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA, na ONU, no Human Rigths, no mundo todo.

  31. Eduardo,
    Acabo de chegar da casa de uma pessoa que, com um grupo, está recolhendo doações para serem levadas para Pinheirinho e para serem entregues diretamente para as pessoas que estão confinadas em abrigos da Prefeitura, onde falta água para tomar banho, falta sabonete, escovas de dente, toalhas de banho, roupas íntimas para serem trocadas, fraldas descartáveis para crianças e fraldas geriátricas para idosos, mamadeiras, enfim, falta o básico e o necessário. A situação é desesperadora. Há denúncias de que estão querendo tirar as crianças de seus pais para serem entregues ao conselho tutelar, com a desculpa de que os pais “não têm condição de cuidar das crianças”. Isso que estamos vendo debaixo do nosso nariz é uma situação de desrespeito absoluto. Pessoas estão sendo tratadas em condições de refugiados de guerra. Estou dizendo aqui não o que ouvi na mídia ou nas redes sociais, mas com base em relatos que acabei de ouvir pessoalmente de pessoas que estão indo a Pinheirinho e registrando tudo. A situação é bem pior do que eu pensava. Há mais de mil pessoas num só abrigo, em condições degradantes, amedrontadas, como reféns, com medo de serem separadas dos membros de suas famílias, principalmente de suas crianças. Pessoas que estão sendo, inclusive, impedidas de deixar o local. Tudo isso que está acontecendo não é nem em tempo de guerra nem em tempo de ditadura. Dói.

  32. pedimos a presidenta dilma roussef que pelo amor de deus faça uma visita a estes abrigos va ver de perto a situaçao absurda e cruel que esta vivendo nossos irmaos em sao jose dos campos nao va presidenta avisar quando vai nao se nao eles sao capases de mandar caviar para as pessoas que estao passando fome e agua mineral pode ter certesa disto chegue la de mansinho como eles fiseram com os pobres coitados chegaram de madrugada eu acredito que as pessoas devem ter acordados asustados com voos rasantes dos elicopteros e os policiais de pe avançando dando casetada no povo asustado para eles poder diserem que eles reagiram so asim com certesa a senhora vai ver os verdadeiros campos de concentraçao neonazista de sao paulo criado pelo governador e seus tucaneiros a senhora tem o poder nas maos de decretar estado de calamidade publica e decretar a quela area seja usadas pra fins de interese social e que o governador de sao paulo seja obrigado junto com o prefeito de sao jose dos campos paguem hotel para estas pessoas asim como aconteceu no afundamento do metro na regiao da sao bento o ser humanos tem quer ser tratado por igualdade de direito segundo a constituçao federal e estadual os direitos sao iguais e se o governador e o culpado junto com o judiciario de sao paulo ele tem que arcar com as consequencias e se realmente estao tentando tirar os filhos das familias que o governador desabrigou ele esta comentendo outro crime gravisimo ele e o culpado de separar esta familia e entregalos a miserabilidade total e lamentavel tudo isto mais de uma coisa temos certesa nao vamos nos calar ou deixar de denuciar atraves dos blogs de eduardo e outros que aparecerem queira ou nao queira quasquer que seja a impresa amiga dos tucaneiros. jose pinto paulista pe indignado ate a alma por calsa desta coja maldita.

  33. Tô com o Malkmim,com o PSDB,com os DEMOS,com a nossa elite paulista: São Paulo não é prá preto,pobre e puta,eles tem é que voltarem pró Nordeste.

  34. Obs: me esqueci de dizer que em São Paulo,pra prefeiro voto com oa candidatos da nossa elite cheiro$a: PSDB-DEM-FHC-Cerra.

  35. É estarrecedor! A entrevista com o advogado dos flagelados confirma algo que já coloquei anteriormente : deve-se mobilizar a Sociedade civil para garantir a punição dos culpados, a responsabilização penal também daqueles que tentam protegê-los com mentiras vis(ou seja, a mídia conservadora os lacaios que a servem), como também o retorno daquelas pessoas às suas residências em condições dignas, que passam pela reconstrução das moradias e pelo estabelecimento de uma infra-estrutura adequada em Pinheirinho.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.