A ‘Disneylandia’ do filho de FHC

Post publicado, originalmente, em 31 de julho de 2011 às 12:57

Este post foi publicado em 31 de julho deste ano e fez uma denúncia que hoje, 14 de novembro, vem à tona no jornal Folha de São Paulo, mas só após o governo ter aberto investigação sobre a esquisita sociedade do filho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Paulo Henrique Cardoso, com o grupo Disney.

Abaixo, a matéria que saiu hoje na Folha e, em seguida, o post que este blog publicou em 31 de julho e que foi a primeira matéria jornalística a fazer a denúncia.

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

Governo apura sociedade de filho de FHC na rádio Disney

14 de novembro de 2011

Ministro diz ter recebido informação de que grupo dos EUA comanda emissora
Paulo Henrique Cardoso não quis comentar o assunto, e o grupo americano afirma que o responsável é brasileiro

ELVIRA LOBATO
DO RIO

O Ministério das Comunicações investiga se o grupo americano Disney ABC -um dos maiores conglomerados de entretenimento do mundo- controla ilegalmente a rádio Itapema FM, de São Paulo, que usa o nome fantasia de “Rádio Disney”.

A emissora pertence a Paulo Henrique Cardoso, filho do ex-presidente da República Fernando Henrique Cardoso, em sociedade com a Disney. Oficialmente, Paulo tem 71% da emissora, e a Disney estaria dentro do limite de 30% de participação estrangeira permitido pela Constituição.

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, disse que o envolvimento do filho do ex-presidente não influenciou na investigação.

Procurado pela Folha, Paulo Henrique não quis dar entrevista, e delegou à Disney esclarecer sobre a gestão. O grupo disse que o comando da emissora é nacional.

Fundada em 1923, a Disney é dona da rede de TV aberta dos EUA ABC, de 72 estações de rádio, além de estúdios, gravadoras, produtoras, parques e canais pagos.

Pela legislação brasileira, o controle do capital das rádios tem de ser nacional, e a programação tem de ser comandada por brasileiros.

O ministério quer apurar se americanos têm ingerência sobre programação e operação da emissora, que funciona no prédio da Disney, e não no local informado à pasta.

A programação inclui música pop jovem, como Luan Santana e Justin Bieber.

Dois executivos da Disney no Brasil -o diretor financeiro Richard Javier Leon, americano, e o diretor-geral Miguel Angel Vives Vives, mexicano- têm procuração para autorizar empréstimos, emitir cheques e vender bens da emissora, o que denotaria poder de gestão.

Segundo Bernardo, procurações semelhantes têm sido usadas como artifício para transferir a gestão de emissoras a empresas ou pessoas que não podem ou não querem aparecer como controladoras. Ele disse que levará o caso ao Ministério Público.

Até 2007, a Rádio Itapema foi de Orestes Quércia (governador de SP morto em 2010), que ganhou a concessão no governo Sarney (1985-1990).

Ele negociou a emissora com o grupo RBS, que revendeu 71% à Rádio Holding e 29% à Walt Disney Company (Brasil). Paulo Henrique tem 99% da Rádio Holding. O 1% restante é do grupo Disney.

—–

Post publicado neste blog em 31 de julho de 2011

A perseguição da mídia a Lula e à sua família não terminou depois que ele deixou o poder. Desde a semana seguinte à posse de Dilma Rousseff, em janeiro, que os ataques ao ex-presidente miram todo e qualquer aspecto de sua vida particular – desde os valores que cobra para dar conferências (como faz seu antecessor Fernando Henrique Cardoso desde que deixou o poder) até as atividades privadas de seus familiares.

Essa perseguição obstinada, irrefreável e interminável acaba de ganhar mais um capítulo. Neste domingo, o jornal Folha de São Paulo expõe uma neta do ex-presidente-operário, Bia Lula, de 16 anos, que integra o elenco de uma peça de teatro que recebeu financiamento de 300 mil reais da operadora de telefonia OI. A matéria insinua que o financiamento só ocorreu devido à influência de Lula.

Este post, porém, não pretende questionar a função fiscalizadora da imprensa nas democracias e, sim, a seletividade nessa fiscalização. Não é ruim que a imprensa fiscalize a vida privada dos políticos desde que não faça isso em benefício de outros políticos, tornando-se partícipe do jogo político-partidário, o que lhe retira a credibilidade, razão pela qual esses conglomerados de mídia negam até a morte que têm qualquer preferência política.

Mas o que explica, então, que as atividades privadas dos filhos de um ex-presidente de determinado partido sejam devassadas dessa forma – não poupando nem uma garota de 16 anos ao lhe reproduzir a foto em uma matéria em que, ao fim e ao cabo, chama seu avô de ladrão (nas entrelinhas) – enquanto não acontece o mesmo com os negócios para lá de esquisitos do filho de FHC Paulo Henrique Cardoso, por exemplo?

Fico imaginando o que teria acontecido se Lula tivesse feito em relação ao seu filho o que fez o antecessor em relação ao dele, enquanto ambos  governavam…

Em 1996, Paulo Henrique Cardoso era casado com a filha do dono do Banco Nacional, cuja falência foi evitada por medida provisória editada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso. Aquela medida tornou possível a venda de parte boa do Banco Nacional para o Unibanco. A parte podre — de seis bilhões de dólares — ficou para o governo pagar. Este blogueiro se cansou de ler editoriais do Estadão defendendo a negociata.

Em 2000, dois anos antes de deixar o poder, FHC autorizou financiamento do seu governo à empresa do próprio filho, Paulo Henrique Cardoso, para montar o pavilhão brasileiro na Expo 2000 na Alemanha, na cidade de Hannover. Foram doados pelo governo federal, então, 14 milhões de reais. O Tribunal de Contas da União e o Ministério Público Federal chiaram, inclusive. A imprensa, porém, deu algumas raras reportagens sobre o caso e nunca mais tocou no assunto, sobretudo depois que FHC deixou o poder.

A boa e velha hipocrisia da mídia dirá que tudo isso aconteceu faz tempo e tentará convencer os incautos de que naquela época foi feito um barulho sequer parecido com o que se faz hoje sob meras especulações e não sob fatos concretos como aqueles que pesavam sobre o filho do ex-presidente tucano. Contra Fábio Luís Lula da Silva, por exemplo, afirmam que financiamento da OI à empresa dele seria escandaloso. Mas alguém viu algum jornalista chamar de escandalosos os fatos sobre o filho de FHC?

E o pior é que PHC continua se metendo em negócios estranhos, para dizer o mínimo. A mídia deveria ter curiosidade sobre seus negócios porque seu pai é o líder máximo do maior partido de oposição, partido que controla governos estaduais poderosos como os de São Paulo (o mais rico do país) e Minas Gerais, sem falar da ascendência do ex-presidente sobre a grande mídia, o que faz dele político a ser agradado por empresas privadas.

Veja só, leitor, o negócio fechado no fim do ano passado pelo filho de um dos políticos mais poderosos e influentes do Brasil, um negócio sobre o qual a grande mídia não especulou nada, não quis saber nada e não publicou nada. Em 29 de novembro do ano passado a Rádio Disney estreou oficialmente no Brasil na frequência FM 91,3 MHz de São Paulo. A emissora foi negociada no começo do ano, quando a Walt Disney Company se uniu à Rádio Holding Ltda. e comprou a concessão. A Holding pertence a Paulo Henrique Cardoso, filho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, e detém 71% do negócio.

Walt Disney Company é um dos maiores grupos de mídia dos Estados Unidos e esse será o seu maior investimento no Brasil. Teve que se associar minoritariamente ao filho de FHC porque a legislação brasileira não permite que empresas estrangeiras controlem veículos de comunicação. Por isso precisa de um brasileiro…

O filho de Lula, dito “Lulinha” pela mídia, recebeu acusações explícitas e incessantes por receber financiamento de uma grande empresa. Por que foi diferente com o filho de FHC? O caso deles é bastante parecido, ora. Ambos têm sócios poderosos em empresas de comunicação – “Lulinha” produz conteúdo para uma televisão UHF e Paulo Henrique é sócio de um tubarão internacional numa rádio.

É injusto dizer que há irregularidades nesses negócios de familiares dos ex-presidentes. Para expor as famílias da forma como a Folha fez com a neta de Lula, deveria haver mais do que especulações. Tanto para a família do ex-presidente petista quanto para a do tucano. Os valores que eles cobram pelas palestras, idem. Mas se a mídia quer investigar, que faça com todos os políticos e não só com aqueles dos quais não gosta.

Tags: , , , , ,

203 Comentário

  1. Cadê os “colunistas” adestrados? Cadê os trolss retardados deste espaço? Cadê os “ex-tucanos” arrependidos? Cadê os moralistas de plantão? Cadê os fascistas debiloides de meia tigela? É muita hipocrisia, muito cinismo, muita sordidez, muita canalhice, muita desonestidade! Nas matérias contra os familiares de Lula(o filho principalmente, mas até a neta, uma criança)a divulgação é incessante, a acusação é peremptória, a condenação é sumária, o ódio é contundente, a certeza é indiscutível. Já quando se refere a “Fernandinho”( o tal PHC), depois de censurarem por meses o assunto, os lacaios dos coronéis eletrônicos são de uma “polidez”, uma “civilidade”, um “equiliíbrio”, um “profissionalismo”, uma “isenção” de causar náuseas. Os fatos são sempre analisados no condional, o texto não faz acusações, os envolvidos são tratados com reverência, as especulações são banidas, o respeito é evidenciado. Em suma, com o pretexto de “divulgar” ao canto de alguma página, a mídia acaba por absolver peremptoriamente o rebentinho de FHC, consequentemente seu papai e toda a direita brasileira. Questões como essas devem ser levantadas incessantemente pelas forças progressistas; exemplos como o de “Fernandinho” não faltam para desnudar a cara-de-pau e a desfaçatez dos barões da comunicação, de seus “jornalistas” amestrados e da direita “moralista”; e sua divulgação à Sociedade, dentro de um projeto de conscientização dos brasileiros sobre a urgência em democratizar-se as comunicações no país, darão ainda maior peso a essa questão para que a população enxergue o quanto é indispensável para a construção da Democracia, que só poderá ocorrer quando os brasileiros não mais admitam que ninguém tente controlá-los através da imposição da desinformação.

    • Bocejjooooooooo….

      • (Ex-Campineiro e Eterno Imbecil , Retardado e Demente) : Sabe por que você boceja(ou seja, não tem resposta para o que eu digo)??????? PORQUE VOCÊ FOI DESMORALIZADO, SEU TROLL DE MERDA, FOI PEGO NA MENTIRA AO VER O QUANTO O FILHO DO “LÍDER” DOS QUE TE PAGAM É LADRÃO(COM ACUSAÇÕES GRAVÍSSIMAS, RESPALDADAS POR PROVAS E NÃO PELAS MENTIRAS INFUNDADAS E FANTASIOSAS COM QUE TENTAM DAR UM GOLPE NO GOVERNO DILMA)E NÃO TEM O QUE DIZER. ALEGUE ALGUMA COISA, PALHAÇO, DIANTE DO FATO DE QUE O FILHO DO TEU DONO COMETEU UM CRIME, ASSOCIANDO-SE A UM GRUPO ESTRANGEIRO DE MÍDIA, USANDO O 171 MAIS MANJADO DO MUNDO PARA ESCONDÊ-LO(PASSAR PROCURAÇÕES DANDO PODERES DE REPRESENTATIVIDADE AOS VERDAEIROS CONTROLADORES DA EMPRESA). Você é tão medíocrel, tão desprezível, tão repugnante, tão louco, tão asqueroso que, se já não bastasse esconder-se atrás de um apelido patético, ainda não tem ao menos o pudor de ser desmoralizado em rede mundial para defender quem nem sequer sabe que você existe, te despreza, e te pisaria se encontrasse na rua. Você é um nada, digno de riso ou de pena.

        • Parabéns, parabéns, parabéns Carlos Henrique, no trato com a direitalha, o tom é esse mesmo. Ótimo! otimo! ótimo.

        • Gostaria apenas de manifestar que nem todos campineiros são imbecis, mas aqueles que o são, se superam.

    • Post do Edu perfeito e comentário preciso, no ponto… Parabéns aos dois…

      • Maurício : Obrigado pelo elogio! Precisamos nos unir sempre na luta contra esses fascistas, que ainda lançam seus animais de estimação para nos atacar, como o idiota que me criticou, para quem já enviei uma adequada resposta, que espero ver publicada. Um abraço!

  2. Com certeza todos os colonistas, comentaristas, articulistas e assemelhados da “grande imprensa” vão sair em defesa do nobre e divino filho do Príncipe dos Sociólogos !!! Portanto, nada mais precisa ser noticiado, comentado, explicado e jamais, jamais ser investigado !!!

  3. O Ladrão quando efetua um roubo, logo mais na frente tem que mostrar o dinheiro, e suas virtudes em efetuar aquele roubo, não seria diferente com essa turma, logo-logo nessa vida contemporânea vai aparecer mais coisas, porque eles estão fora do poder a 9 anos, e eu tenho certeza o padrão de vida é altíssimo, então tem que ser justificado, é a volta do dinheiro que foi lá para os paraísos fiscais, que esta retornando.

  4. Fico tentando dimensionar o desespero da direitalha capitaneada por FHC et caterva, mas sei que estou a anos luz de distância. Outro dia, num desses valhacoutos do PDSB, o Instituto Teotônio Vilela, o FHC falou que eles, do PSDB, teriam que ter a capacidade de reinventar o futuro, REINVENTAR O FUTURO?!?!?!?!?. Já havia falado tambem: precisamos fazer alguma coisa! senão, só vai dar PT, PT, PT, tão logo foi oficializada a vitória de Dilma. Não consegui pensar em outra coisa que não fosse um golpe. Ora, para quem já botou urutús em cima de petroleiros em greve, isso seria moleza. O pressuposto disso, é que eles, pelo voto, não voltarão ao poder nem no curto nem no médio e nem no longo prazo. Faltam-lhes, a matéria prima indispensável, o candidato. Não é de graça que o cínico FHC, tem desfilado na passarela nos últimos meses desde que percebeu que nem o Aécio vai dar no couro, e, digo eu: ele, FHC, tampouco, pois não tem voto que possa encher um penico. Portanto, a tese do golpe é a mais provável, visto que, já está na praça um recorrente mecanismo golpista que é a marcha contra e corrupção, com a participação, inclusive, da TFP light que é a maçonaria, PHDs em trafico de influência, desde que o Brasil foi descoberto.

    • Muito interessante essa expressão “reinventar o futuro”.

      Ora, pra que seria necessário reinventá-lo, pra começo de conversa? É pq o futuro que ora está prometido é bom e desejável para o povo, mas não é um futuro com o qual eles do PSDB possam se comprometer, já que nunca quiseram o melhor para o povo – isso, pra eles, é “populismo”, afinal.

      Além disso, esse futuro já tem dono.

      E qual era o futuro prometido pelos tucanos? O de migalhas caindo das elites enriquecidas em direção ao povo massacrado e sacrificado em prol da riqueza daquela.

      E não estou exagerando. Era EXATAMENTE ISSO que os tucanos – e a direita em geral, diga-se – sempre pregaram: quanto mais ricos os ricos forem, mais migalhas os pobres receberão, até que, um dia, com muita sorte, esforço e falta de escrúpulos, alguns deles tornem-se ricos e possam finalmente gozar desses privilégios que hoje sustentam e que serão sustentados por outrem.

      A direita promete a todos a remota possibilidade de serem ricos amanhã, e pedem em troca “apenas” que aceitem e sustentem os privilégios das elites hoje.

      Sempre foi esse o “futuro” prometido pela direita. Agora que o povo percebeu que não precisa ser assim, e que estava sendo enganado, a direita precisa de um “novo futuro” para justificar a manutenção dos privilégios. Uma promessa nova que possa ser vendida, e que seja não apenas palatável, mas desejável.

      Precisam apelar para a ganância. Se a promessa de eventuais riquezas, um dia, funcionou, o mesmo pode funcionar de novo. O que irão eles prometer aos pobres para “comprar” deles o apoio aos privilégios dos ricos? Migalhas e uma remota possibilidade de tornarem-se ricos não cola mais.

      Talvez sigam pelo caminho dos “valores”, apelando para falsos líderes religiosos e falso moralismo? Talvez uma maior quantidade de migalhas? Quem sabe?

      Vão ter que gastar muitos neurônios pra reinventar esse futuro e mais saliva ainda para convencer alguém a desejá-lo.

  5. Vcs se lembram da festa, em Porto seguro, na Bahia, em que o Paulinho foi o promotor da festa e estava responsável por um barco igual ao de Cabral, que custou os olhos da cara, e não saiu do lugar?

  6. Este é o famoso personagem de Disney, o Zé Carioca (paulista no caso, rs). É o retrato da elite trambiqueira tupiniquim que é baba-ovo do titio Sam.

  7. Santa hipocrisia, os rotos falando dos esfarrados, quer dizer que os erros do FHC justificamo os do Lula, pois, se o filho de um tem rádio o do outro tem fazendas, e assim caminha a humanidade.

    • É piada. Esse vagabundo se revolta com uma coisa que é indubitável sobre o filho de FHC, mente descaradamente sobre o filho de Lula (que não tem fazenda alguma) e ainda fala em hipocrisia

  8. Quanta babaquice,quanta perca de tempo.A que ponto chegou o BRASIL e os BRASILEIROS, ficar discutindo,ofendendo e sendo ofendido por quem não vale nada ou seja POLÍTICOS e seus FILHOS…SÃO TODOS LADRÕES,VERMES,ESCÓRIA. Teríamos que nos revoltar contra toda essa classe que não vale nada e não contra um monte de BOSTA defendendo um monte de merda…ACORDA BRASIL, vamos brigar e defender quem PRESTA…

  9. Baita filhinho do papai. E a outra filha do FHC que, nos EUA, recebia sem trabalhar!
    Vergonha. Velhacos. Vergonha.

Trackbacks

  1. O filho de FHC, póoooooode! | ESTADO ANARQUISTA
  2. A ‘Disneylandia’ do filho de FHC « Blog do EASON
  3. Velha mídia e seus apadrinhados. Pesos e medidas diferentes para assuntos iguais. « LIBERDADE AQUI!
  4. Não espere que o governo lute em seu lugar | Blog da Cidadania
  5. Não espere que o governo lute em seu lugar « Blog do EASON
  6. A ‘Disneylandia’ do filho de FHC « Ficha Corrida
  7. A ‘Disneylandia’ do filho de FHC « Blog do EASON
  8. A ‘Disneylandia’ do filho de FHC « Ficha Corrida
  9. Praia de Xangri-Lá » Blog Archive » A ‘Disneylandia’ do filho de FHC
  10. PHA: A estranha transição da Rede Manchete para a Rede TV! no governo FHC 2 | TV em Análise Críticas

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.