O único país governado pela mídia

Em agosto de 2007, pouco após o Supremo Tribunal Federal ter aceitado abrir o inquérito do “mensalão”, o ministro Ricardo Lewandowsky foi alvo de monitoramento pelo jornal Folha de São Paulo enquanto almoçava em um restaurante de Brasília. Ele conversava ao celular e, a poucos metros de si, uma repórter ouvia e anotava a conversa sem que o espionado percebesse.

Antes de prosseguir, há que ler, abaixo, a matéria publicada por esse jornal no penúltimo dia de agosto de 2007.

—–

FOLHA DE SÃO PAULO

30 de agosto de 2007

Lewandowski afirma que “imprensa acuou o Supremo” no julgamento do mensalão

“Todo mundo votou com a faca no pescoço”, declara o autor do único voto contra a imputação do crime de quadrilha ao petista

VERA MAGALHÃES

DO PAINEL, EM BRASÍLIA

Em conversa telefônica na noite de anteontem, o ministro Ricardo Lewandowski, do STF (Supremo Tribunal Federal), reclamou de suposta interferência da imprensa no resultado do julgamento que decidiu pela abertura de ação penal contra os 40 acusados de envolvimento no mensalão. “A imprensa acuou o Supremo”, avaliou Lewandowski para um interlocutor de nome “Marcelo”. “Todo mundo votou com a faca no pescoço.” Ainda segundo ele, “a tendência era amaciar para o Dirceu”.

Lewandowski foi o único a divergir do relator, Joaquim Barbosa, quanto à imputação do crime de formação de quadrilha para o ex-ministro da Casa Civil e deputado cassado José Dirceu, descrito na denúncia do procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, como o “chefe da organização criminosa” de 40 pessoas envolvidas de alguma forma no escândalo.

O telefonema de cerca de dez minutos, inteiramente testemunhado pela Folha, ocorreu por volta das 21h35. Lewandowski jantava, acompanhado, no recém-inaugurado Expand Wine Store by Piantella, na Asa Sul, em Brasília.

Apesar de ocupar uma mesa na parte interna do restaurante, o ministro preferiu falar ao celular caminhando pelo jardim externo, que fica na parte de trás do estabelecimento, onde existem algumas mesas -entre elas a ocupada pela repórter da Folha, a menos de cinco metros de Lewandowski.

A menção à imprensa se deve à divulgação na semana passada, pelo jornal “O Globo”, do conteúdo de trocas de mensagens instantâneas pelo computador entre ministros do STF, sobretudo de uma conversa entre o próprio Lewandowski e a colega Cármen Lúcia.

Nos diálogos, os dois partilhavam dúvidas e opiniões a respeito do julgamento, especulavam sobre o voto de colegas e aludiam a um suposto acordo envolvendo a aposentadoria do ex-ministro Sepúlveda Pertence e a nomeação -que veio a se confirmar- de Carlos Alberto Direito para seu lugar. Lewandowski chegou a relacionar o suposto acordo ao resultado do julgamento.

Ontem, na conversa de cerca de dez minutos com Marcelo, opinou que a decisão da Corte poderia ter sido diferente, não fosse a exposição dos diálogos. “Você não tenha dúvida”, repetiu em seguidas ocasiões ao longo da conversa.

O fato de os 40 denunciados pelo procurador-geral terem virado réus da ação penal e o dilatado placar a favor do recebimento da denúncia em casos como o de Dirceu e de integrantes da cúpula do PT surpreenderam advogados de defesa e o governo. Na véspera do início dos trabalhos, os ministros tinham feito uma reunião para “trocar impressões” sobre o julgamento, inédito pelo número de denunciados e pela importância política do caso.

Em seu voto divergente no caso de Dirceu, Lewandowski disse que “não ficou suficientemente comprovada” a formação de quadrilha no que diz respeito ao ex-ministro. “Está se potencializando o cargo ocupado [por Dirceu] exatamente para se imputar a ele a formação de quadrilha”, afirmou.

Enrique Ricardo Lewandowski, 58, foi o quinto ministro do STF nomeado por Lula, em fevereiro do ano passado, para o lugar de Carlos Velloso. Antes, era desembargador do Tribunal de Justiça de SP.

No geral, o ministro foi o que mais divergiu do voto de Barbosa: 12 ocasiões. Além de não acolher a denúncia contra Dirceu por formação de quadrilha, também se opôs ao enquadramento do deputado José Genoino nesse crime, no que foi acompanhado por Eros Grau.

No telefonema com Marcelo, ele deu a entender que poderia ter contrariado o relator em mais questões, não fosse a suposta pressão da mídia. Ao analisar o efeito da divulgação das conversas sobre o tribunal, disse que, para ele, não haveria maiores conseqüências: “Para mim não ficou tão mal, todo mundo sabe que eu sou independente”. Ainda assim, logo em seguida deu a entender que, não fosse a divulgação dos diálogos, poderia ter divergido do relator em outros pontos: “Não tenha dúvida. Eu estava tinindo nos cascos”.

Lewandowski fez ainda referência à nomeação de Carlos Alberto Direito, oficializada naquela manhã pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Negou ao interlocutor que fizesse parte de um grupo do STF contrário à escolha do ministro do Superior Tribunal de Justiça para a vaga de Pertence, como se depreende da conversa eletrônica entre ele e Cármen Lúcia. “Sou amigo do Direito. Todo mundo sabia que ele era o próximo. Tinha uma campanha aberta para ele.”

Ainda em tom queixoso, gesticulando muito e passando várias vezes a mão livre pela vasta cabeleira branca enquanto falava ao celular, Lewandowski disse que a prática de trocar mensagens pelos computadores é corriqueira entre os ministros durante as sessões. “Todo mundo faz isso. Todo mundo brinca.”

Já prestes a encerrar a conversa, o ministro, que ainda trajava o terno azul acinzentado e a gravata amarela usados horas antes, no último dia de sessão do mensalão, procurou resignar-se com a exposição inesperada e com o resultado do julgamento. “Paciência”, disse, várias vezes. E ainda filosofou: “Acidentes acontecem. Eu poderia estar naquele avião da TAM”.

Além dos trechos claramente identificados pela reportagem, a conversa teve outras considerações sobre o julgamento, cuja íntegra não pôde ser depreendida, uma vez que Lewandowski caminhou para um lado e para outro durante o telefonema.

Logo após desligar, ao voltar para o salão principal do restaurante, Lewandowski se deteve para cumprimentar um dos proprietários, o advogado Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, figura muito conhecida em Brasília e amigo de vários advogados e políticos -entre eles o próprio Dirceu, citado na conversa.

Lewandowski ficou pouco mais de uma hora no restaurante. A Expand Wine Store by Piantella é um misto de loja de vinhos, restaurante e bar localizada na quadra 403 Sul, no Plano Piloto. Pertence ao mesmo grupo de proprietários do Piantella, o mais tradicional restaurante da capital federal, ponto de encontro de políticos.

Só depois da conversa com Marcelo é que Lewandowski sentou-se e fez os pedidos: uma garrafa de vinho argentino Santa Júlia, R$ 49 segundo o cardápio, uma porção mista de queijos e outra de presunto, cada uma ao preço de R$ 35. No telão localizado às costas do ministro, eram exibidos DVDs musicais -um show do grupo Simply Red e uma apresentação da cantora Ana Carolina.

—–

Como se vê, não é de hoje que se enxerga o poder único no mundo que tem a mídia brasileira. Um poder que não existe igual em nenhum outro país que se consiga lembrar e que mantenha sob seu tacão o Executivo, o Legislativo e o Judiciário. Claro que a mídia é poderosa em toda parte, mas, no Brasil, ninguém ousa desafiá-la de frente.

Ontem, por exemplo, o portal do jornal O Estado de São Paulo publicou matéria em que relata que “O governo ficou surpreso com a rapidez com a qual o STF abriu inquérito para investigar denúncias de envolvimento do ministro [do Esporte, Orlando Silva] em esquemas de corrupção no Esporte”, apesar de que quem instou o procurador-geral da República a provocar o Supremo foi o próprio ministro, de quem a mídia anunciou a demissão ao fim da manhã desta quarta-feira.

Faca e pescoço voltam a se encontrar.

Olhemos ao redor de nós, aqui nas Américas. Em que país a mídia demite ministros por capricho ou “hierarquiza” o debate público, por exemplo, sem qualquer oposição? Há tantas agendas que é impossível inserir no debate público por a mídia não querer que sejam discutidas que mal dá para contar. A mais cara aos leitores desta página, aliás, é a do marco regulatório das comunicações, que jamais foi discutido com seriedade e profundidade.

O procurador-geral da República e o Supremo Tribunal Federal trataram de investir contra o ministro Orlando Silva com uma rapidez incompatível com os indícios contra si. Mesmo que seja absolvido, materializou-se uma situação de absoluta inviabilidade para qualquer ministro deste governo exercer o cargo, pois qualquer irregularidade em sua pasta provocará o processo a que, como em 2007, o país está assistindo outra vez.

Claro que dirão que o ministro só caiu porque há fortes suspeitas de irregularidades em sua pasta, mas o que não será dito é que nenhuma administração pública, no Brasil, pode dizer que não tem contra si ao menos denúncias e indícios iguais e, no entanto, só o que vem à baila com intensidade são denúncias e escândalos contra governos do PT. Apesar disso, ainda há vida no lado “errado”.

Na próxima quinta-feira, por exemplo, em um esforço desesperado de setores da sociedade para evitar que o país sucumba de vez diante da censura e da ditadura midiáticas haverá um ato público diante da Assembléia Legislativa de São Paulo para exigir que aquela Casa instaure Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar denúncia de venda de emendas que afeta diretamente o governo Geraldo Alckmin e o PSDB.

Abaixo, o anúncio de manifestação à qual este blogueiro comparecerá.

Apesar de a esquerda mostrar que parte dela não se rende à seletividade ética da mídia, que passou a minimizar ou a esconder como pode escândalos envolvendo seus aliados enquanto carnavaliza as acusações destes em relação aos seus adversários, o horizonte parece sombrio. Dilma não conseguirá governar, assim. País nenhum funciona com ministros caindo a cada dois meses, se tanto. É administrativamente inviável.

A situação sociopolítica do Brasil é inédita. Não se conhece experiência igual em qualquer outra parte. Não há um só país de relevo nas três Américas em que a mídia faça e desfaça como aqui. E não é porque não tem obtido vitórias eleitorais que isso significa que ela não governa. O voto popular já foi massacrado bem mais de uma vez, neste país. O momento, pois, é de profunda reflexão. Jogar a toalha, porém, não resolverá nada.

Tags: , , , , , , ,

251 Comentário

  1. Muita gente aí está reclamando da postura de RK e PHA nesse imbróglio mas já saquei qual é a desses dois. Então pergunto: Qual a semelhança entre esses dois? respondo: ambos trabalham na RECORD.

    Quem não sabe, a TV RECORD sempre foi contra o ministro porque atribui a ele algumas manobras em conjunto com Ricardo Teixeira que favoreceram a GLOBO.

  2. Para a mídia mandar e desmandar na presidente Dilma só pode ter coisa feia escondida debaixo do tapete. Será que os amigos que perdi quando defendia a candidata Dilma, com unhas e dentes, estavam certos?
    Se assim for, acabou! Como acabou o Paulo Bernado, outro que treme quando ouve falar em poder da mídia.

    • Então temos que chamar o Franklim Martins, este conhece bem essa corja de snguessugas.
      Medroso o marido da dona Gilce, ninguém tem dúvida.

      • Apenas não se esqueça que a chefe do Bernardo será a mesma do Franklin.
        O Franklin de mãos atadas pela chefe dele será a mesma coisa que o Bernardo. Mais p(*) da vida, claro, mas o resultado final será o mesmo.
        Não acredito que o problema maior seja o ministro.

      • Fernando não é Gilse, é GLEISI

  3. Caro Eduardo
    O Brasil não é o único país governado pela midia, todos são, se não, teriamos revoluções em todos países, ela serve de escudo para as burguesias.
    Só que me muitos países elas estão também no governo, como acontece em SP, por exemplo.
    Saudações

  4. Eduardo e amigos, estou estupefato.

    conseguimos derrotar os tucanos nas urnas, mas não conseguimos nem arranhar sua maior aliada.

    A “imprensa” , a suprema mandatária deste país.

    E esta mesma vai conseguir acabar com qualquer sentimento positivo quando a Copa do Mundo Olimpiadas, e logo todas as conquistas do governo Lula serão comparadas a feitos de Paulo Maluf.

    Para que lutar por um partido que não se dá ao trabalho de lutar junto dos seus militantes.

  5. Esta Dilam é muito fraca! A partir de agora estou no movimento para derruba-la. E eu que fiz campanha para ela. Ingênuo.

  6. Sinceramente falando, Edu, estou muito frustrado, mas não se pode ganhar todas. Nós que lutamos pela democracia, pela diretas, pelo fora Collor, fora FHC, ficamos um pouquinho menores.
    Mas como diz o velho ditado de quem fez passeatas e mais passeatas: ” O povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”. Depois de muitas quedas de companheiros, vamos prosseguindo a nossa luta, sendo que todos sabemos que a cada dia representa uma batalha, e perdemos algumas e ganhamos outras.
    No final das contas tiramos a poeira dos pés e vamos pra cima, essa é nossa eterna luta e morreremos por ela!!

  7. Fosse Serra tivesse sido o eleito por mais que maior fosse o escândalo a midia se manteria cega, surda e muda, como na Era FHC e nos atuais governos tucanos
    Mundo cão

  8. Eduardo,
    Alguns pontos me chamam a atenção: 1) Como pode uma mídia que age de uma forma tão descarada, tão corrupta e tão sem-vergonha como a grande mídia deste país, uma tal que faria o Murdoch corar de vergonha por não ter tanta liberdade para proceder como estes bandidos da imagem e das rotativas, denunciar corrupção de quem quer que seja? 2) O site Amigos do Presidente Lula afirma que o ministro Orlando Silva (a quem não conheço e não julgo) foi derrubado exatamente por ser honesto e tornou-se vítima de um conflito de interesses entre Record, Globo, Teixeira, CBF, FIFA e esta maldição contra a pátria denominada Veja, uma revista que trabalha dia e noite a serviço de interesses de fora e também a favor dos bolsos de bandidos de colarinho branco de dentro do pais. Caso realmente este ex-ministro for íntegro, como diz o site acima, então a Dilma cometeu um erro fatal em não apoiar o seu ministro e você estaria coberto de razão, ela pagará um preço por isto. Se a verdade for outra e esta mídia canalha fez acordo com um bandido para derrubar mais um ministro de um governo popular e progressista, governo que em 9 anos reergueu o país que a camarilha neoliberal lançou na pocilga e, além disto, a presidenta se permitiu induzir por esta mídia canalha, então o efeito não tardará a se impor e poderá ser desastroso para todos, menos para os privatas que esfregam as mãos na esperança de logo tomar de assalto o poder.
    Enquanto isto o assalto ao patrimônio público em São Paulo promovida pelos demos-tucanos aliados da mídia atinge alturas estratosféricas. E nenhuma linha se vê nos meios de comunicação dos Marinhos, Civitas, Mesquitas e Frias contra tanta safadeza.
    O Brasil não poderia em hipótese alguma ser governado por uma junta de ditadores (tiranos que não foram eleitos e usurparam os meios de comunicação) enrustidos e atrás das cortinas, sem terem jamais que prestarem contas ao povo por toda a corrupção que praticam e mal que fazem a todos os brasileiros.

  9. NÃO SE PODE ADMITIR QUE ESSE ABSURDO CONTINUE! VAMOS AOS FATOS CONCRETOS : ESTAMOS VENDO UM MINISTRO DE ESTADO SER DERRUBADO, POR SINAL, MAIS UMA VEZ(PARECE-ME QUE A QUINTA, SEM CONTAR OS AUXILIARES “MENORES”); SEM QUE HAJA CONTRA SI QUALQUER PROVA DE CULPA(LEMBRANDO QUE, MESMO COM PROVAS, ELE TERIA DIREITO A DEFENDER-SE EM UM PROCESSO; JURÍDICO E ATÉ MESMO ADMINISTRATIVO, ONDE PODERIA DEFENDER-SE AMPLAMENTE E SÓ DEPOIS TERIA SUA CONDENAÇÃO OU ABSOLVIÇÃO DEFINIDAS); CONTUDO SEQUER EXISTEM PROVAS CONTRA ELE, ESTANDO TODAS AS “DENÚNCIAS” BASEADAS NAS PALAVRAS DE UM BANDIDO, QUE JÁ FOI PRESO E RESPONDE A PROCESSO, O QUAL É PROCESSADO EXATAMENTE POR CAUSA DE UMA DENÚNCIA QUE O MINISTRO ORLANDO SILVA REALIZOU CONTRA ELE REFERENTE ÀS IRREGULARIDADES QUE PRATICOU CONTRA O MINISTÉRIO DOS ESPORTES(O “DENUNCIANTE”, JOÃO DIAS, É PRESIDENTE DE UMA ONG QUE COMETEU IRREGULARIDADES NA EXECUÇÃO DO CONVÊNIO FIRMADO COM O MINISTÉRIO DOS ESPORTES E POR ISSO FOI DENUNCIADA, JUNTO COM SEU PRESIDENTE, POR ORLANDO SILVA, QUE ASSIM PROCURAVA TAMBÉM ROMPER O CONTRATO COM A ENTIDADE). O QUE SE PODERIA ESPERAR QUE ESSE SUJEITO DISSESSE SOBRE ORLANDO SILVA? QUE O ELOGIASSE? ENFIM, A “DENÚNCIA” É MAIS DO QUE UMA PIADA, É UM CRIME GOLPISTA, INICIADA POR UMA REVISTA IRRESPONSÁVEL, QUE JÁ DEVERIA ESTAR FECHADA, A QUAL PRATICA REITERADA E ARROGANTEMENTE CRIMES “JORNALÍSTICOS” DIVERSOS(MENTIRA, DIFAMAÇÃO, OFENSA)E RECENTEMENTE ENVEREDOU NA SEARA DOS CRIMES COMUNS, CHEGANDO AO PONTO DE INVADIR O DOMICÍLIO DE UM EX-MINISTRO E ESPIONAR INDEVIDAMENTE CIDADÃOS. ONDE VOCÊS ACHAM QUE ISSO VAI PARAR? É ÓBVIO QUE NA DERRUBADA DE DILMA(JÁ QUE ESSES CANALHAS SABEM QUE NO VOTO, NA COMPARAÇÃO DE PROJETOS, ELES NÃO CONSEGUIRÃO ELEGER NEM MAIS UM SÍNDICO). BASTA A CANALHA VEJA PEGAR AS “DECLARAÇÕES” DO PRIMEIRO PERVERTIDO, DO PRIMEIRO BANDIDO, DO PRIMEIRO SAFADO QUE SE VENDA A TROCO DE DOIS TOSTÕES, E ACEITE AFIRMAR QUALQUER DESPAUTÉRIO CONTRA A PRESIDENTA, TRANSFORMÁ-LAS EM VERDADE INDISCUTÍVEL, REVERBERÁ-LAS ATRAVÉS DAS MÚMIAS QUE APRESENTAM O JORNAL NACIONAL E PRONTO : O STF, O MESMO “PRESSIONADO” PARA ACEITAR O “INQUÉRITO ROMANESCO” DO MENSALÃO(A PRIMEIRA ACUSAÇÃO DE CORRUPÇÃO QUE APONTOU OS SUPOSTOS CORRUPTOS, MAS “ESQUECEU-SE” DOS CORRUPTORES, ENTRE OS QUAIS TODAS AS EVIDÊNCIAS APONTAM PARA DANIEL DANTAS); POIS BEM, O STF “ACEITA” QUALQUER FANTASIA(QUEM ENFRENTARIA A “FACA NO PESCOÇO DA MÍDIA, TÃO PODEROSA QUE PRATICOU ESPIONAGEM ILEGAL CONTRA UM MINISTRO DA CORTE, FOI O QUE A REPÓRTER DA FOLHA FEZ AO ESPIONAR A COVERSA PRIVADA DELE NO TELEFONE, E FICOU POR ISSO MESMO)E PRONTO : DILMA CAI, IMPLANTA-SE O “GOLPE BRANCO”; NO MELHOR ESTILO HONDURENHO; E NOSSA “DEMOCRACIA CONSENTIDA” CONTINUA AINDA MAIS CONSENTIDA. NÃO DÁ, VOLTO A REPETIR, NÃO DÁ PARA CONTINUAR DESSE JEITO! NÃO ESTAREMOS REAGINDO A ISSO POR DILMA ROUSSEFF, POR ORLANDO SILVA, PELO PT, POR PALLOCCI OU PELO PC DO B : ESTAREMOS REAGINDO EM NOME DO BRASIL, DO NOSSO FUTURO, DE NOSSAS VIDAS, DA DEMOCRACIA, DO PAÍS QUE QUEREMOS TER. NÃO DÁ MAIS PARA ACEITAR QUE UM BANDO DE SAFADOS NÃO ELEITOS FAÇAM O QUE QUEREM. NÃO DÁ PARA ACEITAR QUE OS DEGENERADOS QUE OS SERVEM FIQUEM RELINCHANDO MENTIRAS, PRECONCEITOS E SIMPLIFICAÇÕES NA MENTE DA POPULAÇÃO. OFENDENDO, CALUNIANDO E AINDA PREGANDO A CENSURA DOS QUE NÃO ACEITAM SUA HIPOCRISIA. NÃO DÁ PARA ADMITIR QUE UM CIDADÃO, POR SER DE UM GOVERNO TRABALHISTA, SEJA ACUSADO SEM PROVAS E ESSES SAFADOS FINJAM ESQUECER DESSA “CIRCUNSTÂNCIA”(QUE É A ESSÊNCIA A SEPARAR A ACUSAÇÃO JUSTA DO DELÍRIO AUTORITÁRIO). NÃO DÁ PARA ACEITAR A SITUAÇÃO DE UM GOVERNO, NÃO APENAS DO STF, QUE FUNCIONA COM A “FACA NO PESCOÇO” : NÃO PODERÁ AVANÇAR; SEQUER INCOMODAR OU MESMO IRRITAR; A OLIGARQUIA MIDIÁTICA, COMPOSTA POR 13 FAMÍLAIS E OS 0,5% DA POPULAÇÃO QUE COMPÕEM A CLASSE DOMINANTE, POIS SE O FIZER SERÁ “CHICOTEADO” POR NOSSOS SENHORES DE ENGENHO, QUE O DERRUBARÃO COM A PRIMEITRA MENTIRA, RELINCHADA PELO PRIMEIRO VERME QUE PASSAR PELA FRENTE(LEMBRANDO QUE QUALQUER UM TEM UM DESAFETO, UM EX-EMPREGADO OU SIMPLESMENTE ALGUÉM QUE NÃO VÁ COM A SUA CARA QUE ADORARIA FERRÁ-LO); A QUAL VIRARÁ VERDADE INDUISCUTÍVEL IMEDIATAMENTE(DISPENSANDO PROVAS, PROCESSO LEGAL, PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA)E CONDENARÁ SUMARIAMENTE UM GOVERNO ELEITO PELA MAIORIA ESMAGADORA DOS BRASILEIROS. CHEGA DISSO! CHEGA DE VER UM LADO CONDENADO, CULPADO DESDE SEMPRE PELA MÍDIA, ENQUANTO OS CRIMES COMETIDOS PELOS CONSERVADORES SEQUER SÃO DIVULGADOS. CHEGA DE VER MINISTROS DERRUBADOS PELOS DELÍRIOS SEM FUNDAMENTAÇÃO DE QUALQUER PILANTRA, REVERBERADOS PELOS CRIMINOSOS MIDIÁTICOS, ENQUANTO OS ROUBOS DOS GOVERNOS DE SÃO PAULO, MINAS GERAIS, ALAGOAS, PARANÁ E AS PRIVATIZAÇÕES DE FHC(CHEIAS DE PROVAS SOBRE SUAS IRREGULARIDADES)SEQUER SÃO COMENTADAS! SEM CONTAR OS CRIMES MONSTRUOSOS DA DITADURA, QUE CONTINUAM PROTEGIDOS POR UMA “LEI” ILEGAL, QUE CONTRARIA OS PRINCÍPIO DE DIREITOS HUMANOS AOS QUAIS O BARSIL ADERIU! CHEGA DE VER UM PRESIDENTA ACUADA, FRACA, CONCILIADORA, COVARDE, FRAGILIZADA, RESPALDAR ABSURDOS QUE ELA SABE MUITO BEM QUE SÃO ABSURDOS : NÃO INTERESSA SE EXISTEM IRREGULARIDADES EM CONVÊNIOS DO MINISTÉRIO(TODO ÓRGÃO PÚBLICO TERÁ PROBLEMAS SEMELHANTES, BASTA PROCURAR, É IMPOSSÍVEL NÃO TÊ-LOS). O QUE INTERESSA É QUE ESSES PROBLEMAS SEJAM SEMPRE INVESTIGADOS E SÓ DEPOIS DA INVESTIGAÇÃO APONTE-SE OS CULPADOS. UM MINISTRO NÃO É APRIORISTICAMENTE RESPONSÁVEL POR SUPOSTAS IRREGULARIDADES ENCONTRADAS EM SEU MINISTÉRIO : TEM-SE QUE ENCONTRAR PROVAS CONTRA ELE, OU CONTRA QUALQUER UM QUE VENHA A SER RESPONSABILIZADO. A GIGANTESCA MÁQUINA DE UM MINISTÉRIO, DE UMA EMPRESA OU ENTIDADE TORNA IMPOSSÍVEL QUE SEU ADMINISTRADOR PRINCIPAL CONTROLE TUDO, ELE DELEGA PODERES, PORTANTO PRECISA-SE ENCONTRAR PROVAS ANTES DE APONTAR CULPADOS. CONDENAR ORLANDO SILVA POR EXISTIREM SUPOSTAS , POSSÍVEIS IRREGULARIDADES EM SEU MINISTÉRIO, CULPANDO-O PREVIAMENTE, É COMO DEMITIR O PRESIDENTE DO ÓRGÃO DE TRÂNSITO DE UMA CIDADE POR CAUSA DA PROPINA QUE UMA GUARDA RECEBEU DE UM MOTORISTA. SERIA PATÉTICO, SE NÃO FÔSSE CRIMINOSO! TEMOS QUE AGIR AGORA(NÃO AMANHÃ : AGORA!) ESSA PASSEATA QUE VOCÊ RELATA SERÁ UM BOM COMEÇO, MAS NÃO DEVE ATER-SE APENAS À IMPORTANTÍSSIMA DENÚNCIA DO MENSALÃO TUCANO NA ASSEMBLEIA DE SÃO PAULO, DEVE GRITAR PARA TODOS SOBRE O PARTIDARISMO DA MÍDIA; QUE CENSURA DENÚNCIAS CONTRA O PSDB E CONDENA PREVIAMENTE O PT BASEANDO-SE EM QUALQUER FANTSIA LEVANTADA CONTRA O PARTIDO). DEVE TAMBÉM AFIRMAR CATEGORICAMENTE QUE ESSA PRÁTICA ESTÁ INSERIDA NUMA ESTRATÉGIA GOLPISTA MAIOR, QUE PRETENDE DERRUBAR A PRESIDENTA DILMA E REIMPLANTAR, VIA “GOLPE BRANCO”, UM GOVERNO CONSERVADOR, JÁ QUE A DIREITA SABE QUE PELAS URNAS NÃO VOLTARÁ NUNCA AO PODER. E FINALMENTE DEVE APELAR PARA OS BRASILEIROS REAGIREM IMEDIATAMENTE CONTRA ESSE PLANO GOLPISTA, ANTES QUE SEJA TARDE, REAÇÃO QUE PASSA PELA MAIS QUE IMPRESCINDÍVEL DEMOCRATIZAÇÃO DAS COMUNICAÇÕES.

  10. Gostaria de entender o porquê de um partido (Lula/Dilma), que venceu as últimas 3 eleições CONTRA A GRANDE MÍDIA, detém a MAIORIA NO CONGRESSO e GRANDE APROVAÇÃO POPULAR, precisa se ajoelhar a essa gang. Decepção!

    Ley de Medios não basta. Tem é que acionar a polícia.

  11. Esse por acaso foi o presente de aniversário antecipado de Dilma para o nosso Lula que faz ano amanhã?

  12. Aliás, e o caso Erenice Guerra? Não sei por que sumiu da imprensa logo depois das eleições?

    Brincadeira, eu sei sim. Todos sabemos.

  13. A Dilma esta no governo desde 2002 e conhecia todo esse pessoal. A responsabilidade pelas nomeacoes so podem ser atribuidas a ela. O governo ja inicia o seu ocaso. Azar o nosso!!!!!! Viva o PIG!!!!!!!

  14. Eu to atônito. A Dilma , ou quem a está assessorando, não enfrenta nada, só se preserva. E faz mesuras pra elementos da oposição, tipo jantar pro FH. Acho que devemos virar as costas pra essa senhora. Na hora da eleição, os seguidores do FH votarão nela!!!!! Mas temos tb que acertar outras contas: Carta Capital(não assino mais), bombardear o Ricardo kotscho, PHA, e, caso o Aldo seja premiado( já que não se elegeu pro TCU), bater pesado.

    • Viaja não meu filho, é por ser dividida que a esquerda sempre perde.
      Somos intolerantes , não aceitamos divergencias , e isso só nos desune e nos mantem fraco..
      Não vamos seguir o exemplo do PSOL, temos que marchar unidos…

  15. O golpe já foi estabelecido, lutemos, pois, contra, se ainda tivermos forças.

  16. Caro Eduardo
    Acho muito importante ouvir e divulgar o que o ex-Ministro Orlando Silva falou em entrevista coletiva à imprensa logo após deixar a reunião com a Presidenta Dilma Rousseff, onde foi entegar seu pedido de demissão:
    http://www.youtube.com/watch?v=9CdsUaeXEJI
    Como fica claro a decisão de afastar-se do Governo, foi uma decisão pessoal do Ministro que considera que dessa forma poderá defender melhor a sua honra e colaborar com o Governo, defendendo o que foi feito nos cinco anos em que esteve à frente do Ministério.
    Belíssima entrevista do Ministro, que mostra bem que para ele nada acabou. A vida continua e ele quer defender a sua honra.
    Não vamos nos esquecer que ele é considerado um brilhante advogado, e sendo de origem pobre, negro e comunista desde muito jovem já deve ter sofrido inúmeras injustiças e estar bem preparado para enfrentar e superar esse momento difícil.
    Há pouco tempo ouvi uma entrevista dele no Roda Viva que muito me agradou. Aqui vai o vídeo do primeiro bloco. O interessante é que nesse bloco, Orlando Silva responde a perguntas dos jornalistas entrevistadores sobre a demissão de ministros no Governo Dilma. Mostra posição madura e equilibrada. Tudo indica que estamos diante de um experiente quadro político,com muita competência na área que coordenava:
    http://www.youtube.com/watch?v=ykO3G5OMn20
    Desejo muito boa sorte ao ex-Ministro.

  17. Eduardo, estou profundamente chateada com o governo federal. Até agora, o que percebi foi uma grande covardia. Esse governo morre de medo do PIG, morre de medo. Simples assim. O ponto nem são as demissões dos ministros, mas a falta de ação contra o poderio dessa mídia corrupta que temos no Brasil. Vou resumir o que penso:

    a) Até agora, o governo Dilma Roussef foi pautado pelo PIG.
    b) Começou com os salamaleques na festa da Folha, um jornal que emprestou carros para a ditadura militar ajudar a matar gente. Que a presidenta enviasse um representante, vá lá, mas prestigiar o Otavinho em pessoa, é demais. Quem é Folha de SP para merecer isso tudo? Um jornal com circulação cadente, isso sim.
    c) Depois, são mais salamaleques com FHC, um sujeito arrogante, que mais parece um pavão. Tratamento cordial é uma coisa, salamaleques, outra.
    d) A comunicação do governo com a sociedade é péssima, horripilante. Quem por aqui é capaz de dizer o que o governo está fazendo pelo povo? Quem são as pessoas da comunicação desse governo?
    e) O governo não fez nada, absolutamente nada, para mudar o jogo com o PIG.
    f) A banda larga… que banda larga? Cadê a banda larga?

    Resumindo, estou chateada e entendo que o governo precisa fazer algo para nos deixar melhor. Afinal de contas, estamos aqui, na blogosfera, dando duro, apoiando criticamente, mas apoiando esse governo e para quê? Não votei na presidenta para ver o PIG deitar e rolar. Estou muito insatisfeita.

  18. Caros.
    Passo mais de um mês ausente deste blog chego e vejo a fogueira ardendo. Quem acreditou na Dilma (como eu AINDA) e quem contra ela sempre esteve, estão quase se abraçando num festival macabro.
    Acho que vou voltar ao mutismo amigo em que estava.
    Antes porem dizer ao Eduardo que invejo sua postura, sua grandeza de caráter. Seus últimos posts são para grande reflexão. Parabéns Eduardo.

    • Voce vai voltar ao mutismo amigo? Diga a Dilma que mandamos um abraco pra ela lá no reino do mutismo obsequioso.

  19. Olha, estou muito decepcionado com esse governo, será que a Senhora Dilma esta fazendo juz ao governo do seu antecessor?

  20. Prezado Edu
    No momento a única coisa que sinto é imensa vergonha por termos eleito alguém tão fraco de caráter que não consiga sequer rebater um panfleto vagabundo como a VEJA…
    Somos governados por gente sem qualquer respeito aos votos que recebeu. Nós, aqui na redecastorphoto, a partir de hoje, deixamos de defender um governo que não nos defende. Um governo que nos deprime e nos desconsidera.
    Abraço
    Castor
    PS Continuamos na luta contra a nossa imprensa, é claro, mas quanto aos políticos que estão no poder (TODOS) seremos muito seletivos…

    • Panfleto, Castor, pra você, pra mim e colegas, mas não para o grande público.
      A Veja não é sozinha, tem um pool considerável, admitamos.
      Desculpe, mas em vez de lançar sua ira contra a Dilma, vamos pensar no que podemos fazer contra essa ditadura?

  21. Prezado Eduardo,

    Os tiros da mídia, voz da classe dominante, têm saído pela culatra.

    Dilma está forte diante do eleitor.

    • Orlando:
      É isso.
      Aqui nesta região, dominada por king kongs como Aloysio Nunes e Vaz de Lima, tá coalhado de leitores elogiando a Dilma na imprensa.
      Cabe a quem é Lula, PT ou coligados, mandar petardos na carcomídia tão intensos quanto os que ela manda pra cima dos ministros.
      Tô vendo uma enormidade de progressistas jogando energia fora contra o governo Dilma, em vez de mirar o alvo adversário, que é a oposição (nela está incluída a mídia, of course).

  22. Além de derrubar ministros, manchar reputações, o que mais me deixar surpreso é o cinismo de alguns baluartes da nossa imprensa partidarizada.
    Ontem antes de ir dormir tive a péssima idéia de assistir o Observatório de Imprensa, que desta vez esteva sem nenhum representante progressista.
    Lá estiveram Juca Kfuri e Eliane Catenhede gastando seus chavões favoritos como aparelhamento do estado etc e tal, lá pelas tantas a Cantahede encara a câmera e diz:

    “A imprensa esta cumprindo seu papel…”

    Eu aqui, recém formado em jornalismo e desempregado pensei:

    “Papel de oposição partidária”

    Incrível Edu, nossa imprensa além de persistir nos seus erros, demonstra um orgulho maquiavélico ao contabilizar as crises que consegue gerar, os ministros que consegue derrubar, o Brasil que ela consegue forjar com suas verdades seletivas.

  23. Olha, que a mídia é sórdida é uma constatação histórica no Brasil. Basta ler o livro do Fernando Moraes, Chatô – o rei do Brasil. Ou seja, não é de hoje que temos PIG. O que parece ser novo é o PT não ter vergonha na cara e a presidenta, eleita pelo partido, entrar no joguinho sujo que sempre disseram combater. Isso sim é a grande novidade. Novidade que traz desesperança, desânimo. Não sou militante “orgânico” do PT, tenho muitas críticas ao partido, mas a crítica fundamental é que a militância do PT grita e estrebucha, enquanto a cúpula se distancia cada vez mais deste que é o maior patrimônio do partido: seus militantes. Foi assim na campanha do ano passado: gritava-se muito para que a Dilma reagisse. Ela não reagiu e a conseqüência foi o segundo turno. Tanto é assim que quando ela resolveu atender, mesmo que de forma tímida, a militância, o jogo virou e ela ganhou a eleição. Agora a militância está gritando novamente, só que agora não é mais campanha, é manutenção de governo e, quanto a isso, pode vir muito tarde a reação. Mas sem dúvida não terá sido por falta de aviso.

    • Brasília tem esta caracteristica: torna os que lá chegam para exercer cargos públicos, pelo voto ou nomeados, surdos. Além de capital dos divórcios e separações (um dos negócios mais prósperos da bela capital são os motéis), há esta epidemia de surdez coletiva.
      Militância? É aquilo que se mobiliza seis meses antes da eleição e depois se esquece.
      Milhares de militantes envolveram-se nas conferências municipais, estaduais e nacional de Comunicação. Prá quê? Prá encher uma gaveta do governo de papel inútil. Um dia serão doados ao Arquivo Nacional para pesquisa histórica sobre mais um breve período democrático no Brasil…

  24. Ao ler tantos comentários irados ou decepcionados em relação a nossa Presidenta, fico muito espantada, sinceramente.
    Parece que todos ignoram o que é a mídia conservadora em todo o mundo, como ela age.
    O Lula foi obrigado a aceitar o pedido de demissão de ministros que ele tinha a absoluta convicção que eram leais e honestos como foi o caso do Zé Dirceu. Mas esse não foi o único caso, como todos nos lembramos. Ele foi até o fim tendo que demitir ministros, como foi o caso da Erenice. Foi espezinhado pela mídia ao extremo e se limitava a ignorar. Mesmo depois de deixar a presidência continuaram sem cessar a campanha para desqualificá-lo. Ele continua a iignorar. Simplesmente porque não há como contrapor esse poderoso império midiático, no momento. Vai fazer o que? Sair processando meio mundo, sair atirando, surrando? Isso faz algum sentido? Pelo exemplo dele, não.
    O Lula poderia ter feito a Reforma Política, a Lei da Mídia ? Poderia ter ativado a TV Brasil e a NBR? Poderia ter feito a Reforma Agrária? Estavam presentes as condições e ele não fez porque não quís? Acho que não fez porque não pode.O mesmo acontece com a Dilma nesses dez meses de governo.
    O campo progressista, nacionalista ou de esquerda não possui órgãos de imprensa próprios de grande circulação, que atinjam todo o pais. Essa é uma realidade que precisa ser enfrentada. É absurdo que não se tenha pelo menos um jornal ou uma televisora que represente as pessoas que estão nesse campo político.Mas é a realidade atual.
    Também sabemos muito bem que tipo de Legislativo e de Judiciário temos e qual o nível de politização da maioria do povo. Conhecemos as dificuldades de organização e mobilização política e a fragilidade dos nossos partidos de esquerda. Os maiores estão infiltrados pela direita. Os menores caem no radicalismo estéril. Na verdade não temos partidos vivos e atuantes.
    Então pergunto: de que acusam a Presidenta Dilma nesse episódio de agora ? A conduta dela foi simplesmente exemplar,digna,solidária. É só ler a nota que ela escreveu no Blog do Planalto e ver a única entrevista que deu a respeito. O resto foi só especulação da imprensa pitbull.
    Isso de quando acontece uma desgraça a gente querer achar um culpado de qualquer jeito , não resolve nada. A Dilma não tem nenhuma culpa do que ocorreu. não estava nas possibilidades dela deter os acontecimentos. Não sejam injustos. A Presidenta precisa do nosso apoio e da nossa confiança. Porque ela não fez nada para desmerecê-la. Ouçam o próprio ex-Ministro Orlando na entrevista que ele concedeu e vão compreender o sucedido.Leiam o que o presidente do Pc do B declarou. Tá todo mundo querendo condenar a Dilma quando o Ministro que sai e o presidente do Partido dele só têm palavras de apreço por Dilma.
    É completamente fora de propósito culpar e responsabilizar a Dilma pelas demissões de ministros. Foram decorrentes de fatos e situações que não foram criadas por ela e que corresponderam ao desejo dos ministros de sairem de seus cargos diante de situações concretas que surgiram. Em todos os governos de todas as épocas em todos os países, ministros entram e ministros saem.
    Os poderes do presidente da república em nosso país são muito específicos e limitados, essa é uma realidade. No que estava ao alcance dela fazer para que as coisas se acalmassem,ela fez. Ou então ninguém acompanhou de fato o que aconteceu , passo a passo.
    O engraçado é que o povão está entendendo tudo. E não culpa ninguém. Sabem como a mídia e o sistema funcionam direitinho.Apenas analisam os fatos.

  25. O primeiro poder é a imprensa, querendo ou não, nada acontece ou tudo acontece se assim ela desejar.
    Só um fenomeno como Lula mudou esta regra.

    • e o segundo é o judiciário vendido para as elites que, também contemplam os conglomerados midiáticos.
      Haja poder!!!!!!!

  26. Caro, Eduardo.

    Eu estou muito chateado com tudo que está acontecendo. Desta maneira a Presidenta Dilma não vai durar os quatros anos. O governo não entende que está se enfraquecendo, que a imagem do Presidente Lula é o alvo desta imprensa. Este povo que tá atacando o governo tem como objetivo acertar o Presidente Lula, ele pra mim é o alvo da imprensa.
    Um Abraço.

  27. Um interino vai comandar o Ministério dos Esportes.
    Vamos aguardar para ver quem o PIG vai nomear como tiular da pasta.

  28. Pessoal para min não adianta discutir em como mudar a mídia, nós já sabemos como ela age, seus métodos, sua seletividade, seu lado, o que me assusta é a postura de Dilma, a esquerda tem poder de combater a mídia, mas falta um líder, não se pode depender de uma pessoa, mas quando eu votei em Dilma, eu esperava que ela fosse a primeira a tomar as atitudes, tomar a frente, mas cadê Dilma? Nem uma simples declaração eu vi, Lei dos Médios nem pensar, nada, o governo está de joelhos, só é refletir um pouco: qual a marca desse primeiro ano de Dilma? Corrupção e uma faxina que quando se analisa não é do governo que combate a corrupção, ela é da mídia. Não consigo prever o futuro desse governo, mas eu sinto que perdi meu voto e agora só voto em Lula.

  29. Caro Edu, ainda não Morri desta vez. Fui para no IPSEMG, Hospital dos Servidores Públicos de Minas, Pressão :28X16, os médicos ficaram arrepiados! Agora virei COBAIA, pra ajudar a Humanidade. Pra os Médicos, isso não existe. Todos Morreram……..,disseram que meu caso é único de AVC. Sabe! Acredito que a Justiça é cega para os PLEBEUS. O PODER JUDICIÁRIO do BRASIL, tem demonstrasdo que está CAGANDO e ANDANDO para os PLEBEUS. Parece, andar de braços dados com o PIG, até quando? O Sr.Peluso, Ministro atual do STF, é Paulista, com Visões reacionárias e Retrògradas em relação ao País VIVO, em que VIVEMOS. Parece um Judiciário sem LEI. Sinto-me agredido por esses Senhores de justiça SETA. Trabalham pouco e resultado ÍNFIMO. Se sentem DEUS Humano na Terra. É uma Máfia? É a miséria do SUL da Itália esse JUDICIÁRIO? O Judiciário, tem que ser questionado, afinal, são PAGOS, por nós. de Belo Horizonte.

    • caro amigo internauta….não era sua hora ou Sao Pedro estava de greve srsrsrsrr mas se cuide , tomas suco de beringela com limão faz bem!!!!

  30. Edu, depois dos 28X 16, acredito mais ainda que Deus está dentro de cada homem, e não de um SÓ. Acordei num paraiso, onde não existe igrejas……………, era flores……, agora acordo, o PIG brasileiro por Natureza é GOLPISTA……não tem LIMITES……se acham dono de mim e você e outros….o Concluio do PIG é Internacional….contra o PIG, leia: Mãe, e os Pequenos Burgueses de Máximo Gorki, Os Miserávieis de Victor Hugo, A Peste, a Fome..de Albert Camus….., e AS VINHAS DA IRA de John Steniberg………………..Ainda não MORRI. de Belo Horizonte.

  31. Eduardo, outro dia vi um debate antigo sobre a mídia na TV Cultura do Paraná, com o Leandro Fortes, o Azenha e um outro jornalista muito bom por sinal, mas que infelizmente,não lembro do nome. Quem comandava o programa era o Beto de Almeida. Num dado momento, o terceiro jornalista lembrou que hoje é mais difícil atingir a mídia porque ela não mais uma simples indústria jornalística, ela já é uma corporação com braços em vários negócios nacionais e internacionais. Anos atrás, o Raimundo Pereira, aquele que já fez parte de uma bela história da imprensa brasileira, mas que na última eleição ficou do lado do Serra, fez uma radiografia do poder na revista Atenção. Não me recordo se ali tinha referências sobre o poder midiático no mundo.Aliás, o futebol mundial era um dos maiores negócios. Quem, entre os nossos blogueiros, poderia fazer um levantamento mais atualizado das estruturas de nossas corporações? Que eu saiba, nunca mais isso foi feito. Se encontrar alguma dessas revistas antigas tentarei colocar aqui uma cópia da matéria. Abraço
    Maria Rita

  32. Os partidos aliados também contribuem para o fortalecimento da mídia leiam:

    http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2011/10/venceu-o-bandido-e-imprensa.html

    um base aliada fraca e apática. Os estão os defensores do governo?

    Que #$%@ !!!!!

  33. A Presidenta vai tentar fazer uma transição sem traumas,renuncia ao cargo,assume o vice, e o vice nomeia o Civita para ministro das comunicações e sendo assim pedirei asilo politico na venezuela.

  34. Eu, só voltaria a acreditar nesse Governo de Dilma, se ela tivesse nomeado o Delegado Protógenes (tabém do Pcdo B)como novo ministro dos Esportes. Como ela não fez isso, para mim, é muito medo das MÍFIA! Portanto, acho que acabou o Governo!

  35. Concordo com a opinião da Maria Lucia (26/10-23:15) e deixo uma observação; todos os substitutos foram melhores que os substituidos. Apesar do denuncismo, o PIG não levou vantagem nenhuma e a faxina foi explorada com exito pela presidenta. Estou esperando que a Veja denuncie pelo menos os ministros Bernardo e Mercadante. O governo ganharia muito com a substituição dos dois.

  36. Quem manda no Brasil não e á mídia, quem manda no Brasil é a sórdida elite que ela tem.

    • Inclusive a neo-elite que veste vermelho, passa a mão no dinheiro público, e ainda tem a cara de pau de se dizer do povo!!!!

  37. Edu, como foi o ato pela CPI das emendas na Assembléia de São Paulo?

  38. A saída do ministro foi o atestado de culpa. Como podemos ver, a diferença da esquerda para direta é só a cor da camisa. E quem tá no poder não quer largar o osso pois o único interesse dos 2 grupos é mamar às nossas custas. Não é de graça que facilitaram os meios do povão comprar celulares TVs mas nada fizeram de concreto na educação, na saúde e na segurança!!!!

  39. Edu, não lembro de ter ofendido ninguém em meu comentário (de 27/10) sobre sobre este post …
    Por que não foi publicado???

  40. Vamos traduzir a lei de imprensa dos EUA e aprová-la no congresso nacional. Ninguém há de dizer que é uma lei ditatorial, porque ele está em vigor no país tido como exemplo de democracia! As penas normais não são muto radicais, mas as que trata das indenizações, farão a Veja, a Globo e seus seguidores ir à falência, no quesito calúnia, difamação, injúria e etc!

Trackbacks

  1. O único país governado pela mídia « Blog do EASON
  2. O único país governado pela mídia | Blog da Cidadania | Media Brasileiro
  3. O único país governado pela mídia | Blog da Cidadania | Brasil Media

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.