Ecos da festa de 10 anos da revista Fórum

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

No último sábado, em um casarão do bairro do Cambuci, em São Paulo, a revista Fórum promoveu evento comemorativo aos seus dez anos de vida. O evento, como se verá, acabou se convertendo em um amplo fórum de discussões políticas que, conforme a transmissão pela internet avançava, foi atraindo figuras políticas como o ex-ministro José Dirceu.

Corte para a chegada deste blogueiro ao local, por volta das 14 horas de uma típica tarde paulistana de fim de inverno – gelada e molhada pela boa e velha garoa de minha cidade, tão celebrada em verso e prosa. Surpreendeu-me a recepção: parecia que tinha vencido uma corrida de Fórmula 1, apesar de apenas ter sido atacado pelas hordas da mídia golpista.

Do alto de quase dois metros de altura, a voz tonitruante de Luiz Carlos Azenha troveja: “Agora que a Veja atacou o Eduardo ele está todo sorridente”. Pelo quintal que divide o casarão da frente do galpão dos fundos, onde foi montado auditório e palco para um show de música, grupos se voltam, várias pessoas me cumprimentam, vou parando aqui e ali…

Na parte da frente da propriedade, na sala de estar do casarão, foi montado o estúdio para debates por onde passariam políticos, jornalistas, advogados, professores, filósofos, politólogos, estudantes, ativistas políticos e, claro, muitos blogueiros. A diversidade do público era sua característica. Jovens e maduros, alternativos e caretas misturavam-se em grupos heterogeneamente homogeneizados por pautas políticas, culturais e tantas outras.

Citar nomes obrigaria a fugir do foco deste post, que é o que emergiu daquele evento (na visão deste blogueiro). Os detalhes da festa de dez anos da revista Fórum você poderá conferir no blog do Renato Rovai, editor da publicação – veja link do blog na coluna de sites que indico no lado direito desta página.

O que “emergiu” partiu da “mesa redonda” que esquentou o debate político no evento. Participaram dela eu mesmo, Azenha, Conceição Oliveira, Denis Oliveira (Eca-USP), Luis Nassif, Renato Rovai, Rodrigo Vianna e o ex-ministro José Dirceu, que apareceu ao fim do primeiro bloco do programa “na condição de blogueiro”, segundo disse.

Até hoje, estive duas vezes com José Dirceu e uma delas foi ontem – a primeira foi no II Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, que teve lugar este ano em Brasília e que contou, inclusive, com a presença do ex-presidente Lula. À diferença da vez anterior, porém, desta vez tive tempo de fazer perguntas ao ex-ministro.

Dirceu sentou-se ao meu lado, como se pode ver na foto acima, e, a certa altura do bate-papo, quando surgiu o assunto regulação da mídia eu o interrompi e lhe perguntei se realmente a presidente Dilma era contra a “ley de médios”.

Dirceu me respondeu que não importaria se, em tese, a presidente fosse contra, porque, segundo deixou ver, haveria um forte sentimento no Congresso pela regulamentação da mídia e, assim, bastaria que essa discussão se instalasse de verdade no país para se poder provar que é mentirosa a versão midiática sobre ser tentativa de censura.

Naquele momento, da platéia que acompanhava a “mesa redonda” o deputado paulista Paulo Teixeira se levanta para negar que a presidente seja contra a regulação da mídia. Dali em diante, surgem versões de que até o fim do ano o Congresso receberá o projeto de lei de regulamentação dos meios de comunicação.

Esse, a meu ver, foi o ponto alto dos debates, no aspecto político.

O legítimo obituário do tipo de jornalismo que se faz na grande imprensa e que foi descrito pelo repórter Caco Barcelos em pleno canal a cabo de notícias da Globo, quando o repórter disse a Eliane Cantanhêde, em resposta a defesa dela do atual estilo de jornalismo na mídia, que faz jornalismo e não “militância política”, foi um dos temas.

Falou-se de como a blogosfera desconstruiu várias armações políticas da mídia, nos anos recentes, mas não se subestimou o fato de que a mídia ainda é um poder que consegue respostas poderosas no curto prazo, ainda que acabem se desfazendo no médio e no longo prazos.

Propostas para a comunicação foram a tônica do evento, a meu ver. Apesar de ser tema por certo restrito aos setores mais politizados, sucedem-se propostas sobre como levar a discussão ao resto da sociedade. Na opinião deste observador, ninguém, ali, pareceu achar que a mídia subestima a luta pela democratização da comunicação… Como tenta fazer parecer.

Assista, abaixo, ao vídeo da mesa de que participou este blogueiro com os supracitados.


Video streaming by Ustream

Tags: , ,

79 Comentário

  1. Parabéns à Forum pelo aniversário! Quanto ao debate, assiti a uma parte das discussões, e, antes de adentrar-me nas impressões que tive, gostaria de comentar sobre alguns aspectos do seu texto : Duvido que haja disposição no Congresso para regular-se as comunicações. Ao menos na maior parte do Congresso(evidentemente não me refiro a parlamentares que lutam, historicamente contra a oligarquia que controla a opinião e a informação neste país, como Fernando Ferro, Luiza Erundina, Wálter Pinheiro, Roberto Requião, Humberto Costa e outros), refiro-me à “outra parte” do Congresso, que não é pequena, formada por parlamentares donos de meios de comunicação ou que possuem ligações “orgânicas” com empresas de mídia. Essa parte tem até hoje impedido o avanço das dicussões sobre a democratização das comunicações e ajudado na disseminação das mentiras e deturpações que a ditadura midiática tenta colar no tema, procurando obter o repúdio da Sociedade a uma luta que visa justamente garantir que ela, Sociedade, possa expressar-se livremente, em toda a diversidade e pluralidade de ideias que a caracterizam, em meios de comunicação que a ela pertencem e que sustentam-se com seu dinheiro. Contudo, concordo que, se conseguirmos levar o tema aos brasileiros, o Congresso terá que coadunar-se com o sentimento que eclodir das ruas(e o repúdio às “passeatas” enlatadas da mídia mostra que os brasileiros começam a despertar para as reais intenções dos barões da comunicação, o que os torna receptivos a compreender o absurdo em que consiste o controle das comunicações por uma oligarquia e como esse controle sustenta a censura a todas as pessoas e ideias que não sejam simpáticas àqueles que se tornaram “donos” da informação no Brasil). Se Dilma é contra ou a favor ninguém pode afirmar(por sua formação, podemos supor que seja a favor; contudo sua postura demonstra que tem medo de levar essa luta adiante, mesmo correndo o risco de ser derrubada pela oligarquia que não quer enfrentar), mas também poderemos “despertar” a simpatia do Governo e do PT(cuja mudança de postura, após o absurdo da Veja contra Dirceu ainda não se traduziu em ações efetivas)desde que consigamos levar esse debate para a Sociedade brasileira, de forma clara e objetiva. Excelente as discussões quanto ao “jornalismo” golpista e partidário que se faz hoje no Brasil, mais um tema que deve chegar às ruas. Também importantes as declarações de Dirceu, outra figura que precisa ser desmistificada para os brasileiros, e as sóbrias colocações do Professor da USP, ao desnudar a natureza golpista, escravocrata e truculenta de nossa direita, que vem-se revelando, ainda que de forma não totralmente clara, para a população, a qual evidenciou seu repúdio ao golpismo conservador ao boicotar as “manifestações” enlatadas de Globo e sua turma. Todas as discussões, e é importante que continuem ocorrendo, parecem-me caminhar para uma mesma conclusão : SÓ FAREMOS A DEMOCRACTIZAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO(E TODAS AS OUTRAS REFORMAS QUE ESTE PAÍS PRECISA, COMO A AGRÁRIA)SE CONSEGUIRMOS ENGAJAR OS BRASILEIROS NESSA LUTA, DESPERTANDO-LHES PARA A NECESSIDADE DE POSSUÍREM UMA ESTRURA DE COMUNICAÇÃO PLURAL, DEMOCRÁTICA, QUE REFLITA A DIVERSIDADE DE OPINIÕES E VISÕES DE MUNDO EXISTENTES EM NOSSA SOCIEDADE, QUE EXISTA PARA INCLUIR OS BRASILEIROS E QUE TRABALHE PARA A MELHORA DE NOSSA SOCIEDADE E NÃO PARA SERVIR ÀS PRETENSÕES MESQUINHAS DE PODER DE UMA MINORIA, DOS SEUS PATRÕES ESTRANGEIROS E DE SEUS “JORNALISTAS” CAPACHOS

  2. LEIA SOZINHO porque no passado eu também não acreditava que ia dar certo, mas… funciona mesmo! Entrei neste site e fiz esta prece. Fiz para ver se ia dar certo e deu, assim que acabei meu amor ligou. A pessoa que eu copiei também não acreditava mas para ela também funcionou! AGORA VEREMOS…
    Diga para você mesmo o nome do único rapaz ou moça com quem você gostaria de estar (três vezes)….
    Pense em algo que queira realizar na próxima semana e repita para você mesmo (seis vezes).
    Se você tem um desejo, repita-o para você mesmo (Venha cá ANJO DE LUZ eu te INVOCO para que Desenterre ej de onde estiver ou com quem estiver e faça ele ME telefonar ainda hoje, Apaixonado e Arrependido, desenterre tudo que esta impedindo que ej venha para MIM , afaste todas aquelas que tem contribuído para o nosso afastamento e que ele ej não pense mais nas outras… mas somente em MIM. Que ele ME telefone e ME AME. Agradeço por este seu misterioso poder que sempre dá certo. Amém…).
    Publique esta simpatia por três vezes , basta copiar e colar por três vezes em in forum diferente esta simpatia abaixo e logo em 48hs você terá uma linda surpresa, beijos Ainda esta noite de madrugada o TEU amor dará conta de que TE ama, algo assim acontecerá entre 1 e 4 horas the manhã esteja preparada para o maior choque de sua vida! Se romper esta corrente terá má sorte no amor. Deus vai lhe abençoárá e sua vida não será mais a mesma.

Trackbacks

  1. Ecos da festa da revista Fórum | Viva Marabá Pará Brasil
  2. Será que José Dirceu é o único petista com sangue nas veias? | Blog da Cidadania

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.