Cuidado com brigas na internet

A princípio, pensei em deixar de lado o assunto de que trata este post, mas, como após dois ataques impressionantes que recebi por conta do que faço neste blog acabo de receber um terceiro e perturbador ataque, dei-me conta de que tenho o dever de avisar o meu público do que acabei de vislumbrar, os riscos concretos de brigar na internet.

Aí está coisa que vemos todos os dias, sobretudo os que discutem política na rede, sejam como comentaristas, sejam como blogueiros, tuiteiros ou coisa que o valha.  Todavia, a maioria pensa que essas desinteligências virtuais ficam no éter digital, mas fatos recentes me mostraram que não é assim e que, portanto, há que ter cuidado.

Na quarta-feira, publiquei post dando conta do estado de saúde de minha filha Victoria, da qual tantos amigos da internet sempre perguntam quando nos reunimos fisicamente – no encontro nacional de blogueiros, que aconteceu no último fim de semana, fui perguntado bem umas cem vezes. Esse post gerou um dos ataques mais espantosos que já vi.

O post supracitado trazia uma bela foto da minha menina, uma criança inocente de doze anos que luta pela vida e que tem sofrido com internações longas e recorrentes em hospital, cirurgias e os mais dolorosos procedimentos. Que tipo de ser humano usaria essa criança para atingir alguém de quem discorda politicamente?

Reproduzo, abaixo, comentário àquele post que cheguei a publicar porque escapou do “filtro” durante liberação apressada e pouco atenta que fiz de uma leva de comentários.

—–

Post – Notícias de Vitória

Data – 23 de junho de 2011

Apelido do comentarista – Silvio

E-mail do comentarista – linitufernel73@hotmail.com (falso)

IP da máquina do comentarista – 189.38.208.135

Texto:

Puta menina feia. Parece o demonio. Tem cara de debilóide mental. Acho que é por essa razão que você apoia esse governo de ladrões do PT e essa corja que nos assalta há 8 anos. Bando de merdas corruptos e sem escrupulos. Você só gosta de coisa ruim, feia e podre. Ela é sua filha ou de Satanás?

—–

Até aí, “nada demais”. Em 2009, quando a minha filha ficou internada por três meses na UTI e comentei o assunto neste blog tomado pelo desespero diante do risco de vida que a criança corria, alguém (a mesma pessoa?) postou comentário desejando a “morte dessa petistinha”. Contudo, outros fatos sugerem que tanto ódio pode não se restringir ao virtual.

No último fim de semana, durante o II Encontro Nacional de Blogueiros Progressistas, em Brasília, ocorreu um fato surpreendente que pode ser a segunda perna de um tripé de ataques que este post ilustrará.  O nome da pessoa que praticou o que relatarei será omitido porque este texto não é uma retaliação, mas um serviço de utilidade pública.

Durante os vários posts que publiquei neste blog sobre a agonia política do ex-ministro Antonio Palocci, um comentarista se destacou de outros pela quantidade de mensagens contestadoras que publicou, que chegaram às dezenas. Acabei vetando esse comentarista porque começou a fazer ataques pessoais que eu começava a responder.

Na sexta-feira, 17 de junho, cheguei atrasado ao Encontro de Blogueiros em Brasília. O vôo atrasara e o avião que me trazia de São Paulo ficou parado na pista por quase duas horas esperando autorização para decolar devido ao excesso de tráfego aéreo. Quando adentrei o complexo da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio, Lula já tinha falado.

Fiquei por alguns minutos à porta do local do evento e logo apareceu alguém para me avisar de que havia um cartaz com um protesto contra mim afixado no salão principal do complexo da CNTC. Os cartazes me detratando que aquele leitor que divergiu de mim no caso Palocci levou para o evento foram exibidos durante os seus três dias.

Um dos cartazes, no qual prestei mais atenção, tinha mais ou menos um metro por um metro e meio, era colorido e trazia uma montagem em que eu falava ao megafone para um rebanho de bois (se não me engano). Havia uma legenda que parecia provir do megafone em que pedia que acreditassem em mim e outra, como se fossem meus pensamentos, desdenhando dos que acreditavam.

A supersecretária Daniele, do Barão de Itararé, que organizou o Encontro, disse-me que os outros cartazes que não foram permitidos para exibição eram muito piores do que aquele que adivinhava meus pensamentos. E me afiançou que quem os fez queria “acabar” comigo.

Logo após Lula deixar o complexo da CNTC, na sexta-feira, os cartazes foram retirados. Protestei. Disse à organização do evento e a muitas outras pessoas que vieram comentar comigo o ineditismo e a bizarrice daqueles cartazes que deveriam deixar que o protesto fosse feito.

Quem fez o protesto foram dois rapazes. Um deles, o que divergira de mim aqui neste blog, e o outro, seria seu irmão “gêmeo” – quem me disse que eram gêmeos foram outras pessoas no evento. Eram dois rapazes corpulentos e com cara de zangados.

Ignorei os cartazes, que voltaram a ser afixados. Depois, acabei até brincando com eles. Deixei-me fotografar ao lado de um deles, até. Antes, porém, ocorreu um momento de tensão.

No sábado, esses rapazes que fizeram os cartazes me cercaram em alguma parte do complexo da CNTC. Aquele que divergiu de mim aqui no blog chegou se apresentando e já foi me insultando com palavrões e por alguns momentos cheguei a achar que a dupla iria me agredir. E me “recomendaram” que tivesse “cuidado” com aquilo que escrevo.

Obviamente que este blogueiro não se deixa assustar facilmente. Já recebi ameaças antes e sei que fazem parte do “pacote” que envolve meu ativismo político. Disse aos rapazes que não tinha medo deles e os deixei falando sozinhos.

Voltaram a se aproximar mais algumas vezes e, como perceberam que estava até me divertindo com o que fizeram e que a grande maioria dos presentes não dera a menor bola, desistiram de me assediar.

Um desses rapazes, aquele que divergiu de mim aqui no blog, ainda acabou se envolvendo num bate-boca com o Altamiro Borges, pois interrompeu aos berros a palestra do ex-ministro José Dirceu quando a mesa decidiu que não haveria perguntas dos presentes.

No sábado, último dia em que o agressor foi ao Encontro, ao fim da tarde acabou me entregando uma das camisetas do evento que levou lá para vender, provavelmente para cobrir os custos dos cartazes que fez contra mim, que eram vários apesar de só terem sido exibidos dois. Parecia querer enterrar a briga…

Detalhe: ninguém retirou os cartazes no último dia do Encontro (domingo), quando os autores deles não foram.

Essa história dá bem a dimensão do que brigas na internet podem gerar. Imaginem que aqueles rapazes se deslocaram até o Encontro com o objetivo de “acabar” comigo pelo que penso, por minhas opiniões. Gastaram dinheiro, dedicaram-se a parar pessoas no evento para me detratarem e, de início, estavam furiosos.

O que será que aconteceria se os encontrasse em uma rua deserta?

Mas, até esse ponto, ainda não vira o que acabei vendo ontem (quinta-feira, 23 de junho). No fim da tarde, este blog recebeu o seguinte comentário:

—-

Post – Presidenta se fortalece com lei de mídia

Data – 23 de junho de 2011

Apelido do comentarista – VAITOMARNOCU

E-mail do comentarista –  vaitomarnocu@vaitomarnocu.bom.br (falso)

IP da máquina do comentarista – 295.113.79.459

Texto:

fica esperto otario

—–

Ligando esses fatos, percebe-se que não é exagero supor que algum demente que se irrita com divergências na internet é bem capaz de praticar violências de vários tipos movido pelo ódio àquilo com que não concorda ou até por uma troca de farpas. São pessoas obsessivas e no limiar da insanidade que podem perder a cabeça por uma questão virtual.

Não aceitarei jamais que me calem com ameaças reais ou virtuais. Não aceito mais isso no Brasil. Não me calo. Todavia, essas discussões com comentaristas ou no Twitter ou em qualquer outra rede social não levam a parte alguma. Tornam pessoais divergências de cunho político e podem gerar até uma desgraça, sem falar em processos etc.

Sugiro aos navegantes que evitem os bate-bocas neste ou em outros fóruns na internet. Há muitos psicopatas na rede e não dá para confiar no bom e velho dito popular de que cão que ladra, não morde. Alguns ladram e mordem. Cada vez mais me convenço disso.

292 Comentário

  1. Caro Eduardo,

    Por acaso, estive tomando umas brejas com os seus desafetos “gêmeos”, juntamente com um casal de petistas “antigos”, pessoas finíssimas, e mais um blogueiro amador, professor universitário. Entendi que todos do Rio, menos eu.

    Os garotos estavam magoados porque, segundo concluí, devem ter sido massacrados por você,em termos ou retóricos ou intelectuais, durante a discussão sobre Palocci. Ressalto que, na ocasião, me afastei de seu blogue por estarmos em posições diferentes nesse momento, daí não ter eu a menor idéia do discutido por vocês.

    Os horrendos comentários atacando sua menina são totalmente indefensáveis. Não devem ter partido de seres humanos em condições de normalidade psicológica.

    Sem a pretensão de conhecer a psique de pessoas em poucas horas de convívio recreativo, social, a julgar pelas palavras, idéias e atitudes passadas naquela ocasião pelos “gêmeos”, ponho minha mão no fogo: eles nada têm a ver com as nojentas palavras usadas contra sua inocente criança.

    Como o “Cidadania” é seu, você tem todo direito de não publicar esses lixos, nem lhes dar resposta, pois talvez se trate de pessoas doentes querendo vitrine.

    Ameaças devem ser levadas a sério, porém sem paranóia. Olhe para os lados ao entrar e sair dos lugares, evite percursos rotineiros e, sobretudo, mantenha-se corajoso ou se inspire na coragem de Vitória.

    Desejo-lhe paz e felicidade.

  2. Edu, enquanto tipos como estes não sofrerem penalidades que sabemos serem brandas por parte da justiça porém, no meu modo de ver, necessárias, muitos outros continuarão a agir da mesma forma ou quem sabe, pior.
    Te cuida.
    Abços

  3. OI Edu é chocante que em pleno século 21, da era digital de grande avanços da humanidade ainda existam brucutus como esses, esquecem-se que um dai serão pais e que dor que dá em Chico tb dá em Francisco e que somos responsáveis pelos nossos atos e responderemos por eles ao Criador e toda dor que provocamos ao nosso semelhante volta a nós com a mesma intensidade ou até maior, não que deseje que eles passem por tudo que vc passou, mas é a Lei Imutável de Deus, que cada um recebe de acordo com o que dá. A semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória. Feliz da Vitória em ter nascido em uma família igual a sua, pois esp´ritos como ela que reencarnam no nosso planeta são especiais e vc e sua família são especiais, imagine esses debilóides um dia como pais e se receberem um ser especial desse em sua família, será que eles teriam a capacidade de amar como vcs têm? Teriam a capacidade de suportar a dor e o sofrimento que vcs passaram, creio que não, então é por isso que esses debilóides nunca receberiam das mãos de Deus essa incumbência. pois os mesmos não possuem caráter, amor e coragem para receberem em seus seios esses espíritos especiais, que como Vitória, mostram a Magnitude do Pai de Amor e Justiça que é Deus .São espíritos que resgatam e se purificam através da dor galgando a sua escalada evolutiva como espíritos imortais que todos nós somos..
    Se existem brucutus que o destrata, existem nós seus amigos que o admiramos e estamos contigo em todos os momentos de sua vida, e não são poucos, viu?
    “Amigo é coisa pra se guarda do lado esquerdo do peito, e a seta chaves.” Nunca se esqueça disso.
    Um grande abraço

  4. Edu, nos comentários em geral vejo as pessoas dizendo que sua tolerância alimenta os ataques, que vc dá espaço. não posso concordar com isso. primeiro, porque a vítima jamais pode ser responsabilizada pelo ataque. segundo, porque a sua tolerância, a sua visão democrática é uma das suas qualidades mais admiráveis que o gabaritam como verdadeiro cidadão. ataques dessa natureza não podem abalar isso (e sei q não abalarão). fosse vc intolerante, estaria contradizendo tantos valores…

    porém, obviamente que a agressão e a ameaça não podem ficar impunes. concordo com os demais que é necessário tomar alguma atitude corretiva.

    mas a sua tolerância não é a responsável por nada disso. continue sendo quem vc é.

    um abraço.

    PS.: uma lição dessa história foi que a vibração negativa contra a nossa querida Victoria, por pior que tenha sido, não conseguiu vencer a corrente de vibrações positivas em torno dela saídas de todas as partes. estou feliz por vê-la feliz e saudável. e estou feliz por ter colaborado com a minha vibração por isso.

  5. Caro Eduardo,

    Estava nesta mesa que o amigo Edemar se refere e acho importante também dar minha impressão. Tudo que nos pareceu, num clima de absoluta descontração, era que a partir de uma divergência um pouco mais acirrada aqui no seu blog em torno da questão Palocci, os jovens irmãos resolveram, fazer um protesto pacífico e bem humorado (mesmo que ácido) . Eu achei correta e bacana a sua atitude de deixar que os cartazes ficassem ali, pois tratava-se de uma forma de expressão artística e pacífica, onde a pessoa imprime suas emoções, sentimentos.. Mas jamais nos pareceu mesmo – como também estava lá acho válido deixar essa impressão – algo odioso, uma fixação pessoal , ou algo do tipo que pudesse atingir esses níveis que você se preocupa com toda razão. Não pareceu isso mesmo. Eles eram pessoas de bom trato, tem aquele jeitão, falam muitas gírias mas os caras nos mostraram ser do bem, e estar apenas com essa questão “engasgada”.. Inclusive chegamos, eu, o Edemar, até o Rovai, no sábado a noite, na hora da confraternização , a brincar com você, pois era dessa forma, sem ver um atrito mais sério, que estávamos entendendo a situação.

    Não nos pareceu um ódio desvairado ou algo dessa natureza que gerasse uma ação execrável e doentia como essa que aconteceu aqui.

    Um grande abraço,
    Adilson

    • É porque você não os viu me interpelando aos palavrões e bufando… Mas, como democrata, tenho que respeitar a manifestação de idéias, conquanto – e até que – não descambem para a violência. E foi o que fiz.

      • Edu, eu lamento por essa contenda. Nesse momento, eu só posso então me solidarizar com sua filha e sua luta que acompanho há tempos e deixo aqui meu apoio.
        Um abraço

        • achei um absurdo o que fizeram contigo com os cartases, os que dizem ser teus amigos não devia ter permitido. Cuidado com amizades de mentira

          • Tiririca:
            Concordo. Que fossem protestar na rua, mas deixar que pendurassem os cartazes dentro do próprio local, já passa a linha do suportável.
            Afinal, em tudo há que ter área privativa. Vamos parar com liberdade demais.

  6. Caro Eduardo,
    No caso do Palocci divergi muito dos seus posts. O que acontece é muitas pessoas quqrerem debater e não estão preparadas para isso. Também tem aqueles que são pagos para terem este comportamento.
    Afinal, para muitos políticos ainda estamos vivendo o tempo que quem fala mais alto.
    É preciso ainda um bom tempo para aprendermos o que é democracia de fato.
    É necessário cuidado, pois, não sabemos qté que ponto podem chegar, mas não se deixe abalar.
    “O mal vence quando os bons se calam”.

  7. Caro Edu,
    Não dê valor às considerações amenizadoras do Adilson e do Edemar. Diz o ditado: Seguro morreu de velho.
    Que Deus continue dando-te forças para a que realizes teus propósitos.

  8. Protesto pacífico e bem humorado??? Gente do bem?? Imaginem se fossem bélicos, mal humorados e do Mal??? Essas “coisas” não têm defesa, não!!!!

  9. Dirigir palavras esdruxulas contra uma criança é coisa de gente sem-vergonha…

  10. Dirigir ofensas a uma criança e as ameaças que você sofreu, são coisas que só podem ter vindo de gente insana, pessoas carentes que talvez precisem de compaixão, tipo: “perdoai-lhes porque eles não sabem o que dizem!” Porém, não atire pérolas aos porcos! Deixe esses insanos e esses vadios infelizes para lá! A caravana passa e os cães ladram! Eduardo, força, saúde para você, a Vitória e muita fé no seu trabalho que é muito importante e necessário.Deus lhe abençoe e lhe ilumine! Um abraço…a luta continua!

  11. É muito triste, mas já vi nos comentários de matéria de um jornal de grande circulação esta gente rindo, xingando e debochando dos torturados pela ditadura militar. O que esperar destas pessoas? Agem sempre assim, sem nenhuma educação, sensibilidade, humanidade, consciência. Não é por acaso que temos tanta desigualdade no Brasil, trabalho escravo, tortura, presídios lotados, educação falida e tanta violência. Tomaram o poder em 1964 e sem competência alguma para nele se manter, após arrasar com o país, entregaram-no aos civis. Mas ainda estão por aí atrapalhando e até impedindo nossos avanços na construção de um país melhor. Eduardo Guimarães, não somos iguais a eles, não alimentamos ódio em nossos corações. Você tem o amor de seus amigos, familiares, de muita gente que acompanha o seu trabalho e uma família linda. Acho que é por aí. Fica com Deus companheiro.

  12. Sempre me debato com relação ao uso da internet. Ocorre às vezes que um comentário de crítica e uma reflexão contrária a algum interesse o provedor logo ameaça nos punir. Eu pergunto, como pode um e.mail ser aceito com a id vaitomarnocu? Absurdo. Os covardes, loucos estão por trás de uma tela mandando mensagens de todo tipo e não tem como contê-los?
    Concordo com o blogueiro que não devemos alimentar briga pela internet, mas tipos de pessoas como os defeto de Eduardo tem que receber alguma rebordosa. Se não eles pensam que são os tais e que nós os blogueiros vamos no intimidade.
    Parabéns pela forma como você tirou de letra o assédio dos gêmeos. ótima lição.

  13. Eduardo, receba minha solidariedade. Olha não deixe de avisar a Polícia Federal, pois é a impunidade que garante as ousadias. Outra coisa: de modo nenhum você deve publicar fotos de sua família no blog, pois é um perigo que algum desses pitbuls tente alguma coisa contra a Vitória. E eles são capazes de qualquer coisa, afinal a moda agora é ser politicamente incorreto, veja o exemplo seguinte: Um blogueiro pernambucano que sempre punha as fotos dos três filhos adultos e da filhinha recém-nascida recebeu certa vez um post em que se dizia que a menina estava boa para ser estuprada, e que os rapazes filhos do blogueiro tinham cara de débeis mentais. Outra coisa: no blog da dilma foi necessário suprimir o bate-papo porque esses pitbuls invadiram-no, inclusive um chamou minha mãe de galinha. E nas discussões quando eu disse que internet não era espaço livre, os caras disseram que o anonimato lhes garantia a segurança, e que eles podiam escrever o que quisessem pois não haveria lei que os incriminasse. Vi no You Tube um português nazista (parece piada, mas eles existem) que ameaçou a um brasieiro dizendo que podia descobrir-lhe o endereço e mandar matá-lo. E eu creio que ele é capaz disso mesmo.

    • “os caras disseram que o anonimato lhes garantia a segurança, e que eles podiam escrever o que quisessem pois não haveria lei que os incriminasse. ”

      É bom ressaltar que a CF protege a liberdade de expressão da forma mais ampla possível, mas veta o anonimato.

      Ou seja, se o cara escreve anonimamente, ele não está exercendo a liberdade de expressão, e bloquear esses comentários não é censura.

      Ou seja, o blog do planalto (aliás, qualquer blog) poderia exigir que os manifestantes se registrassem e identificassem, com confirmação via email, e isso não apenas seria completamente legal, como seria muito melhor do que eliminar os comentários para se livrar dos trolls.

  14. Tem algo no ar e está escancarado pelos ataques de hackers aos sites governamentais, pela incitação ao ódio daqueles que não sabem, não conhecem em suas vidas nada além do que seus próprios desejos mesquinhos, dos seus interesses financeiros sem limites e do que mais couber nessa história. Não há vestígio de inteligência nem sutilezas nos confrontos. Falta humanidade. Que pena. Não devemos perder o foco do que é importante para nosso país, para a vida em comum e a busca inesgotável de sermos seres melhores a cada dia. Coragem não lhe falta, Eduardo, nem a nós que o acompanhamos.Vamos em frente.

  15. Sinto muito, mas se algum merda desses me provocar, responderei com muito maior agressividade! Por sinal, discordo da sua opinião, acho quye esses pilantras usam a violência exatamente proque não têm arguementos(e sei do que falo, conheço os tipos desde minha época no movimento estudantil)e TENHO CERTEZA ABSOLUTA DE QUE SÓ SE CALARÃO COM MAIS VIOLÊNCIA AINDA! A maioria não tem intenção de chegar a extremos, mas posso garantir que para os que têm, o caminho mais fácil para levá-los a isso é agirmos com frouxura. Desculpe-me a sinceridade, mas seu post me lembrou a mesma postura revoltante dos narradores esportivos dos jogos entre Brasil, Argentina ou Uruguai. Os “pacifistas” midiáticos, ao verem os atletas daqueles países espancando os nossos; que geralmente apanham graças a uma covardia que merecia um tese sociológica para explicá-la; tecem loas para que “não reajamos”, “não entremos na provocação deles”, quando só a reação com ainda mais agressividade levará os “hermanitos” a pararem com a violência. Não percebem, ou fingem não perceber, que é exatamente a certeza da impunidade, de que não correm risco ao nos atacarem, de que vão bater sem levar, o que estimula argentinos e uruguais, no futebol, a nos atacarem, postura que não adotam ao enfrentar outros países. De minha parte, assim como o faria se estivesse em um jogo de futebol, quem me ofender receberá o triplo de volta. Por último, acho que o melhor caminho para você, como proprietário do blog, evitar a ação desses pilantras é, de uma vez por todas, ACABAR COM A TERRÍVEL CONFUSÃO QUE VOCÊ FAZ ENTRE DAR LIBERDADE AO CONTRADITÓRIO(QUE É A POSTURA CORRETA PARA UM DEMOCRATA) E DAR ESPAÇO PARA BADERNEIRO. CONFUSÃO QUE FICOU EXPLICITADA NA ATITUDE DE PERMITIR QUE NÃO FÔSSEM ARRANCADOS OS CARTAZES QUE DOIS SAFADOS PENDURARAM PARA TE DESMORALIZAR. SE ESTIVESSE EM SEU LUGAR, DIANTE DESSE ABSURDO, EXIGIRIA A RETIRADA DE TODOS OS CARTAZES E COLOCARIA OS DOIS PARA FORA NA PORRADA! AMIGO, DIVERGÊNCIA É DABETE DE IDEIAS, SAUDÁVEL, SEM ATAQUES PESSOAIS. SE VOCÊ MANDASSE RETIRAR CARTAZES QUE CONTESTAVAM SUAS OPINIÕES, EU SERIA O PRIMEIRO A POSTAR-ME CONTRA ESSA ATITUDE E A DEFENDER OS OPOSITORES(APESAR DE CONCORDARMOS EM UM SEM NÚEMRO DE ASSUNTOS). MAS PERMITIR CARTAZ, COMENTÁRIO OU O QUE QUER QUE SEJA QUE DESTINA-SE A ATACAR O AUTOR, SEJA POR FATORES PESSOAIS OU POR PECUINHAS RETIRADAS DE QUESTÕES MENORES DO TEXTO, É FACILITAR PARA MALANDRO, DAR MOLE PARA BABACA REACIONÁRIO QUE APENAS DESEJA TULMUTUAR. Sei o que estou falando, já brigava com esse tipo de fascista quando nem se sabia o que era INTERNET. Por isso, quer começar a diminuir as discussões, NÃO PUBLIQUE AS IMBECILIDADES DOS TROLLS QUE APARECEM AQUI PARA ATACAR VOCÊ OU SEUS COMENTARISTAS. FALO EM ATACAR NÃO EM DIVERGIR INTELECTUALMENTE, ESSE SEGUNDO ASPECTO É SALUTAR E INDISPENSÁVEL, MAS, PARA QUEM CONHECE O MODUS OPERANDI DA DIREITA, RARAMENTE ELA DIVERGE ATRAVÉS DE IDEIAS. DA MINHA PARTE, QUEM POSTAR ALGUM ATAQUE CONTRA MIM RECEBERÁ UM REVIDE AINDA MAIS VIOLENTO.

    • Você já está me enchendo de novo. Não tem jeito, um homem adulto que age como criança. Fica tentando transformar este blog no seu playground de psicopatia. Acabo com a sua festa logo, logo.

    • Caaaaalllma, Carlos Henrique… toma uma água com açúcar… olha as coronárias… rsrs

  16. Prezado Carlos Henrique entendo sua revolta. Mas temos de tomar cuidado porque existe no Código Penal, artigo 345 o crime de exercício arbitrário das próprias razões, cujo artigo é o seguinte:

    Art.345. Fazer justiça pelas próprias mãos, para satisfazer pretensão, embora legítima, salvo quando a lei o permite:
    Pena – detenção, de 15 (quinze) dias a 1 (um) mês, ou multa, além da pena correspondente à violência.
    Parágrafo único. Se não há emprego de violência, somente se procede mediante queixa.

    Lógico que você agindo como propôs na primeira linha do seu comentário, você infligiria ao agressor algumas lesões corporais e responderia por isso. A pena menor seria de três meses a um ano, se você fosse incurso no artigo 129., caput. É verdade que o § 4º tem um atenuante, que é o motivo de relevante valor social ou moral, mas você teria que ter um advogado cobra criada para demonstrar isso no juri (caso da sua ação o sujeito morresse) ou no julgamento comum.

    • Violência não resolve nada, só piora as coisas

      • Pelo jeito o senhor Ex-…, Ex- o que mesmo? Não é surdo, muito menos cego!

        Qual sentido você quer dar para a sua expressão “Gritar para mim é porco quando pego de cabeça para baixo.”?

      • Meu caro, gritar e espernear é o que vc mais faz aqui.

        Vc lança uma discussão e foge dela. Pergunta, e não comenta a resposta. Não acrescenta nada, só tenta incendiar e contrariar.

        Não tens moral pra reclamar de ninguém.

  17. Ah Edu, os rapazes são seus leitores e fãs de seu trabalho, eles se sentiram muito ofendidos por você os chamar de “demotucanos” em um de seus comentários (eu também ficaria brava se alguém me xingasse assim). O que eles estavam contestando é como foram (des) tratados por você. Mas eles são boa gente, pode apostar.

  18. Como escreveu o primeiro comentarista, ponho a mão no fogo pelos meninos. Eles são seus fãs e leitores assíduos, ficaram magoados, queriam que você entendesse isso.

    • Não acusei ninguém de nada, apenas relatei o que fizeram. Nunca disse que foram responsáveis pelos outros ataques. Isso não está no texto. Porém, não deveriam intimidar as pessoas como fizeram comigo. Agiram como mafiosos. E olhe que um deles nem teve problema comigo. Agiram como quadrilha. Eles lhe contaram uma história falsa. Não os chamei de “demotucanos”, apenas reagi quando um deles começou a fazer considerações pessoais sobre mim e a postar dezenas de comentários sem parar. E mesmo que tivesse chamado de demotucanos, fizeram cartazes desleais, atribuindo-me pensamentos, como se pudessem ler mentes. Todavia, paguei a falta de civilidade de me dizerem palavrões e de usarem tom ameaçador com urbanidade e espírito democrático, defendendo-lhes o direito de expressão, ainda que enviesado. Acho que agi muito melhor com esses “meninos” do que agiram comigo. E estou satisfeito por isso.

  19. Edu,entendo seus argumentos.Me desculpe,mas eu respondi ao Sílvio.Não consegui apenas observar. São covardes aqueles que se escondem sob nomes falsos e atacam uma menina,apenas por discordar das opiniões do pai.São os resquícios das eleições.As fatídicas eleições,onde um candidato irresponsável buscou trazer a tona,os piores sentimentos e pré conceitos.Tudo para armar a direitona fascista e raivosa.Desculpe,mas não deu para calar. Cuide-se.Caldo de galinha e cautela não fazem mal a ninguém.

  20. Eduardo,

    Sabe por que você é ameaçado?

    É porque você é bom.

    Só os bons incomodam e são ameaçados.

    Eu, por exemplo, se não fosse bom não haveria branquinho ameaçando me processar :)

  21. Tio, to chocada…. ele sim deve ser o próprio demônio para usar uma coisa assim ainda mais para falar da Victorinha que é linda demais e um doce de menina que só traz alegrias!
    E ele é que é um limitado mesmo, burro demais… e ingênuo né… ele acha que nosso queridinho fofíssimo FHC nunca nos roubou né? Ahhh gracinha…
    Aff me revolto com isso, mas dai o cara brincar com uma coisa seria dessas… mas deixa ele… o q é dele tá guardado, vai agredindo os outros e “amaldiçoando” assim as pessoas… tudo que vai, volta muitas vezes mais forte….

    É isso tio, beijos!

    • Esperava que vocês não vissem, Julia. Se a Gabi não tiver visto, não diga pra ela, por favor. Vai sofrer à toa.

  22. FORÇA AMIGO, NESSE MUNDO CAPITALISTA ONDE O POBRE É ESQUEÇIDO, ESSE TIPO DE GENTE QUE A GENTE TEM QUE ESQUEÇER E SEGUIR EM FRENTE O ODIO DOMINA ELES!!! SE JESUS NAO ESCAPOU DESSES TIPO DE PESSOAS RANCOROSAS E ODIOSA QUE O MATARAM IMAGINEM NÓS!!! MAS JESUS FOI UM HEROI E VENCEU O MUNDO E O DINHEIRO NAO A COMPROU!!! FORÇA AMIGO E GUERREIRO ESQUEÇE ESSE TIPO DE PESSOAS RANCOROSAS E ODIOSAS!

  23. só a coragem nao é o suficiente, Edu, sugiro q vc tome alguma medida defensiva p evitar acoes de diabos como esses, pois vc sabe como é a impunidade nesse país. Melhor prevenir.

  24. Alguém que não consegue divergir sem agredir só pode ter sérios problemas mentais. Levar à vida real querelas virtuais é coisa de gente insana e incapaz de um convívio social saudável.

  25. Caro Eduardo

    rimos muito dos cartazes que estavam expostos na CNTC e tudo virou zoação daquela coisa tosca, mas tem uma coisa que vc ainda não sabe, mexeu com o Edu mexeu com nóis rs
    abraços

  26. Eduardo e pessoas
    Eu li há uns meses que nos EEUU estão criando “robôs” para usarem a internet como se fossem pessoas. E, com dispositivos que não permitem identificação de IP. Na CIA, se não me engano. O objetivo seria discutir assuntos importantes, fazer oposição para temas humanitários e democráticos sem serem descobertos, desqualificar campanhas ou discussões de temas sociais em benefício de pessoas, de grupos. Aliás, parecido com isso já anconteceu antes das eleições de 2010, lembram? Será que já estão por aqui tb?

  27. Eduardo e pessoas
    Eu penso que existe uma campanha rasteira, como antes das eleições… e pode se imaginar quem está por trás disso… a maldade e maledicência fermentada em 2010 continua fermentando. Talvez sejam da “elite cheirosa”, com tecnologia e tempo de sobra, sem precisar buscar o pão de cada dia. Continuam fermentando maledicências, maldades, agressões, porque não tem nada de bom para fazer.

  28. Meu querido Edu, o João ta certo: mexeu contigo conosco… Bom o aviso a todos nós, além de servir para exorcisar os demônios. Força e sucesso! Vindo tais críticas e baixarias, de onde vem temos a certeza de que estamos no caminho certo: o da igualdade, fraternidade, compreensão e solidariedade entre as pessoas de bem e a tolerância com todos.
    Beijo no coração, meu amigo!

  29. …e ainda tem mané defendendo a dupla e outras grosserias, é muita conivência. Eduardo, cuidado com os imbecis, eles são perigosos.

  30. Quando u vi pela primeira vez o retratinho da menina disse com os meus botões:
    – Menina, nunca te vi e sempre te amei. Em seguida orei por ela.
    Agora, se você quiser saber onde são “fabricadas” essas criaturas (os gêmeos), entre no Blog do Élio Gáspari e leia a matéria: “COLÉGIOS CAROS E MANDÕES”.

Trackbacks

  1. Cuidado com brigas na internet | Blog da Cidadania | ZiiPe
  2. Domine o déspota que vive em você | Blog da Cidadania

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.