O sepultamento das intrigas do PIG

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

O jornal O Globo chegou a publicar matéria sob o título “Criatura rompe com criador” e a afirmar que Dilma “não gostou” da ausência de Lula no almoço com Obama e que, por isso, retaliaria o agora suposto ex-padrinho político “marcando diferenças” em relação a ele, não só pessoalmente, em sua postura, como em políticas de governo, dando como “prova”  disso o voto do Brasil na ONU, supostamente “contrário” ao Irã.

A tática de disseminar intrigas sobre a relação de amizade e política entre o ex-presidente e a sucessora espalhou-se pelo colunismo e pelos programas de análise política na tevê e no rádio. “Exemplos” como a “mudança de postura” de Dilma por seu estilo “discreto” têm sido usados para tentar vender a história de que estaria por romper amizade e relações políticas com Lula.

Talvez seja por isso que Jornais, revistas, portais de internet, tevês, rádios, enfim, a parte da grande imprensa que vem apostando na tese da ruptura esteja dando tão pouco destaque a um fato que sepulta de vez a estratégia midiática de desgastar tanto o ex-presidente quanto a sucessora, que talvez perdesse mais do que o padrinho político se o traísse, devido à alta popularidade dele.

Segundo a Rede Brasil Atual, Dilma embarca nesta segunda-feira para Portugal e se faz acompanhar de ninguém mais, ninguém menos do que aquele com quem O Globo disse que ela estaria “rompendo”.

A viagem da presidenta foi agendada tão rápido a um país não-prioritário nas relações do Brasil como é Portugal obviamente que para aproveitar a chance de desmontar as intrigas midiáticas. Lula é quem tem um compromisso inadiável em Portugal – receber título de Doutor Honoris Causa. A agenda da presidenta foi ajustada à do mentor político, pois. Claramente.

A mídia poderia até criticar isso, dentro de sua lógica. Contudo, pegaria mal após martelar a tese do “rompimento” – tese que, inclusive, parece que ainda não abandonou…

Não importa se a mídia tentará ou não manter acesa a tese da ruptura. Sem alarde, apenas usando os fatos, Dilma e Lula estão respondendo e fazendo acender um sinal de alerta nas mentes daqueles que titubearam diante da teoria da ruptura ou até acreditaram nela, até porque criaturas e criadores, na política, têm mesmo o costume de romper.

Aquele cidadão que é mais suscetível ao bombardeio midiático, mas que não tem consciência de sua natureza manipuladora, certamente irá se perguntar como pode ser verdade aquela história que ouviu no trabalho sobre Dilma estar rompendo com Lula e de que ela estaria promovendo mudanças substantivas em relação à forma dele de governar se ambos estão viajando juntos para ele ser homenageado.

Para combater esse alerta, a mídia, até agora, “sumiu” com o assunto. Nos telejornais desta segunda-feira, porém, será difícil deixar de mencionar, mesmo que rapidamente. A Globo pode ter a cara-de-pau de omitir? Talvez, mas outras tevês noticiarão e algumas darão destaque ao fato. Sem falar na internet, que, como se vê neste post, não deixará o assunto passar batido.

A mídia não deve estar muito satisfeita com a retribuição da presidenta à babação de ovo que vem promovendo para ela. Dizem até que alguns barões da mídia estão sentindo-se “traídos” diante do aparente desprezo de Dilma à oferta que lhe fizeram de paz por meio de quilômetros de matérias laudatórias, em troca das quais haviam pedido “apenas” a cabeça daquele que a colocou na Presidência da República.

Tags: , , , , , , , , ,

105 Comentário

  1. esses blogs progressista ,pelo menos a maioria deles , escolhe os comentarios a ser publicado . tem comentarios que sao publicados mais de duas vezes outros nao . e ainda vem falar de censura , tem a santa paciencia , acabou nao comento mais nesse blog.

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.