Cadê a minha grana, Lula?!

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

Eis que encontro na Folha de São Paulo de hoje (terça-feira, 29 de dezembro) uma notícia estarrecedora, com chamada na primeira página. A “notícia” diz que, em oito anos de governo Lula, subiu de 499 para 8.094 o número de meios de comunicação que recebem verbas de publicidade do governo federal.

De fato o governo Lula acabou com a concentração de verbas – mais da metade ia para Globos, Folhas, Vejas e Estadões, na época de FHC. O problema é que a matéria diz que parte desse dinheiro vem sendo entregue a “blogs progressistas” aos quais Lula concedeu entrevista no mês passado.

Mas não é só isso. A matéria diz que a designação “progressistas” é dada aos blogs pela “administração petista”, o que é outra mentira. Progressistas foi a designação que os próprios blogueiros se deram em um encontro de mais de três centenas deles em agosto deste ano.

Jamais recebi um centavo de dinheiro público neste blog ou em qualquer momento da minha vida. Custeio este blog a duras penas. Com o aumento da visitação, aumentou (muito) a despesa que tenho para prestar este serviço público. E agora esse jornal mentiroso vem dizer que recebo dinheiro do qual jamais vi a cor.

Mais uma vez, a Folha mente. Ou, então, Lula está depositando a minha grana na conta errada…

A reportagem é de Fernando Rodrigues. Desafio esse sujeito a dizer quais são os blogs progressistas que recebem dinheiro do governo. Quero, entretanto, deixar muito claro que o Blog da Cidadania – e, pelo que sei, todos os outros que entrevistaram Lula – jamais recebeu dinheiro do governo federal.

A reportagem é mentirosa no que diz respeito a blogs, mas é correta no restante. E, para bom entendedor, explica por que a imprensa golpista odeia tanto o governo Lula. O vil metal é responsável por boa parte da “fiscalização” – eufemismo para sabotagem – que a Folha e os veículos comparsas exercem sobre o governo Lula.

Ao acabar de escrever este texto, enviarei uma carta à Folha esclarecendo que os blogs progressistas que entrevistaram Lula jamais receberam um centavo do governo federal. Se não for publicada, através do Movimento dos Sem Mídia tomarei medidas legais a fim de repor a verdade dos fatos.

Para quem tiver interesse, a matéria mentirosa da Folha está logo abaixo.

—–

Lula coloca publicidade estatal em 8.094 veículos

Desde 2003, aumento é de 1.522% em rádio, TV, jornal, revista e blog atendidos

Neste ano eleitoral, 1.047 novos meios de comunicação passaram a receber recursos de publicidade federal

FERNANDO RODRIGUES
DE BRASÍLIA

Quando Luiz Inácio Lula da Silva tomou posse, em janeiro de 2003, apenas 499 veículos de comunicação recebiam verbas de publicidade do governo federal. Agora, o número foi para 8.094.

Esses jornais, revistas, emissoras de rádio, de TV e “outros” estão espalhados por 2.733 cidades. Em 2003, eram só 182 municípios.

Só neste ano eleitoral de 2010, o dinheiro para publicidade de Lula passou a ser distribuído para 1.047 novos veículos de comunicação.

A categoria “outros” inclui portais de internet, blogs, comerciais em cinemas, carros de som, barcos e publicidade estática, como outdoors ou painéis em aeroportos.

Chama a atenção o aumento do número de “outros”. Em 2003, eram apenas 11. Agora, são 2.512. A informação do governo é que a maioria é composta por sites e blogs na internet.

Lula e sua equipe de comunicação não escondem a simpatia pelo novo meio digital. O presidente foi o primeiro a conceder uma entrevista exclusiva dentro do Planalto para o que a administração petista chama de “blogs progressistas”.

Lula da Silva avançou na transparência em relação ao governo do tucano Fernando Henrique Cardoso.

Nunca existiu esse tipo de estatística até 2003. Ainda assim, há buracos negros no processo. Não se sabe quais são os veículos que recebem verba de publicidade estatal nem quanto cada um ganha.

O valor total gasto nos dois mandatos de Lula, até outubro deste ano, foi R$ 9,325 bilhões. Dá uma média anual de R$ 1,2 bilhão.

Essa cifra não inclui três itens importantes: custo de produção dos comerciais, publicidade legal (os balanços de empresas estatais) e patrocínio -dinheiro para financiar projetos esportivos e culturais, entre outros.

Produção e publicidade legal consomem cerca de R$ 200 milhões por ano. No caso de patrocínio, o governo gastou uma média anual de R$ 910 milhões de 2007 a 2009.

Tudo somado, Lula gasta R$ 2,310 bilhões por ano com propaganda. Os valores são semelhantes aos do governo FHC, embora inexistam estatísticas precisas à disposição.

A diferença do petista para o tucano foi a dispersão do dinheiro entre os atuais 8.094 jornais, revistas, emissoras de rádio, de TV e sites na web. Um espetáculo de 1.522% de crescimento de veículos atendidos.

—–

Abaixo, o teor da carta que enviei à Folha de São Paulo:

Ao Painel do Leitor da Folha de São Paulo

Sr. editor,

A Folha de São Paulo publicou hoje (28 de dezembro) matéria com chamada na manchete principal de primeira página em que faz uma insinuação absolutamente incorreta, de que os blogueiros progressistas que entrevistaram o presidente Lula no mês passado receberiam verbas de publicidade do governo federal.

Sou um dos blogueiros que entrevistaram o presidente Lula e garanto que jamais recebi um centavo de dinheiro público em todos os meus 51 anos de vida. E, pelo que sei, nenhum dos outros blogueiros que entrevistaram o presidente recebem qualquer subsídio ou verba do governo.

Outra afirmação incorreta da matéria do jornalista Fernando Rodrigues é a de que a designação “blogs progressistas” é dada pela “administração petista”. Essa designação foi dada pelos próprios blogueiros em encontro que reuniu trezentos de nós em agosto deste ano. A “administração petista” nada tem que ver com isso.

Eduardo Guimarães

Tags: , , ,

117 Comentário

  1. Este mês esta terminando um período de oito anos, oito anos em que vi um sonho um ideal virando realidade.É… há oito anos era eleito com meu voto, com meu crédito, com minha confiança o melhor presidente da história deste país que tanto amo. Meu querido presidente LULA, em nenhum momento desde a sua primeira tentativa de se eleger presidente, eu desacreditei do poder que nós trabalhadores temos de amar este país e trabalhar para realmente torná-lo nosso. Em 89, eu acompanhei, eu chorei e sofri com as calúnias com o preconceito que era exalado como veneno por todos aqueles que tinham medo de Lula, por todos aqueles que jamais aceitariam que um “operário construído se transformaria em um operário em construção” Foi neste ano de 89 que decide que o nosso esforço para vê-lo na presidência de nosso país,não poderia esperar a próxima campanha , que era preciso no dia seguinte levantar e começar novamente a luta.Foi aí que comecei meu trabalho de formiguinha ,tinha que começar em casa ,meu pai odiava tudo que se referia a PT ,minha mãe nem pra confrontar meu pai votava em analfabeto pobre,e eu tinha que começar ali na minha casa .Fui organizando todos os pontos negativos do então caçador de marajás e não precisei esperar muito, afinal ele mesmo se enforcou. Então acreditei: desta vez vai dar LULA , afinal a saída do presidente herói fabricado ,veio derrubar os argumentos de muitos brasileiros, de que para governar o Brasil tinha que ser elite ,apoiado pela grande mídia e ter diploma, me enganei,baixei a guarda antes do tempo,erro fatal, pois o povo continuava querendo doutor na presidência, o povo pobre ainda tinha medo de um companheiro de trabalho.Mais uma vez decidi :-agora eu não me calo vou brigar sim ,uma briga boa, briga de idéia!Como fazer isso? Conquistando companheiros, na verdade um, meu irmão mais novo… Depois não parei mesmo,era ler jornal ,claro nas entrelinhas ,pois já sabia que a grande mídia não era confiável. E , parti para os jornais do PC do B ,Revista Fórum ,Carta ,Caros amigos enfim não fugi ao bom debate em nenhum momento.Fui pras ruas ,trabalhei muito adesivando ,fazendo apitasso, reuniões em casa(Lula já contava com mais simpatizantes em minha casa) fiz tudo que se pode fazer por um ideal. Claro, houve sim momentos de medo,quando ouvia as notícias de corrupção na Globo, mas em nenhum momento deixei este maldito medo vencer minha ESPERANÇA ,e hoje olho de frente para todos aqueles que não acreditavam em LULA OPERARARIO PRESIDENTE ,E DIGO VALEU A PENA!!!! UM ABRAÇO GIGANTE PARA UM HOMEM QUE SE AGIGANTOU PARA AJUDAR SEU POVO

    • A sua história é bem parecida com a de centenas de abnegados que acreditaram no projeto de um partido de trabalhadores. Eu vivi intensamente essas ultimas três décadas: Fundação do PT em 1980; fundação da CUT em 1983. E como você, sofri muito durante a tentativa de golpe desencadeada a partir da entrevista do corrupto confesso Roberto Jefferson, lutei nas ruas, e na internet. Comprei briga com Arthur Virgílio, corrupto que desviou dinheiro da prefeitura de Manaus quando prefeito; com Jefferson da Fonseca, corrupto que desviou dinheiro da prefeitura de Campo Grande (MS) quando prefeito; Efraim Morais, corrupto que recebia R$300.000,00 de propina quando 1º secretario do senado federal e muitos outros, porque demos tucanos e corrupção é quase sinônimo. Eles, a exemplo dos batedores de carteiras que gritam “pega ladrão” e foge do local do crime, tenta com a ajuda da grande imprensa, essa mesma imprensa que age de igual forma conforme denuncia o Eduardo, nos colar a pecha de corrupto, quando são eles na verdade os donos dos grandes esquemas que a Controladoria Geral da União tem desmontado diariamente. Assino embaixo do seu post. Um abraço, e que os próximos quatro anos da “era DILMA” sejam tão bons quanto os oito anos da “Era LULA”.

    • Edilana, a sua história é muito parecida com a minha e, acredito, de muitas outras pessoas. Parabéns e obrigado por ajudar a construir um país melhor!

  2. Eduardo, é importante é frisar que o total de verbas publicitárias do Governo Federal NÃO aumentou. Permanece o mesmo valor, só que distribuído por veículos regionais, ao invés de se concentrar nos “grandes” veículos do eixo Rio-SP.

    Quanto às verbas que a carcomídia insiste em dizer que recebemos, há uma explicação: eles julgam os outros usando, como parâmetro, a si próprios. Como são jornalistas que vendem sua consciência por 30 dinheiros, eles acham que todo mundo faz a mesma coisa. Não conseguem conceber que as pessoas tenham opinião própria, sem precisar serem pagas para isso. Muito menos conseguem entender que os blogueiros doem tempo e dinheiro às suas ideias.

    Estamos numa época em que boa parte da classe média não tem ideais. Querem só ganhar dinheiro, seja a que preço for. Ética, princípios e ideais não fazem parte de sua vida. São vazios por dentro. Acho que é o caso da maioria desses jornalistas.

    No entanto, eu não veria nenhum problema em ter publicidade no blog. Seja de empresas privadas, ou do Governo Federal. O único senão é que jamais poderíamos permitir que os anunciantes influenciassem o direcionamento político de nossos veículos de mídia, os blogs.

  3. Caro Eduardo
    Creio na necessidade de se modificar a distribuição das verbas públicas para a propaganda institucional e se introduzir o fator “credibilidade” da empresa de comunicação e relacioná-lo, diretamente, com o montante da verba que esta empresa deva receber.
    Esse fator poderia vir de pesquisas do IBGE e/ou Universidades Federais nas diversas unidades federativas.
    Desse modo, certas empresas “pigueanas”, notórias pela falta de credibilidade, ficariam, do mesmo modo, sem qualquer verba publicitária federal.
    No final, esses empresários de araque avaliariam melhor se vale a pena publicar picaretagem como se fosse verdade.

  4. Descanse em paz (se puder!) dona Folha.

  5. Descanse em paz (se puder!) dona Falha, digo, Folha.

  6. Eduardo estou como você: Se Presidente Lula estiver pagando para os blogueiros Progressistas, então tem alguém recebendo a minha parte! Porque até hoje não vi a cor desta grana!

  7. Pois deixo aqui o protesto em seu favor: seu blog precisa ser incluído rapidinho na verba publicitário do Planalto. Você tem feito muito pela cidadania através dele e do Movimento dos Sem-Mídia.
    Lula, cadê a grana do Edu? ELE MERECE.
    Quanto à socialização da referida verba, Viva Lula! Só ele pra ter peito e de brecar essa distribuição elitista e continuar com uma aprovação popular nunca dantes vista neste País.

    • Não quero dinheiro público, Geysa. Por isso, no estatuto do MSM, há proibição expressa de receber dinheiro do EStado brasileiro. Se quisesse, poderia conseguir pois há verba para ONGS como o MSM. Mas acho que todos não podem custear as aspirações de alguns. Sou contra o dinheiro público ser usado dessa forma. Sou contra que a Globo ou a Folha recebam centenas de milhões de dólares do governo Lula enquanto criticam blogs que eventualmente recebam uma merreca de mil reais por mês, partindo da premissa de que a reportagem da Folha é verdadeira, porque a mim nunca ofereceram nada e, se oferecessem, eu não aceitaria, pois um Campineiro da vida não pude custear minhas posições políticas assim como eu não posso custear as dele, através da Globo ou da Folha. Feliz Ano Novo,Geysa

      • Seu desprendimento é admirável, Edu, além de prova inconteste de equidistância partidária . Só que isso lhe custa muito e nem lhe garante o merecido reconhecimento.
        Também sou contra dinheiro público em iniciativas extra-governamentais, mas já que o sistema permite, não é justo que apenas um lado seja contemplado. Ou todos, ou nenhum.
        Verba publicitária para emissoras de TV é menos compreensível ainda. Tratando-se de concessão, deveria prever em contrato a obrigatoriedade da reserva de espaço gratuito para os governos. Essa a dinheirama poderia ser canalizada em ações para diminuir as desigualdades sociais.
        Obrigada, que em 2011 a felicidade “deite praça” em sua casa, e você continue com esse vigor contagiante, aqui, no MSM, em sua empresa e mil e uma coisas que faz.

  8. Eduardo,

    Nós do blog Acerto de Contas também não recebemos dinheiro algum do governo federal…

    O que a Folha teme é ver as verbas de publicidade sendo pulverizadas. Inclusive já escrevi sobre este assunto específico em mais de uma oportunidade lá no @AcertodeContas. Se me permite, e se de interesse for dos seus leitores, seguem alguns links.

    Raio-X no colunismo da Folha de S.Paulo
    http://acertodecontas.blog.br/artigos/raio-x-no-colunismo-da-folha-de-spaulo/

    Folha diz ser isenta, plural e apartidária. Sei…
    http://acertodecontas.blog.br/midia/folha-afirma-ser-isenta-plural-e-apartidaria/

    Eleições presidenciais e concessões públicas
    http://acertodecontas.blog.br/midia/as-concessoes-publicas-e-as-eleicoes-presidenciais/

    Grande abraço e que 2011 seja um excelente ano!

    André Raboni
    Redator do blog Acerto de Contas

  9. Acho que o Centro de Mídia Alternativa Barão de Itararé deveria processar a Folha e esse verme Fernando Rodrigues. Para escapar de processo, esse covarde não “dá nome aos bois”, não nomeia quem acusa. Uma prática que, além de covarde, é terrorista, já que “deixa no ar” uma calúnia, a qual pode caber em muitas vítimas. Se vocês não processarem a Folha e seu lacaio agora, eles farão muito pior num futuro próximo(quem sabe não publiquem “documentos, cuja veracidade não podem comprovar, nem negar”, um aforismo para falsificação cínica)para tentar incriminar os blogueiros progressistas. Farão tudo para desmoralizar vocês, principalmente com o sucesso do Governo Dilma, a elaboração de uma nova “Lei Geral de Comunicações” e com o crescimento cada vez mais acelerado da mídia progressista. Ajam! No mais, concordo com sua conclusão : o pilantra da Folha acerta com a suposta “denúncia” que faz (embora esteja retratando uma virtude do Governo Lula,);”denúncia” elaborada para agradar aos seus patrões; Rodrigues está certo : com Lula, DEMOCRATIZARAM-SE as verbas de publicidade pública neste país, O QUE É JUSTO E DEMOCRÁTICO, UMA VEZ QUE O DINHEIRO DO GOVERNO(QUE É DO POVO)DEVE SER DISTRIBUÍDO PLURALMENTE ENTRE A SOCIEDADE, O QUE QUER DIZER, NO CASO DAS COMUNICAÇÕES, QUE DEVE AÇAMBARCAR TODO O ESPECTRO MIDIÁTICO, E NÃO APENAS A OLIGARQUIA QUE CONTROLA OS MEIOS TRADICIONAIS. Assim, usando um critério bastante profissional, Lula passou a dividir as verbas de publicidade conforme a audiência dos meios. Para ter-se uma ideia do absurdo criminoso que antes existia : no Governo FHC, a Globo, que detém 50% da audiência televisiva, recebia 75% das verbas. É ESSA SITUAÇÃO DESONESTA QUE A FOLHA E SEU LACAIO DEFENDEM. E FOI O QUE ACABOU COM A CHEGADA DE LULA AO PODER. Sem dúvida, não é à toa que os barões da comunicação odeiam tanto o presidente, e mandam seus jagunços engravatados fazerem o “serviço sujo” de atacá-lo com mentiras : LULA ACABOU COM A ROUBALHEIRA QUE ESSES PILANTRAS FAZIAM COM O NOSSO DINHEIRO.

  10. Eduardo, é um absurdo a Folha ou qualquer integrante do PIG mentir deslavadamente e nada acontecer. É um absurdo o episódio da bolinha de papel e do rolo de fita adesiva que, ao que parece, não existiu. É preciso que a Justiça comece a funcionar para esse tipo de mentiras da mídia. Não dá mais! Pelo amor de Deus! Esses caras escrevem mentiras e mais mentiras e fica por isso mesmo? Cadê o Poder Judiciário desse Brasil?

  11. “Chama a atenção o aumento do número de “outros”. Em 2003, eram apenas 11. Agora, são 2.512. A informação do governo é que a maioria é composta por sites e blogs na internet”:

    Mentira descarada deles. MENTIRA.

Trackbacks

  1. Tweets that mention Cadê a minha grana, Lula?! | Blog da Cidadania -- Topsy.com
  2. Brazil♥TheRev | Instant BrazilTheRev | Ebook Reviews | Affiliate Reviews

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.