Entenda o Datafolha

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

Quem se surpreendeu, decepcionou-se ou se animou com a pesquisa Datafolha que vazou no fim da noite de sexta-feira na internet e que foi divulgada oficialmente hoje pela Folha de São Paulo, talvez não esteja olhando direito os números.

É claro que, em comparação com a pesquisa Vox Populi divulgada também na sexta, o Datafolha não é tão bom para Dilma nem tão ruim para Serra. Todavia, se compararmos o que vinha sendo feito pelo instituto de pesquisas da família Frias antes de a procuradoria-geral eleitoral acolher a representação do Movimento dos Sem Mídia pedindo investigação dos quatro grandes institutos (Datafolha, Ibope, Sensus e Vox Populi), chegaremos à conclusão de que a suposta manipulação de dados do Datafolha refluiu, e muito.

Em dezembro do ano passado, a vantagem que o Datafolha atribuía a Serra em relação a Dilma era de 14 pontos percentuais. Em fevereiro, a vantagem caiu para 7 p.p. Eis que, em março, quando o Vox Populi e o Sensus já atribuíam empate técnico entre Dilma e Serra, o Datafolha joga a diferença a favor do tucano para 10 p.p. Em abril, o mesmo Datafolha aumenta essa vantagem ainda mais, agora para 12 p.p. (!!!)

No começo de maio, a procuradoria-geral eleitoral aceita a representação do Movimento dos Sem Mídia e emite um despacho à Polícia Federal para que esta instaure inquérito para apurar possível crime eleitoral de falsificação de pesquisas. A investigação abrange os institutos Datafolha, Ibope, Sensus e Vox Populi.

Em 35 dias, no Datafolha, some uma vantagem de Serra sobre Dilma de DOZE PONTOS PERCENTUAIS. Em 21 de maio, a pesquisa Datafolha conclui que aquela estrondosa diferença caiu a… ZERO (!).

Naquele momento, a blogosfera entrou em festa. Apesar de a mídia esconder a instauração de inquérito policial contra os institutos de pesquisa, os principais blogs progressistas e até os portais IG e Comunique-se entrevistaram-me e veicularam todos os detalhes da representação do MSM, assinada por mais de dois mil leitores do meu antigo blog, o Cidadania.com.

A manchete mais comum que se viu na blogosfera foi “A sinuca do Datafolha”. Ora, para os Frias e para o PIG em geral, foi a morte. Entendam que o principal poder da mídia é o de se colocar acima dos outros poderes da República – o Quarto Poder, no Brasil, acha que é o Primeiro.

Desta forma, a boa e velha margem de erro, levada ao paroxismo, pode permitir uma tendência muito menos divergente dos resultados que o histórico de todas as pesquisas mostra que têm sido os mais acertados, pois a cada três ou quatro meses fazem os outros resultados convergirem para si, ou seja, Datafolha e Ibope sempre acabam convergindo para os resultados de Sensus e Vox Populi.

De qualquer forma, em meados de maio, coincidentemente no momento do acolhimento pela Justiça Eleitoral da Representação do Movimento dos Sem Mídia, a diferença maluca de doze pontos percentuais a favor de Serra, uma diferença que nenhum outro instituto viu (nem o Ibope), reduziu-se a zero.

Em junho, porém, há uma reação da Folha, aumentando essa diferença em um mísero ponto percentual a favor do tucano, que, agora, a mídia mantém, porque a sua lógica é a seguinte: manipulação de pesquisa já havia ocorrido à época dos dez e, depois, dos doze pontos percentuais de vantagem para Serra. Queda ainda mais abrupta dessa vantagem ou ultrapassagem de Serra por Dilma só complicaria ainda mais a situação do Datafolha diante das investigações. Manter uma divergência, qualquer que seja, é dar coerência ao passado, se é que vocês me entendem…

O fato é que a mera análise dos números mostra que o Datafolha, no transcurso de uma linha de tempo, vai tentando puxar Serra para cima em duas pesquisas consecutivas. Em março, puxou essa diferença, que era de sete pontos em fevereiro, para dez pontos; em abril, de dez pontos em março, para onze pontos; em maio, teve que reduzir a diferença a zero – não me lembro de outra queda tão abrupta de um candidato a presidente em período tão curto (35 dias).

E a diferença do Datafolha a favor de Serra continua a zero desde a representação do MSM, pois o único ponto percentual a favor do tucano, nas duas pesquisas do instituto em julho, ficou dentro da margem de erro de dois pontos percentuais.

Quero garantir uma coisa aos leitores em geral e aos filiados ao MSM: a Folha não está ignorando o fato de que é a maior suspeita de estar manipulando pesquisas através de seu instituto-laranja. Há todo um intrincado cálculo na divulgação desses números. Até porque, um passarinho me contou que Serra não levaria sua candidatura à frente se Ibope e Datafolha não o mantivessem em vantagem sobre Dilma, mesmo que dentro da margem de erro.

A investigação da Polícia Federal sobre os institutos de pesquisa já está sendo monitorada pelo Movimento dos Sem Mídia. Em breve, teremos novidades sobre o que, a meu juízo, é direito da sociedade de saber. A Folha e seu instituto-laranja estão seguindo uma linha de atuação que lhes parece menos suicida – e eu talvez até concorde com ela, se for enxergar o assunto pela ótica dos seus interesses.

O fato é que não haverá o que o grupo político-midiático de Serra não faça para vencer a eleição deste ano. Há interesses não só do pico da pirâmide social, mas também interesses alienígenas (estrangeiros) na vitória dele. A vitória de Dilma pode tirar dezenas de bilhões de dólares das classes  A e B e entregá-los às classes C, D e E.

Estamos falando de uma elite que já deu um golpe de Estado por não aceitar distribuição de renda promovida pelo governo da hora e que, assim, manteve o país acorrentado a uma ditadura por mais de vinte anos. E estamos falando do sétimo país mais desigual do mundo, segundo o índice de Gini. O Brasil não chegou a esse ponto com essa casta dominante assustando-se com pouco. Até porque, há chefes militares garantindo apoio.

O que este blogueiro e ativista político faz, portanto, é apostar na legalidade, nas instituições, e, no limite, na indisposição que me dizem haver nas tropas de obedecerem a ordens de comando golpistas, caso a direita tucano-pefelê-midiática e seus mentores decidam não aceitar ficarem de fora do poder por mais quatro anos.

Contudo, essa decisão-limite da direita golpista precisará se amparar no Judiciário, mais ou menos como aconteceu em Honduras. É o novo modus operandi golpista latino-americano. Porém, o Judiciário pós-Lula já não é mais o mesmo. A maioria dos juízes da Suprema Corte foi nomeada por este governo. O procurador-geral da República é um homem de bem.

Em minha opinião, até a doutora Sandra Cureau tem méritos a seu favor e tenho minhas dúvidas de que esteja atuando de forma partidária. Aceitou uma representação de uma ONG desconhecida, apesar de apoiada por mais de dois mil cidadãos, e, depois que o PT resolveu se mexer e acionar a Justiça Eleitoral naquela questão da “propaganda antecipada”, também tem acusado os tucanos.

Em minha opinião, a situação das pesquisas está muito melhor hoje. A ousadia diminuiu muito. E não creio que terão pernas para dar um golpe branco, a la Honduras. Além disso, as próximas pesquisas poderão ser avassaladoras para Serra. O Vox Populi mostrou que a sociedade não está dando bola nem para os ataques reiterados a Dilma nem à manipulações de pesquisas. Quero ver o que fará o Datafolha quando Sensus e Vox Populi estiverem dando 15 pontos de vantagem para Dilma e a eleição estiver chegando…

O que essa gente não entendeu, é o seguinte: eles podem fazer quantas pesquisas quiserem, quantas notícias de jornal quiserem, quantos programas de televisão quiserem. Podem tentar criar climas eleitorais artificiais à vontade. No fim, porém, prevalecerá o princípio máximo da democracia, o de que a cada cidadão só cabe o próprio voto, e o de que na cabine indevassável, naquela hora do cidadão com a sua consciência, quem tem o poder é o povo.

Tags: , , , , , , , ,

143 Comentário

  1. O estranho das duas pesquisas é que leas basicamente só divergem nos n´meros de Serra e Dilma.
    Na popularidade de Lula, espontânea e nos nº de Marina praticamente não há diferença

  2. Continuação : É graças a ela que podemos confiar em alguma imparcialidade das instituições. E isso não vem de agora. Também ouvi de um passarinho que um dos motivos que levaram a oposição a não tentar o impeachment de Lula em 2005, decididindo por "sangrá-lo" para ele não se reeleger, foi a certeza de que, caso tentasse, a Sociedade iria para as ruas. E OLHEM QUE A ORGANICIDADE SOCIAL EM 2005 ERA MUITO MENOR DO QUE A ATUAL. De qualquer forma, seja qual for a correlação de forças que direciona seu funcionamento(e o Direito e suas interpretações não são nada mais do que resultantes de um jogo de forças) o fato é que HÁ CLIMA INSTITUCIONAL SIM PARA QUE A REPRESENTAÇÃO DO MSM TENHA SUCESSO, ERA APENAS NECESSÁRIO UM ATOR PARA LEVÁ-LA A TERMO. POR ISSO O DATAFOLHA ESTÁ COM MEDO. Continua…

  3. Até o momento, 16h20, nem mesmo o portal IG leva fé na pesquisa Datafolha. Continua em sua home a manchete: Vox Populi: Dilma tem 41% e Serra, 33%. Marina está com 8%. E nadica de nada da Datafolha.

  4. Oi Eduardo
    Coloque limites nos comentários de seu blog, com todo mundo faz.
    Tolerar estes CTR+C / CTR+V destes trolls, assalariados ultrapassa nossa tolerância, caridade e paciência. Está tomando o teu e o nosso tempo com bobajadas. Transfira estes comentários lá para aquele blog instalado nas tubulações sanitários do tio destes comentaristas…

  5. Continuação : E devido a esse medo "amenizou" suas falsificações, procurando mantê-las "no limite da margem de erro", embora provavelmente continue a usar suas "amostras maravilhosas"(nas quais 101% do país moram em SP), exatamente para manter munição para possíveis ataques mais extremos. Vejam bem : estamos considerando um êxito o fato de que um instituto que adultera pesquisas(basta ver as amostras do Datafolha para confirmar-se isso), as está adulterando menos, TODAVIA ELE CONTINUA ADULTERANDO. É como ficar-se feliz porque a febre baixou, mas ainda é febre, AINDA CONTINUAMOS DOENTES. Nossa sensação de êxito é ilusória, UMA VEZ QUE PERSISTE O DISPLANTE DE UM INSTITUTO DE PESQUISAS FRAUDAR PESQUISAS PARA LEVANTAR UM CANDIDATO(que do contrário já estaria com sua candidatura morta de vez). Devemos nos concentrar nessa constatação, para compreender o crime que o Datafolha pratica e VER O QUANTO É URGENTE A REPRESENTAÇÃO DO MSM.

  6. Prefiro o polvo Paul do que o Datafoha. Considero-o bem mais digno de credibilidade!!!

  7. Eduardo,

    Li o seu texto com atenção, mas não concordo com a essência do seu raciocínio: "de que a suposta manipulação de dados do Datafolha refluiu, e muito". Primeiro, esse "suposta" aí. Como "suposta"!? É indubitável que a ação do MSM junto ao MP foi um "divisor de águas", foi um grande e importante gesto de Cidadania. Parabéns pela ação! Mas o MSM não pode agora "baixar a guarda". Sei que não é essa a sua intenção, mas pode dar essa impressão equivocada aos muitos que lhe seguem e admiram. Pois, veja bem, a manupulação prossegue de outra forma. Note, por exemplo, como diminuiu a diferença pró-Dilma em locais no Nordeste e no RJ, por exemplo. Os vestígios da manipulação podem estar por aí: eles ratearam ou diluiram a margem de diferença. Nada explica que o Vox dê 8 pontos, com Dilma à frente, e o DataFolha dê "empate técnico", com Serra à frente. Ainda mais com os recentes episódios da esolha do seu vice e das declarações infelizes deste. Conheço muita gente + conservadora que votaria no Serra e disse que não mais o faria depois desses tristes episódios. Um dos dois institutos está "equivocado". Pela sua linha de raciocínio original, não precisa nem investigar/analisar muito para saber qual. Não é mesmo?
    Se tivesse de fato refluido, O DataFolha traria, no mínimo, a Dilma um pouco à frente do Serra .

  8. Eduardo, acabo de ler um post bem técnico sobre essa "pesquisa" Databranda no site do deputado Brizola Neto – http://www.tijolaco.com/?p=20889&cpage=1#comm… .
    Se puder, dê uma lida, pois certamente servirá de subsídio para auditoria.

  9. Edu, acabo de falar com meu pai em Londrina. Tem 83 anos. E, ele rindo, "viu só,o Serra que fez tudo no Brasil". E eu: "Pai, até o senhor já sacou que o homem é um mentiroso, que enlouqueceu?" E ele completou; "Quero ver quando jogarem na car dele que está mentindo. Ninguém mais vai acreditar nele". E meu pai representa bem a compreensão média de nosso povo.

  10. Vamos empurrá-lo serra abaixo.

  11. http://www.tijolaco.com/?p=20889

    Uma mostra de como a folha não sabe nada de pesquisa.
    Leiam o texto do Brizola Neto.

  12. A EXPLICAÇÃO DA PESQUISA DATAFOLHA ESTÁ NO BRIZOLA NETO COMO SEGUE ABAIXO:
    Datafolha e a necessidade de auditoria http://www.tijolaco.com/?p=20889
    É SÓP CONFERIR!

  13. O mais estranho nisso tudo é que não vejo voto do Serra, aqui em minha região com tanta expressividade, a não ser aqueles conservadores de sempre de todas eleições, e o mais interessante estão de bico calado… Com medo de deboches frente a argumentos inexpressivos de sempre de ataques ao governo Lula. No mais viva Lula, viva Dilma.
    Visite meu Orkut… Rafael Resende Professor, Abaeté – MG. E veja como fazer uma propaganda bacana pró Dilma.
    rafaeldiretor@yahoo.com.br

  14. tem uma analise interessante do datafolha no tijolaço: http://www.tijolaco.com/?p=20889&cpage=1#comm

  15. Eduardo, como já sabemos da atuação política que o datafolha faz ao cometer esses absurdos, o resultado de hoje não espanta nem um pouco ( o MSM continua incomodando, como vc explicou, e como diz o P.H.Amorim, no datafolha e no ibope o Serra reaje). Pois estou confiante demais na vitória de Dilma. Oito pontos à frente, ainda desconhecida de muita gente no eleitorado e com o horário eleitoral chegando ( onde a base aliada do governo terá mais tempo) e o presidente Lula detalhando quem é sua candidata, somada à ótima economia brasileira atual, nossa confiança é alta. Não acredito no tal "golpe judicial" pois não há clima pra isso e o TSE, se tem Gilmar e Marco Aurélio, tem outros juízes, estes sim, realmente bons. Abraços.

  16. Meu ex profesor de estátistica me confidênciou que o Data Folha tem como projeto a médio prazo, tornar-se um dos 3 maiores e mais respeitados institutos de pesquisas do mundo; é isso mesmo, do mundo. E não medirá esforços nem dinheiro para chegar lá. Além da infra-estrutura, na qual já investe pesado há algum tempo, chegou a hora de descarregar dólares em pessoal. A mais recente contratação para dirigir um dos mais importantes departamentos do instituto nas próximas eleições atende pelo nome de…
    MANDRAKE! Isso mesmo, Mandrake o Mago.

  17. http://twitter.com/trashnews – Para não precisar dar cavalo de pau, DataFolha já entra na curva derrapando no “empate”.

  18. Nesse momento 20 h e 30 min, até os apresentadores do Jornal Nacional da Globo, ficaram com vergonha de apresentar os números da pesquisa Data folha, a cara do Chico Pinheiro e da outra apresentadora “tava de dá dó”, e o câmera enbananou não sabia se mostrava um ou outro apresentador. Uma vergonha nacional.

  19. Eduardo, esse foi um dos textos mais lúcidos que eu tive o prazer de ler nos últimos meses!!! Parabéns. Todo cuidado é pouco. Amigos navegantes:
    1) Angariemos votos à candidata do Brasil e do progresso;
    2) Boicotem o PIG;
    3) Ajude a desmascarar a coligação Unidos pela Mentira (PSDB/PFL/PPPS/PIG).
    Lembrem-se que o candidato das trevas e do atraso tem péssimas companhias!!!

  20. Não é propriamente uma pesquisa. É muito mais um instrumento comprado por quem tem interesse em usar seus "resultados" para tentar continuar influindo nas eleições, no caso o PIG (Partido da Imprensa Golpista), que na cara de pau passa a fazer suas "análises" tendo como suporte os números apresentados. Já neste sábado, os grandes "analistas" do PIG, com destaque da Eliane Catanhede, que tem um olfato privilegiado para se deliciar com os odores que vem da oposição (não consegue sentir os fedores vindos desse lado), coadjuvada por jornalista das mais "isentas" que procura dar orientações para as ações da oposição, coordenadas pela pegajosa e dissimulada Cristiana Lobo, chafurdando os dados do documento DataFolha, desfilam argumentos para mostrar que Serra ainda está muito competitivo, embora não pudessem deixar de ressaltar alguns pontos que permitem mostrar, mesmo assim, a vantagem de Dilma na "pesquisa". E pasmem: não há nenhuma, mas nenhuma mesmo, menção à pesquisa Vox Populi divulgada no dia anterior, cujos números, associados à margem de erro, dão forte indicação de que o Serra poderá ser vencido ainda no primeiro turno. Acho difícl entender o DataFolha, a não ser constatar que continuam os mesmos: manipulando seus números para favorecer o Serra, mas que mais uma vez resultará num esforço vão, que só serve para desmoralizar o instituto, mostrando a parcialidade de seu trabalho. Não existe nenhum dado objetivo que possa respaldar uma espectativa de que Dilma não será eleita. Não tarda a oposição e o PIG em particular verificarem que não são acusações, mentiras, manipulações, golpes baixos, e muitos outros instrumentos do gênero que usam que irão fazer a cabeça de quem quer que seja. A realidade política e ecônomica do país os desmentem, o que escondem o povo vê e sente as melhoras para si e para os seus. Por isso, é preciso que saibam que o encanto de grande parte da população pelo que dizem há muito acabou. O grande ícone dessa realidade ultrapassada é o Jornal Nacional, que já não é mais mesmo, não reina mais sozinho. Um pouco de realidade para todos seria um bom remédio, evitaria tanta ridularia lançada aos quatro ventos por profissionais da mídia e de gente que já foi importante, que se dizem intelectuais, experientes profissionais, consultores, cientistas. Como a luta desses é muito mais por dinheiro, é bom se precaverem, as perspectivas são de perdas, porque tudo que disseram nesses quase dez anos depõem muito mal quanto às suas competências, sobrando somente avaliações nada favoráveis às suas reputações profissionais e pessoais.

  21. "O instituto Vox Populi aponta Dilma com uma vantagem de 8 pontos. O chefão desse instituto, Marcos Coimbra, é colunista da revista petista Carta Capital. Sua empresa faz pesquisas para o PT. Você escolhe, leitor: confia mais no Datafolha, que não trabalha para partidos, com um universo de quase 11 mil entrevistados, ou no Vox Populi, com meros 3 mil, mais o PT, o Mino Carta e o Marcos Coimbra?" (Blog do R.A.)

    É muita palhaçada…

    • Eu confio mais nos institutos que vêm divulgando antes resultados que os outros têm que publicar depois, e o Vox previu o empate e o Datafolha negou, negou, mas acabou acompanhando; agora, o Vox prevê a ultrapassagem de Serra por Dilma…

    • Como é que é, João Rafael?
      A Folha na trabalha para partidos? Talvez você quis dizer que a Folha não declarou apoio a nenhum partido.
      Em que mundo o senhor vive?
      E eu lhe digo: nem com um universo de pesquisa de um milhão de pessoas acredito no Data Folha. Motivo? Simples: o seu histórico recente.

      • O histórico recente da Folha é de erro

        • Emilio, não citei o parágrafo do blog do RA porque concordo, mas apenas para expor o nível gugudadá das suas colocações, ao acusar de forma velada o Vox Populi de manipular pesquisas porque o Marcos Coimbra é colunista da Carta Capital e por esta ser, segundo ele, petista. Minha última frase ("É muita palhaçada…") diz respeito justamente a isso. Deixei aqui para que cada um tirasse sua própria conclusão. O ruim da internet é que muitas vezes as ironias são entendidas como colocações sinceras.

          Espero ter sido claro agora.

  22. Olá, Edu! O trecho "Aceitou uma representação de uma ONG desconhecida, apesar de apoiada por mais de dois mil cidadãos…" poderia, por ora, ficar assim: "Aceitou uma representação de uma ONG, apesar de desconhecida, apoiada por mais de dois mil cidadãos". Disse "por ora" porque o mínimo que os mais de dois mil cidadãos conseguiremos é fazer com que tomem conhecimento do MSM. Outra observação: não há "puxação de saco", como alguém sugeriu, em reconhecer o que uma pessoa faz com correção; entendo isso como equilíbrio. Muita força pra você e sua família, que ganhou o reforço da presença aguardada da sua filha. E parabéns pela perseverança – difícil, mesmo quando trilhamos um caminho sem volta (entenda-o como não conseguir ficar de braços cruzados quando se tem consciência de que há muito por fazer e já não dá mais pra fingir que não enxergamos).

  23. Falando em pesquisas… Não sei se você viu, mas havia um tom de velório no Jornal Nacional durante a divulgação do resultado da pesquisa Datafolha. Como eu havia lido no Diário de São Paulo o resultado da pesquisa Vox Populi, fiquei com uma sensação de que os apresentadores estavam, no mínimo, pouco confortáveis enquanto davam a notícia. Ao menos foi esse o efeito que me causou a cena. Abraço!

  24. Edu

    Vem ai um Ibope
    O que devemos esperar?
    Vai confirmar a lambança do Datafolha?
    Ou o Ibope vai roubar um pouquinho menos?

  25. Edu

    Só pra se ter uma idéia do tamanho da lambança

    O Datafolha foi capaz de colocar Dilma com 46%, Serra com 36% em Pernambuco.

    Sendo que os institutos locais dão Dilma com 60%, Serra com 25%.

  26. Datafolha precisa de auditoria! está no site tijolaço: http://www.tijolaco.com/?p=20889

  27. ALERTA DE TROLL
    Valério
    valeriomelo@gmail.com
    189.104.183.71

  28. Estamos em campanha pela Dilma e contra o PiG, mentiroso PiG.

  29. Que lindo ver uma mulher guerreira,guerrilheira,que lutou para que eu estivesse aqui falando abertamente,sem qualquer censura,sendo presidente do meu país,será a nossa glória e a vitória de todo grande povo brasileiro.VIVA O POVO BRASILEIRO!!!!!!

  30. Ao, João Rafael.
    Você disse que o chefão do Vox Populi é colunista da Carta Capital, portanto a pesquisa não tem valor.
    Veja os argumentos que a oposição usa. Saõ tão sem nexo que dão pena. O grande problema de pessoas que argumentam como você o faz, é que se pautam por manchetes dos grandes jornais que foram afastados da teta há oito anos. Sequer tem curiosidade, ou capacidade, de analisar criticamente a notícia como um todo.
    E para mostrar-lhe como você é fraco nos seus argumentos -se é que podem ser chamados assim- vou-lhe contar duas coisas:
    -Você sabia que o seu queridinho José Serra já foi editorialista e articulista da Folha?
    -Sabia que um dos sonhos do velho Frias era ver José Serra como presidente do Brasil?
    Claro que não sabe, se soubesse não acreditaria no Data Folha.

    • Emílio, aquelas colocações não são minhas. Retirei do blog do Reinaldo Azevedo com a intenção mostrar o nível dos seus argumentos, não porque concordo com o que ele disse. Coloquei esclarecimentos entre as respostas ao meu comentário.

  31. Datafolha confirma: Dilma 41% – Serra 30%
    Leia em http://www.passelivredf.com.br
    "Ainda que o DataSerra ajude a dar ares de verdadeiro ao aforismo segundo o qual o segredo das pesquisas e estatísticas está na arte de torturar os números até que eles digam o que deles se espera, há leituras interessantes por trás dos números nebulosos, surpreendentes e inverossímeis segundo os quais Serra está na frente de Dilma. (…)"
    Leia em http://www.passelivredf.com.br

  32. Existe uma arma a qual não temos controle (ainda): urna eletrônica sem o "papelzinho".

    Abs.

Trackbacks

  1. Tweets that mention Entenda o Datafolha -- Topsy.com
  2. Sob pressão, o Datafalha começa a encolher o Serra | Conversa Afiada
  3. A Folha, o vício e o pêlo | ESTADO ANARQUISTA
  4. nxradio webradio | musica & arte & design & mundo & pessoas & momentos » Efeito MSM (Movimento dos Sem Mídia)
  5. Entenda o Datafolha « Parte1
  6. Entenda o Datafolha | Blog da Cidadania | Media Brasileiro
  7. Entenda o Datafolha « Blog do FABIO ROSA
  8. Datafolha tira o povo da pesquisa « CultpontoCom

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.