O livro de Conceição Lemes

Outra grande amizade à qual quero dar espaço, e que faço com atraso, é à fecunda amizade que tenho pela jornalista Conceição Lemes, alguém que já se tornou parte da minha vida e da vida da minha família.

A amiga acaba de lançar um livro que, nas suas palavras, “É um livro sobre saúde e não sobre doenças. É para a população em geral”.

Estou um tanto quanto mortificado porque tive que viajar para o interior do Paraná para um negócio de última hora e não pude ir ao lançamento do livro da Conceição. Mas, enfim, ela conhece a minha vida…

Voltarei ao assunto do livro, porque é de suma importância, sobretudo por ter sido escrito por aquela que é considerada por muita gente entendida como a melhor jornalista de saúde do país.

Enfim, meus amigos, fiquem com a apresentação de uma obra que oferece informações que importam a cada cidadão vivo ou por nascer neste país.

*****

Saúde – A hora é agora

Por Conceição Lemes

Saúde é:

Ausência de doenças? Sentir-se bem física e mentalmente? Ter acesso a serviços médicos de qualidade? Ter moradia, emprego e salário dignos? Ter bons hábitos de vida? Ter uma boa noite de sono? Não depender de filhos, noras e netos para pagar as contas, fazer comida ou divertir? Exercitar-se frequentemente? Prevenir doenças e tratá-las quando aparecem? Ter uma alimentação saudável? Dar adeus ao cigarro? Morar em lugar com água e esgoto tratados? Rejeitar armas de fogo? Usar cintos de segurança? Se beber, não dirigir?

Pois ao contrário do que muitos imaginam, ausência de doenças não é saúde. Saúde é tudo isto: água, esgoto, moradia, alimentação, trabalho, salário, lazer, sono, atividade física, sexualidade, relacionamento, emoções, estresse, assim como prevenção de doenças, diagnóstico, tratamento e reabilitação.

Saúde é controle de doenças físicas e mentais, qualidade de vida e capacidade de interagir com outras pessoas, a comunidade e o ambiente. Logo, existem indivíduos saudáveis aos 20, 40, 60, 80, 90 ou mais. São pessoas que conseguem manter bom equilíbrio físico, psíquico, social e ambiental, consequentemente são funcionais para as coisas que pretendem fazer.

“Ter médicos, diagnósticos e tratamentos de qualidade, sempre que necessário, é vital”, frisa o doutor Mílton de Arruda Martins. “Porém, estilo de vida é o fator que mais contribui para reduzir a mortalidade das doenças que mais matam, como as cardiovasculares, pulmonares, câncer e acidentes de trânsito.”

O doutor Mário Ferreira Jr. reforça: “Promoção de saúde é o que mais traz grandes benefícios”.

Aqui, duas boas notícias.

Primeira, é possível, sim, intervir no principal determinante das doenças que mais matam no Brasil, e evitá-las.

Segunda, a editora Manole lança no dia 24 de junho este livro que vai ajudar a população em geral a viver mais e melhor: Saúde – a hora é agora.  Seus autores: o médico clínico Mílton de Arruda Martins, professor titular de Clínica Médica da Faculdade de Medicina da USP; o especialista em medicina ocupacional e promoção da saúde Mário Ferreira Jr., coordenador do Centro de Promoção da Saúde do Hospital das Clínicas de São Paulo; e a jornalista especializada em saúde Conceição Lemes, a mais premiada no Brasil por reportagens nessa área.

“É um livro sobre saúde e não sobre doença”, frisa o professor Mílton de Arruda Martins, que antecipa.  “Não há fórmulas mágicas. Cada um de nós tem que assumir parte da responsabilidade pela própria saúde. O que o livro faz é ensinar o que pode ser feito para se viver mais e melhor. Ele foge das ‘receitas de bolo’ e da medicalização excessiva dos tempos modernos.”

Saúde – A hora é agora não visa a prevenir esta ou aquela doença, mas a cuidar da saúde como um todo.

“Para isso é fundamental que tenham acesso às melhores informações”, salienta o doutor Mário Ferreira Jr. “Daí, o livro ser baseado totalmente em evidências científicas.”

O livro tem 463 páginas distribuídas em 11 capítulos. Cada um é um guia prático sobre o tema, feito em formato de reportagem. Grandes especialistas foram entrevistados. Entre eles, médicos, médicos, fisioterapeutas, psicólogos, educadores físicos, assistentes sociais, nutricionistas, enfermeiros, dentistas e veterinários. Também foram ouvidos cerca 500 cidadãs e cidadãos brasileiros, inclusive algumas personalidades

Tags: , ,

10 Comentário

  1. ótimo presente para ser distribuído aos familiares e amigos.
    Conceição é excelente!

  2. Sempre que posso leio os textos da Conceição Lemes no Azenha, a convicção das suas palavras é algo que só encontramos naqueles que com dedicação exercem, no seu profissionalismo, a grandeza do amor pelo próximo. Seu vasto conhecimento técnico torna-se uma conseqüência disso. Parabéns Conceição, Sucesso!

  3. Conceição Lemes vem se revelando uma das melhores analistas de problemas de saúde no Brasil com seus textos sempre corretos e bem fundamentados. Há tempo venho buscando informações sobre a jornalista que coincidentemente tem o mesmo sobrenome que eu e daí presumí-la descendente dos Lemes da velha cidade da Campanha, em Minas. Não consegui essa informação, mas louvo qualquer texto e tenho orgulho de sabê-la também Lemes.

  4. Eu só posso dizer que a Dra. Conceição Lemes não é nada do que eu imaginava no Vi o Mundo do brother Azenha. Nunca uma foto. Uma cara a bater. Estou emocionado. Porém acho errado citar "cardiovasculares, pulmonares, câncer e acidentes de trânsito.” pq. cardio podemos dizer que é má alimentação; pulmu por causa do tabaco, trânsito não é saúde é imbecilidade… e câncer resumi como má alimentação, muito cigarro, muito sol, etc. Câncer fica muito genêrico, Fica num lugar comum.

    • Oi, Gabriel, primeiro, não sou doutora. Sou jornalista. SEgundo, como vc me imaginava (rs)? Tô curiosa (rs).
      Terceiro, o livro mostra que, ao contrário do que as pessoas imaginam, saúde não se constrói com mil exames sofisticados, remédios à beça, idas a "trocentos" especialistas. Claro que isso em determinados momentos é importante. Mas realmente o que faz as pessoas viverem mais e melhor são mudanças de hábitos e estilo de vida. Isso vai desde a alimentação (a dieta do brasileiro antigamente era muito saudável), que beneficia toda a saúde, passando pela rejeição às armas de fogo, à vida sexual prazerosa. O livro é um contraponto à excessiva medicalização da saúde atualmente. Abs, Conceição Lemes

  5. Adorei a abordagem holística do conceito de saúde que o livro mostra que adotará. Sem deixar de lembrar que condições dignas de alimentação e moradia(o que passam por distribuição de renda, mudança do modelo econômico e construção de oportunidades)são os pilares para ter-se uma boa saúde, sabemos que, após isso, muitos outros fatores são determinantes, muitos desses fatores relacionados a perspectivas existenciais do ser humano. Essa parecer se a abordagem do livro, do qual Conceição Lemes(que conhecia do Blog de Azenha e já admirava pela qualidade, honestidade e humanismo de seus textos) é uma das autora, abordagem fundamental na época atual, onde a mercantilização industrial do Capitalismo afasta os homens dos aspectos sensitivos indispensáveis para uma vida saudável.

  6. Espero que no livro também lembre da saúde do nosso planeta, nossa casa, que não está nada bem. Até quando vamos permitir essa continuada agressão ao meio ambiente? Isto tudo voltará contra nós.
    Acho que não podemos mais ser omissos e continuar fingindo que não vemos o excesso de plásticos, agrotóxicos, lixões, a falta de ação de todos nós na reciclagem e redução do lixo gerado. Como ser saudável vivendo em uma casa contaminada?

  7. Conheço Dr. Milton pessoalmente há muitos anos e sou testemunha de sua seriedade e de sua postura diante das questões de saúde. Conceição Lemes conheço por seus artigos na blogosfera e tenho um profundo respeito por suas idéias e posições. Mesmo sem ter lido ainda o livro, já posso asseverar que deve ser muito enriquecedora sua leitura.
    Parabéns aos autores

  8. The subsequent time I read a weblog, I hope that it doesnt disappoint me as a whole lot as this 1. I mean, I know it was my option to read, but I truly thought youd have something attention-grabbing to say. All I hear can be a bunch of whining about something which you possibly can repair need to you werent too busy on the lookout for attention. 445801

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.