Bolívia consome menos drogas do que o Brasil

Buzz This
Post to Google Buzz
Bookmark this on Delicious
Bookmark this on Digg
Share on FriendFeed
Share on Facebook
Share on LinkedIn

Em mais uma operação “casada” entre órgãos de imprensa e o candidato a ocupar a Presidência da República a partir do ano que vem José Serra, o cultivo de coca na Bolívia está sendo transformado em factóide eleitoral do qual o tucano pretende se beneficiar com seu discurso acusatório ao país vizinho.

Não conseguirei traduzir quanto me é doloroso ver o que estão fazendo com a imagem daquele povo e daquele país que cresce, desenvolve-se, reduz a pobreza e a miséria como nunca, educa o povo e combate as drogas com sucesso crescente.

Posso dizer bastante sobre a Bolívia porque já estive em várias partes do país, tais como Santa Cruz de La Sierra, La Paz, Cochabamba, Oruro, Potosi e Sucre, e posso garantir que o boliviano consome muito menos drogas que o brasileiro, o que, inclusive, é atestado pelo último “Relatório Mundial sobre Drogas 2009” divulgado pelo “Escritório das Nações Unidas para Drogas e Crime” (UNODC, sigla em inglês) em junho do ano passado.

Além disso, o relatório mostra que a Bolívia perde para a Colômbia e para o Peru em termos de exportação ilegal de pasta de coca e que boa parte da cocaína que entra no Brasil pela Bolívia vem desses outros países através do território boliviano.

Hoje, domingo, a Folha de São Paulo publica uma reportagem irresponsável sob uma manchete mentirosa dizendo que a Polícia Federal “avalizaria” as acusações de Serra à Bolívia. Lendo a matéria, percebe-se que é tudo mentira. Valendo-se do mesmo recurso do grampo imaginário contra Gilmar Mendes, o jornal cita uma fonte anônima como se tivesse recebido uma declaração oficial da PF.

E mesmo que o tal relatório da PF exista, não pode ser tomado por posição oficial da instituição, pois em organizações sem orientação político-ideológica oficial como a nossa Polícia Federal passou a ser neste governo, pode-se conseguir relatórios para todos os gostos. Só que um relatório, mesmo existindo, é muito diferente de uma conclusão oficial da instituição.

Espertamente, então, o jornal da família Frias não ouviu a Polícia Federal sobre a “denúncia” que faria neste domingo com base em fontes anônimas, pois um desmentido dela se chocaria com a manchete que se queria colocar, de que aquela instituição teria “avalizado” o factóide eleitoral de Serra.

Conheço muito bem o povo boliviano. É um povo de costumes muito mais recatados, sobretudo entre a população indígena. A folha de coca faz parte da cultura deles. Os bolivianos usam-na para fazer infusões com fins medicinais, como o eficientíssimo “té de coca”, quase mágico no combate aos efeitos da altitude no altiplano da Bolívia.

Por toda região dos Andes (sobretudo na Bolívia, no Peru, no Equador e na Colômbia), a folha de coca é amplamente consumida e industrializada. Pode-se comprar chá de coca industrializado ou a própria folha até em supermercados.

Ainda assim, o boliviano, proporcionalmente, usa muito menos drogas do que os povos de países mais ricos que importam ilegalmente da Bolívia a matéria-prima da cocaína. Consome-se menos maconha, menos ecstasy, quase nada de crack e até a própria cocaína. O boliviano não gosta de se drogar como os povos dos países mais ricos.

Na verdade, apesar de que, sob Evo Morales, a Bolívia deixou de ser o país mais pobre da América Latina, aquele ainda é um país paupérrimo e sem recursos. É muito mais difícil para a Bolívia fiscalizar todo seu território. Nem o Brasil, com todos os seus recursos, consegue.

O discurso de Serra vai ao encontro do discurso americano sobre impedir o milenar cultivo de coca nos Andes. É óbvio que, como nessa região se produz enorme parte da coca cultivada hoje – que, inclusive, tem fins farmacológicos no mundo inteiro –, é dos países andinos que vem a matéria-prima da cocaína.

Cabe a cada país fazer como a Bolívia e coibir a produção, o consumo e o tráfico de cocaína, fiscalizar fronteiras, reduzir a miséria de forma a reduzir a mão-de-obra da indústria da droga, a qual se vale das populações carentes para transportar e vender sua produção.

Como Serra fracassa miseravelmente em combater o crack em São Paulo – sobretudo na capital, onde se fuma a droga em certas regiões da cidade à vista de todos, inclusive da polícia, e o Estado não faz nada -, ele inventou essa farsa contra a Bolívia e pôs seu jornal para endossá-la valendo-se de fontes anônimas apresentadas como se fossem oficiais.

É inútil e farsesco eleger a Bolívia como culpada pela nossa dificuldade de lidar com as drogas. Aliás, trata-se de uma dificuldade que até os países mais ricos têm, o que fez com que vários deles as legalizassem. Esse discurso só serve mesmo para um candidato como Serra, que não sabe o que dizer para convencer o eleitorado a elegê-lo.

Tags: , , , , , , ,

36 Comentário

  1. E eu acho que se continuarmos insistindo neste assunto, estaremos dando combusatível. Deixca morrer de fome. Contratatacar com fracassso do ataque à cracolândia é até interessante, mas fivcara falandop em bolivia, bolivia, bolivia, é querer que o assunto vire assuinto nacional. E é isso que o sr, sem discuirso deseja.
    Não existe nada mais orgástico para eles do que perceber que "os blogs de esquerda" estão furiosos com serra bla bla bá

    • Mas por outro lado o Eduardo tem razão em denunciar essa farsa, você não acha? Se ficarmos calados a coisa acaba colando. É a estratégia goebbeliana de falar uma mentira cem vezes, até virar verdade.

  2. Uma vez mais a direita quer, com essa "afirmação", DESVIAR a atenção de quem realmente produz e distribui as drogas. Encabeçada pela Colombia, endossada pelo atual governo e, NUNCA, pelo povo honesto e trabalhador. Sómente escolheram muito mal seus governantes. A direita ENTOPE a sociedade com drogas de todos os tipos. Faz parte de sua ideologia. A corrupção policial advinda, das drogas, é fenomenal e estrutural, do modus operandi da direita. Justiça idem, corrompidos são "dóceis" com quem manda neles, o governo. Existe um "limitador" da direita para o tráfico. Pode mas não muito, ai a ação diversionista das policias em aprensões menores, caso seja muito, fará com que toda juventude se torne inúteis trabalhadores. E, a direita, não pode "destruir" toda sua mão de obra. DIREITA O FLAGELO DO BRASIL E A FALÊNCIA DO MUNDO.

  3. O oportunismo de Serra e seu discurso de gangorra compara-se a fratura exposta. Qualquer eleitor, por menos politizado que seja, dá-se conta que a fratura exposta, evidente no discurso de Serra, desloca-se da tíbia e do perônio para alcançar seu cérebro e perfurá-lo irremediávelmente. Desculpe-me a metáfora macabra, embora não tenha encontrado outra para ilustrar a burrice do candidato do PSDB. Foi para o vinagre. Ou melhor: acabou mimetizado por formol.

  4. Serra, seu pasquinzinho "Folha (de Coca) de São Paulo" e os demotucanos e conservadores em geral estão em visível desespero; já não sabem o que fazer para dirigir os holofotes à sua patética campanha. E o mais interessante é que a campanha mal começou… O que será que essa gente vai fazer até outubro? Já que acusar a Bolívia parece que não rendeu o esperado dividendo eleitoral, talvez ainda venham a jogar lama na Venezuela, acusando-a pela devastação na Amazônia; ou em Cuba, responsabilizando Fidel pelos problemas na educação; ou no Irã, dizendo ser ele o responsável pelas enchentes em São Paulo… Tudo pode acontecer para, ridiculamente, tentar por o pífio José Serra em evidência. Acho que quem tem mais de dois neurônios em funcionamento ainda vai rir muito antes das eleições… Uma sugestão: Deviam colocar Serra de colante vermelho dançando cancan no Viaduto do Chá. Aí ele se tornaria o assunto do momento!

  5. Eduardo, é bem-vinda essa mudança de tática de Serra, abandonando a pele de cordeiro do pós-Lula para apresentar-se como o lobo direitista que ele realmente é.

    Entendo que a estratégia dos marqueteiros tenha que mudar, pois Serra não é um candidato, é um produto. E quando uma agência de publicidade percebe que sua estratégia não está ajudando a vender determinado produto, eles mudam rapidamente.

    Só que o pobrezinho do Serra não percebe que isso aumenta ainda mais sua perda desatada de votos. Aquele eleitor meio centrista, meio em cima do muro, que achava não haver grandes diferenças entre Serra e Dilma, agora terá que se decidir. Provavelmente optará por Dilma ou Marina, pois esse tipo de eleitor tem ojeriza a candidatos que têm imagem de agressivos.

    Serra está falando agora para aquele 5% do eleitorado que não gosta do PT, não gosta dos governos de centro-esquerda do Continente e acha que o Irã vai lançar uma bomba atômica contra Washington, e não o contrário.

  6. Talvez o consumo de cocaína,nas redações do PIG,seja maior do que na Bolívia inteira….

  7. Acho que um dos grandes, enormes problemas presentes na cultura do povo brasileiro é o desconhecimento em relação a tudo o que não seja Europa. O desconhecimento a respeito da América Latina é talvez, uma das maiores lacunas do sistema educacional do Brasil. Tive a oportunidade de verificar cruamente este fato, quando alguns professores do Colégio de Aplicação da UFSC, (em cujo quadro pertenci até pouquíssimo tempo) aprovaram a criação de uma disciplina escolar chamada Estudos Latino-Americanos (ELA). Essa disciplina foi incluída no ensino fundamental e médio. Fui autora e professora dessa disciplina por vários anos, e essa função me revelou que esse desconhecimento tanto está na cultura escolar e acadêmica, quanto na cultura de massa, incluíndo noticiários, e demais referências informativas. As parcas referências que o brasileiros tem a respeito do seu continente se dão a partir de futebol e informações midiáticas, a rigor, negativas, como golpes,crimes, miséria e drogas. Enquanto isso, as referências a respeito da Europa são quase todas positivas. Penso que mudar essa discrepância referencial é um desafio e uma obrigação nossa, pois isso tem causado problemas sérios sobre nossa identidade.

    • O "desgoverno" do Serra preferiu assinar o El Pais a um jornal latino-americano!

    • Cara Ivonete, achei fantástica sua observação. Inclusive hoje, andando na Paulista, vi uma apresentação de um grupo do Equador e fiquei fascinada com a música. E pensei exatamente isso, como deve ter marvilhas em nosso continente. Comprei o CD por ser muito bom, MAS também senti que tinha o dever de ajudá-los. Vá ve-los, entendenderá melhor o que eu quiz dizerrrrrr. Vale a pena. Abraços. Fátima

  8. Isso não é mais desespero. É pânico mesmo. Deu barata-voa nos arraiais tucanos. Ninguém quer ser vice do José Chirico. O jeito é atirar para todo lado. A propósito: o país espera alguma manifestação da ilustríssima Sra. Cureau, do Min.Público Eleitoral sobre a participação do Sr. Chirico no programa do DEM, o que afronta a Lei. E que será repetido no programa do PTB. Crime anunciado.

  9. SERRA É COVARDE FUGIU PARA O CHILE E DEIXOU DILMA NA FOGUEIRA DA DITADURA

    A casa do Serra caiu acho que ele vai tentr ser presidente da Bolivia e vai perder para um indio ekekeke.

    Estou acreditando no momento que a Marina deve passar os Serra nas Pesquisas.

    Aqui no ABC paulista todos chamam o Serra de COVARDE devido ele ter fugido para o Chile logo no inicio da ditadura e ter deixa a Dilma enfretando0 a repressão

    • Hoje na RedeTV às 00:15h, embalado pelo pequeno Kennedy, Serra no"É Notícia" contará sobre todo o sofrimento que passou ao ser perseguido inapelavelmente pela ditadura, não perca!

  10. Por que o Serra não critica a Colombia?Será porque são capachos dos americanos?Sempre é bom lembrarmos que o mega traficante Abadia ficou um longo período usufruindo da proteção da gloriosa polícia de São Paulo para abastecer o mercado de cocaína no mundo inteiro.Se não fosse a PF estaria até hoje frequentando os bons restaurantes,as praias badaladas do litoral paulista,e quem sabe teria até conseguido um título de cidadão paulistano outorgado pela gloriosa casa legislativa da cidade.Isso o Zé Serra não menciona.Aliás,o que pensa o nobre candidato tucano sobre as bases americanas na Colômbia?

  11. Boa Tarde Edu

    Já se falava que o Serra perdia votos até para a Marina, com a divulgação de que mais de 50% dos eleitores do psdb se consideram de direita, esse discurso atual do Serra é para estancar a perda de votos para a Marina.
    Ele vai ficar alternando a postura de paz e amor com esta atual, conforme a dança dos numeros das pesquisas para estacar a falta de recursos de campanha que já começa a acontecer

    • Acho uma tese plausível. Talvez seja um discurso para "consumo interno". É mais para inflamar a militância neocon combalida após as últimas pesquisas. Dai o papel da Folha e da Veja, cujos leitores desejam, esperam por ou não são incomodam com issol. Acreditar, acreditar, ninguém acredita. Nem quem escreve nem quem lê.

  12. No desespero, Serra atira para todos os lados. A mídia tenta engrossar o caldo para dar mais sabor à campanha insosa dele. Cabe a nós, leitores deste blog divulgar todas essas armações, porque essa direita está usando e vai usar de todos os artifícios, mentiras e baixarias para promover Serra e desqualificar Lula, Dilma e o PT. Por isso sempre divulgo os post deste blogdacidadania, no meu blog Elinalva vê, lê e recomenda.

  13. Se bom senso funciona-se, o Serra na falaria as barbaridades que tem dito ultimamente.
    Admitamos que Serra é um candidato a presidente dos EUA. Sendo este país o maior consumidor de drogas do planeta, esse proposto candidato viria atacar os governos Colombiano,Peruano, Bolivianos e outros.
    Em matéria de relações externas seria um desastre (aliás Serra já é um desastre).
    Como pode um político que se preparou par ser presidente, falar uma série de asneiras em tão pouco tempo como candidato pré.
    Estou gostando de Serra assumir aquilo que a direita quer que faça. Não tem nada de pós-Lula.

  14. Essa questão do Serra com a Bolívia é absolutamente ridícula, só os hipócritas ou muito mal informados vão realmente achar que o problema da droga no Brasil está na Bolívia e não na CORRUPÇÃO desenfreada que campeia entre todas as polícias do país e também no judiciário.

    A droga tem esse poder corruptor em todo o lugar, até porque é consumida pelos cidadãos de "bens" que a sustentam. Muita demagogia neste discurso moralista contra as drogas.

    Serra faria bem em esquecer esse assunto, pois quem tem um PCC no quintal deveria se acanhar de apontar o dedo acusando o governo de outro país.

  15. Parece que o Serra quer implantar no país todo um combate às drogas com a mesma eficiência do DENARC (departamento da Polícia Civil de combate ao tráfico de drogas no Estado de São Paulo).
    Fiz duas pesquisas. Uma com as palavras: cumbica polícia federal drogas polícia civil – resultado: é impressionante o envolvimento de policiais civis do DENARC envolvidos com os bandidos e até a justiça proibiu a participação do DENARC no aeroporto de Cumbica porque prejudicavam as investigações.
    Fiz outra pesquisa com as palavras: abadia polícia federal denarc polícia civil. Segundo denúncias do traficante colombiano (não é boliviano), policiais agiam como bandidos: propinas, extorsões e seqüestro. Abadia falou sobre o sequestro de um comparsa: Henry Lagos, o Patcho, e de acordo com o traficante, o prédio do Denarc serviu de cativeiro, e policiais queriam US$ 1 milhão, Abadia revela que o Detran também estava na lista de pagamento de propina.
    É com isto que o Serra quer as drogas!

    • É isso aí! O DENARC é a alegria dos traficantes… e ainda tem o PCC… enfim, o Governo Paulista tucano/Serra é expert em INSegurança Pública – e quer cria até um novo Ministério. Mas quer posar de sabichão e a grande midia vendida faz de sonsa e apoia, ao invés de lhe jogar na cara os numeros negativos da escandalosa verdade… é canalhice demais pro meu saco, fala sério! Cínicos, Serra e a grande imprensa.

  16. Caro Edu
    Resumindo o Relatório…
    Em 2008, a área total de cultivo da folha de coca era de 167,6000 ha. Dessa área, 48,5% se localizava na Colômbia, 33,6% no Peru e 18,26% na Bolívia. Estamos falando da folha de coca, não de cocaína. O potencial total produção de cocaína, por sua vez é de 845 toneladas. Deste potencial, 50,88% é referente à Colômbia, 35,73% ao Peru, e 13,37% da Bolívia. Como as taxas de erradicação em cada país é parecida, esse mesmo potencial é utilizado como parâmetro para estimar a produção. Então, arredondando: a produção mundial de cocaína se dá 51% na Colômbia, 36% no Peru e 13% na Bolívia. Vamos, agora, à cocaína apreendida na Europa. Uso esse dado porque é único onde há estimativa da origem da droga. País de origem e proporção: Colômbia – 48%. Peru – 30%. Bolívia – 18%. Olhando os dados expostos, especialmente o último, fica difícil acreditar que a Bolívia, que participa com 10% a 20% da produção mundial de cocaína, possa ser responsável por 90% da cocaína consumida no Brasil. Não é verossímil essa informação. Pelo jeito o que o candidato Serra fala vale tanto quanto uma nota de R$3,00.

    • Vale também lembrar que o outro grande produtor mundial de drogas – o Afeganistão – está debaixo das botas americanas, assim como a Colômbia

      02/06/2007 – 16h45
      Produção de drogas no Afeganistão quadruplicou desde invasão americana

  17. Zé Serra sofre de ^"insônia" (nada com a soninha). Será o consumo do produto em pauta? Serra, critica o governo boliviano mas como governante de São Paulo tomou um banho dos traficantes ou foi conivente com estes já que o trafico ocorre e ocorria (na cidade São Paulo e no restante do estado) nas barbas do governo. O problema é bem antigo, o que fez o Governo FHC/Serra e os governos de Alkimin e Covas durante os anos em que comandaram o pais e o Estado de S.Paulo? Foram conivente ou comparsas dos traficantes ou dos governos boliviano, na época? Vai dormir Serra, teu mal é sono!

  18. Quando os brasileiros deixarem de consumir as drogas que o PIG oferece, melhoraremos nosso nível moral e intelectual!

  19. Só um mau-caráter,preconceituoso como José Serra teria a desfaçatez de dizer um absurdo como esse.E só uma mídia tão ou mais mau-caráter do que ele para endossar,COM "MATÉRIAS" FORJADAS,uma insensatez desse tipo.Desde que soube da "declaração" de Serra,percebi a intenção do tucano:Serra usa o preconceito para ganhar votos e o apôio da extrema direita,açambarcando também setores da classe média,tão receptiva a preconceitos geográficos,raciais e sociais,como os que estão embutidos na ASNEIRA do tucano.Por mais que seja limitado intelectualmente,E A LIMITAÇÃO DE SERRA SALTA AOS OLHOS,ele sabe muito bem que é mentira o que disse.Só que seu discurso agrada esses três setores a que me referi acima(portanto renderá votos,principalmente na classe média conservadora,que tem boas chances de ser seduzida para Dilma,principalmente devido à melhora econômica do país)e ainda garante-lhe uma ainda maior simpatia,e apôio,dos EUA, para quem as declarações de Serra serviram como uma espécie de "compromisso de obediência".

  20. É tão óbvia a intenção de Serra de mostrar aos ianques que seria um leal servo de seus interesses, pronto a reverberar todas as MENTIRAS IMBECIS que os EUA criam para justificar seus crimes,que basta perguntamo-nos qual teria sido o motivo de,em sua declaração insana,Serra não ter acusado a Colômbia,país em que o narcotráfico tornou-se um poder paralelo,de no mínimo grande responsável pelo crescimento da produção de drogas em nosso continente.A resposta é simples;PORQUE A COLÔMBIA É UM SATÉLITE IANQUE NA AMÉRICA LATINA,E SERRA NÃO PODERIA DESAGRADAR OS PATRÕES.Ao invés de atacar um país que evolui socialmente e combate o narcotráfico,se Serra tivesse um pingo de decência,criticaria a Colômbia,onde até o Presidente Uribe já foi acusado de envolvimento com o narcotráfico,na época em que era membro do 1º escalão de um Governo anterior.Essa e outras declarações só servem para mostrar aos indecisos que SERRA É A EXTREMA-DIREITA,O PFL,A UDN, O LATIFÚNDIO,O GOLPE DE 64,A SERVIDÃO AOS EUA,TUDO O QUE EXISTE DE MAIS REACIONÁRIO NESTE PAÍS ESTÁ REPRESENTADO NO TUCANO PAULISTA.

  21. Que foi mesmo que disse o Zé Pedágio? Tanto trololó embaralhado em sua confusa cabecinha ou seria a banana a quilo? Alguém deve interná-lo antes que cause um estrago maior. Vai ser biruta assim em Honduras.

  22. Eduardo, este comentário não é pra ser publicado. Gostaria de, com todo respeito, sugerir que você escrevesse frases mais curtas. Suas frases são muito longas e contêm poucos pontos. Isso faz com que, às vezes, seu texto fique com a clareza prejudicada.

  23. Caro Eduardo

    A resposta da Dilma doi perfeita – não é postura de estadista. Serra busca se diferenciar em temas, que sinceramente acabará por piorar a sua situação. Existem muito menos brasileiros descontentes pelos rumos da política externa do que os que se orgulham.

    É em verdade, a política da desinformação.

    Gostaria de compartilhar um texto que escrevi sobre o assunto: http://setepalmos.wordpress.com/2010/05/30/sobre-

    Saudações fraternas!

  24. Eduardo, estou procurando pelo espaço "sugestão de pauta" e não encontro. Você sumiu ele?

    • Eu o coloco eventualmente. Veja no arquivo, no canto inferior direito da página

      • Eventualmente? Não compreendo. Havia entendido – e até elogiei – que você disponibilizaria esses espaços de forma destacada, mas…

  25. Folha – O TSE já aplicou quatro multas ao presidente e duas multas a Dilma por propaganda eleitoral antecipada. Como o sr. avalia essas punições?

    Márcio Tomaz Bastos – A decisão do TSE tem que ser respeitada, mas pode ser discutida. Algumas delas nós estamos embargando, porque entendemos que houve uma mudança na jurisprudência. Os programas [veiculados na TV e no rádio] que avaliei -não sou especialista em direito eleitoral, estou estudando isso agora- me deram a consciência de que aquilo era permitido na outra composição do TSE.
    Isso porque são programas de propaganda política, não são de outra natureza. São para dizer o que o partido fez e comparar com o que o seu opositor fez, de modo que, na minha opinião, as multas não foram justas. Pela jurisprudência que o tribunal vinha tendo e pelo texto da lei, são programas de propaganda, não são programas de educação moral e cívica.

    É a sugestão de pauta, a entrevista de Marcio Tomaz Bastos na Folha
    http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po31052010

Trackbacks

  1. Tweets that mention Bolívia consome menos drogas do que o Brasil | Blog da Cidadania -- Topsy.com

Leave a Response

Please note: comment moderation is enabled and may delay your comment. There is no need to resubmit your comment.